Iniciação Viagem Astral – Como um projetor deve ser.

Saulo CalderonGeral, Informações, MensagensLeave a Comment

Olá, queridos amigos. Bom dia.

Ontem eu estava deitado e já estava de olhos fechados pensando em dormir quando comecei a sentir algumas vibrações fortes no peito, daquelas que sentimos sempre e é bem normal.

Aí peguei o  excelente livro Iniciação Viagem Astral e li o Prefácio que inclusive li no Curso Básico parte 10, sentei-me na cama e não pude deixar de sentir as fortes vibrações em cada frase do mesmo e fui melhorando as vibrações, inclusive pensando em amparar e ajudar aquela energia que sentia. Sou um admirador de Miramez, aquele espiríto que vivera outrora como Frei Luiz um grande amigo de Francisco de Assis. Miramez é um dos mentores especialistas em projeção da consciência.

Queria hoje dividir novamente aquela energia. Não só a que senti ontem, pois fiquei totalmente arrepiado e senti ótimas vibrações após a leitura, mas também a energia linda de amparo que foi no áudio 10 do curso básico, onde inclusive usei a música do Secret Garden (DreamCatcher).

Segue abaixo a música (se possível só comecem a ler o texto após darem play na música, para poderem sentir mais profundamente a sintonia).

Lembro-me claramente que a música foi usada no áudio ao acaso, mas a tradução da letra dela é TOTALMENTE ligada ao amparo, e o acaso pareceu brincar conosco… Mas deixemos de conversa, segue a música, a tradução e o lindo prefácio do livro, psicografado pelo Médium já desencarnado João Nunes Maia, pelas mãos do nosso mentor Miramez.

Aquele que deseja seguir um caminho bom, melhorar o que é, fazer da sua vida algo superior e sair daqui melhor do que entrou, é só seguir algumas das recomendações desse texto e já estará com as mais altas notas que uma consciência encarnada pode obter.

Muita paz e sintonia hoje!
Saulo

Clique abaixo para ouvir:

A palavra iniciação lembra-nos, de imediato, os grandes iniciados. Faz-nos recordar e visualizar os grandes homens que legaram traços de luz para a humanidade através da conduta do dia-a-dia. A força do exemplo é como que uma energia circulante, capaz de acordar os cépticos e fazer andar os que dormem; levantar os caídos pela desilusão e alegrar os tristes. A concha evolutiva em que estamos presos torna difícil realizar o empenho do coração em ingressar nas hostes dos benfeitores maiores da espiritualidade; requer, de todos nós, tempo e um esforço maior em todas as direções que conhecemos, em se tratando de educação, disciplina e amor.

Querer alistar-se nessa escola de grandeza espiritual é a pretensão de muitos, todavia, poucos conseguem respirar em meio a tantas contradições, com o mesmo sorriso de alegria, por estar subindo verticalmente, sonhando na Terra com a libertação. O iniciado, nos dias em que vivemos no calendário da Terra, deve procurar ser um super-homem, aquele que se expressa com sensatez na seqüência dos dias, exemplificando as virtudes anunciadas pelos Maiores e projetando outros meios de concordâncias para o equilíbrio da vida e dos corpos que a Criação lhe empresta para evoluir no campo imenso da existência.

O iniciado nos segredos da natureza e no complexo estupendo, onde o amor se divide para ser entendido pelos homens, encontra a solução ou a explicação para tudo o que ocorre no mundo externo e interno em que vive. Ele começa a conhecer os caminhos por onde deve trilhar, com o máximo de cuidado e equilíbrio.

O aluno do Bem já purificou a sua mente de maneira que não é dado a pensamentos negativos, por ser conhecedor dos desastres que as idéias pesadas lhe causam, no macro e no micro universo que se interligam e que registram todos os seus sentimentos, devolvendo para o seu uso, o que neles foi escrito com o lápis da vida.

A caridade verdadeira deve ocupar as duas esferas de vida: se doas um pão, não te esqueças da palavra de estímulo a quem recebe, sobre os meios de adquirir o seu sustento, sem permitir que tuas palavras possam parecer ofensivas. Se és refinado em provérbios que educam e instruem as criaturas, não te demores em compridas teorias; alcança sem delongas o objetivo e esforça-te para viver o que falas aos outros.

Se a vaidade te incomoda, querendo mostrar tudo que fazes de bom aos semelhantes, não te demores muito tempo nesse ambiente falso e inverte o interesse, vendo o que de melhor os outros estão fazendo. Educa-te por dentro, que a atmosfera de fora executará as mudanças externas. Toda subida pede conhecimento e todo conhecimento requer amor.

O corpo físico e os corpos sutis que o interpenetram são instrumentos que esperam da alma pensamentos puros, para orquestração elevada, sensibilizando todos os sentidos em refinadas melodias, onde a harmonia se assenta como base a sustentar a tranqüilidade imperturbável.

Não deves iludir-te com facilidade apropriada aos incautos e aos néscios, buscando por a mão no salário a que fizeste jus; o despreendimento é fato nobre, que alegra aos anjos, mas, para ser verdadeiro, deve acompanhar a conduta moral nos contatos que muitas vezes surgirão em tua existência.

7A iniciação não é somente conhecer; o conhecimento completo está na prática. O aluno de medicina escuta nas aulas o verbo fluente do mestre mas, depois, vai ao pé do leito confirmar o que ouviu.

Se gostas somente de teoria e te sentes bem nisso, não prossigas com esta leitura: fecha este livro e vai sonhar, até alguém bater de novo à tua porta. Precisamos de mãos esclarecidas que operem sem murmúrios. Existem escolas filosóficas que dão as diretrizes para que seus seguidores atinjam a libertação, esquecendo-se, entretanto, da dosagem dos ensinamentos, o que leva seus discípulos ao fanatismo e ao proselitismo. Onde fica o equilíbrio indispensável à solidez do trabalho? E a sensatez que direciona esse trabalho no sentido da evolução? Toda prática espiritual, todo desenvolvimento psíquico, busca por sintonia o silêncio.

O iniciado deve procurar ser um homem perfeito em todos os aspectos da vida que, se ofendido, não ofende: esquece. Se maltratado, não revida; ajuda a todos em seu caminho.

Começa examinando hoje mesmo o que tens feito na vida e da vida que Deus te deu. O que tiver que ser consertado, conserta logo. Se não tens força para tal, continua alimentando idéias de melhorar que os Céus operarão em ti com mais intensidade. A primeira coisa a fazer é limpar-te de hábitos e vícios, que são manifestações de inferioridade.

Coloca a tua mente na universidade de Deus, os teus ouvidos na escola do bem-ouvir e a tua boca sob uma educação intensiva.

Nunca deixes faltar atividades para as tuas horas de folga, nem percas tempo na vida que passa; faze algo de bom, para que isso fique registrado na memória da vida, que não se esquece de nada.

Dá o primeiro passo. E nas horas difíceis, assim como nos momentos felizes, não te esqueças da prece, companheira constante daquele que está no caminho da iniciação.

Miramez