Ataque Extrafísico

Relatos, Relatos Saulo Calderon 2 Comments

Olá meus amigos.

Saudações luminosas a todos… Fui Viajar para tocar em Juazeiro Interior da Bahia que faz Fronteira com Petrolina – Pernambuco. Como o ônibus era leito, dá para ficar relativamente deitado, mesmo que com um pouco de incômodo.

Não me lembro quando saí do corpo, pois minha consciência despertou dentro de um veículo que mais parecia um Trem bem grande, e comigo estavam muitas outras entidades que eu já sabia serem amparadores e outros projetores. Não sei como, mas eu tinha total consciência que estava sendo levado para um lugar extrafísico muito denso, para ajudar a retirar algumas consciências de lá. Porém fomos avisados que poderíamos sofrer ataques dos guardiões daquela dimensão inferior, que não deixam qualquer coisa entrar ou sair de lá, uma das entidades me disse que não poderíamos acessar aquela dimensão sem o veículo que estávamos utilizando, pois ali não teríamos a capacidade de flutuar, e muita dificuldade energética, pois dentro do veículo estamos relativamente mais protegidos. O Veículo estava indo bem baixo, quase igual um carro comum, por sobre um tipo de pista. Quando entrou numa ribanceira, um tipo de morro, e avisaram para começarmos a nos preparar para ataques, pois estávamos entrando na dimensão inferior. Logo que começamos a descer o morro, já sentimos o impacto com o ambiente, o barulho foi bem extremo, e em segundos por todo lado um grupo enorme de assediadores começaram a querer invadir o veículo a Toda força. Alguns não conseguiam passar, mas outros simplesmente atravessavam com muita facilidade pelo veículo e todos começaram a exteriorizar energias em direção aos agressores. Eu também. Um me viu de fora, e veio com muita bravura em minha direção, ainda me lembro do seu rosto (interessante isso, porque quase nunca me lembro de rostos em projeção), uma aparência muito aterrorizante, seus olhos eram grandes e meios avermelhados. Exteriorizei energias em sua direção e ele continuou a vir, até que me concentrei fortemente e soltei jatos de energias bem fortes, o que fez ele recuar imediatamente, desistindo da invasão. Fui para o outro lado, pois vi um outro entrando, e consegui tirar esse também. Até que vieram dois em minha direção, uma entidade amiga me disse que eu estava fazendo a coisa certa, e me aconselhou a continuar, e tomar cuidado para não desequilibrar, pois eles querem isso. Eu estava dominando a situação com as duas entidades, porém veio uma pelo lado tão rápido que nem deu para ver direito, e me agarrou pelas costas. Senti toda a sua fúria, as outras entidades duas estavam vindo me agarrar, e não tive escolha. Pensei no corpo, e voltei imediatamente, porem fiquei em catalepsia projetiva. Olhei de dentro do corpo em estado de descoincidência com o corpo espiritual, e vi um amparador que veio me trazer ao corpo, não deixando que eu volte sozinho. Senti um banho energético confortante, pois andei em dimensões pesadas, e provavelmente iria ficar com uma impressão energética forte. Saí da catalepsia, e continuava a sentir o amparador no ambiente.

Após alguns minutos a sensibilidade pós- projeção que todos temos foi indo embora. Essa sensibilidade, inclui: Clarividência, Clariaudiência, intuição forte, sensações energéticas gerais, entre outros. Isso acontece devido ainda estarmos com o duplo etérico(nossa energias), muito solto.

Pessoal abraços a todos. O mundo espiritual é assim mesmo, uma fantástica e ilimitada aventura, em que o que não falta são experiências e conhecimentos para serem narrados, estudados e ensinados a todos nós.

Paz & luz

Comments 2

  1. Oi, o meu nome é Ernesto e desde 2011 eu tenho ouvido vozes, as quais, acredito eu, sejam espíritos extrafísicos, e que estão me oprimindo e me são hostis desde quando eu entrei na universidade. Eles me prejudicaram nos estudos e fizeram eu perder uma vaga na universidade pública, além de continuarem a me atrapalhar todo o meu progresso de vida e as minhas relações. Faz quatro anos que eu estou sob ataque e não sei até quando isso irá se estender na minha vida. Não sei se é por motivos de vingança ou ódio o que motiva esses espíritos ou o porque deles estarem tão obcecados em me destruir. As vezes tenho pensamento suicidas e não encontro nenhuma literatura ou relato parecido do inferno astral que eu estou sobrevivendo, sendo por vezes vampirizado e desestimulado a vida. Se encontra-se respostas ou artigos de como esses grupos extrafísicos organizam o ataque, quais as suas intenções com os vivos e porque agem como agem ficaria grato. O meu e-mail é ernestoguaraci@gmail.com

  2. Só para complementar, eu moro em Salvador-BA, mais especificamente no bairro da Graça. Se alguém soubesse o que está acontecendo no extrafísico de Salvador, ficaria grato.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *