• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

All Activity

This stream auto-updates     

  1. Yesterday
  2. Reiki é melhor que o placebo e tem amplo potencial como terapia complementar para a saúde Reiki Is Better Than Placebo and Has Broad Potential as a Complementary Health Therapy This study reviews the available clinical studies of Reiki to determine whether there is evidence for Reiki providing more than just a placebo effect. The available English-language literature of Reiki was reviewed, specifically for peer-reviewed clinical studies with more than 20 participants in the Reiki treatment arm, controlling for a placebo effect. Of the 13 suitable studies, 8 demonstrated Reiki being more effective than placebo, 4 found no difference but had questionable statistical resolving power, and only one provided clear evidence for not providing benefit. Viewed collectively, these studies provide reasonably strong support for Reiki being more effective than placebo. From the information currently available, Reiki is a safe and gentle “complementary” therapy that activates the parasympathetic nervous system to heal body and mind. It has potential for broader use in management of chronic health conditions, and possibly in postoperative recovery. Research is needed to optimize the delivery of Reiki. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5871310/ https://web.facebook.com/notes/espaço-energia-reiki/reiki-é-melhor-que-o-placebo-e-tem-amplo-potencial-como-terapia-complementar-par/2735650669848752/
  3. Last week
  4. Como a pornografia moldou nossa sexualidade e por que você deveria pensar duas vezes antes de dar play https://www.uol.com.br/universa/reportagens-especiais/pornografia-sera-que-voce-devia-parar-de-assistir-a-esses-conteudos-na-internet/index.htm
  5. Na minha opinião, todo mundo que se considera um viciado em pornografia deveria aceitar o desafio de 90 dias de nofap, mesmo que seja com a intenção de voltar a se masturbar após o período se completar, pois certamente após retornar ao hábito, o viciado já terá as parafilias bem amenizadas e a frequência da prática diminuiria em cerca de 50%. Práticas espirituais no geral também auxiliam IMENSAMENTE quem quiser se tornar livre do hábito, pois elas reduzem o poder do ego, e o ego é a fonte do impulso visceral que cria toda a compulsão sexual. Portanto, com a redução do ego, a energia que outrora seria usada para alimentar a compulsão mais e mais, até atingir um ponto crítico(que então faz necessário a liberação do fluido sexual), é ao invés disso transmutada para outros fins. Em certas escolas de cultivação espiritual chinesas, este processo se chama "de transformação de "'jing' em 'chi'", que só pode ocorrer quando a "mente" ou "ego" estão calmos ou inativos: Fontes: eu mesmo, antigo viciado em porno, que costumava ceder ao vício quase todo dia, muitas vezes com o uso de vídeos de fetiche pesado, e que atualmente se masturba apenas 1 vez por semana, e geralmente para coisas mais "light", sem muitas dificuldades. Leve em conta também que sou desempregado e passo maior parte do meu dia trancado num quarto em frente a um pc, então a tentação está toda vida do meu lado, porém a vontade de ceder a ela raramente está presente!
  6. Como todos os vícios humanos, a pornografia é a excrescência que faz parecer fácil uma coisa que é, para muitos, difícil: usufruir a plenitude da energia sexual dentro dos limites projetados para um cérebro normal. Trata-se de um vício e por isso, algo difícil de superar, ainda mais nesta era de instantaneidade explícita com a Internet. Bastam alguns clicks e vc tem na sua tela, mundos totalmente contrários à vida real ou no mínimo, diferentes ao extremo, mostrando situações que quase nunca vemos no cotidiano, parecerem absurdamente normais. Entretanto como todos os vícios, há uma chance de cura grande e o vivente que assim quiser, primeiro após a tomada de decisão, abster-se da Masturbação com a Pornografia e iniciar a caminhada dia após dia, na direção da libertação da mesma, devolvendo ao cérebro, após um pequeno espaço de tempo de abstinência da M com P, uma normalidade que fica retraída quando se vive no mundo da fantasia sexual, experimentará uma melhora consistente no seu estado mental em relação ao sexo, atração pela parceira que andava dividida com a MP eo que é melhor, acaba a Disfunção Erétil problema comum nos praticantes da MP e a Ejaculação Precoce ou Retardada mercê também deste vício, que terminam. Volta ao normal o que estava poluído nos circuitos neuroniais e te devolve a plena saúde ao natural.
  7. Os danos são diversos. Primeiro é que sempre sobra para a mulher, que é objetificada de uma maneira absurda. O subconsciente vai pro limbo porque se fortalece padrões neuronais através do prazer. Se você acredita em atração energética basta vc imaginar seu subconsciente atraindo essa quizumba para sua vida Uma mente focada nessas coisas é impossível ter alguma sabedoria Isso sem tocar em todas as questões morais e éticas e também na força que assistir acaba dando para essa industria Depois confundir pornografia com sexo em é um equívoco crasso.
  8. Assim como no caso do vegetarianismo, alguns se sensibilizam mais pelo apelo ao bem/ mal em si ( alegações sobre riscos á saúde do consumo de carne). Outros, por empatia com os os prejuizos gerados a outros ( a exploração animal que a industria alimentar faz com eles. ). O caso da pornografia tem esses dois aspectos também. Aqui fala sobre a exploração das mulheres ( mas com homens tambem acontece, a maioria precisa se drogar para manter a erwção, e sofrem muita rejeição social) https://www.brasil247.com/cultura/a-pornografia-e-a-maquina-de-propaganda-do-patriarcado-diz-a-sociologa-gail-dines?amp
  9. Entendi, então eu vou tentar jejum novamente esperando que a queda de cabelo seja apenas efeito passageiro... vou tirar foto de antes e depois da cabeça também só pra monitorar como as coisas vão indo, pois não quero ser enganado pela minha mente. Enfim, esse livro ai que você passou parece ser bem interessante, nunca tinha ouvido alguém falar dele nas comunidades gringas, é um grande achado.
  10. Boa noite, pessoal! Venho indicar um achado hehehe. https://youtu.be/Tk7QRnGggZk Esse álbum traz poemas psicografados pelo Chico (com espírito do poeta Augusto dos Anjos) musicados por Zé Henrique Martiniano. É realmente uma maravilha de conexão e sintonia! Abraços ps pra quem tem interesse em ler os poemas: tem o livro "Número Infinito".
  11. Quando eu me interessei pelo Viver de luz, que do ponto de vista materialsita seria apenas jejum, eu nao tive problema com isso. Mas li relatos de mulheres que alegavam ter perdido alguns chumaços de cabelo. Não sei até que ponto não era auto sugestao, porque mulher que trm cabelos longos sempre tira uns chumaços no banho. Parece ser um efeito transitorio de qualquer tipo de alteração na alimentacao. Reducao de calorias: https://boaforma.abril.com.br/dieta/emagreceu-e-seu-cabelo-esta-caindo-entenda-por-que-isso-acontece/ Redução de carboidratos: https://revolucaoketo.com/queda-de-cabelo-na-dieta-cetogenica/ Jejum intermitente ( comer só uma vez por dia): https://www.vitaminaquedadecabelo.com.br/queda-de-cabelo-no-jejum-intermitente/ Mas acho que se você quer fazer jejuns de mais de 48h deveria se informar bem sobre o tema. Num livro que temho aqui fala que jejum.ajuda a combater a queda de cabelo. Entao, acho que pelo menos noa se pode.acusá-lo de causar uma queda permanente né? ( fotos do livro Jejum Curativo. Mário Sanchez) Medicina Natural - Ayuno - Mario Sanches - Jejum curativo.pdf
  12. Creio que essa seja a categoria mais adequada para postar isso, pois apesar do problema ser biológico, ele está relacionado a uma prática espiritual. Então, indo direto ao ponto, meu problema é: "Eu quero fazer jejuns prolongados, porém tenho medo de ficar careca." Sim, isso mesmo; recentemente realizei meu jejum mais longo, 50 horas no total, e algumas horas após terminá-lo, decidi iniciar outro, dessa vez de pelo menos 72 horas. Certo, tudo ia bem até que depois de um tempo nesse segundo jejum me olho no espelho e percebo uma grande falha no meu cabelo: a linha que divide o cabelo havia se tornado muito mais larga, e o couro cabeludo podia ser visto claramente. Nunca tinha percebido essa falha antes, e ela não se parecia com as de calvície masculina genética comum, e sim com aquelas causadas por falta de nutrientes, logo, eu fiquei preocupado... vai que o cabelo decide não crescer de novo após eu terminar o jejum e recuperar os nutrientes perdidos? No outro dia mostrei meu cabelo para algumas pessoas, e eles concordaram que realmente estava ficando ralo, então decidi parar com os jejuns tomar um remédio para queda de cabelo que minha mãe tinha. E agora a falha me parece estável pelo menos. Será que mudar minha dieta afetaria minha perda de cabelo durante os jejuns? Caso não, devo "deixar de frescura" e aceitar a perda de cabelo "igual homem", caso eu queira fazer jejum novamente? Obrigado pela atenção.
