26 de Janeiro de 2012

Saulo Calderon Diário de Clarividência, Relatos, Relatos Saulo Calderon 3 Comments

O dia começou tranquilo novamente. Comi um pratinho de frutas bem cedo perto do trabalho, e meu frontal não deixava de avisar: OLHA EU AQUI!. Pulsava forte, como nunca senti antes… Sinal de efeito positivo.

Eu deixei a Câmera para o FAQ carregando no pc aqui do lado, pelo menos tive certeza que tava carregando pelo USB, nunca falha!
Deu 12:01, peguei as coisas, já havia preparado o conteúdo e quando toco na máquina vem o pensamento: Tá sem bateria! Mas muito forte! Tá sem carga! E eu rebato o pensamento: Tá sem carga nada, tá com carga! Eu carreguei a manhã toda… EU nunca nem havia pensado isso, pois ela nunca falhou nesse aspecto.

Chego no carro, ajeito o microfone, a câmera, coloco a camisa do GVA. Ligo a Câmera e vou indo com o carro. Pouco antes de apertar Record, ela apita o barulho de sem carga… E dei um palavrão fofo: PQP, eu ainda pensei isso e não dei ouvidos…

E o cabeção por isso não vai gravar FAQ hoje, a câmera demora algum tempo para carregar…
Foi uma extrema coincidência novamente. Eu nunca pensei isso pois nunca falha, e até rebati o pensamento e sequer fui verificar.
O que mais me deixa curioso é que essas coisas começam a acontecer justamente após o começo dos treinos para a abertura do frontal, inclusive acordando de madrugada para exercitar.

Pela tarde logo no finalzinho eu tava terminando de arrumar uma coisinha quando virei a cabeça em direção ao pessoal da contabilidade e pensei: poxa, hoje foi tranquilo ninguém me chamou… Em 10 segundos mais ou menos uma moça me chamou para pedir ajuda num documento que ela não tava conseguindo abrir. E as “coincidências” continuam…

Cheguei em casa e preparei o ambiente para às 3 da manhã, o quartinho escuro.

Deu 2:40 e percebi que minha esposa tava colada em mim, ela não faz muito isso. Ela tava acordada com medo de um sonho que ela tinha visto uma pessoa com ódio, falou que havia sido projeção…
Aí acalmei ela e me acalmei, claro, afinal eu ia levantar e ficar no escuro por 30 min, hehe.
Deixei a luz do quarto acessa e fui pro quartinho do exercício.
Antes fiz uma prece..
Falando com os mentores.
Senti a presença deles ao falar o “Pai Nosso” da nossa velha e boa prece…

Fiz a técnica do maçarico, seguida da dos discos e também exteriorizando e puxando energias pelo frontal (pretendo montar uma técnica teste com isso, com tempo, sonoplastia, etc… deixarei disponível apenas para o pessoal que tá no grupo de pesquisa e desenvolvimento (P&D).

Senti meu frontal abrir muito. Abri os olhos e fiquei quase sem piscar.
Senti a minha aura abrir, curioso isso. Senti um balonamento bem forte, minhas mãos pareciam ter uns 10 quilos cada uma. Meu corpo pesava, mas sentia a aura bem expandida.
Comecei a ver uma bola branca bem na minha frente parada, um pouco mais alta que minha cabeça.
Percebi que ela pulsava, e comecei a seguir a pulsação dela com o frontal.

Havia deixado o disco de Dan Gibson com versões new age de Debussy, LINDO disco! Ajuda muito pois são músicas calmas com melodias em tons maiores, o que dá a sensação de segurança no escuro.

Terminei a técnica e fui pro quarto.
Apaguei a luz e comecei a fazer um pouco de técnica para projeção.

Perdi a consciência pouco tempo depois.
Acordei fora do corpo em frente ao IPPB do Wagner Borges.
Uma placa branca grande não deixava dúvidas, no astral lá pelo menos vi assim, IPPB e a logo Marca já conhecida por mim.

Estava escuro, era noite mas conseguia ver claramente tudo.
Entrei e vi várias pessoas, muitas mesmo.
Havia algum encontro, ou reunião, não sei informar.
Sei que lá estava eu.
Vi o Wagner que me cumprimentou (espero que ele lembre).
Sabem informar se tem algum evento na Quinta a noite no IPPB?
Fiquei batendo papo com um rapaz mulato um tempão, se era desencarnado ou encarnado infelizmente não sei.

Avisei ao Wagner que vi a Placa branca do IPPB na frente, ele deu risada e falou que é assim mesmo que fica.

Eu vim me lembrar dessa experiência no momento que tomava banho. Mas claramente, com todos os detalhes contados, rostos, móveis, etc…

O trabalho no frontal tem me rendido além de uma intuição, percepção, também boas projeções. Ainda mais que não por acaso escolhi acordar de madrugada para fazer os exercícios, pois já sabendo que essa hora é mais propícia à projeção por vários motivos:
Ambiente mais calmo.
Corpo já descansado.
Energias mais limpas.
Os Mentores se encontram na Crosta.
Etc…

To adorando esse caminho iniciante.
Do mesmo jeitinho que era quando comecei a projeção.
E não to com nenhuma pressa, quero ir curtindo cada momento.

Comments 3

  1. legal Saulo, esta madrugada de sexta sonhei contigo. Voce estava aqui em minha cidade,No caminho lhe perguntei se voce estava sozinho,voce disse que sua esposa estava junto, falei que poderia almoçar em minha casa mas fiquei preocupado porque nao estava com o celular e nao poderia avisar minha mãe para fazer mais comida rsrsr,levei voce a um centro espirita,deixei-o lá e voltei sozinho. Foi um sonho bem vivo apesar de ser sonho. Há momentos do ano que voltamos a sentir o que sentimos em dado momento passado, isso ocorre comigo nas mudanças de estaçoes, é tão bom! ultimamente tenho sentido um pouco da sintonia de quando comecei a ouvir seus audios, o curso basico.

  2. ola,
    eu conheci seu site atraves de meu irmao. parabens pelo trabalho.
    sao tantas duvidas…
    ouvi seu audio ontem pela primeira vez e hj quase sai do corpo. esta travada sem consegui falar ou me mexer, tinha plena consciencia q podia sair do corpo. ja ouvia a voz de um homem do outro lado que falava coisa q nao entendi. me assustei muito e pedi pra voltar e conseguir abri os olhos. nao sei por que nessas horas o medo aparece. tenho varias duvidas sobre isso mas prefiro ouvir todos os audios primeiro pois acredito encontrar a maioria das respostas la.
    vc comentou no post acima q algumas vez brotam coisas em sua mente e sao reais, acontece comigo o tempo todo. nao sei o que fazer pq a dificuldade é saber quando eh real e nao é. por exemplo: vc ouve (brota) na sua mente uma coisa e como na maioria das vezes eh verdade vc segue. so que tem vezes q nao eh…eh cmo se alguem tivesse brincando com vc. ai vai minha pergunta, como saber quando eh verdade? parabens mesmo pelo seu trabalho…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *