Projetor – medo e maturidade.

Saulo Calderon Geral, Informações Leave a Comment

[WPGP gif_id=”15682″ width=”600″]

Um dos maiores medos de um projetor é na hora de sair ter uma coisa fofa dessa ao lado. o Fato é que se tiver, não ver não faz a menor diferença para a atuação completa da criatura e ter medo também não muda a situação.

Estando lúcido dá pra bater um papo ou pelo menos saber da intenção, direcionar com seriedade a conduta ética e mudar a faixa vibracional, sintonia e até trabalhar diretamente com uma das maiores utilidades da projeção astral: O auto-desassédio, que é o contato direto com quem já mora conosco e nos acompanha sem que saibamos conscientemente.
Muita gente por aí passa por situações internas no dia-a-dia e sequer sabem que muitas vezes a situação é potencializada por algo externo. É claro que toda dificuldade e abertura de acesso é dada por nós e a culpa não está lá fora, mas o exterior mexe na nossa base e é importante a auto-consciência disso.*

PS: O Gif vai dar algum medo, mas a ideia é essa, transformar o medo em maturidade e não é fingindo que a coisa tá uma beleza do lado de lá (nos bastidores de nós mesmos), que vamos ajudar ou que a situação será solucionada. Na medicina/Psiquiatria, para atingir a cura o paciente deve ter consciência do tratamento e ir direto nos pontos, utilizando tanto a intervenção física como a psicológica. Equilíbrio é a chave.

PS2: Não adianta fugir, a diferencia entre ver e não ver é meramente psicológica, pois, a atuação, intervenção, modificação, acesso, acontece mesmo sem a gente saber no consciente, e o inconsciente é 80% do que nós somos e trazer o conhecimento, a certeza de alguma atuação externa para o consciente nos possibilita melhor solução e ajuda.

PS3: O projetor estuda para ajudar e compreende que o desequilíbrio emocional é como uma doença e como tal, precisa de atenção, amor e tratamento. E assim direciona o medo em maturidade, colocando-se à disposição para ajudar de alguma forma.

PS4: Nem sempre o assédio é diretamente ligado ao projetor, muitas vezes espíritos vem até a cama para pedir ajuda, dado a raridade em poder encontrar alguém que não só se lembre da experiência, mas, esteja disponível para ajudar, com a maturidade correta.

PS5: Os mentores adoram projetores com essa visão, são como pérolas raras e eventualmente também levam espíritos para serem ajudados.

PS6: Não vale falar que vai desistir da projeção, heim?

*Trecho da parte de questionamentos e medo do novo livro: Manual: Como sair do corpo consciente.
**Falta corrigir.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *