Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Leaderboard

Popular Content

Showing content with the highest reputation on 09/28/2018 in all areas

  1. Bom dia Viajantes! Ando passando por uma nova "modalidade" de hipnagogia. Digo isso pois deixou de ser simplesmente uma etapa antes de projetar e se tornou mais um canal de contato. Pena que ainda desconheço muito sobre o assunto. Dia desses me vi "voando" dentro de um túnel que parecia o tubo de um aspirador gigante, escuro e cheio de curvas. Fiquei um tanto quanto assustado e cheguei a pensar que tinha desencarnado pois ando estranhamente febril e etc... No final desse túnel cheguei a uma sequência de fotos antigas mostrando momentos importantes mas não me localizei nelas! Esqueci praticamente de todas e só rememorei uma última que tinha umas 6 crianças e uma delas estava borrada. Depois disso acordei assustado e relaxei novamente voltando a dormir. Outro dia sentei num sofá aqui do escritório e de tão desenergizado acabei apagando. Por alguns instantes começou a surgir uma visão perfeita do local onde estava mas numa realidade paralela. Estava bem mais iluminado e os contornos da construção eram os mesmos. De repente aquilo ganhou força e virou realidade total por alguns poucos segundos até que meu celular vibrou no meu bolso. =( Tentei repetir a experiência mas não deu mais... Hoje sonhei/projetei com baixíssima lucidez e me vi sendo cuidado por uma mulher numa espécie de tenda num deserto super ensolarado. Tinha mais uns caras junto preparando coisas. A mulher comentava que eu preciso ficar mais tempo exposto ao sol já que vivo num lugar muito nublado. Que preciso aproveitar cada pequena oportunidade de sol. Em um determinado momento chegou uma figura diferente do meu universo de crenças com um visual bem do oriente médio e que começou a repetir o que a mulher tinha falado. Fizeram uma espécie de passe em mim e depois me mostraram uma foto um tanto fora de foco de uma pessoa com aspecto similar a Jesus. Não era ele mas tinha aquele visual que estamos acostumados a ver só que ia mais para um lado arábe/indiano. Terminou o procedimento dizendo "Sempre às ordens". Acordei hoje com menos febre do que os últimos dias. Ficou a sensação de que estou passando por uma fase de upgrade e que a febre é proveniente desse processo que afeta o nosso organismo a nível celular. Espero que seja resultado da minha busca pela abertura da clarividência. Muita paz e luz a todos!
    3 points
  2. Olá meus amigos, Essa noite eu saí do corpo algumas vezes, nada muito fora do normal, senti o momento da saída, levantei na primeira dimensão, andei pela casa com certa dificuldade, saí pra fora, voei um pouco, voltei pro corpo, dessa vez pedi ajuda pra sair de novo e pude ver dois braços me puxando e me levando pra voar. Enfim, uma boa parte das memórias dessa noite se perderam e esse tipo de experiência é até comum pra mim depois q comecei a estudar esses temas. Agora, durante a projeção eu lembro de pedir, ordenar e me concentrar para subir o padrão de vibração e eu me manifestar em uma dimensão um pouco melhor onde eu conseguisse um nível melhor de consciência, sempre saio na primeira dimensão e me sinto como se eu estivesse me movendo dentro de um gel, fico com uns 45º de visão e não ouço qse nada, é uma m#$%¨, as vezes melhora as vezes piora mas fico sempre por aí, as minhas tentativas de melhorar meu padrão vibratório por intermédio de prece ou de vontade pura não são muito eficazes, eu peço e o máximo q consegui foi um voo arrastado por braços de aspecto estranho como se eles estivessem apenas semi-materializados na dimensão q eu estava. Eu ordeno e nada acontece. Começo a achar q o Willian Bulhman é um cara já com muita experiência de outras encarnações e períodos intermissivos pra ele fazer as coisas da forma q faz tipo: "Eu ordeno e isso acontece." Comigo isso não tem funcionado, apesar de eu ter saído do corpo uma vez usando uma técnica dele. Isso pode ser devido a que? Eu sou preguiçoso e impaciente na minha evolução nesse sentido e cheguei agora e to qrendo sentar na janela? Eu sou um espírito mais primitivo e ainda estou circunscrito em uma faixa vibratória próxima a da terra? Eu já tive experiências mais amplas em regiões q pareciam melhores, mas somente com ajuda de um amigo do lado de lá, qdo "pareço" sozinho fora do corpo, minhas capacidades pessoais de controle e atuação do lado de lá são pífias. Oq posso fazer pra melhorar isso? Continuar praticando somente? Obrigado!
    1 point
  3. Fala, amigo. Como vai? Sobre a questão do sol... sei que não tem muito a ver com projeção em si, mas você comentou sobre a necessidade de se expor ao sol principalmente quando se mora em lugar nublado. Estive pesquisando e os dados mostram que a população brasileira tem carência de vitamina D, apesar de vivermos em um país tropical. Estou comprando suplementação de vitamina D na quantidade de 10.000 UI, que é um valor equivalente a 20 min de exposição de sol. Pesquisa sobre a vitamina D e o Dr. Cícero Coimbra! Inúmeras doenças autoimunes e outras estão sendo tratadas com sucesso... embora a maior parte dos médicos desconheçam a causa dos resultados serem tão vantajosos.
    1 point
  4. Interesse isso de upgrade a nível celular.
    1 point
  5. E você percebe que isso não é diferente EM NADA? Passar manteiga no pão e espalhar manteiga no pão, é a mesma coisa! ´Toda tradução pode ser fetia de muitas formas difernetes, é exatamente por isso que não nenhum sentido aquelas lorotas que circulam entre fanáticos religiosos, alegando "a versão da bíblia tal é fiel, a outra é distorcida". São escolhas diferentes de tradução, como acontece até hoje com livros modernos, em que tradutores diferentes sempre produzirao textos diferentes e não nenhum pode ser considerado mais verdadeiro que os outros. É por isso que se diz "Todo tradutor é um traidor". ---------------------------------------------------------- Em nada altera o que falei aqui:
    1 point
  6. Em uma tertulia do Waldo Vieira, ele comentou que o chakra da nuca deve ser desenvolvido, mas o cuidado com a sinalética desse chakra deve ser redobrado, porque tem uma grande chance de ser assédio. ja ouvi dizer que pode ser "abertura do terceiro olho", mas ja vi medicos dizendo que pode ser perda de audição, que é compensada com aumento do esforço do cerebro em ouvir, melhor consultar um médico. Abraços.
    1 point
  7. Mas o corpo teve morte cerebral então não tem alma. Todo conjunto sutil foi embora menos a vitalidade. Isso na teoria. Já a cabeça saudável carrega todo conjunto sutil e deve se adequar a novo corpo e campo vital. Lógico que é tudo especulação. Vamos ver se sai ainda nesse ano essa cirurgia.
    1 point
  8. O corpo é feito de comida e é trocado varias vezes com a renovação celular. Então é só troca de átomos igual na troca celular.
    1 point
  9. É, esse pessoal "muito avançado" em geral parecem ter um parafuso a menos mesmo, eheheh. Sim, o pessoal da apometria lida muito com esse conceito das frequências, mas eles não são a mesma coisa que o Samael explica. O Samael fala do ponto de vista de um ocultista tradicional, para quem não existe esses conceito. O que ele fala é o mesmo que eu falo aqui, de a gente ter uma vida em astral, a noite, que não necessaraiemente corresponder ao que somos aqui, em vigília. O sujeito sai em corpo astral, sai...vai lá e apronta horroroes...volta para o físico, que acorda e não lembra de nada. Depois está apanhando de obsessores ou magos negros, e nem sabe porque. Mas na noite seguinte volta lá e apronta outra vez, ehehe. Esse lance de frequências eu não tenho como te explicar, me parece uma "invencionice moderna", que pode até explicar melhor as coisas, do que o modelo simples dos 7 corpos, mas não em dediquei a entender isso, se fosse opinar poderia falar algo errado. Melhor você tenta entender com esse pessoal mesmo.
    1 point
  10. @sandrofabres Entendi, eu perguntei pq estava lendo os relatos desse grupo de apometria: http://apometriauniversalista.blogspot.com.br/ e me lembrei de ter visto vc falar que já participou de grupos semelhantes. Para eles parece ser super normal lidar com "frequências abertas" de vidas anteriores dos consulentes, "fecha-las", apagar a "memória" do eu da tal frequência e recolocar o cara no físico. Eu vi alguns conceitos parecidos em alguns textos do Samael Aun Weor, onde enquanto nos estamos aqui no físico vivendo nossas vidas, estamos (possivelmente) ao mesmo tempo em dimensões interiores cometendo todo tipo de atrocidade e aumentando nosso "karma", onde haveria a necessidade da destruição dessas frequências para que houvesse um real equilíbrio. (Essa é minha interpretação do texto do Samael). Eu estou começando agora a ler os textos dele, sempre tive um pé atrás com ele, a maneira com q ele se expressa é muito estranha é místico de mais pro meu gosto, mas talvez seja mera questão de linguagem, eu também me sinto incomodado com a maneira com que o Waldo e o pessoal da conscienciologia se expressão, aquele monte de termos e palavras novas pra coisas antigas me deixam de estômago embrulhado, aquilo parece só dificultar o acesso a informação e criar um clubinho isolado pela linguagem. (Mais eu acho q isso foi proposital).
    1 point
  11. Teve um bug ontem, perdemos os posts que foram postadso 1h antes do backup.
    1 point
  12. Isso é um conceito que não sabemos se é real Nino. Se considerarmos apenas a projeção comum, se vocêe está em vigília e uma parte se proejta, você fica sim "lerdo" aqui, as pessoas notarão que você "está com a cabeça nas nuvens". Se estiver projetado em rela-time, e mudar de faixa, segundo o Bruce o duplo da zona real-time perde energia, apaga, fica zanzeando sonâmbulo pleo astral, ou retorna para a cama, deitando sobre o corpo. Também se você está muito acordado no físico, seu corpo projetado enfraquece, a ponto de você cair no chão,(em astral), não conseguir ficar em pé, e por fim acorda completamente no corpo) Mas eu já fiquei ativo em quatro frequências simutltâneas sem problema, porém cada uma operava numa zona de tempo diferente. Então o que eu estava fazendo na parte etérica, deitado na cama, estimulando os chackras, durou cerca de 1 minuto, meu eu projetado na real-time recebeu o efeito disso, sabendo que era meu eu "etérico que estava fazendo aquilo e ainda pensou "ah, agora sim melhorou ,está funcionando!". Meu eu da proxima zona entrou num templo astral, onde havia gente esperando, para receber curas, algo que durou uns 10 minutos....e uma outra frequência também se dissociou, sem estar usando um corpo, sendo apenas uma consciência observadora, e observou outra situação, difícil de descrever. Tudo isso foi simultâneo, e consciente em todos. Mas tudo isso se encaixa nas divisões comuns dos corpos: - etérico deitado no físico - duplo real-time a 3m da cama - corpo astral propriamente dito operando num templo do palns astrais - um suposto corpo mental Mas quando se trata de outras alegadas frequências relacionadas supostamente a outras vidas, de um passado acontecendo simultaneamente numa dimensão paralela, ou em outra zona de tempo percebida "erroneamente" como linear por nossa mente de vigília, aí já não sei, ehehe
    1 point
  13. @sandrofabres Repostando aqui, meu post sumiu. Uma dúvida Sandro, vc que já participou de grupo de apometria, frequências abertas no astral podem drenar energia e podem reduzir nossa capacidade de controle quando em uma projeção? Por exemplo, se além de estar consciente projetado na real time eu esteja projetado em várias outras frequências com minhas antigas personalidades de outras encarnações?
    1 point
  14. @Iogui Com certeza a sintonia influencia na lucidez, mas sempre q minha sintonia esta boa eu durmo pesadamente a noite toda, não "sonho" com nada e acordo super bem com várias intuições e posturas novas perante os desafios da vida que eu não tinha ao ir dormir. Não sei, parece q qdo minha consciência tenta se manifestar em um plano superior ao comum pra mim eu não registro nada na memória do físico, talvez propositalmente ou não. @sandrofabres Obrigado pelas respostas, acho q já consigo entender um pouco melhor essa problemática, vou continuar trabalhando no sentido de ampliar minhas capacidades e conhecimento do assunto e vamos ver como as coisas vão evoluir com o tempo. As técnicas do Buhlman qdo no físico ajudam a lembrar no astral oq vc qria fazer, vou tentar começar por aí pra me lembrar de olhar pra mãos e etc, vamos ver se terá resultados. Abraços!
    1 point
  15. Tem até um vídeo do Saulo que ele fala da técnica do Buhlman e diz que tentou, não funcionou, porque "na teroria é uma coisa, na prática é outra", ehehh Tive que rir quando vi isso, porque quando usei isso, funcionou de primeira. embora eu tenha notado que muitas vezs precisa pedir 3 ou 4 vezes e cada vez melhora X %. Isso sobre "teoria x prática" como sendo sinônimo de "aprendido em livros x cultural oral" é um preconceito bobo que muita gente alimenta, ainda mais no Brasil, que parece alimentar uma mentalidade medieval em relação a cultura escrita, apesar de toda sociedade moderna, ciência e tecnologia, ser construída em cima dela. Vá entender, ehhheeh. Não podemos esquecer que estamos lidando com instruções para lidar com a máquina humana, que NÃO VEIO COM MANUAL. Somos nós que estamos construindo esse manual, e nem do corpo físico conhecemos ainda todo o funcionamento, motivo pelo qual você vai num médico devido a um problema de saúde, ele te dá um remédio e diz par você voltar daí a um tempo, para ver se resolveu. Se não, ele troca o remédio. Ainda estamos no estágio tentativa-e-erro em tudo que se refere às “máquinas” que não foram criadas pelo homem. Quanto ao seu "problema", de fato é assim mesmo, quando você desperta a lucidez já fora, você já está no plano astral propriamente dito. É o que o pessoal define como "sonho lúcido", embora eu não ache que esse termo possa ser usado, porque você não sabe se é sonho ou projeção. As características de uma projeção mais longa, aquelas que passam de 20 minutos eu diria, são indistinguíveis dessas nas quais você já desperta fora. Na verdade a transição começa bem antes, mas uso 20 minutos como marca so porque se você já chegou nesse ponto, a fase já está muito bem estabelecida. Mas até 5 minutos a coisa ainda está meio "rígida". Logo que deixa seu corpo, pode (ou não) estar escuro e pesado, visão borrada, impressão mental meio snolenta ou nebulosa. Isso em geral se resolve em poucos metros, o que significa uns 30 segundos. Mas ainda estará numa fase meio instável, podendo ser puxado de votla várias vezes. Aparentemente o que determina isso são as energias. Das poucas vezes que não resolveu rápido, quando volto ao corpo faço um EV durante uns 20 segundos, e levanto em astral de novo, e aí sim está tudo leve e claro. Mas mesmo que você não saia pesado e com visão neulosa, nesses primeiros poucos minutos, até 15-20 minutos, em geral voc~e está numa zona mais próxima do físico. Não é a zona realt-ime, porque não estará vendo a rua em que mora será outra rua, outras casas, etc...mas é uma zona que imita bem o físico. Ela ainda tem uma certa caracteristica mais densa, que se você quiser trnaspor, terá uma certa dificuldade. Por exemplo, é dito que no astral, basta você pensa na pessoa, e ela aparece, ou basta desejar ir a um local, pensar nele, e estará lá. Bom, nessa zona aí que voce encotnra logo que sai não acontece assim não. É possível, mas exige tanta concentração quanto no físico. Eu mesmo preciso procruar uma parede branca, uma a´rea limpa, em cima da qual eu possoa impor a visualizaçao domeu alvo (porque nunca consegui "fechar os olhos" projetado). E só quando começa a abrir um portal na parede, que me permite ver o alvo que estou visualizando, é que consigo me transportar para lá, caminhando em direção a ele. Mas quando você está já no astral propriamente dito, que seria uma zona mais acima, o que acontece quando sua projeção demora mais, o quando desperta a lucidez já fora, durante o "sonho", de fato se você apenas lembra de alguém, ele aparece do seu lado ou na frente, se pena num local, o cenário muda num piscar de olhos e você está nesse cenário. E é aí que o astral exerce seu poder de iludir com toda a força, porque se você não estiver atento ao que sua mente está pensando, meio que em segundo plano, não vai perceber que o que está vendo são plasmagens. Não tudo, mas as distorções que se impõem sobre o que está ali de fato. Por exemplo, vem alguém caminhando na sua direção. Assim como no físcio, numa fração de segundos aquele rosto pode te fazer pensar que é o fulano, seu conhecido. Quando isos acontece no físico, você olha melhor e...percebe que a ilusão some, não era o fulano, a aparência física predomina sobre a ilusão mental criada. Já no astral não, quando você acha que é o fulano, essa ilusão se impõe sobre a pessoa que você está vendo, ela se torna, definitvamente (em aparência) aquela pessoa, e depois você vem aqui e conta que teve uma projeção com o fulano (sua namorada, seu pai, o Saulo, o Justin Bieber, ehhheh). É muito rápido isso, mas se você percebe como sua mente funciona, e está atento a isso, nota a alteração acontecendo naquilo que você vê, e não dá bola. Mas estou te contado como acontece comigo EM GERAL. As vezes 1 minuto após sair do corpo você j´está nessa zona mais "rápida" digamos assim. Não sei o que regula isso, mas suspeito que seja características energéticas DE CADA DIA, além de um "estágio de vida", que pode ter a ver com características energéticas de cada etapa. Eu nunca tive uma fase "ruim" na vida, me lembro como eu via a vida aos 5 anso de idade, e não é diferente do que vejo hoje, apenas adicionei o conhecimento sobre a sobrevivência do espírito, algo que lá, aos cinco anos, eu já cismava que tinha que existir. Então não tive doideras de juventude, baladas, bebidas, drogas... só tive projeções mais regulares de 2011 para cá, o que significa "a partir dos 40 anos". E foram muito mais fáceis e estáveis do que as projeções esporádicas que tive entre os 12 e os 22, que eram instáveis, duravam menos de 30 segundos, eu me movia mais pesadamente. Se eu pensassse n corpo ,voltava imediatamente. Apó os 40 eu posso pensar no corpo, posso sneti-lo e não volto imediatamente. E não houve "treino" entre a juventude e os 40 anos. Mas virei vegetariano os 30. Talvez tenha gerado uma alteração na minha configuração energética . Aliás, minha meta com o vegetarianismo era essa mesmo, energética. Porém, eu tinha "sonhos lúcdos" quase todas as noites na infância, e tive alguns durante o resto da vida, e nessa zona dos sonhos lúcido tudo sempre funcionou bem. Então, ME PARECE, baseado apenas na minha vivência (que é muito pouca, porque a experiência individual não é parâmetro para criar regras gerais, apesar de ter várias centenas de projeções nas costas já, em 5 anos) que essa primeira fase de saída do corpo tem caracterísitca fortemtemente dependentes de questões energéticas mais "brutas", ligadas ao seu padrão energético corporal, idade, alimentaçao, emoções.....uma vez que você consiga deixar esse primeiro nível, essas fatores mais "pessoais" deixam de afetar, e voc~e passa a ter uma experiência astral mais "padrão". O Robert Bruce comenta no seu livro que alguns projetroes só conseguem sair na zon real-time, enquanto outros só conseguem sair na zona astral mesmo, e que isso parece ser uma característica pessoal. Ele conta que durante ANOS ele só consguia sair na zona rela-time, até que desccobriu um jeito de ir par a zona astral mesmo. Ele faz isso voando em direção ao céu, mas não verticalemtne, mas a 45 graus, até que vê uma paisagem assim: Então ele aterrissa em algum ponto ali. E ele descreve cada mandala dessas como um reino. O núcleo da flor é uma zona, as pétalas outra, a zona roxa outra...então para quem pretende voltar sempre ao mesmo local, convém ficar atento a isso. Obviamente não convém levar isso muito ao pé da letra, isso pode ser apenas a forma como a mente dele percebe a coisa, a sua pode perceber de forma bem diferente. Mas seja l´como você perceber isso, sua mente vai tratar como um padrão operacional que pode te permitir explorar essa zona repetidamente de forma organizada. Eu nunca nem tentei isso, meu interesse em projeção é na zona real-time mesmo, então não posso te dizer se funciona. Já voei em direçao ao céu, mas decolei tão rápido que as estrelas viraram riscos...depois foam escaceando até que entrei numa zona sem nada. Tentei voltar e poucar no ultimo "planeta" que vi passar por mim, mas aí eu ja estava assustado, acabei acordando, eheeheh...ufa....vai saber se um buraco negro não afeta o corpo astral né? eheheh
    1 point
  16. Não @Nino, o sucesso realmente não (dependendo do que se encara como sucesso), a sintonia realmente não vai determinar o sucesso da sua projeção mas vai ajudar em relação à lucidez.
    1 point
  17. Sempre que eu faço algo q eu sei q não deveria eu sinto minha sintonia ir por água abaixo, sinto os assédios por intuição e sensibilidade energética, e qdo saio do corpo nesse estado geralmente encontro com uma galera não muito legal do lado de lá e a experiência dura segundos, o suficiente para eu ver os resultados do q eu plantei durante o dia. Não acredito que o sucesso de uma projeção esteja atrelado a sua sintonia, acho q está mais relacionado ao seu controle e experiência nisso, eu estou aprendendo, e não da pra qrer me projetar como um Waldo Vieira do dia pra noite né? Preciso continuar praticando e agregando conhecimento. Eu aceito oq eu sou, se minha sintonia é com coisas boas ou ruins é meramente algo em q eu preciso trabalhar para melhorar e não será do dia para noite, vejo a projeção como uma ferramenta, que, bem empregada, irá me auxiliar nesse processo. Enfim, é assim que eu vejo. ^^ Abraço!
    1 point
  18. Eu apago, acordo no corpo um tempo depois sem me lembrar do q aconteceu nesse ínterim. Interessante o texto, vou ler mais tarde com mais calma. Vi que fala de atravessar objetos também, eu não tenho dificuldade de atravessá-los, é como atravessar algo um pouco mais espesso e escuro (parede no caso) mas nunca senti q oq eu qria atravessar era sólido e intransponível. Talvez o meu problema seja questão de pratica. Porém, o meu interesse mesmo é passar a zona real time, qro me projetar no astral, a zona real time parece uma cópia pálida e vazia da terra, e vez ou outra vc interage com alguma consciência, mas pelo menos comigo é raro. As técnica do Willian Buhlman pra passar da real time pro astral mesmo, não funcionaram ainda comigo, vou tentar ser mais enfático, eu sempre tento modular a enfase, pra não passar da enfase pra raiva, mas talvez eu esteja modulando demais. As poucas vezes que estive no astral além da real time nunca foi após uma saída do corpo pra real time e depois para o astral, eu já acordava lá no astral, pulava a saída e sempre estava acompanhado oq me leva a crer q fui projetado e não me projetei.
    1 point
  19. Bom, então é estranho mesmo ter facilidade de vôo e as outras dificuldades. Não deveria ser lastro energético não. Não sei a que você se refere com "perder a consiência" quando começa a voar". Eu ACORDO na cama, quando começo a voar e demora. Leia o pdf do Raduga, que cito aqui neste tópico, procure no índice sobre "aprofundamento da fase",isso melhora as condições gerais da experiência, que é o que parece ser seu problema, mas mesmo assim algumas pessoas tem dificuldade com isso.
    1 point
  20. Eu me sinto totalmente lá, como se tivesse levantado e da cama e estivesse em outro lugar. Eu geralmente perco a consciência em alguns minutos qdo começo a voar pra muito longe, mas não tenho dificuldade de levantar voo.
    1 point
  21. "Se isso é um lastro energético, como eu consigo voar com tanta facilidade, mesmo na zona de tempo real, não me lembro de ter dificuldades de fazer isso, e geralmente é algo difícil quando se está denso não?" Hummm, mas e não te dá a impressão de que você está agindo por controle remoto? Você se sente TOTALMENTE LA, ou parece estar ainda na cama mas comandando um personagem/câmera que te obedece?
    1 point
  22. Então, depois de sair do quarto a coisa melhora, mas não muito, eu fico limitado, com pouca iniciativa, não me vem na mente por exemplo, a ideia de fazer um EV, lembrar de fazer uma prece ou de tentar usar a vontade já é um troço difícil de acontecer, é como se eu estivesse bêbado. Primeira dimensão eu me refiro a zona de tempo real do Robert Bruce nesse texto q vc mandou. Eu passei a ter saídas mais frequentes a pouco tempo, agora ao ir dormir mesmo sem fazer técnica, eu acabo conseguindo perceber o momento em q consigo me soltar e levantar do corpo, geralmente eu prefiro apagar e descansar mas as vezes tento a exploração, as vezes apesar de "consciente" não consigo me soltar do corpo, fico indo e voltando, saindo parcialmente, as vezes perco a consciência aí mesmo, outras consigo andar pela casa, ou sair dela, voar e etc. Se isso é um lastro energético, como eu consigo voar com tanta facilidade, mesmo na zona de tempo real, não me lembro de ter dificuldades de fazer isso, e geralmente é algo difícil quando se está denso não? Nunca tive a iniciativa de olhar pra mim mesmo durante uma projeção, tipo, a única vez q vi alguma parte do meu "corpo astral" foi quando tive uma repercussão do corpo físico q minha mão estava sobre a minha testa no físico e no astral eu não conseguia tirar minha mão astral da testa. De resto, simplesmente não me ocorre a ideia de olhar para partes do meu corpo. Aliás esse é um dos problemas que eu identifico como parte dessas dificuldades de projeção na zona de tempo real, seu raciocínio fica prejudicado apesar de aparentemente você saber oq está fazendo.
    1 point
  23. Cara, o que você quer dizer com "sempre saio na primeira dimensão" ? Quer dizer que você levanta em astral, sai do quarto, sai de casa, vai para a rua, caminha uns 30m pela rua, e está sempre se sentindo assim pesado????? Porque enquanto voce não se afastar do corpo uns 5m, é comum sentir-se assim. Primeiro trate de afastar-se, sair do quarto, ou da casa, se conseguir. Se ainda assim estiver se sentindo desse jeito pesado, com visão turva, etc. a questão é que você está carregando muito lastro energético do seu corpo etérico, só isso. Isso te mantém na zona mais densa, que é a zona de tempo-real, e que te permite ver o plano físico melhor, permite obter comprovações, porém,...a projeção nessa zona te faz sentir como se estivesse caminhando n fundo do mar. Se após você ter saído do quarto ainda estiver se sentindo pesado, com visão ruim, tente, alguma destas diversas técnicas: 1) Olhando para suas mãos, EXIJA! ORDENE MESMO "MAIS CLAREZA!", Peça isso 2,3,4 vezes, a´te que esteja vendo suas mãos nitidamente. Bata uma mão na outra com força, como quem diz "Vamos lá! Clareia de uma vez caramba!!!". Esses comando tem que ser dados com vigor, não é coisa para pedir com suavidade não. Se pedir com suavidade não funciona mesmo. Tem que ser meio assim, ehehe 2) Se não resolver, tente fazer um EV rapidamente, não comece devagar, já comece neste ritmo: 3) Se não funcionar, o pessoal do IIPC recomenda exterorizar energias. Nunca precisei fazer isso, os dois métodos acima sempr resolveram, mas....vá que voce precise, é bom saber: 4) Outra opção que funciona bem, caso você domine bem as saídas,´e voltar ao corpo, e assim que se sentir nele novamente, fazer o EV e acelerar ao máximo, levantando novamente em seguida.
    1 point
  24. Muito interessante o aprendizado que obtive aqui, participar desse forum realmente é um privilégio para desenvolver o conhecimento e a evolução espiritual. Fico muito intrigado a respeito do estágio de evolução dos animais. É fato que muitos deles apresentam inteligencia e sentimentos, e acredito que a medida que vão evoluindo com o aprendizado e as reencarnações, eles realmente possam se desenvolver a atingir um estágio como nós estamos agora; como também acredito que nós mesmos humanos, já passamos por estágios menos evoluidos, encarnados em corpos mais simples, de acordo com a evolução espiritual em que nos encontrávamos.
    1 point
  25. Sim, sem nenhuma dúvida o homem está em um estado evolutivo bem maior que o animal,mas termos muitos que aprender com esses seres maravilhosos. A grande diferença que o egoísmo,a inveja, a arrogância do ser humano, impede muito vezes de aprender amar como ele nós ama. Deus deu ao homem a inteligência,mas muitos não sabem usa-lás,não generalizado é claro!. Nós seres "inteligente"agimos muitas vezes pensando em nós mesmo, em nossos egos e muitas vezes,o ego nos cegam,nossa vaidade nós encantam. É lógico que não precisamos de nada disso.Posso até dar um exemplo equivocado,mas para me os animais são iguais as crianças de até 2 anos de idade puras e cheia de amor para dar e receber.
    1 point
  26. Muito bonita a sua colocação, parece que você respeita bastante estas formas de vida, mas na opinião de vocês o homem estaria em um grau "maior" de evolução? Paz
    1 point
  27. Para me os animais são a representação mais pura do amor,para eles não importa se é feio ou bonito,rico ou pobre,doente ou saudável,mal humorado ou bem humorado. Eles se importam e te amam incondicionamente, amor assim só o amor de mãe e olha lá,porque ás vezes nossas mães tem vontade de nos garguelar rssssssssssssss. Deus criu os animais com a sua maior pureza de amor que só querem amar e ser amados.Nós que se dizem animais racionais ainda termos muito que aprender essa forma de amar com eles.
    1 point
  28. Marcos, que linda mensagem! "Os animais são a representação da simplicidade e pureza da criação Divina. Neles, não há corrupção, maldade, pensamentos premeditados que visem ao prejuízo por prejuízo de seu próximo. Jesus disse aos apóstolos que deixasse vir a Ele as crianças e que se fizessem também como elas, que eram puras de coração, pois era delas o Reino do céu. Os animais são como crianças: são puros de coração e por isso merecem o céu." Marcel Benedet - Autor do Livro Todos os Animais Merecem o Céu Paz e Amor Pati
    1 point
  29. De uma coisa não tenho dúvida: os animais são uma representação do amor de Deus, aqui na terra! ou alguém já vivenciou um amor mais puro do que destas belas criaturas? já viram o texto abaixo? é perfeito... Se um cachorro fosse o seu professor, você aprenderia coisas assim: Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro. Nunca perca uma oportunidade de ir passear. Permita-se experimentar o ar fresco do vento no seu rosto. Mostre aos outros que estão invadindo o seu território. Tire uma sonequinha no meio do dia e espreguice antes de levantar. Corra, pule e brinque todos os dias. Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem. Não morda quando um simples rosnado resolve a situação. Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e deite debaixo da sombra de uma árvore. Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo. Não importa quantas vezes o outro te magoa, não se sinta culpado…volte e faça as pazes novamente. Aproveite o prazer de uma longa caminhada. Se alimente com gosto e entusiasmo. Coma só o suficiente. Seja leal. Nunca pretenda ser o que você não é. E o mais importante de tudo: quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silêncio e mostre que você está ali para confortar.
    1 point
  30. Adorei o assunto,pois sou completamente louca pelo os animais...Me lebrou uma coisa a + ou - 12 a 13 anos atrás eu tinha uma gatinha e ela era muito apegada a mim,ela viveu 18 anos comigo. Infelizmente ele teve cancêr e o veterianário sugerio o sacrificio dela minha família fez uma reunião e decidimos não sacrificar.E todo o dia eu ia leva ao veterinário para dar medicamento e dar soro,mas ela desencarnou sem precisar fazer o sacrificio.Eu sofrir muito!.Pois ela dormia comigo e todas as noite ela subia e me massageava e por fim dormia. Alguns dias após ao seu desencarne,eu estava deita e sentindo a sua falta quando ouço seus passinhos, que tem bicho sabe que ele faz uma suadinha quando esta andando,na hora fiquei com medo, como posso ouvir esses passinhos? e me cobrir toda.Daí sentir ela pulando em cima de mim,massageado o lugar que ela iria descansar, que era sempre entre a minhas pernas ou na costa,dependia a minha posição de eu dormir, ela fez tudo exatamente como ela fazia. sentir seu peso em me, sua massagem e a volta e por fim a deitada dela.Mas, infelizmente não tive coragem de passar a mão nela.Nem acredito que eu perdir essa oportunidade de falar eu te amo e vá com Deus!.Ela foi se despedir de mim, infelizmente não tinha maturinadade e pedir esse encontro.
    1 point
  31. Comentamos e vimos alguns resumos do tópico no FAQ 47. Hoje continuaremos, mostrando outras páginas e os novos posts. O Vídeo foi: Paz, Saulo
    1 point
  32. A própria vibração pode atrair o animal ao humano, vice-versa. Visto que muitos animais também adoecem ao ficar muito tempo com certas pessoas, imagino eu que o animal absorva a energia do dono. Também acho que tudo é baseado no livre-arbítrio, porém o indivíduo deve exerce-la. Pessoalmente ñ acredito que eu, nós seres humanos, tenhamos evoluído através de encarnações em vidas/corpos de animais e então na vida/corpo "humano". Talvez num outro planeta, num pretérito imensurável.
    1 point
  33. Imagino que o livre arbítrio não se aplique aos animais, seria algo mais como instinto, os animais "fariam apenas por fazer", mas de uma maneira mais generalizada. Se não tiverem livre arbítrio não existe mérito, já que não são responsáveis pelas suas ações, sendo estas puro instinto. Não acredito em sorte ou azar, da uma visão que algo está fora do controle de Deus, e as coisas acontecem ao acaso, mas isso não vem ao caso. O que define então? Boa Pergunta, não sei a resposta, mas imagino que seja algo mais natural, o cachorro que pegar o dono ruim, tinha que pegar o dono ruim para um pouco de evolução, talvez até de ambos, o dono e o cachorro. Enquanto que o de dono bom, sendo o mesmo. Sinto Muito qualquer coisa, só opiniões. (Muito interessante esta dúvida, agradeço por compartilhar, nos faz refletir) Paz
    1 point
  34. Que iniciativa bacana esta dos Grupos de Estudo! Dei uma lida por todos os posts e confesso que gostei muito! Amanhã fazem 2 meses da passagem do meu querido cachorro Bart pro outro lado. A tal da leishmaniose não perdoa ninguém! E o coitado era vacinado e usava a coleira "anti-mosquito" mas não adiantou.. Enfim, cumpriu sua missão muito bem, um grande companheiro. Mas voltando ao assunto e ainda falando do Bart (rs), em 2001 perdi outro cachorro de um problema nos rins. Este era um cachorro muito ensinado, do tipo que só faz xixi no lugar certo, carinhoso e etc... Quando o Bart chegou em minha casa, 6 meses depois da morte deste outro cachorro, ele meio que sacou a dinâmica da casa direitinho, já mijava no lugar certo, dormia no lugar certo, carinhoso, com o temperamento muito parecido com o do Otelo. Sempre achei que podia ser o Otelo voltando mas prefiro descartar a hipótese e pensar ser apenas uma questão de cheiros, hormônios e etc... Bem, sobre o Ubaldi, tive contato com a "Grande Síntese" e fiquei muito impressionado. Os primeiros capítulos me chamaram a atenção pela clareza e densidade das informações. Depois confesso que perdi o interesse (ler em PDF é chato pra caramba também rs). Mas vou me fazer um favor e comprar agora o A Grande Síntese de novo aí conversamos rs . Saudações
    1 point
  35. Prezado Morpheus, Sincronicidade é a palavra! Ubaldi é, segundo Emanuel, um ser das esferas mais elevadas. Tenho ido a algumas congressos no astral, sei lá, sobre ele ou com ele no mundo astral. Para ir até lá, tenho que sair de todos os corpos mais densos fora do corpo e é preciso estar em determinados pontos energéticos que nem sei explicar.... A última "reunião", "palestra" sei lá, que participei foi na África... Acredite, sua obra é fantástica e seu mentor nem se fala. Houve um triste episódio com os Espíritas há algumas décadas no Brasil, ainda na época que o Waldo vestia a camisa de médium psicógrafo. Seus livros foram "condenados à fogueira" em razão da análise da criação, como "queda e ascenção". Ouço seu nome desde pequeno e, há cerca de quatro anos tive um "sonho" do qual acordei intuído a procurar um livro que Jesus escreveu. No dia seguinte, pesquisando no google achei os livros de Ubaldi e fui ler o famoso "A grande síntese". Mergulhei numa depressão estranha, um espécie de culpa remota me aterrorizou por alguns dias, até que melhorei e continuei estudando as demais obras. Ubaldi é também o mesmo Frei Leão, braço intelectual de Francisco na ordem dos irmãos menores. O livro Autobiografia de um Ioque de um certo modo me ajudou a entender mais a visão de Pietro. Ubaldi não fala em reencarnação humana em animais, mas da involução>evolução. Assim, já teríamos sido "anjos" antes de chegar aqui na forma humana. O que permitiria uma certa analogia com o que ocorre com os animais, que por sua vez também já teriam sido seres mais evoluídos que se invluiram ao chegar a animais e se evoluem ao buscar a forma hominal... ---- Segundo o que entendi nas obras de Ubaldi, o livre arbítrio e sua sistemática páram quando paramos de desejar viver a ilusão da separação do Criador. Por isso os Gurus passam a vida tentando estabilizar as ondas mentais, limpando a sede da consciência. Para Ubaldi, a criatura busca em sua luta pela felicidade diante de um "universo assimétrico e imperfeito"se devolver para o criador. Não acredito em uma linha ordenada evolutiva. Acho que animais são consciências que podem se manifestar onde e como acharem melhor. Acho, ainda, que evolução não é um mecanimso individual, mas coletivo, pois, como diz Ubaldi, somos uma unidade coletiva "Eus que se manifestam e um grande "Eu" do qual tudo deriva, do contrário, teria que aceitar a ilusão da separação, ou mesmo, tentar racionalizar o processo em uma cadeia na qual várias unidades teriam que passar por todas as formas atômicas, minerais, vegetais, animais, como se dentro de cada uma não houvesse uma série de outras formas derivadas, híbridas e contíguas. O que Ubaldi fez foi encaminhar sua análise do átomo para trás... sem por a perder o que os espíritos disseram a Kardec sobre como era do átomo pra frente... --- Acho que há saltos evolutivos pois não é necessário para uma consciência viver a mesma consequência da ação de outra consciência para se educar, quer seja porque aprende pelo exemplo, quer seja porque o "Eu" não se divide e a experiência de um torna-se o patrimônio coletivo de um grupo (ver a experiência científica dos macacos em uma ilha, está no site saindo da matrix) --- Sobre a evolução dos animais, tenho uma série de dúvidas: Se eu tivesse sido um cachorro, qual seria a raça e como se daria a evolução, por raça? Um labrador é mais evoluído do que um dalmata? Quem define isso e como define? Vejo Tigres treinados em Circos, são evoluídos? É possível definir uma raça? E quanto às raças misturadas?...E a instrução de um dono, não seria relevante para levar o animal a assumir um comportamento mais social ou criar nele a idéia de comportamento? E o livre arbítrio, se aplica a animais também? Senão vejamos: Havendo dois cães ferozes para adoção e havendo dois donos para adotá-los, um bom e um ruim, por exemplo, o que define para um dos cachorros se vai ter um bom dono, mérito ou sorte? É mais fácil acreditar que cães tem sorte, ou que a consciência que habita neles tem uma espécie de mérito, por mais remoto que seja? Espero não ter complicado...rsrsrsr Saudações Ubaldianas... Carluz.
    1 point
  36. Olá amigos Bem no meu caso gostaria de relatar uma situação em especial em relação aos animais; Eu tinha uma gata muito linda preta, ela interagia comigo, parecia um cachorro rs.. eu amava muito ela mesmo, principalmente pq sem querer me ajudou a superar a perda da minha mãe, eu entrei em depressão profunda e ela preenchia meus dias cinzas de desespero e tristeza extrema( sei q parece estranho, mas foi assim mesmo), eu me isolei de tudo e todos, nao queria mas viver, nem trabalhar, nem me cuidar, e sem querer fui percebendo A minha gatinha sempre perto, me cuidando, sei lá... é estranho relatar.. mas enfim, há um mÊs mais ou menos, eu sonhava todo dia com ela, que ela tinha se perdido, q tinha sumido de casa... e foi justamente o q aconteceu.. fazem 2 semanas q simplismente, ela sumiu... eu fiquei chocada... muito triste e aquele sentimento de tristeza tava aumentando muito mesmo, eu chorei, cheguei a sentir ela dentro de casa me olhando, passando perto de mim, deitando do meu lado. (é verdade, sentia ela mesmo) e ai eu ficava mais triste ainda. Foi quando de repente.. semana passada, ouvi um filhote de cachorro chorando, pensei:"AH a vizinha tem um novo cachorro em casa." e continuei fazendo muinhas coisas... mas o cachorro nao parava de chorar, uivar, abri a porta, pra minha surpresa... o filhote de cachorro tava na minha garagem, quando me viu veio correndo ao meu encontro todo faceiro... Largaram ele ali no meu terreno, eu já tenho 3 cachorros, ai pensei q ficar com mais um seria exagero, postei nas minhas redes sociais se alguém queria adota-lo, mas ninguém pode, durante o dia,eu observei q ele tava super fraco,com a barriga estufada, mas ele era magro, só aparecia o zólho, a cabeça, nem o rabo levantava,ficava chorando e uivando de dor, nao enchergava, fiquei preocupa, alimentei, dei banho, fiz uma caminha pra ele, mas ele nao reagia, teve convuções, oi quando fui ao veterinário e me disseram q ele iria morrer... ixi...eu não me convenci, me dá ai um remedio pra vermes, e uma vitamina... comecei a trata-lo, as convulções pararam, ele se levantou, começou a brincar e até latir... muito gratificante. Hoje ele está super bem... alegre, viçoso, serelepe. E eu não tenho mais coragem de doa-lo, ele me conquistou no primeiro momento q o vi. Então hoje tenho 4 cachorros em casa..rs...Acredito q não foi por acaso q ele surgiu pra mim. Obrigada amigos, Um abraço Paz e amor, Pati
    1 point
  37. É bonito ver um post de estudos, onde todos colocam sua opinião sem degladiações, Parabéns a todos nós. Olá a todos! Falar da evolução de nossos irmãozinhos animais, é falarmos também da nossa própria envolução, isso foi inevitável. Diz em Eclesiastes no capítulo 3 versículo 19: Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais, e lhes sucede a mesma coisa; como morre um, assim morre o outro; e todos têm o mesmo fôlego, e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade. e no versículo 21: Quem sabe que o fôlego do homem vai para cima, e que o fôlego dos animais vai para baixo da terra? Os animais são seres que nos faz mexer as fibras de ternura de nosso espírito, olhar a pureza dos olhos de um animalzinho é olhar os olhos da Divindade em nós mesmos. Todos nós aqui encarnados no Planeta Terra seja nós homens, seja nós animais, vegetais ou minerais, estamos todos dentro da Lei de aprendizado e aprimoramento de nossa essencia. E como disse nosso amigo Malch: O ego é um lindo desafio em nosso estágio!, todos nós e em todas as escalas evolutivas temos desafios, lições para aprendizado, estamos no mesmo Colégio, Todos, mas em séries (ou salas de aulas) diferentes. Fica aqui também nossas vibrações e carinho a todos nossos irmãozinho que já passaram por nosso convivio familiar e que já se foram para novas salas de aula! Nosso Amor e Gratidão a todos vocês!
    1 point
  38. Olá Carluz, Não posso deixar passar em branco o que aconteceu hoje, mas tenho certeza que nessa tarde entramos em uma sintonia mental proporcionada pela troca de ideias aqui no grupo de estudo. Isso porque hoje de tarde estava lendo a Autobiografia de um Iogue, citada tb por você na postagem. Nessa mesma tarde, após algumas pesquisas e vídeos na internet, chamou-me atenção (por coincidência) um comentário de Waldo Vieira em uma tertúlia a respeito do filósofo espiritualista Pietro Ubaldi, sendo que Waldo contou que o conheceu pessoalmente e disse ser o filósofo uma pessoa introvertida, intelectual, mas uma "consciência desperta ou quase desperta". Connhecia Ubaldi somente por encontrar livros dele na seção de esotéricos dos sebos, mas nunca dei maior atenção. Então, hoje à tarde pesquisei sobre o Ubaldi na internet e após ler alguns de seu escritos e princípios, fiquei impressionado com a afinidade de pensamento que tenho com ele e fiquei muito feliz por esta descoberta. Agora, vejo a tua postagem citando o Ubaldi até com saudações ubaldianas, rsrsrsrsrsrrsrs Não acredito em coincidência, mas sim pura sintonia mental produzida pelo debate aqui iniciado. Desculpem a postagem fora do assunto, mas não podia deixar de mencionar esse fato, até para termos a noção da importância de criarmos uma boa sintonia mental entre os participantes para nos conectarmos com propósitos superiores e sermos ajudados pelos nossos mentores na tarefa de nosso próprio esclarecimento. Um abraço,
    1 point
  39. Olá, pessoal. Saudações ubaldianas. Que barato! Nunca aprendi tanto numa discussão. Todas as opiniões e materiais compartilhados acenderam verdadeiras luzes na minha humilde razão. Como acho que o tema vai mudar na semana e em razão de alguns pontos polêmicos que ficaram em aberto no texto anterior, vou apenas me referir superficialmente a três questões que julguei importante comentar como propostas de estudos individuais de cada um. E viva a mente aberta! (i) Sobre o problema da "involução", recomendo a leitura dos livros de Pietro Ubaldi, notadamente os Livros "A grande Síntese" e "O sistema" (ver em: http://www.ubaldi.org/obra/livros/o-sis ... itulos/429), assim como o estudo de sua Biografia. Ele é o mesmo espírito do apóstolo Pedro. Reveladora também é a explicação sobre a hierarquia dos mundos narrada no capítulo entitulado "A ressureição de Sri Yukteswar", guru de Yognanda, no livro "Autobiografia de um Iogue". Acho que a criação segue uma dinâmica em que a consciência se instabiliza em energia que por sua vez cria a matéria, neste sentido, considerando a consciência fragmento da consciência maior, Deus, houve involução. Por outro lado, dentro da matéria, a consciência desperta seu repertório divino e sua herança mais importante, a liberdade e passa a lutar para "livrar-se" de suas correntes, neste sentido, há evolução e numa visão menos científica e mais romântica, "devolução" ao Criador. Ver no evangelho, o discurso de Jesus "...agora volto par ti, Pai.." (ii)Sobre a questão da necessidade e adequação da consciência a uma forma corpórea, ainda não tenho argumentos favoráveis a metempsicose, mas acho que há um problema conceitual na teoria da evolução: Considerando Deus, ser perfeito, por que nos teria criado imperfeitos? Por que é mais fácil aceitarmo-nos como sua criação imperfeita e em sofrimento, do que postularmos outra explicação? Como explicar do ponto de vista formal,por exemplo, o livre-arbítrio? Como pode Deus ter-nos "dado" o livre-arbítrio?Em não havendo outra coisa a oferecer, seria imposição, não? E, por uma razão meramente metodológica, considerando a perfeição divina, em que momento podemos escolher esta ou aquela forma de evolução? E se realmente os monges tiverem razão, e, as abelhas, dada vida civilizada e cooperativa que levam, e a sua perfeita obediência à Rainha (ser que os governa, como um Deus), não seria uma espécie de experiência evolutiva para a consciência. Por que achamos estranho virmos a nos tornar animais novamente, se Deus se permitiu criar e habitar todas as formas vivas? Afinal, o que não é Deus? (iii) Acho que se um monte de cavalos desencarnasse de um vez só, não iriam para uma mesma região no mundo astral, acho que há cavalos mais ou menos selvagens, assim como outros animais. Esta diferença, porém, não está no que define a evolução do cavalo, mas a decisão da consciência, que nele habita, de voltar mais rápido ou mais devagar para o seu estado divino, em que era cavalo,anjo, elemental, homem, estrela, poeira, era apenas um "eu" que se ressonava sem matéria ou energia em todas as coisas, sem uma identidade ou diferenças apenas como um "Eu Sou" que tudo habita. Abraços e parabéns a todos pelo tom fantástico do debate. __/\__, Carluz.
    1 point
  40. Livro aruanda Pelo espírito: ângelo Inácio Capitulo : 7 Medium em desequilíbrio Continuação -E os duendes e gnomos? Também existem ou são obras da imaginação popular? - Sem dúvida que existem! Os duendes e gnomos são elementais ligados às florestas e, muitos deles, a lugares desertos. Possuem forma anã, que lembre o aspecto humano. Gostam de transitar pelas matas e bosques, dando sinais de sua presença através de cobras e aves, como o melro, a graúna e também o chamado pai do mato. Excelentes colaboradores nas reuniões de tratamento espiritual, são eles que trazem os elementos extraídos das plantas, o chamado bioplasma. Auxiliam assim os espíritos superiores com elementos curativos de fundamental importância em reuniões de ectoplasmia e de fluidificação das águas. Tinha a sensação de que um novo mundo se revelava a meu conhecimento, tamanha a amplitude de ação desses espíritos da natureza. E Pai João continuava: - Temos ainda os elementais que se relacionam à terra, os quais chamamos de Avissais. Geralmente estão associados a rochas, cavernas subterrâneas e, vez ou outra, vêm à superfície. Atuam como transformadores, convertendo elementos materiais em energia. Também são preciosos coadjuvantes no trabalho dos bons espíritos, notadamente quando há a necessidade de criar roupas e indumentárias para espíritos materializados. Como estão ligados à terra, trazem uma cota de energia primária essencial para a reconstituição da aparência perispiritual de entidades materializadas, inclusive quando perderam a forma humana ou se sentem com os membros e órgãos dilacerados. -Nem podia imaginar que esses seres tivessem uma ação tão ampla e intensa. - Pois bem, meu filho – tornou João Cobú, pacientemente. – Repare, portanto, as implicações complexas da ação desta infeliz criatura, que se comprometeu amplamente com o mal. Apontando para o espírito no leito a nossa frente, que agora gemia, vítima de si mesmo, o velho Pai João relatou: - Como médium, foi-lhe concedida a oportunidade de aprender certas lições de magia, no ambiente dos cultos afro-brasileiros. Utilizou mal o conhecimento que adquiriu e deliberadamente viciou muitos elementais com o sacrifício e o sangue de animais. Lançando mão de seu intenso magnetismo pessoal, manipulou o poder das salamandras e de ouros elementais para atormentar muitas vidas, em troca de dinheiro, status e reconhecimento social. - ela brincou com as forças da natureza. -Mais do que isso. Ela desviou os seres elementais do curso normal de sua evolução, comprometendo esses nossos irmãos com seus atos abomináveis. -Mas os elementais dominados por ela não poderiam se rebelar ao seu comando? -Os elementais são seres que ainda não passaram pela fase de humanidade. Oriundos dos reinos inferiores da natureza e mais especificamente do reino animal, ainda não ingressaram na espécie humana. Por essa razão trazem um conteúdo instintivo e primário muito intenso. Para eles, o homem é um deus. É habitual, e até natural, que obedeçam ao ser humano e, nesse processo, ligam-se a ele intensamente. Portanto, meu filho, todo médium é responsável não só pelas comunicações dadas por seu intermédio, mas também pelo bom ou mau uso que faz dessas potências e seres da natureza. Pronunciando essa palavras, Pai João despediu-se e retomou sua atividades, deixando a mim e wallace impressionados com a profundidade de suas observações.
    1 point
  41. Que bom que vocês estão gostando, os livros do espírito Ângelo Inácio são muito bons, aprendi muito os lendo. Então fica ai a dica de livro Aruanda para a leitura, indico também outro livros psicografados pelo médium Robson Pinheiro
    1 point
  42. Estou aprendendo muito aqui! Muito bom esse novo projeto de estudo!!! Eu concordo com o Vinicius pelo fato de nós, enquanto estamos com a consciência expandida, somos capazes de coisas que não podemos enquanto no físico... Nunca vi animais falando no astral, mas é uma possibilidade curiosa... Também acho bem consciente o que o Carluz falou... Mas, sem considerar que somos melhores que os animais, longe disso, acho que somos mais evoluídos consciecialmente, pois ele, o "ego", pode não estar presente nos animais, mas pode ser visto como um grande apredizado para nós homens, pelo aperfeiçoamento moral que possívelmente os animais em sua evolução precisem passar um dia. O ego é um lindo desafio em nosso estágio! Passar por ele faz parte de nossa evolução. Acho que o instinto é lindo pela idéia de cuidado de seu semelhante (raça equivalente, seus filhotes), mas com a evolução e com o consequente advento do ego, o desafio é passar a uma consciência coletiva... Mas não descarto a possibilidade de uma consciência reencarnar num corpo animal visto que até Jesus que não precisava encarnar novamente encarnou para nos ensinar nossos maiores valores... Só uma opiniãozinha, hehehe. Abraço a todos!
    1 point
  43. Excelentes textos postados. Gostei muito desses que vc postou Rogov, deu uma visão bem abrangente do funcionamento do mundo elemental. É um campo enorme de pesquisa. Talvez quando o homem, pela ciência, comprove a existência dessa organização complexa de equilíbrio e evolução do universo, vamos um dia respeitar o meio ambiente como um sistema inteiramente vivo e divino, obra da sabedoria do Grande Arquiteto do Universo. Quanto ao aspecto do homem reencarnar ou não em corpos de animais, apesar de não saber esta resposta, a razão e a lógica indicam para mim que o homem não retrocede e nesse ponto concordo com o Erivelto. Acho que o homem possui veículos (perispírito, corpo astral, mental, budhico, atmico) muito complexos para retroceder nos estágios evolutivos dos outros reinos da natureza (mineral/vegetal/animal (irracional). Mas isso é uma questão de crença e a metempsicose citada pelo Carluz é aceita em algumas culturas e religiões orientais, como hinduísmo e budismo. Naquele filme, Sete anos no Tibet, aparece uma cena em que os monges estavam contruindo uma obra, mas eles antes peneiravam a terra, sem se preocupar com o atraso da obra, para salvar os insetos e bichos pequenos pois acreditavam que alguns deles podiam ser parentes reencarnados. Platão em seus escritos filosóficos menciona que para o "homem justo" seria um mérito poder nascer futuramente dentro da sociedade das abelhas, por exemplo, devido a enorme equilíbrio e organização social que elas atingiram. Claro que é uma analogia de ideias filosóficas, mas mostra o respeito e admiração que os grandes sábios da antiguidade tinham pelos animais.
