Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Leaderboard

Popular Content

Showing content with the highest reputation since 07/10/2022 in Posts

  1. Olá amigos, tive essa projeção há muitos anos atrás mas até hoje reflito no que aconteceu e como isso pode nos ajudar a entender mais sobre a oração; Eu tinha 17 anos, naquele dia eu estava sozinho em casa esperando minha mãe chegar. Estava deitado na cama mexendo no celular e comecei a sentir sono, deixei o celular de lado, fiz minha oração e cochilei na mesma hora, com a luz acesa ainda. Pensei estar acordado ainda e tentei me mover e não conseguia, assim eu percebi que se tratava de viagem astral, mas nunca forçava a saída do corpo, acabava sempre pairando acima do corpo até dormir ou acordar novamente.. Quando me senti flutuando escutei passos vindo da porta de casa, não tinha dúvidas que minha mãe tinha chegado, achei interessante estar ouvindo sons físicos mesmo estando projetado no astral, mas deixei rolar de curiosidade. Escutei os passos subindo a escada e entrando no meu quarto, e eu achando graça daquilo tudo, porque eu ia contar pra ela, quando eu acordasse, que eu estava projetado quando ela chegou, porque minha mãe não acreditava muito em mim rs Então escuto os passos parando na porta do meu quarto, imaginei que ela viu que eu estava dormindo, e os passos vieram rodando a cama até chegar do meu lado, ai eu estava atento aos detalhes e pensei: Vamos ver se vou sentir a coberta me cobrindo ou algo do tipo... Nisso minha visão abriu, comecei a ver o lado da cama, e vi um homem com uma roupa de couro antiga, chegando do meu lado, só via até os ombros: Uma jaqueta preta bem velha de couro, um cinto marrom, parecia que ele tinha saído do ano de 1800, roupas muito antigas.. Eu engoli seco com um pouco de receio porque esperava ser minha mãe, Ele ficou parado do meu lado uns 8 segundos, parecia que ele estava concentrado tentando me assediar por pensamentos, logo vi ele se mexendo novamente, indo embora por onde ele veio e saindo reclamando e murmurando, como se ele não tivesse êxito na investida que tentava aplicar contra mim; Ele saiu do quarto e eu voltei da projeção em instantes, percebi que foi o mentor que me fez projetar para ver isso, porque o sono que eu estava antes de dormir tinha passado, e a projeção durou cerca de 3 minutos. Na mesma hora agradeci porque ficou claro que a oração me guardou de algo, provavelmente pensamentos ruins que aquele homem iria colocar na minha mente quando eu acordasse. Foi uma projeção curta mas conseguimos tirar bom proveito ao refletir essa situação! Um abraço a todos!
    3 points
  2. Nunca tinha ouvido falar de Viagem Astral.. Tinha 14 anos e certo dia cheguei em casa, estava muito bem e em questão de segundos me senti MUITO cansado, um sono tão forte que eu não tive tempo de chegar no meu quarto, deitei no sofá da sala de barriga para cima e instantaneamente comecei a ouvir uma voz calma de um homem dentro da sala, parecia estar conversando com outro, que eu não escutava.. Eu abri os olhos e percebi que eu estava apenas relaxado e não dormindo, uma sensação muito boa. Comecei a entender que se tratava de algo espiritual, e como a voz me trazia segurança, não tive medo e fechei os olhos. Apesar de não ver o homem, eu ouvia a sua voz e também quando ele falava comigo mentalmente. Então o mesmo homem me disse mentalmente: Viemos aqui, vemos que você cultiva bons pensamentos diariamente e vamos conseguir te proporcionar 3 passeios espirituais, para onde você escolher. Eu fiquei muito feliz ao saber disso, abri os olhos novamente porque tinha receio de ter morrido rsrs Eu não entendia muito bem o que estava acontecendo.. Eu fiquei 1 minuto pensando algum lugar e decidi que queria ver as pirâmides do Egito, eu pensei nas pirâmides e logo senti o "Mentor" me puxando numa alta velocidade, cheguei a fechar os olhos de tão rápido que senti a velocidade que fomos. Quando abri os olhos, eu estava voando por cima de uma das pirâmides e eu me assustei como era tão real, a ponto de ver o brilho do Sol e até as pedrinhas dos tijolos das pirâmides, eu voei ao redor delas como se fosse algo comum para mim, parecia que eu já sabia voar mesmo sendo a primeira vez. Abri os olhos espantado ao perceber como era mais real do que sonho. O Mentor me disse para escolher outro lugar e eu estava atônito com a primeira experiência e não sabia o que escolher.. Então pensei: Eu gosto de praia, queria ver o mar de perto. Então eu fechei os olhos e senti uma pressão na cabeça e 5 segundos depois eu abri os olhos espirituais e me vi de frente para um mar, na beira da praia. Eu fiquei um tempo olhando o mar e curtindo a visão cheia de detalhes da areia.. O mentor ficou um pouco atrás, mesmo eu não o vendo, sabia onde ele estava, e percebia que ele estava feliz. Logo ele me disse para me divertir, para eu voar em volta e ver o lugar, e ir debaixo da água; Logo fiz e fiquei encantado ao ver que não precisava respirar debaixo d'agua, fiquei mais ou menos 2 minutos voando e mergulhando, não sei qual praia era, mas sei que tinha uma montanha bem verde atrás e a areia bem branca. Quando voltei, senti uma incrível paz e relaxamento, eu estava encantado mas não sabia onde pedir para ir, tive também receio de continuar.. Acho que o mentor percebeu e me disse mentalmente: Você não acha que devia aproveitar que está em espirito e pedir para conhecer algum lugar espiritual? Era tão obvio mas não tinha passado pela minha cabeça rsrs Eu sempre fui cristão, então eu pensei: Ok, quero ver o Céu então! Mas na minha cabeça, mesmo eu pedindo eu não ria vê-lo, a esperança que eu tinha era de pelo menos ver o portão do Céu, ou chegar próximo dele e ver o que estaria reservado para nós. Eu já estava sentindo o mentor como um grande amigo, e Nesse momento foi o mais surpreendente.. Eu não entendi nada que estava acontecendo, porque pensei em ver o céu, e quando abri os olhos: Eu me vi em pé num quarto de hospital. Eu estava esperando ver algo totalmente diferente, pensei que ele tinha me levado para o lugar errado.. Ai falei com o mentor por pensamento: Ué eu queria ver o céu.. então por intuição, olhei para as paredes do quarto e vi como era do outro lado, era uma cidade, hoje entendo como uma colônia espiritual, muito parecida com a que aparece no filme "Nosso Lar". Antes eu não sabia que isso existia, então fiquei surpreso de ver uma cidade espiritual, sem montanhas, uma cidade branca com uma praça e um chafariz no centro da praça, e eu fiquei surpreso de terem deixado eu entrar para ver. O quarto era todo branco, a parede era incrivelmente lisa, não tinha defeitos, parecia um material polido, e tinha uma cama grande, quase como se fosse de casal, uma janela com vidro fosco, não tinha maçaneta para abri-la e nem bordas, era apenas o vidro fosco na parede. Do lado da cama tinha uma mesinha com uma flor branca, branca igual neve e ela tinha 5 pontas, parecia a flor que tem na bandeira do Canadá, ela ficava em pé daquela forma, porém branca e 5 pontas. Não era uma flor macia, era uma flor bem firme e possuía uns furinhos na textura dela. Senti que ela trazia uma energia boa para quem tivesse enfermo naquele quarto. De frente para mim tinha uma porta de 2, que abre no meio, típica de hospital. E quando olhei para porta, vi uma mulher dentro do quarto dobrando algumas roupas, eu não tinha notado ela ali até então.. Eu abri os olhos com medo de ter morrido de verdade, mas vi que estava tudo sobre controle.. Fechei os olhos e instantaneamente estava no quarto daquele hospital, parecia muito que eu estava em 2 lugares ao mesmo tempo, em casa no mundo físico e naquele hospital espiritual, porque eu não sentia mais aquela velocidade ao ir de um lugar para o outro, apenas fechava os olhos e já estava lá. Então fui em direção aquela mulher, de cabelo preto com rabo de cavalo, ao olhar pra ela, ela me passou um amor que me remeteu à uma professora de crianças, parecia uma pessoa muito gentil e bondosa. Parecia que ela estava dobrando as roupas me esperando, Foi isso que me fez ir falar com ela, porque eu estava recioso.. Então cheguei e disse: Oi Moça tudo bem? ela respondeu com um sorriso no rosto e eu disse: "Então, eu não sei oq está acontecendo, eu to aqui e sei que aqui é um lugar espiritual mas eu não morri, então porque eu to aqui?" Quando eu disse isso, caiu a ficha na minha cabeça do que estava acontecendo, e eu comecei a ficar muito confuso e senti que eu ia perder a consciência, eu parei de enxergar perfeitamente o quarto como eu estava vendo, e ela percebeu e logo colocou meu braço no ombro dela e foi me levando para a porta, nessa hora eu já não estava enxergando quase nada.. E ela me disse, fica tranquilo que vou te explicar, eu sou sua mentora e.... Nesse momento apagou tudo, como se viesse um sono pra mim ali, perdi a consciência, logo na hora que ela estava prestes a abrir a porta do quarto e eu queria mt ver oq tinha do outro lado mas não pude.. Creio que aconteceu mais coisas, porém eu não consigo lembrar.. Eu abri os olhos e estava na minha sala e ouvi o "mentor" dizer: Ele não vai conseguir voltar. Eu pensei que não fosse comigo, então novamente fechei os olhos, tentei voltar e tive um sentimento que me senti extremamente sozinho, eu vi que a presença dos mentores que fazia eu viajar tinha desconectado de mim.. Ai eu entendi que não tinha como voltar. Na mesma hora orei e agradeci pela experiência, já se passaram 10 anos e até hoje foi a experiência mais marcante que tive, e lembro de cada detalhe como se fosse ontem!! A partir daí comecei a estudar projeção astral, Chico Xavier e o Espiritismo!! Um abraço meus amigos! Espero que tenham gostado!!
    3 points
  3. Boa noite. Sou iniciante no assunto viagem astral comecei a estudar sobre o assunto a mais ou menos 1 ano. No início de tudo não tratei o assunto como se fosse algo serio assim como a maioria das pessoas eu não acreditava nessas coisas que eram faladas sobre esse assunto. Mais pele minha curiosidade cemecei a pesquisar e assistir diversos vídeos sobre esse tema e logo conheci o canal do Saulo calderom e wagner Borges. Depois de ver alguns vídeos Logo decidi começar a tentar fazer uma prática energetica para ver se acontecia alguma então para minha surpresa na primeira tentativa entrei nesse estado vibracional. Minha reação foi meio de pânico, espanto sem acreditar nisso que tava acontecendo e logo quando terminou esse estado fiquei muito feliz por isso ter acontecido isso abriu minha mente grandemente. Ao longo de 1 ano mais ou menos tive algumas experiências 2 delas foi muito significativa para mim uma delas foi logo de manhã assim que acordei e decidi ficar na cama mais um tempo e logo fiquei relachado e quase dormindo denovo e aconteceu que meus dois braços da parte do cotovelo até as mãos se soltaram do corpo físico e ficaram flutuando por dentro do meu corpo físico foi maravilhosa a sensação e me deu mais ânimo para continuar a segunda experiência foi uma serta noite que acordei de madrugada para fazer técnica e peguei no sono e logo acordei fora do corpo flutuando mais não vi nada na frente porque não sabia se eu deveria abrir os olhos então fiquei com medo e fui encaixando no corpo lentamente. Depois desse ocorrido passei a acreditar mais que nossa consciência realmente vive fora do corpo Esse foi meu pequeno relato logo farei perguntas para que alguém de vcs possa me ajudar nesse assunto e pesso desculpas pela forma de escrever não sei escrever corretamente tenho dificuldade de aprendizagem mais espero que de para entender as palavras que escrevi obrigado a todos e espero que esse relato seja útil para alguém
    2 points
  4. Pode ser. É aquele problema de sempre: - muitos sonhos são projeções - outros são só sonhos mesmo Não é porque você está num sonho lúcido que você está projetado. Ou seja, você pode estar tendo fantasias num cenário plasmado, estando inconsciente ( acreditando estar em corpo fisico) ou lúcido( sabendo que não está em corpo fisico). Mas ainda assim um ambiente e personagens plasmados. E onde está seu corpo astral nesse caso? Pode estar ainda embutido no corpo, levemente desencaixado. Ou pode estar flutuando um meio metro acima da cama, ou no meio do quarto. Ou pode estar vagando pela casa ou ruas da cidade como se fosse um zumbi. Ou seja, o corpo astral está " dormindo"( porque não percebe o ambiente astral ao seu redor, apenas o conteúdo mental interno. ) mas sua mente está sonhando, como você vê NESTE RELATO Quando você encontra em astral uma pessoa assim oode pega-la pelos ombros, sacudie para tentar acordá-la, ela parece acordar por uns 2 segundos, te olha mas apaga em seguida. É dificil se comunicar com quem está dormindo em astral. Então algumas entidades ( não só mentores, também os obsessores) conseguem se comunicar telepaticamente com você na forma de um personagem desse seu sonho, porque aí você os enxerga e escuta. Pode ser um animal que fala, uma arvore, ou uma pessoa. E assim eles te passam o recado. Porém, na verdade eles estao em astral perto de você, nao lá no seu sonho, e podem querer que você desperte do sonho para ter uma projecao lucida. Daí eles tendem a usar algum recurso que direcione sua atenção para fora daquela plasmagem, uma pergunta difícil que te faça prestar atenção ek algo lembrar algo, sentir algo, e isso rompe a plasmagem. Parece ser exatamente o que te aconteceu. Nesses casos logo apos perceber-se no quarto ou cama, tem que tentar sair dali em astral, para nao correr o risco de apagar de novo. Em geral quem te chama esta alu no quarto mesmo, mas nem sempre visivel ao projetor. Mas está ali do lado. Então a meta desse acordar é levantar da cama, do corpo, e sair para a projecao. Se ficar ali deitado vai so delirar sem parar.
    2 points
  5. Válido apenas para depois que você saiu de casa. Antes não, porque a faixa em que está enquanto ainda não atravessou nenhua estrutura de passagem é muito densa, e não responde ao seu pensamento, nem você fazendo esforço para isso, nem estando com medo de algo. Sobre as distorções de percepção no astral, aqui tem uns exemplos: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16071-comprovação-da-projeção-astral/&do=findComment&comment=74048
    1 point
  6. Ainda faltou explicar um ponto, porque ontem já estava tarde (para meu horário de ir deitar) e a coisa poderia se estender. Eu falei ali na última postagem que não tive esse problema, logo, só posso sugerir uma possível solução, sem ter certeza se ela será efetiva, mas não expliquei o porque de sugerir essa solução. A questão é que com a popularização desse tipo de conhecimento as pessoas adotam uma visão errada sobre o passado. Muitos pensam que antigamente, como esse conhecimento era dado só aos iniciados, era “elitista”, e que agora vivemos tempos melhores, tempos em que o conhecimento “se democratizou”. Mas há um erro nessa abordagem, porque ela pressupõe que as pessoas são todas iguais, logo, não haveria motivos para ensinar essas coisas somente para uns escolhidos. Essa visão é falsa em muitos aspectos, mas o mais óbvio é que todo ensino, exceto o introdutório, tem pré-requisitos. Toda nossa estrutura escolar é montada assim, só quem cumpriu o aprendizado de uma etapa está condições de partir para a etapa seguinte, ou não vai ter os resultados desejados, quem perde é o aluno. Portanto, ensinar certas coisas só para quem cumpriu os pré-requistos não é elitismo, é uma necessidade didática. E todos nós sabemos que isso é verdade porque todos que estão lendo isto foram, no mínimo, alfabetizados, logo, passaram por um ensino em etapas. No entanto, quando se fala que antigamente as pessoas tinham que passar por iniciações para ter acesso a certos conhecimentos, enxergam nisso um sentido negativo, dentro daquela mentalidade conspiratória, meio jeca, que desconfia da “gente da cidade”, e atribuem essas exigências antigas a algum “controle de poder”. Claro que naquilo que gerar resultados práticos no plano físico o controle de poder existirá, como existem as exigências para porte de arma. E eu suponho que parte da dificuldade com comprovação reside nisso, porque se for ensinado um método eficiente para obter informações do físico, de modo a poder fornecer comprovações para a ciência, por exemplo, esse mesmo método poderá ser usado para roubar senhas, espionagem militar, etc. Mas mesmo quando se trata de coisas sem implicação no plano físico, algumas exigências ainda são necessárias. Se você entrar numa escola esotérica, ou se comprar qualquer livro que ensine a pessoa a trilhar um caminho sozinho, independnete, verá que as primeiras lições envolvem: - treino de relaxamento - treino de concentração - treino de visualização/memória Para só depois começarem a ensinar algo. Então sempre é assim: -Passo 1: relaxamento do corpo - Passo 2: aquietar a mente - Passo 3: mobilizar energias - Técnica do dia É como dizer que para se exercitar comece com um leve aquecimento geral, depois um leve alongamento, depois um aquecimento específico e, só então, está pronto para começar o treino de hoje. O de amanhã pode ser diferente, mas essas etapas iniciais são as mesmas. Então quando alguém numa escola esotérica vai aprender projeção astral, ou alguma dessas outras técnicas glamourizadas, já terá no mínimo uns 3-6 meses de treino só nessas etapas básicas. Mas com a democratização do ensino dessas coisas o pessoal vai direto para a projeção, sem o preparo anterior. Ou seja, vai aprender todas essas etapas dentro da técnica dee projeção astral, e isso gera muitas falhas, porque a pessoa não tem meses de treino anterior em relaxamento ,em concentração, ou no uqe mais cada um julgue necessário adicionar antes disso. Veja a técnica do Saulo por exemplo: ela começa com relaxamento, depois já vai para as várias etapas do trabalho energético e só entãpo quando TERMINA, é que vem a técnica projetiva, a gangorra. Aí a pessoa pega o áudio pratica hoje e amanha acorda e pensa “nada aconteceu”. Rapá... foi sua primeira experiência com relaxamento+técnica energética e um pouco de concentração seguindo as instruções do áudio. Pode funcionar de cara, de primeira? Pode, mas o normal é que você gaste algunes meses praticando tudo que vem antes da gangorra antes que a gangorra tenha chance de fazer efeito como técnica projetiva, porque a pessoas esbarra naquelas dificuldades básicas : ai, não consigo ficar imóvel, não consigo parar de me coçar, me distraio várias vezes.. Pois é! È para isso que o treino anterior, em relaxamento e concentração precisaria ser fetio, POR MESES, antes de tentar a projeção. Ah, mas então devo parar de tentar me projetar e treinar só esses fundamentos por meses? Não! A própria tentativa de projeção já contém os elementos de relaxamento, concentração, viosualização, embutidos nela. Então quando você está treinando para se projetar está treinando TAMBÉM as habilidades básicas. E seria bom se tivesse tempo para dedicar outros momentos só para treinar cada um daqueles fundamentos (lá do tópico POR ONDE COMEÇAR separadamente) . Mas é importante entender que essas coisas foram elaboradas dentro de uma seqüência lógica, e portanto, quem não tem treino anterior nesses fundamentos vai penar alguns meses antes de conseguir que a técnica projetiva funcione, não pro falha da técnica projetiva, mas por falta de treino nos fundamentos. O alerta é para entender onde está a falha e não desistir por isso. Porque o correto seria ensinar só relaxamento, concentração e visualização, e mandar o cara praticar só isso por seis meses. Mas quem vai fazer? Numa escola esotérica a gente faz porque e ensinado assim, aos poucos, você não sabe o que virá depois, então vai fazendo o que mandam. Então o cara fica lá, seis meses de exercícios tediosos que você nem sabe para que serve. Lá pelas tantas, te ensinam algo como a projeção, então você vai fazer a primeira tentativa já tendo treinado os fundamentos. A coisa tem mais chance de funcionar em menos tempo, porque o tempo tentando vai contar desde quando? Você só vai contar a aprtri do primeiro dia né? Mas não contou os seis meses anteriores de preparação né? Pois é! Mas aqui, que a gente ensina tudo junto, o mais provável é que as pessoas gastem alguns meses fracassando, e é normal, porque falta esses meses de treino básico. Basta não desanimar que uma hora vai. Agora, uma coisa é sair, outra é o que vamos perceber após sair. Também pela falta de algum treino mental (do tipo que treina a consciência de si, a auto-observação, o “estar presente de instante a instante” sem se perder demais em devaneios) algumas pessoas podem cair mais vítimas mais facilmente do devaneio associativo e isso, no astral, muda tudo. Muda sua posição no espaço, por exemplo. É por isso, PROVAVELMENTE, que ao atravessar uma parede ao invés de parar no seu pátrio você pode parar na casa da sua avó, que você freqüentava quando era criança. Porque você não percebeu que um pensamento sobre sua infância passou na sua mente quando estava atravessando a parede. As vezes você detecta esse pensamento, e só por isso consegue entender o que aconteceu nesses casos. É por isso que se você estiver andando pela rua, e ver um arbusto, ao olhar para o arbusto pode achar que tem um vulto ali, e logo em seguida sairá um vulto dali, ou mesmo um animal. Por isso as pessoas as vezes se projetam e vão parar em castelos com dragões voadores, porque um primeiro pensamento fantasioso, ligado a uma emoção, vai gerando uma cadeia infinita de plasmagens. Mas o que fazer para resolver esse problema? É o treino de uma vida, de consciência, de meditação, de perceber a realidade tal como é em cada caso. O exercício de concentração na flor é uma dica para praticar um pouco disso, concentração, atenção à realidade, controle de divagações,treinar essa forma de observar, para ver se fará diferença nas suas projeções. Porque isso é uma praga, isso nos prejudica a percepção correta mesmo na vida física. Numa discussão no tiwtter ou facebook a pessoa escreve uma coisa mas você lê outra, um mix do que ela escreveu com sal fantasia mental sobre o que acha que ela escreveu. Basta você ver as divergências políticas ao descrever o Brasil entre os anos x e y, e você já vê que os encarnados são incapazes de perceber até mesmo a realidade física corretamente, ainda que a realidade física seja imutável. Por que se usa estatística na ciência? Exatamente para detectar resultados que o cientista pode ser incapaz de perceber sozinho, decidindo pela sua subjetividade. A confusão sobre a eficácia da cloroquina e ivermectina mostraram bem isso. Então a gente vai se projetando “do jeito que dá”, reconhecendo as próprias falhas e não caindo no erro de pensar “eu me projetei, eu fui lá e vi A Verdade sobre esse tema”. Você experiência algo, você tem acesso a alguma informação e tem que fazer algo com ela. Mas não boa a mão no fogo não, eheheh. Para você ter uma idéia do problema, leia estes capítulos do livro do Draja Mickaharic que eu traduzi e coloquei no GVA há alguns anos atrás, e verá como esse autor, que é ocultista, também coloca a ênfase na preparação inicial e também alerta sobre as questões ilusórias do astral. https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16993-decolagem-e-técnica-do-raduga/&do=findComment&comment=96238
    1 point
  7. Eu não tenho experiência com esse tipo de problema que você relata, porém, vou te sugerir algo que TALVEZ AJUDE. Encontre uma flor e bote num vaso. Compre um vasinho numa floricultura talvez, ou pegue alguma que encontrar por ai. Todos os dias antes de deitar pratique por 10minutos observar a flor nos seus minimos detalhes. Sente num local confortavel, coloque a flor a uma meia distancia, 1metro digamos, e procure observar o mais profundamente que puder. Como se você fosse um ET que esta vendo essa flor terraquea pela primeira vez e nem consegue entender se é um bicho, um vegetal, uma pedra. Tente olhar os " poros" da planta, mas mantenha ela na distancia média. Tente focar so nisso por 10 minutos, nao deixando seu pensamento se desviar para outras coisas. Se uma hora achar que ja decorou os poros da flor, troque por outra. Qual a idéia de praticar isso? Praticar concentracao, uma concentração que busca a essência, e que nao se distrai muito com pensamentos aleatorios. Isso pode te ajudar a olhar para o que te cerca em astral com esse olhar mais profundo, buscando a verdade por tras das aparencias e evitar que cadeias de pensamentos associativos te façam emendar um onirismo no outro. E por isso você não quer observar a flor na sua mao mas a uma certa distancia, porque a meta e treinar esse olhar inquisitivo para os objetos cenarios e pessoas que encontra no astral, e eles nunca estarao na sua mao, mas ao seu redor, a alguns metros. Mas claro uma flor nao pode ficar a mais de 3metros de voce ou nao verá os detalhes, e para que sua concentracao se fixe no objeto observado você precisa ser caoz de enxergar detalhes, texturas, nervuras. 10min por dia, durante uns 2 meses, talvez já faça alguma diferença no que perceberá.
    1 point
  8. Mas veja, sentir o corpo fisico é algo que só acontece em duas situacoes que eu saiba. 1- você PROCURA POR ISSO 2- você está muito perto do corpo 1- As vezes você esta projetado ha muito tempo tipo 1h ou mais, e recebe um aviso de que deve voltar para o corpo. Nesse caso voce se questiona o porque daquilo. Entao pensa no corpo para senti-lo, e ali, ainda na projecao, voce sente o corpo respirando, voce ouve os batimentos cardiacos, percebe a posicao do corpo e nota que nao tem nenhuma parte dobrada errado, que poderia estar machucando... entao percebe que está tudo ok e escolhe nao voltar ainda. Mas veja nesses casos seu corpo está apagadaço, so por isso consegue pensar nele e nao acordar de imediato. Se fizer isso nos primeiros 5min digamos , vai ser puxado de volta na hora, porque o corpo ainda nao entrou num estado de sono profundo. Como 90% das nossas projecoes duram menos de 20min, entao vale a regra de nao pensar no corpo. Sai do quarto e adeus ao corpo, eheh. 2- Quando a pessoa está tendo um sonho lucido, ou seja, desconectada do corpo fisico mas flutuando junto ao corpo enquanto viaja em fantasias mentias projetadas DENTRO da aura, ela está muito perto do corpo, entao esta mais susceptível se ser puxada de volta ao menor tranco. Está com lucidez suficiente para saber que nao está tendo uma experiencia fisica, mas percebe o cenario em torno de si como se fosse realidade astral. Eu nao sei como diferenciar isso, não é algo que você possa dizer " olha se tem x , entao é sonho lucido, se tem y, é projecao. Para mim é identico, mas você sabe na hora, por mais realista que pareca você "apenas sabe" que está dentro de uma simulacao, que aquilo não é nem fisico nem astral. É como pegar na mão uma fruta de plastico, você não precisa mordê-la para ter certeza, apenas sabe. Entao pode ser que uma parte dos seus sintomas de dupla consciencia sejam fruto disso. O que eu sugiro é focar em projecoes em que nao exista um corte de continuidade, ou seja, voce faz a OLVE, sente o EV, sai da cama PARA O SEU QUARTO. Sai do quarto para a sala ou atravessa pa rede e sai na rua. (E durante todo o trajeto enquanto se afasta de casa fique aprofundando a fase, olhando para as maos a cada 5 segundos, ao caminhar pela rua va arrastado a mao pelas paredes das casas sentindo a textura, ou faça a OLVE a cada minuto , uns 10 sobe-e-desce a cada 1 minuto ou quando sente que a " carga esta acabando" e já vai acordar. E se estiver disponível, mantenha-se agarrando algo, uma cadeira, uma grade de portao... ate sentir que estabilizou, porque nesses primeiros minutos, até uns 3 minutos mais ou menos,. o corpo ainda está meio acordado e pode te puxar de volta por reflexo. Depois ele apaga totalmente e aí você já não acorda tao facil ) Porque se voce faz o EV e ao levantar da cama nem no seu quarto está, aí mizifio, só Deus sabe o que ocorreu! Pode ter caido em outra faixa astral, mas pode ter caido numa plasmagem áurica dessas que geram os sonhos, apenas estará lúcido. Mas não temos como fazer melhor que isso. Nossa meta é estarmos lúcidos. Se é sonho lúcido ou projecao lúcida, aí não temos como controlar. São as limitacoes da nossa mente primitiva. As vezes outro cenario se forma em torno da cama. Enquanto voce estiver nela, seu link com sua realidade fisica está funcionando. Digamos que deitado ali você vê uma praça da cidade. Ou seja, é como se sua cama, com voce em cima, tivesse se materializado no centro da sua cidade. Voce senta em astral na cama e fica ali olhando as pessoas passarem. E sua cama ali, no meio da calçada. Entao voce levanta da cama, fica em pé e olha para tras, para a cama, e ela sumiu. Agora tudo que existe é o lugar em que está, e as vezes é em outra cidade outro país aqui do fisico mesmo. O que é isso? É projecao ou sonho lúcido? Não sei, das varias vezes em que isso me aconteceu eu diria que foi projecao, só numa delas que eu senti que era sonho, tudo falso. Mas minha "obrigacao" era apenas saber que eu nao estava no plano fisico, saber que eu tinha deitado para me projetar e fui parar ali. Saber mais que isso não tenho como. Agora se voce perde a lucidez, seja projecao ou sonho, vai se preocupar que esta num local estranho, outro pais, sem carteira ,passaporte, grana... e vai querer saber quando sai o proximo aviao de volta para sua terra, eheh. Aí não dá ne? É isso que devemos evitar, seja sonho lucido ou projecao, porque afinal de contas isso é uma prática de lucidez, ela nao pode sumir durante a experiência seja ela o que for. Mas querer ter certeza sobre a natureza da realidade que te cerca nem no fisico conseguimos, ou não haveria diferentes narrativas de testemunhas oculares de um mesmo evento.
    1 point
  9. A técnica da corda serve à mesma finalidade que esta etapa:
    1 point
  10. Sendo mais direto: 1- deite de lado, para nao apagar rapido demais ( no meu caso nao da apneia se tento de barriga para cima apos ter levantado de madrugada. Só acontece logo que deito, no inicio da noite.) e fique prestando atencao no ar que sai do seu nariz, como se saisse uma fumacinha que se estende por uns 50cm alem do seu nariz. Como se voce fumasse e estivesse liberando fumaça pelas narinas. Mais atenção na expiração. Fique apenas focado nisso o sono comeca a vir 2- Entao pode comecar a notar uns barulhos estranhos, que " te atrapaham para dormir". Uma janela que bate co frequencia, pessoas distantes falando algo ( a essa hora? na rua? no vizinho?), alguém dando batidinhas, como se batesse uma madeira na outra, ou chamarem seu nome. 3- Esses sinais que te atrapalham para dormir em geral sao sinais que indicam que você está entrando no estado alterado que te permite descolar do corpo. Preste atencao ao sinal, ate que ele fique mais nitido e você tenha certeza o que é aquilo, e entao ja pode levantar devagarinho da cama, como quem esta indo no banheiro, levantando mesmo, nao usando a imaginacao de levantar.
    1 point
  11. Bom dia a todos! Não sei se o pessoal tem acompanhado as mais "recentes" noticias acerca do tema ovni/disco voadores, mas parece que o tema finalmente saiu do ridículo a que fora relegado pelos formadores de opinião de antigamente, e agora pertence ao chamado "mainstream". Digo isso porque, só pra resumir - pra quem não tem acompanhado - a imprensa americana já aceita como fato a existência desse fenomeno, o governo americano representado pelo senado deles e o proprio pentagono, universidades renomandas e cientistas renomados já discutem isso e até afirmam coisas antes deixadas aos chamados crentes e loucos. Uma pesquisa rápida na internet comprova esses pontos de vista em 5 minutos de pesquisa. Pois bem, o que isso tem a ver com viagem astral? Essa temática sempre me acompanhou, não que eu queira ou tenha procurado, por exemplo: Sempre sonhei com ovnis no céu, e os sonhos não eram sobre naves mecanicas e alienigenas tipo ficção cientifica. Sempre eram apenas luzes, e luzes pequenas, como um grande enxame de abelhas. Eram sempre amigaveis. Uma vez também, vi junto com uma prima e perfeitamente acordados rsrs uma bola de luz do tamanho de uma bola de basquete, passas por entre as árvores numa velocidade tão grande, que ficou um rastro de luz atras dela, como uma calda. E o caso mais interessante de todos, e que até hoje me deixa aturdido, foi o seguinte: Cheguei do trabalho a tarde, e me sentei na frente da tv, e por acaso tava passando um documentario sobre alienigenas na tv fechada. Pode não parecer, mas sou um tanto cético com as coisas. Acredito nas coisas que vi e vive por mim mesmo, e é só por isso que sei que existem coisas como viagem astral, espiritualidade etc... Mas nesse programa em particular, estavam falando sobre alienigenas e sobre uma espécie em particular que era como um louva-Deus, tipo insetóide. Na hora me levantei, pois eu entendo que o universo seja povoado de outros seres, não tenho duvida disso, mas um ser que se pareça com um inseto e ainda mais um inseto terrestre, foi demais pra mim... então me levantei meio indignado, com um sorriso debochado e fui tomar banho. Moro num bairro bastante urbano, e no mesmo apartamento há mais de oito anos na ocasião narrada. Nunca, e repito, nunca! Nenhum inseto entrou no meu apartamento neste tempo todo até então, e até hoje neste momento em que digito isso neste computador... Pois bem, então eis que to ensaboando a cabeça, com os olhos cheios de sabão, e alguma coisa cai nas minhas costas. Não me alarmou, porque achei que fosse a bucha de tomar banho, que geralmente eu coloco na janela e eventualmente ela escorrega pro chão. Continuei esfregando a cabeça, e quando penso que não algo anda nas minhas costas. Assustado enxaguei a cabeça e tentei ver o que estava nas minhas costas. E adivinhem o que era?! Um Louva-Deus enorme, do tamanho da minha mão, muito muito verdinho. Eu fiquei totalmente embasbacado!! Qual a chance dessa coincidência acontecer?!!! Eu coloquei ele na janela pra que fosse embora, e até hoje eu penso sobre isso, fazem uns dois anos este acontecimento. O que penso sobre isso? Não acho que tenha sido uma coincidência, quero dizer, uma super-hiper coincidencia. Eu penso comigo que tudo é energia. O fato de sermos energia, o universo ser energia, explicaria todos os fenomenos espirituais, da viagem astral aos fantasmas... porque também já vi alguns. Isso nos leva de volta a questão dos ovnis. O governo americano não faria uma campanha tão grande pra aclimatar a população sobre essa questão, se eles não se sentissem obrigados ou pressionados, o que me faz pensar que coisa grande vem aí e não tá no controle deles. Uma invasão alienigena? Não acho que não, pode ser uma expansão da consciencia "forçada" que vai nos fazer ver mais do que estávamos acostumados. E por que um governo saberia isso? Um governo como o deles, não deixa nada passar, eles querem controlar o mundo oras. Com certeza suas agencias de inteligência sabem sobre viagem astral, magia, espíritos e etc. Se você realmente é inteligente, você precisa considerar tudo, mesmo as coisas consideradas absurdas. Nem que seja para descartá-las. Então, por que to dizendo isso? Ainda sobre a questão da energia de que somos feito. Se tudo é energia, coisas como espaço e tempo são irrelevantes, porque a propria energia consicente e que cria esses fatores. Ou seja, mesmo distantes estamos perto, e mesmo que seja distante no tempo. Minha teoria, é que ovnis/alienígenas, são consciencias que nos visitam, a nível psiquico, de outros "lugares" que podemos até julgar fisicos no universo. Mas como eles são mentalmente evoluidos, eles podem vir em forma de energia/espirito vos visitar, assim como nós mesmos vamos em forma astral visitar outros lugares. A diferença é que eles são melhores nisso do que nós. Enquanto ainda estamos aprendendo, eles são mestres. Quanto ao louva-Deus, eu penso que, numa linha de tempo paralela, todos os seres se desenvolveram, pelo menos em nível mental/espiritual. Sim, pode haver uma Terra povoada por seres que evoluiram dos insetos, dos lagartos, dos peixes... Ora, não tem a nossa com seres "evoluidos" dos símios? rsrs A ideia é mais ou menos essa... E penso, que vamos começar a interagir com esse tipo de energia brevemente, e nisso consistirá nossa expansão de consciência.
    1 point
  12. Nenhum problema com sua forma de escrever caro projetor 👍
    1 point
  13. Sim, é isso. Às vezes a pessoa fica numa busca incessante pela técnica SuperPower Plus 2.0 , mas não significa que vá funcionar com ela. E nem significa que as técnicas que não funcionaram com ela não funcionem com outros. Por isso é importante a gente testar várias. Uma funcionou? Usa ela com mais freque cia ,mas segue testando outras. Com o tempo você constrói um arsenal PESSOAL de técnicas que funcionaram para VOCÊ, e aí quando começa a aplicar uma e ela rende HOJE, você não perde temo e já troca para outra, porque nenhuma delas ira funcionar sempre, todos os dias. Por algum mistério em alguns dias é mais fácil ter resultados com uma do que com outra.
    1 point
  14. Obrigado Light Seeker! É muito bom saber que você teve resultado. Mas não se preocupe em me "devolver" não, é uma cadeia, você aprende, pega o jeito, e " paga" no futuro dedicando um pouco do seu tempo e atenção a outros, a desconhecidos curiosos que ainda estiverem lutando com os passos iníciais. É assim que a fila esteve sempre andando... através dos séculos!
    1 point
  15. Dá uma olhada aqui: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17087-exteriorizar-energias-é-perigoso-autor-lu-mello/
    1 point
  16. Olá Dey! Concordo plenamente quando diz que os EUA irão usar algumas evidencias fisicas como justificativa para orçamentos negros e coisas desse tipo. Afinal, eles tentam tirar vantagem de tudo, e se alguma coisa vai acontecer, que não está totalmente no controle deles, alguma vantagem eles tentarão tirar disso, com certeza. Por outro lado, não acredito que eles tenham "relações diplomáticas" com nenhum Ser "alienígena", no entanto, acho que eles adorariam que os outros pensassam que sim... Penso que eles sabem muito, porque sempre tiveram recursos pra empregarem as melhores pessoas nesses empreendimentos. Tipo assim, imagine quantos excelentes viajantes astrais eles não empregaram, e quanto de pesquisa secreta foi gasta nessa área... Eles estão admitindo agora, oficialmente, até a existência de aparições fantasmagóricas! Agora, acho que alguma coisa física existe sim, talvez até mesmo os tais "corpos alienigenas" . Sabe por que? Pense comigo, vamos supor que nós, seres humanos, estamos começando a aprender esta arte de viagem astral. Na minha visão, viagem astral é o deslocamento da consciência sem o intermédio do corpo. Ou seja, a consciência começa a perceber que ela não depende de uma ferramenta e que é ela que cria a realidade, com o consenso das outras consciências perto dela. Isso somos nós seres humanos percebendo essa condição. Agora, imagine uma forma de vida bem mais antiga (seres em outros planetas ou galáxias) ou mesmo aqui na Terra, por exemplo, os dinossauros ou insetos, eles viveram muito mais tempo do que os humanos antes de serem "extintos", pelo menos em nossa linha de tempo... Quem sabe eles alcançaram um nível mental tão grande, que romperam o espaço e o tempo, e são o que vemos agora e chamamos aliens. Se nós, no atual nivel, podemos sair do corpo, e como voce mesmo disse, ainda sentir a textura das coisas, interagir com a materia em alguns casos... essa galera muito mais evoluída que nós nesse sentido, pode, com certeza, manipular a realidade em volta dela, de uma forma que até outra consciencia (Nós) pode perceber essa manipulação. Por exemplo, seria como se eu ou voce, numa saída do corpo em astral, criássemos para nós uma espécie de involucro de transporte, que nos levasse a outros lugares, e quem visse esse involucro, iria achar que era algum veiculo, ou algo relacionado à própria cultura deles. Tipo assim, às vezes, o que as pessoas andam vendo, não passe da aura ou do corpo espiritual desses seres, e nós, na nossa cultura atual tecnológica, achamos que é uma máquina feita de parafusos. Porque atualmente, nós achamos que para viajar pelo espaço seria preciso uma nave espacial. E talvez não seja este o caso.
    1 point
  17. Olá Sou nova aqui no fórum, empolgada por poder falar abertamente do assunto hehehe Deixa eu ver se entendi, vc fica preso no quarto e volta rapidamente pro corpo, aí fica quicando no corpo, entra e sai, entra e sai, certo? Você vê a saída, ou já acorda fora? Como está seu nível de consciência quando sai? Você tenta sair do quarto, tipo, subindo como um foguete, ou atravessando as paredes no modo "besta fera"? Eu sugiro q assim que perceber a saída, partir pra manutenção da consciência imediatamente. Pense no "eu sou" e no "eu estou" e nas respostas dessas afirmações. Em seguida decole, com a intenção de subir o mais rápido possível. Tem um autor que diz pra gente mergulhar no chão, fiz isso uma vez e consegui sair do ambiente em que estava. Pode ser uma solução. Meu"instrutor de vôo" me disse certa vez que o truque é usar o poder da Vontade. Não a vontade do ego, mas a Vontade superior, a sua liberdade, o seu senso de ser uma consciência com o poder de decidir. E não pense no corpo, nem no medo de voltar. Se voltar quica e sai de novo, aí volta pro passo da manutenção da consciência ANTES de ligar o modo "besta fera" Agora se nada resolver, da uma boa olhada ao redor. Pedir ajuda dos mentores pode ser uma boa também. Agora se nada disso resolver, sugiro que relaxe e aproveite para realizar experimentos. Tente se ver no espelho tente plasmar algum objeto Por último, concentre em algum lugar, ou alguém com o intuito de ser deslocado até lá. Espero que isso te ajude. Um abraço.
    1 point
  18. No plano astral, todo mundo é médium. Acho que isso é bem mais comum do que pensamos só que muitas vezes não lembramos. Já li alguns relatos e já escutei relatos de algumas pessoas conhecidas. Concordo com o Sandro. E acho que nesse caso, o plano dos mentores que te acompanhavam era exatamente esse. Provavelmente foram eles que patrocinaram a incorporação. Acho que a ideia de incorporar no teu corpo astral não foi do espírito não. Mas isso facilitaria envolver o tal espírito nas energias que os mentores precisavam que você envolvesse ele para que ele fosse resgatado.
    1 point
  19. Desde criança eu sou atormentada por sonhos com naves, abduções e seres extraterrestres. Eu posso passar 1 ano sem ter qualquer contato com o assunto e mesmo assim terei no mínimo um sonho desse tipo no mês. Eu não tenho medo de naves ou seres de outros planetas, mas nesses sonhos eu fico aterrorizada ao nível de acordar soando e tremendo, com o coração acelerado. São sonhos em que estou no quintal a noite, olhando para as estrelas e então uma estrela começa a se mexer e vem se aproximando, então quando me dou conta é uma enorme nave, um disco voador prateado com várias luzes. Ás vezes são várias naves que cruzam o céu, nesses sonhos eu grito ou saio correndo para me esconder. Também já sonhei com os tais "Greys'', aqueles aliens cabeçudos e baixinhos, onde eles me levam à força pra nave ou entram dentro de casa. Já sonhei com uma extraterrestre alta de cor branco-azulada que tem traços faciais semelhantes aos Greys, foi um dos pouquíssimos sonhos que eu não estava com medo, devido à simpatia e pacificidade dela. Ela havia adentrado minha casa e estava falando algo, mas não lembro o que. Comecei a ficar interessada por ufologia ainda criança por conta desses sonhos que até hoje não foram embora.
    1 point
  20. Outro dia eu saí do corpo depois de um longo recesso de mais de vinte dias sem nem sequer um sonho lúcido (entendendo aqui por sonho lúcido aquele sonho que a gente lembra bem no dia seguinte, mas no qual não estávamos conscientes de estarmos "sonhando"). Fiquei imensamente feliz quando acordei sentindo EV. A gente virar projetor consciente pela vontade e depois entrar em recesso projetivo é quase como que perder um olho, dá uma tristeza profunda e o sentimento de que está faltando algo muito importante... então assim que senti que o desencaixe havia terminado, subi como um foguete, feliz como uma criança, pela liberdade de poder voar. Eu costumo sair cega, isso porque muitas vezes eu perdia a experiência tentando enxergar e acabava abrindo os olhos físicos e voltando para o corpo. Então me acostumei a sair cega e num dado momento me concentro em receber as imagens e a visão acaba se abrindo. Pois bem, saí cega voando como um foguete, para o alto e avante. eu senti a mudança do clima do interior da minha casa para o exterior, senti quando atravessei o teto e fui subindo. Num dado momento parei, pensando que não devia continuar me movimentando às cegas, porque poderia ir parar em algum lugar desagradável. fiquei flutuando e me concentrando para ver e de repente a visão abriu e eu me vi sobre o sítio onde moro, vi os açudes lá em baixo, as casas, o rio e decidi pousar. Quando estava descendo, olhei para a serra que é o horizonte aqui desse pedaço do mundo e vi uma lua ENORME. Na hora eu pensei que não deveria ser a lua, até porque era fase minguante e ela estava anormalmente grande. Eu não esperava ver nada ali, olhei para a serra da mesma forma que estava olhando tudo ao redor, apenas tentando captar o que eu via, da forma como eu via, sem esperar nada. Eu estava mesmo era feliz de estar projetada com um nível de consciência cem porcento. Então vi essa lua, ou planeta e fiquei desconcertada. Era difusa, como se estivesse muito distante, bem mais distante que a nossa lua, mas devia ter uns três ou quatro vezes o tamanho da lua cheia, era meio avermelhada e quando pensei em olhar melhor, mais de perto, ou com mais nitidez, fui puxada de volta para o corpo físico e não consegui sair de novo. Fiquei vários dias pensando se o que eu vi era um registro akashico da lua, numa época em que ela estava mais próxima da Terra, ou um planeta extrafísico. Será que existem planetas, neste sistema solar, de densidade energética muito mais sutil que a nossa? Fiquei pensando nisso, mas ainda não cheguei a uma conclusão.
    1 point
  21. Só posso especular, mas me pareceu que sua hipotese é a mais provável. Creio que algum mentor produziu sua saída em corpi mental e introduziu o outro ali. E quando você conseguii sentir amor, aquele esoirito foi afetado, mudou a vibração e foi despachado para uma faixa mais sutil, onde pode ser tratado. Você teria funcionado como um elevador,.mas de frequéncia. Ele entrou no elevador e você apertou o botão para o último andar, ehehe. Feito isso, missão cumprida. Tive ua experiência só em astral com uma fusão, e não senti nada energetico, apenas compartilhamento de coroo mesmo. Contei AQUI é o segundo relato, quabdo falo do velho baiano.
    1 point
  22. Olá Meu nome é Cristiane, mas meus amigos me chamam de Dey. Sou projetora espontânea desde criança, mas só recentemente comecei a aplicar técnicas de projeção e a fazer exercícios energéticos. Tenho 47 anos e agora penso que devia ter iniciado estudos projetivos há muito mais tempo. Estou aqui interessada em compartilhar relatos, análises e outros estudos sobre projeção e espiritualidade. Encontrei o fórum pesquisando especificamente sobre um fórum kkkk imaginei que devesse haver um, já que nós projetores sempre nos sentimos solitários na hora de falar sobre nossas experiências. Conheço o trabalho do Saulo no YouTube, acho muito relevante. Um abraço a todos.
    1 point
  23. Parece até telepatia, eheh. Ontem eu estava saindo do trabalho no final da tarde e estava lembrando das suas perguntas, e percebi que você não entende um ponto chave, porque muitas explicações não são explicitas, confundindo o iniciante. E penando nisso lembrei dessa tecncia da vela, em geral muito mal explicada. E planejei: A proxima pergunta que o Marcelo fizer, que tenha esse problema, eu vou citar o exemplo da técnica da vela, para que ele perceba o problema de muitas explicações por aí. E aí você pergunta justo sobre ela, eheheh. ------------------- Neste topico eu já tenho repetido muitas vezes: para se projetar você precisa induzir um estado de sonolência. Você está sempre repetindo essa pergunta, mas a resposta não vai mudar. Sem sonolência não há projeção, nenhuma técnica vai funcionar sem sonolência. Fim da questão. Só que.... Os coleguinhas que como eu se propõem a explicar aos novatos muitas vezes não ajudam, porque quando a gente já tem alguma experiência a gente às vezes esquece de explicitar certos detalhes básicos. É como alguém que te ensina a cozinhar mas não ensina a ligar o fogo. E aí o cara vi na internet, acha uma receita e diz " mas nesta receita aqui precisa ligar o fogo?". Sim, precisa! Ele não falou mas ele supõe que você já sabe que precisa! Portanto, não importa qual tecnica você ache por aí, todas elas: - exigem sonolência, mesmo que o autor não fale sobre isso - todas elas são uma variante de algum TIPO ja descrito aqui neste tópico. Não há 10mil técnicas diferentes, há apenas dois tipos: 1- atenção ao exterior ( alvo mental, pode ser um local imaginário mas pode ser um objeto exterior qualquer,.como a vela. Mas a chamada vela, como fica se movendo é mais interessante de olhar do que um x na parede a sua frente. Mas poderia ser o x, o fato de ser uma vela não muda nada) 2- atenção ao interior ( movimentar o corpo astral, movimentar as energias) Ou seja: - ou você coloca sua atencão lá fora do corpo, para que sua consciência seja ATRAÍDA para lá, arrastando o corpo astral junto - ou você coloca sua atenção no corpo, para notar energias, chacrkas, expansão do corpo etérico, etc, e assim saber quando AFASTAR-SE do corpo. ATENÇÃO FORA: VOCÊ É ATRAIDO PARA FORA ATENÇÃO DENTRO: VOCÊ DECIDE SAIR DO CORPO É como você estar sentado na cadeira e eu te oferecer um chocolate, dizendo " venha pegar". Você focou no ato de levantar da cadeira? Não, você apenas focou sua atenção no chocolate e POR CONSEQUENCIA levantou da cadeira para pegá-lo, sem mesmo pensar no ATO DE LEVANTAR DA CADEIRA. Mas e se eu não tiver um chocolate e apenas disser " levante-se da cadeira bem devagar, o mais devagar que conseguir, prestando atenção em como seus músculos corporais atuam para equilibrar seu corpo durante o processo, e como o peso do seu corpo se distribui na planta dos pés, oscilando entre o calcanhar e as laterais e frente do pé" Nesse caso seu processo de levantar da cadeira será mais complexo, mais problemático, assim como acontece com as pessoas que ficam presas na catalepsia, ou presas.por uma parte do corpo. Um processo que é automatico e natural se torna todo atrapalhado porque a consciência está muito focada nos detalhes do corpo. E sua consciência está onde estiver sua atenção. O simples ato de levantar da cadeira pode se tornar algo complicado se você focar muita atenção em todos os detalhes das sensações. Bem, dito isto, como essa técnica que você achou ( e que tem lá no Projeciologia do Waldo) se encaixa nisso que estou falando? TODAS AS TÉCNICAS se resumem a um desses dois tipos citados, porém TODAS EXIGEM SONOLENCIA, mesmo que o autor da técnica não tenha falado sobre isso. E como você gera sonolência? - Fica queito, imóvel e espera ela chegar, para então começar a técncia, - -ou então induz a sonolência usando um técnica QUALQUER de relaxamento, e aprofunda isso com uma técnica QUALQUER de transe. NÃO EXPLICAREM ISSO GERA CONFUSÃO NO INICIANTE E MUITA FRUSTRACÃO PORQUE SEM SONOLENCIA NÃO HÁ PROJECAO! Eu mesmo tive essa mesma sua dúvida quando durante um curso do IIPC que fiz, fui sorteado para praticar justamente essa técnica da vela. Eu olhava ali na descrição e não dizia para fechar os olhos nem nada. Fiquei uma semana praticando isso diariamente de olhos abertos e só o que obtive foi uma tremenda dor de cabeça. Depois, no proximo encontro, cada pessoa sorteada falava o que conseguia com a técnica que lhe foi passada. Falei que não consegui nada, que ficava com os olhos meio ardidos de ficar o tempo todo ali olhando para a vela, e que achava improvável que alguém conseguisse se projetar ali olhos abertos olhando par a vela. E o instrutor me disse: " Mas nao é para ficar de olhos abertos chega uma hora que você fecha" eheheheh, pois é, mas não.diz nada ali. Isso foi em 2010, quando fiz o curso e não tinha prática com a projecao, mas com a experiência já entendo como isso funciona, apesar a explicação fornecida não ajudar o iniciante. Vejamos por partes ----------------------------- Ou seja, técnica do tipo 1: concentração exterior induzindo ao desencaixe e PORTANTO, AO SONO. Ou seja, o ponto chave da técnica é a indução ao transe, por isso se usa a concentração num ponto fixo como ferramenta principal. É o que falo aqui neste topico desde o inicio: - relaxamento - transe - tecnica de separacao ----------------------------. - cadeira confortável+ ambiente escurecido= relaxamento, sonolência Indução ao transe Os devaneios podem te fazer apagar, e você quer sonolência, não sono total, oor isso faz sentado e não deitado. -Se fizer deitado, tem que ter algum nível de DESCONFORTO para tornar mais lento o apagamento. -Se fizer sentado precisa esta confortável, ou não desenvolverá o grau e sonolência necessário para se projetar. Se aconteceu um estado de leveza/ desconcidência é porque SEU CORPO DORMIU ALI SENTADO! Mas se você está lutando para não se perder em devaneios e para continuar focado na chama da vela, você NÃO SABERÁ DISSO, vai achar que se proejetou acordado. É uma FALHA DE PERCEPÇÃO do que aconteceu Por isso quem ensina técnica não fala em ADORMECIMENTO, porque a gente NUNCA NOTA O ADORMECIMENTO se estiver com a atenção focada no alvo. Seus olhos fecham, você RONCA, mas acredita que está de olhos abertos e acordado. Só quando tem alguém do teu lado te observando é que ele testemunhará que "você dormiu". Mas você vai teimar e dizer que não dormiu. Então se faz essa técncia sozinho você vai descrevê-la como está nesse texto, sem mencionar o sono, porque você NÃO PERCEBEU QUE ELE OCORREU. É isso que gera confusão na cabeça do iniciante que ficar por aí colecionanso técnicas. Se você não se focar em entender os FUNDAMENTOS, tal como explicados aqui, ficam esses pontos falhos nas descrições de algumas técnicas e você não entende como elas funcionarão. Portanto,.fica aí novamente MAIS UMA DEMONSTRACAO que todas as técnicas se resumem a - relxamento - transe ' tecnica de separação -Todas precisam atingir algum grau de sonolência para funcionar - Todas precisam fazer seu corpo dormir, ainda que isso não esteja claro na descrição, e ainda que o dorminhoco jure que não pregou o olho nenhuma vez. Se o cara se projetou, O CORPO DORMIU. O que não dormiu foi a consciência.
    1 point
  24. É, isso é comum na(s) primeira(s). Parece que a gente é um passarinho que finalmente fugiu da gaiola. É, as vezes isso acontece muito rápido, pega a gente de surpresa mesmo. Mas aí no dia seguinte você quer repetir, só que aí é uma decisão racional, não é "pensei sem muito pensar como", e talvez por isso costume falhar. Acontece quando a gente olha para baixo. Tem que olhar o panorama geral, se prestar atenção ao que está embaixo você vai perdendo altitude. Se olhar para o geral no horizonte vai indo, mas se olhar com atenção para alguma estrela no céu à noite, vai acelerar até o fim do mundo ,ehehe. É um problema controlar esses vôos. Não creio que tenha sido sonho porque você teve os "problemas" típicos que temos na projeção, relacionados ao vôo. -------------------------------- Obs: Adicionei uns espaços no seu texto, para poder ler, ou ficaria muito difícil de entender. Tente separar em parágrafos na próxima postagem
    1 point
  25. Ola, eu me chamo Thiago, conheci este forum à apenas uns 5 meses graças às atividades de Saulo; e conheci Saulo graças a uma entrevista que foi concedida no canal "Afinal o que somos nós "; Ja fiz todos os seus cursos e me interesso em igual proporção à espiritualidade que às projeções da consciência; portanto sou um novato nesta area; estou aqui para aprender com vocês e naturalmente para compartilhar experiencias...um abraço a todos!! (E tambem moro no Canada como o meu xará aqui em cima
    1 point
  26. Bom dia. Sou Tiago, nascido em Porto Alegre mas atualmente moro no Canadá. Estou aqui para apreender mais sobre VA.
    1 point
  27. Só diminui. Vamos traduzir o estado projetivo como se fosse fervura de leite: Ja botou leite para ferver né? - logo que você acorda de um sonho é como se ANTES o leite tivesse fervido e agora que você acordou a espuma do leite está COMEÇANDO a baixar. Não se mexer e fazer um OLVE rápida ou aplicar uma tecnica de separacao imediatamente é como acender o fogo outra vez, levanta a fervura de novo em poucos segundos ( 5-10segundos) - ter se mexido é como te jogado um pouco de agua fria no leite. Agora para levantar a fervura de novo vai demorar mais do que alguns segundos. Então funciona assim: - tente uma técnica de separacao imediatamente apos acordar. Se nada funcionar em até uns 20segundos, ja era. Essa " janela" ja se fechou. Então agora você pode se mexer, mudr de pisivao na cama para se preparar para a proxima tentativa, que acontecerá quando sentir que vai apagar de novo. Isso deve levar de uns 2 a 5min. Mas se levantou da cama para ir no banheiro, ja vai levar uns 15min par entrar no estado novamente. Se ficou acordado uns 10minutos, como recomenda o Raduga, já vai levar uns 45min para entrar no estado adequado novamente Basicamente quanto mais você se mexer, mais o leite esfria, só isso. Mas sempre dá para requentar novamente, eheh. Onde há sonolência há oportunidade para projeção. Muita sonolência= Muita chance projetiva MAS muita de apagar na tentativa Pouca sonolencia= pouca chance projetiva mas boa chance de não apagar A dificuldade toda é em encontrar o meio termo disso, e para isso você tem que encontrar a melhor combinação OARA VOCÊ desses quatro pontos: - o quão relaxado está -o quanto você dormiu antes - o quão confortável está na posição -o quanto se mexe
    1 point
  28. O que fala lá no inicio, sobre desconforto é relacionado ao transe, para você evitar apagar por muito tempo. Ou seja, você não quer deitar as 23h para praticar e acordar de novo só as 4 da manhã né? A idéia é gerar algum deconforto para que, caso apague, acorde de novo após poucos minutos. Qualquer forma que você escolher que te impeça de dormir direto por horas ajuda. Sentado or exemplo, é díficil dormir, porque a cabeça cai e te acorda. Mas uma cadeira muito reta dificulta até para práticas que exigem menos sonolência. Entao uma poltrona de sofá funciona melhor, dá para ter leves cochilos mas não para apagar e acordar só amanhã. Uma espreguicadeira pode funcionar bem, porque você ajusta o grau de inclinacao de modo a relaxar o quanto precisa, mas ela ainda nao vai ser tao relaxante que te permitw dormir por horas. Tem que achar seu jeito pessoal nesse ponto. Uma cadeira de escritório, que tenha tudo regulável ( altura do assento, altura dos encostos de bracos, altura e inclinacao do encosto das costas) permite um nivel de apoio muito bom para práticas em que você quer evitar dormir. Mas eu nunca usei esse recurso para a projeção porque meu sono é muito leve, já acordo muitas vezes durante a noite. Quando quero prolongar o tempo sem apagar para mim basta o decúbito dorsal, que já é uma posição que dificulta dormir, ou a espreguiçadeira. Mas entenda, a idéia é fazer a coisa de uma forma que te dificulte um apagamento profundo só isso. Lucidez ainda é um passo a mais, envolve conseguir observar ese estado de sonolência por um tempo e se separar do corpo quando você tem chance. Envolve manter a sonolência por bastante tempo, e ficar tentando as técnicas e separacao de tempo em tempo. Se durante 1hora você tive uns 10 cochilos curtos, poderá fazer 20 tentativas de separacao em 1hora, porque ao sentir que vai apagar é um bom momento para tentar separar e, caso tenha apagado, ao acordar novamente é um bom momento para aplicar as técnicas de separacao outra vez, durante os primeiros 10 segundos. Mas se você estiver muito confortável, vai apagar e acordar após 2horas, se acordar! Entao olha quantas tentativas deixou de fazer! Umas 40, só porque apagou.
    1 point
  29. Sim, por isso crianças não estão ainda mentalmente capazes de viver neste mundo concreto, elas usam isso como fuga. À medida que você vai crescendo vai aprendendo a conviver melhor com a realidade concreta porque é nela que precisa elaborar suas metas. A "viajem na maionese" é convertida em estratégias e planos de ação de longo prazo. Até artistas, que precisam reter capacidade de viajar na maionese, precisam traduzir isso depois em método de realização, o que exige muita racionalidade. Para adulto voltar a viajar na maionese acho que só com treino especifico. Por exemplo, a meditacao que usa como foco atenção a idéias, imagens, simbolos, tem como meta permitir que a mente viaje NA DIRECAO EM QUE ESTÁ FOCADA, gerando outras imagens, símbolos, intuicoes, relacionados ao ponto focal escolhido. Mas exige treino, a execução correta não permite que o foco: - seja excessivo, bloqueando o surgimento de novas associacões - nem seja frouxo demais, gerando respostas que se desviem demais do foco. É um uso controlado da "viajem na maionese" para que gere resultados, ao contrário do mero escapismo da criança.
    1 point
  30. Sempre que você acorda está sonolento. Não existe nenhuma possibilidade de você acordar e estar 100% desperto, portanto não existe essa situação da sua pergunta. É por isso que se usa essa técnica de tentar a projeção logo que acorda, porque SEMPRE o sono estará muito presente no primeiro minuto logo que acorda. Mas... PRESTE ATENÇÃO: Se você discorda do que estou falando e acredita que está de fato acordando sem sono algum, é porque você muito provavelmente está acordando EM CORPO ASTRAL. Digo isso porque me aconteceu algumas vezes. Do nada eu acordar à noite com zero sono, como se fosse uma TV que alguém apertou um botão e ligou. Nesses casos eu estava sempre desperto em corpo astral, porém embutido no corpo. E aí levantava da cama em corpo astral, sem sono algum. Obviamente nesses casos o corpo estava bem apagado já há muito tempo, então não transmitia suas sensações para o corpo astral, daí a ausência de sono, pela ausência de comunicação entre os dois corpos nesse caso. O corpo físico não tem como acordar sem estar sonolento, porque a alteração do metabolismo e frequência cerebral não é abrupta, demora para você ficar totalmente desperto. O problema é que as vezes é o contrário! As vezes você desperta e está tão sonolento que pensa "não é possível que eu esteja em astral, com esse sono todo! Estou é no corpo físico!" E aí você senta na cama, pregado de sono, com 100% de certeza que está no físico, e se sentindo um tolo por questionar isso. Depois você levanta da cama ainda pregado de sono, com 100% de certeza que está no físico. Você sai caminhando do quarto, ainda pregado de sono, com 100% de certeza que está no físico. Mas ao testar, você atravessa a parede do quarto, e o sono fica para trás como se fosse uma cobra soltando a pele, ehheh. E você percebe que fez tudo isso em corpo astral ! Como estava ainda dentro da faixa do cordão de prata, uns 4m, estava em astral, carregando lastro energético, sentindo as sensações de sono do corpo físico. Mas ao atravessar a porta ou parede, essas energias densas ficam para trás e corta a conexão com o corpo, e o sono desaparece no ato, passa a ver a casa como se fosse dia, etc. Por isso não adiantar você colecionar respostas de tudo, porque as vezes acontece de um jeito, as vezes do jeito oposto. Só é bom para saber que nada funcionará do mesmo jeito dois dias seguidos, há MUITA variação, eu estimaria uns 50 tipos diferentes de possibilidade de "despertar e sair", porque foi mais ou menso assim comigo, precisei umas 50 projeções antes que alguma coisa se repetisse e eu pensasse "ahh, agora foi igual daquela vez"
    1 point
  31. Acho que a questão é que É POSSÍVEL fazer de olhos abertos. Porque técnica projetiva não tem como fazer de olhos abertos. Mas o Saulo chama de técnica projetiva o pacote completo de técnicas combinadas. Essa parte da manipulação com as mãos é uma técnica ENERĢÉTICA, não é uma técnica projetiva propriamente dita. Então por isso NÃO HÁ NECESSIDADE de fazê-la de olhos fechados. Mas quando eu faço coisas desse estilo sempre faço de olhoa fechados, porque você está querendo mover as energias, e olhar seu corpo de carne eu acho que desvia o foco. Prefiro fazer de olhos fechados e imaginar meu corpo energetico, aura , chakras, de modo que quando estou fazendo alguma auto-limpeza uso a imaginacao para construir efeitos assim:
    1 point
  32. Dá uma lida AQUI . Isso não está disponível como nossa memória fisica. Tanto que você as vezes encontra pessoas que sabe que conhece há um bom tempo mas é incapaz de saber de onde. Mas acontecem situações em que o CONHECIMENTO das outras projecoes aparece na sua mente, mas você não lembra das cenas. Por exemplo, uma vez que mudei de apartamento ey queria me projetar para ver se o ap tinha outros moradores astrais ali. Passaram-se duas semanas e nada de me projetar. Numa noite despertei a lucidez ainda na cama, pensei " É hoje que descbubro se esse apartamento está vazio ou não!". Acelerei o EV, descolei do corpo fisico e quando desencaixei totalmente e estava em pé em frente a cama, ao invés de ir em direcao às outras salas do ap dei meia volta a atravessei a janela saindo para rua, porque pensei: " Bobagem! Não tem motivo para eu checar o ap todo hoje, já fiz isso nas tres projecoes anteriores que tive awui, vou é sair para a rua!" Ou seja, ali projetado ( mas só depois de separar totalmente o corpo astral do corpo fisico) eu sabia que tinha me projetado outras 3 vezes, que ja tinha checado o ap. Mas nem ali eu tinha a memoria das cenas das projecoes anteriores. Eu só sabia que ja tinha executado aquele plano mais de uma vez.
    1 point
  33. 1- Quando você pensa em PARTES DO CORPO ,elas vão para essas partes. Mas as energias que fazem isso são energias livres, por isso se movem de acordo com a atenção. Outras energias estão fixadas em regioes do corpo, e faz parte da meta do EV ir soltando essas energias fixadas e aumentando a quantidade de energia livre que pode ser dirigida pela atenção. Então me parece que preocupações eventuais se dirigem para a cabeca, se forem só intelectuais ( quem já não se sentiu com a mente entupida após algumas horas de exercicio com matemática ou física ?), ou para o centro emocional, se a preocupacão envolver emocoes. E se isso for constante essa energia acaba provavelmente se fixando no chacra relacionado àquela emoção e prejudicando o orgão fisico correspondente, gerando as doenças psicossomáticas 2- Se temos problemas devemos procurar a solução. Se a "preocupação" é uma tentativa de achar uma solução, faz sentido. Mas preocupar-se com coisas que não tem solução, ou nã estão a seu alcance, é algo negativo, porque você se desgasta sem nenhum benefício que justifique a energia despendida. 3- Para quem está procurando desenvovler sensibilidade energética, não sentir uma certa área indica apenas que ainda há energias presas ali. Basta seguir praticando mover as energias, dando mais atencao aos pontos em que nao se sente nada, estimulando mais mais rápido ou mais forte nesse ponto, e com o tempo libertará as energias daquele ponto e a sensibilidade surgirá.
    1 point
  34. Boa tarde, Na madrugada do dia 18/05/22 tiive minha primeira projeção astral. Estava praticando as técnicas em conjunto com um áudio que ajuda a conseguir a projeção. Então comecei novamente a ter um problema que me atrapalha e quebra a concentração, o relaxamento e principalmente a imobilidade do corpo fisico, coceiras. Alguém mais tem esse problema? Alguém tem alguma explicação pra isso? Pois bem, depois de ter que me mexer pra coçar várias partes do corpo desisti da tentativa e me virei de bruços que é a posição que costumo dormir. O sono veio vindo e quando me dei conta eu estava com uma sensação muito estranha, a sensação de estar em dois lugares ao mesmo tempo. Eu estava acordado mas ao mesmo tempo sentia que meu corpo estava adormecido. Mas não me dei conta que meu corpo astral já estava desprendido do corpo fisico. Resolvi rolar pra mudar de posição e enquanto eu rolava simplesmente comecei a flutuar. Mas enquanto rolava na minha mente era meu corpo fisico que estava rolando. Não percebi de forma alguma que já estava projetado. Fiquei maravilhado com o que estava acontecendo e me perguntando se aquilo realmente estava acontecendo. Fui parar do lado da cama e com as pernas pra cima. Como se estivesse deitado no ar. Entao comecei a descer ao chão bem devagar, como uma pluma. Parei sentado no chão e perdi a lucidez. Voltei pro corpo mas não senti nada enquanto voltava. De repente estava no corpo outra vez mas com a mesma sensação de antes. Já sabendo o que era simplesmente rolei outra vez e sau flutuando e dessa vez com controle do corpo. Flutuei em pé do lado da cama e desci ao chão. Me virei pra cama e lá estava meu cotpo deitado e dormindo e tive a certeza do que estava acontecendo. Olhei pro outro lado e no canto do quarto havia uma entidade, uma sobra toda preta. Não tinha nenhum detalhe como olhos ou boca. Só aquela forma humanoide e toda preta. Não fiquei com medo nenhum pois já tive várias experiências e já vi fantasmas e manifestações várias vezes. Mas levei um susto e falei: Assustar não vale né! E comecei a dar risada. A entidade se sentou encostada na parede e ali ficou. Fui em direção da janela pra sair do quarto e bem do lado da janela estava a entidade sentada. Coloquei a mão na janela querendo atravessar mas não consegui. Então perdi a lucidez e fui parar no Umbral. Estava em uma casa, era grande mas bem velha e pobre. Dois espíritos ao meu redor, um se fazendo passar por minha mãe e outro por meu irmão. Mas eram bem feios e exquisitos. Em cima de uma mesa um vasinho com um pequeno pé de carnnabis. Na minha mente era cannabis mas o formato das folhas era diferente. Já fui pra pegar um pouco pra fumar mas o espírito não deixou. Então vi outro espírito se passando pelo meu outro irmão. Mesmo não estando lucido achei estranho o terceiro espírito e falei: Vai querer me dizer que tu és o Fulano? Nisso vi uma faca, peguei e dei uma facada no primeiro espírito, aquele que me negou o baseadinho kkkkkkkk. O espírito se passando pela mãe deu um pulo pra trás e o terceiro veio pra cima de mim. Sai correndo pra fora da casa. Era noite. Os três ficaram na porta jogaram na grama um pouco da erva. Me abaixei e fiquei procurando a erva enquanto os três riam da minha cara. Pra mim isso foi um nitido recado. "Para de se humilhar por porcaria!" Me levantei e fui andando e parei atrás de um pilar da área de uma casa ao lado. Nisso começou a chegar vários outros espíritos e começaram a lançar facas em minha direção enquanto davam risada. Eu me esquivava das facas ou eles não acertavam mas quando eu via que alguma faca vinha na minha direção eu me concentrava e consiguia fazer a faca parar e cair no chão. Tipo o Neo parando as balas no ar no filme Matrix. Eles se olhavam espantados por eu conseguir parar a faca. Um deles disse: Mira na cara dele! Continuaram arremessando facas e eu parando umas e outras não mas não me acertavam. Até que uma atingiu meu braço direito de raspão. Olhei pro braço e tinha um corte e sangrava. Entao acordei. E foi assim minha primeira experiência com projeção astral!
    1 point
  35. Desde que teve a projecao. Não consegue MAIS lembrar de sonho nenhum. Se antes lembrava sem problema e passou a nao lembrar mais pode ser que voce esteja indo/sendo levado para regioes mais densas. É muito mais dificil lembrar da projecao/sonho se voce foi parar numa região pesadelar. Em geral alem de nao lembrar,.acordara cansado, com " ressaca", porque a gente meio que se intoxica de andar em zonas pesadas. Afinal o corpo astral sai do fisico e pasda a absrover o prana do ambiente em que estiver. Por isso em projeções mais distantes ou mais demoradas o EV de retorno é mais duradouro, porque você absorveu muito prana e ao voltar ao corpo fisico esssa energia é descarregada no seu corpo etérico, te deixando energizado, descansado e.. com dificuldade de seguir dormindo, ehehe. Mas se andou em ambientes pesados a energia que acabou absrovendo é meio toxica, como se fosse poluída, e por isso você acorda cansado, de ressaca, etc. Se isso está acontecendo junto com a perda de memoria dos sonhos pode indicar que voce arranjou alguma treta mesmo.
    1 point
  36. 31/03/2022 - Relato 1 Acordei de madrugada as 2:44, ontem fiz técnica, mas adormeci. Acordei com a técnica rolando em looping no celular pelo fone (parte da exteriorização) tirei os fones, tentei um pouco o método da gangorra, mas percebi que não iria conseguir nada então resolvi voltar a dormir, mas mesmo com sono não conseguia. Resolvi ir para o banheiro e deitei no sofá da sala. Após um pouco mexendo no celular acabei adormecendo. Me dei conta de estar levantando do sofá como se estivesse bêbado, com dificuldade para andar, meio cambaleando se perdendo nos passos. Nesse momento eu pensei (não é tão diferente de andar no corpo). Fui andando desengonçadamente até a cozinha e minha lucidez diminuiu um pouco porque chegando lá não me recordo do que fiz exatamente. Fui até meu quarto chamar a Débora (notei que o corredor até chegar no quarto era bem maior que no físico e o quarto um pouco deslocado), puxei ela pelo braço e ela veio bastante intorpecida de sono me perguntando "o que foi?" e falei "eu estou fora do corpo" ela meio sem entender e bastante grogue nem retrucou apenas me seguiu, pois a puxava pelo braço. Trouxe ela para a cozinha para mostrar que realmente estava fora do corpo e ela apenas comentou com ar de descrença (mas meio apagada) "haaa pare". Retruquei e falei "é verdade olha o que consigo fazer" e tentei atravessar a minha cabeça pela parede. Depois de ler alguns relatos tentei passar o topo da minha cabeça (para não deixar nenhuma crença ou animismo interferir), mas ela literalmente raspou na parede e me senti um completo i*****, nisso minha lucidez diminuiu muito. Acredito que tenha voltando pra o corpo de alguma forma, pois novamente me vi no sofá, estava deitado quando percebi do lado um ser muito grande e preto, completamente preto eu não tive coragem de olhar pra cima apenas vi o braço dele vindo na minha direção e ele me pegou minha lucidez diminuiu, mas recordo dele me levando para longe do meu corpo, atravessamos a parede e quando percebi que estávamos voando (eu nos braços dele) pensei "caramba estou voando, que gosto que é isso" e minha lucidez diminuiu de novo e fui sugado para o corpo porque me vi novamente no sofá. Novamente voltei a mim e percebi ele novamente do meu lado, estiquei meus braços e com as palmas abertas apontando para ele falei alguma coisa sobre Deus e provavelmente voltei para o corpo, quando voltei novamente a lucidez novamente aqui no sofá levantei rápido já com os braços levantados da mesma forma que antes e falei (receba esse passe 😂), mas ele não estava mais aqui. Lembro de ter pensado "quando voltar para o corpo espero não esquecer". E "acordei" peguei meu celular e comecei a gravar um áudio para guardar a experiência, quando me sinto sendo sugado para o meu corpo bem suavemente e a última coisa que me lembro antes de acordar é sentir ele já dentro do corpo carnal se encaixando (eu não via, mas sentia e exatamente na mesma posição que eu efetivamente acordei) Por incrível que pareça não acordei com medo ou impressionado com o fato daquele ser, mas sim um pouco em paz. Obs: o que antes para mim era uma incógnita ficou claro que tive muitas e muitas saídas que rememorei, mas minha lucidez que estava baixa. Outro detalhe que colocava em cheque era por alguns lugares sem um pouco diferentes, mas ou mesmo tempo iguais como aconteceu aqui no quarto, sala e cozinha.
    1 point
  37. Mesmo que pareça tudo igual, em geral notamos distancias diferentes, tero mais alto, ou as salas parecem maiores. Quanto à cabeça na parede, você encosta o topo ( a moleira, eheh) e vai sentir o coco bater na parede sólida. Mas aí, ainda nesses posição em que esta olhando para o chão, nao para a parede, com a cabeça tocando a parede você empurra a cabeça contra a parede como se estivesse tentando empurrar um carro com ela, eheh. E ela entra na parede e sai do outro lado. Exige um pouco de força, às vezes como se estivessententando atravessar um colchão ortopédico. Obviamente quando você ja tem certeza de estar projetado é mais fácil, porque a confiança de que a solidez é ilusoria faz a ilusao da parede ceder bem mais fácil. Mas quando a gente não tem ainda certeza, a dúvida torna a parede mais resistente.
    1 point
  38. Boa tarde! Consegui entender perfeitamente o que escreveu. Continue praticando as técnicas e acredito que as experiências irão se multiplicar. EV de primeira não é fácil. Tudo de bom.
    1 point
  39. Olá, sou o Ícaro... De Embu, São Paulo... Pesquisei no Google sobre projeção astral e viagem no tempo, pra saber se mais alguém tinha viajado no tempo astralmente aí encontrei esse fórum...
    1 point
  40. E por acaso o autor do vídeo alegava que a versão dele melhor? Em geral o pessoal gosta de inventar moda PARA OS OUTROS testarem. Eu acho que você trocaria 6 poreia dúzia numa técnica de oscilação LATERAL de energias. Na OLVE é mais facil manter a atenção na pasagem do feixe de luz porque é uma area pequena, só a largura do corpo. E ao passar pelos chakchras permitiria diagnosticar bloqueios em.u ou outro CASO A PESSOA esteja sentindo as energias. Mas como o percurso da cabeça aos pés é longo, exige que a atencao seja mantida todo o percurso. Já numa movimentacao lateral.deve se mais facil fazer o vai e vem, que sera mais rapido,.mas creio que seja impossiveo manter a atencao no corpos,.percebr se tem chackrs bloqueados e tal , porque quando a faixa passar pela linha central do corpo, passara em todos os chackras ao memso tempo, sendo dificil entao perceber se este ou aquele tem problema.
    1 point
  41. boa tarde discogirl, eu tambem tinha muitas dessas experiências quando crianças e quando comecei a estudar projeção e fenômenos ligados ao parapsiquismo, eu voltei a ver naves, ets, greys. Sua experiências não são sonhos, podem ser experiências fora do corpo em projeção astral, ou podem ser retrocognições de vidas passadas. Você deve se conscientizar e ler mais sobre o asssunto, para encerrar o medo do assunto. O normal ter medo de projeção astral, medo de fenômenos paranormais, mas com o passar do tempo, e estudo, percebemos e aprendemos que não corremos risco algum. Existem bons youtubers como Nancy Trivellato, sites da conscienciologia, e o Saulo Calderon, onde você pode ganhar conhecimento e aos poucos perder o medo. Obrigado por compartilhar sua experiência. Abs
    1 point
  42. Leia após o item 17: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/20061-sinto-coisas-estranhas-quando-estou-tentando-dormir-o-que-pode-ser/
    1 point
  43. Caro Leadbater, Se houver dúvida de um possível assédio de entidades ligadas á magia negra e coisas assim recomendo a repetição mental de uma espécie de mantra..do tipo "Nada desejo,apenas servir à luz". Pelo menos é o que eu faço, se se tratar de algo simples como uma mera "aproximação", ou interesse. As palavras tem poder, e com a repetição este sentimento irá ganhando força...É um tipo de vibração bem eficaz para afastar esse tipo de energias.Repita por um bom tempo..pode ser de forma relaxada até mesmo em meio as atividades domesticas..cultive esse sentimento por um tempo..eu boto mais minha fé nisso...ou alguma coisa do tipo, para afasta-lo de aproximações com essa faixa vibratoria, e aproxima-lo dos mentores. De uma forma geral, tambem tento substituir os desejos (ausencia por algo que não tenho) pelo sentimento de gratidão e celebração pelas coisas boas que já possuo. Essa faixa de magos negros está muito ligada a busca pelo poder, desejos fortes e dominação. A não ser que você prefira duelar com símbolos e rituais ocultistas com supostos especialistas do ramo..rsrs..eu prefiro me focar nos valores inversos em que eles estão imersos, ou seja, abnegação, espírito de serviço, ausência de desejos (fortes ambições etc) e sentimentos de gratidão e humildade. Mas se o bixo tiver pegando mesmo, recomendo buscar ajuda com especialistas (entidades de índios e pretos velhos costumam estar associados a este embate contra os magos negros). Mesmo estando o astral pesado nos ultimos tempos, não custa nada você cultivar um pouco aquelas virtudes, pra te afastar de um eventual" olhado" rsrs. prevenir é sempre mais fácil que remediar.
    1 point
  44. Na minha concepção toda a forma de prestar auxilio desinteressado é uma forma de ir se desvincilhando do ego..os desejos não trazem felicidade..o amor e a paz sim. Não sei se isso é algo religioso, pra mim é algo bem biológico até..o que faz bem a minha energia principalmente. Nós somos constituídos assim, mesmo que nosso ego (parte animal) relute em seguir o caminho da nossa própria felicidade. A verdade é que a busca por conhecimento, ou pelo poder em qualquer de suas formas não preenche o vazio da existência da forma que o amor é capaz de preencher. Da mesma forma, é impossível ser verdadeiramente ético, sem uma dose de abnegação. É por isso que muitos magos negros do astral dedicam suas vidas a busca pelo poder, e utilizam encarnados tambem como seus mediuns, nesta busca desenfreada e ensandecida, que no final não leva a lugar algum, no sentido da satisfação da alma. Sem amor não há satisfação na vida, seja qual for a dimensão em que estejas..o amparo é só uma expressão disso, deste desejo de amar. Tambem tenho minhas dúvidas em até onde vai de fato o nosso "livre arbítrio" e acredito em leis naturais, queiramos ou não estaremos a ela subjugados. A vantagem para a projeção astral neste lance de amparo é justamente entrar na faixa vibratória dos ditos mentores, que não tem certos desejos inferiores como os magos negros por exemplo, que podem atuar mais facilmente em curiosos, ou mesmo pessoas que estejam mais proximas á sua faixa vibratória em busca de conhecimentos ou poder, ou ainda qualquer objetivo pessoal que seja. Os magos negros tem objetivos pessoais, os mentores não. Este pode ser o perigo em matéria de sintonias. Existem grupos e seitas de ocultistas que realmente buscam poderes, vampirzam outros encarnados, e fazem uma série de coisas..todos guiados por seus desejos particulares, acreditando serem senhores de sua propria vontade, quando não passam de marionetes de seres trevosos do astral, além de outras armadilhas íntimas do ego. Confesso que já até tive algumas experiências neste lado obscuro da existência, e não vale a pena...os desejos e ambições, isso tudo é ilusão..paz e amor essa é a lei que está inscrita no mais profundo de nossas consciências, pouco importa religiosidades. E o amparo é uma excelente forma de cultivar esse amor e essa paz desinteressados, pois a paz e o amor bastam a si mesmos, e por isso não os entendo como uma "moeda de troca"...De fato são prazeres da alma, mas nada além disso.
    1 point
  45. Não tem como confundir. Mesmo que você não provoque a separação voluntariamente (mas essa é a meta principal, levantar em corpo astral sentindo ele descolar do corpo físico. É uma sensação similar a tirar a pelezinha do ovo), se sua consciência despertar em astral, é como acordar de repente. Você está sonhando e puff....se que nada se altere você percebe que nada ali é plano físico. Vai se apalpar, ver que é bem sólido e ao mesmo tempo pensar "como pode? se estou em corpo astral como estou tão sólido quanto no físico?" Pode olhar suas mãos e ver a digitais, e vai saber que aquilo é uma ilusão de percepção. Quando há dúvidas, é projeção semi-lúcida. Quando você nem desconfia que não está no físico, é projeção com lucidez zero, OU SONHO (FANTASIA MENTAL PLASMADA). Portanto sem lucidez, não tem como saber do que se trata, a menos que consiga confirmação depois, como neste meu sonho, que na verdade descobri que era projeção porque outros que estavam no sonho lembravam também: http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16071-comprovação-da-projeção-astral/&do=findComment&comment=67356 Numa projeção totalmente lúcida você está deitado, sente as energias, sente o estado vibracional comanda ele, sente seu corpo astral flutuar para fora ou força a separação entre eles. Estando fora do corpo você sabe o que fez durante o dia, em vigília, sabe que o que fará no dia seguinte em vigília, lembra coisas que elu aqui no gva, técnicas para tentar, lembra de algo que leu em algum livor de projeção (caso queira testar) e sabe perfeitamente que está em corpo imaterial , que a parede, mesmo que pareça sólida, você pode atravessar, etc. É uma experiência mais real que a vigília, na verdade. Quando é bem igual à vigília é porque já tem uma certa perda de lucidez. Em geral a pessoa testa, tentando ovar, esticar o dedo, etc. Mas quando você está bem lúcido não precisa testar, você sabe a diferença como sabe a diferença entre vermelho e verde, sem precisar raciocinar.
    1 point
  46. Olá Sandro, Achei muito inteligente sua postagem! A projeção astral é um fato, e pra quem está acostumado a vivenciá-la todos os dias, fica até difícil entrar no mérito de que se existe ou não existe; de que é criação da mente ou não! Uma pessoa que tem esse tipo de pensamento, o que é válido pois não deixa de ser um questionamento, com certeza nunca teve uma experiência significativa de projeção astral. Acho que se alguém tem dúvidas sobre isso, que são válidas, devem primeiro resolver isso dentro delas com elas mesmas; buscar comprovar por si mesmos, pra depois entrar em discussões mais profundas com quem já faz isso a séculos! Não dá pra um aluno da primeira série querer debater coisas do colegial, e a mesma coisa vale pra viagem astral! Pra quem quiser ler, tenho postado aqui no fórum do GVA mais de 40 relatos pessoais com inúmeras comprovações! Um abraço Eder
    1 point
  47. Pois é Isaraelmrm, eu pensava diferente disso, achava que quando você se torna muito amigo de uma pessoa fica dificil você gostar dela de outra forma. Mas eu estava errado, eu tenho uma amiga que eu já conhecia há uns 8 anos, hoje em dia completamos 10 anos de amizade e logo 2 anos de namoro. E na minha opinião não há nada melhor do que você namorar uma pessoa que você conhece e que te conhece há tanto tempo, a amizade se transformou numa bela história de amor. É assim mesmo que começa, com uma boa amizade. Paz e luz
    1 point
  48. BEM...DESDE CRIANÇA TENHO SONHOS Q PARECEM SER REAIS E VOU A LUGARES DESCONHECIDOS, NA MAIORIA DAS VEZES, OU SOU TRANSPORTADA A LUGARES Q CONHEÇO. ÁS VEZES ENCONTRO FAMILIARES (FALECIDOS) Q CONVERSAM COMIGO E ME FALAM OND ESTÃO, E FICAM PEDINDO P/ CONSOLAR OS OUTROS Q AINDA ESTÃO AKI E P/ Q PAREM D CHORAR POR ELES, POIS ESTÃO NUM LUGAR MARAVILHOSO, ISSO É LEGAL, MAS NEM SEMPRE OS SONHOS SÃO TÃO LINDOS ASSIM....PROCUREI MÉDICOS, PQ ACORDO MUITAS VEZES A NOITE E QNDO RETORNO DE CADA "PASSEIO" SINTO-ME EXAUSTA E ISSO AFETA TODO O RESTANT DO MEU DIA....RELATEI ALGUMAS EXPERIÊNCIAS P/ PESSOAS Q SE DIZEM RELIGIOSAS E AS BARBARIDADES Q OUVI:ORE PQ ESSAS COISAS Ñ PERTENCEM A ESSE MUNDO; ISSO É LOUCURA; VC ESTÁ BLASFEMANDO CONTRA JESUS....RESULTADO: FUGI D TUDO QNTO É RELIGIÃO, APESAR DE TER FÉ E CRER EM DEUS E TER A CERTEZA D Q Ñ SOU LOUCA E Q TÃO POUCO SOU TÃO RUIM ASSIM AOS OLHOS DE DEUS....NAS IGREJAS( DIGO "IGREJAS" POIS ACREDITE FRAQUENTEI MUITAS), QNDO TINHA DÚVIDA Ñ PODIA PERGUNTAR, E SE PERGUNTASSE TINHA Q PEDIR PERDÃO, COMO VIVIA NA DÚVIDA, VIVIA PECANDO E PEDINDO PERDÃO, Ñ AGUENTEI.......... HJ ME CADASTREI NESSE SITE, ANTES DA HORA DO ALMOÇO, PELA MANHÃ HAVIA TRABALHADO EM UMA PESQUISA, ESTAVA TÃO CANSADA Q PELA PARTE DA TARDE, SIMPLESMENTE DEITEI E DORMI..... LEMBRO-ME DE ESTAR SONHANDO, DE REPENT ALGO ACONTECEU........ ESTAVA DORMINDO E TIVE UMA SENSAÇÃO DE FORMIGAMENTO POR TODO MEU CORPO (PAREC Q TUDO ESQUENTAVA) NO MESMO INSTANT ENXERGUEI (SE É Q TAVA ENXERGANDO ALGUMA COISA!) UMA IMAGEM DISTORCIDA, HAVIA UMA COR VERDE FASCINANTE. MEU CORPO PARECIA Q VIBRAVA E ENTÃO OUVI UM BARULHO (SOMENTE DO LADO DIREITO DA CABEÇA) Q PARECIA C/ O MOTOR DE UMA CARRO DE "FORMULA 1" ( SEI LÁ, MUITO ESTRANHO) E IA AUMENTANDO, PORÉM Ñ SENTIA DOR ALGUMA. MINHA RESPIRAÇÃO FOI FICANDO MAIS RÁPIDA, MEU CORAÇÃO ACELEROU NESSE MOMENTO. E ENTÃO PERCEBI Q ESTAVA CONSCIENTE, OU SEJA, TINHA NOÇÃO D TUDO Q ACONTECIA. ENTÃO PENSEI: PRECISO ME ACALMAR. E AÍ COMECEI A REPETIR: ESTOU CALMA, ESTOU CALMA, Ñ DEV SER NADA GRAVE, LOGO VAI PASSAR...NESSE INSTANT CHEGUEI A CONCLUSÃO Q PODIA LEVANTAR, MAS Ñ ENXERGAVA NADA, ESTAVA ESCURO , SABIA Q MEU CORPO ESTAVA ALI, EM ALGUM LUGAR Q PARECIA SER MEU QUARTO, MAS Ñ O VIA, SENTIA MEU CORPO, PORÉM Ñ ENXERGAVA NADA... FIQUEI PENSANDO COMO ME LEVANTARIA, DEPOIS RESPONDI P/ MIM MESMA, COMO FAÇO TODOS OS DIAS, ISTO É, SIMPLESMENT LEVANTO E ENTÃO ME LEVANTEI, EM MEIO AS QUEDAS, PAREC Q ESTAVA TÃO PESADA. AINDA Ñ ENXERGAVA NADA. PARECIA TER ATRAVESSADO P/ OUTRO MUNDO. ERA ESSA A SENSAÇÃO. ESTAVA O TEMPO TODO CONSCIENTE. ME SENT UM FILHOT Q ACABARA DE NASCER E Ñ CONSEGUIA FICAR EM PÉ. MANTIVE-ME CALMA E ENTÃO FUI FICANDO LEVE E FELIZ. UMA ALEGRIA ME INVADIA. FIQUEI ME PERGUNTANDO OND ACENDIA A LUZ? RSRSRS....D REPENT PENSEI VOU ANDAR NA RUA, EM SEGUIDA TIVE OUTRA IDÉIA: SE POSSO ANDAR, POSSO CORRER E TBM POSSO PULAR E A CADA NOVO PENSAMENTO FICAVA NUMA FELICIDADE SÓ E IA FAZENDO O Q TINHA VONTAD, NO ENTANTO AINDA Ñ ENXERGAVA NADA....O TEMPO TODO SENTI UMA ESPECIE D CALOR Q Ñ SEI EXPLICAR. E INSTANTANEAMENT PENSEI Q PODIA VOAR. E SÓ D PENSAR NESSA POSSIBILIDADE, MESMO S/ TER ASAS, QUASE EXPLODI DE TANTA ALEGRIA, FIQUEI AGITADA E FUI LOGO PULANDO O MAIS ALTO Q PODIA E TIVE A IMPRESSÃO DE SUBIR NUMA JANELA ( ESSA CHEGUEI A VER, ERA DO MEU QUARTO)...E AQUI Ñ SEI SE PULEI OU ATRAVESSEI A JANELA, POIS EM SEGUIDA JÁ ESTAVA DO LADO D FORA DA MINHA CASA. PAREC Q VOEI MAIS OU MENOS A UMA ALTURA DE 2M DO CHÃO, FIQUEI FELIZ DEMAIS, MAIS Ñ FOI O SUFICIENT P/ ULTRAPASSAR O MURO Q TEM UNS 4,5M DE ALTURA. ENTÃO PENSEI Ñ DOU CONTA, É LOUCURA, É IMPOSSÍVEL E CAÍ. EM MOMENTO ALGUM SENTI DOR. NÃO SENT NADA FISICAMENT. SÓ SENTIA CALOR. AO CAIR SENT MEU CORPO PARALISADO. PARECIA ESTAR CONGELADA.....T/ MAIS COISA.....P/ ENCURTAR A HISTÓRIA DEMOROU UM TEMPÃO, ATÉ CONSEGUIR VOLTAR TOTALMENT E TER CONTROLE SOBRE OS MOVIMENTOS DO MEU CORPO...DEPOIS CONSEGUI S/ PROBLEMAS....E TUDO VOLTOU AO NORMAL, FISICAMENT, PQ PSICOLOGICAMENT NEM ME RECONHEÇO, TEM MIL COISAS PASSANDO PELA MINHA CABEÇA......... ENTÃO SE ALGUÉM PUDER ME AJUDAR, ESCLARECENDO SE O Q VI É REAL? FANTASIA? SONHO? PODEM ME PREJUDICAR FISICAMENT? OND "EU" ESTAVA? PQ SENTI TANTO CALOR( COMO SE ONDAS ELETRICAS ATRAVESSASSEM MEU CORPO)? PQ FIQUEI PETRIFICADA UM TEMPÃO? ME AJUDEM POR FAVOR!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    1 point
  49. primeiro gostaria de agradecer a atenção, a compreensão e o carinho q tiveram ao me receber, muito obrigada!!! :oops: e me perdoem se exagerei, dramatizando demais minha história...é q nunca tinha ouvido falar de VA ou projeção astral, isso tudo é muito novo p/ mim e essa questão de ficar entrando e saindo do "corpo físico", conscient ou incoscient, isso é muito estranho! e talvez por ser estranho, assuste tanto...ñ conheço nada sobre VA, mais d todas as explicações q já ouvi, sobre meus sonhos lucidos e reais, essas são as mais aceitaveis... Irei seguir os conselhos e tentar aproveitar o máximo tais experiências....mais uma vez, obrigada!!
    1 point
×
×
  • Create New...