logo

Welcome Anonymous !

Hoje é Dom Abr 20, 2014 7:04 pm

Entrar
GVA
Grupo Viagem Astral

O ORGULHO - texto de minha autoria

Espaço destinado ao estudo geral e troca de informações sobre espiritualidade ou qualquer outro assunto que estiver além à Viagem Astral.

O ORGULHO - texto de minha autoria

Mensagempor Vinicius(vini) » Qui Mai 26, 2011 8:48 am

ORGULHO

Falar sobre os defeitos capitais sempre é muito difícil, principalmente quando eles são escritos sobre nós mesmos.
Não sei ao certo exatamente como começar essa escrita, pois quando começamos a trilhar a senda espiritual, paramos para pensar em coisas que antes não faziam parte de nossos pensamentos. Pela primeira vez paro para pensar sobre O MEU orgulho.
Eu ainda não compreendo exatamente o que é errado em orgulhar-se de algo, ou se existem coisas que podemos nos orgulhar, mas ao começar escrever esta conscientização, venho automaticamente matutando sobre as diferentes formas de orgulho que existem.
Creio eu que o orgulho só pode ser ruim quando nos achamos melhores que alguém, como no caso de vencermos uma disputa e, o maior motivo de orgulho não é o da conquista, mas sim o da ilusão de que somos melhores do que determinada pessoa. Devo admitir que isso já ocorreu comigo, mas sei que ocorre com todo ser humano que não é perfeito. Vamos imaginar hipoteticamente a situação de que eu tenha vencido uma corrida, ou alguma competição, esportivamente falando, e não competição de EGOS. Se nessa competição eu vencer, eu acho que devo me orgulhar por ter tido força para superar meus limites, já que orgulhar nesse caso seria uma forma de agradecimento. Porém, se a fonte do meu orgulho for o de me sentir melhor do que meu adversário, ou companheiro de disputa, para retratarmos melhor a situação, aí então eu já considero ser um sentimento trevoso e que deve ser combatido.
Hoje em dia, infelizmente as pessoas banalizaram o sentimento e a palavra orgulho, assim como já banalizaram quase tudo que existe na vida, como por exemplo a magia.
Acredito que sempre devemos nos orgulhar em situações que fazem bem ao nosso espírito, e que não fazem mal nem ao nosso e nem ao espírito de outras pessoas. Isso é muito possível de ocorrer, mas infelizmente a maioria das pessoas se orgulha da maneira errada.
Eu me considero uma pessoa que nunca fui orgulhado, pois já cometi muitos erros em minha vida no lugar de ser o exemplo em pessoa, mas ao mesmo tempo tenho orgulho em muitas coisas de minha vida, como por exemplo, de minha família e principalmente de minha mãe. Creio eu que esse tipo de orgulho possa ser resumido em AMOR, e não em um sentimento que devemos combater.
Por outro lado, meu lado orgulhoso trevoso deve ser como o da maioria dos seres habitantes desse planeta. Às vezes gosto de me sentir superior à alguém por qualquer que seja o motivo, mesmo que seja por uma pequena birra desnecessária, ou um pequeno desejo de vingança, mas me orgulho por exemplo em reconhecer que estou tentando combater esse tipo de orgulho no meu ascender espiritual, e devo reconhecer que não é um do papel mais fáceis, mas sei que eu tenho essa capacidade, assim como qualquer outro ser tem, pois todos somos iguais e fazemos parte da mesma centelha divina.
Uma coisa é se orgulhar (amor), outra coisa é ser orgulhoso (trevas). Sempre haverá uma grande dificuldade em separar a mesma palavra em duas coisas diferentes, mas é para isso que estamos aqui, para eliminarmos o mal necessário, e nos preenchermos com a luz divina do Criador.
Avatar de usuário
Vinicius(vini)
Membro decolando (400+)
Membro decolando (400+)
 
Mensagens: 493
Data de registro: Ter Out 30, 2007 3:37 am
Localização: São Paulo,SP

Re: O ORGULHO - texto de minha autoria

Mensagempor Sucedeu » Qua Jun 01, 2011 11:41 am

Muito interessante a tua abordagem sobre este grave defeito que nós todos carregamos desde pequenos. Eu daria apenas mais uma contribuição ao texto:

O orgulho já nasce com a gente, ele é trazido de outras vidas e poderá ou não se intensificar na atual existência. Tudo que temos nas diversas encarnações são ensinamentos e entre eles, o que o orgulho produz para cada um. Uma alegria efêmera e fugaz. Logo tudo voltará ao normal e o sentimento de superioridade se desfaz junto,porque a vida continua...

Ao nos darmos conta deste mal que é progressivo, ele aumenta à medida que o tempo passa, colocamos um fim no sucesso desta muleta materialista que tanto aparece na mídia e influencia tantas cabeças.
Assim procedendo, iniciamos uma transformação interior que se alimentará cada vez mais da nossa vigilância contra as recaídas, que sempre acontecem, apenas numa intensidade menor. Precisamos sempre estarmos atentos.

Em breve, com estes cuidados e esta boa determinação, alcançaremos estágios superiores que nos possibilitarão novos horizontes e uma maior consciência sobre a maravilha de se estar encarnado neste planeta lindo. E, com isso, sermos mais eficientes na difícil tarefa de "estar a serviço dos outros" e não de si próprio.


Luz! Muita Luz!
"não faça aos outros aquilo que não queres que façam a ti"
Avatar de usuário
Sucedeu
Membro Iniciando (100+)
Membro Iniciando (100+)
 
Mensagens: 121
Data de registro: Dom Dez 16, 2007 3:42 pm
Localização: Xangri-lá, RS


Retornar para Espiritualismo geral

Quem está online

Usuários vendo este fórum:: Nenhum usuário registrado online