GVA - Grupo Viagem Astral

Fórum GVA

Fórum GVA

Acesse para dividir informações com outros pesquisadores e estudantes!

FAQ´s em MP3FAQ´s em MP3

Acesse os arquivos em áudio das perguntas frequentes que respondemos em vídeo.

Simple

Relatos

Leia aqui vários relatos de experiências extracorpóreas.

É iniciante na Projeção?

Ouça aqui o áudio que ajudará nos primeiros passos!

Comece aqui
  1. Relato de Ida até Noronha (19 de Janeiro)

    Posted by
    /

    Bom dia, amigos. Agora são exatamente 4:49 da manhã.

    Acabo de chegar de uma experiência e me encontrei com um grupinho de amigos em Noronha.

    Deixa eu usar o modelo:

    - Como foi a sua quarta-feira durante o dia. Conseguiu se manter equilibrado e bem sintonizado com o trabalho da noite?

    Fiquei mais ou menos sintonizado.
    Senti uma dorzinha de dente a noite, me incomodou bastante, mas consegui me manter bem espiritualizado, rs, apesar da sofrência, rs.

    - Que horas deitou? (Lembrando que o encontro é a partir da 1 manhã.)

    Fui deitar cedo, fui relapso não fiz técnica logo em princípio. Coloquei o despertador para me acordar meia noite e meia. Acordei, desliguei o despertador e falei: Hoje se eu for, é sem técnica, não vou perder meu soninho, rsrs.

    - Cuidou das energias?

    Ene, a, ó, Tio.. Não! Rsrsrs.

    - Qual técnica fez?

    A técnica baiana, deitar e dormir, rs.

    - Conseguiu sentir as energias?

    Até que senti, senti o corpo espiritual balançar e o frontal meio aberto, mesmo sem técnica.

    -Conseguiu chegar lá?

    Levantei para relatar isso.
    Fiquei semi-consciente numa praia e tinha um Palco dessa vez, como foi dito por alguém nos relatos anteriores. No palco haviam pessoas, uma banda espiritual tocando. O Local estava todo arrumado, com barracas, estava meio escuro. E acho que os mentores meio que puxaram o encontro mais para dentro, pois não vi o Mar dessa vez. Acho que o MAR e seu magnetismo pode estar prejudicando, pois o mar é tenso em algumas dimensões. No palco uma banda quando me viu chegar começou a tocar (Que sacanagem), a música devagar é pressa. Daquela: Eitaaa, que preguiçaaa, que vontade de fazer nada, e depois descansar.
    Eu dei muita risada, falando: caramba, como isso chegou do lado de cá? Rsrs.
    Nessa hora eu tava conversando com duas pessoas. Uma rapaz meio mulato e um outro que não me lembro 100%.

    Falávamos de mudança interna, de melhorarmos as ações sobre espiritualidade.

    Depois disso nos encontramos tipo num mirante. Que de lá Dava pra ver Noronha de cima, dava pra ver o mar de cima. (PS: Achei uma IMAGEM e um mirante lá! Que beleeeeza, acabo de ver isso, vou postar aqui.
    Era tipo uma casinha com teto de palha, bem simples, mas bonitinha, rústica. Ali ficaram algumas pessoas, e o cantor da banda foi lá também, o cara que estava cantando no palco. E parecia ter me testado, pois ele testou minha consciência brincando: Você viu a música que eu fiz? Eu falei: Você fez? Rsrs. Aquela música quem fez fui eu, rapaz, rsrs. Ele deu uma gargalhada falando: É, eu sei, to brincando.
    Eu nessa hora comecei a perder a lucidez falando: Mas você não viu já o curso básico, intermediário, avançado, etc.. Ele rindo falava: Já vi!

    Ainda me lembro de chegar nessa hora dois rapazes, haviam acabado de chegar. Um de cabelos bem curtos, parecia bem familiar, tão familiar que agora me confundo com meu irmão, mas sei que não era. Ele tinha o cabelo meio EMO, preto. Ele tava bem empolgado com o encontro, sendo apresentado para todos nós.
    Eu brinquei falando: Olha, ele cortou o cabelo, ta uma  evolução só com esse cabelão agora! Modernidade! E ria brincando.

    Foi quando terminei essa frase e abri os olhos. Estava amanhecendo e me lembrava do cara cantando a música: Devagar é

    pressa, rsrs, que temos lááá´na sessão de humor do novo site.

    Fiz um esforço enorme e levantei para anotar tudo que vinha me chegando.

    Haviam dessa vez mais pessoas, mas não muitas. As pessoas acho que chegavam em horários diferentes. Mas ta valendo.
    Uma coisa percebi: Mudaram a cidade para o encontro, há até uma festinha espiritual. Estamos mobilizando muita energia para lá, a ponto de organizarem a cidade para nos receberem.
    Noronha no astral, lá naquele lugar, não era só uma ilha com praia, era tipo um festival espiritual, com shows, barracas e um mirante espiritual para conversarmos. Era de noite lá, como se estivesse amanhecendo mesmo.

    Enfim,, essas são as lembranças de Painho aqui.

    Muita paz e haha, vou voltar a dormir, oxee! :)

    Saulo Calderon

  2. Sexo fora do Corpo

    Posted by
    /

    Salvador 07-02-2001

    Olá pessoal…

    Amigos, tive uma experiência que mudou um pouco minha maneira de pensar sobre sexo no astral.A mensagem pode ser até um pouco polêmica, porem é muito simples e natural e acontece com todos de alguma forma.Deitei para sair do corpo ontem lá pelas duas da madruga.Após um tempo de treinos, e muita dificuldade para ir controlando a mente enquanto o corpo ia ao encontro de morfeu, saí do corpo numa decolagem clássica, de frente indo da horizontal para vertical bem lentamente.Não tive nenhuma dificuldade para me afastar do corpo, o que é bem anormal no meu caso. E Olhei para o Céu, após flutuar baixinho até a varanda. Vi a lua cheia, que emanava um brilho muito lindo, diferente do que conheço com os olhos do corpo. Comecei a sentir uma forte sentimento de compaixão que não sabia de onde vinha. E derepente me deu uma louca vontade de voar e voar. E nem precisei pensar muito, decolei como um eject, e alcancei em segundos uma altura que deixou as casas bem pequenas. Resolvi aumentar a velocidade, e fantasticamente aconteceu, começou a ficar tão rápido que não conseguia mais ver onde estava e nem por onde passava, e parei de vez como num freio ABS. risos…Olhei estava próximo a uma montanha, e vi um vilarejo bem próximo.Fui até lá. Vi pessoas andando, tentei falar com eles, mas não me viam, pois acho que estavam no corpo, sei lá. Nunca sei o que é espírito nem o que é pessoa. No meio dessas pessoas vi uma jovem mulher me olhando. Senti um amor tão grande por ela, que não sei de onde vinha, mas um magnetismo incontrolável me dominou. Até pensei que não era certo me aproximar, pois poderia perder a consciência, mas olhei de novo para ela, tão linda, quem era aquele anjo? Meu Deus, lágrimas caíram de meus olhos, não consegui, e fui ao encontro. Abracei, e senti uma das melhores sensações da minha vida, um amor tão forte se aponderou de mim, que parecia que um rio de lágrimas saiam dos meus olhos. Ela nada falou, só me olhou. Beijei com muita vontade, e após isso já imaginam o que aconteceu.

    Não perdi a consciência que estava fora do corpo, nem por um segundo. Muito pelo contrário, fiquei mais lúcido, pois o amor que estava sentindo não era meu, não era humano. Quando olhei para ela, e quis beijar seus pés, mas infelizmente, acordei. Meu corpo também se encontrava em lágrimas, e fiquei banhado por esta energia muito tempo. Eram 5:30 da manhã.

    Bem. Depois disso que passei. Acho que cresci muito nos sentimentos por tudo. Não sei porque, mas estou sentindo uma forte compaixão por tudo. Talvez ainda seja reflexo das energias que fiquei.Hoje, se eu sair do corpo, e estiver um mostro na minha frente, sei que ele não poderá comigo. Não porque vou atacar, mas porque ele não poderá se aproximar de mim, pois será invadido por um amor que nem eu conheço direito.

    PESSOAL, SAIR DO CORPO É MUITO MAIS DO QUE PESQUISA E FENOMENO. É entrar em contato direto com seres espirituais, com O MUNDO ESPIRITUAL. Busquem sim a saída do corpo, mas para a espiritualidade, com amor. Pois seres como Jesus, BUDA, KRISNA, RAMAKRISNA, FRANCISCO DE ASSIS, RAMATIS, ENTRE TANTOS, nos ensinaram e ainda vivem falando em amor, será que estão errados? Não! Nós que ainda levamos muita coisa para o lado duro e sem coração. Nós que somos espiritualistas e estudiosos da projeção, temos a obrigação em ensinar a projeção com espiritualidade, com amor. Para que se crie uma egrégora de estudos cheia de harmonia e boa sintonia.

    Muita Paz, luz e amor na consciência e nos estudos espirituais de todos vocês, especialmente os iniciantes nos estudos projeciológicos.

  3. Turismo Astral

    Posted by
    /

    29 de Abril de 1998

    Por volta das 1:30 da madrugada
    Chovia muito, e eu estava no computador, arrumando algumas placas (hardwares), quando me deu sono, e senti que podia me projetar após deitar na cama, e sentir a energia circular livremente por livre espontânea.
    Deitei na posição supina, (Costas) , e novamente sentia as energias, fiz uma prece e pensei numa razão nobre para pedir ajuda no plano espiritual. Por uma vez quase sai, após uma pequena descoincidência, e voltei rápido após o barulho da chuva. Acordei abri os olhos e relaxei novamente. Desta vez começaram uns choques por todo o corpo, sinal que a energia circulava, e logo a descoincidência, e não sai de primeira, tive uma oscilação astral, e decolei numa posição clássica para frente e para cima, sinceramente eu não sei como tive esta decolagem, pois foi um ato natural, eu não pensei. E sai pelo lado do meu corpo e sem vê-lo direito falei para ele: Fica quietinho ai, não sai daí. E Fui para cozinha, prestando atenção se não tenha nenhum espírito. Após decolar pela janela como num eject, senti uma liberdade maior, e a consciência aumentar, pois quando sai do corpo estava meio “bêbado”, devido estar nas proximidades do mesmo. E lembrei da minha prece que pedi, e pensei: a prece hoje foi para conhecer o mundo dos espíritos! Então voei numa velocidade fantástica, que até ouvi uma voz assim dentro de mim: Vá devagar, senão poderá perder lucidez, e cheguei numa parte em que eu não estava mais sintonizado com o mundo material, eu já vivia o mundo espiritual em sua essência, não ligava se eu voava, achava natural, e nem ligava se eu via os muitos espíritos que estavam naquele local, uns numa situação de luta, pareciam que todos gostavam de lutar, pois eram bem grandes, e como fui chegando perto falei assim: Tô vendo que sou o menor por aqui, não iriam brigar com um cara raquítico como eu? Muitos riram, e passei numa boa. Eu estava com um conhecido do mundo material, acho que era ele projetado, ou poderia ser uma outra coisa sei lá, mais a conversa rolou assim: – saulo acho que estou sonhando, eu falei:- não está não, acabei de estar em casa no meu corpo, fazendo minhas coisas normais, e sai e deixei ele lá, estou projetado, e você também. Vi a reação de surpresa dele, e sai porque senti que o ambiente não estava favorável, e decolei após me despedir de todos, com carinho. Logo eu estava num lugar bonito, com um céu lindo e florestas lindas, parecia um jardim, voava para lá e para cá, e uma pessoa me falava coisas bonitas, como: o bom daqui e que pode mudar a cena, se quiser pode colocar esta montanha para lá, e esta parte para cá, eu estava achando o máximo, quando perdi um pouco de lucidez, após voar muito rápido por um lugar baixo. E voltar ao corpo pensando umas coisas ilógicas, eu pensava que alimentava um porco e ele queria comer meu dedo, eu dizia que não ia mais dar comida, ele só mordia o meu dedo, e acordei num pulo, em menos de 2 segundos, tudo veio a minha mente como num FLASH, e fiquei deitado um pouco a lembrar de todo. Engraçado, que quando estamos fora nem reparamos a situação de projetor, mais quando voltamos ao corpo, pensamos assim, Eu estava projetado! Isso mostra que o mundo espiritual é natural para nós! Nós é que não lembramos ao voltar para o corpo dos nossos conhecimentos, que são mais abertos em modo projetado.
    Eram mais ou menos, 3:15 da madrugada, na mesma posição.

  4. Técnica de saída passada por um mentor Engraçado.

    Posted by
    /

    Recife 26 de novembro de 09

    Técnica de saída passada por um mentor Engraçado!

    Olá, bom dia.

    Essa madrugada estive em vários lugares fora do corpo. Um deles foi perto do mar, onde novamente me impressionei com a força das ondas e a forma violenta que ele apresentava. Era GIGANTE, estava tão bravo que estava por inteiro espumante. Ondas gigantes para todo lado. Toda vez que vejo o mar fora do corpo em dimensões mais densas (pois era numa dessas que estava), vejo dessa forma.

    Já deveria ser umas 5 ou 6 da manhã, pois estava com um leve sol, estava amanhecendo nesse momento.
    Lembro de ter chegado num ambiente onde havia um mentor falando de espiritualidade para as pessoas.
    Ele olhou para mim e falou: você estuda experiências fora do corpo! Brincando falei que sim, mas que sair do corpo ainda não era algo tão fácil na nossa evolução. Até que ele rindo me passou uma técnica engraçada, dizendo que era funcional. Ele fez os gestos da técnica falando:
    Quando terminar as técnicas diárias, faça o seguinte:
    Relaxe e force o corpo para frente, levando ele mesmo até uns centímetros saindo da cama, e deixe voltar. Faça isso quando ficar mais ou menos cansado, com sono. Vai parecer que irá perder o sono, mas vai chegar uma hora que quando fizer isso sairá com corpo astral. Como é um gesto repetitivo não o deixará sem sono ou dificultar o sono físico. É uma técnica meio grosseira, mas funcional para quem quer sair do corpo. Tá certo que preguiçoso não vai gostar muito, e deu um leve sorriso.

    Lembro-me do rosto dele, do ambiente que estava e tudo mais naquele momento.
    Ele era bem sério e se portava de um jeito bem característico, apesar do bom humor que apresentou. Tinha um porte daquele tipo de pessoas que respeitamos. Um olhar sereno e fixo quando me olhava, parecia entrar na minha alma e que sabia sobre mim muito mais coisa do que eu mesmo.

    Antes de eu ir embora, ainda o vi saindo do ambiente e se despedindo de mim. O local aparentemente era protegido, algum tipo de centro esotérico ligado a Yoga, pois havia vários objetos espirituais por ali, a decoração era simples, mas bonita, havia almofadas no chão para meditação. Não sei se nesse momento eu estava numa dimensão densa ou sutil, mas por estar me lembrando com certa facilidade da experiência eu acredito que foi um encontro numa dimensão mais densa mesmo, mas num local protegido.
    Comentando sobre a técnica indicada:
    Bem, só foi algo que algum espírito me falou. Nunca testei isso. Achei lógico na hora o que ele falou e concordei que poderia facilitar e concordo até agora, mas é preciso treinar, verificar se isso é verdade.

    Estou passando adiante para que todo aquele que ler e desejar uma técnica engraçada para treinar, aí vai uma passada um por um espírito com um excelente bom humor.

    Após fazer a técnica energética  começar a levantar o corpo meio que rápido, repetidas vezes. Não totalmente, levanta só o tronco, como se fosse levantar da cama, mas volta em seguida. Segundo o que me falou,  uma hora a pessoa faz o gesto já estando fora do corpo.

    Vale a pesquisa!

    ( Pra quem dorme com alguém ao lado, vai provavelmente ser chamado de doido, rs, porém, mais vale um doido que saí pra um recreio no plano espiritual do que um “normal” preso no corpo).

    Muita paz e boas práticas espirituais…. E físicas… :)

    Saulo Calderon

20 posts mais lidos

Comentários recentes...

  • Naiane: Mesmo assim vou manter o que eu disse… hahaha abraço
  • Naiane: Devagazim, mas cheguei até o final… rsrsrs. Conteúdo de primeira! Arrasou, Saulo! Quem nunca ouviu...
  • Eduardo: OK Naiane, obrigado. Abraço. Eduardo.
  • Flavia: oi Naiane, quem se expressou mal acho q fui então :(, é que aqui no sul, onde moro, quando alguém fala algo...
  • Naiane: Oi Eduardo, Infelizmente não lembro, Lembro do rosto, aparentava ter uns 38-39, mas as mãos revelavam ser...
  • Naiane: Oi Flávia, Na época eu era um bebezim na espiritualidade, me impressionei mesmo na ocasião, mas logo depois...
  • Eduardo: Olá Naiane, Saberia informar o nome da palestrante? Abraço, Eduardo.
  • Flavia: que doido isso Naiane.. sempre leio teus comentário, apesar de não alcançar muita coisa q vc fala rsrs, o que...
  • Naiane: Deixa eu contar uma história curiosa relacionado a esses casos aih dos chakras… Uns 4 anos atrás,...
  • Steve Morais: Já garanti e fiz o meu download da palestra completa. Porque tem muita galera aqui que assiste também ,...

O IVA , o IPPB e a Voadores
são gentilmente hospedados pela
BHI desde 2003.