Espírito desequilibrado ao pé da cama (Relato)

Saulo Calderon Diário Projetivo, Relatos, Relatos Saulo Calderon 17 Comments

Recife 12 de maio de 2013!
Espírito desequilibrado ao pé da cama (relato)

Ontem a noite tava fazendo Técnica.
Mexendo as energias.
Comecei a sentir o ambiente mudar, pesar mesmo!
Já conheço as sensações de assédio pelo FARO, de longe!
– Sensação de culpa, como se tivesse feito algo errado.
– Começa com suave aperto no peito, como se o peito respirasse e faltasse sutilmente oxigênio.
Isso o começo!
Logo passou para culpa pesada.
Aperto maior e pensamentos em desalinho!

Aí percebi presença no quarto clara, já não tinha dúvidas, sentia até um tipo de Vento energético, se movimentando ao redor da cama.
Pertubava a esposa também, que se mexia e percebi ela inconscientemente se aproximando do meu corpo, como se buscasse proteção.

E falei: beleza, vamos ver esse encosto é agora, vou sair pra ver se posso ser útil, o cabra aí não tá nada bem!
Comecei uma Exteriorização junto com movimentação energética.
Em 20 minutos mais ou menos entrei em catalepsia projetiva.
Percebi o corpo travado e as varreduras se intensificarem, as pernas se deslocaram e abri os olhos espirituais dentro do corpo físico.
Como estava perto do corpo não conseguia ver direito.
Percebi algo em cima do meu travesseiro.
Alguma coisa estava em pé ao lado do meu criado mudo e com a cabeça em cima da minha.
Via um vulto falando, mas não chegava nada.
Desloquei a para cabeça um pouco(pois o umbigo não descolava).
E ouvi uma voz meio que parecida com um sussurro rouco falando:
DEMÔNIO, SATANAZ. E repetia isso!
Aí me danei e sentei na cama.
E falei me cagando de medo, pois não gosto da sensação da espreita e não poder ver direito, e a sensação emocional era tensa, mas falei:
RAMATIS, JESUS, BUDA!
GANHEI de você nesse jogo!

Ele se danou e começou a gritar no quarto…
Com muito esforço me afastei do corpo e fui num eject para a sala.
Chegando lá ele não foi, ficou no quarto me olhando de canto e falou: Você vai dormir, você vai dormir…
Eu repetia: Vou não, vou não!
Vem cá agora, coisa feia de papai, aí no quarto to me pega na covardia, vem cá agora!

E não veio, ficou lá no quarto.
Mas puxei ele energeticamente.
Pensei nos mentores e falei:
quando alguém sente amor ou ódio, fica ligado a ela por fios invisíveis. E tu não vai poder correr.
Ele veio com uma força imensa e ficou preso no chão, ajoelhado(Coisas dos mentores).
Tentei conversar com ele, mas só gritava e xingava.
Nessa hora coloquei a mão em sua cabeça com pena, pois não sabia o que fazia, era totalmente louco, surtado.
E quase que como se tivesse tomado uma Anestesia, adormeceu!

Seres assim existem nos bastidores, são seres humanos desequilibrados.
Que tem sempre os seus motivos sem lógica, cobram dos outros e mal olham para si mesmos…
Tão adormecidos, são como Walking Deads inconscientes, zumbis conscienciais que andam pelos bastidores espirituais.

Como eles tem muitos também encarnados. Que vem sem lógica, com ódio, com pensamentos contrários e achando justificativa para seus meios.
Não somos santos, mas também não somos verdugos!
O fato é que todos nós estamos em aprendizado, mas não podemos temer seres em desequilíbrio.
Só precisam de ajuda, de atenção, de compreensão!
Muitos desses não vão melhorar agora, assim como a educação e a gentileza não serão colocadas no coração dos homens de uma hora para outra.
A natureza tem o seu tempo e irá moldar a pedra de tanto bater e ela cederá…
Assim também é o espírito e a consciência.
Lucidez é além de manter a calma interior, compreender o que há lá fora.
Não é fácil e muitas vezes nos sentimos sós, mas é preciso para isso fazer respirar o bom pensamento, a alegria interna e a certeza que mesmo pequeninos podemos ser úteis, mais do que imaginamos!

