Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Leaderboard

Popular Content

Showing content with the highest reputation since 08/18/2021 in all areas

  1. Vou deixar aqui uns links, para outros como ele que não saibam nada desse assunto já caduco: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/08/150812_movimento_olhos_sonhos_fn https://otrecocerto.com/2015/03/11/os-sonhos-voce-sabia-que-todo-mundo-sonha/ https://saude.abril.com.br/blog/com-a-palavra/o-que-a-ciencia-nos-diz-sobre-sonhos-e-pesadelos/ Trecho do livro Sonhos Lúcidos ,de Stephen LaBerge: Tem mais detalhes sobre a historia das pesquisas sobre sonhos aí. Só peca pela suposicao de que sonhos lúcidos é só um tipo e sonho e nao projecao. Mas os trechos selecionados e outros servem para demonstrar que onde há fase REM há ação acontecendo na mente do sujeito. E fase REM é fase do sono dos mamiferos, portanto, algo inescapável até para seu gato cahcorro, etc. Mas se sujeito achar que sabe mais, mesmo sem conhecer nada sobre o tema, pode daqui para frente estudar bastante ,virar cientista , e provar que tudo que a ciência fez ate hoje esta errado. Até lá: a terra é redonda, a cloroquina não funciona e todo mundo sempre sonha quando dorme.
    2 points
  2. Pois é, é relato de sonho né? Não de viagem astral. Pode ate ter sido viagem , pelo fato de seu avô não estava usando a muleta, e veio correndo. Se fosse só criação da sua mente ( apenas sonho mesmo) o mais provável é que o personagem plasmado do seu avô estivesse em condição idêntica a que tinha quando vivo. Quando é encontro astral a pessoa costuma ter uma aparencia um pouco mais jovem e mais "em forma". Mas como você não estava consciente de estar fora do corpo, para fins de relatos aqui considere que foi apenas sonho, que não é o foco do forum. Num forum de sonhos as pessoas poderiam relatar seus sonhos para saber o que eles significam ,já que se entende que sonjos são eventos simbólicos, que podem conter mensagens do subconsciente, que precisriam ser interpretadas. Em projecao nada ha a ser interpretado, entao a finalidade dos relatos é outra: mostrar o que acontece durante projeções lúcidas.
    2 points
  3. boa tarde, eu aconselho o contrário, faço com muita vontade e foco e limpe o bloqueio que esta sentindo no chacra básico e sexual, a energia tem que fluir em todos os chacras com facilidade, o que trará enormes benefícios para sua vida e para o desenvolvimento do parapsiquismo.
    2 points
  4. É, os EUA tem um papel bem sinistro neste planeta. Para quem não sabe e quiser ter alguma noção vou deixar uns links soltos aqui e cada um que vá juntando os pontos. Eu não acredito em " uma grande conspiração", mas acho que os caras vão administrando os negocios de acordo com as oportunidades que surgem e passam a olhar o planeta todo como seu parquinho de negócios. Então quando você olha o cenário geral, estão com um dedo enfiado em tudo. Vou deixar os links do youtube sem que abra a janela de vídeo aqui dentro do GVA porque esses temas são muito pesados. Eu fui interessado por politica de 1988 até final do ano 2000, depois me isolei disso. Só voltei a observar com mais cuidado apos esta projeção porque ficou claro que algo estava sendo preparado no mundo, e eu queria entender como isso começaria a aparecer no fisico. Desde entao tenho acompanhado mais o cenário politico nacional e mundial. Dica de Livro 1 , Documentário sobre o livro1 , comentário em vídeo sobre o livro 1 Outro documentário interessante Dica de Livro 2 , de historiador brasileiro. Esse livro em formato epub: DM.epub Em formato pdf: DM.pdf Algums conexões interessantes de 2014 para cá: Ucrânia: https://outraspalavras.net/geopoliticaeguerra/ucrania-o-lacos-discretos-entre-eua-e-neo-nazistas/ https://brasil.elpais.com/brasil/2014/04/21/internacional/1398107699_287160.html https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2020/06/01/interna_politica,860052/entenda-por-que-bandeira-em-protesto-pro-bolsonaro-e-associada-a-neona.shtml Outros locais ( terceirização da ação) https://operamundi.uol.com.br/permalink/12174 https://revistaforum.com.br/noticias/empresa-norte-americana-infiltra-mercenarios-na-siria/ https://www.bbc.com/portuguese/internacional-52616101 https://www.bbc.com/portuguese/internacional-57785156 https://www.brasildefato.com.br/2021/07/19/evo-morales-a-cia-contatou-a-inteligencia-argentina-para-o-golpe-na-bolivia (Ele cita ali a Operação Condor. Quem não sabe do.que se tratou é bom dar uma lida aqui ) https://www.poder360.com.br/internacional/bolivia-pede-para-brasil-e-eua-nao-interferirem-na-prisao-de-ex-presidente/ Brasil: Dois recortes do filme "Snowden", de Oliver Stone, que mostram trechos em que o Brasil é citado: https://m.youtube.com/watch?v=l7o_wKcFN7M https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2013/09/130908_eua_snowden_petrobras_dilma_mm https://www.conjur.com.br/2019-jul-12/brasil-atrapalhava-planos-eua-america-sul-embaixador http://portalclubedeengenharia.org.br/2019/08/03/a-lava-jato-destruiu-as-construtoras-brasileiras-para-entregar-obras-do-pais-as-empreiteiras-dos-eua/
    2 points
  5. Se estiver carregado depois de um dia cheio tente fazer self manifested chi Kung, automaticamente seu subconsciente irá regular as funções energéticas do seu corpo sem a necessidade de exercícios específicos
    1 point
  6. Não se esqueça que tudo é energia e, portanto, controlar as emoções também é ter controle energético. Gosto das ideias do Dalai Lama. Simpatizo com a forma como ele encara a vida.
    1 point
  7. Peço descupas ao @mvnobrega por atravessar o tópico dele, mas aproveitei pq achei q uma coisa tinha a ver c a outra, proteção energética, e é algo q eu preciso aprender a lidar. Obrigado pela resposta @Iogui. Sobre isso q vc disse, um tempo atrás li um pequeno livro do Dalai Lama, "palavras de sabedoria", e lá havia uma página q nos faz refletir e dizia exatamente isso, e com aquele toque de bom humor dele: "Olhe para a pessoa que lhe causa aborrecimento e tire proveito da oportunidade para controlar a própria ira e desenvolver a compaixão. Entretanto, se o aborrecimento for muito grande ou se você achar a pessoa tão desagradável que seja impossível agüentá-la, talvez seja melhor sair correndo!"
    1 point
  8. Bandeira, vou responder de acordo com a forma como eu penso, com dicas que se baseiam muito na minha experiência de vida porque isso que você pede é uma das grandes dificuldades da humanidade e você não vai encontrar num livro uma resposta pronta pra isso, até porque é um assunto complexo se você olhar com atenção tudo aquilo que está relacionado com o assunto. Então serão respostas fortemente pautadas na minha opinião e eu estou muito longe de ser detentor da verdade, verdade essa que ainda busco na tentativa de expandir a minha verdade relativa de acordo com o que consigo ir trabalhando em minhas próprias limitações: Penso eu, que o mais importante, é não se envolver emocionalmente. E isso é difícil porque, no nosso atual nível evolutivo, temos a tendência de nos perdermos facilmente em nossas emoções. Não adianta nada você estar lá calado pensando que você não está se envolvendo com o que estão falando se na sua mente você estiver em conflito, cheio de contrariedades, julgando e, de fato, se envolvendo emocionalmente. Pois nesse caso, você está participando passivamente de toda esta negatividade. Confesso pra você que eu ainda tenho dificuldades em conseguir ter o autodomínio necessário quando me encontro em situações como esta quando ela envolve pessoas muito próximas (com pessoas não tão próximas, colegas de trabalho e etc, isso é bem mais fácil). E passo por isso algumas vezes. Mas já consegui perceber uma coisa importante: essas situações são ótimas oportunidades. E por quê eu considero essas situações como ótimas oportunidades? Porque elas me colocam de frente com meus próprios demônios internos e são eles que me insuflam a me perder emocionalmente. Mas como tirar proveito de tais situações para crescer consciencialmente já que elas são uma ótima oportunidade neste sentido? Com um pouco de treino, você pode conseguir identificar os gatilhos que essas situações desencadeiam na sua própria psiquê e, durante tais situações, pode fazer auto análises rápidas observando o que está acontecendo no seu mundo emocional. Com o tempo, isso vai te permitir treinar o não julgar e vai te ajudar a se tornar uma pessoa menos agressiva, mais compreensiva e compassiva. Porque é preciso saber respeitar o momento do outro. Não dá pra exigir que todo mundo tenha o mesmo nível de consciência que você tem. Se você já é capaz de identificar que são assuntos negativos de fato, aproveite para observar o que tais assuntos negativos te trazem a tona. Eles te afetam negativamente? Mexem com suas emoções? Ao invés de se isolar, permita-se estar naquele ambiente mas seja como o óleo na água que mesmo estando em meio ao diferente, permanece coeso. Quando for possível, não fique num ambiente assim, negativo. Mas quando não for possível, aproveite o momento para crescer consciencialmente e desenvolver a equanimidade. Considero que uma das coisas mais importantes desta vida é a busca pelo equilíbrio. E essa é uma oportunidade real de se testar e de medir o seu equilíbrio porque é uma questão de saber se equilibrar como se você estivesse pulando de pedra em pedra em meio a um rio de águas revoltas para chegar na outra margem. Não é fácil e vai te exigir muito treino. Mas é possível. Com o tempo, você será capaz de estar naquele ambiente, não se envolver e, aqui e ali, sutilmente, soltar alguma coisa que ajude aquelas pessoas a se desviarem desse tipo de negatividade. Mas obviamente que se você entrar na sujeira, vai se sujar. Só que tem gente que se suja mesmo, faz aquela lambança. E tem gente que apenas sofre alguns respingos que podem ser facilmente limpos posteriormente. Mas isso exige destreza. Resumindo: aprenda a acender a luz interna que existe em você e não permita que a escuridão em volta a apague pois a luz é mais forte que as sombras. Essa situação é bem parecida com a que você descreveu anteriormente então tudo o que eu disse vale aqui também. A diferença é que essa é uma situação mais ativa e, portanto, um pouco mais difícil de lidar. Mas se você estiver preparado para a situação anterior, vai estar no caminho para lidar com esta também. Novamente aqui, o maior segredo é não se envolver emocionalmente e isso é muito mais fácil de falar do que de fazer. No começo você vai apenas começar a identificar o que está acontecendo no seu mundo interno. Muitas vezes tardiamente após já ter entrado na discussão de fato. Com o tempo e com treino você vai ser capaz de perceber que suas emoções começaram a se agitar e vai conseguir agir nelas conscientemente. Uma coisa que ajuda muito é praticar meditação, porque a habilidade que você tem que desenvolver na meditação é exatamente a mesma que você precisa para lidar adequadamente com essas situações. Você está lá parado tentando focar no objeto da meditação e, de repente, sem aviso prévio, vem aquele pensamento tentando te distrair do objeto da meditação e sua mente, não estando devidamente treinada, vai tender a responder a este estímulo e você pode facilmente se perder em devaneios. Quando você passa a ter alguma prática, começa a desenvolver uma habilidade que te permite identificar que surgiu um pensamento estranho, você o observa apenas o suficiente para identificar isso e então deixa ele passar sempre mantendo o foco no objeto da meditação. Esta mesma habilidade vai te permitir estar na situação, perceber que a outra pessoa está alterada, perceber a alteração surgindo em você também e não reagir a ela, deixar ela passar. Quando você conseguir fazer isso, vai conseguir sempre agir tranquilamente com qualquer tipo de agressão e isso vai te dar algumas vantagens. Primeiro, que se você estiver calmo, conseguirá ser mais racional e, portanto, responder de forma racional ao que lhe for dito. Isso vai lhe permitir pensar antes de falar, pesar tudo estrategicamente e só falar coisas que não coloquem mais lenha na fogueira. Quando você desenvolve esse tipo de atitude, isso é realmente muito poderoso. Você vai perceber que muitas das discussões vão cessar automaticamente só por conta da sua postura. Sim, isso que expliquei é o "como" fazer isso que você viu no vídeo. Não é algo que você vá conseguir fazer logo de cara. Não basta querer. Saber a teoria é fácil mas pra conseguir fazer, precisa primeiro entender, compreender e depois praticar. Não espere conseguir fazer isso logo na primeira tentativa. Então meu maior conselho não é na forma de uma técnica energética ou magística. Meu maior conselho é em relação a qual melhor postura adotar. Perceba que você trouxe situações que você enxerga como possivelmente problemáticas mas eu estou te dando uma visão positiva sobre estas situações: elas são oportunidades. Se você conseguir mudar o mindset, a forma como você se relaciona com tais situações talvez consiga agir de forma a trazer mais benefícios para todos os envolvidos. E talvez você consiga aproveitar tais situações para crescer como pessoa e, num futuro, até mesmo ajudar os outros a crescer como pessoas. Comece pequeno, de forma humilde. Se você conseguir trabalhar só no seu autocontrole em tais situações, já está bom. O resto é consequência. Lembre-se: você não tem controle nenhum sobre o outro, mas pode, com algum treinamento, ter controle total sobre si mesmo. Comece aos poucos, comece com aquilo que você pode ter controle. E você vai ver que você pode mudar o mundo, mudando a si mesmo. Mas isso é obra pra uma ou algumas vidas. Não espere resultados imediatos. A natureza não dá saltos.