  13. Vou juntar aqui neste tópico várias passagens inclusive do outro tópico, porque as EQM são citadas lá. Mas vou comentar as coisas de lá e daqui, tentando organizar isso sacando pequenos trechos que me chamaram atenção depois, porque como você mistura muito relatos de vida pessoal com os questionamentos, às vezes e gente se distrai com uma coisa e não enxerga outras que estão ali.. Eu acho que quando se é jovem é mais lucrativo espiritualmente entender os princípios, o que evita que estraguemos nossa vida com más escolhas cedo. Descobrir por si mesmo, na prática, já é um tempero extra, mas a prática sozinha não mudará a vida de ninguém. A compreensão das questões essenciais da vida está acima do mero testemunho ocular. É fácil de entender isso, porque sentidos até os animais tem: tato, visão, audição, olfato, gustação. Já a razão, que é um instrumento da comprenesão, é nosso principal diferencial. Longe de mim idolatrar a razão, acho ela muito míope, mas ainda assim é um instrumento que dá mais respostasdo que os cinco sentidos. Os poderes dos chackras são apenas sentidos a mais, portanto ainda são dependente da compreensão, que é uma faculdade superior a eles. É por isso que o processo de iluminação refere-se a um despertar do kundalini que ativa o chackra da coroa, e quando não há obstáculos à subida do kundalini, ele não estaciona num chackra, então não o hiperestimula, e é a hiperstimulação estacionada ali que desperta os poderes desses chackras. É por isso que quando se discute iluminação espiritual, o parapsiquismo é considerado até um obstáculo, porque é um tipo de ilusão, igual à ilusão dos cinco sentidos. É algo a superar. Mas... esse tipo de assunto sai fora dos limites de discussão do gva. Quem se interessa por isso tem que buscar nos debates de budismo, de yoga, não aqui, porque aqui tratamos de um nível mais abaixo; o astral ou psiquico. Ok, o que há de prático para testar? Para meter a mão na massa e perceber realidades não físicas, a gente precisa: 1-ser capaz de perceber o invisível 2- ser capaz de ir até ele e funcionar lá (participar da ação que rola lá, ser levado junto com os grupos de trabalho, para saber como funcionam os ambientes de desencarnados, os hospitais, etc, encontrar quem tem as respostas, te aulas do que só se ensina lá, nunca aqui, e trazer algo que seja útil para cá) Note que em ambos os casos você está investigando os "planos da forma", que são ilusórios, o ponto de vista da espiritualidade. Tanto faz se é forma física ou forma astral, em ambos você está investigando coisas do plano das ilusões. Portanto não adianta bater pé que isto é confuso, que aquilo é contraditório, que a experiencia desta aqui mostra uma coisa mas a do outro mostra outra. É assim mesmo. Se um espírito como Ramatis aparecer na sala em que há dois clarividentes, eles não concordarão sobre muitas . Podem concordar sobre "túnica branca e turbante". Alguns podem ver um pingente, outros não. Alguns poderão ver um rosto asiático, outro de um jovem ocidental. É assim, não tem como ser melhor que isso, porque é da natureza das formas astrais interagirem com a mente que observa, de modo que o resultado observado é serpe particularizado para para observador. Concorda-se sobre linhas gerais, mas raramente sobre detalhes. Para satisfazer os itens 1 e 2 precisamos: 1A- desenvolver os sentidos sutis (técnicas para ativação dos chackras, já informada no outro post, ou passar por alguma epxeirência iluminadora ou truamática. EQM é um exemplo, despertar de kundalini é outro) 1B- e/ou desenvolver sensibilidade às energias (técnicas energéticas como a técnica completa 3 do Saulo, OLVE, ou o programa mais completo de treino energético do Bruce, que eu postei lá no tópico Textos do Robert Bruce. O programa todo envolve sensibilidade e também despertar dos chackras) 2- desenvolver a capacidade de sair do corpo (projeção astral, não sonho lúcido)- Isso é o que abordamos aqui. "Sonho lúcido" é apenas um conceito. Sonho é fantasia, projeção astral é realidade, sonho lúcido é como os céticos explicam a projeçao astral, já que para eles nunca nada que não seja físico será realidade. Já para o Waldo Vieria sonho lúcido é projeçao com baixa lucidez. Eu já vejo sonho lúcido como não sendo projeçao, sendo uma fantis completa, na qual você está lúcido . Seja como for, sonhos, lúcidos ou não lúcidos, são inúteis exceto para comunicação entre nossa parte consciente e o subconsciente, ou entre os mentores e nós, através da criaçao de fantasias didáticas que depois precisam ser interpretadas. Projeção não precisa de interpretação, são tal como você vê na primeira etapa das EQM, apenas eventos. Já a segunda etapa da EQM complica, porque está numa outra zona astral . Aquele pinheiro que a moça viu no vídeo de EQM pode ter várias finalidades, entre elas, a simbólica, e o mesmo se aplica à Palmeira, que o entrevistador relata ter sido narrada por outra pessoa, em outra EQM. Ambas com o mesmo conteúdo simbólico. Note que a moça alega ter sentido "cheiro" de renovação", acho que foi essa a palavra. Ela captou o significado através de uma sensação de cheiro. Outra pessoa perceberia o significado pela intuiçao, apenas olharia para o pinheiro e saberia do que se tratava. 3- E ainda tem como ferramenta prática, a Meditação: já comentada no outro tópico. Acontece que há vários tipos de meditação. É uma área todo de conhecimento que tem para explorar. Em certos tipos de meditaçao você se concentra numa pergunta, num tema, num enigma (meditação cabalística) . Está buscando respostas, que podem vir como insights, como visões, como sonho lúcido, como uma voz que você ouve... Mas há as meditações que só servem para relaxamento ( o tipo mais fácil de achar por aí) . Há outras que visam limpar seu campo psiquico-energético gerando alterações psicológicas (vipassana). Embora todas as meditações tenha com uma primeira meta sossegar a mente e assim recuperar as energias. Por isso o primeiro efeito é "se sentir bem, só isso". É uma ferramenta que tem lá seu potencial mas exige dedicação pela vida toda. Quando você diz que está de saco cheio de tanta teoria e quer algo prático, bom está aí o prático. E você deve concluir fácil porque a maioiria prefere teoria: todas essas ferramenta práticas levam bastante tempo para dar resultado. Acho que as que levam menso tempo são COMEÇAR a se projetar, e COMEÇAR a despertar os chakcras. DOMINAR projeçao não vai rolar numa só vida. Leva muito mais tempo. Quem tem alguma experiência com isso hoje já praticava isso desde as antigas escolas inciáticas do Egito, bem antes de Cristo. Mas até começar, ninguém sabe se terá facilidade logo em seguida, porque está recuperando algo de outras vidas, . Então só resta começar. Mias prático que isso, só tendo nascido ocm uma missão nessa área, orque aí você nasce com o corpo etérico e astral já adaptados para a missão. E ainda tem uma equipe de suporte do lado de lá. São esses que iniciam religiões, escolas inciáticas, etc. Aos demais cabe aprender com eles, que nasceram com essas facilidades exatamente para ajudar a esclarecer os que não tem as mesmas oportunidades. Agora, se o cara quer bancar o cético e achar que isso tudo não passa de ferramentas para iludir o povo, bem, aí jogar no lixo a facilidade que tem vai ter que quebrar pedras por si mesmo, fazer o que? Ninguém controla em que acredita mesmo. Você precisa separar o que é conteúdo genérico, do que é conteúdo específico. Todas as grandes religiões possuem um conjunto de diretrizes básicas que visam ajudar as pessoas serem "menos animais, e mais gente", menso escravos das paixões instintivas e emoções dos centros inferiores, e mais centradas, para viverem vidas mais equilibradas, éticas. Mas como elas fazem isso? Adaptando os ensinos a cada época e cultura. Agora, quando você entra no conteúdo específico das religiões, aí já começa a entrar num conjunto de questões regionais culturais, de época, com as quais não vale a pena se ocupar, porque elas não forma projetadas para um mundo globalizado, mas para seus povos de origem, na época em que foram "lançadas no mercado". Todo mundo aproveita as verdade básicas do cristianismo, mas não se pode esquecer que Jesus falava para os judeus, no máximo para os gentios ali da volta. Em muitas falas del você nota que ele faz tal coisa "porque está escrito que..". Ou seja, ele estava cumprindo uma expectativa cultural do judaísmo, povo ao qual ele representava. Então se voce deletar todo o judaísmo do cristianismo, muita coisa evapora, como o conceito de pecado original , a idéia de um salvador, etc, e junto com isso várias outras implicações que esses conceitos trazem atrelados. Agora, religiões existem desde o início da humanidade. Ninguém precisa comprová-las, porque essa exigência é da ciência, não da religião. Um ciência que use a fé é uma ciência sem pé nem cabeça. Uma religião que dependa da racionalidade e de provas é uma religião sem pé nem cabeça. Religião serve exatamente para explicar questões abstratas, que a ciência jamais será capaz de explicar, porque ela lida com o concreto. São áreas de conhecimento diferentes e uma não tem que se sujeitar à outra. Assuntos de espiritualidade são assunto de religião. Assuntos de materialidade são assuntos da ciência. Provas é obrigação da ciência apeas ,ela de formo nessas base,s então ela que se vire para provar o que afirma. Outras áreas do conhecimento não foram construídas dessa forma. Note que você disse que o que essa moça fala te lembrou os espíritas. O que são " os espíritas"? São pessoas que aderiram aos ensinos do kardec. Há umas definiçoes mais complexas nisso, já que o kardec foi apenas o codificador, mas isso é irrelevante. Então os espíritas são pessoas que reconheceram alguma verdade no corpo de doutrina ensinado pelos espíritos através das obras do kardec e outros continuadores. Já essa moça da EQM nunca se interessou por religião alguma, e o que ela aprendeu com essa experiência (não durante a EQM, mas como efeito colateral) foi uma visão similar a dos espíritas segundo sua comparação entre o que ela disse e o que os espírta dizem. Então note: você pode aprender a realidade das coisas passando por elas, ou estudando quem já explicou como elas são. Exatamente como aprendemos tudo na escola, aliás. Claro que ninguém é besta de sair acreditando em tudo que tem por aí em termos de teoria, mas o que quero destacar é que tem gente que aprendeu a mesma coisa, e muito mais na verdade, sem precisar passar por uma EQM. O caminho de ficar redescobrindo a roda é o mais árduo, mais demorado, e muito menos eficiente. Mas São Tomé não tem escolha, nem Paulo. Eles só podem aprender pelo caminho mais difícil. A vantagem ,claro, é que normalmente o que se aprende dessa forma não é vulnerável às tentações paranóicas da racionalidade, que pode passar 20 anos acreditando em algo, para depois concluir que eram tolices, como fez o Morel Felipe Wilkon. Então não dá para desdenhar o aprendizado pleo estudo, ele nos poupa tempo. Se a pessoa achar que não vale a pena porque "são só teorias", es´ta se limitando a um nível de aprendizado animal, como o dos filhotes que aprendem por imitação dos seus pais, E cada geraçaõ recomeça do zero, por isso os animais não acumulam cultura ou aprendizados. 1- Sim, EQM é outro tipo de projeção. Numa projeção você não pode comparar o que acontece dento do quarto, com o que acontece fora da casa. Só nesses dois cenários você já tem faixas vibracionais diferentes, e "leis da física"(2) diferentes exatamnete porque são zonas com densidades diferentes. A primeira etapa da EQM se assemelha ao que você experimenta projetado dentro do seu quarto. A segunda etapa da EQM é similar à projeçoes que temos para locais de ensino. São as projeções patrocinas, onde tudo é mais estável mesmo. Inclusive nas projeções nas zonas mais profundas do umbral também o cenário é bem estável. No meio do caminho ficam as projeções que não estão nem na zona próxima do físico, mais densa, de dificil plasmagem, e nem nas zonas de ensino ou EQM. Nessas zonas intermediárias você fica num plano em que sua mente mais te atrapalha que ajuda, se não se policiar. Mas é a zona que permite se concentrar em alguém e ir parar lá, coisa que a primeira zona , aquela ainda no quarto ou sala ao lado, resiste em permitir. A comparar EQM com projeções você está simplificando muito; Assim como morte completa, que é outra coisa, diferente da EQM e diferente da projeção, porque na projeção a gente ainda tem alguma flexibilidade de viagens entre as faixas, o morto já não tem mais ele fica preso na sua zona vibracional, com estações de rádio diferentes. 3- Os sentidos limitados são ilusões. Você tm visão de 360 graus como a moça da EQM relatou, só que a gente só usa quando surge a situação. Se voce está olhando para frente e alguém enra na sala, por tras de você , você o vê coo se estivesse de frente para ele, mas não se virou, é comi uma alternãncia de câmera de vigilancia. Também dá para olhar dentro dos ´prédios quado você está a procura de alguém. Prédios de apartamentos parecem asinhas de boneca, com a lateral aberta, CASO voce esteja querendo investigar ali. Depende de QUERER isso para ligar certas funções. 4- Sim, esses ambientes sao altamente estáveis. Ambientes coletivos mantidos pelo grupo que habita ali são mantidos estáveis pela mente grupal. A mente atua no amibente astral, que se molda, esse é o maldito probleminha da projeção. Mas num ambiente desse tipo não precisa nem ser um hospital numa zona de tratamento, mantida por mentores, pode ser um prédio astral , uma habitação, ele é mantido n lugar pela mente de todos quem moram ali. Voce ainda pode afetar em algum grau, mas precisa muito esforço. E se for um lugar de tratamento como esses mantidos por mentores, nem tem como mexer nisso. Não seria possível tratar espíriots desequilibrados se eles estivessem numa zona astral típica. Eles continuarão ainda com a mente perturbada, mas aquelas memórias estão atuando apenas na mente delas, como acontece aqui no físico. Se você se aproximar de um paciente desses e olhar atentamente para o frontal deles, verá as tortura mentais que estão remoendo ainda, mas nesse ambiente elas não conseguem plasmar isso, ou não seria um local de tratamento, continuaria sendo um local de auto-tortura, como são as zonas mais pesadas do astral. É.. nesse ponto eu concordo com você. Para seguirmos nossa intuição precisamo sabe o que é intuição ,e o que é outra coisa. Se a pessoa aprendeu pela experiência que confiar no "x" dá certo sempre, ok, aí ela concluiu que ra de fato intuiçao. Mas se deu errado, então não era. Saber de antemão é complicado. Não é nem de longe o mesmo efeito. Nem mesmo se comparado a psicodélicos fortes. .Exato, projeções para esse tipo de lugar são assim, por isso não entramos neles por acaso. Somos como macacos lá, porque a zona astral dos desencarnados e projetores e UMA ZONA literalmente. Não é como os ambientes de ensino ou de tratamento. Só que você só tem acesso a esas zonas se começar a se projetar. Vai bater cabeça em projeçoes doidas, cheias de onirismo, inuteis, mas de vez em quando será levado para lugares assim, para ter aulas pa,ra participar de missões em equipe etc. E com o passar do tempo vai formando sua compreensão da coisa. Mas existe um outro fator, impossível de descrever. Assim como nas EQM, que a pessoa volta e depois sua vida vai mudando, após algumas projeçoes você aprendeu 'algo' sobre o ser humano.Eu não sei definir o que é, mas após voce conviver com desencarnados, em diversas situações, e sentir algo neles (deve ser funçao de alguma telepatia astral), você passa a ver os encarnados de outro jeito. Sua compreensão do "gênero humano" começa a se alterar. Não dá para explicar, mas sei lá, é como se agora fosse mais fácil saber "o que tem dentro". Não é telepatia, é alguma outra coisa, mais abstrata, que te permite entender melhor certas coisas dos conflitos humanos aqui em vigília. É a turma de lá que controla isso. Você já deve ter lido aqui> as vezes voce levanta do corpo e vai sair do quarto, mas é puxado de votla. Outras vezes saiu mas ao chegar na rua, acordou. Projeções típicas duram de 3-20 min. Mas se te levam para ter aula voce passa horas lá sem dificuldade. Seu corpo roncar aqui nao te acorda. Já se é uma projeção comum, deu uma obstrução na garganta, já interrompe. Você só volta para o corpo quando a aula termina, horas mais tarde.Eles também controlam se oce vai lembrar ou não do que foi ensinado. Pode parecer "ó meu deus , que entidades malignas e controladoras, só podem ser agentes do demiurgo ou dos repitlianos!", kkk. Mas não é isso, a questão é que nos não temos capacidade mental para dominar isso ainda. Entã quando dá tudo certo, quando a projeção foi longa, clara, e lembramos de muita cosia, é porque eles derma uma maozinha. Basta não dar maozinha nenhuma, e ficaremos tropeçando em diversos obstáculos que a nossa mente nos cria. Por isso muitos relatos são caóticos. Então esses mentores não nos limitam, acontece que eles nos amplificam potencialidade, caso seja do interesse deles. Se não for, paciência, a gente tem que se virar sozinho ,pelo nosso próprio treino, e ter os resultados de acordo com nossa capacidade pessoal.
  14. Ola, provavelmente deve ter sido o balonamento, que é a sensação de inchar, acontece por causa da expansão do campo energético (aura). Veja esse video do Saulo, que aos 11:55 ele explica um pouco sobre esse fenômeno. https://m.youtube.com/watch?v=OCqsyyLnn-Y
  15. Exato... quem está no físico precisa de ajuda externa para sair dali, pelo papel que as energias do corpo etérico desempenham numa EQM, que é diferetne do que acontece na projeçao. ...................... Roberto, não há "zona de conforto", a questão é simples: eu 'sei', você 'não sabe'. O que isso significa? Eu sei: Eu tive lá meus questionamentos sobre várias coisas, estudei várias, pratiquei algumas, e obtive respostas que resolveram as MINHAS questões. Foi um longo processo que começou aos 12 anos. Você 'não sabe': você ainda está inquieto internamente tentando entender as questões da espiritualidade e a relação disso com sua vida material. Então você pode debater até morrer, é como dar socos numa montanha, porque como suas dúvidas não são as minhas, elas não tem poder de afetar minha “zona de conforto”, porque eu já fiz o meu trabalho, que era de achar as respostas que eu procurava para entender o que eu queria entender. Suas dúvidas afetam a você. Seus questionamentos são os de um iniciante, portanto não tem como você abalar nenhuma zona de conforto de qualquer um aqui que tenha um pouco de estudo e prática, mas pode sim ter um efeito danoso sobre novatos. Embora em geral os novatos que se cadastram aqui estejam melhores que você porque eles já entendem que a projeção é um fenômeno real e que por trás dela há a realidade da existência além do corpo físico, pelo fato de muitos serem jovens ainda não perceberam que o ceticismo, em qualquer área, é sempre fruto da ignorância sobre um tema. Ele é usado positivamente se leva o cético a investigar na prática o problema, mas se converte numa doença emocional quando é usado como desculpa para apenas questionar sem nunca praticar, quando serve apenas para lançar ao ar um sem número de hipóteses alternativas, que são apenas fugas, desculpas que todo cético usa para não ter trabalho de investigar nada. Esses novatos, mesmo estando numa posição inicial melhor, costumam superestimar o valor de uma "dúvida razoável". Eles não possuem vivência intelectual ainda para saberem que é possível fabricar dúvidas infinitas sobre qualquer tema, sem que isso signifique que o tema em si seja duvidoso. Assim, correm o risco de perder a chance de aprender sobre o tema só porque concluem que ele é "polêmico” ao verem alguém desinformado criando questionamentos sobre questões já mortas. Como administrador eu fico atento a isso e não estaria “sujando” nem um pouco as mãos ao banir qualquer um que entre aqui para distorcer a finalidade do fórum, que é ensinar a projeção astral com ferramenta para investigar as dimensões não-físicas, e para cada um comprovar por si a existência de vida fora da realidade física, e o que se afirma sobre vida após a morte. Eu já fiz aquele tópico sobre comprovação para encerrar esse tipo de debate,que não faz nenhum sentido num fórum como este. A projeção é um fato comprovado tanto a nível pessoal de vários projetores, como até cientificamente, por quem de fato pesquisa isso. Portanto, não serão tolerados aqui retrocessos nesse ponto. Quem acredita que projeção astral é só ilusão mental, um "sonho lúcido", quem acredita que não existe espírito, que não há vida após a morte, etc, não possui a compreensão mínima necessária para conseguir dialogar neste fórum, é como um analfabeto reclamando que tudo que lhe explicam não faz sentido para ele. O problema esta nele, lamento. Tendo a compreensão mínima exigidia, que é aceitar esse fenômeno como realidade (ainda que a exatidão dos resultados seja sempre discutível, pela própria natureza do fenômeno) o resto é debater erros, onirismo, como contornar dificuldades para tentar uma projeção mais lúcida ,etc. Você não pode se matricular num curso para conserto de liquidificadores se ainda está achando que liquidificador não existe. É uma falha sua, não de quem dá o curso. Não aceitar questionamentos sobre a existência do liquidificador não é "ficar na zona de conforto", é apenas recusar-se a dar espaço para tolices, ou como dizem por aí, "recusar-se a tocar tambor para maluco dançar".
  16. Você não sabe então que regressão de memória não te mostra o que você quer, mas quilo que es´ta precisando ser revelado, porque está causando problema? Você vai realmente comparar estas duas situações? 1-nascer lembrando que você odiou seus pais a vida toda na vida passada, e ao nascer dá de cara com os velhos inimigos, que também ao te olhar saberão quem você é, e nenhum dos ois lados terá oportunidade de dar uma nova chance ao outro, porque a memória de ambos está ali 2- nascer desmemoriado, de pais desmemoriados, que realmente acreditam que aquele seu filho é "fruto deles", os dois lados tendo oportunidade de desenvolver algum amor, até que surgem conflitos (porque são de fato inimigos), e após uma TVP a memória da vida passada traz a informação que o que causa o conflito é o fator x. São situações totalmente diferentes. Qualquer terapia de regressão só revela o que está relacionado aos problemas atuais, tanto faz se a regressão é apenas a momentos desta vida ou de anteriores. É uma terapia afinal, cujo resultado é achar a cura de um problema. Imagina se o cara precisasse remexer e mtodos os eventos de todas as vidas sem critérios seletivo? O critério é definido pelo pela relaçao de proximidade que existe entre o problema atual e sua causa passada. Não havendo m problema atual (por exemplo, o relacionamento do filho ocm os pais semrpe foi de boa, mesmo tendo sido inimigos em outras vidas), essa informaçao da vida passada não é "fisgada" do subconsciente, porque não tem a "isca", que é o problema no presente, é o que atrai o "peixe", que é a memória do passado causadora do problema. A menos que a ganância tenha mudado as convicções dos profissionais, que eu saiba eles não aceitam clientes que que vão chegar querendo saber qual sua vida passada, se eles não tem problema algum para resolver. Até porque, é da natureza da hipnose que a mente vai inventar qualquer coisa para justifcar o que ela acredita. É diferente de você ter um problema do passado entalado na passagem do consciente para o subconsciente e cuja solução é trazer é "dar a luz" ao que está oculto. Mas só a esse fator. É um fator presente em ambos os casos, onirismo em alto grau em rojeçaõ de baixa lucidez (sonho lúcido), e em grau bem mais baixo em projeçõ lúcida. EQM são diferetes mesmo. A coisa mais próxima de uma EQM que vocÇe pode praticar é a projeção, você não tem como como praticar EQM. Então é o que tem disponivel Ele morreu? Não. Não completou o processo. Estou falando de quem morre, de quem termina as etapas. Morte não é só sair do corpo, morte tem tod um processo no qual o corpo etérico joga um papel determinante no que você vai experimentar: Por isso projeçao astral é um processo, EQM é outro, morte completa é outro, porque: - na projeção o que você leva do corpo etérico é apenas uma carga mínimo, dentro dos primeiros 4 metros em torno do corpo. Ao se afastar mais, a energia etérica recua de volta para o corpo etérico ,que está lá junto do corpo físico. Presença de energia etérica afeta lucidez, visão, nivel em que você está (físico ou distantedo físico) - na EQM a energia etérica pode sair em muito mair quantidade, que te limitara sua experiência ao plano físico, te dando maior precisão das observações desse plano, mas em geral sem ser capaz de ver mais ninguém que não seja físico. Se for EQM do tipo que o sujeito viaja pelo túnel a´te a luz, aí é outro papo, porque não se faz essa passagem sem deixar os resíduos do corpo etérico para trás. Nesse caso a experiencia é de cunho mais espiritual, o cenário não é plano físico exatamente porque para que fosse, ela tera que ter mantido o lastro etérico - na morte, se o sujeito entra pelo túnel em direção a luz, segue o rumo da EQM. Se não entra, tende a carregar junto o copo etérico, o que o condena a fia por aqui, em toro dos vivos, sem saber para onde ir, até que aquele lastro energético seja gasto, oque acarreta muitos outros problemas e depois tem que ser resgatado e levado ao plano que deveria ter ido caso tivesse entrado na luz. ------------------- O que ele plasmou? Seu isolamento psicológico total (sozinho no quarto escuro), que é o que leva alguém ao suicídio. Muitos suicidas, e céticos convictos, do que tipo que não acreditam em absolutamente nada fora do material ficam asism encapsulados, nos primeiros meses após a more. É por isos que que são levados a algum centro espírita, para os médiuns tentarem contatá-lo (o que é percebido por eles como alguém que aparece ali no seu isolamento, As vezes ouvem uma voz ao fundo, ou acreditam ser um parente de quem gostavam, porque estando tão encapsulados, o mentores não tem acesso, a diferença vibracional é muito grande entre uma pessoa nessa siutação e algum mentor, o encarnado está mais próximo deles que os desencarnados Ah é. Pior ainda, pois são os que tem motivo para reclamar. Mas então essa e nova para mim, sempre ouvi essa desse pessoal que nascer pobre era para desenvolver humildade, tanto que entrei direto na resposta assim.
  17. As EQMs completas e de qualidade segundo a escala de Greyson , de forma alguma ficam restritas apenas ao mundo físico nosso (cidades, carros, casas, amigos e afazeres) , nessas EQM existe a segunda fase onde as pessoas são capturadas compulsoriamente para outro local que em nada tem a ver com o nosso mundo , cotidiano e espaço-tempo, nesse mundo elas conversam, recebem feedbacks e na maioria dos casos as pessoas não querem regressar dele para voltar para cá depois, muitos são literalmente enxotados de lá Pois é, mais uma diferencial das EQMs sobre as tais 'viagens astrais', quando as pessoas são tragadas para o outro mundo depois ficarem vagando temporariamente aqui invisíveis tentando se comunicar com os outros, lá no outro planeta, mundo ou senário, as pessoas muitas vezes tem carta branca para perguntarem o que quiserem, todas elas relatam terem recebido um 'download' violento de informações que desejam , o problema é que essas informações são tão completas e grandes que o cérebro não consegue assimilar rapidamente. É comum pessoas com EQMs dizerem que poderiam ficar falando do que perguntaram lá e tiveram a resposta por anos pois a quantidade de informações é enorme. Isso não acontece nesses sonhos lúcidos que vocês chamam de 'viagem astral'. Bom, hipóteses são iguais navalhas, podem cortar tanto o agressor como o agredido que a manipula... Podemos elencar a hipótese de que tudo tem um propósito e que talvez o meu seja justamente perturbar a sua zona de conforto e você a minha. Realmente eu posso estar no local errado, mas veja, de milhões de sites que eu poderia estar enchendo o saco, eu vim parar exatamente nesse, ou seja, a navalha que você quer apontar pra mim, pode ferir principalmente a mim mas você também. Você tem uma moderação, eu não, ou seja, o poder está na sua mão e quem pode se sujar com ele é você, não eu, embora isso para o meu ego seja ruim. Agora vejamos o que VOCÊ NÃO PERCEBEU: nem sempre o que procuramos, achamos exatamente como queremos ! Eu posso não ter entrado aqui procurando água quente mas sim um 'Dry martini' estupidamente gelado, você pode não tê-lo mas pelo menos tem o copo e uma mesa, melhor que nada, afinal seria muito mais estúpido da minha parte eu procurar 'Dry martini' numa casa de construção ou numa loja roupas. O que eu quero dizer com essa metáfora? Realmente aqui até agora eu não encontrei o que eu queria mas encontrei pessoas que sem saberem procuram o que eu quero! Garanto que uma pessoa ou outra aqui pensa exatamente como eu penso mas tem medo de se posicionar como eu me posiciono justamente por temer algum moderador tirano que sempre tem prazer em demonstrar o poder que ele não tem na vida real, na vida virtual! Sandro, pode me banir , me excluir ou o que for, o site é seu, eu vou moralmente sair derrotado como já saí de vários locais como esse e você vai ganhar mais 'amigos' interesseiros que irão lhe dizer: 'UFA! Como você não baniu aquele chato antes?' , mas lembre-se da navalha: se realmente o tal mundo espiritual existir, creio que o desafio para o seu aprendizado seja justamente aprender a conviver de forma inteligente com quem lhe desafia , afinal as pessoas que nos desafiam fazem os nossos talentos aflorarem por necessidade , mesmo que por ego ou raiva, já as pessoas que paparicam, fazem você pensar que tudo está bom, o dia que você não tiver o poder que tem aqui, provavelmente muitas delas irão se afastar de você. Então, você pode me expulsar, não sei se quero ou não isso, mas se você fazer isso, você ganha paz e 'amigos', mas sai perdendo em avanço e conhecimento. E usando a sua metáfora do copo, se a tal espiritualidade existir, não é quem pede água pra vc é que necessariamente é um derrotado que precisa a sua ajuda, talvez seja você que precise de ajuda para si mesmo oferecendo aquele copo de água, afinal, aquela chance que você tem de acabar com a cede de alguém sem ter nada para ganhar em troca seja o desafio que você sempre quis ter para você mesmo se sentir bem consigo mesmo. Enfim. Faça o que você sentir que tem que fazer e seja feliz!
  18. Pois é, pode até ser, não estou garantindo que não seja. Acontece que esse se o 'mundo astral' não me oferece nenhum vínculo com a realidade para eu constatá-lo como sendo algo independente do meu cérebro, pra mim ele não tem utilidade alguma. Basta eu ter um sonho lúcido, usar drogas ou ler um bom livro que eu terei o mesmo efeito. E tem mais: na maioria dos relatos de EQM as pessoas são também sugadas dessa dimensão material onde ficam invisíveis para outra completamente diferente da nossa também e lá não é essa casa de noca, essa casa de irene que os 'projetores' pintam, existe ordem e você não sai fazendo o que bem quer e indo onde dá na telha, a pessoa leva até esporro as vezes. Pra mim essas projeções astrais são uma furada. Mas enfim, eu posso estar errado, você não precisa mudar de crença por mim, pois eu não estou disposto a bater com a minha cabeça num acidente de carro para ter uma EQM e brigar por isso. Pois é, a meditação é muito bem defendida e recomendada por várias pessoas, espiritualistas e não. Quando eu tento meditar, me sinto bem, mas é só isso, é tipo ouvir música clássica por 6 horas: você acha bonito mas depois de um tempo aquilo evapora. Uma vez eu fiz uma meditação lá no lago do batata, de repente me veio um sentimento, uma 'tristeza gostosa', uma sensação de passar o natal e o ano novo sozinho, eu senti algo maluco como se a espiritualidade estivesse mais perto de mime que havia uma tristeza pelo o que eu estava fazendo com a minha vida, sei lá, era como se um parente muito rico fosse visitar um parente muito pobre(no caso eu) e sentisse pena por não poder ajudá-lo, eu senti uma grandiosidade, uma saudade de uma casa que eu não lembro,é triste mas gostoso ao mesmo tempo. Seria equivalente a você ter sido expulso de casa por pais muito ricos mas que arrependidos eles vão disfarçados num carro de luxo com insulfilm lhe visitar na rua vendo o estado lastimável que você se encontra sem poder lhe ajudar. Foi isso que eu senti. Geralmente eu sinto essa sensação em dias meu aniversário, natal e ano novo quando eu saio à rua de dia. Bom, só de lembrar me emociona a ponto de me fazer chorar como uma criança pedindo a mãe. Sei lá, é piração minha. Pois é, isso é verdade, mas eu sou uma pessoa que adora saber o que acontece também nos bastidores. Quando a dor vem e você não pode pagar um plano de saúde, pesquisamos a medicina mesmo sem sermos médicos. A necessidade é a mãe da exploração intelectual.
  19. Nas TVPs(terapias de vidas passadas) é rotina filhos 'descobrirem' que foram amantes, amantes 'descobrirem' que foram assassinos, filhas que odiavam a mãe 'descobrirem' que disputaram o mesmo macho na vida passada com a mãe atual e em todos esses casos que eu conheci, a consciência da eventual vida passada, ao contrário do que esse texto induz ao advogar pelo esquecimento, faz com que os ânimos se apaziguem. Até hoje eu nunca ouvi casos de gente que ao fazer TVP ficaram com vontade de ir à desforra e praticar o revanchismo contra aqueles que lhe ofenderam no passado. O médium Guilherme Romano diz lembrar de suas ultimas encarnações normalmente e nem por isso ele saiu por aí fazendo justiça com as próprias mãos contra quem 'foi' seu desafeto em vidas passadas. Quanto a isso que vocês chamam de 'plano astral' eu não acredito que seja, pra mim é mais onirismo, pelo o que eu me baseio, as experiências de quase morte amplamente documentadas e tema de pesquisas para alguns médicos, principalmente cardiologistas e neurologistas, o tal mundo fora do corpo, não é essa coisa altamente flexível e resiliente que vocês descrevem, isso é característica clara de sonho lúcido que as vezes até eu tenho. No mundo fora do corpo que as EQMs relatam, quando você pensa em alguém, você já sente e percebe o que esse alguém sente, não dando tempo dela lhe assustar lhe atirando uma bola na cara. Alem do mais existe uma ordem que você sente, você não vai ou tenta fazer aquilo que sente que não tem que fazer. Agora nos sonhos lúcidos realmente é assim, amo por exemplo pegar nos genitais dos homens heteros que vejo nos sonhos lúcidos, é só eu imaginar e lá aparece um. Enfim, é o seu ponto de vista, o meu é outro, viagem astral, nos moldes que vocês dizem, pra mim é um equívoco enorme, por isso eu nem vou me prolongar nessa discussão, de repente eu posso estar errado, mas nesse assunto, aceito pagar pra ver. Olha, conheci um homossexual que tentou se matar com remédios por causa do seu namorado que o largou pra ficar com uma mulher, ele ficou muito amargurado e triste com isso, quando foi pro 'outro lado' , se viu num quarto escuro que provavelmente era o dele, ele não plasmou o namorado dele o traindo, nem tão pouco pessoas homofóbicas dando bronca nele ou o seus remédios lhe perseguindo, pelo contrário, ele sentiu uma tristeza e uma solidão enorme, depois viu a sua vó , já falecida, entrando por uma porta e lhe dando uma bronca por ter feito aquilo, a senhora lhe dizia que não era o momento dele estar lá, ele levou uma bronca, voltou, acordou no hospital e hoje tem uma vida muito otimista, alem de ter tomado amor pela vida depois dessa experiência. Ele não plasmou nada de ruim não. Não! Não! É o rico que nasce para ter humildade, o pobre é para aprender a não reclamar.
  20. E so um relato, sei de tudo como proceder, so estou compartilhando minhas experiencias. Eu praticamente me projeto quase toda noite involuntariamente, mesmo sem eu me lembrar disso, porem a maioria das projeções eu nao me dou conta que estou projetado, fica uma coisa meio automatica como no sonho, dai entao eu estou no escuro porque eu me projetei no fisico de verdade, e obviamente la vai estar escuro por estar de noite "Minha casa", eu tento acender a luz, e consigo, ou seja eu estou no fisico mas com coisas do astral interagindo, dai mesmo assim eu nao consigo enxergar, e é algo muito ruim mesmo!!! por mais que eu acenda as luzes e arregasse meus olhos abrindo com a mão... mesmo com essa luz do astral eu deveria enxergar, mas nao enxergo porque eu estou recebendo visao dos meus olhos fisicos que estao deitados no meu corpo na cama, ou seja, um bug de projeção kkkk, e pelos meus olhos estarem fechados, por isso nao vejo nada, pois meu cerebro esta recebendo a visao dele, e nao dos olhos astrais...é horrivel quando isso a contecesse kk
  21. EU me vi no espelho no astral, e cara,..... fui ver meu rosto, e ele tava to distorcido, mau plasmado kkk, como os rostos dos fantasmas de da serie sobrenatural. mas eu entendi, que era simbolizando o meu estado emocional "perturbado" "sofrido", e assim se reflete na plasmação, tipo quando alguem ruim vai fazer um bolo e ele sai todo mau feito,
  22. Jales

    Respostas

    Algumas pessoas ja nascem com mais facilidades, mas para quem nao tem a facilidade, pode demorar um pouco sim, porem nao tenha preça, nem ansiedade, pq so atrapalha, deixe acontecer naturalmente e ao seu tempo, sempre faça os EVs, concentre-se na vibraçao, sinta contentre-se como se vc nao tivesse corpo, logo vc sentira seu corpo astral, e tente se desprender, e mais facil sair quando se tem a paralizia do sono,
  23. Eu nunca tive relações homossexuais, porem eu tbm as vezes tenho senhos homossexuais, e tambem com a imagem de alguem proximo, tenho a mente bastante aberta e sozinho ja sei a origem dos eventos, porem a explicação pode ser por uma coisa, ou ate mais de uma ao mesmo tempo. Eu acordo super aflito, porem sei que sao energias ruins me pregando peça cmo Sandro Frabes citou, e ate mesmo pondo esses sonhos na gente, para podermos ter afinidade ou cuiosidades por relaçao homossexuais, e assim nos entrar-mos na excravidão tambem e virar homossexual!!! mas sabe o segredo? é odiar com toda a força a energia ou entidade ruim que te poe isso na cabeça, sempre nos por-mos como grandões perante eles, nos portar como se eles fosse meros ratos, subjulga-los ao inves de ter medo deles!!!!, mas lembrando, uma pequena parte ja e tbm por causa de nossa propria psique, que ja esta instavel, paixões, anceios, ou desmotivos, frustação com algo e etc, entao tudo isso nos deixa com o terreno preparado para estes tipos de persuasões negativas.
  24. 1- Planejamento da próxima encarnação. Como tudo na vida: voce planejou algo e... - não saiu direito, vai de novo, tentando evitar os erros da vida anterior. - saiu direito? planeja o próximo aprendizado - se desequilibrou demais no caminho? Precisa ser "consertado", o que costuma significar uma temporada no que as religiões chamam de inferno. A única diferente é que para as religiões o inferno é eterno, mas todos o resto das pessoas que tem noção disso, é apenas uma transição até a doidera passar: Esses trechos se referem a personagens que já tiveram problemas muitas vezes, em vidas sucessivas, e acumulando ódios e remorsos, acabaram passando um tempo nas zonas que as religiões chamam inferno. O termo "mumificados no crime" não é só retórica. A pessoa que vai se deixando dominar por esses sentimentos negativos fica obcecada, com pensamento fixo, emoções sempre em looping, girando em torno das mesmas fixações, e isso deforma o corpo astral, que fica sim rígido cheio de carapaças, escamas, etc... Não tem mais a fluidez que o corpo astral de um simples desencarnado entre vidas tem. Mas estão lá, após percebem que perderam muitas décadas remoendo isso no umbral, agora querem uma nova chance para tentar acertar. Novos planos.estão sendo feitos no momento descrito nessa cena. 2- Se a pessoa quiser ficar remoendo suas próprias doenças emocionais até enlouquecer, e a seguir ir se petrificando, a´te virar uma forma astral em coma, não precisa. Tem um setor lá no fundo do umbral que 'cuida" desses. Mas em geral o próprio orgulho não deixa. Uma coisa é a pessoa ser um "fracassado" no plano físico, porque isto aqui é mais um teatro do que uma vida real, então não significa muita coisa a diferença entre o rei e o mendigo. Outra coisa é a pessoa se tornar um fracassado espiritual, porque a qualidade de vida decai muito. Quanto piores a caracteristicas emocionais e mentais da pessoa, piores as condições de vida após a morte, porque primeiramente ela vai para ambientes mais desagradáveis, insalubres, devido à densidade do seu copro astral doente, adoecida pelas emoções desequilibradas. E segundo porque ela estará vivendo num ambiente coletivo, cercado de milhares de mentes iguaente desequilbradas, todas elas plasmando coisas desagradáveis no astral. Eu já contei aqui uma ou outra vez, em que logo apos sair de casa e pular para o andar de baixo do prédio, onde havia outros moradores, eu pensei, por reflexo "só espero que não tenha cachorro aqui" (a lucidez mandou lembranças, kkkk). No mesmo instante saiu lá do fundo do pátio um cachorro correndo na minha direção. Por sorte era um poodle, ehehe. Outra vez, agora não mais em projeção lúcida, conversando com um colega, falei que um cara que nunca mais vi foi o fulano ( um colega meu do ensino médio, que jogava no time de vôlley oficial da escola). No mesmo instante o fulano aparece à minha frente, a uns 3 metros apenas, uniformizado para jogar volley, mas saltando e dando uma cortada numa bola que... pasme, me acertou na cara, eheheh). Plano astral é assim, não na primeira faixa em que levantamos do corpo, mas nas zonas mais distantes do físico é assim, então tanto numa projeção lúcida quanto num sem lucidez, se não estiver atento à atividade da sua mente, ela vai plasmar coisas e você vai acreditar nelas, porque não percebeu que pouco antes de aparecer o Ser X, o animal Y, o cenário Z, sua mente tinha pensado de forma rápida e vaga naquilo. Na lúcida esse efeito é bem menor, mas umal eve queda de lucidez e já é o suficiente para você estar fisicamente cercado pelos seus pensamentos, como se fossem mestres, demônios, reptilianos, etc.. E aí??? Como vai ser com uma pessoa que desencarna cheia de raivas, culpas, memórias amarguradas, lembranças de gente a quem ela fez mal, e que agora em vida sua consciência o acusa? Essa pessoa vai plasmar tudo isso ao seu redor, prolongando os sofrimentos mentais e emocionais que tinha em vida, para o cenário após a morte. A pessoa semeia o próprio desconforto na vida após a morte, porque em vida ficou alimentando essas emoções e pensamentos secretamente. E vai habitar sempre nesses charcos do astral se não tentar melhorar sua psique. E a encarnação é essa oportunidade. Uma oportunidade em que os mesmos traços psicológicos estão ali, dentro de você, mas com a grande vantagem de o ambiente não sofrer efeito da sua mente. Então desperdiçar oportunidades de se aperfeiçoar não é algo que mereça um simples "dar de ombros", porque isso define qual a realidade astral em que habitará até que tenha outra encarnação e consiga mudar o quadro interno. É isso que vai te gerar um novo habitat astral após a morte no próximo desencarne. 3- Me parece que essas explicaçoes são muito simplistas. Como ja te falamos aqui, tanto pobres quanto ricos tem seus próprios desafios, não dá para fazer uma leitura da situaçao geral da classe social, porque uma mesma situaçao afeta pessoas diferentes de formas diferentes, então uma mesma situação o que gera aprendizado para um não gera para outro. É meio que uma fábula didática dizer que o cara nasce pobre para aprender a ter humildade, e o rico sei lá para que... Cada indivíduo tem sua própria necessidade bem particular de aprendizado, e isso é resultado de um plano que envolve muitas encarnações. Nem sempre esta vida é apenas consequência única da anterior, mas um programa de múltiplo aprendizado. Por exemplo, uma pessoa pobre pode aprender a importância das pessoas se ajudarem mutuamente muito melhor que um rico, que está cercado de pessoas de sua classe que não precisam de ajuda. Um rico, como tem maior capacidade de afetar o mudo, pode ter como lição a responsabilidade dos atos, como gerir bem ou como evitar gerar problemas. Basta você ver as teorias conspiratórias sobre George Soros para entendenr o alcance e portanto a responsabilidade que essas pessoas precisam ter, porque o benefício ou o estrago de certas decisões pode ser de proporções planetárias. As lições de cada situação não são tão fáceis de rotular. E as vezes o cara nasce bem colocado, fica mais rico ainda, e descobre que aquilo não lhe acrescenta nada como ser humano: https://youtu.be/3WF8sKX9LJQ?t=2290 4) desconheço a utilidade espiritual de nascer com forma que a sociedade considere atraente 5) Não. Ele estava de fato cumprindo uma missão. Quando a missão acabou, tudo passou a dar errado, se antes era viso como "gênio da estratégia" passou a ser visto como "louco", os planos não davam mais certo, e ele foi derrubado. Missão cumprida, perde o apoio qualquer mané derruba.. Mas.... não se escolhem anjos para cumprir certas missões, porque todos os atos negativos geram consequências negativas para quem os executa, é do mecanismo automático do samsara aqui. Então o cara a quem se destina uma ação dessas tem que ser alguém que de fato, ao receber o retorno pelos atos, receba o que lhe cabe, pelo que é como ser humano. Um "anjo vingador"acabaria se ferrando, então não dá para escolher esse tipo de sujeito. As acelerações de crescimento costumam acontecer após eliminar o "peso morto", os retrógrados, que não deixam o coletivo avançar. Por isso de tempos em tempos tem que separar os grupos que habitam na terra, tirar os retardatários daqui e mandar para outra zona, onde eles juntos com outros iguais aos seus não sejam retardatários, mas sejam "sujeitos médios". E aí esse novo grupo segue sua evolução seguindo as lições que o grupo todo precisa passar. É o carma coletivo. Não dá para implantar isso sem separar o grupos, ou os que estão melhores acabariam sofrendo problemas desnecessários por causa dos retardatários, ou os retardatários viveriam numa sociedade boa demais para eles, que são mais brutos e precisam um aprendizado mais duro. 6) Isso nada tem a ver com os mundo dos bens materiais. Isso se refere a outras coisas bem mais profundas, que para os evangélicos é a "salvação", mas para outros ramos recebe outros nomes. Não é tema para o GVA. Se quiser saber porque os evangélicos afirmam isso, pergunte a eles, mas as respostas estarão na bíblia, que é a única fonte deles.
  25. Bom essa discussão já está ficando cansativa para todos, @robertoguerreiro te mandei meu e-mail no privado para continuarmos conversando, só queria acrescentar uma última coisa que pode ser construtiva para o fórum. As Formas de comunicação do mundo espiritual com o mundo Físico ou como Deus conversa com a gente. Então a comunicação pode ser por sentimento, pensamento, experiência e em último caso por palavras. Hoje vejo com clareza que os mentores os espíritos que nos acompanham utilizam dessas ferramentas para se comunicar com a gente o livro fala em Deus, mas percebi que essa é a forma de comunicação que temos com o plano espiritual. Isso pode ser usado não apenas por espíritos de luz, mas também por seres com intuito de manipular e nos prejudicar. Por isso o maior triunfo da meditação ao meu ver não é você se sentir bem entrar em nirvanda e fugir do mundo, mais sim de se observar e com isso aprender a identificar o que você está sentindo e pensando principalmente para saber identificar se o que você está sentido ou pensando não é seu. E assim conseguir uma comunicação mais clara, ou conseguir perceber uma perturbação que está te incomodando que pode ser do ambiente de uma pessoa encarnada ou desencarnada. Um Exemplo. Passa uma pessoa na rua gritando xingando Deus e o mundo, tão forte que te incomoda e faz você parar o que está fazendo para ir à janela ver o que está acontecendo, você pode fazer duas coisas: Ver que é um louco gritando na rua não dar bola e voltar a fazer o que estava fazendo e logo o louco vai continuar andando e se afastar de você a ponto de não te incomodar mais. Ou Você gritar de volta para ele mandando-o calar a boca, e ele gritar de volta para você xingando a sua mãe e te deixando ainda mais irritado, e com isso você começa uma discussão aos gritos com ele. Assim são com os pensamentos, os pensamentos e sentimentos são como esse louco passando na rua provocando as pessoas querendo encontrar alguém para brigar. Se você observa e deixa ele passar identificando o que realmente ele é, um louco que quer chamar atenção, e apenas observar e não fazer nada , ele vai embora e não vai te incomodar mais, agora se começa a prestar a atenção e alimentar o pensamento ele vai crescer dentro de você consumindo sua energia e te fazendo sofrer mais ainda. Isso eu vejo que acontece com todo mundo, não apenas médios ou pessoas especiais todo mundo tem pensamentos e sentimentos que se parar e observar não fazem sentindo para ela, mostrando que provavelmente vem de uma fonte externa. Mas como ninguém sabe disso fica se sentindo mau e se culpando por ter pensando ou por estar sentindo uma coisa que nem é dela. Na minha opinião, esse é o mais básico para alguém que quer começar a se comunicar com o plano espiritual. Tanto a projeção astral, quanto a Clarividência tem o problema da frequência, por que para ver um espirito seu frontal tem que estar ajustando a mesma frequência dimensional que o espirito e a mesma coisa na projeção, você tem que sair na mesma frequência do espíritos para poder conversar e interagir com ele , e como nós não dominamos essa questão da frequência ainda, fica bem difícil. Agora se tivermos consciência dos sentimos e pensamos, sabendo identificar o que é nosso e o que não é, fica mais fácil é como se existisse um buraco que você nem sabia que existia e que é impossível de ser fechado na parede entre a sua casa e do seu vizinho que fazia você se incomodar com o barulho que acontecia na casa dele, ai você resolve utilizar desse buraco para se comunicar e assim melhorar sua convivência com ele. Eu tenho treinado isso e tem me ajudando muito principalmente agora escrevendo isso me dou conta que a minha ânsia de ver um espírito que tinha até esse momento me está parecendo infantil, não sei se isso que escrevi agora é para outra pessoa ou uma resposta para meus próprios questionamentos. E fim só me vem uma frase que a muito tempo me vem sendo repetida intuitivamente “Antes de ver o invisível , Aprenda a ver o visível e o que já esta ao seu alcance”
  26. Pelo que entendi o Roberto não é cético sobre o fenômeno, apenas acha que ele não satisfaz suas necessidades de respostas. Porque obviamente quem acha que projeção não é um fenômeno real, não teria nada para fazer aqui. É como vir aqui pedindo água e quando entregamos o copo, o cara dizer que esse copo nem existe, logo a água oferecida não tem como matar a sede.. Nesse caso ele não tem porque perder sem tempo aqui, porque o problema está em a pessoa não saber o que procura. Ou se está de fato procurando algo. Pode-se aprender SOBRE projeçao e espiritualidade aqui, e pode-se aprender o COMO FAZER da projeção Mas se o cara precisa saber SE essas coisas são reais, ele não cumpriu o pré-requisito mínimo para ter entrado aqui, que era já ter superado essa fase. E esse é um trabalho que ninguém pode fazer isso por ele. Agora, a projeção é uma ferramenta bem complicada para obter respostas finais sobre as coisas, porque há sim 3000000 fatores nisso. Quem quer tentar é bem vindo, quem não quer, ok,. Quando achar uma ferramenta mais prática para ir atrás de respostas na espiritualidade, nos ensine. Eu só conheço 3: - estudo do que outros mais capazes que nós já investigaram - prática da projeção astral, cada um de acordo com sua própria capacidade consciencial - meditação ( quando você se concentra na questão a ser investigada e deixa que a mente traga respostas Todas tem seus problemas, como a ciência tem seus problemas , a filosofia tem seus problema,s a psicologia tem seus problemas... Mas alguém achar aí algo mais confiável para investigar as questões espiritualidade, nos avise.
  1. Load more activity