Projeção Patrocinada (A maior força que já senti…)

Saulo CalderonDiário Projetivo, Relatos, Relatos Saulo Calderon Comments

Bom dia, irmãos.

Por favor peço que se possível, leiam esse relato ouvindo essa canção chamada: Não vou Temer, vai ajudar na sintonia.


Ontem me programei para chegar em casa e gravar o áudio com o tema de Relacionamento, paixão, amor, como se portar.

Mas meu MAC deu pepino, computador paraguaio. Acabei deixando ele reinstalando e fui deitar, mas pretendo gravar o áudio hoje.

Tive o primeiro sono e acordei pouco depois com um barulho na frente do prédio.

Logo após isso cai em catalepsia projetiva. Fiquei assim por um bom tempo. Até que forcei para sair, pois queria mesmo é dormir, vai entender, coisa de baiano danado.

Abri os olhos, sentei na cama e deitei. E novamente entrei em catalepsia projetava. Forcei a volta, e abri os olhos e sentei novamente na cama. E pensei, caramba que diabo é isso.

E outra vez lá estava eu em catalepsia projetava, então percebi que havia algum espírito no quarto, como eu não sei, pois estava deitado de lado, virado de costas para a porta. E percebi claramente uma presença ali. E perguntei: quem está no ambiente?

Percebi claramente uma movimentação em minha direção.

Senti nesse momento uma energia ABSURDAMENTE FORTE. Foi a energia mais forte que já senti de uma espírito e presença espiritual até hoje, nenhum outro mentor, nenhum outro espírito, assediador, obsessor foi tão forte. Era como se 10 milhões de voltz estivesse em mim. Mas era uma energia boa. Senti claramente o mentor falar na minha mente: Acalme-se, não faça nada,não force não pense, por favor não interfira.

Eu pensei: pronto, vou desencarnar, lascou!

A forca era estrondosa, eu estou até agora de boca aberta com aquela força.

Nessa hora meu corpo espiritual fez de uma só vez um tranco para o lado, virando de barriga para baixo, e começou a subir.

Abri os olhos e vi meu corpo e o da minha esposa deitados abaixo, cobertos.

Eu fiquei mais ou menos na altura máxima do teto.

E fui puxado com força astronômica para fora do quarto, não era algo educadinho e calmo, era monstruosa. Eu não via o mentor, mas sabia onde ele estava o tempo todo, e com uma força dessa, qual a necessidade de ver? Que tranqüilidade para estar ali, a lucidez abriu de uma forma bem intensa, e seu pensamento chegou firme na mente:

– Saulo, você tem a capacidade de sair do corpo, por quê adormece? Pra quê adormecer, se pode sair? Não se permita isso, deite e pense em sair, seja para se soltar, para sorrir ou para ajudar.

Mas isso foi tão forte em mim, que não serviu somente para pensar em tentar sair do corpo todo dia, mas para não adormecer durante a vida, para não me permitir ficar inconsciente para o que posso fazer enquanto desperto.

E nessa hora fui levado em vários lugares, fiz um pequeno trabalho de amparo, mas lembro pouco pois quando voltei ao corpo não relatei e fui dormir novamente, dose.

Mas queria DESTACAR algumas coisas nesse relato:

Primeiro: a catalepsia, que é projeção astral já. Já estamos fora do corpo ali, com ajuda ou não. O lance é que eu não queria despertar, não posso fazer isso. Devo buscar a liberdade consciencial, uma vez que isso já está naturalmente em mim, de tanto que busquei.

Segundo: meu amigo… QUE DIABO foi aquela força? JAMAIS na história de minhas experiências vi algo assim… Nem quando era mais novo e tive uma projeção com uma energia que parecia uma bola de luz me buscando, essa foi a mais forte. Era uma força que passava uma intensa sensação magnética, esquentava, esfriava, e mesmo sem técnica dominou-me completamente, controlando a decolagem totalmente e o afastamento do corpo, como se eu fosse um nada, como se ignorasse toda as energias.

Terceiro: a bronca que tomei (carinhosa e cheia de amor), mas foi uma e tanto. Se posso sair do corpo, por quê deito para dormir?

Ele veio até mim para falar isso e para mostrar como estava perto e como era importante não só acordar, mas também sair para ajudar.

Quarto: não estamos sós e a força dos mentores é incomparável. E essa não sei se foi a intenção do amigo, mas será a minha e pergunto: Você tem medo?

Não tenha!

Não tenha MESMO!

Não tem noção da força desses caras.

Por que nos concentramos tanto em coisas ruins?

Falta de experiência, de compreensão, de fé, de saber como eles são por perto.

Mas amigo, esqueça medo e não se preocupe com esse ou aquele espírito, deite e vá se preparar para sair, pois a vida do lado de lá é real e simples, e os guias espirituais não são bobos, sabem o que fazem e são preparados.

Não há o que temer…

E serviu de aprendizado para mim. Eu sempre to fazendo técnicas, mas realmente ultimamente tenho deitado para dormir, por causa da correria do dia-a-dia(que não justifica).

Hoje pela manhã meditei e agradeci aquele amigo espiritual.

A sua presença, a paz que ele transmitia, a força de sua presença.

Vou te contar, não tem como temer a morte inclusive. Primeiro que sei que com uns amigos desses, é impossível ter qualquer tipo de receio.

Vou ouvir o chamado e vou todo dia me colocar ainda mais à disposição para ajudar. Sem esse trabalho de ajuda, eu não sou nada, de tão dependente que sou de me sentir útil.

E voce, o que faz dormindo?

O chamado está no ar…

É só perguntar: Quem está no ambiente?

Está disposto?

EU ESTOU!

Amo esse trabalho.

Amo esse projeto de vida.

Amo esses amigos espirituais.

Amo poder estar passando com simplicidade essas informações.

Amo poder ajudar um pouco no despertar de consciências.

Muita paz,

 

Saulo Calderon