Por que estamos tão ocupados?

Já percebeu como estamos sem tempo?
Ninguém parece mais respirar.
Todos parecem correndo, agoniados.
Quando não preenchidos com cursos, faculdades, trabalho, academia, etc, estão desesperados por problemas do passado e o agora simplesmente escapa à sua percepção.
Por que a maioria acha bonito alguém ocupado?
Alguém que fala: Não tenho tempo, mal consigo dormir!
Isso não é bonito, pelo menos não consigo admirar. Quando acordado em mim mesmo eu sinto vontade de falar: sim, mas e a alma?
Se olhar bem não parece sensato uma pessoa que não consegue ter o tempo necessário para sentar-se consigo mesmo. Curtir um pouco o seu interior. Desligar de tudo e simplesmente SER.
Poder observar o caminho das formigas, poder olhar pro céu, poder praticar a linda arte do Nadismo, onde entramos em contato conosco e sentimos prazer em estarmos aqui e agora.
Isso é espiritualidade no seu grau mais puro e alto, pois, é a abertura da percepção pro agora.
Às vezes tenho surto positivo do agora, acordo e paro em meio a todos que parecem adormecidos e corridos.
E me pergunto: Onde eles estão? Pra onde vão?
E você?
Onde está?
O que fez com o seu agora?
Você encontra tempo para respirar?
Entrou no robotismo social? Deixou a matrix te controlar?
Não existe o que passou e nem o que está por vir, só o agora.
Respire…
Curta seu momento.
Curta onda dessa vida na prancha da sua consciência…
Olhe ao redor.
Abrace seu cachorro, olhe para todos ao redor, abra a lucidez aqui e agora.
Foque a atenção aqui e agora.
Faça qualquer coisa que não te deixe preso nesse doentio meio social que estamos vivendo.
E aproveite a mágica da vida, a dádiva de estar aqui e agora.
Não fuja de si mesmo.
Mesmo que precise fazer muita coisa, faça cada uma delas dando pequenas pausas para respirar sua alma.
Não se permita mergulhar e ficar sem ar.
Vamos ali tomar uma água sem se preocupar com nada?
Onde você está?
Volte, fique com você.
Um bom AGORA pra você.

PS: Falta corrigir.