    1 point
  44. -E as fadas? Quando encarnado, vi uma reportagem a respeito de fotografias tiradas na escócia, que mostravam varas fadas. O que me diz a respeito? -Bem, podemos dizer que as fadas sejam seres de transição entre os elementos terra e ar. Note que, embora tenham como função cuidar das flores e dos frutos, ligados à terra, elas se apresentam com asas. Pequenas e ágeis, irradiam luz branca e, em virtude de sua extrema delicadeza, realizam tarefas minuciosas junto à natureza. Seu trabalho também compreende a interferência direta na cor e nos matizes de tudo quanto existe no planeta terra. Como tarefa espiritual, adoram auxiliar na limpeza de ambientes de instituições religiosas, templos e casas espíritas. Especializaram-se em emitir determinada substância capaz de manter por tempo indeterminado as formas mentais de ordem superior. Do mesmo modo, auxiliam os espíritos superiores na elaboração de ambientes extrafísicos com aparências belas e paradisíacas. E, ainda, quando espíritos perversos são resgatados de seus antros e bases sombrias, são as fadas, sob a supervisão de seres mais elevados, que auxiliam na reconstrução desses ambientes. Transmutam a matéria astral impregnada de fluidos tóxicos e daninhos em castelos de luz e esplendor. -Uau! –exclamei. – Nunca poderia imaginar coisas assim... - Mas não acabou ainda, meu filho – tornou Pai João. - Temos ainda as salamandras, que são elementais associados ao fogo. Vivem ligados àquilo que os ocultistas denominaram éter e que os espíritas conhecem como fluido cósmico universal. Sem a ação das salamandras o fogo material definitivamente não existiria. Como o fogo foi, entre os quatro elementos, o primeiro manipulado livremente pelo homem, e é parte de sua história desde o início da escalada evolutiva, as salamandras acompanham o progresso humano há eras. Devido a essa relação mais íntima e antiga com o reino hominal, esses elementais adquiriram o poder de desencadear ou transformar emoções, isto é, podem absorve-las ou inspira-las. São hábeis ao desenvolver emoções muito semelhantes às humanas e, em virtude de sua ligação estreita com o elemento fogo, possuem a capacidade de bloquear vibrações negativas, possibilitando que o homem usufrua de um clima psíquico mais tranqüilo. Eu estava atônito. E o pai-velho prosseguia: - nas tarefas mediúnicas e em contato com o comando mental de médiuns experientes, as salamandras são potentes transmutadores e condensadores de energia. Auxiliam sobremaneira na queima de objetos e criações mentais originadas ou associadas à magia negra. Os espíritos superiores as utilizam tanto para a limpeza quanto par a destruição de bases e laboratórios das trevas. Habitados por inteligências do mal, são locais-chave em processos obsessivos complexos, onde, entre diversas coisas, são forjados aparelhos parasitas e outros artefatos. Objetos que, do mesmo modo, são destruídos graças à atuação das salamandras.
    1 point
  45. Segue um texto que considerei relevante ao tema. "Os animais têm a sua linguagem, os seus afetos, a sua inteligência rudimentar, com atributos inumeráveis. São eles os irmãos mais próximos do homem, merecendo, por isso, a sua proteção e amparo. Seria difícil ao médico legista determinar, nas manchas de sangue, qual o que pertence ao homem ou ao animal, tal a identidade dos elementos que o compõem. A organização óssea de ambos é quase a mesma, variando apenas na sua conformação e observando-se diminuta diferença nas vértebras. O homem está para o animal, simplesmente como um superior hierárquico.Nos irracionais desenvolvem-se igualmente as faculdades intelectuais.O sentimento de curiosidade é, na maioria deles, altamente avançado e muitas espécies nos demonstram as suas elevadas qualidades, exemplificando o amor conjugal, o sentimento da paternidade, o amparo ao próximo, as faculdades de imitação, o gosto da beleza.Para verificar a existência desses fenômenos, basta que se possua um sentimento acurado de observação e de análise.Inúmeros espíritos trouxeram à luz o fruto de suas pacientes indagações, que são para vós elementos de inegável valor. Entre muitos, citaremos Darwin, Gratiolet e vários outros estudiosos dedicados a esses notáveis problemas. Os mais ferozes animais têm para com a prole ilimitada ternura.Aves existem que se deixam matar, quando não se lhes permite a defesa das suas famílias.Os cães, os cavalos, os macacos, os elefantes deixam entrever apreciáveis qual idades de inteligência. É conhecido o caso dos cavalos de um regimento que mastigavam o feno para um de seus companheiros, inutilizado e enfermo. Conta-se que uma fêmea de cinocéfalo, muito conhecida pela sua mansidão, gostava de recolher os macaquinhos, os gatos e os cães, dos quais cuidava com desvelado carinho;certo dia, um gato revoltou-se contra a sua benfeitora, arranhando-lhe o rosto, e a mãe adotiva, revelando a mais refletida inteligência, examinou-lhe as patas, cortando-lhe as unhas pontiagudas com os dentes. Constitui um fato observável a sensibilidade dos cães e dos cavalos ao elogio e às reprimendas. Longe iríamos com as citações. O que podemos assegurar é que, sobre os mundos, laboratórios da vida no Universo, todas as forças naturais contribuem para o nascimento do ser." EMMANUEL - 5º livro de Francisco Cândido Xavier,pág.96 http://www.forumespirita.net/fe/outros- ... spiritual/
    1 point
  46. Livro aruanda Pelo espírito: ângelo Inácio Capitulo : 7 Medium em desequilíbrio Continuação - como podem auxiliar em reuniões mediúnicas? - Vamos por parte, meu filho, bem devagar. É bom compreender com profundidade a questão dos elementais para assim entender o comportamento da nossa irmã infeliz – disse Pai João, apontamento para o espírito que antes observávamos. – como espliquei, podem-se classificar as famílias dos elementais de acordo com os respectivos elementos. Junto ao ar, por exemplo, temos a atuação dos Silfos ou das Sílfides, que se apresentam em estatura pequena, dotados de intensa percepção psíquica. Eles diferem de outros espíritos da natureza por não se apresentarem sempre com a mesma forma, definida, permanente. São constituídos de uma substância etérea, absorvida dos elementos da atmosfera terrestre. Muitas vezes apresentam-se como se fossem feitos de luz e lembram pirilampos ou raios. Também conseguem se manifestar, em conjunto, com um aspecto que remete aos efeitos da aurora polar ou do arco-íris. - Disso se depreende, então, que os Silfos são os mais evoluídos entre todas da famílias de elementais? - Eu diria apenas, meu filho, que os Silfos são, entre todos os elementais, os que mais se assemelham às concepções que os homens garalmente fazem a respeito de anjos ou fadas. Correspondem às forças criadoras do ar, que são uma fonte de energia vital poderosa. -Então eles vivem unicamente na atmosfera? - Nem todos, Muitos elementais da família dos Silfos possuem uma inteligência avançada e, devido ao grau de sua consciência, oferecem sua contribuição para criar as correntes atmosféricas, tão preciosas para a vida na terra. Especializaram-se na purificação do ar terrestre e coordenam agrupamentos inteiros de outros elementais. Quanto à sua contribuição nos trabalhos práticos da mediunidade, pode-se ressaltar que os Silfos auxiliam na criação e manutenção de formas-pensamento, bem como na estruturação de imagens mentais. Nos trabalhos de ectoplasmia, são auxiliares diretos, quando há a necessidade de reeducação de espíritos endurecidos. -E os outros elementais? - Vamos com calma, meu filho, vamos com calma. Duas classes de elementais que merecem atenção são as Ondinas e as Ninfas, ambas relacionadas ao elemento água. Geralmente são entidades que desenvolvem um sentimento de amor muito intenso. Vivem no mar, nos lagos e lagoas, nos rios e cachoeiras e, na umbanda, são associadas ao orixá Oxum. As Ondinas estão ligadas mais especificamente aos riachos, às fontes e nascentes, bem como ao orvalho, que se manifesta próximo a esses locais. Não podemos deixar de mencionar também sua relação com a chuva, pois trabalham de maneira mais intensa com a água doce. As ninfas, elementais que se parecem com as Ondinas, apresentam-se com a forma espiritual envolvida numa aura azul e irradiam intensa luminosidade. -Sendo assim, qual é a diferença entre as ondinas e as ninfas, já que ambas são elementais das águas? -A diferença básica entre elas é suavidade e a doçura das ninfas, que voam sobre as águas, deslizando harmoniosamente, como se estivessem desempenhando uma coreografia aquática. Para completar, temos ainda as sereias, personagens mitológicos que ilustraram por séculos as histórias dos marinheiros. Na realidade, sereias e tritões são elementai ligados diretamente às profundezas das águas salgadas. Possuem conotação feminina e masculina, respectivamente. Nas atividades mediúnicas, são utilizados para a limpeza de ambiente, da aura das pessoas e de regiões astrais poluídas por espíritos do mal. -Eu pensei... -Eu sei, meu filho – interrompeu-me João Cobú. – Você pensou que tudo isso não passasse de lenda. Mas devo lhe afirmar, Ângelo, que, em sua grande maioria, as lendas e histórias consideradas como folclore apenas encobertam uma realidade do mundo astral, com maior ou menor grau de fidelidade. É que os homens ainda não estão preparados para conhecer ou confrontar determinadas questões.
    1 point
×
×
  • Create New...