    1 point
  9. Gostei da ideia de dispersão. Comprei um fone de ouvido bluetooth para essas ocasiões. Pra por ouvir um mantra sem que percebessem. Obrigado.
    1 point
  10. Olha, eu não posso ajudar nisso porque não passo por isso, mas como fui citado, vou responder com hipoteses a testar. Se eu estivesse num ambiente assim eu tentaria algumas coisas: - visualizar minha aura como se fosse feita de tijolos - visualizar minha aura como se fosse um ovo negro, um buraco negro que não deixa sair emissoes energeticas ou telepaticas, e nao permite que me detectem ( telepaticamente e energeticamente) - recolher os chackras para dentro do corpo e encolher mas engrossar a aura, para que se torne uma camada bem proxima a pele, mas grossa e resistente - Mas se eu quisesse tentar fazer o pessoal a dispersar, usaria a olve, ou imaginaria um furacão de chamas dentro da sala. Mas como disse, seriam coisas que eu tentaria, não sei se funcionaria porque nunca precisei ficar na mesma sal onde estejam falando algo que me gere desconforto.
    1 point
  11. Hummm ,é mesmo: http://quimicaeducacao.blogspot.com/2008/12/qumica-do-gudang-garam_16.html?m=1
    1 point
  12. Esse negócio é terrível para a saúde. É pior que cigarro normal. E também deve ajudar a atrair companhias indesejadas do ponto de vista espiritual.
    1 point
  13. Estranho isso. Eu, como tenho veedadeira alergia a que me toquem, quase nunca tentam me tocar, ehehe. Não cruzo com essa gente que quer pegar nos outros nao, então por isso eu talvez não possa te dar uma dica com 100% de certeza mas.... Suponho que sua preocupação seja com energias ( eu não me preocupo com isso em vigilia, apenas DETESTO que me toquem, nem sei a razão, ja detestava quando era bebê) mas projetado foi que notei essa mania que.os caras tem de tocar na gente, para pegar um pouco de energia. E percebi que a gente consegue bloquear a energia para ao sair quando nos tocam. Entao você talvez consiga fazer isso em vigília se notar que vao te tocar. Só que em vigília você não vai sentir se funcionou,.como dá para notar em astral. Talvez note pela reação da pessoa... Você faz assim: 1- quando for fazer contato dirija sua atencao para a área da pele em que havera o contato 2- mantenha a intencao clara de bloquear qualquer fluxo de energia ali e TAMBÉM tranque a respiracao. Você nao precia encher o pulmao de ar antes ne? Seja dsicreto, apenas foque conscientemente em paralisar o fluxo de energias e use a respiracao como sua " ancora" de apoio mental desse ato. Não tenho como explicar isso claramente, mas é uma atitude mental similar a que usaos quando trancamos a respiracao para nao inalar algum vapor perigoso. Talvez porque eu trabalho com química seja mais facil para mim, mas... imagine que voce vai entar numa sala em que no ar ha um vapor acido. Se voce.insira-lo e ele vai queimar seu nariz ,garganta, pulmoes. Entao você " tranca" a respiracao para ter certeza que nao vai mover os musculos respiratorios por distracao, até sair dali. É a mesma atitide: vai apertar a mao dd alguem que te parece desagradável? estenda a mão, fique atento a palma da sua mao e intencionalmente decida que nada fluirá dela nem da pessoa para voce, nem e voce para ela. Talvez a pessoa perceba que algo não fluiu e venha com a outra mao para tocar nas costas da sua mao. Nesse caso bloqueie toda a mão. Se o cara vai botar a mao por cima de voce, melhor travar todo o torax e cabeça ( tranque a respiracao junto, para ficar uma acao mais consciente) , porque esse tipo de pessoa vai apalpar as suas costas todas, e até a nuca, a procura de um ponto onde pegar energia.m, se sentir que nao achou o que queria na primeira apalpada. Já vi isso , mas nao fazem comigo porque eu ja pergunto na cara dura se o cara é "chegado em apalpar macho" eheehe.
    1 point
  14. A primeira coisa que a pessoa precisa entender é suas limitações. Quem não percebe que quase não temos livre arbitrio não percebe que essas escolhaa estão fora do seu alcance. Nós, os encarnados, estamos " presos" na roda das reencarnações exatamente porque somos prisioneiros das nossas emocões. Nossos desejos, ódios, metas, não são escolhas conscientes, são uma "resultalte de forças" ,da luta entre desejos e aversoes, cada uma puxando para um lado diferente. As paixoes que forem.msi fortes num determinado momento te arrastarao numa direcao. No mês seguinte, podem te arrastar na direcao oposta. Seres assim sem0re serão vitimas das armadilhas dos reinos do Samsara. Entao assim como aqui na vida fisica somoa arrastados em certa direcao por esses desejos internos, apos desencarnar esse processo e até masi intenso. Se você ja ze projetou ja deve ter notado isso a acontecendo: você tem um plano de sair do corpo e fazer algo... mas ao sair do quarto nota algo no chao, se agacha para pegar. No momento seguinte nota outra coisa ( ou aparece algiem e cala com.voce..) São as pegadinhas que parecem sempre tentar dssviar voce do plano que estabeleceu. Antes que alguém consiga desenvolver o poder da vontade num grau suficiente para ficar imune a essas " atrações" ninguém esta apto para achae que pode ficar no astral sem encarnar, porque esses proprias pegadinhas é que acabarao te atraindo para uma situacao em que você termina nascendo de novo aqui. Entao a meta de quem não quer voltar a encsmarnar aqui e desenvolver uma atitude mental que o torne imune as ilusoes do Samsara, uma " equanimidade" ao lidar com a vida . O livro tibetano dos mortos trata justamente disso, das condicoes e armadilhas do astral apos o desencarne: https://pt.wikipedia.org/wiki/O_Livro_Tibetano_dos_Mortos Como a maioria das pessoas não se esforçar por desenvovler essa "equanimidade" em vida, ao desencarnar a tendencia é voce ser arrastado pelas circusnrnscias e quando perceber já estara nascendo de novo. Quem tenta apenas lutar contra isso, sem ter as caracteristicas psicologicas necessarias para conseguir por merecimento precisa fazer outro caminho, pelo acúmulo de energias e desenvolvimento de poder mental. Mas isso tem um custo energetico, além de oferecer um risco de loucura para quem fica muito tempo sem encarnar, porque esses caras nao estao no astral positivo, ja que nao se desenvolveram o suficiente. Eles ficam vivendo no astral inferior, e precisam sufocar a realidade astral com plasmagens potentes, algo que um desencarnado comum nao tem capacidade mental ou enenrgwtica para fazer. Mas em algum momemto tudo pose desabar. Aqui tem um exemplo:Roger Reencarnando (trecho).pdf Entao a melhor forma de nunca mais voltar para cá é buscar é buscar eliminar o ego, os desejos. Educar-se no budismo é um começo adequado. Mas claro que em geral... Quem procura esse caminho não vê.o menor sentido em buscar eliminar os desejos, as emocoes intensas, etc. Por isso, para essas pessoas eu só posso dizer que: "Não, não é possível evitar reencarnar por nenhum artificio ou tecnica que você imagine."
    1 point
  15. 1- Bom, acho que só um desencarnado poderia te responder, porque quem esra encarnado não esta interessado em criar la o que ele tem aqui, já que o encarnado semore volta para cá né? Mas pelo que ja vi lá, o pessoal plasma um ambiente todo similar ao do fisico. Só que isso é " sintoma" do baixo desenvolviento deles. É exatamente porque eles não conseguem superar esse apego a uma etapa anterior que eles fazem isso. Não é algo desejavel imitar um plano com menos recursos. É como você estar aqui hoje e querendo usar codigo morse e nao internet. 2- Um local dá, voce pode fazer enquanto está aqui, mentalizando ele todos os dias, em detalhes. Após algumas semanas ele passara a existir no astral.m e ao se projetar ele pode ser sua base de partida. Porem precisa sua atencao nele para se manter, ou se dissipará. É por isso que ordens esotericas tem rituais que sao repetidos regularmente, para manter a parte astral do templo funcionando. Se deixam de repetir isso, o local astral gerado pela rotina vai se apagando. 3-Quanto a equipamentos, nao sei, mas suponho que nao precise criar cada detalhe necessario ao funcionamento porque nas faculdades psiquicas um paranormal nao sabe como fazer cada detalhe, ele só tem a intencão de fazer, e o efeito acontece.
    1 point
  16. RESPOSTA CURTA: Não conheço nenhum método confiável para diferenciar projeção astral de sonho lúcido. RESPOSTA LONGA: Os métodos alegados são fruto da experiência individual dos projetores. Porém, esbarram numa dificuldade de lógica: precisaríamos uma fonte independente para respaldar isso, o que não é possível. Exemplo: como eu sei que este sonho foi projeção e não sonho comum? Apenas pela confirmação de fonte externa, já que outra pessoa presente no meu sonho também lembrava do que aconteceu no sonho. Logo, não foi uma experiência que ocorreu apenas na minha mente (sonho), mas uma experiência que ocorreu num “espaço compartilhado exterior à minha mente”, tal como acontece numa experiência no plano físico. A esse espaço externo compartilhado chamamos de plano astral. E como eu sei que esta experiência não foi sonho? Porque pude conferir as percepções (direções, distâncias, formatos da paisagem) que tive com os dados do plano físico. Portanto, classifico A em termos de B, o plano físico, que é usado como parâmetro confiável, por possuir leis físicas conhecidas e formas inalteráveis pela ação da mente. Agora, quando a gente está ou sonhando (plasmagem mental) , ou tendo uma projeção (lúcida ou sem lucidez), em ambos os casos estamos lidando com um ambiente suscetível de ser alterado pela nossa mente. A diferença entre eles seria apenas de grau de alteração possível. Mas não há uma fonte externa, confiável, que nos diga exatamente em que grau se diferenciam. As afirmações feitas por projetores são resultado de suas experiências pessoais que precisariam ser validades pelas experiências de muitos outros, e ainda assim, tudo que podemos concluir é que acontecem N tipos diferentes de experiências. Falta um critério claro, um “ponto de corte”, algo objetivo, para separar distintamente um tipo de experiência da outra. Veja, por exemplo, algo simples: você levanta do corpo e entra na casa do vizinho, atravessando a parede que divide uma casa da outra. Observa a disposição dos móveis, quadros na parede, etc. Volta para o corpo. No dia seguinte, você arranja uma desculpa qualquer para bater na porta dele e ver se consegue reconhecer o cenário quando ele abrir a porta. Se for o mesmo que você viu, com um ou outra alteração, você considera que de fato teve uma projeção. Mas e se for diferente isso significa que foi sonho? Não, aí é que mora o problema. Considerando o que sabemos até agora, quando você atravessa a parede da sua casa esperando sair na casa do vizinho, nada indica que você sairá lá, porque o plano astral não obedece limitações espaciais tal como no plano físico. Não só pontos distantes podem estar conectados, como um “buraco de minhoca” da física quântica, quanto dois momentos no TEMPO podem estar conectados, e ao tentar se deslocar na variável “distância”, você pode acabar se deslocando em 3 variáveis ao mesmo tempo (distância numa mesma faixa, marco temporal naquela faixa, faixa vibracional naquela coordenada espacial). Uma vez que fiz isso, ao atravessar a parede fui dar dentro de uma livraria na capital do meu estado a 350km de distância da minha casa. Outra vez fui parar em campo aberto, sem nenhuma casa próxima. Outra vez fui parar na Espanha. Foram deslocamentos na distância. Mas teve vezes em que fui atravessar o teto para sair de casa, e fui brotar no chão de uma rua, em outro lugar que não faço nem idéia qual era. E em algumas vezes apenas saí no topo do telhado mesmo, sem problemas. Não tem como saber se obter o resultado inesperado é onirismo ou característica do plano astral. O que a gente sabe é que observamos maior capacidade de plasmagens intencionais ou não, após uns 10 min projetado, e uma quase impossibilidade de plasmagens em experiências de até uns 3min. Então considerando apenas essa variável, a capacidade da mente criar ilusões sólidas para o observador, podemos chamar esses dois tipos de “experiência rígida” x “experiência flexível”. Na fase rígida eu diria que é QUASE impossível plasmar alguma coisa, quer você queira, quer esteja turbinada emocionalmente por algum medo. Já na fase flexível, você já consegue plasmar com relativa facilidade, e muito mais fácil quanto mais tempo estiver projetado. Daí aquela regra que só funciona nos livros: para se deslocar no astral, basta pensar onde quer ir. Ora, eheheh, quem já se projetou alguma vezes sabe que essa regra raramente funciona. Mas porque ela falha em quase 100% das vezes? Porque fazemos isso logo após levantar do corpo.! Se você conseguir ficar uns mais de 15min projetado, isso começa a ficar mais fácil, a ponto de interferir na experiência e criar problemas. Ou seja, você está lá projetado há um tempo, então pensa num fulano, e o fulano aparece na sua frente, ou você aparece onde ele está. O problema é que isso é também uma das características dos “sonhos”, porque como tudo num sonho é plasmado, você pode plasmar como quiser o que deseja. E como isso é também uma característica atribuída ao plano astral, como diferenciar o sonho(lúcido ou não, tanto faz) de uma projeção? (lúcida ou não, tanto faz). Não acredito portanto que exista um critério objetivo para diferenciá-los, quando se trata de uma experiência no nível flexível, já que as “leis da física” de ambos os estados seriam as mesmas. Creio que apenas no caso da “experiência rígida” seria possível diferenciar dos sonhos, já que não existe, em tese, nada que te impeça de alterar o cenário no seu sonho, mas não seria possível alterar o cenário numa faixa astral mais densa, que é aquela primeira na qual saímos logo que levantamos da cama. Então fica assim: num sonho você é o diretor da fantasia, não há justificativa razoável para alegar que não consiga afetar as formas e aparência do cenário. Já numa projeção na primeira faixa, o ambiente, por ser mais denso, não pode ser manipulado com facilidade pela sua mente. Então as técnicas que falham os problemas energéticos, a visão turva, tentar atravessar a parede e ficar preso nela, seriam indicativos de que se trata de uma experiência astral real, não algo que sua mente criou e portanto poderia gerenciar sem dificuldades. Mas após um tempo projetado, você irá parar em zonas menos densas, e aí não tem mais como diferenciar, pela plasticidade do ambiente, um sonho de uma projeção. Nesse caso específico a que se refere, como se trata dos primeiros minutos da projeção não seria fácil gerar uma fantasia na qual você caia logo ao levantar da cama (mas é fácil plasmá-la enquanto ainda está deitada. A técnica do alvo mental se baseia exatamente nessa facilidade, que acaba logo que voce levanta da cama) . Mas se você for capaz de plasmar com facilidade alguma coisa logo após deixar seu corpo, ainda dentro de casa, eu acho que pode descartar que seja projeção e deva ser apenas sonho lúcido. Há ainda um segundo indicativo: em alguns casos é possível “apenas saber”. Não sei com que freqüência podemos identificar isso, porque isso só me ocorreu uma vez: Eu estava tentando me projetar e de repente senti como se estivesse dentro de um compartimento na parede. Como se fosse um túmulo na parede, bem estreito. Consegui me arrastar para fora e ao sair parei numa casa que eu não conhecia, não era minha casa. O ambiente era noturno, eu estava na cozinha daquela casa, a luz do luar entrava pelas janelas. Sai pela porta da frente e lá fora havia umas poucas pessoas caminhando devagar na rua, iluminada como se fosse pelos postes, mas sem fonte de luz visível. Uma mulher passou na rua caminhando, puxando um camelo pelas rédeas. Mas apesar do realismo da cena, nos detalhes dos objetos, pessoas, havia algo que eu sentia ser artificial, como se eu estivesse dentro de um game. As pessoas ali pareciam vazias, sem alma, com personagens de um jogo. Para mim era muito claro que aquilo tudo era um sonho lúcido, uma ilusão completa, embora não houvesse nada ali que eu pudesse apontar e dizer “ahááá! Isto aqui só acontece em sonho lúcido!”. Havia apenas uma sensação de “isto tudo que estou vendo é falso”. Agora, veja bem: Essa foi a única experiência em que estive num cenário falso? Ou foi a única em que PERCEBI estar num cenário falso? É impossível saber. Alguém pode alegar “você sente se é real ou não”. Bem.. eu não sou o tipo de pessoa que confia nesse negócio de “sente”. Eu sei que em alguns casos você de fato sente, apenas sabe, com certeza tranquila, que aquilo é ilusório, tal como sabe que quando vê TV não tem pessoas dentro da TV, ainda que pareça ter, ehehe. Mas o contrário não pode ser afirmado: quando você NÃO ACHA que seja ilusão, não quer dizer que seja real. Afinal... é exatamente por isso que os sonhos no enganam, eles sempre parecem muito reais enquanto você os está vivendo, só depois que acorda é que eles parecem menos reais, mas na hora ali, eles sempre te enganam. Também já vi alguém comentar que uma forma de saber seria você tentar controlar o que os personagens astrais que encontra vão dizer. Por exemplo, você poderia perguntar algo para algum personagem, e pensar numa resposta. E aí se o personagem te responde o que você pensou, isso provaria que ele é apenas criação da sua mente. Bem, isso é uma grande tolice, fruto de quem não sabe como funciona nossa mente. Observe em você mesmo, quando você tem uma dúvida sobre algo e pensa “como será que funciona isso aí????”. Note que enquanto você observa atentamente o objeto você gera um “vácuo” mental, que tenta “sugar” uma resposta do próprio objeto. É como se você tirasse a tampa de algo, e esperasse cair do céu... uma moedinha..... e essa é que é a resposta. Então a resposta aparece na sua mente de repente, com um estalo, e você pensa “Ahh, claro! Já sei!”. Portanto, o processo se obter respostas é um processo de abertura pessoal para algo que vem de um fora “indefinido”. Essa é uma propriedade da mente, que ao focar atenção em algo, é capaz de extrair algum grau de informação desse algo. Esse é um dos métodos tradicionais de meditação aliás, que permitiu aos antigos descobrir coisas antes que a ciência fosse inventada. Por isso quando você pergunta algo para uma fonte (um personagem astral, um médium ou até um baralho de tarô), você não pode ter nada em mente, ou você emitirá isso, e quando o médium o personagem astral ou mesmo o tarô for acionado, a resposta obtida será aquela que você emitiu, porque quando o vácuo mental for criado para que a resposta/moedinha caia na lata, será essa moedinha que você emitiu a primeira a cair, enganando o próprio personagem astral, o médium, e até o tarô. Em exemplo é um caso que já citei aqui, que li no livro O feiticeiro e seu aprendiz, do J.W Brodie Innes: Ele foi numa cartomante e ela fez uma leitura da vida dele, contando várias das reviravoltas emocionantes que ele teve... só que aquilo não era a vida dele, era um livro de ficção que ele estava escrevendo, mas que ela captou como se fosse a vida real dele. Então notem: o fenômeno parapsíquico foi 100% real, porém a informação concreta era 100% falsa, já que ela não percebeu que não era a vida dele que ela estava captando. Agora você imagina isso em astral onde na verdade a telepatia é o principal meio de comunicação, ainda que nos pareça que estamos falando. O grau de interferência na mente do outro será muito maior se formos fazer isso de tentar perguntar algo enquanto pensamos numa resposta fixa. Outro teste que alguns sugerem seria tentar controlar como os personagens astrais vão agir. Só que vejam.... uma das grandes vantagens que temos sobre os desencarnados é o corpo etérico. Isso nos dá acesso a um manancial de energia que nos torna muito mais fortes que eles, se soubermos usar as energias. É exatamente contando com isso que o trabalho de amparo é feito, até mesmo em vigília, quando se faz algum trabalho num grupo de desobsessão. Só uma pessoa totalmente desinformada poderia achar que só porque você consegue controlar os personagens astrais isso indicaria que se tratam de personagens plasmados. O que acontece num caso desses é que você estará usando de telepatia e de uma energia muito potente, num ambiente propício a sofrer efeito da mente e das energias. Ou seja, nos dois casos, num sonho lúcido com personagens plasmados, e numa projeção lúcida, você será capaz de induzir os personagens ali presentes a dizer e/ou fazer coisas que você tente impor sobre eles (exceto, claro, quando tiver um amparador/segurança ali presente, porque aí eles te “empacotam para a viagem” e te jogam de volta no corpo, ehehhe) Então pelo que pude aprender até agora, na teoria e na prática, você só pode estabelecer alguma diferença entre projeção e sonho lúcido nos primeiros...digamos...2-3min da experiência. Depois disso, não tem mais como ter garantia de nada. E em relação às mãos, eu notei que elas são altamente instáveis logo que você deixa o seu corpo, mas ficam totalmente estáveis após esses poucos minutos. Nunca vi elas derreterem após esses minutos iniciais. Mas lembro que o Robert Bruce comenta que acontece ainda, depois, só que muito mais raramente. Talvez sua duvida especifica sobre esse momento logo após a saída tenha sido motivada por uma sensação de irrealidade/ambiente nublado, e quando voltou da experiência ela não parecia tão nítida quanto as primeiras? Eu já tive projeções em que saí do corpo enquanto ainda me sentia deitado ali observando aquilo e achando que estava só fantasiando. Era como controlar um robô. Quando eu levantei as mãos astrais para olhar para elas, eu ainda em sentia deitado na cama, e meu "personagem astral", ja tinha atravessado a parede e estava sobre o telhado da casa do lado, e levantou as mãos como um personagem de videogame levantaria caso voce mexesse o joestick, ou seja, sem que eu tivesse a sensação de que "eu estava lá". Foi muito irreal muito estranho, e eu me sentia vagamente presente no físico e vagamente presente no astral. Nenhum dos dois era muito nítido. Mesmo assim, obtive uma comprovação dessa projeção esquisita , o que me mostrou que não dá para julgar se é projeção ou sonho, analisando apenas pelo grau de nebulosidade/irrealidade da experiência. Por isso que eu acho que a única meta que podemos legitimamente procurar, é a experiência lúcida, ou seja, saber que você não está usando um corpo físico. Porque isso é o que você pode fazer por si mesma, buscar mais autoconsciência. Já a classificação da experiência em si parece ainda algo meio nebuloso, que só pode ser classificada com certeza, depois, caso exista alguma forma de comprovação.
    1 point
  17. Se tivesse terminado com o ser te agarrando e voce acordando, daria para explicar quase tudo, a partir do momento que comecou a sentir frio, como sendo criacoes da mente para justificar a percepcao dos sinais energeticos de retorno ao corpo fisico. Leia este post no link, é sobre paralisia do sono, que não é o seu caso, mas na segunda parte so post, onde diz "a paralisia como percebida pelo duplo projetado" tem uma descricao das criações que a mente produz para explicar o que sente nesses casos: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17032-textos-do-robert-bruce/&do=findComment&comment=74024 Mas como o ser chegou, deu o recado, e foi embora, e voce só acordou depois, o mais provável é que fosse um aviso mesmo, porque quando querem te mostrar algo fazem assim mesmo: te mostram uma cena, voce observa, reflete, e eles só complementam com uma frase curta, tipo a " moral da historia" daquelas fábulas infantis.
    1 point
  18. Sim, parece que você está usando a exteriorização de energias projetada para as situações que atuou. Mas tem isso esta nossa personalidade que usamos aqui não sabe fazer certas coisas até que alguém nos ensine nesta vjda. Mas quando você sai do corpo, as vezes sabe coisas que não aprendeu neste plano, mas pode ter aprendido nesta vida, mas em astral, ou em outras vidas .oodia ja saber usar antes de encarnar. Porque isso é natural no astral, a gente é que esquece depois que encalha aqui no fisico, ehehe.
    1 point
  19. Estude o tema. É bem antigo, bem conhecido, quem quer aprender encontra. Você nao entender a relação entre movimentos dos olhos e a ocorrência dos sonhos, achando que "não tem lógica" é apenas sua falta de conhecimento sobre o tema reclamando alto.
    1 point
  20. Olá, tudo bem? Sou nova aqui e não possuo muito conhecimento sobre projeções astrais, porém tive uma experiência bastante diferente na última noite e estou tentando entender se foi por uma projeção astral ou não. Estava dormindo e acordei, ao abrir os olhos não conseguia ver o quarto ao meu redor, via meu antigo quarto, na minha antiga casa, por mais que tentasse enxergar meu quarto não conseguia. Tudo que olhava, a porta, janela, tudo era do quarto Da minha antiga casa onde morava com meus pais. Inclusive eu me sentia na mesma cama. Ouvia tudo distante ao meu redor, mas sentia a presença dos meus pais que estão vivos e ainda moram nessa mesma casa. Como se eu tivesse acordado no meu antigo quarto, mas sabendo que meu corpo estava no quarto onde moro atualmente. Por mais que tentasse me mexer ou voltar ao meu quarto atual eu não conseguia visualizar o quarto ao meu redor. Não conseguia sentir a presença do meu esposo que dorme ao meu lado todas as noites nem ouvir sua respiração. Fechei os olhos algumas vezes e abri e mesmo assim não voltava a visualizar meu quarto atual. Após tentativas sem sucesso me mantive com os olhos fechados e novamente adormeci, acordando algumas horas depois normalmente e visualizando tudo ao meu redor novamente. Isso pode ser um sinal de projeção? Alguém pode me auxiliar? Já tive experiências estranhas antes, mas não nesse nível de realismo e sensação. Dessa vez foi algo muito forte. Há formas de dominar melhor isso? Obrigada.
    1 point
  21. 04/062021 - Relato saindo do planeta Estava no meio de um sonho e do nada o sonho foi rompido e percebi que estava fora do corpo, na casa dos meus pais, que é normal eu ter projeção lá. Passei pela sala e fui até a frente da casa. O portão estava aberto e sai por ele. Saltei e comecei voar baixo, a uns 2 metros do chão, seguindo a estrada. Ao iniciar o voo comecei a ouvir uma música, bem bonita e calma, com a voz de uma mulher cantando em inglês. Tentei me concentrar pra não perder a experiência, então parei pra pegar na parede de uma casa, uma parede verde, depois passei a mão nas folhas de uma árvore. Feito isso, continuei o voo, mas eu queria voar mais alto, então olhei pra cima e me concentrei em ir na direção que eu olhava. Fui voando mais alto, e sai da rua da minha casa, comecei a ver vários prédios, muito altos. Da última vez que cheguei numa altura daquelas eu voltei pro corpo com frio na barriga ao olhar pro chão kkkk, então tentei ficar calmo e a música ajudava muito, mas como não parava de subir eu achei que já tava bom, já estava na altura das nuvens e olhei pra baixo, não senti frio na barriga dessa vez e vi aquela visão linda dos prédios no alto. Pra minha surpresa, não parei de subir, continuava indo cada vez mais alto, até que passei por uma nuvem muito densa, tipo uma neblina, e fui saindo do planeta, vi o lado da terra que estava clareada pelo sol e o outro lado que ainda estava escuro, com as luzes das cidades. Depois procurei a lua, e consegui ver ela. Eu tentei voar pra lua mas continuei me afastando do planeta, e perdi a lua de vista. Comecei a ficar com receio, não sabia porque me afastava e decidi voltar pro corpo, mas não voltei de imediato. Deixei de ouvir a música. Ao ficar pensando no corpo eu vi em uma tela mental uma coisa bem distante e pequena, meu corpo astral, voltando pro planeta, e uma voz robótica falando a trajetória dele, parecia muito longe do planeta, eu via o planeta de muito longe e aquela coisa que estava mais longe ainda, voltando em uma velocidade constante. Ao entrar na atmosfera do planeta, a voz também informou, então eu acordei no corpo, isso demorou alguns segundos. Eu gostaria de acreditar que estava sendo abduzido, mas eu realmente não faço ideia para onde estava indo kkkk.
    1 point
  22. Catalepsia projetiva Vou contar um relato, teve uma vez que fui dormir, no sonho eu estava em pé, na minha frente estavam 3 pessoas a direita minha irmã no meio minha prima na esquerda uma mulher q nunca vi, determinado momento minha prima estressou comigo, porém n senti uma energia feminina vindo dela e sim algo masculino, parecia ter muito ódio de mim, então minha prima veio em minha direção querendo me sufucar, acordei, fui tentar levantar, (eu estava de barriga pra cima) tentei levantar não consegui, lembrei de ti na hora, nesse momento decide deixar essa coisinha pegar a energia nesse instante consegui mexer e senti um tremilique no peito. Viagem astral Bom, eu sempre fui uma pessoa desapegada o que me facilitou muito e facilita até hj em alguns assuntos, o que quero que tu me ajude entender é um seguinte. Fui criada pelos meu avós, minha mãe me largou de banda, meu pai esteve perto de mim mas ausente, na verdade tanto minha mãe quanto meu pai, estavam lá, mas n estavam, toda crianção foi pelos meus avós, estou contando essa parte para dar uma liga na história, o fato foi que certo dia estava meu vô e eu em casa, meu avô teve o 8 AVC dele no banho caiu, mas n morreu, depois disso nos dias que vieram ele começou a ficar ruim de momeria n lembrava de ninguém, ia visitar ele no hospital ele n lembrava de mim a certo ponto, emagreceu e foi pro "saco"( morreu). Fiquei de luto por um tempo até rápido pq eu via como ele estava debilitado e prefiri que ele fosse embora desde quando ia ver ele no hospital, aceitei a morte dele, óbvio que lembro, mas n gosto de ficar puxando ele pra cá, algo na minha cabeça falava pra aceitar e eu aceitava sem problema, mas eu amo ele com todo meu coração, só fiquei triste pq ele n conseguiu se despedir de mim, era única mete que morava com ele e a vó desde 6 meses de idade, bebezinho feinha kkk. OK, passou o tempo n clamava a volta dele nem nada, somente lembrava de determinados momentos. Me mudei pra Portugal no início do ano, no meio do ano, fui dormir no dito sonho estava na cidade onde fazíamos a compra do mês, passei no mercado n sei pq desci a rua, no barzinho do Paulo o pessoal tinha falado que meu avô tava na rua a frente comprando pão onde sempre compravamos, então desci a rua e fui ter com eles, fui na direcção do carro, estava minha vó no carona (meu avô usava muleta por causa de uns dos avcs que ele tinha) mas no sonho ele n usava, ele me viu de longe foi pro outro lado da rua n entendi pq olhou pra mim e veio em minha direção correndo igual criança, lembro se falou algo, mas ele me deu um abraço de despedida, aquela despedida que ele n tinha dado, foi lindo, depois disso eu acordei, sentei na cama e chorei um bocadinho kkk. Tenho outros relatos, mas meu coração pediu pra mandar esses, espero que leia e me ajude a entender um pouquinho melhor, sou iniciante no assunto, obrigada.
    1 point
  23. Boa noite. Tenho 23 anos, quando criança eu sempre tive a sensação de estar fora do meu próprio corpo e constantemente falava isso pra minha mãe. E ainda perguntava "o que me impede de sair do meu corpo e de entrar no de outra pessoa?" Lembro de perguntar isso enquanto olhava meninos jogando bola (sempre tive péssima aptidão física) Minha mãe nunca soube bem o que responder. A medida que cresci mais, e tinha em torno de 10 anos sonhava constantemente que caía, que de repente estava no alto com muito medo de cair, e era sempre um lugar fácil de cair. Até que um dia cansei, tinha tanto medo de cair que decidi que não queria mais cair. Decidi me jogar. A primeira vez na hora de cair acordei, mas caí sem medo. Das próximas vezes, voei, flutuei, caí em pose de super herói, quebrando e levantando o chão ao meu redor com impacto. Quando fiquei adolescente tive longo período de depressão e ansiedade. Fiquei internada em casa durante meses, pois onde moro jovens menores de idade não podem ser internados em clínicas. Mesmo dopada, tinha pesadelos horríveis, sempre via morte, escuridão, pessoas correndo atrás de mim pra me matar. Cheguei a pedir para meu psiquiatra um remédio para não sonhar mais, pois não suportava mais a ideia de dormir com aquilo. Remédios que inibem sonhos são fortíssimos, dito por ele, optou por não dar. O tempo passou, os pesadelos continuaram. Eu sempre corria pra dentro de uma casa cheia de janelas e portas, e tentava fechar e trancar todas pra manter o mal lá fora, sempre falhava, quando estava fechando quase todas me virava e todas estavam escancaradas novamente. Até que um dia matei o que vinha atrás de mim, lembro de ter acordada exausta, como se não tivesse dormido. Desde então tenho sonhos onde cavo buracos para chegar em outras dimensões, sonho com línguas que nunca ouvi, mas durante o sonho entendo perfeitamente todas elas, porém quando acordo não consigo recordar, só sei o significado do que foi dito. Sonho com "monstros", paisagens lindas, histórias tristes onde apenas sirvo como 3 pessoa, pois ninguém me enxerga e também não tenho corpo. Sonho com advertências para dar a pessoas que conheço, sobre pessoas que não sei da existência. Sonho com o futuro, vejo minhas filhas que não nasceram, sei o nome dela e reconheço perfeitamente os olhos claros, embora eu tenha olhos castanhos e aversão a ideia de ter filhos. Muitas vezes sei que estou sonhando e mudo as coisas ao meu redor, espanto o medo, geralmente meu gatilho é o medo e então e sinto em paz, uma paz tão grande que até o momento desconheço enquanto acordada. Projeção acho que nunca tive, nem sei como seria. Espero conhecer pessoas que não me olhem like a freak depois que conto meus sonhos, espero ter novos parceiros para ouvir e ser ouvida.
    1 point
  24. Eu só posso SUPOR, não há como ter certeza. Mas mesmo na gnose se ensina que perto de momentos de juizo/ separação, reencarnam numa mesma época um monte de gente que estava fora do processo encarnatorio, exatamente porque eram retardatarios. Entao lhes é dada mais uma chance, antes que aconteca uma deportação em massa. Se você parar para observar notará que da a impressão que esse pessoal que "saiu da caixinha" de uns 10 anos para cá parece ter uma mentalidade, na melhor das hipoteses, medieval. A retomada descarada de atitudes racistas , machistas , gente valorizando autores da antiguidade como referência para mentalidade conservadora, posicionando-se contra a escola ( ensino domiciliar, defesa do ensino do Trivium e Quadrivium, curriculos de estudo antigo e medieval), bem como aumento mundial a acelerado nos estupros, além de crimes mais bárbaros, em que homens agridem mulheres com amputação... isso parece SUGERIR que encarnou de uns 30 anos para cá um grupo de espíritos que deve ter tido sua reencarnação anterior quando o mundo estava na idade média ainda.Ou mais antigamente ainda. Aquela mesma idade média que massacrava gatos pretos, bruxas, porque estava sempre enrolada com as teorias conspiratorias que a crenca no diabo inspirava. E obviamente esse grande número de pessoas vibra na mesma frequencia, e isso, EU SUPONHO, é que gerou esse retrocesso de mentalidade que estamos vendo no mundo. E aí vem a pandemia e leva mais qual parcela da população? A parcela que, devido a essa mesma mentalidade atrasada, é negacionista, não acredita na ciência, acredita em remedinho milagroso...e assim se expõe mais aos riscos. Então o que eu SUPONHO é que esta primeira pandemia é apenas uma das varias etapas dos processos de desencarrne coleitivo que estão se acelerando, supostamente de 1970 a 2070 , se nao me falha a memoria, para que se complete a migração desses espiritos maia retardatários para outros orbes. Assim a gente pode avançar sem que esses que se dizem " conservadores"( são reacionários, na verdade, não conservadores) fiquem nos puxando de volta para o que o mundo era antes do Ilumimismo. Muitos desses, além de terraplanistas, são abertamente monarquistas, vejam só! É aquela mentalidade de sociedade umbralina, sociedade altamente hierarquizada, em que reis e militares são a elite, e as mulheres são apenas propriedade masculina, moeda de troca e máquinas de reprodução. Portanto eu acho ( só acho mesmo, não sou médium, não tenho acesso a revelações de mentores e se tivesse, eu duvidaria delas) que as pessoas que se sintonizam com essas idéias estão fazendo sua escolha, uma auto-segregação voluntaria, para serem separadas da massa geral e formar um grupo de acordo com sua bolha pensenica, e após o desencarne , reencarnarem depois juntos em algum outro planeta na qual essa mentalidade de idade média que eles ainda possuem seja até algo avançado, em comparação com os nativos. Mas repito, achismo meu, conclusão 100% especulativa da minha parte.
    1 point
  25. O único argumento razoavel para isso foi a velocidade com que foram feitas, mas isso foi possível porque é um corona, um virus que já é nosso velho conhecido,além de outros fatores: https://www.unicamp.br/unicamp/tv/direto-na-fonte/2020/12/02/vacinas-contra-covid-19-por-que-o-desenvolvimento-foi-tao-rapido No fundo eles só precisaram adaptar o que já tinham, assim como a vacina da gripe e atualizada anualmente, não é algo que demora quando a base é a mesma. Não comecaram do zero, como FOMOS LEVADOS A CRER quando falavam que levava dez anos para criar uma nova vacina. O resto é um fenômeno social minoritario: os grupos de pessoas perturbadas que alimentam teorias conspiratorias. Esses grupos sempre existiram, mas são pequenos e tem pouco alcance porque a maioria as pessoas percebe que não falam coisa com coisa e estão apenas imaginando conexões logicas entre fatos isolados sem conexão demonstrável. Todo mundo percebe que essa turma é "criadora de contos da carochinha". Mas talvez por causa da internet, whatsapp, etc, e o efeito meio sacralizador das tecnologias de comunicação ( "se é artista de TV é lindo de morrer, se a opinião foi dada pelo jornalista da TV então é fato, se esta escrito em livro então é fato"....) foi transferido para meios em que os agentes não são prifissionais, que não tem responsabilidade com a informação. Então o "tio do zap" que antes todos na família sabiam que era malucão tem sua mensagem reoassada para varios outros, nos grupos ,que não sabem quem ele é. O malucao do bairro agora tem canal no youtube e apresenta suas doideras como se fossem "revelações mediúnicas". Isso ampliificou o alcance que os desequilibrados tinham para expandir seus delirios, agora mascarados sob a um processo de legitimicacao que a internet parece produzir, dando tela e microfone a quem não precisou passar por um filtro de seleção profissionalismo. Isso, por si só, já produziria um aumento natural do alcance das maluquices dos pequenos grupos. Mas aí você ADICIONA a esse fenômeno social natural o marketing politico intencionalmente olhando para esas bolhas de comunicação e assuntos que geram engajamento e bolando formas de tirar proveito, e você começa a entender como as coisas tomaram o rumo que tomaram: 1- china em crescimento economico como FRUTO da globalização nos anos 90 2- desmonte dos parques indsutriais ds cada pais, para montá-los na china, devido à mãi de obra barata 3- devido ao crescimento de invetimentos estrangeiros lá, com grana sobrando, a china passa a comprar titulos da divida publica dos EUA, e se torna seu maior credor, o que coloca os EUA numa situação vulneravel ,como o Brasil ficou quando devia ao FMI, oor exemplo, antes que o Lula pagasse a divida ( transferisse a dívida EXTERNA para INTERNA) -------------------------------- Um parêntese historico: Sabem uma das razões do antisemitismo, talvez a maior? Como os judeus perderam sua patria no ano 70 D.C, passaram a viver em outros paises e não podiam ter bens imóveis, tinham que investir em dinheiro que pudessem transportar com eles. Passaram a emprestar dinheiro a juros. Um grupo social especifico atuando como banqueiros. Quando uma comunidade estava muito endividada, inclusive reis, a estrategia mais rapida para eliminar as dívidas era criar alguma perseguição coletiva aos judeus. Já tinham feito com os templarios, já que foram eles que começaram a criar algo parecido com o cheque, e uma rede interligada de "bancos"( as sedes templarias) para descontá-los. Daí vieram os relatos difamatorios sobre adoração ao demônio e coisas similares, atribuídas mais tarde à maçonaria. É o mesmo método que usaram recentemente no Pizzagate e QAnon . Fizeram isso por séculos, e foi a mesma logica que Hitler usou, alegando que a riqueza alemã estava toda em mão de banqueiros judeus. E antes disso, na revolução russa as elites ligadas ao Czar já tinham comecaso a colocar a culpa da revolução nos judeus, porque Lênin teve certa ajuda financeira obtida na alemanha ( alemanha e a rússia estavam disputando um territorio lá e o Lênin era contrário a que a rússia , atolada na fome, gastasse dinheiro com guerras em territorio lááá no cantinho, e que de fato nunca foi seu. Então era natural que a alemanha achasse interessante ajudar ele, sob a promessa de retirar a rússia da guerra , caso fizesse a revolução. Mas aí né? Isso é contado cono conspiração estrangeira movida por ricos judeus) E antes disso: uma alegada conspiracao da maconaria ( na cabeca deles , cheia de judeus) para derrubar a monarquia da frança, na revolução francesa, e as demais na europa, com Napoleão. Fabricar teorias conspiratorias parece uma arma muito util que certos grupos que são derrubados pela marcha da historia usam para encontrar um bode expiatório e tentar assim barrar a adesão das massas a sua "nova era" em cada momento. ------------------------------ 4- Diante desse contexto, seguindo a formula usada contra os templarios , e no antisemitismo, que é difamar o credor, os EUA passam a adotar narrativas anti-china resgatando o velho discurso/medo anticomunista da guerra fria, porque aquela fobia ainda tem raizes na mente de muita gente mais velha e bastava dar um empurraozinho para ele acelerar de novo. Tipo "sugestão pós-hipnotica". 5- como a pandemia surgiu na china ( não por coincidencia, é porque lá é um foco disso mesmo devido às criações de animais, assim como a gripe espanhola surgiu nos EUA, nas criações de porcos, e se espalhou devido às viagens dos soldados americanos para participar da primeira guerra mundial) , e a primeira vacina necessariamente surgiria lá, já que foram os primeiros a ter acesso direto ao virus e tecnologia capaz disso, a oportunidade de direcionar o conspiracionismo dos pequenos grupos anti vacina contra a vacina chinesa, aliando ao discurso anti-comunista, criou a "tempestade perfeita" para fins politicos. Notem que até os 5G entrou nessa salada toda, tendo a covid como desculpa: https://www.tecmundo.com.br/mercado/151772-grupo-liga-5g-coronavirus-queima-antenas-reino-unido.htm Mas a motivacão é econômica/ politica: https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/2020/07/14/reino-unido-exclui-huawei-de-sua-rede-5g.ghtml https://mundoconectado.com.br/noticias/v/19397/governo-biden-quer-huawei-fora-de-leilao-5g-do-brasil Embora depois que uma teoria conspiratoria se espalhe seja dificil controlar seus desdobramentos, vocês devem ter notado que a maioria do pessoal antivacina, caso cite alguma para criticar, dirigem suas criticas para a vacina chinesa, não se vê quase preocupações com as vacinas criadas pela raça branca de países capitalistas. A astrazeneca/Oxford sofreu um pouco com isso mais tarde mas aí foi um medo gerado por CASOS concretos, os raros casos de trombose relatados, não por ficções como chips de controle ou outras baboseiras fabricadas para que o pessoal adiasse a vacinação para esperar a vacina "americana": https://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2020-10/bolsonaro-diz-que-governo-federal-nao-comprara-vacina-coronavac https://g1.globo.com/mundo/noticia/2021/03/15/eua-pressionaram-brasil-a-nao-comprar-vacina-russa-contra-covid-diz-documento-do-governo-trump.ghtml A tendencia é que não pare por aí e assim como tivemos vilamização da rússia por uns 40 anos, a vilanização da china, usando os mais diversos assuntos como desculpa , deve se intensificar nos próximos anos. Portanto, ao que ME PARECE, essa insanidade em relação às vacinas é uma "espécie exotica", uma mentalidade totalmente importada acriticamente apenas para ser usada como arma politica indireta, contra os adversários econômicos do momento (1o.- China , 2o.Rússia) Afinal, nunca tivemos essa preocupacao no Brasil , já que temos uma verdaderia tradicão cultural de vacinação BEM SUCEDIDA aqui. As famílias aprenderam na prática que quem vacina seus filhos os protege, quem não os vacina os aleija ou mata. São mais de cem anos de maes observando o que acontece com os filhos das vizinhas no seu bairro.Então aqui esse tipo de lorota pode até fazer barulho, mas não emplaca, porque a realidade fala mais alto:
    1 point
  26. Mas essa cultura de cobrar até oor esse tipo de coisa vem dos EUA, não é coisa de brasileiro não. Está aos poucos penetrando aqui. Tem relação com mentalidade católica x mentalidade protestante. Países onde o protesntanismo domina o pessoal é mais apaixonado por captar grana. Paises católicos essa atitude é mais comedida. Como aqui sempre foi um pais católico, tivemos forte essa atirise de não cobrar por certas coisas, como mediunidade. Com o crescimento do protestantismo no país, e com a internet, que permitou saber que os.gringos cobram por tudo, os oportunistas daqui aproveiitaram para aderir às mesmas táticas. Mas esse mal não é nosso não, é " invasão cultural": https://www.infopedia.pt/$etica-protestante
    1 point
  27. Eu não sou nem de direita nem de esquerda. Mas uma coisa é fato: nunca tive nem sequer a mínima vontade de votar no Bolsonaro porque sempre achei toda a conversa dele muito agressiva, desrespeitosa. Penso que quem age desta forma, não pode ser um bom representante público. Agora que vejo o péssimo governo que ele está fazendo e todas as suas atitudes descabidas só fiz confirmar o que já pensava. Na verdade, acho meio perigoso se apegar a estas "classificações" (direita e esquerda) porque não tem nada de exato nisso. Prefiro mesmo é, em cada eleição, pegar todas as propostas dos candidatos, pesquisar quem são, o que já fizeram, quais suas relações e com base em todas essas informações escolher o melhor (ou o menos pior, como têm sido ultimamente...). O principal fator que levo em consideração não é a qual partido pertencem ou se possuem inclinações consideradas mais de direita ou de esquerda. E também não tenho medo de votar em um candidato que eu sei que não vai ganhar por não possuir projeção na mídia. Eu não voto na imagem dos candidatos, voto em suas idéias e propostas. De uma forma geral, acabo tendendo um pouco mais para a esquerda porque é onde costumam estar as propostas que visam romper com o status quo e penso que muita coisa na nossa sociedade não funciona bem como deveria mas não me considero de esquerda de fato. Prefiro manter a mente aberta. Só estou falando isso porque acredito que exista aí uma relação com a proposta inicial do post porque, pra mim, tudo é espiritualidade, inclusive procurar ser consciente e se esforçar por escolher bem os candidatos numa eleição. Isso é agir pelo social tanto quanto praticar uma caridade ou ajudar uma ong de ações sociais. E isso é espiritual. Mas talvez seja melhor pararmos de falar sobre política aqui porque isso é assunto quente que pode gerar controvérsias. (Tantas vezes já tomei bordoadas no Facebook por causa desses assuntos!)
    1 point
  28. "Lobisomem" 18/07/2021 Me percebi solto do corpo quando dormia a tarde e levantei, mas fiquei sem visão, ainda um pouco sem entender muito bem se tinha saído, lucidez variando, e eu fiquei dando uns pulinhos tentando sentir o peso do corpo astral pra ver se tinha saído mesmo, até que percebi, “Se tô sem visão eu sai no corpo astral! Hora, vou abrir os olhos e se voltar pro corpo tudo bem” eu abri de uma vez e comecei a enxergar normalmente, e fiquei feliz por não ter voltado pro corpo. Sai da casa e saltei em direção a rua, comecei voar e quando estava voando perto de uns prédios, ao parar em cima de um deles, senti uma coisa atrás e quando virei pra perceber o que era, vi um “lobisomem”, o clássico mesmo, só que bem magro mas bem alto. Ele veio correndo atrás e eu voei pra despistar ele, mas não conseguia pegar altitude, eu parei no mesmo prédio ainda e olhei pra ele vindo e pensei “É, não tem sentido eu tentar fugir, é só um “Cachorro” vou usar energia” Eu fiquei preparado esperando ele chegar bem perto e quando ele chegou eu joguei ele pro lado aproveitando o próprio impulso dele e pra longe, com minha energia, sem agressão, bem tranquilo. Eu saltei do prédio mesmo e para alcançar uma altitude maior mais rapidamente, já que não estava muito fácil de ganhar altitude só olhando pra cima. Fui para um prédio maior e o espírito conseguiu vim atrás, mas empurrei ele com energia, 2 vezes, para derrubar ele do prédio. Eu olhei ao redor e vi que o prédio vizinho estava com aquelas janelas de banheiro aberto, aquelas pequenas, eu então pulei pra lá e entrei no prédio por ela. Fui saindo do apartamento e depois desci as escadas do prédio. Na recepção eu vi uma mulher falando com um homem mas eles não conseguiam me ver, vi a mulher como uma professora da faculdade que eu tive, pensei na hora na possibilidade de eu tá vendo ela no físico mas depois sai do prédio. Voltei pra rua, agora sem ninguém me perseguindo e segui voando, mas percebi uma estranha movimentação na praça ao lado e a desgraça estava lá tocando o terror nas pessoas. Até que chegou um grupo, tipo uns policiais do lugar, eles cercaram o “lobisomem” e um deles foi se aproximando, ele mostrava as mãos e pro espírito e ele ficava em agonia no chão, ele chegou mais perto e eu segurei o espírito com minha energia pra tentar ajudar, eles travaram ele com energia mesmo e uma mulher da equipe chegou pra falar comigo, perguntando se eu estava bem e tirou um sanduíche de uma sacola plástica e me deu, eu disse que estava tranquilo e que tinha tentado ajudar prendendo o espírito com minha energia, ela agradeceu e eu me despedir. Voei pro telhado de uma das casas da praça e sentei lá, mastiguei o sanduíche devagar tentando sentir algum sabor mas não consegui sentir quase nada, eu já comi coisas com sabor bem "fantasmagórico" de tão suave, mas aquele sanduíche tinha menos sabor ainda, e nunca comi algo com consistência, e então um grupo de espíritos pulou pro telhado e se sentaram comigo, começaram a comer uns pratos com tipo cuscuz com carne moída, uma coisa dessa aparência. Eu não entendi nada mas eu perguntei a um deles se ele queria o sanduíche e ele aceitou, ele comeu e disse “Isso aqui não tem gosto de nada!” Aí eu disse que também não senti gosto nenhum e pedi “licença” pra experimentar o que eles comiam e já fui pegando a colher do prato de um deles, e ele ficou incomodado mas eu disse que só queria ver qual era o gosto, e antes mesmo de eu experimentar fui puxando com tudo pro corpo.
    1 point
  29. Me projetei hoje dia 03 de junho, fui a um lugar, era uma escola ou creche, lá tinha um menino de cabelo loiro com síndrome de dawm, ele estava agachado, e sorria pra mim, me lembrei do livro que disse que tenho a missão de ajudar as pessoas, me aproximei dele e ofereci minha mão, ele abriu um sorriso largo e estendeu a mão pra mim, eu senti os dedos dele no meu, parecia tão real, então eu tentei enviar energias positivas pra ele, depois eu andei pelo local e olhei tudo, os desenhos de corações e crianças na parede, assim pude ver que se tratava de uma escola primária, minha visão as vezes se apagava e parecia que meu corpo tava sempre leve querendo flutuar, mas eu queria ver as coisas, e percebi que tinha um espelho, então eu peguei o espelho e fiquei me olhando e por um momento percebi que quando me olhava no espelho a minha visão finalmente ficava estática e eu conseguia perceber tudo de forma clara e nítida, conseguia ver meu rosto com os olhos inchados e cabelo desarrumado como se tivesse mesmo voado por ai, então peguei o espelho da parede, era um espelho com bordas brancas e meio pequeno, e tentei andar olhando pra ele, pra ver se eu continuava estática andando, e continuei andando, olhando tudo através daquele espelhinho, quando percebi que minha visão já estava um pouco firme continuei andando e vi uma senhora, ela estava em frente a uma pia com um vestido de zebra, ela estava lavando a louça freneticamente e sorrindo, então me aproximei, estendi a mão pra ela e ela imediatamente estendeu pra mim, enviei energias positivas e após isso eu disse que ela não precisava fazer aquilo, não precisava mais lavar a louça pois estava livre e podia fazer o que quiser, e então ela me falou, você é a mulher de quem o meu filho tanto fala, estava achando que não era real, e então tudo ficou embasado novamente e escureceu, acho que ela estava se referindo ao garoto com dawm, então eu pensei em voar pra tentar ver algo além, voei voei e consegui ver a cidade de cima, era uma espécie de círculo e bem luminoso, cheio de detalhes. Após isso acho que acabei misturando tudo com sonho lúcido pois apareci num carro com meu namorado.
    1 point
  30. O trabalho energético vem sendo realizado pela humanidade desde épocas remotas e de diversos modos apesar do descaso ocidental. Ou seja, povos antigos já perceberam que a energia que flui por dentro de mim e de você pode ser controlada, expandida e utilizada de acordo com o nível de domínio do praticante. Segundo a Conscienciologia, isso é possível sem a necessidade de rituais, do uso da imaginação ou de qualquer outra muleta nesse processo. Você já sentiu suas energias? Mas qual a vantagem em dominar as próprias energias? Caso você tenha esse questionamento, segue uma listagem com 100 vantagens, fora muitas outras, para entender a relevância evolutiva desse tema. As vantagens aqui listadas foram divididas em 4 categorias: vantagens pessoais, assistenciais, defensivas e multidimensionais. Muita gente passa a vida tomando passes e frequentando ambientes para que possa ser energizada e equilibrada. E se você puder fazer isso sem nenhuma dependência? SEÇÃO: BENEFÍCIOS PESSOAIS 01. Aumento da flexibilidade energética. O trabalho contínuo das energias torna o corpo energético flexível e muito mais fácil de ser mobilizado. Dessa forma, tornando mais eficiente às práticas energéticas em geral. A tendência é que quanto mais flexível for suas energias, mais forte serão todas as manobras fundamentais (circulação, absorção e exteriorização). Suas energias são fáceis de manejar, ágeis e maleáveis? 02. Promove a autocompensação energética. Seja qual for a causa de uma descompensação energética é possível através das energias inverter esse processo e gerar a autocompensação. Como vivemos imersos em um universo repleto de energias, toda descompensação não deixa de ser patológica. A absorção energética intensa é capaz de promover uma rápida melhoria e o retorno da potência pessoal. 03. Redução do estresse. As bioenergias trabalhadas de modo lento e consciente auxiliam na calma e na pacificação capaz de reduzir o estresse e a agitação da vida humana. Ao centrar a atenção em si mesmo e focar na técnica, por exemplo, circulando as energias sem pressa, geralmente com sensação agradável, e até certo ponto sedativo, têm efeito terapêutico. Não existe conflito sem o autoconflito. 04. Qualificação do animismo. Pelo fato do domínio das energias ser de base anímica, isto é comandado pela própria vontade, dá ao praticante autonomia e desenvoltura sem depender de mais ninguém. Na hora dos problemas não há dependências de “muletas” externas como médiuns, amuletos, gurus e nada do gênero. A vontade e a intencionalidade são fundamentais ao domínio das energias. 05. Ativação Energética. O trabalho bioenergético atua como um organizador dos nadis e chacras, promovendo o equilíbrio de vórtices desregulados e pouco ativos. Estima-se que haja mais de 88.000 pontos de energia ao longo do corpo e que são trabalhados “simultaneamente” na aceleração máxima do corpo energético (energossoma) promovido, por exemplo, pelo Estado Vibracional. 06. Leitura das energias do ambiente. Quem não é analfabeto energético consegue interpretar as energias dos ambientes e com isso se aproveitar delas ou mesmo evitá-las. Sentir padrões e analisar os mesmos faz total diferença para uma manifestação mais lúcida e sadia. Certas percepções e informações podem mais úteis e funcionais do que se pode imaginar. A psicometria é uma habilidade multifuncional. 07. Realização da desintoxicação energética. O desenvolvimento do corpo energético (energossoma) atua como um qualificador geral “enxaguando” e limpando energias indesejáveis. Assim como a limpeza física ajuda na manutenção da saúde, a movimentação energética é o desinfetante ou solvente geral que atua desde questões mais básicas até as mais complicadas. A energia bem trabalhada é prodígio para a desintoxicação. A mobilização intensa atua como um poderoso “lava-jato” das energias pessoais gravitantes excluindo formas-pensamentos (morfopensenes) indesejáveis e pensenes (pensamentos, sentimentos e energias) desequilibrados. 08. Auxílio na autopesquisa. A partir de suas práticas energéticas é possível conhecer um pouco mais sobre si mesmo. As sutilezas percebidas podem revelar muito aos olhos de quem está atento a tudo. Exemplos: alguém com autovitimização acaba diminuindo a potência do seu EV? A desorganização o impede de trabalhar razoavelmente as energias? Sua persistência contribui para a criação do hábito bioenergético? O seu Estado Vibracional, de certa forma, mostra quem você é. 09. Incremento da positividade. A atenção diária as próprias energias consolidam e sustentam uma atmosfera pessoal, ou um holopensene, de saúde e positividade. Uma pessoa bem-intencionada e com discernimento, que tem por hábito o trabalho energético, tem mais afinidade, em tese, para levar uma vida mais ajustada e com menos percalços. Energia sadia não promove desajuste. 10. Aumento do bem-estar. As energias produzem certo bem-estar íntimo ao praticante, por vezes gerando sensações indescritíveis e pacificadoras. O equilíbrio dos múltiplos corpos (holossoma) provocam efeitos benéficos independentemente da idade, do sexo, da formação cultural e de questões gerais. Entenda que ao invés de temer a movimentação das energias ela gera saúde e vida. 11. Melhoria da imunidade. O trabalho energético contínuo acaba por melhorar o corpo físico de um modo geral e também a imunidade. Vale dizer que um corpo energético forte predispõe um corpo físico forte e todos os benefícios de ter uma saúde mais estável para a realização das tarefas e exigências da vida humana de modo mais satisfatório. Toda pequena doença desperdiça tempo, energias e o foco nas tarefas pessoais. 12. Realização de check-up. A sensibilidade energética permite a realização de autodiagnóstico que vai desde pequenos distúrbios até alterações nos próprios chacras. Dessa forma, é possível ampliar com o tempo seu nível de acuidade integral aos moldes da chamada consciência corporal. Esse conhecimento de si mesmo permite a detecção de pequenas mudanças e possíveis causas e assim promovendo um equilíbrio pessoal por maior tempo. 13. Aumento do potencial energético. Da mesma forma que a força física muda de pessoa para pessoa o potencial energético também possui variações. Mexer com a energia não a esgota, muito pelo contrário pois ocorre uma potencialização gradual e isso se reflete em outros níveis manifestação. A maioria das consciências respeitam força, incluindo assediadores conscientes. 14. Maior acesso mentalsomático. Ao mexer com as energias entramos em contato com mundo que é subjetivo e interior. Não raro pessoas que ficam mais ativas energeticamente acabam voltando a estudar ou a tomar gosto pelas práticas mentais. Esse processo ocorre em função da qualificação das energias não apenas do próprio coronochacra como de toda área encefálica. O binômio energossoma-mentalsoma amplia a produtividade pessoal. Quem expande sua mentalidade evolui no ponto mais central. Um mentalsoma mais forte predispõe a um maior controle do corpo energético. 15. Suporte para acabativas. Serve como um instrumento capaz de melhorar a acabativa de algum serviço ou atividade específica. Por exemplo, é comum os amparadores patrocinarem EVs “espontâneos” ao término de uma projeção ou de uma seção assistencial. Quase tudo começa e termina pelas energias, consciente ou inconscientemente. 16. Expansão de chacras específicos. Do mesmo modo que a musculação aumenta o tamanho do músculo e sua força, o treinamento energético faz algo semelhante aos chacras alvo. Portanto, uma pessoa pode se tornar muito desenvolvida em vórtices específicos (expert) e ainda assim ter a maioria dos outros chacras mais expansivos que a média. Para isso é preciso muita prática e esforço em favor da própria expansão até que se domine certa área e suas correlações. 17. Diminuição da Impulsividade. A ativação do energossoma permite a centragem da consciência pelo encéfalo, não pelo subcérebro instintual. Desse modo, é possível observar que a impulsividade tende a ser menor em quem consegue mexer altas cargas de energia. Você já se libertou da conduta negativa relativa ao subcérebro abdominal? 18. Menor sedução energética. Ocorre gradualmente a eliminação da necessidade doentia e primária das seduções sexochacrais desnecessárias e fora de contexto. Assim o praticante acaba tendo uma vida mais centrada em si ao invés da dependência e da aceitação alheia. O autodomínio energético elimina o Homo sapiens vulgaris. 19. Ativação da sexualidade. A tendência é que uma pessoa energeticamente “morta” seja também alguém sexualmente ausente. Muito da potência de energia está relacionada com a potência sexual, salvo algumas questões de doenças nesse ramo. É comum alguém sexualmente inexpressivo voltar a ter desejo e maior intensidade sexual após começar a mexer as energias justamente por esse trabalho de reativação. Quase ninguém ativa suas energias sem a participação do sexochacra. A kundalini está entre as energias mais fortes em nós. 20. Possibilidade de chegar ao holorgasmo. A flexibilidade energética, gerada pelo esforço contínuo do casal, predispõe as vivências do holorgasmo para os parceiros afetivo-sexuais que tem a intenção e a vontade de promovê-lo por meio de metodologia específica. O holorgasmo é um processo energético e não tem relação direta com a ejaculação física. Você conhece os procedimentos técnicos do holorgasmo? 21. Conscientização da Evoluciologia. Saída intencional da condição primária do porão consciencial que não deixa de ser um desperdício de vida. Quando damos valor as energias podemos alavancar a evolução e sair do subnível que pode existir ainda de modo inconsciente. A maturidade energética tende a vir acompanhada de auto-enfrentamentos pessoais. 22. Maior Energopresencialidade. Com o passar do tempo, a força presencial é uma das mudanças mais perceptíveis da catálise feita pela melhoria das energias. É muito comum ver uma pessoa “apagada” e inexpressiva passar a por uma metamorfose silenciosa que a torna mais notada e apresentável. Muda-se a energia, muda-se quase tudo. 23. Manifestação com mais autenticidade. O domínio energético permite o indivíduo viver menos influenciável, com maior lucidez, seja qual for a dimensão. Dessa forma, pode-se dizer que a autenticidade torna-se presente a todo instante e não apenas em algumas circunstâncias. Se for para manipular algo, que sejam energias. Sua energia mostra quem é você, sob as influências de apenas si mesmo. Ser transparente é preocupante para você? 24. Autossuperação da vida materialista. Superação da visão materialista e do condicionamento meramente intrafísico para uma vivência mais abrangente, evoluída e menos limitada. Ao admitir e vivenciar que existe muito mais do que podemos ver acaba sendo um divisor de águas existencial. Quem realmente sente suas energias prova que a existência não e somente material. A melhoria da vibração energética causa refratariedade e aversão ao nível mais troposférico. 25. Depuração da autopensenidade. Depuração gradativa das manifestações pelos autopensenes cosmoéticos (enes). Isto é, com o passar dos anos as energias vão afetando positivamente toda manifestação pensênica (pensamentos, sentimentos e energias) mais séria a ponto de em casos mais raros auxiliar na incorruptibilidade da consciência. É no momento do seu ápice energético que você pode checar o nível de sua pensenidade magna. 26. Promoção da homeostase. Gerador da condição permanente e pacificadora da homeostase energossomática. O equilíbrio ocorre como consequência da fluidez energética. Desse modo o indivíduo fica até mais fácil de ser acessado e conectado por consciências de diversas especialidades e níveis evolutivos. Ative todos os seus chacras antes de pensar em avançar significativamente na escala evolutiva das consciências. 27. Diminuição de distúrbios do sono. Quem se exercita física e energeticamente normalmente dorme melhor que a média. No entanto, é bom observar se alguma técnica o deixa muito acesso e “ligado” demais quanto a lucidez. Há pessoas que dormem facilmente com o EV enquanto outras ficam mais despertas a ponto de não conseguir relaxar. Analise o que é melhor em função da intenção ao deitar. O que o sono diz sobre você? 28. Combate a energo-inexistência. A prática regular das energias torna-se um antagonismo óbvio e preventivo contra a ausência energética e as suas consequências nocivas. Dessa forma, o indivíduo deixa de lado o apagadismo, a autodefesa ineficiente e as intoxicações ininterruptas para viver o oposto de modo equilibrado. 29. Qualificação da Inversão Existencial. Quanto mais cedo uma pessoa aprender a mexer com energia melhor serão as suas chances de se desenvolver gradualmente e com maturidade. Assim sendo, é possível ir se desassediando prematuramente e tendo razoável domínio antes mesmo da adultidade biológica com ganhos ao longo de toda vida. Um inversor sem trabalho energético é como um piloto sem cinto de segurança. 30. Qualificação da Reciclagem Existencial. O reciclante existencial também deve casar-se com o desenvolvimento energético. Mesmo que seja alguém de idade avançada, o ajudará na vida integralmente e até mesmo no processo da dessoma, bem como na preparação antecipada para a próxima vida. A reciclagem pessoal é atemporal. 31. Diminui a ansiedade e sintomas de depressão. O trabalho regular com as energias permite um ajuste maior tanto do ponto de vista orgânico quanto consciencial. Não raro se percebe que a ansiedade é amenizada assim como sintomas que evidenciam estados depressivos. Vale ressaltar que nesses casos as energias ainda são secundárias e sem ir na causa desses problemas servem apenas como paliativos de ajuda temporária. Quanto mais forte as suas energias mais profundo tende a ser as renovações pessoais. 32. Vivência de ciclos de primaveras energéticas. Tendência no aprofundamento de ciclos de primaveras energéticas (cipriene) de modo consciente, construtivo e bem utilizado. Toda primavera energética acaba sendo terapêutica e preparatória para novos e maiores desafios que virão pela frente. A prática energética lhe proporciona energias sadias ou ressacas energéticas? 33. Interação com possível macrossoma. O controle das energias provavelmente deve influir positivamente quando se nasce com um corpo adaptado para seu propósito existencial. Uma hipótese que pode ser levantada é se existe algum macrossoma específico em relação as bioenergias. Outra hipótese é se o trabalho intenso de energias em uma vida proporciona o “passaporte” para um macrossoma na próxima existência. As energias potencializam o corpo humano. CATEGORIA: DEFENSIVIDADE 74. Profilaxias diversas pelo Estado Vibracional. Frente as técnicas energéticas o Estado Vibracional (EV) é um recurso profilático, ou seja, desempenha um papel preventivo sobre as mais diversas ocorrências e situações, sempre atuando de modo pró-amparo e pró-segurança. Do ponto de vista multidimensional, o EV é capaz de prevenir assédios espúrios, descompensações súbitas e situações que possam desencadear acidentes em geral. O Estado Vibracional pode ser mais vacina do que remédio. Você ainda usa o EV somente na necessidade? Ou já vem dando menos trabalho aos amparadores? 75. identificação das sinaléticas. Auxílio na melhora da sensibilidade e consequentemente na identificação das sinaléticas personalíssimas de caráter anímico-parapsíquico. Há parapsíquicos com dezenas de sinaléticas identificadas que sinalizam e descomplicam a percepção multidimensional. O binômio sinalética-EV é um recurso magnânimo para a vigilância interdimensional e para interrupção do assédio. 76. Manutenção da alcova blindada. O domínio energético permite que a alcova, ou base física, sede do corpo humano nas projeções e nas seções afetivo-sexuais, tenha uma blindagem energética frente as energias intrusivas e assediadoras na função de defesa local. Nesse princípio de exteriorização você imprime as suas energias que mostram quem manda no ambiente. Você mantém seu ambiente limpo de energias tóxicas e consciências patológicas? 77. Realização de encapsulamento. O encapsulamento é uma técnica energética defensiva que permite pessoas e até locais ficarem blindados e selados perante uma energia externa antagônica. Desse modo, é possível se fechar as intrusões diversas e manter sua condição de acalmia. Há momentos onde é preciso se fechar energeticamente. 78. Autodefesa Mental. Promove a autodefesa frente os xenopensenes (ou cunhas mentais) geradores de ideias fixas, autovitimizações, hipnoses doentias, manipulações diversas, certos tipos de surtos e todo tipo de patologia intrusiva de base mentalsomática. Como fica você perante uma consciência mal-intencionada que domina energias em alto nível? 79. Autodefesa Extrafísica. O Estado Vibracional é uma das inúmeras técnicas utilizadas como recurso para a defesa pessoal em outras dimensões frente as consciexes doentias, agressoras, perturbadoras, entre outros, capaz de manter o projetor lúcido e hígido sem a necessidade de voltar para o corpo. O EV é, ao que tudo indica, dependendo do caso, um porto seguro frente aos desafios e as problemáticas extrafísicas. 80. Geração da sustentabilidade energética. Promove o ser autossuficiente capaz de resistir gradualmente às pressões diversas, multidimensionais, rumo a uma serenidade plena. Com isso, fica cada vez mais resistente as energias tóxicas e desequilibradas. Essa condição pode favorecer até mesmo o mitridatismo energético capaz de anular a ação de cargas densas e mal-intencionadas. Quanta energia negativa você aguenta sem se alterar? 81. Hábito da autovigilância. A prática contínua gera a manutenção do Homo sapiens energovibrator em uma condição de autovigilância energética ininterrupta naturalmente. Assim que algo no corpo energético se altera, a percepção é imediata e corrigida se necessário. Ser autovigilante sem ter uma postura de alienação é algo raro e sofisticado. Você vive mais lúcido ou mais robotizado? 82. Identificar pessoas mal-intencionadas. Com a leitura energética é possível identificar pessoas que querem prejudicá-lo ou mesmo que trarão algum tipo de problema. Assim evita-se uma série de transtornos com alguém que pode até parecer amigo e sorridente, mas que, na verdade, é um embuste assediador. Toda informação que evidencie má intenção alheia é informação valiosa do ponto de vista preventivo. Como se diz, as energias são o maior cartão de visitas que existe. 83. Rastreamento de bagulho energético. Por meio das energias é possível a pessoa sensitiva identificar se algum objeto está com acúmulo de energias pesadas e patológicas, o chamado bagulho energético. Sem essa identificação um único objeto é capaz de poluir uma casa inteira com um padrão negativo e de difícil remoção. Portanto, essa detecção e remoção posterior do objeto é uma forma de limpeza energética fundamental para quem frequenta o lugar. Você gosta de algum objeto negativo? 84. Evitação do desviacionismo. Trabalhar com energia não é garantia de completismo existencial. No entanto, pode servir como forma de não cair em desvios espúrios da proéxis como, por exemplo, assédios possessivos ou surtos de imaturidade. A tendência é que a conexão com o curso intermissivo e a paraprocedência seja mais eficiente. Quem banaliza as energias pode ter problemas dentro de uma maxiproéxis. 85. Autodesestigmatização. A evitação de estigmatizações e macro-PK destrutivas geradoras dos desvios de proéxis, notadamente patrocinado pelas próprias energias não dominadas do parapsíquico. Importante ressaltar que todo acidente de base energética ou parapsíquica pode ser evitado. O estigma é resultado de uma ação energética proveniente de um emocional ainda desestabilizado. 86. Realizar desassédio. As energias são um recurso poderoso para o afastamento e a proteção em relação a intrusões negativas por parte de assediadores intrafísicos e extrafísicos. Dessa forma, quem se habitua a ativar e movimentar as bioenergias tende a ser menos assediado em função de um campo de energia mais hígido. Entretanto, mexer muito com energia, mas ter um nível de cosmoética ruim é pior e torna o indivíduo ainda mais assediável. Mas é fato que nossas energias são capazes de afastar todo tido de consciência negativa. SEÇÃO: MULTIDIMENSIONAIS 87. Aumento do abertismo. A percepção e a vivência das energias faculta um maior abertismo do indivíduo para contatar outras dimensões (multidimensionalidade) e para descobrir seus outros corpos de manifestação (multiveicularidade), sobrepairando a maioria da população terrestre ainda imatura e ignorante quanto a própria realidade. As energias são “portas” para realidades impressionantes. 88. Mudança dimensional. Com o domínio energético é possível o livre trânsito entre as infindáveis dimensões existentes, desde as mais pesadas e doentias até as mais sutis e evoluídas como a mental. Isso é feito por seres altamente evoluídos fora do corpo ou mesmo quando acessamo algum padrão durante a vigília física ordinária dependendo da sua vontade. Toda mudança de frequência é uma mudança energética. 89. Mudança de Holopensene. O trabalho energético feito de modo regular, durante os anos, permite a melhoria das energias conscienciais e multidimensionais alterando assim positivamente o holopensene pessoal e em alguns contextos até locais. Todo refinamento contribui para um avanço mais significativo da evolução. A mobilização das energias depura o microuniverso íntimo até o macrouniverso exterior. 90. Conexão com a dimensão energética. O esforço de dominar o próprio corpo energético permite a exploração inicial da dimensão energética (dimener) e suas nuances sutis. Por exemplo, vale se perguntar: “é fácil ou difícil mexer com energia nesse lugar?”. O hábito de sentir energias o deixa sempre mais alerta. Quanto mais perturbado for o ambiente, mais difícil tende a ser qualquer manobra energética. 91. Vivência de extrapolacionismo. O desenvolvimento energético predispõe ao praticante ter extrapolações parapsíquicas diversas e marcantes que evidenciam o próximo nível que pode ser alcançado se houver investimento e dedicação. As extrapolações podem trazer enorme vislumbre sobre o que é possível sentir, vivenciar e desenvolver. Os amparadores já investiram em você? 92. Fenômenos anímicos e parapsíquicos. Há uma gama imensa de fenômenos da consciência, superiores aos sentidos humanos, tanto de base anímica como parapsíquica, que podem ocorrer espontaneamente em função das energias ou mesmo que você pode dominar com o tempo. Há diversos fenômenos sequer catalogados até hoje. Energia transcende o material. 93. Aprimoramento do Parapsiquismo. Até certo ponto, pode-se dizer que todo mundo é parapsíquico em algum nível. Com as energias é possível progredir nas diversas esferas do parapsiquismo de acordo com as predisposições pessoais ou mesmo do investimento técnico. Muita gente quer melhorar o parapsiquismo, mas não é dedicado ao aprimoramento energético. Você é uma personalidade mais anímica ou parapsíquica? Está em desenvolvimento? 94. Vivência de experiências fora do corpo. O controle energético é um recurso poderoso que predispõe a saída lúcida para fora do corpo: tanto gerando condições otimizadoras no momento anterior da saída quanto fazendo o energossoma entrar em ressonância com o psicossoma. Não é preciso dominar as energias para só depois sair do corpo, nada disso. No entanto, quanto maior o domínio energético melhor tende a ser os resultados para o projetor. Energia é chave projetiva. 95. Incremento de lucidez. Na parafisiologia, o Estado Vibracional extrafísico e as demais manobras melhoram a lucidez e o raciocínio no estado projetivo, expandindo sobretudo as parapercepções durante as experiências. Toda pessoa que tem certo domínio energético tende a desfrutar de maior lucidez em suas ações. O hábito de mexer as energias enquanto acordado se transfere para as experiências multidimensionais. 96.Diminuição do lastreamento extrafísico. Nas projeções lastreadas, que dificultam a locomoção e a desenvoltura pelo excesso de energossoma, o trabalho energético atua como um sutilizador das energias que permitem manifestações pelo psicossoma menos denso. Uma experiência fora do corpo pode ser sempre qualificada dependendo das técnicas e habilidades do praticante e o lastreamento pode ser revertido. 97. Clarividência. A soltura das energias predispõe a ativação do frontochacra e a melhoria da descoincidência para predispor as clarividências gerais e faciais em níveis mais sutis e avançados. Essa capacidade visual é habilidade fenomenológica que pode ser desenvolvida por qualquer indivíduo dedicado. Todo mundo pode ser capaz de enxergar além do mundo material. As bioenergias desmascaram o invisível aos olhos. 98. Mudança de parafisiologia. As práticas energéticas acabam gerando efeitos sadios na fisiologia dos nossos diversos corpos (holossoma). Em relação ao corpo físico pode-se citar, por exemplo, fora muitas outras ocorrências, a aceleração da digestão, reorganização cerebral, diminuição dos batimentos cardíacos, suspensão da adrenalina, eliminação de pequenos distúrbios, entre outros. Do mesmo modo, reverberam efeitos também nos outros corpos mais sutis e em toda a sua parafisiologia. 99. Minimização de assédio. O autodomínio e a qualificação energética gera a diminuição gradual dos assédios interconscienciais, notadamente os miniassédios inconscientes e eventuais. É como alguém que começa a fazer atividade física e acaba anulando certas doenças imperceptíveis que iria aflorar mais a frente. Do mesmo modo há muito miniassédio desfeito que o praticante nem fica sabendo. Você se contenta em ser assediado? 100. Alcance da Desperticidade. O domínio energético é o primeiro grande passo, multidimensionalmente falando, para a consolidação enquanto ser desperto lúcido e interassistencial nessa existência. O descontrole energético abre brechas para todos os tipos de intrusões assediadoras desde as mais brandas e breves até tipos permanentes. Afinal, nenhum desperto é desassediado na vida humana e assediado extrafisicamente. Desperticidade: refratariedade homeostática. Qual a sua desculpa para não investir no domínio energético? Este texto traz apenas informações básicas. Estude! Se aprofunde mais no assunto! E não acredite em nada. Experimente! Por Alexandre Pereira.
    1 point
  31. Tópico maravilhoso. Vou contar uma comprovação que aconteceu com alguém que não acredita em nada disso. Tenho três irmãs e uma vez por ano nos encontramos na casa da nossa mãe que é um pequeno sitio em paulista. Vamos todos com seus conjunges e ficamos colocando o papo em dia por até altas horas da madrugada. Certa noite estávamos conversando na frente da casa do lado de fora do portão já na rua, devia ser por volta das 00:00 horas quando minha mãe acorda e vem ao nosso encontro, ela nos diz que estava sonhando, que se levantava da cama e vinha para frente da casa onde estávamos e via uns homens armados vindo em nossa direção, ela disse que se levantou angustiada com o sonho e veio pedir para entrarmos. Falamos que já iriamos entrar, ficaríamos ali só mais 10 minutos e ela disse que iria entrar para orar. Em menos de 10 minutos quando estávamos distraídos conversando aparece na esquina uns 12 homens armados, mas era tão próximo que não tivemos nenhuma reação, eles com truculência nos mandou entrar e seguiram caminhando mata adentro. Minha mãe é evangélica, mas o que ela descreveu como uma "revelação de Deus" é na verdade uma projeção.
    1 point
  32. Mas ouvindo o cara, dá para ver que ele está preocupado comas VÍTIMAS do PARASITISMO sexual que ataca ma internet. Aos 42 min: http://videos.clicrbs.com.br/rs/gaucha/audio/radio-gaucha/2017/01/timeline-gaucha-05-01-2017/174771/ Acho que não podemos esquecer que numa sociedade sempre tem grupos de plantão que vivem só de predar os mais fracos,e usam o discurso da liberdade para terem espaço para agir. Nós, cidadãos, podemos pensar meio que na lógica das opçoes que temos,e não desejar restringir nenhuma, até o dia em que tenhamos um filho que se tornou alvo de algum desses predadores ( consumismo desenfreado, drogas, jogos de azar, sei lá ). Me parece que quando você está lá na administraçao pública, quando você tem poder de criar leis que podem mudar as coisas e omitir-se de fazê-lo também traz consequências, a camiseta deve pesar, como no caso dos pais, e por isso acho que as pessoas podem raciocinar de outra maneira.Aqui no gva pode ver que o tema sexual é recorrente, parece uma preocupaçao constante de muita gente, então apesar de a proposta do cara PARECER ridícula, ela é uma tentativa de responder a um problema social real.
    1 point
  33. A Masturbação é uma atividade cada vez mais frequente e aceita devido principalmente à propagação de material pornográfico na Internet. Do ato mais simples ao ato mais obsceno e pervertido qualquer pessoa pode ter suas fantasias realizadas na tela de um monitor em poucos segundos. Esta transformação na obtenção de gratificação rápida origina diversas alterações no modo como o nosso cérebro analisa o mundo e processa informações. Neste artigo vamos estudar as consequências deste comportamento e enumerar os benefícios da abstenção dessa atividade. #1 - MASTURBAÇÃO NO CONTEXTO DA EVOLUÇÃO HUMANA Quando os humanos eram caçadores-coletores e viviam em tribos, existiam poucos estímulos em comparação com o mundo atual. Os parceiros sexuais também eram em menor número, o que controlava a produção de dopamina. Quantas mais são as opções sexuais, maior é a produção de dopamina, uma vez que o cérebro está programado, mais ainda no caso do homem, a espalhar a sua linhagem genética com o maior número de parceiras possíveis. A pornografia cria esta ilusão de infinitos parceiros sexuais no cérebro, originando o sobre-estímulo. #2 - FUNÇÃO DA DOPAMINA NO CÉREBRO A Dopamina é um neurotransmissor liberado pelas células e enviado a outras células. Este neurotransmissor é responsável pelo mecanismo de "recompensa" do cérebro e na produção de vários tipos de hormonas. Mas, o que são Hormonas? Qualquer tipo de recompensa aumenta a liberação de dopamina. Atividades como comer, fazer sexo, socializar e dormir aumentam a produção de dopamina. A maior parte dos estimulantes e drogas pesadas como as anfetaminas aumenta a produção de dopamina no cérebro criando uma falsa recompensa. Sem dopamina qualquer animal morreria de fome e sem qualquer motivação para sobreviver. A dopamina não é só responsável pela sobrevivência do ser humano, ela também influencia a obtenção de novas experiências e comportamentos de risco. Se o comportamento originar resultados desejados, então uma maior quantidade de dopamina será liberada de forma antecipada. Esta reação era útil no tempo em que os humanos eram caçadores-coletores e havia escassez de recursos ou quando algo ameaçava suas vidas. Mas o cérebro humano está muito ultrapassado para o que temos no mundo moderno. É devido a isso que alguns vícios como as drogas, casinos, álcool, video-game, são bastantes difíceis de combater. Neste contexto, a masturbação pode ser comparada a um vício, pois o mecanismo de liberação de dopamina é igual. O grau de dependência pode ser estimado com o nível de perversidade e malícia da pornografia visualizada. Assim, da mesma maneira como um toxicodependente não fica satisfeito com a inalação oral de drogas mais leves, os viciados em pornografia não conseguem obter qualquer estímulo através do ato mais simples de sexo. Em casos mais extremos, as relações reais com mulheres podem ser banais, ao ponto de não originar qualquer tipo de prazer, dando origem à disfunção erétil. #3 - MASTURBAÇÃO E A DISFUNÇÃO ERÉTIL Como já vimos, o excesso de masturbação com recurso da pornografia dá origem à dependência deste para obter cada vez mais estímulo sexual. Muitas das vítimas desta síndrome - AINDA SEM NOME - têm pouca experiência sexual e acabam encontrando no seu primeiro ato sexual com seu primeiro parceiro sexual, a disfunção erétil. A disfunção erétil causa imensa frustração e pode assinalar o final de uma relação. Quem sofre desta patologia devido ao excesso de masturbação não sabe o que fazer, afinal, os profissionais de saúde especializados nesta área ainda não estão conscientes desta nova condição. #4 - LISTAGEM DOS BENEFÍCIOS DE EVITAR A MASTURBAÇÃO Muitos destes benefícios estão interligados e relacionados com o aumento da testosterona no corpo. Todos estes sintomas são causados pelo correto funcionamento do "sistema de recompensas" do cérebro. Então, segue a lista dos benefícios. - Maior energia ao longo do dia; - Maior ambição e motivação; - Menos letargia mental e sonolência durante o dia; - Maior concentração; - Maior sociabilidade; - Maior sensibilidade - Maior energia sexual; - Menor ansiedade social; (Deve ser por isso que os nerds se dão tão mal em uma roda de amigos) - Maior propensão para ereções fortes; - Cabelo e barba mais grossos; - Voz mais grossa; PS: Vale ressaltar que nem todas as pessoas sentem todos estes benefícios. #5 - BENEFÍCIOS DO AUMENTO DA TESTOSTERONA Durante o período de abstenção existe um pico de testosterona no sétimo / nono dia. Sendo que depois desse dia, a testosterona estabiliza, mas num nível superior ao nível passado. A testosterona é extremamente ÚTIL. Segue uma breve lista dos benefícios do aumento da testosterona. - Aumento do pênis ou clitóris; - Aumento do libido e frequência de ereção ou aumento do volume do clitóris; - Aumento da barba e cabelo facial; - Gordura subcutânea no rosto decresce, ficando mais definido; - Aumento da força e massa muscular; (O que realmente nos interessa, hahaha) - Intensificação da voz; - Crescimento do maxilar, sobrancelha, queixo, nariz, remodelação do contorno dos ossos; - Aumento da largura dos ombros e da caixa torácica; - Aumento da energia física e mental; - Melhor manutenção muscular. #6 - COMO INICIAR A ABSTENÇÃO Não existe qualquer requisito para iniciar o período de abstenção, a não ser uma grande determinação para deixar o vício da masturbação. #6.1 A PRIMEIRA SEMANA O Grande desafio é a primeira semana sem qualquer tipo de estímulo sexual através da pornografia. Nessa semana poderá assistir a acontecimentos incomuns, como ter sonhos sexuais bastante vívidos, insonia, dores de cabeça, irritação e também agressividade devido ao pico de testosterona. Tudo sintomas de uma abstinência normal. #6.2 DEPOIS DA PRIMEIRA SEMANA A vontade para obter estímulo sexual será enorme, uma vez que o sistema de recompensa do cérebro é bastante forte. É neste momento que as suas reservas de dopamina começam a acumular e irá começar a sentir alguns dos benefícios da abstenção. O cérebro simplesmente usa essa dopamina em outras sistemas de recompensa tornando tudo o que já faz melhor ainda, mesmo coisas simples como comer, dormir, socializar etc. A sua qualidade de vida começará a melhor lentamente e bastante. #6.3 DEPOIS DO PRIMEIRO MÊS Os benefícios começarão a se solidificar e a disfunção erétil irá desaparecer no curto prazo. Só tenha cuidado para não ficar de pau duro em público pois agora o cérebro está muito receptível a qualquer tipo de estímulo sexual. Os seus orgasmos serão mais intensos e poderá ter vários num espaço de minutos. #7 - VÍDEO "ADOLESCENT BRAIN MEETS HIGHSPEED INTERNET PORN" https://www.youtube.com/watch?v=XvyejdlmKpE http://www.hipertrofia.org/forum/topic/176222-os-benefícios-de-evitar-a-masturbação/
    1 point
  34. Os Espíritas chamam isso de "reforma íntima". Eu acho fantástico!... Uma das coisas mais legais que é sempre reforçada no espiritismo.
    1 point
  35. Sandro, Eu nunca li nada parecido com essa técnica, mas a uns 2 anos atrás comecei a mentalizar sozinho algumas atitudes minhas que me prejudicavam e com isso comecei todos os dias de noite pedir em oração que aquela ação não fizesse mais parte da minha vida. Pensando de maneira técnica acredito que a repetição de se pensar, ou de realizar a retrospectiva como diz no texto, faz com que você automaticamente produza a lucidez no momento em que aquela ação indesejada atua. Para mim sempre que tal situação dar-se inicio, já me vem um estalo das orações que faço todo os dias e consigo controlar, até que a mesma deixa de fazer parte das suas ações. Acredito que tudo feito com intenção faz-se acontecer.
    1 point
  36. Olá, sinto que sua duvida ainda ficou parcialmente respondida: A bebida alcoolica em si não traz maleficios, o exagero sim. Muitos ritos de diversas religiões usam bebidas alcoolicas para a ligação com o mundo extra-fisico, se analisado sem preconceito e de preferencia com uma experimentação sadia, pode ser pecebida a diferença entre o gosto por bebida e estar bebado e a função elementar da bebida. Segundo alguns dizem, a bebida ajuda a abrir alguns chacras, sendo estes os mais importantes na incorporação e na movimentação de energia para fins especificos. Ja a combinação barzinho e bebida tem implicações maiores, uma vez que energeticamente o local é desequilibrado em vista das criações mentais que por ali passam (sexualidade e afins) dessa forma somente a sua presença no local já te influencia energeticamente; Mas, acredito que o alcool tenha um efeito colateral indesejado, que é a diminuição da consciencia, que é o contrario do que precisamos para a viagem astral. A movimentação de energia ocorre mais quando os chacras estao abertos, então se vc fizer tecnicas e beber, os chacras abrirão mais do que o normal e vc sofrerá mais com a situação. POREM: O objetivo de estarmos encarnados é poder nos relacionarmos com o mundo e as pessoas que nele estão, se quiser isolamento va para o nepal e passe o resto da vida numa caverna! Acho que as experiencias são interessantes e vale a pena vive-las. Assim, não acredito que ir a um barzinho ter uma reunião bacana com amigos te trara tanto mal que voce vai perder seu esforço. O pai é justo, seu trabalho será recompensado com justiça. Se você busca e pratica a viagem astral uma vez por mes, por 15 minutos e não se concentra, mas passa o dia todo no boteco, vai permanecer harmonico com a energia do boteco, e o contrario é valido. Obsessores temos em todos os lados e em todos os momentos, inclusive se pensarmos que quando "perdemos" a "nossa" energia estamos de frente com obsessores, então até mesmo a nossa familia é formada por obsessores, mas, se pensarmos que aqueles que precisam podem levar aquilo que não nos faz falta, ou ainda que por se transformar em excesso pode ate nos fazer mal, podemos chama-los de irmãos, uma vez que tambem vivemos no umbral. Só por estarmos encarnados estamos protegidos, se você ora, estuda e pratica, voce estara ainda mais protegido, pois nao tera afinidade com tais entidades e estara mais perto de ter afinidade com os seus mentores, dessa forma estará mais protegido pela energia deles. Com isso não quero dizer que você nunca podera sofrer um assedio que te leve a graves consequencias, mas não acredito que tomar uma cervejinha com amigos faça isso, mas sim debitos desta e de outras encarnações. Resumindo; Na pratica o que eu faço: Mantenho minha busca do jeito que posso, com minhas limitações. Procuro ter o objetivo de manter meu padrao vibratorio em harmonia com entidades superiores. Coloco meu pe no chao sabendo que sou limitado e que ate mesmo por isso tenho a proteção que preciso para ter experiencias que me corrigirão o carater, por isso quando acho adequado vou beber um pouquinho sim. Abraços!
    1 point
×
×
  • Create New...