• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

All Activity

This stream auto-updates     

  1. Yesterday
  2. Cada um da conselhos segundo suas crencas e vivencias. Nao da para padronizar. Por exemplo, tem gente que alega que se voce atacar elas, mao adianta depois elas vem e... o sauloante conta um caso que na primieira vez que ele viu um cara estranho na casa dele( em astral) saiu na porrada( que nao machuca , alias). Na proxoma projecao o cara voltou com mais um Brigarma de novo. Na proxima voltou com mais dois.. eheheeh Eu nunca saí ma porrada com ninguém em astral, sempre usei eneegia. E nunca vi novamente alguem que eu tenha resolvido atacar. E no innicio os cqraa tinham mania de querer esbarrar em mim logonquwbeu saia , para roubar energia. O problema noa e roubar enegia, o provlema e que isso faz voce acordar. Entoa coemcie a roubar de volta deles todas as vezes que faziam isso, e roubava sempre um poico mais do que elea tinham pego, para elea aprenderem qie sairiam prejudicados se tentassem faze risao comigo. Pronto, resolveu, nunca mais tive esse problema. Entao minha experiencia me mostra que se eu der o troco resolve. Ja esse relato inicil do Saulo dria a impressao que tudo só piora se voce for agressivo. Entao acho que depende de como cada um age mesmo. E uma ilusao pregarem por aí que voce noa pode fazer nada contra o espjrito so porque ele ja esta morto. Pode fazer coisas horríveis até por descuido, infelizmente. Mas se eles forem bulliers e notarem que voce nao connsegue se defender , vao abusar apenas porque.... DEVE SER DIVERTIDO ASSUSTAR A MANEZADA QIE SE PROJETA, KKKKKK Entoa lembre disso: muitas vezes eles só querem gozar da sua cara. Mas se a coisa parece séria, é bom que eles saibam que voce tem meios de defender.
  3. Last week
  4. Boa noite! Exatamente, “suor com sujo”! A parte das duas mulheres na jaula... poderia ser duas pessoas “perigosas” (atormentadas) e as outras duas pessoas “conversando” com elas poderiam ser espíritos bons tentando ajudar? Ou estou fantasiando muito as coisas? Eu venho acompanhando vários relatos no fórum e com algumas exceções noto que as minhas experiências estão sendo mais duradouras, mais intensas e com muita ação. Geralmente o pessoal encontra com alguém especial, ou sai voando, ou viaja, ou conhece seus mentores, ou encontra seu animal de estimação, ou é atacado por um gato, ou vai a lugares perigosos mas sempre bem acompanhado, etc... e eu estou sempre sozinho, vendo pessoas próxima a mim sendo “atormentadas”, sendo enganado e vendo entidades negativas. É assim mesmo que acontece no plano astral, ou eu estou criando essas coisas, ou tenho que melhorar mais minhas vibrações, ou tenho que passar por essas experiências para evoluir? Sobre as entidades li vários conselhos: Atacar elas; forma um escudo em volta de si; tentar conversar com elas; agir com indiferença; tentar melhorar a vibração para sair dali; falar “palavras mágicas” de ataque, etc. Se observarmos a maioria dos conselhos se contradizem. Queria aprender a agir com essas entidades, assim já daria um grande passo, pois estou empacado nisso. abrs.
  5. Sandro, obrigada pela resposta. Sim, o grande lance é manter-se na presença, como todos os sábios nos dizem. E como é difícil estar presente o tempo todo....Eu mesma me perco constantemente em meus devaneios infantis. A diferença é que estou começando a perceber isso. E as projeções começaram a partir dessa percepção. Isso que você disse sobre "saber" que vai rolar uma projeção é bem verdade. Já aconteceu comigo algumas poucas vezes. Parece que eu senti que ia me projetar à noite. Achei fantástico.
  6. Claro. Normal, igual ao fisico. Mas projecao sem lucidez chamamos de sonho memso, por uma questao de organizar as categorias. Mas nem todo sonho é projecao, alguns sao so fantasia cerebral. 1-Sim, milhares. Tem muita gente presa em masmorras do astral, escrsvizados por magos negros. 2- sim, mas e um sabor bem mais suave. Similar à diferença que existe se sabor entre umnl vegetal cuktivado na terra e um hidropônico. Assim.como se voce s eprowjta rquando estiver chovendo, consegue sentir o frescos da chuva passando por voce, mas se uma forma suave, nao de forma que seja desconfrotavel. Mas isso em relacaoa provar alimentos plasmados que as evzes temgente fazendo. No caso que voce relata e gostonde enrgias. Em geral esse pessoal mais suspeito ( por exemplo, a mukherada que tenta seduzir a gente) tem cheiro de suado/ sujinho. Mas gente mais pesada ja fa voce sentir gosto de carniça podre, mesmo em vigilia. A simples proximidade deles em vigilia pode te fazee pensar.que coe comeu carne crua podre. Ou pode sentir isso ao tentar tratar energeticmaente alguém que está com um " encosto" desse tipo. Isso memso em vigilia. El asyral voce nem chega perto, da para sentri como se a pessoa fosse uma "ferida inflamada".
  7. Boa noite! Irei seguir o conselho do Sandro e continuarei praticando. Sobre meu relato mais acima: O ambiente em casa está leve, os calafrios e o cheiro foram embora. Então, acredito que realmente aconteceu o conflito e a conversa. Na verdade, o cheiro voltei a sentir mais uma vez dirigindo, entretanto após uns 30 minutos sumiu e não voltou mais. Tenho algumas dúvidas simples: Posso está no astral tomando decisões como no físico e não percebendo está no astral? Ou isso seria sonho? Existem pessoas enjauladas no astral? Consigo sentir gosto (sabor) no astral? ----- Essas dúvidas surgiram dos dois relatos abaixo. Tentarei resumir o máximo. 1 – Acordei em uma escola onde percebi um corredor com apenas duas salas de aula. Em uma das salas de aula estava uma mulher conhecida, mas não lembro quem era. No corredor estava a mesma bruxa do relato a cima. Falei para a bruxa não mexer com aquela mulher e a bruxa concordou e entrou na sala de aula onde estava a mulher. Após algum tempo, passei pela porta da sala onde elas estavam e percebi a mulher deitada e flutuando em frente a essa bruxa e a bruxa falava algumas palavras estranhas. Entrei na sala, pedi para a bruxa parar, ajoelhei e beijei a barriga da bruxa. Senti um gosto horrível e acordei. Obs.: Ela tinha tatuagem na barriga. A sensação era bem real, sabia o que estava fazendo, mas não percebi que poderia ser um sonho ou projeção. Em momento nenhum senti medo e ou raiva da bruxa. E o beijo, não entendi bem porq fiz aquilo. 2- Acordei em uma esquina de uma cidade e sentia que já havia estado lá. Uma pessoa me abordou e perguntou se um prédio verde a frente, poderia desmoronar, pois tinha uma rachadura enorme e estava meio de lado. (Olhei para o prédio e vi uma pessoa subindo pela fachada externa como uma aranha e entrando em uma rachadura do próprio prédio. "Achei normal e nem me importei"). Falei a pessoa que sim e que todos deveriam sair de lá. Segui meu caminho e fui andando pela cidade percebendo que a maioria dos prédios estavam em situações precárias. Voltando, avistei aquele prédio verde e de imediato ele desmoronou, passando de 8 andares para 3. Fui correndo para o prédio para tentar retirar as pessoas que estavam lá dentro e percebi que o pessoal em volta nem se importou com o que aconteceu. Apenas umas 7 pessoas pararam e ficaram olhando, mas sem se importar. Entrei e fui descendo para baixo do prédio e encontrei 3 pessoas caídas. Peguei a primeira pessoa e retirei do prédio. Quando voltei tinham 3 pessoas normais e as duas outras caídas. Perguntei se elas iriam ficar ali olhando ou iriam ajudar. Então começaram a ajudar. Nisso uma pessoa que estava toda torta no chão levantou do nada e saiu como se nada tivesse acontecido. Então deixei os 3 ali e desci mais para o fundo. Lá encontrei uma senhora caída, duas mulheres dentro de uma jaula soterrada, um homem e uma outra senhora conversando com essas duas enjauladas. Peguei a senhora caída no colo e levei para fora do prédio, quando volte os dois ainda estavam conversando com as mulheres enjauladas. Fiquei indignado porq eu queria tirar todos dali e eles ainda estavam conversando com as mulheres enjauladas. Fui bem perto e tentei tirar as mulheres das jaulas. As mulheres eram estranhas e passavam uma sensação bem ruim. Mesmo assim, tentei retirar elas e foi quando a senhora me puxou e pediu para eu ficar em silêncio e observar eles. Eles tiraram da jaula duas criaturas pequenas parecendo recém-nascidos, mas menores e com pernas e braços mais compridos. A senhora se aproximou de mim ainda em silencio e me mostrou uma das criaturas mais de perto e foi quando eu acordei. A sensação era bem real, sabia o que estava fazendo, mas não percebi que poderia ser um sonho ou projeção.
  8. Mas sendo o sonho uma imitação perfeita da vida física, não teria porque achar estranho ver se reflexo, né? Estranho seria se houvesse reflexo durante uma projeção, já que para ter reflexo teria que haver uma luz fisica ali rebatendo na superfície do vidro. E a luz do astral não é luz na verdade, tanto que você enxerga perfeitamente bem mesmo sendo noite. Não é luz, portanto, mas percepção mental. Mas está cheio de relatos por aí de gente que se projetar e vai se olhar no espelho da casa... obviamente não se trata do espelho, mas de um simulacro que vai imitar essa função, porém, de forma diferente, já que não se trata de reflexo real. Por isso quase ninguém vê sua aparência fisica quando projetado. Pessoalmente eu não acredito em critérios confiáveis para diferenciar sonho LÚCIDO de projeção LÚCIDA. Mas já me aconteceu isso que você relata, de a gente "apenas saber" que aquilo não é real. Mesmo que seja hiperrealista, tem vezes que você sente que aquilo é um ambiente fantasioso, com personagens fantasiosas. Mas não dá para definir a diferença, não tem como responder à pergutna "como saber?". Só o que dá para fazer é a gente tentar se manter lúcido, que é, no nível mais básico, lembrar sempre que você está em corpo astral, no plano astral, sujeito a outras leis da física, mas procurando agir de forma compatível com a racionalidade, a ética e as leis desse plano. Então ficar preso no quarto porque nao achou a chave da porta , indica falta de lucidez, porque você deve lembrar que pode atravessar, portar, paredes, grades..sem problema, se estiver lúcida. Também não faz sentido achar que depende de veículos, ir atras de carros, motos, metrô.. para ir a algum lugar. Nem faz sentido ter medo de revólver, ou pegar carteria antes de sair.. são coisas que indicam que sua lucidez não está boa, ainda que saiba estar em astral. Também não faz sentido ,se estiver lúcida, tomar iniciativas que se fossem tomadas no físico, poderiam ser criminosas, etc. O grande desafio não é a projeção, orque ela acontece todas as noites mesmo com quem não tenta se projetar.O grande desafio é não perder a consciência. E nosso estado evolutivo não é de seres que cosigam se manter concsientes sempre. Um "iluminado" é como se chama a pessoa cuja consciência não apaga. A nossa apaga até durante a vigília, quando caímos em devaneios durante o dia. Então luta pela projeção consciente é apenas parte da luta para sermos menso sonâmbulos durante o dia todo. Ao andar na rua, tente ir contando de tras para frente, apnas números impares, de 300 a 0. Vai notar quantas vezes você se perde na contagem, porque se distraiu com algo, ou seja, sonhou... Quando essa distraçao acontece enquanto tentamos nos projetar, é o suficiente para perdermos o momento da saída porque perdemos a consciência, e portanto entramos no sonho. Claro que assim como você pode voltar a contar de 300 a 0, voce em geral pode acabar retomando o foco da tentativa projetiva.. (ou não, e acordar só 2horas depis ou só quando o despertador tocar). Por isso eu diria que o únioc critério que define a dificuldade projetiva é o empenho, o foco da atenção no que estamos tentando fazer.. Se você passar o dai todo só focada no assunto projeção astral, não só procurar manter boas vibrações, se praticar olhar o mundo questionando-se a toda hora se está em astral ou não, e se tiver um ama prática toda voltada para isso, todas as noites ao deitar, e ainda levantar de madrugada para aproveitar esse momento, que é o melhor para as tentativas, você consegue aumentar a frequência dessas ocorrências pelo simples motivo que SEU FOCO ESTARá QUASE 24H NISSO. Minha maior frequência foi 5 noite por semana, mas me geral a "média sustentável" é 2-3 x pro semana, desde que você não permita focar muito a mente em nenhum outor assunto. Basicamente FOCO é o oposto da DISTRAÇÃO, e é a DISTRAÇAO causada no momento das tentativas de projeção, em geral pela imagens hipnagógicas, que acaba nos fazendo apagar né? Mas tem gente que acha que pode haver razões espirituais para isso. Tem até o termo recesso projetivo, supostamente relacionado a mentores e tal. Como nossa consciência é ainda muito primitiva no critério de lucidez, é bem provável que sejamos mais dependentes de uma ajudinha deles para despertar (principalmente após termos apagado) do que do nosso esforço próprio, então os motivos podem ser os deles, pela agenda deles. Mas apenas porque não praticamos com o devido afinco. Já me aconteceu algumas vezes, e já vi o Saulo comentar sobre isso também nos vídeos, que do nada, em algum momento do dia, você sabe que irá se projetar naquela noite. Acho que eles nos avisam, porque as vezes é bem nítida, pode ser 11 da manhã, e do nada, você "apenas sabe" que na próxima noite vai ter projeção. Mas se a gente ficar só esperando isso, nunca aprendemos como fazer né?
  9. Boa tarde @Tamy, leia o tópico https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17033-por-onde-começar/, que o matador de dúvidas quanto a projeção astral e técnicas para o êxito nas mesmas. você tem livre arbítrio para através de sua vontade, técnica e capacidade, realizar a projeção astral, esse papo de que mentor proibiu, mentor disse que é perigoso, mentor disse isso ou aquilo é tudo conversa.
  10. Olá a todos. Sei que esse assunto já foi abordado várias vezes, mas ainda tenho algumas dúvidas. Já tive várias projeções astrais, sendo duas hiper-realistas, que foram maravilhosas! Essa noite, após mais de um mês sem contato com o astral, tive uma experiência e gostaria de tirar uma dúvida. "Sonhei" que estava em casa e ficava perambulando entre a sala, meu quarto e o quarto da minha filha. Era noite. Olhei para o jardim e vi algumas pessoas. Na mesma hora pensei: essas pessoas não estão lá, porque isso é um sonho. Depois retornei para o meu quarto, que era igualzinho ao quarto físico e decidi volitar. Foi delicioso! Flutuei em posição horizontal com a cabeça voltada para o chão e fui até o teto. Até então achava que era um sonho, mas olhei para a janela do quarto e consegui observar o reflexo no vidro (a janela estava fechada). No reflexo eu pude me ver perfeitamente (estava com outro pijama) e estava flutuando também. A imagem refletida era idêntica à imagem "real". Terá sido uma projeção astral com baixa autonomia e lucidez ou realmente um sonho? Outra dúvida: não utilizo muitas técnicas, apenas procuro manter boas vibrações aos longo do dia e, antes de dormir, faço um breve alongamento, uma curta meditação e ouço músicas para meditação/relaxamento. Procuro, também, me imaginar flutuando quando estou quase pegando no sono. Eu noto que as projeções astrais ocorrem de vez em quando e, às vezes, quando não espero. Vocês acreditam que a frequência das projeções conscientes nesse caso obedecem a algum critério espiritual? Eu gostaria de poder controlar um pouco mais a frequência das experiências, porque gostaria de ter mais projeções conscientes... Obrigada e um abraço a todos.
  11. Já que vocês tocaram no assunto filme, isso me lembrou um pesadelo que me marcou quando eu era criança. Eu devia ter em torno de 7 anos de idade, quando tava dormindo na casa de uma tia minha e ela adora até hoje filme de terror. Acredito que as imagens do filme tenham me espantado de tal forma que despertei lúcido num pesadelo e tinha um ser muito muito feio tentando me assustar a todo momento. Lembro que ele conseguiu inclusive chegar perto de mim dando uma gargalhada horrorosa... acordei num supapo. Essa questão dos filmes também me lembrou de um relato do Roberto Pineda: http://projecaoastral.com/experiencias/noite-dos-vampiros/
  12. É projeção sem dormir. O problema é você conseguir captar o que está vendo com seu corpo astral nessas condições. É o que acontece no "desdobramento apométrico", embora alguns autores aleguem que não, já que eles não aceitam a projeção em vigília, então tentam explicar de outra maneira. Mas é algo que se estiver acontecendo sem que seja intencional por parte do praticante não é uma boa, ate porque pode gerar acidentes, desmaios, atenção difusa. Se a pessoa sofre dessa condição tem que procurar maior aterramento, porque está desequilibrada.