Alguns Relatos podem assustar ou causar forte impacto, mas é importante para abrir a percepção de onde estamos.

Buscando ou não, isso está ao nosso redor.
Você pode continuar dormindo…
Mais cedo o mais tarde a inevitável situação lhe pega, consciente ou inconscientemente…

Mas para muitos é melhor fingir e viver na ilusória bolha da felicidade cega…

Que no fim das contas não explica por qual motivo certas coisas chegam a gente do nada, num final de domingo ou numa simples terça-feira ociosa da vida…

Não precisa se preocupar com nada, já nascemos com vendas nos olhos…
Mas se quiser tirar, é preciso saber a realidade de onde se anda…
Ou se enfiar de vez numa crença que mostra a salvação fácil, e continuar com a viseira colocada em outro ângulo…

Entrar em contato consigo mesmo é a coisa mais complicada que tem, pois é nu e cru…

Enfim…
Cuidado com o poste na calçada da vida, pois é assim que quase todos nós andamos a maioria das vezes:
Cegos tateando para não cair em cada passo…

Mas se quiser abrir a lucidez é bom começar a entender e processar da forma certa o que acontece em cada cantinho dessas dimensões que estamos inseridos…
Abração!

Saulo

PS: Ainda vou corrigir

Comments 17

  1. SAO SEBASTIAO….. SE ISSO ACONTECER COMIGO ACHO QUE CAGO NA CASA INTEIRA.. PQP…. FORTE ABRAÇO AMIGO “CALDERÃO”

  2. Isso aí que o espírito fez foi a mesma coisa que tentar bater no Bruce lee! kkkkkkkkkkkkk
    Saulo é o gandalf da vida real, vai mexer kkkkkkk

  3. Realmente é horrível, você estando preso ao corpo e alguém lhe espreitando. a situação aprece desfavorável, ou isso é apenas psicológico? aproveitando Saulo, sobre essa coisa de percepção, quando é que o espírito percebe que vimos ele nesse estado de catalepsia, pois muitas vezes ele esta lá “quentinho” do lado da cama, e quando ele percebe que estamos vendo ele, a coisa assanha, vamos supor que no momento que você saia do corpo, o projetor não dê atenção ao obsessor, o que acontece, ignorando sua presença, e indo para outros cômodos da casa?

  4. Nossa se fosse eu tinha me enfiado em baixo do lenço de tanto medo kk mas que legal e assim que tento me inspirar para fazer o trabalho de amparo, mas parabéns pela atitude.

  5. Olá saulo!

    Cheguei a este site pesquisando no google,.
    Quero me aprofundar no assunto, para conseguir entender algumas coisas que acontecem comigo e com outras pessoas ao meu redor. Por mais que eu fuja, ste tipo de assunto ou algum acontecimento ‘inexplicável’ sempre vem a tona.

    Quando era mais nova via os tais espirítos. Mulheres de branco, gente sangrando, bichos com garras, insetos estranhos, gente vagando e luzes vibrantes de todas as cores. Isso perdurou. Um dia via uma pessoa na porta do meu quarto. Todo de preto. Eu não quis dar atenção. Fingi que não existia. De alguma forma eu sabia que ele queria atenção. Mas, eu continuei a ignorar. Até que a minha cama se moveu. Trés vezes. para cima, para baixo e para cima. saculejou mesmo!!!! Era pra chamar atenção, mas eu me desesperei. Nesse dia decidi que não queria ver mais nada. Acho que meu desejo foi tão forte que as visões foram sumindo com o tempo. Hoje vejo poucos vultos.

    As vezes escuto conversas. Ora alguém fala comigo, ora parece que capto conversas paralelas, de outras pessoas. É como um rádio tentando sintonizar uma estação.

    O que mais me incomoda são as “visitas”. Parece que tem sempre um ser querendo sugar minha energia. Eu sempre repetia pra mim mesma que não era nada, ou tentava deixar pra lá. Mas esta semana senti algo sentar ao meu lado da cama. achei até que fosse meu marido. senti meus pés ficando frio. olhei e não vi ninguém. parece absurdo! mas eu sei que tava ali!! fiz uma prece e o desconforto diminuiu.

    Isso fez a ficha cair. Eu tive certeza de que ou eu encarava os fatos e buscava conhecimento ou aquilo iria me incomodar o resto da vida sem eu saber como lidar.

    Tomei minha decisão e vim parar aqui. Então Eu li seu post e resolvi comentar. É isso… e eu não sei por onde começar. Só sei que TENHO que começar.

    1. Olá Vanessa… então, a mesma coisa aconteceu comigo só eu não os vejo e nem ouço apenas sinto e é muito ruim essa sensação de estar sendo observado e é como se ele quisesse entrar em meus pensamentos e me fazer sentir a mesma coisa que ele sente mas eu não deixo eu me concentro em outra coisa vou ver TV ler a biblia e sinto que isso se afasta e eu quero muito fazer uma projeção astral conciente para que eu possa vê-lo e expulsar daqui é muito ruim eu sinto um medo forte e me sinto indefeso

  6. Bom dia, Saulo!

    Tenho distúrbio de humor e venho buscando o equilíbrio como nunca havia feito anteriormente, mas tenho sido questionada e pressionada diariamente pelos famiares, que são as pessoas mais importantes na minha vida. Peço uma orientação. Obrigada.

  7. Bom dia, Saulo!

    Tenho distúrbio de humor e venho buscando o equilíbrio como nunca havia feito anteriormente, mas tenho sido questionada e pressionada diariamente pelos famiares, que são as pessoas mais importantes na minha vida. Peço uma orientação. Obrigada.

  8. Estou apenas tentando entender, pois já tive a sensação,de me ver sair do meu corpo, e viajava pelos por cima de minha casa, ia nos lugares mais altos, mas numa velocidade me causava muito medo, via como se estivesse presa a uma corda branca e reluzente. e queria me libertar dela tive, sempre que isso acontecia, meu peito desparava. Acho que o medo não me permitiu mas que isso acontecesse.

    Vinha

  9. Interessante o relato, mas me deixou uma dúvida…
    Ainda não terminei de ouvir os cursos (to no meio do intermediário), nem ouvi todos os áudios e FAQs, mas quero saber porque você puxou esse espírito magneticamente, se você já disse que não costuma mais fazer isso para evitar problemas e “inimizades”. Então há casos em que se deve fazer isso e outros em que não se deve, é isso? Se for, como saber diferenciar?

  10. Comigo acontece bem de vez em quando essas coisas, até a parte do vento estranho. Outro dia acordei no meio da noite com essa sensação de aperto no peito, estava deitada de lado na cama, senti um vento como se fosse algo se movimentando e deitando do meu lado na cama. Senti o braço dele se colocando em cima de mim. Daí fiquei com medão e saí da catalepsia. Mesmo assim fiquei com medo e liguei a tv. rsrsrs
    Mas sair do corpo conscientemente e ficar conversando com o espírito nunca fiz.

  11. Aconteceu algo parecido comigo uma vez, eu fui dormi e no meio do sono eu acordei, eu estava parado flutuando em cima de mim mesmo, eu vi algo me rodeando e me xingando me chamando dos piores tipos de nomes que vc possa imaginar, depois de um tempo desse ser me xingando, eu sem poder velo pq parecia que eu estava mergulhado em um tanque com cimento e o cimento sobre o meu corpo já havia secado, eu mesmo sem ver a criatura disse bem auto, “Quem é vc para me julgar, vá embora!!!” o ser se afastou de mim e eu acordei meio assustado fui beber água e voltei a dormir!

  12. Boa tarde Saulo, sou de Brasilia DF.mas sou baiano.
    Sou pretencioso(pretendo)conhecer e apreender estas tecnicas,(ABRIR OS MEUS OLHO E DESCOBRIR QUEM EU SOU) e estou muito interessado,o amigo pode me ajudar?
    Até então so tenho tido sonhos ex.(sonhei que o meu corpo estava cheio de insetos)Isto é pode ser pesadelo?
    Outrodia deitado na miha rede no quintal da minha casa tentei faser
    uma VA. e derrepente me vi andando(flutuando)e derrepente eu me cai em mim mesmo que quase cai da rede acordei e escutei um barulho no quintal do meu visinho,isto foi uma v.a?
    UM GRANDE ABRAÇO.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *