• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

All Activity

This stream auto-updates     

  1. Yesterday
  2. Obrigado pelas respostas @Helena, aqui no fórum tem extenso material e tópicos sobre projeção astral, sobre parapsiquismo e como interagir com consciências que não estão mais encarnadas. Recomendo que leia, e tire suas próprias conclusões também, acreditar só porque alguém disse não é uma boa idéia, se muitas pessoas falaram e experimentaram, já é um bom caminho kkkk Um grande abraço.
  3. achamos que essa consciencia nao quer que eu projete e descubra sua identidade. nao sei... nao fumamos nem bebemos mas nos alimentamos de forma errada e isso pode ser um tipo de assédio tb. meu marido fica com vontade de comer alimentos diferentes do seu dia a dia. tem uma necessidade de farinha láctea e coisas desse tipo tarde da noite. isso ee estranho tb.
  4. coloquei (*) na resposta anterior pois conversando com meu marido e lendo este capitulo citado chegamos a conclusão que a consciência entre aspas austera deve ser do baixo astral e se fez passar por um guia ou obreiro. nesse dia, a energia da casa estaca ruim, pesada. das 3 pessoas que contatei acho que duas delas são elevadas. andei lendo que preciso amparar essa consciência e não gerar rancor.
  5. demorei para responder mas ai vai: sempre tive interesse no assunto UFO mas sempre ocultei dos outros por medo de julgamento. quanto a alimentação, pedem para consumir água, reduzir fast-food e comer menos carne. sobre sair do corpo uma consciência em especial(*) disse que isso nem existe como as pessoas imaginam.que é para praticar amparo aqui na matéria... dei um tempo nas redes sociais vi mais filmes e series. isso realmente melhorou o meu psicológico.
  6. Boa tarde, vou ti indicar uma série de e-books que ja indiquei para alguns conhecidos e serve de caminho das pedras para seus estudos e você ja começa a mover as energias e entender como o processo funciona. http://www.elucidando.metaconsciencia.com/09022018/Elucidando-o-EstadoVibracional-2a-Ed-PDF.pdf Ebook sobre amparadores e amparo https://estadovibracional.com/2018/06/20/elucidando-amparadores-extrafisicos/ Abraços
  7. 1 e 2- depende da velocidade em que você vai pegar no sono. Esses sintomas são normais de sentir, só indicam movimentação energética acontecendo para gerar a separaçaõ do corpo astral. Quando você entra no estado pré-projetivo. Pode ser que devido ao álcool você pegaria no sono muito rápido, então o estado préprjetiov também chegaria antes 3- pode ser sim 4- porque não é fácil plasmar objetos na zona em que você está logo após sair do corpo. O pessoal que acha que o que você vê na projeção é sua mente que criou não tem noção de como é difícil plasmar algo nessa primeira fase. Mas uns 5 minutos depois fica mais fácil, porque já teremso nos afastado naturalmente da zona física. 5- não necessaraiemente. Você já tinha aprontando bastante né? Em geral a gente acorda ao pensar no copro se for logo na saída, Depois que você já está a uns minutos não acorda tão fácil POR ESSE MOTIVO. Mas acorda se não tiver nada interessante para fazer. Como você parou de agitar naquele momento, o mais provável é que isso FACILITOU sua volta. O fato de te perguntarem as horas pode ser uma forma de te forçar a voltar. "Eles" fazem isso as vezes, fazem uma pergunta qualquer, você pensa para responder e pimba.. acorda. Não precisa ter relação com o corpo. Sabendo disso, quando te fizerem uma pergunta assim, meio nada a ver, enquanto responde esfregue as mãos sentindo o tato dela,s e olhe para elas, tentando ver as digitais, porque fazer isos vai ajudar você a resistir ao processo de acordar. Mas não é tão fácil lembrar de fazer isso quando alguém te saca uma pergutna do nada. 7- Pelo jeito você errou feio as horas, já que: "As 21h chego em casa, mais ou menos as 23h deito na cama ". Se tivesse respondido que eram 23h, aí sim teria sentido sua hipótese. Mas às 21 horas você nem tinha deitado. Pena que não acertou o horário. Em geral você consegue sim saber que horas são no físico, quando está projetado, por algum mistério que até hoje nunca entendi. Até me espantou que você tenha errado. Talvez seja erro de memória, já notei que as vezes pensamos uma coisa e falamo outra, quando se trata de números. Se você lembra do que pensou e do que disse consegue saber qual foi errado, mas em geral lembramso mais nitidamente do que falamos.
  8. 21/05/2019 Ontem à noite fiz todos os preparos para me projetar de forma indireta (limpeza energética do quarto + movimentação das energias no corpo). Acordei às 04:10 e pensei um pouco se era um bom horário para tentar fazer as técnicas indiretas. Normalmente quando acordo para fazer as técnicas indiretas, é umas 03:30 e mais tarde que isso fico com medo de dar uma volta pela casa para deitar novamente e custar a dormir, pois se o sol raiar na janela do meu quarto eu não durmo mais. Enfim, resolvi tentar. Fui no banheiro e depois fui beber uma água para então me deitar novamente (coisa de 5 minutos). Acordei sucessivas vezes (4 que eu me recorde), das quais acredito ter sido bem-sucedido na projeção, as quais vou descrever separadamente abaixo: 1) A primeira vez, acho que tenha sido a mais lúcida, pois assim que eu rolei para fora da cama, continuei com muita dúvida se estava realmente projetado (tinha consciência que estava realmente ali, apesar de não saber estar projetado na hora). Tentei olhar meu corpo e creio ter visto alguma coisa, talvez um vulto, mas não consegui me enxergar muito bem. Perdi tempo com isso, então fui para a varanda do segundo andar, onde fica o meu quarto e tentei dar um salto para ver se pulava alto, o que não aconteceu. Mas logo em seguida voltei para o meu corpo. Então tive a certeza de que tinha feito cagada de duvidar que estava projetado, perdendo tempo com isso e não aproveitei. 2) Acordei novamente e rolei para o lado. Dessa vez eu acho que não estava tão lúcido, pois não lembro de partes do percurso. Mas como já tinha um plano mental bem definido de descer as escadas e sair para a rua, foi o que fiz. Antes disso, tinha falado em voz alta que queria ajudar. Cheguei lá fora, estava claro e logo um senhor negro veio falar comigo (primeira vez que consigo falar diretamente com um espírito). Não lembro exatamente o que conversamos, mas ele ficou muito surpreso de eu estar ali e disse que era algo diferente. Depois disso vi outro senhor negro do lado vestido socialmente todo de azul, e fui falar com ele. Ele apontou para um homem branco sentado em uma cadeira e disse: “aquele ali”. Então reparei que já tinha outros senhores negros também vestido socialmente de azul esticando ambas as mãos para o homem sentado na cadeira. Sem falar nada cheguei do lado e tentei fazer o mesmo, mas estava meio tremendo, não vi nada saindo das mãos e, portanto, não sei se estava funcionando. Um dos senhores amparadores falou algo sobre futebol, a respeito do Cruzeiro ter ido mal no último jogo e não ter feito gol (o que achei estranho já que não imaginava que espírito assistia futebol! Até fui conferir o resultado agora que escrevo, não tenho acompanhado futebol recentemente e sou atleticano e realmente o Cruzeiro foi mal; 4x1 para o Fluminense, mas o Cruzeiro fez um gol, ao contrário do que tinha dito o espírito). A conexão astral já não estava boa, então perdi a consciência e acordei. 3) Acordei e saí logo do corpo de novo. Voltei lá no lugar do amparo que era logo saindo da minha casa e estavam lá ainda, mesma situação. Estiquei as mãos novamente, dessa vez com mais confiança, mas perdi a consciência outra vez. 4) Acordei a última vez. Dessa vez logo que saí do meu quarto, ouvi uma voz chorosa feminina em cima do telhado da varanda, e ela disse: _Vem aqui, vem... Vem ver um filme comigo.. Pensei pela voz de choro que poderia ser um espírito precisando de ajuda, então dei um salto alto para ir para cima do telhado e lá estava tudo escuro, não conseguia enxergar nada, nem o espírito. Perguntei qual o nome dela, e ela disse algo engraçado que não me lembro, mas tive a impressão dela ter dito algo engraçado, debochando de mim. Ela deu uma gargalhada e tive a impressão de outra voz atrás masculina ter rido atrás também. Quando me dei conta estava deitado ainda projetado na cama, com ela em cima de mim, dessa vez pude ver ela. Ela tinha um corpo bonito e estava nua. Apesar de estar muito excitado, tentei sair e acordar, como sempre consegui fazer em alguns sonhos lúcidos em situação de perigo, mas não deu. Ela me encaixou nela e começou a mexer até que depois de um tempo gritando para ela me soltar, acordei. Tenho a impressão de ter acordado um pouco cansado, mas não muito como acontece algumas vezes quando sonho putaria. Por fim, dormi novamente mais uma vez, mas dessa vez só sonhei nada com nada mesmo. Acordei de fato às 07:30.
  9. Olá. Chamo-me Rafael e tenho 20 anos. Como o colega acima, também cresci em uma família ''kardecista'', embora frequentássemos às vezes apenas. Nunca dei muita bola pro espiritismo e nem pra espiritualidade em geral. Também passei por uma fase rebelde na adolescência em que eu era um pseudo-ateu. Fui tendo mais conscientização do mundo espiritual no final de 2017, depois de ter superado um pouco aquele periodozinho de negação com tudo à minha volta. Apesar de ter me registrado no fórum na metade de 2018, já acompanhava e fazia leituras exaustivas do fórum desde a data que mencionei ter começado a me engajar mais no assunto. Como podem perceber(ou não) também só estou relatando a minha apresentação nesse tópico agora, após quase um ano de relativa participação aqui. O motivo? Só tive vontade de relatar agora mesmo, sem muitas delongas. Engraçado que desde que comecei a pesquisar mais sobre espiritualidade em si, o universo frequentemente tem me mostrado caminhos a seguir. Também começo a perceber um mundo novo, mundo esse em mim mesmo. O interior da gnt carrega uma infinitude de conhecimentos complexos, camadas e mais camadas de padrões diferentes de comportamentos mentais e em geral, nossa essência mesmo. Espero continuar nessa busca incessante pelo autoconhecimento, aperfeiçoando cada vez mais meu jeito de ser. Não pelos outros, mas por mim mesmo. Sinto que mereço essa atençãozinha após tanto tempo de ignorância(muitos vão dizer: tá, tu só tem 20 anos né?Muito novo). De fato, sou muito novo aqui nessa vida, contudo desde criança me sinto meio velho por aqui nesse planetinha chamado Terra. Intuição minha. E agora que estou ''despertando'', sei que mereço esse cuidado comigo mesmo. Espero continuar fazendo parte dessa comunidade, extraindo conhecimento e contribuindo para novos saberes. Caso alguém leia esse post: aproveite, meu caro. A espiritualidade se faz presente em nossas vidas de diferentes maneiras... e se você chegou até aqui, significa ao menos que esse fórum serve de canal útil pra te proporcionar uma parcela de aprendizado.
  10. Last week
  11. Boa noite! Estou postando porque foi a projeção do comentário acima. Tentei resumir o máximo, mas mesmo assim ficou longo o texto. Então, sábado fui jogar futebol, depois teve aquele churrasco e com ele algumas cervejas. As 21h chego em casa, mais ou menos as 23h deito na cama e em seguida rezo peço para não me projetar consciente, pois aprendi com vcs que projeção e álcool não combinam. Fechei os olhos e veio aquele apito forte na cabeça, em seguida os balanços no corpo e uma sensação de que alguém estava mexendo nos meus cabelos. Levantei, dei uma volta pela casa e voltei a deitar... e de novo... apito, balanço no corpo e cabelo mexendo. Com medo de dormir e sair do corpo, fui para sala e fiquei vendo tv até as 4:30h da manhã. Nesse meio tempo cochilei umas 3 vezes e tive as mesmas sensações. Nesse mesmo horário, exausto de sono, fui ao quarto dormir. “Batata”! Já logo em seguida estava saindo do elevador do prédio da minha mãe e indo em direção a porta do apartamento dela. Ambiente escuro, semelhante a um local sem energia iluminado por uma vela. Mas muito nítido as coisas... tão nítido que eu ainda não tinha percebido que não estava no físico. Abri a porta para entrar no apartamento e dava para ver que lá dentro estava mais escuro e o ambiente estava bem pesado... Depois da porta havia degraus que não existiam no apartamento da minha mãe. Nesse momento pensei “poxa, abrir a porta do apartamento de outra pessoa de madrugada! ”... Então senti alguém vindo de dentro do apartamento (sentimento muito pesado)... Fechei a porta, corri para escada e desci correndo até o térreo... no térreo, entrei no elevador e apertei o último andar. No elevador, pensei e achei estranho os degraus depois da porta de um apartamento... e foi quando desconfiei, olhei para minha mão e vi nove dedos... O elevador parou e eu sai do elevador. Já era outro prédio, diferente daquele outro. O ambiente mudou também... Bem mais leve e uma noite bem mais clara. Então pensei, “to bem consciente vamos aproveitar e treinar!” ... Li em algum lugar que espada é uma arma muito forte no astral, então comecei a tentar “criar” uma. Tentando criar a espada... aparecia de tudo na minha mão... menos a espada... rs... era muito engraçado... teve uma hora que apareceu uma espada branca de plástico com bolinhas vermelhas... rsss ... outra, a espada ia se criando e chegando na ponta ela dobrava... aparecia de tudo, rs... Nesse meio tempo... vinha em direção oposta uma moça bem produzida, de vestido branco, mas com a cara “fechada”. Cumprimentei ela de longe e ela nem olhou... Fiquei chateado com aquilo... Continuei treinando... quando ela passou por mim, eu tentando criar a espada, surgiu na minha mão uma corda de 1,5 m e por extinto joguei essa corda nas pernas dela... Ela deu um pulo, virou e olhou brava para mim. Pensei... vou criar uma bola de fogo azul e jogar no peito dela... Foi uma vergonha!! Criei uma bola do tamanho de uma bola de tênis e quando impulsionei ela para atingir a moça... a bola chegou na metade do caminho e caiu no chão... como se fosse uma bola de papel... A moça de brava passou a ficar assustada. Pedi desculpas e ela foi embora. Desci até o térreo, e logo na saída do prédio veio uma moça pálida falar comigo: “Moço, me da um pouco de energia?”. Falei que sim. Quase matei a moça... minha mão era muito forte e ela muito fraca, cheguei a derrubar ela. Quando levantei ela, apareceram mais 3 mulheres... E uma delas, se agachou, levantou o vestido e me chamou para fazer sexo com ela. Eu empurrei ela com a perna e ela caiu com tudo no chão. Levantei ela, pedi desculpa e fui em frente. Ao sair do prédio, me deparei com um estacionamento descoberto muito grande e quase sem carros. Olhei para cima e vi as estrelas, muitas estrelas e elas vibravam. A esquerda e distante tinha um treiler de cachorro quente com 3 pessoas conversando e lá na frente tinha um prédio em construção. Pensei... “Vou voltar a treinar! ”. Fui ao prédio em construção e fiz de tudo: Atravessei parede, pulei do chão até o sétimo andar, pulei do sétimo andar até ao chão... Fiz muita loucura... Teve um momento que o pessoal que estava no treiler falou “olha lá o que o maluco está fazendo! ”. Percebi que estava chamando atenção e parei. Voltei a entrada do prédio e encontrei um casal e uma mulher. O rapaz parecia ter uns 2,60 m de altura e era forte e as mulheres eram bonitas e bem saldáveis (coradas). Chamei a mulher que estava solteira para dar uma volta, mas ela não quis. Virei para a mulher do rapaz e chamei para dar uma volta (não sei porque fiz isso). O rapaz ficou muito bravo, falou que era a namorada dele, me pegou pelo pulso e me levantou. Quando ele me levantou, imaginei que estava de luvas, escorreguei da mão dele e na cara de pau pedi a minha luva de volta. Novamente pedi desculpas e eles se acalmaram. Uma das garotas perguntou as horas. A outra respondeu: “Onde eu estou são nove horas!”. Eu respondi também: “Onde meu corpo esta é 9 horas da noite!”. E acordei nesse momento. Perguntas: Normal sentir aquelas sensações logo após fechar os olhos? (apito, balanço no corpo e cabelo mexendo) O cabelo mexendo, o que seria isso? O apartamento do início do texto era realmente o da minha mãe? Se sim, será que tinha ou tem algum coisa ruim morando com eles (pai e mãe)? Nota: Toda a vida meu pai sempre brigou muito com a gente sem motivo. Saia de casa bem e voltava muito bravo por nada. Porque não consegui criar a espada? Acordei porque pensei no meu corpo? Na postagem mais acima, comentei que vi a minha irmã com alguma coisa nos olhos. Pois é, hoje fiquei sabendo que ela está com um tampão em um dos olhos mais que não é grave e que logo ficará boa. Será que foi coincidência ? Falei que “Onde meu corpo esta é 9 horas da noite!”. Será que na primeira cochilada eu já sai do corpo e tudo aquilo de não tentar dormir eu já estava projetado ? Os erros de concordância não é desleixo, é porque sou fraco em português mesmo. Mais uma vez obrigado! Abrs.
  12. Errei é Despertar da Visão... e não da "força" mas acho que você entendeu qual é. Rs Pois é, gostaria de ler outros autores explanando sobre. Se bem que ele tem ligação com a espiritualidade/cultura oriental. Como ele cita a India e algo da China também. Dos livros do Robson sempre tive curiosidade. No link que o @Infinite postou acima tem um comentário do Sandro dizendo que é bom ler esses livros rápidos pela sintonia. Eu nem me atentei hehe, vou acelerar a leitura.
  13. Primeiro tenta voar para a Lua, que é o alvo mais visivel. De lá quem sabe voce enxergue o proximo da fila. Mas por algum misterio voar para a Lua tambŕm não é lá tão fácil quanto parece.
  14. Bom dia, gostaria de perguntar como se faz para mudar de planeta quando estiver no astral?
  15. Pois é, terminei de ler também. Ele resume tudo a fragmentos do corpo astral. Também fiquei intrigado sobre os elementais assediarem, só vi ele falar isso. Aí eu me questiono se me incomodei porque ele mexeu no meu sistema de crenças. Mas a questão é que a maioria dos outros autores dao outra explicação. Eu tambem notei, ele nao fala nada sobre mudança de sintonia. Eu ate procurei no livro porque me poderia ser util, mas ele diz que sempre precisa de um terceiro pra tirar. Eu gostei de algumas explicações, por exemplo, sobre a cremação e usar roupas brancas pelos hindus. Achei bastante interessante. Uma hora vou ter que ler esse livro “legiao”, rs. Esse livro despertar acho que já li, se for um que trata de desenvolver a clarividência.
  16. @bandeirapvh conclui a leitura na semana passada e esse trecho dos fragmentos (astrais) também me intrigou. Eu não tinha lido em nenhum lugar sobre essa visão. Será que é uma linha mais oriental de ver? Dos parasitas já conhecia as tais formas grotestescas, de insetos ou outras criaturas, que andam pelo seu corpo astral ele fala dessas também. Aproveitando vou postar as impressões que tive do livro. O autor cita que a maioria dos casos de possessão são desses fragmentos, que faziam parte de seres que desencarnaram (ou não, no caso da placenta, dos cordões...). O mais interessante para mim é esses fragmentos terem personalidade. Foi algo novo mas fez bastante sentido. Em outros casos o autor cita a obsessão por seres conscientes também, mas a taxa seria bem pouca e também pelos elementais (bem curioso). Eu fiquei imaginando se os processos de desobsessão espirita e de umbanda seria coerentes para extrair essas tais entidades. No caso ele cita como importante no processo de extração um vínculo com os guias astrais... então estaria tudo certo, são seres mais instruídos... Também fiquei intrigada sobre o efeito da movimentação energética sobre essas entidades. Teria algum efeito o auto desassédio? E que problemão hein, muitos vão desencarnar com isso e nem vão saber a origem de um tal tormento. Um trecho no qual ele fala sobre como as pessoas contrairam aquilo foi bem enfática, haviam portas e janelas abertas. Ele não descorre muito sobre elevação moral mas nós já vimos muito sobre a importância em variadas fontes. Gostei bastante do autor, a próxima leitura vai ser "o despertar da força interior"... Peguei o Legião do Robson Pinheiro agora, e por acaso cita bastante casos de parasitismo (Apesar de seguir a linha de romance).
  17. Laércio Fonseca - Como Descubro a Minha Missão e o Meu Eu Superior: https://www.youtube.com/watch?v=UFWMclyfOFA
  18. Como se dá o trabalho energético consciente? Um exemplo, se eu faço a afirmação ”estou absorvendo a energia do sol” ou então uma visualização de absorção, isso já o suficiente para absorver as energias? Outra duvida semelhante, para o amparo de um amparador, ao pensar no amparador já o suficiente para ele ser notificado que preciso do amparo?
  19. Bom dia, Pedro. Sugiro a você dar uma lida no primeiro post neste tópico: O "Arroz-com-feijão" da espiritualidade.
  20. Vou postar alguns relatos relacionados diretamente ou indiretamente à projeção que escrevi em ordem cronológica até hoje. São 13, mas para não ficar muito extenso vou postar 1 por dia, até acabar. Até os meus 28 anos, a única experiência mais concreta que já tinha tido relacionado à projeção astral aconteceu durante uma aula no ensino médio. Devia ter 17 anos se não me engano. Na época tinha o péssimo hábito de tirar um cochilo nas aulas ou pelo menos ficar naquela sofrência de dorme não dorme e uma dificuldade muito grande de manter o foco nas aulas por mais que fossem boas. Aconteceu que durante uma aula de física o professor estava explicando um assunto até que me perdi no meio do assunto e comecei a cochilar em cima da carteira mesmo. Não lembro o que sonhei, nem mesmo se sonhei, mas como na época só escutava rock pesado (basicamente thrash metal como Megadeth, Metallica, Slayer, etc..). Acordei ouvindo um riff pesado de rock (riff único que nunca ouvi em lugar nenhum mas acabei associando com o riff do começo da música “Addicted to Chaos” da banda Megadeth, por ser parecido) e esse riff não parava de tocar na minha cabeça, até que para minha surpresa não conseguia me mexer na carteira! Eu ouvia o professor falando sobre as coisas na aula, entendia um pouco sobre o que ele estava falando, ouvia os outros alunos conversando e o riff continuava a tocar na minha cabeça de uma forma muito pesada, como se aquilo estivesse me prendendo de uma forma estranha. Me deu uma agonia, um desespero enorme, achei que fosse morrer, que aquele riff estava me matando, não consegui mexer um músculo sequer, exceto que acho ter conseguido abrir os olhos, tentei focar em manter a respiração para não morrer e acho que isso me ajudou a manter a calma, até que consegui mexer o dedão do pé e fui voltando ao normal. Depois disso fui escutar “Eu sei que eu vou te amar” do Tom Jobim.
  21. Bom dia! Sou de Belo Horizonte, tenho 31 anos. Cresci em família kardecista (minha mãe era presidente de um centro) e com isso já tive os primeiros contatos com o espíritismo. Em minha adolescência, por volta dos 16 anos, acontecia com uma certa freqüência ficar no meio do sono em estado de catalepsia e lembro me de 2 situações, a primeira enquanto estava em catalepsia minha mãe entrou no meu quarto para fechar a janela e tentei gritar pra ela pedindo socorro, ela olhou pra mim e foi embora, no outro dia perguntei a ela se tinha ido ao meu quarto e ela confirmou a história, so que ela falou que olhou para mim e viu que estava dormindo tranquilo. E a outra vez foi quando me vi flutuando no meu quarto e vi o meu corpo e o do meu irmão na visão do teto, ouvi algumas risadas, fiquei com medo e "nadei" de volta ao corpo. Embora tenha passado por essas experiências, só fui conhecer sobre projeção astral agora depois de velho. Trabalho também como motorista de aplicativo, e em uma dessas viagens peguei um passageiro que n comprimentou e estava ao telefone falando a respeito de projeção astral, e que no próximo fds não poderia dar o curso pq tinha outro compromisso mas era para a pessoa assistir os vídeos do Saulo Calderón pra ficar mais inteirado do assunto. Esta corrida foi curta e não tive tempo de conversar com o passageiro, mas guardei o nome que ele falou, mais que depressa já fui pesquisar sobre o Saulo Calderón, e fiquei fascinado pelo assunto e confortado em conseguir explicações das coisas que me aconteciam na adolescência. Abraços a todos.
  22. Você se projetan na posição que quiser. Leia o tópico: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17033-por-onde-começar/&do=findComment&comment=74036
  23. Voltamos para a fonte de onde saimos: http://www.gnosisonline.org/antropologia/as-sete-racas-raizes/
  24. Não consigo ficar de barriga pra cima, tenho problemas na coluna, e também sempre que tento sair do corpo do lado direito, não consigo, fico preso no corpo, faço até olve, mas não vai, continuo preso no corpo..
  25. Na suas opiniões o que acontece com um espírito viciado na internet, claro ele vai pro umbral, pois é um vício, mas em que estado ele fica?
  26. O que vai acontece quando todas as consciência, seres, evoluírem, vai demora quanto tempo?
  1. Load more activity