  13. Realmente é muito interessante essa questão de cenas que ativam gatilhos do passado , eu por exemplo tenho pavor de escuro , me falta o ar, comprei lanterna, velas e o celular fica do lado da cama caso haja um apagão não madrugada ( devo ter ficado muito tempo no umbral escuro haha). Ouvir música com a velocidade mais lenta que a música original ou mais rápida e que vai alternando também me causa mal estar se bobear até desmaio por conta da angústia, e isso é desde pequeno, agora saber por que eu não sei haha. Na questão do desacoplamento em vigília, pode ser usado para algo? Quando acontecia isso eu morria de medo de ser algo querendo me incorporar hehe.
  14. Desacoplamento é quando seu corpo astral desencaixa parcialmente do corpo físico. Pode ficar um pouco só para o lado o que em geral te dá uma sensação inexata da sua posição corporal (similar a ter bebido algo, por isso motoristas bêbados cometem erros, porque o senso de posiçao está afetado), porque há duas informações ali, a do corpo físico e a do astral. Você se sente como se estivesse um pouco para um lado, ou um pouco para cima do seu corpo físico. E geral pode dar alguma leve vertigem também, por causa disso. Se estiver com o coro astral totalmente fora do corpo físico, embora possa estar acordado e conversando sentado ou deitado, caso tente levantar o risco de queda é muito grande, o senso de posição fica totalmente desregulado. Os sintomas que você descreve parecem ser fruto da sua conexão com coisas do seu passado, acionadas pelo filme. -Uma pessoa que teve contato com magia negra em outras vidas e teve problemas, ao se aproximar desses contatos de novo, ou mesmo filmes, sempre pode reconectar com antigos obsessores/experiências através da sua memória (tal como lá no outro tópico que falamos sobre energia dos objetos, a culpa em geral não é do filme, que também EM GERAL só usa entidades ficcionais, mas da sua mente subconsciente que ao ver algo no filme similar a uma vivência passada, reative os links com outra faixa de tempo), - Ou as vezes até devido a traumas gerados pela inquisição né? Não vamos esquecer que muita gente foi torturada pela igreja por ter mexido com assuntos que ela não aprovava. Isso deve ter criado uma certa "alergia psicológica" a certos temas, porque a pessoa deve ter associado, devido à tortura, que "estava sofrendo tanto por ter se metido com aquilo". Eu, por exemplo, nunca consegui estudar astrologia (só ler superficialmente) porque basta começar a ler sobre isso e começo a sentir gosto de ferro na boca. Vá saber o que tem por trás disso....Também já quase desmaiei ao ver uma exposição itinerante de instrumentos de tortura da idade média que andava na minha cidade, em 1998. Esta mesma: https://www.youtube.com/watch?v=UeXO-GVNp8A (São réplicas, portanto, a culpa não foi de nenhum tipo de energia dos objetos, ehehe), e outra vez foi vendo um filme, no cinema, sobre isso ( A cena final do "Coraçao Valente".Quem viu sabe que não tem nada ali que possa impressionar um adulto. Muito menos eu, que desde os 13 anos sempre gostei de ver filme de terror perto da meia noite e com luzes da casa apagadas, para máximo efeito. A culpa certamente não foi das cenas do Coração Valente, mas sim algum link de memória de vida passada.) Um exemplo até mais "ridículo" foi quando vi o filme Tróia com um amigo, lá em casa. Logo na cena inicial o Aquiles vai combater um gigante e quando se aproxima ele pula e, de cima para baixo, crava a espada no músculo trapézio do gigante. Meu amigo, que estava ao meu lado no sofá deu um gemido forte, disse que sentiu-se até mal pela cena. E continuou mal nos dias que se seguiram...ficou de cama, sentia dores por todo o corpo, ficava só deitado no quarto escuro. A esposa dele me ligou, já sem saber o que fazer e fui la. Quando o vi achei que ele ia morrer. Sabe quando um cachorro ou gato está mal, já para morrer, que o olhar está sem brilho, a musculatura toda flácida, como se pendurada no esqueleto? Até a voz dele mal saia... Mas tinha feito uma bateria de exames, "não tinha nada", o médico achou que só podia ser depressão. ele só dizia que aquilo pegou ele após aquela cena do filme. Que fiou mal quando viu, foi para casa mal.. e no dia seguinte já acordou todo dolorido e dali só piorou. Apliquei um Reiki nele, uma sessão só, e dali em diante ele começou a melhorar, o que me fez penar que o problema era mais espiritual do que psicológico, já que em geral precisaria mais sessões para gerar melhora. Mas quando é algo espiritual a vezes uma sessão só já remove a causa né? As vezes....
  15. Sandro quando costumava falar sobre espiritualidade com meus amigos na adolescência ( gostávamos muito de assuntos de espiritos e extraterrestres), eu ficava com muita dor na nuca e ficava exatamente assim tinha horas que achava que estava sonhando e tinha até que fazer alguns testes para saber, ficava com a visão até embaçada. Inclusive quando era adolescente assisti na casa de um amigo o filme " Médiuns"( não assisto mais filmes de terror por esse motivo), fiquei muito mal , sensação de perseguição, parecia que estava sonhando., Uma angústia muito forte , cheguei até a chorar e passei a noite em claro deitado com meus pais na cama, Algo poderia estar tentando me acessar? Oque seria esse desacoplamento? Não entendi muito bem
  16. Todo objeto tem sua energia eletromagnética, que é o que faz a ligação em todos os níveis para que ele se sobreponha da forma que ele aparenta. E isso obviamente interage com você em níveis sutis, talvez haja alguma frequencia de ressonancia quando estamos emocionalmente focados nesses objetos e isso meio que adicione informações ao objeto em sí. é só uma teoria...e de forma geral só ser pessimista não deve ter nenhum efeito sobre os objetos.
  17. É, pode ser que seja um processo autossugestionado ou não, embora eu ainda fique pendendo pro lado da ''energia que fica incrustada no objeto''. Isso me lembrou muito uns vídeos no youtube que apareceram como recomendados pra mim. Os dois são reality shows de uns médiuns aí lá nos EUA(nem sei se é verídico pra falar a verdade), mas me parece que eles possuem clarividência astral, caso realmente sejam verídicos. Pra quem quiser olhar lá, um deles é um tal de ''médium no volante'' do lifetime e outro é ''A médium'' se n me engano, do home e health. Em alguns vídeos, eles pedem um objeto pessoal de uso frequente do cliente pra poder se conectar com os seres desencarnados próximos à pessoa. Às vezes cai nos recomendados e eu olho mais pra analisar a reação dos materialistas mesmo, embora como eu disse, nem dá pra ter ctz se são realmente clarividentes verídicos.
  18. Comigo acontecia coisa parecida quando eu era mais nova, muito antes de ouvir falar em projeção astral e sonho lúcido. Frequentemente tinha uns sonhos onde eu pensava comigo mesma em alguns momentos "não vai acontecer nada, é só um sonho!" ou "não posso fazer isso, não é real". Nunca consegui "acordar no sonho", mas me lembrava ao acordar desses pensamentos que tinha enquanto sonhava.
  19. O pêndulo não é um equipamento independente. Ele EXPRESSA o que sua percepção detecta. Ainda é dependente de quem usa. Espero que não achem que estou desacreditando essa idéia totalmente. Só acho que a coisa pode ter sido muot exagerada. Na magia mesmo, na parte de talismãs, alguns materiais são considerados como melhores, exatamente porque preservam melhor a enegia neles depositada. Se não em falha a memória, cristais são os melhores, e depois os metais. Mas todos precisam ser preservados de outras energias, porque se deixados expostos assim ao léu, as energias dos locais, das pessoas, de quem os tocar, de quem os olhar...vai terminar descarregando a energia nele depositada pelo ato mágico. Imagine então as energias que forma meramente absorvidas pelo uso, sem ato mágico, tipo "o cachimbo do vovô". Depois de os netinhos pegarem, mostrarem para as visitas, botarem na estante como objeto de enfeite, encerar para ficar lustrozinho...já descarregou tudo, eheh
  20. Olha, não tenho uma opinião totalmente formada sobre isso ainda, mas me parece que objetos carregam determinadas energias. Fico também me perguntando se determinados materiais específicos absorvem mais ou menos energia do que outros. Nunca estudei Radiestesia, só li algumas coisas à respeito e me parece que a galera até faz seleção de objetos que possuem ''baixa vibração'' pelo uso do pêndulo
  1. Load more activity