Esperar ou não esperar?

Saulo Calderon Geral, Informações 7 Comments

Quanto mais realista você é, quanto mais você desmistifica, puxa pra um caminho do meio, equilibrado, num mundo onde a ilusão e a crença reina, mais você causa reação e a ira das pessoas que estão acomodadas em suas visões.

A questão não é nem querer mudar alguém, é somente falar algo que vá de encontro àquilo que acreditam.
E mudar é o grande desafio de todos nós e a maioria não está disposta a fazer isso.
Colocar em cheque o que sabemos, estar aberto, pensar, dizer a simples palavra do: Talvez, quem sabe, é possível, é realmente difícil para a mente humana atualmente.
Esclarecer é uma tarefa que segue duas técnicas diferentes:
Uma é ir aos poucos e de forma sincera ir mostrando o mundo de possibilidades que vivemos, a simplicidade, a clareza.
A outra é quando a informação é direta e entra em atrito direto.
Isso causa grande reação na gente.
Não gostamos que nossa base seja mexida.
Normalmente as pessoas que estão mergulhadas profundamente em visões em que eles mesmo não tem certeza e alguém vai de encontro a isso, a reação é de ofensa, de retorno drástico.
É como se derrubasse uma estrutura.
A pergunta é:
Deve-se esperar o momento consciencial de cada um, ou falar e doa a quem doer?
O que é melhor?
Deixar que o tempo faça a sua parte, ou dizer algo, ainda que por vezes se perca até o amigo ou o respeito?

Essa é uma boa questão!

Comments 7

  1. Quando você vai e tenta mudar as idéias no outro VC se torna uma interferência. Uma onda que interfere na outra. Por respeito, e por experiencia, prefiro não causar interferência. É bem melhor deixar as ondas ressonantes se aproximarem, ficar tudo melhor pra todos

  2. Penso sinceramente que esclarecer, falar, mostrar, dar ênfase a essas novas possiblidades é o melhor caminho.
    Esperar que o tempo desperte as pessoas, levaria séculos para mudanças.
    É preciso urgência no despertar, para que tanto o planeta, quanto as pessoas e seus respectivos espíritos se libertem da ilusão que vivemos.
    Se existe um caminho – projeção astral – para ajudar, seja aqui, seja o lado espiritual, a melhor decisão é falar o máximo que puder. Mas, naturalmente que isso custa amigos, família, respeito, emprego, reputação, etc….tudo tem um preço. Os primeiros que alertam sempre pagam com o próprio pescoço;
    Mas nada é em vão. Seres elevados e especiais nascem aqui para uma missão. A missão de servir.

  3. Acho que é um equilíbrio de uso de ambas as situações. Vai depender muito do momento, das pessoas envolvidas, etc. As vezes a abordagem direta pode ser benéfica de certo modo para uma pessoa que precisava ouvir aquilo naquele momento, e a faça refletir melhor, mesmo que isso tenha gerado algum tipo de discussão. Outras vezes pode ser mais interessante escolher deixar que o tempo se encarregue de elucidar melhor a pessoa, até porque o certo ou errado é relativo.

  4. Muito se pode dizer à poucos.
    Pouco se pode dizer à muitos.
    Muito nunca se pode dizer à muitos.
    (autor desconhecido)

    Coragem e um abraço fraterno.

  5. Como saber o momento consciencial de alguém????. Não há como e acho até que tal momento nem exista, como sendo um dia com hora marcada .
    Penso que o que define a abertura para certas mudanças ou aceitação de novo ponto de vista seja algo que acontece dentro do inconsciente ,quando nos faz ter uma nova visão sobre algo que apesar de nos parecer novo,já nos foi apresentado vário e várias vezes.
    É como bater na rocha até quebrar e depois tentar identificar qual foi o golpe crucial.Não há golpe crucial.Todos proporcionaram a quebra.
    Sendo assim devemos sempre golpear a rocha, não só com objetivo quebrá-la mas sim pensando em transformá-la em algo melhor.
    Estamos aqui para causar transformação em nossas vidas e por consequência aos que estão a nossa volta.
    As reações contrárias serão sempre normais. Sempre foi assim…

  6. Após tanto levar na cabeça, acredito que seja melhor deixar o outro te procurar, pois de nada adiantar falar se a outra não está preparada e nem disposta a ouvir ou mudar.
    Há aqueles que te cobrem de ofensas, energias ruins, pois acham que não precisam mudar nada e ainda inventam inverdades para acabar contigo.Para estes sinceramente não tentarei não interferir.

  7. Corrigindo : tentarei não interferir, não vale o desgaste, a ingratidão.Direcionarei minhas energias para aqueles que realmente delas necessitam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *