Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Leaderboard

Popular Content

Showing content with the highest reputation since 10/26/2022 in Posts

  1. Curioso, acho que você não está percebendo um detalhe, o mesmo detalhe que os alemães não perceberam quando caíam na conversa fiada do Htiler nesse assunto: Quem lida com poder e muito dinheiro está exposto à corrupção e ao materialismo. Não existe corrupção onde não hß poder, porque essencialmente corrupção é colocar seu poder à venda, para quem puder ofertar mais. Logo, não faz sentido algum colocar um traço étnico nesse problema, nem partidário. Quem estiver no topo da pirâmide social estará mais propenso a ser corrupto e materialista, seja lá qual for o povo, partido, família. Se você falasse " os ricos em geral e os banqueiros" ok . Mas quando coloca uma marca étnica você estende esse julgamento aos judeus pobres também, o que não faria o menor sentido. Os europeus fabricaram esse tipo de mito contra judeus porque em funcao de não terem uma pátria entre 70 D.C e 1948 eles acumulavam riqueza transportável, ao invés de riqueza em imoveis. Entao sua forma de ganhar dinheiro era empréstimo a juros. Acabaram tornando-se "o povo que empresta". O que acontece quando muita gente na cidade está devendo para o mesmo agiota? Acabam denunciando o sujeito, para não precisarem pagar o que devem. Boa parte do antissemitismo tem sua origem nessa prática. Os lucros dos bancos eram um problema na alemanha nazista da mesma forma como "os agentes do mercado" são um problema hoje, quando o governo tem sua capacidade de investimento limitada pelo tetonde gastos, que só serve para garantir que ele pague os juros aos credores da dívida publica. Toda a economia do país fica estrangulada por um torniquete cuja única função é proteger os ganhos de quem emprestou para o governo a juros. É um problema real que precisa ser enfrentado,.mas não faz nenhum sentido adicionar um componente etnico a isso, exceto como artimanha para apontar um bode expiatório qualquer. Foi o que os nazistas fizeram, e antes deles os monarquistas russos, que apontaram uma conspiracao judaica por tras da revolucao russa só porque Lênin conseguiu uns financiamenttos com bnaqueiros alemães, com a promessa de retirar a russia da guerra se fosse bem sucedido. E antes deles os demais monarquistas da europa, que se viram ameaçados pela revolucao francesa e sacaram da manga uma conveniente conspiracao judaica, para motivar as masss em torno de um mesmo preconceito antigo que os uniam, tipo " deus, pátria , família, judeus gatos pretos , bruxaria." Essas idéias sobre judeus são apenas fake news de 250 anos. O mal apontado existe, mas é de "função", não de raça. Ou melhor, é de " classe": quem está no topo das classes sociais tende a ser materialista e corrupto, porque quanto mais alto você está, maiores as tentações, é só isso. Atribuir traços de carßter a uma etnia só porque ela pode ser predominante numa certa classe social é o que gerou também interpretações racistas contra os negros, só porque foram escravizados e depois jogados na miseria quando libertados. É um fato, como no caso dos "judeus & bancos", que os negros são maioria nos bairros miseráveis, e nas cadeias. Mas a explicação para isso está nos eventos históricos da relação dos judeus e negros com os europeus, não em algum traço inato desses povos.
    6 points
  2. Também vejo meio por aí: 'algo" (Ser ou povo) superior parece ter dado origem à nossa espécie, o que sugere planejamento, ordem, projeto. Na própria descrição religiosa há Ordens de seres que ajudam o "criador" nesse processo. Então vejo conflito algum entre uma narrativa religiosa para expressar isso e uma narrativa biológica (Extraterrestes como "outra espécie" mais evoluída). O que eu de fato "duvido e faço pouco" são essas idéias que atribuem caráter negativo a quem teve essa capacidade, como o caso de atribuir a criação a seres que queriam ambos escravizar. O mal, por definição, é "obtuso", no sentido que ele é, por definição, uma percepção limitada. Basta olhar as diversas derivações disso: ego=individualismo=separação=egoísmo, ganância, desejo de poder.. são sempre ideias e poderes restritivos, e isso termina por restringir as capacidades evolutivas de alguém ou de um povo. A falta de "luz interior" limita a compreensão, por isso os atributos de Deus, na linguagem religiosa são o oposto, ONIpresença, ONIconsciência. Daí que as maiores realizações sempre só conseguem ser feitas por quem está alinhando com essa fonte ONI; Então um Deus maligno, uma raça com poder de criação mas que o fazem para o mal me soa como invencionice de crianças com medo da sombra, que entendem muito mal as subdivisões necessárias nesses desdobramentos da fonte para a concretização material do processo criador das dimensões mais sutis às mais densas. Ou seja, quanto mais afastado da matriz, mais sujeito a erros está o "funcionário divino", e alguns erros se introduzem no processo das dimensões inferiores, por mera distância da Fonte, distância do Ordenamento máximo. Em cima disso, de algumas falhas de processo e necessidades corretivas criam-se outras fábulas religiosas que por usa vez dão margem às teorias conspiratórias.
    3 points
  3. Essas teorias são difíceis de engolir kkkkk, acredito que o corpo que conhecemos evoluiu normalmente como os outros do nosso planeta, um grupo evoluiu se adaptando a pesca e cruzou com outro que praticava a caça e assim foi nascendo descendentes com cérebros mais eficientes, afinal, se para uma raça ficar inteligente precisasse de intervenção de uma já evoluída, como se deu a primeira raça inteligente no universo? Evoluindo normalmente. Parece desprezo pela capacidade do planeta/natureza de criar seres inteligentes. Acho que é justamente esse um dos propósitos de um planeta. Não sei se dar pra saber de fato que nossos ancestrais tenham obtido conhecimento agrícola por outros seres por não conseguirem descobrir isso por conta própria observando a natureza. Acho que o erro desse pensamento na crença que não fomos capazes de evoluir nosso intelecto e habilidades é que esquecemos que nada é da noite pro dia, são milhares de anos que vão se passando, esse é o princípio da natureza, tudo vai mudando. Uma hora aquele ser com um cérebro inteligente aprende que se traçar algumas fibras fará uma corda resistente. O que eu acho mais plausível é na crença que atribuíram ao acaso uma intervenção divina, e no que foi acaso falam que na verdade foi um ser divino que fez aquilo acorrer para trazer aquela sabedoria ao homem. O mesmo se repete no que é ruim, uma doença onde é atribuída a causa à um Deus maligno ou um demônio, os alienígenas parece que estão virando os novos deuses da modernidade kkkk, ou querem atribuir isso a eles. Eu penso que assim como a gente, que não somos terrestres, apenas nossos corpos são, os alienígenas já viveram vidas em planetas primitivos e que esses que viajam no espaço estão mais para pesquisadores, afinal somos imortais e o universo é diversificado e infinito. Com isso fica óbvio que eu deixo a entender que acredito em vida em outros planetas, seria completamente sem sentido um espiritualista que sabe da existência da espiritualidade ter uma visão materialista e cética da nossa existência como espíritos. Eu já vi um documentário mostrando esses ossos encontrados, não vou ditar o que é mas no que eu acho que são, no meu ver, assim como no documentário (acho que foi no Discovery) parece que são deformidades causadas por pressão, usando alguma coisa como um metal pressionando o crânio desde novo para ele ir crescendo naquele formato, já que o crânio na infância ainda é maleável (https://www.saberatualizado.com.br/2015/12/por-que-os-povos-antigos-deformavam.html?m=1) Acredito que possa sim ter algo de verdade, mas é suposição minha: Imagine você um espírito primitivo, sem conhecimentos sem muita vivência, então é trazido para um planeta e seres espirituais lhe informam que você vai começar a ter experiências na matéria para ajudar no seu crescimento, assim como eles também tiveram as suas, a experiência planetária lapida a consciência, e se for visto nessa ângulo, estamos aqui para ficarmos com a consciência semelhante daqueles seres tão inteligentes e sábios que um dia nos prepararão os corpos astrais para uma encarnação no plano físico. É como a teoria dos Lemurianos, que de acordo com a gnosis viviam em corpos sutis(astral) e só depois ficaram aptos a habitar corpos carnais. https://gnosisbrasil.com/artigos/sete-racas-planeta-terra/ Mas essas informações não devem ser levadas ao pé da letra, afinal nossa mente tende a se fascinar por essas coisas, não devemos esquecer que não somos de raça alguma, somos espíritos imortais em aprendizado, que nem formas temos, só tendemos a ficar com a mesma forma do nosso corpo humano no plano astral por puro condicionamento de uma vida física com ele.
    3 points
  4. Olha, se você precisa tomar remedios contra depressão, algo ha no seu funcionamento psicologico que te faz vibrar numa baixa sintonia. Pode ser algo da bioquímica corporal, que vai afetar as emoções e mente, não importa. A questão é que se você precisa anti-depressivos você está funcionando numa vibe baixa. Sendo assim, é previsível que seus sonhos e projeções sejam de um tipo mais pesadelar, porque ao sair do corpo, mesmo sem lucidez, no caso dos "sonhos", você irá frequentar zonas mais densas. A questão do amparo entra como auxiliar nisso, porque claro que não tem essa de perder a habilidade, já que a projeção é algo natural. A questão é que se você, por uma conformação fisiológica, psicologica, ou do corpo astral mesmo, tiver uma caracteristica que te leva para zonas mais densas, nessas zonas é sempre muito mais dificil manter a lucidez. Então a ajuda de um amparador se torna importante. E claro que ele vai te ajudar se percebe que você também tem disposição para ajudar né? Uma mão lava a outra. Caso contrário você se vira como conseguir. Projecões de amparo sempre tem mais estabilidade, duracao, coerência e maior qualidade geral. Não fazê-las reduz a qualidade das projeções, mas não que se possa perder essa que é uma faculdade natural e uma necessidade do encarnado. Quanto a remédios, o que afeta a qualidade do sono deve afeta a lucidez e/ou memória dos eventos extracorporeos. Até o waldo comentou numa tertulia que eu vi ha alguns anos, que ele mesmo, pela idade e consequente necessidade de muitos remédios, ja tinha a lucidez projetiva dele afetada. O que eu sugiro é o seguinte: 1- continue com os remédios 2- tente forçar a alteracao do seu padrao vibratorio/astral na direcao da elevacao, a partir do fisico: ----- vegetarianismo ----- eliminar açucar adicionado aos alimentos, alcool, fumo ------ aprender alguma rotina de manipulacao energética, como Tai Chi ou QiGong ( além de manter a pratica da OLVE) ------- informe-se sobre meditação Vipassana. Essa técnica é focada em "limpeza energética", embora talvez eles vejam a coisa de forma diferente. Há retiros para aprender a técnica na prática: https://www.dhamma.org/pt-BR/schedules/schbr ------ praticar algum esporte regularmente ------ fazer contato com a natureza diariamente ( por exemplo, frequentar a praça da sua cidade e ficar ali um tempo , recebendo sol, observando arvores, pequenos pássaros, algo assim. ------ evitar estímulos psicológicos densos, como estadios de futebol, shows, baladas, Provavelmente você já evita algumas dessas coisas, mas como não te conheço preferi listar o que lembrei. Mas alteracão de padrao geral energetico/ astral pode levar uns 10 anos ou mais. Por isso continue com seus remédios até que te pareça que elea se tornaram desnecessários, e só entao arrisque parar, para ver se agora, apos alguns anos empurrando sua vibe para cima a partir de mudanças no fisico, se isso também conseguiu alterar as zonas para onde você se projeta quando dorme. Ate lá não abandone as tentativas projetivas, é provável que seu corpo se adapte e a insistencia em buscar por isso gere um novo "estado de equilibrio" entre "remedios e projecao" que te permita usufruir um pouco e detectar melhoras, a medida que adota, se quiser, as sugestões que fiz.
    3 points
  5. Como o bloqueio é algo fixado, a melhor técnica é agitar energeticamente o ponto de fixacao do bloqueio ( fazer um OLVE localizads só naquele ponto mesmo, como ei relatei no meu caso) Mas teria que achar o ponto. Para achar o ponto voce teria que conseguir pelo menos começar a induzir um EV, porque ao passar a banda de atencao pelo corpo voce notaria uns pontos cegos em algumas zonas, e entao poderia fazer a OLVE mais forte nessas zonas especificas e ver o que sente.
    2 points
  6. Realmente não sei. Acho que se não foi medo, então acho tem que "bater o p... na mesa" para si mesmo e relembrar a si mesmo que: -você sabe fazer, -nada justifica isso, - e vai fazer de novo nem que seja na marra!!!" Eu acho sinceramente que o campo da projecao é muito contaminado por limitacoes. As pessos simplesmente aceitam que um monte de coisas pode travá-las, quando ma verdade não podem. Só no caso de uma violação ética séria que a pessoa poderia sofree um travamento. Mas a julgar pelo que ensinam em livros de magos negros sobre projecao, acho que não travam nem os individuoa mais bizarramene mal intencionados. Logo, resta não aceitar limitacões de nenhum tipo. Aqui o que o Waldo fala sobre os recessos:
    2 points
  7. :)) Boa sorte!! Só um adendo: Me referi a usar ondas mais altas quando você for fazer exercício físico, andar de carro etc. E a Margarete Aquila faz vídeos em conjunto com a Mônica de Medeiros, uma médium bem famosa, então a maioria do material dela está espalhado pelos vídeos no canal da Mônica, mas é bem legal os conteúdos que ela passa, me ajudou muito a "endireitar"
    2 points
  8. É bem lógico e natural pensar assim, ainda mais quando você teve provas sobre a existência da vida extraterrestre. No meu caso minha mãe já viu uma nave de dia, que ela descreveu como sendo um cilindro que soltava fumaça na parte de baixo, apareceu na velocidade da luz e sumiu na velocidade da luz. Não teria porque ela mentir pra mim, sendo que ela nem estudou sobre esse assunto, e depois eu fui atrás de estudar sobre ufologia casuística e é bem comum avistamentos de naves em formato de "charuto" cilíndrico hehehe... Quando você tem uma prova dessa, não tem como um cético materialista te abalar, com alguma teoria tosca de balão, ou drones (aliás os céticos extrapolaram tanto a teoria de todos os avistamentos gravados pelo governo serem drones, que o tal "drone" que já podemos construir quebra as leis da física que conhecemos, voa pelo mar, pelo ar, com a mesma intensidade, sem meios de propulsão... Vale tudo pra se segurar numa teoria né, típico de "céticos" que só querem provar suas crenças). Então, já está ficando bem estranho pros céticos de hoje em dia sustentar qualquer teoria, até porque o próprio governo americano está em processo de descobertamento do fenômeno UFO, então partindo do pressuposto de que existe mesmo extraterrestres e eles nos visitam desde épocas antigas da nossa civilização, e talvez até antes dela, podemos concluir que fomos influenciados de algum jeito ou de outro por eles, sendo por engenharia genética (visto nos relatos de abdução contemporâneos) ou interferência mais direta, aparecendo fisicamente nas tribos e manipulando eles, provavelmente daí nasceram tantos rituais que envolvem sacrifício nessas civilizações mais antigas. Mas também tem a influência dos espíritos, tanto das trevas quando da luz no processo de formação dessas religiões, então deve ser uma mistureba de fenômenos, se vissem algum alien, nem teriam ideia de que seria um ser de outro planeta, seriam considerados deuses mesmo, assim como qualquer outro espírito que aparecesse, provavelmente.
    2 points
  9. Se eu entendi bem, nesse evento o médium da equipe estava incorporando a personalidade da bisavó-de-alguém-atras-das-câmeras. E essa bisavó está atualmente encarnada.
    2 points
  10. Bom dia colegas, hoje tive uma quase saída clássica. Vou contar primeiro os antecedentes da experiência. Fui dar uma volta de bike durante a noite por umas duas horas... Nesse período fiquei escutando músicas (hemi-sync) da playlist do Instituto Monroe que estão no Spotify. Cheguei em casa e tomei whey, assisti um vídeo de Tai Chi, tomei banho e fui para cama. Só fiz um pouco de exteriorização de energia e só... nem tentei fazer nenhuma movimentação. Despertei no meio da noite de barriga para baixo e percebi que não estava acordado de verdade, mas em catalepsia projetiva... Conseguia ver uma espécie de energia me cobrindo e um zumbido constante em meu ouvido. Sabendo que o corpo astral estava prestes a descolar, fiz força para cima, tentando sair da cama. Acho que foi um erro. Talvez se eu tivesse tentado rolar teria tido mais êxito. Cheguei a abrir os meus olhos, mas não eram os físicos. Estava bem difícil desgrudar do corpo e acabei acordando de verdade. Durante a experiência eu estava extremamente lúcido. Vou tentar ouvir outras vezes o hemi-sync para ver se realmente teve alguma relação com a experiência que tive. Estou postando abaixo as músicas hemi-sync na ordem que escutei do spotify. Bom dia a todos.
    2 points
  11. Vou ser sincero pois penso que a minha dúvida pode ser a dúvida de outro, e assim todo mundo se ajuda. Eu estava lembrando hoje de manhã de mais um detalhe que eu tinha deixado para trás. Quando percebi que estava em catalepsia projetiva lembrei no mesmo momento instante que eu tinha ido dormir apenas com uma camisa e uma cueca (desculpem a sinceridade..hahahaha). Na hora isso me deixou constrangido e pensei rapidamente: "Como vou sair do corpo assim?" Mas decidi tentar sair assim mesmo... Desconfio que eu mesmo tenha me travado na cama quando fiquei com essa preocupação, tanto que a primeira coisa que fiz ao despertar foi pular da cama e colocar um calção.
    2 points
  12. Olha, acho que quando as coisas são adequadas à necessidade nã tem problema. Afinal, quem come carne está desencarnando animais para usar como alimento. No caso dos vegetais é diferente, já que o elemental vegetal não fica preso ao veiculo fisico como os animais ficam. Acho que para assuntos como manutencao da vida o uso é legitimo, faz parte da própria competicao da natureza por recursos de sobrevivência. A coisa começa a esbarrar em limites éticos quando se trata de uso não essencial, como é o caso de vampirismo energético, que só visa alguma forma de aumento de poder.
    2 points
  13. Sim, eu quis dizer que quando você lê relatos sobre "encostos", " almas penadas", "casas assombradas".. está lendo sobre isso, sobre espiritos nessa zona. A primeira temporada da série Ghost Whisperer também mostra muita coisa interessante, já que os episodios foram baseados nos relatos de uma médium que só enxerga os espiritos que não efetuaram essa transicao ainda. Em livros espiritas também tem alguma coisa, mas näo se encontra uma fonte só sobre isso, creio que porque se trata de um periodo transitório mesmo. Voce encontra um relato no pdf anexado neste meu post: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17098-visões-sobre-a-morte-e-o-post-mortem/&do=findComment&comment=74395
    1 point
  14. Pelo que sei isso é algo pessoal, que para ser alterado leva tempo. Mas esse tipo de insensibilidade não é o que impede a projecao nao. Pelo que sei essas zonas insensíveis vao melhorando com a simples prática da OLVE, porque com a prática ,voce lierando mais energias que antes estavam presas, entao sua movimentavao vwo ficando mais potente e consegue, com os meses ou anos de prática, ir limpando esss áres em que a pessoa tem bloqueios que torna aquela área insensível. Só resta seguir fazendo mesmo.
    1 point
  15. isso quase sempre acontece quando eu tento me projetar, sem usar nenhum tipo de binaural-beats ou hemi-sync
    1 point
  16. Se você já estava vendo luzes e sentia a cama girando, é porque já estava em estado de transe bem profundo e podia simplesmente se levantar da cama. Caso não conseguisse sair, teria que tentar amplificar essas sensações todas a ao mesmo tempo ir tentando sair sem perder tempo. Acho que no início é comum a gente ficar distraído com essas sensações e esquecer de sair, mas essas sensações são importantes apenas como sinal do estado de transe. Sobre o coração ter disparado, acredito que isso logo deve passar. Nas primeiras saídas é comum surgir algumas sensações desconfortáveis, mas elas tendem a ir desaparecendo com o tempo. Sentir o braço levitando assim já é sinal de transe ficando bem profundo. É só intensificar ampliando o movimento ou movendo mais partes do corpo astral, e em seguida lembrar de tentar sair o mais rápido possível. É comum a gente esquecer de amplificar o movimento e ficar lá só fazendo o mesmo movimento, o que não leva a nada e acaba causando o retorno. Todas as sensações "só servem para serem amplificadas", pois é assim que se aprofunda o transe, e é esse transe profundo que permite a saída facilmente.
    1 point
  17. Sim, as maos são as áreas mais sensíveis, então as vezes dá para sentir isso bem fisicamente mesmo. Nas plantas dos pés também, acho até mais facil se sentir que nas maos. Eu traduzi a primeira parte do livro do Bruce sobre essas técnicas energeticas, para postar aqui ja faz alguns anos. Ali ele tem uma sequencia de prática começando pelos dedos da mão, porque é mais fácil mesmo de perceber algo. https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17032-textos-do-robert-bruce/&do=findComment&comment=74035
    1 point
  18. Não sou entendido de ondas binaurais, mas a recomendação da Margarete Aquila é ouvir ondas beta nessas situações, então um hemi sync com frequências mais altas (12-30Hz) talvez ajude, não dá pra saber se o que causou essas sensações em ti foram as ondas, mas é sempre bom se prevenir, depois que você não estiver em situação que exija concentração em demasia no mundo externo, aí pode descer pras ondas theta e alpha. Vou começar a ouvir esses áudios, aproveitar que estou com uma essência de lavanda aqui hehe, quero ver eu ficar no corpo...
    1 point
  19. Você está certo. Eu pesso desculpas por está associação injusta.
    1 point
  20. hehehe... sim, eu entendo Bob. Se fosse a minha mãe eu também acreditaria... Até nós quando falamos de Projeção Astral para a maioria das pessoas somos rotulados como malucos..hahaha... mas isso é uma experiência pessoal e que, nesse momento da humanidade, é difícil de ser provado cabalmente. Quando meu vô materno faleceu, minha mãe, que estava há quilômetros de distância da casa da minha mãe, chamou por ela. Ela e meu pai costumavam dar um cochilo depois do meio-dia até umas 13:30 horas. Ela foi acordada pela voz do meu meu vô que chamou pelo nome dela. Na hora ela falou para o meu pai que achava que o pai dela não estava bem e os dois decidiram se levantar para fazer uma visita para ele. Minha mãe estava ainda fazendo o café quando meu tio apareceu e disse se ela queria ver o pai dela vivo tinha que correr... (na época não tínhamos telefone... eram os anos 80, pouco gente tinha). Só sei que ela chegou e meu vô já tinha falecido. Dizem que ele perguntou por ela antes de falecer... como a gente vai duvidar de um negócio desses, não é? Por isso te entendo muito bem.
    1 point
  21. Hehehe eu também era, se não fosse minha própria mãe ter tido contato, eu ficaria num limbo entre querer acreditar, achar bem provável mas não ter certeza, mais ou menos como estou com a espiritualidade em geral, até com projeções, e se for algum mecanismo desconhecido do sistema nervoso que possibilita a comunicação entre 2 cérebros??? a gente é fogo
    1 point
  22. Eu creio que há uma imensa possibilidade de haver vida inteligente fora da Terra. Pra mim é muito improvável que estejamos sós em um universo tão vasto. Sobre os contatos com extra-terrestres, confesso que ainda tenho dúvidas, mas também não desacredito de quem diz ter tido... só que nesse quesito eu sou meio São Tomé... (hehe... desculpa, aí gente). Mas ter dúvidas, não significa descartar que esses contatos aconteçam, mas sim não abraçar a ideia como um dogma de fé. Sobre essa questão da Bíblia, acho que tem sentido o que você argumentou, mas também, sempre é bom (no meu entender) deixar um ponto de dúvida. Elohim realmente tem esse sentido de plural, de deuses, mas o cristianismo tem três interpretações diferentes para esse termo. A primeira seria que se trata de um plural majestático; A segunda seria que ali, na criação, estava a Trindade, que são três pessoas em um único Deus; A terceira seria que ali, na hora da criação, Deus já teria criado os anjos e que eles estariam acompanhando a criação do Universo pelas mãos de Deus. Esse é o tipo de coisa que a gente nunca vai saber ao certo o que aconteceu. Eu interpreto o relato da criação de uma forma mais alegórica. Creio que foi a forma mais fácil que Deus encontrou para explicar para os homens que ele é o criador de todas coisas. Acho complicado quando se interpreta literalmente essa passagem, como se fosse uma fórmula científica da criação do Universo.
    1 point
  23. https://ondasbinaurais.margareteaquila.com.br/frequencias/ Recomendo esse site, contém ondas binaurais sem mensagens subliminares imbutidas no meio, tem desde beta até ondas delta. Tem alguns vídeos de natureza complementares também pra ajudar.
    1 point
  24. Meditação da Atenção Plena (Mindfulness) tem mesmo efeito que remédio no tratamento de ansiedade, sugere estudo Pesquisadores dos Estados Unidos realizaram o primeiro ensaio clínico randomizado do tipo, que comparou o efeito da meditação da atenção plena com o antidepressivo escitalopram https://epocanegocios.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2022/11/mindfulness-tem-mesmo-efeito-que-remedio-no-tratamento-de-ansiedade-sugere-estudo.ghtml
    1 point
  25. Acho que esta explicação está legal: https://www.facebook.com/apometriacampos/posts/920899197944844:0 No grupo do qual participei um tempo, uma vez me aconteceu um fenômeno estranho, eu me senti, np ônibus sendo abraçado por algo invisível com desejo de posse. Olhei para os lados para ver se tinha alguém me olhando, já que eu estava em pé e acho que era so eu em pé ali Mas ninguém estava prestando atenção em mim. Aquela sensação continuou por todo o trajeto. Quando desci do ônibus ela continuou. Cheguei em casa e imediatamente setnei, relaxei e tentei perceber o que seria a fonte daquilo. Tive uns flashes de visão clarividente que me mostravam uma mulher, vestindo um vestido preto e vermelho, que fazia umas coreografias, parecia estar dançando..?...? Muito estranho. Então entrei em contato por email com o líder do nosso grupo, para eles dar uma examinada por clarvidência, e ele me falou que minutos ANTES a esposa dele tinha entrado em contato com ele, dizendo que tinha o espírito de uma mulher tentando me contatar, eheh. Então combinamos uma reunião extra para o dia seguinte. Chegando lá, me disseram que chamaram uma terceira médium, membro do grupo também, para uma checagem independente, já que eles ali eram um casal e poderiam estar influenciando um nas percepções do outro. Ok, ficamos esperando a pessoa chegar. No nada, sem aviso, eu sinto uma vontade forte de chorar, mas segurei. Cerca de 1minuto depois tocam a campainha e era a terceira médium. Logo que ela chegou meus colegas explicaram para ela que queiram que ela tentasse perceber o que estava rolando, porque tinha um espírito tentando se comunicar comigo, e que eles tiveram umas percepções, mas queriam ver se batia com as dela. Ok, ela se concentrou e em segundos começou a sentir muita tristeza (e eu ali me segurando ainda), depis começou a chorar um pouco, depois muito... depois disse "ih, agora eu já nem sei mais se é ela que está chorando ou eu". E nesse ponto os outros dois médiuns se olharam, e eu percebi que tinha algo diferente ali. Resumo: o tal espírito de uma mulher, que me abraçava, que eu vi em flahses, que entrou em contato com esse dois amigos, porque tentava me contatar e eu não sendo méidum só tinha percepção limitada, era uma personalidade de vida passada dessa terceira médium que foi chamada para ajudar. Meus dois colegas tinham percebido, mas exatamente porque acharam algo muito inusitado, acharam que estavam induzindo um e outro ao erro, por isso a chamaram. Durma-se com um barulho desses... porque isso mostra como essas tais personalidades podem atuar como entidades independentes, como se fossem um espírito desencarnado, o que certamente confundiria um médium que não entenda como isso acontece. Eu não entendo, estou só relatando um evento relacionado ao assunto. Na gnose chamariamos isso de Eus, não de personalidade, porque para nós a personalidade é abandonada após o desencarne e se dissipa com o tempo, com um fantasma energético. Cada nova encarnação cria uma nova personalidade. E poderia acontecer de alguém já ter encarnado e sua personalidade da vida anterior estar ainda assombrando o local em que morou, na vida passada. Já os Eus sim, sendo aspectos psicológicos da sua mente, podem atuar de forma independente, e se você foi, sei lá, um bruxo na outra vida, mas nesta é um evangélico, pode acontecer de seu "eu da bruxaria" continue funcionando e fazendo trabalhos de bruxaria contra desafetos, sem que seu aspecto consciente saiba. Eventualmente isso vai aparecer em sonhos ou em projeções semi-lúcidas e a pessoa vai se perguntar porque, se ela é um sujeito religioso, "cidadão de bem", está sonhando que faz maldas com outros? É porque esse eu da bruxaria continua ativo, assim como muiots outros. Basta ver esses brasileiros, que tendo o privilégio de ter encarnado num país em que não há guerras, se associam a clubes de tiro, fazem todo tipo de treinamento desnecessário (considerando nossa realidade nacional), e quando surgiu a guerra da ucrania foram se oferecer como mercenários, para morrer lutando em uma guerra que nem era sua, obviamente pelo mero desejo de exercitar seu eu da violência, talvez formado naquelas terras mesmo, em vidas passadas. Aparentemente a ativação de um desses aspectos do passado pode inclusive reativar fobias e doenças, tanto que em geral o pessoal na apometria tem muito cuidado em desconectar após ter feito uma regressão ao passado para saber como era uma dessas personalidades. No livro "Windows of the mind-The Christos Experience", relatam um caso de uma pessoa do grupo que fez uma regressão a um tempo bem antigo, coisa de babilônia acho, e que relata como morreu naquela vida. Poucos anos depois dessa experiência ela morreu da mesma doença. Talvez porque estavam ali todos só brincando com a técnica e não forma tomados cuidados para essa desconexão entre passado e presente. Eu não entendo bem esse fenômeno também, porque conflita um pouco com o modelo que aprendemos, mas parece haver algo de bem concreto nisso, no mínimo blocos de memória de vida passada, arquivados no subconsciente, e que podem ser reativados por associação de experiências passadas e presentes, ou algum trauma, e passam a atrapalhar a vida presente
    1 point
  26. No meu caso, eu faço tratamento contra a depressão com um psiquiatra bom, mas ele mesmo disse que não sou aspie, ao conversar sobre isso, e eu achei curioso, pois eu estou dentro do espectro... Mas, por minhas pesquisas sobre o tema, eu percebi que a própria pessoa chega nessa conclusão e busca ajuda específica, no caso, com um neurologista, como você bem citou. Eu já fiz eeg uma vez, não constatou nada de errado, mas creio que ainda não cheguei ao diagnóstico certo, mas mesmo assim, se eu sei que estou no espectro, eu deveria evitar coisas que pessoas que sofrem com isso passa, e eu tenho evitado consumir tais coisas, eu normalmente não me envolvo em brigas políticas, vivo uma vida simples, não possuo redes sociais, não vejo muita televisão e sou uma pessoa bem séria, que gosta de ler muito, principalmente notícias do Brasil e do mundo, e eu gosto de ajudar outras pessoas, porque eu entendo que isso é bom, que não preciso de religião nenhuma pra isso, mas, claro, sempre há um preconceito das pessoas, até mesmo por ignorância, e, pessoalmente, desde que não me ofendam na rua, ou respeito todos e sigo minha rotina, que pode parecer simplória, mas me sinto bem e feliz assim, mas sempre buscando melhorar. Vou procurar um outro psicólogo especializado em ABA (Análise Comportamental Aplicada) Talvez, uma segunda opinião possa ser útil Sobre os níveis de vitamina D, B12 e Metil Folato, eu já tomo levedura de cerveja, e vitamina D, pois o psiquiatra entendeu que e precisava, pois estava muito cansado para voltar com minha rotina de exercícios e isso tem me ajudado, me dado mais forças. Interessante esses grupos de apoio, eu tenho curiosidade em ir um dia, mas em SC, fica muito longe do meu Estado, mas vou pesquisar sim, se há grupos físicos ou virtuais sobre o tema, tentarei interagir e aprender mais sobre o tema, pois posso estar fazendo algumas coisas erradas, já que o diagnóstico é outro, ou há comorbidades. Obrigado pelas dicas, amigo.
    1 point
  27. Cara, mais ou menos em março desse ano, quando chegava lá pelas 16 horas, parecia que tinha um peso grudado na minha nuca, eu ficava extremamente depressivo e com dificuldades para trabalhar.... Intuitivamente eu fiz uma movimentação energética, parecida com aquela da técnica 4, e passei com as duas mãos juntas atrás da minha nuca, como se estivesse desconectando, tirando algo... pra mim o foi um santo remédio. Presta atenção se você não sente drenar energia em alguma parte específica do corpo... eu sentia como se algo estivesse me sugando pela nuca. Depois que fiz a movimentação isso parou.
    1 point
  28. Me lembrou o sonho lúcido que tive ontem ao tentar uma VA, e eu estava de bike, andando no centro da minha cidade, até eu perceber que eu estava sonhando hehe, vou relatar algumas vivências e porque acho que foi um sonho: 1: Minha cidade estava futurística, com coisas que não existem hoje, tudo estava alterado, as ruas, as coisas, parecia ser um futuro, onde eu me lembrei de conversar com algumas pessoas que pareciam me conhecer, o que achei curioso (estaria eu tendo uma clarividência de um futuro distante?); Eu não sei. 2: Eu entrei num local que parecia ser uma suíte, como se fosse uma corporação, com elevadores, funcionários, todos muito bem vestidos, e algumas pessoas falaram comigo sobre coisas que eu não consegui me recordar, mas creio que seja relacionadas ao local e às atividades daquele local, onde eu saí dali, indo para a rua, mas ao olhar a rua, ou melhor, o centro da minha cidade, estava tudo no futuro, com coisas que não existem hoje, casas e afins... 3: Eu tentei ir até a minha casa de bike pra ver como era, se eu iria me encontrar dormindo e ver se era uma VA e eu não estaria num futuro (já que o tempo passa diferente lá), mas, como tudo estava mudado, eu tive um pouco de dificuldade, tentei mentalizar e nada de conseguir, até eu sair em uma estrada e ir parar no meio do mato, perto de uma árvore e de um rio, e nisso, eu acordei aos poucos, como se meu corpo estivesse me 'puxando' e me forçando acordar, sabe? E foi isso. Eu não consegui ir até na minha casa. Fico me perguntando... Será que por medo? Ou eu não deveria estar lá? Desde que tive sonhos premonitórios com o futuro, eu ando prestando mais atenção nos meus sonhos e seus significados, pois já ocorreram algumas coisas, então eu não sei se eu estava em alguma sorte de futuro distante projetado? Realmente não sei. Lembro que um projetor experiente uma vez disse que o tempo no astral é diferente e pode-se ter visões do futuro, ou regressar ao passado. Fica aí minha curiosidade e meu relato.
    1 point
  29. Cara, eu tenho a mesma opinião do Sandro. Vou te contar um pouco de mim pra você ver que não está sozinho nesse negócio de depressão. Meus últimos 10 anos têm sido pesados... temos uma filha autista com 10 anos e que nasceu com vários problemas cardíacos... Ela é uma criança maravilhosa, parece um anjo na terra, mas a sua inocência me traz grande preocupação e consequentemente tristeza. Temos lutado muito por ela e isso trouxe para toda nossa família grande desgaste financeiro e emocional. O final do ano passado até julho desse ano foi terrível pra mim. Tive que tomar remédios para depressão... não foi fácil... por isso, quando digo que te entendo, é por que realmente entendo a sua situação, pois já passei e ainda passo isso na pele. Mas eu não sei te explicar como, mas de alguma forma minha mente conseguiu encontrar uma saída e hoje não estou tomando mais remédios.... só tomo para TDHA... no fundo acho que o diagnóstico do psiquiatra está errado e que na verdade tenho um autismo leve. Tenho muitas manias e quando cismo com uma coisa vou fundo nela, até as últimas consequências... Uma época eu cismei que queria aprender alemão... (não podia ter escolhido uma língua mais fácil...hahahah).... mas daí eu estudei, estudei, estudei... dia e noite... coisa de gente maluca..hahahah.... Mas voltando a depressão, sei bem o que você passa e se me permite gostaria de te dar uma sugestão. Procure um psiquiatra bom, tome os remédios, faça tratamento com um psicólogo de sua confiança. Uma coisa que também ajuda é tentar resignificar sua vida. Tente entrar numa academia..."mens san in corpore sano".... você vai ver que só isso vai te ajudar bastante... ou pratique algum esporte. Se for possível, procure fazer alguma atividade social de caridade... há muita gente que necessita da nossa ajuda e isso pode te dar um novo rumo. Se converter a uma religião, seja ela qual for, não vai resolver o teu problema. Procure a paz interior, com as outras pessoas, com o universo, com Deus (se você acreditar). Medite, se acreditar, ore... eu sou um cara que adora orar... mas isso sou eu, você pode fazer outra coisa como meditar escutando uma música calma. Eu espero que eu tenha te ajudado... como você, sou também um cara tentando vencer as tristezas desse mundo. E te falo com sinceridade... torço por você, não desanime, lute, procure uma saída para o que é mais urgente... as outras coisas espirituais irão vir por acréscimo pela sua dedicação de ser uma pessoa melhor. Deus te abençoe. ADENDO: se você vê que te deprime, deixe de ver vídeos de política ou coisas semelhantes... outra coisa, o twitter é terrível... falo por experiência própria...hahahaha... se desintoxicar de vídeos e redes sociais que te deprimem ajuda.
    1 point
  30. Boa, obrigado por postar a playlist, provavelmente só o fato de você andar de bike já movimentou bastante as energias, já teve vezes que eu subi uma trilha a pé aqui na minha cidade, voltei morto pra casa hehehe mas deu pra sentir toda a ansiedade e energias ruins indo embora, como se fosse uma grande limpeza, eu sentia meltor as energias. Isso de tentar descolar do corpo físico e despertar no físico é bem chatinho mesmo, acontece comigo, eu acordo provavelmente com o chacra cardíaco pulsando e acho que é meu coração, acaba que eu perco o foco e mal consigo dormir depois hahah
    1 point
  31. Pouco a pouco a corrente do materialismo que me mantia preso ao "convencional" vai se quebrando, mas é difícil ser o diferantão hah, vai fazer apenas 3 anos que estou nesse caminho espiritual e parece que tudo conspira contra você, no sentido de ser aparentemente mais fácil largar tudo e "deixar pra depois", estudar pro vestibular 100% do tempo e fazer de conta que nada disso existe por exemplo... Parece até provas de iniciação, só que do mundo moderno, onde todos vão te achar um louco, e você vai aprender na marra e aquietar os pensamentos e o ego, ainda mais porque vivemos numa sociedade que instiga o consumismo materialista, e é normal que quem sempre teve encarnações onde simpatizava apenas com o que era considerado "normal" na sociedade da época, que vá continuar a ser assim agora (a maioria), mas é foda, onde que o iluminismo se perdeu na busca das respostas que eram ocultadas pela igreja? Por que fomos pro caminho materialista ortodoxo? Sei que tínhamos que nos livrar do controle político-econômico da igreja, mas rejeitar toda a parte espiritual, apesar de tantas provas do mundo extrafisico que temos, só porque a religião tem certa relação com espiritualidade? Chegamos ao ponto de pesquisadores simplesmente ignorarem o fato de que alguns experimentos dão certo, por exemplo: Um pesquisador faz 3 pesquisas envolvendo paranormalidade, X, Y e Z, sendo que apenas o X funcionou, então concluem que como Y e Z não funcionaram, a experimentação como um todo se mostra inconclusiva, sendo que deram errado provavelmente por alguma característica do mundo astral, que quase sempre não é quadradinho, aliás até quem estuda sobre esses assuntos não entende muito bem como funciona. Aí ja não bastasse isso, vem algum outro pesquisador e conclui que "os experimentos que envolvem paranormalidade não se mostraram conclusivos, portanto não podemos considerar algum estudo sério sobre esse assunto", com base nas falhas do experimento Y e Z, mas ignoram o X, quem vê de fora, acha que estão agindo de boa fé, realmente tentando encontrar a verdade sobre o mundo paranormal pelo meio científico, mas são só agentes da manutenção do sistema materialista-consumista-capitalista financiados pelas grandes corporações provavelmente. Bem, eu também antes de descobrir o espiritismo só tinha conhecimento desses "experimentos" que deram errado, tinha conhecimentos de todos os charlatães que passaram por esse planeta, menos os verdadeiros médiuns e espiritualistas hehehe, por isso nutri um certo ceticismo não saudável, e que estou ainda quebrando, mas é foda.... Quando você nada contra a maré, contra o que você considerou como loucura vida toda (apesar de eu ter 16 anos, então não foi tanto tempo de lavagem cerebral pela sociedade hehehe), mas é isso, estou feliz que achei pessoas como vocês, que dialogam, pesquisam realmente, vivem a espiritualidade na pele e no dia a dia principalmente, não viram um "mendigo do parque" que desiste de tudo pois essa "realidade física é só uma matrix", mas vivem normalmente, só que com a consciência ampliada, sabendo que não é só isso aqui... Enfim eu pensei em não postar isso, mas achei legal o texto e queria compartilhar essa gratidão/desabafo
    1 point
  32. Sabe que na ciência há muita coisa que não se faz porque nao se tem idéia de como isolar as variáveis? Por exemplo, eu trabalho numa estação de pesquisas da área biologica. E área biologica é tão complexa quanto a propria vida né? Não é como as ciências exatas. Então você cria animais aquáticos na agua salgada, cuja composiçä química é bem complexa e cheia de microorganismos presentes na água, que por sua vez interagem com os animais e com os subprodutos que eles excretam, o que por sua vez vai alterar os tipos que microroganismos que irä crescer nessa agua a medida que o tempo passa. E isso se alterando também se altera o que acontece com a excreçãos do animal, que sera transfromada pelas bacterias em outros elementos. E isso, por sua vez, impacta a fisiologia do animal, que por estar imerso na agua está sempre trocando íons com ela. Há etapas desses processos que sao conhecida, outras nao. Há etapas que sao conhecidas na pratica, mas que nao tem como ser completadamente conheicdas e detalhadas, para serem otimizadas, porque o grau de complexidade desse tipo de sistema é enorme. Então fica-se sem as respostas completas do COMO E PORQUE, só se sabe que "fazendo assim dá certo", o mesmo raciocínio da curandeira de chás medicinais, eheh. Um exemplo: https://youtu.be/qxRAox0mI_A Dá para fazer, gera resultados esperados ( depois que passa a fase do caos, em que tudo pode acontece, eehh) , mas não se conhece isso como se gostaria ( oor exemplo, isolar cada colônia de bacterias presente ali, determinar quais as mais eficientes, entao cultivar só elas, determinar quais as condicoes mais efixcientes para essa colonia de bacteriase que também seja para os animais, controlar as variáveis ambientais para que outras bacterias não apareçam ali e passem a competir entre si durante o processo, reduzindo a eficiência do processo, etc) Só que não saber isso não gera descrédito. É apenas nos assuntos que entram em choque com o paradigma materialista que as pessoas concluem que algo é fraude só porque é de difícil controle das variáveis. Mesmo assim eu acredito que a critica dos cientistas seja por essa dificuldade de controle, porque isso gera problemas e desestimula experimentos mesmo em assuntos comuns da ciência. É o leigo em ciência que tende a concluir apressadamente que só porque a ciência testou e nao comprovou, é fraude.
    1 point
  33. Depois de pensar bem, acho que cabe postar aqui um alerta, para que se veja o quanto de falsidade existe nesse mundo espiriitualista. Se tem algo positivo que esse governo Bolsonaro nos legou foi a excelente oportunidade de conhecer o caráter das pessoas. Nem TANTO pelas escolhas que fizeram nas urnas, mas sim sobre como atuaram nesse período. Exemplo: Olhem a biografia do sujeito: http://www.casadechicoxavier.com/geraldo-lemos-neto/ Apoiou Bolsonaro desde 2018, e continua. Ok, cada um tem direito de permanecer na sintonia em que mais se sente à vontade, entre os seus, mas a questão nem é essa. Passadas as eleições, enquanto ainda há massas iludidas e revoltadas sendo manipuladas por todo tido de mentiras, para que mantenham a mobilização, vemos esse elemento publicar postagens FALSAS, como estas, e mesmo com seus seguidores sendo mais éticos do que ele e avisando, ele nao apaga Elas continuam lá ate hoje: Já é muito questionável a mediunidade de alguém que não tem discernimento espiritual suficiente para enxergar o mal que, hoje podemos dizer, praticamente o mundo todo já enxergou. Mas o que pensar de alguém que se apresenta como médium, está sempre com as palavras "Jesus" , " amor", "Chico Xavier" na boca mas insiste em propagar mentiras, SABENDO que se tratam de mentiras, já que além de não ser inculto nem deficiente mental ainda foi avisado por seus seguidores? São postagens com 10 comentários por dia, não se trata de um Felipe Neto, ehehe. . É possível que alguém que DE FATO conheça as realidade do espírito, do carma, da reencarnacao, opte por deliberadamente confundir, enganar, mentir? Claro que só cai nessas fakes quem é muito ingênuo. Mas, sendo assim, quem as propaga revela-se alguém que sente prazer em praticar "abuso de incapaz". Que um ateu materialista faça isso é desculpável, já que devido a sua ignorância não tem noção das consequências que reserva para si no futuro. Mas alguém que se apresente como médium agir assim??? Só posso concluir que a mediunidade dele tem a mesma veracidade das suas postagens, por isso ele nem se incomoda em apagar. A consciencia, quando já está muito deformada, nem apita mais. Deve estar há uma vida toda dedicada a esse hábito e deve pensar " Se deu certo até aqui...para que mudar, não é mesmo?" Fica o alerta.
    1 point
  34. Eu acredito que seja uma relação de equilíbrio natural da natureza assim como as plantas consomem o gás carbônico e eliminam o oxigênio e os animais o inverso, consomem o oxigênio e eliminam o gás carbônico criando um ciclo, com as energia são mesma coisa as plantas muitas energias que para nos são nocivas muitas plantas podem consumir essa energia em troca nos dar energia que para nos seriam benéficas.
    1 point
  35. Sempre registre o que lembra, que a memoria vai melhorando. Alem disso há cuidados a tomar na hora que acorda: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16169-técnicas-de-rememoração/&do=findComment&comment=70242 https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/9181-quando-os-seres-do-astral-me-curaram/&do=findComment&comment=67416
    1 point
  36. Bom, eu posso narrar alguma das minhas experiências aqui, se assim você desejar ler. Enquanto criança/adolescente, toda vez que eu estava muito nervoso e irritado durante o dia, saía do corpo para lugares escuros. Eu via geralmente muitas pessoas confusas, ou tristes. Algumas percebendo que eu era muito jovem, tentavam me assustar fazendo caretas, ou tentando encostar em mim. Não funcionava comigo, e com passar dos anos e das saídas, eu fui digamos "endurecendo" diante desse tipo de entidade. Também posso confirmar a existência de hospitais em tempo/espaço. Quando minha irmã faleceu aos 13 (ou melhor dizendo, retornou), no dia seguinte eu fui parar na entrada de um local muito branco com portas iguais a de um hospital. Entrei no ambiente, e tinha uma entidade, uma espécie de enfermeira que parecia ser a recepcionista do ambiente. Entrei p***** (sim, isso mesmo, já projetei irritado muitas vezes) da vida querendo ver a minha irmã, ela me barrou e me pediu pra esperar na sala com ela. Fiquei sentado esperando, e ela tentava me acalmar. Chegou uma hora que eu levantei e tentei forçar a porta que dava acesso a parte mais interna do hospital. Ela não deixou, disse que eu tinha que voltar, que eu não podia ver ela agora. Comecei a sentir o tal cordão de prata me puxando de volta para essa realidade. Fui sendo dragado a força, mas antes de sair do hospital mostrei o dedo pra ela e pra todo mundo que me viu lá. Cai, mas cai atirando (kkkk!). Eu tinha 15 anos na época. 21 anos depois, tive o prazer de encontrar minha irmã pela primeira vez há uns 5 meses atrás. Eu estava vibrando alto de forma incomum naquele dia, percorria aqueles calafrios pelo corpo meu todo à noite. Eu estava com uma cadeia de pensamentos ao longo do dia, fora do meu padrão normal. Pensava no Universo o tempo todo. Estrelas, planetas, a beleza deles. Algumas concatenações ligadas a pensamentos do Buda, e ligações com o ambiente em si. Fui dormir, e de repente me vi projetado no que era o último apartamento em que a minha família e minha irmã ainda viva, moramos. Na primeira noite ela me apareceu com o corpo de pré adolescente que ela tinha pouco antes de falecer, toda sorridente. Na noite seguida, de novo no mesmo apartamento dessa vez ela apareceu na forma dela adulta. Cabelos longos da mesma cor e volume em vida, sorriso lindo (ela sempre teve dentes perfeitos), um vestido longo brilhante, e muito bonita. Quando ela adentrou no ambiente, eu senti na hora quem é a pessoa, não precisa de raciocínio. Vibrava muito alto, e sua energia era completamente neutra, com uma paz indescritível ao redor dela. Voltei aliviado e quase chorando, pois ao longo dos primeiros anos depois de seu falecimento, buscava ela incessantemente, e nunca tinha conseguido. Lembrando que só agora há poucos meses que decidi aprender a sair do corpo de forma consciente, seguindo as indicações do Sandro. Tenho muita dificuldade ainda em acordar e não abrir os olhos e me mexer, mas estou melhorando gradualmente. Projetei a minha vida toda sem fazer nada. Fui parar p.ex diversas vezes em bibliotecas no astral, com pessoas/entidades de todo o tipo. Algumas usavam roupas de 1500 (aqueles casacões felpudos), outras não tinham forma humana, ou escondiam sua aparência de mim. Bati muuuito papo com pessoas bem velhas. Isso me deixava muito irritado quando adolescente, porque diversas vezes eu me encontrava em uma roda de "velhos", e todo mundo me via como um deles. Eu voltava p*****, "Porque eu não sou velho", dizia eu quando adolescente. Ainda me lembro de algumas conversas relativas ao funcionamento do Tempo, que a gente discutia. Vixi, já fiz muita coisa. Ano passado p.ex, me deparei com 2 entidades com corpos de Quarta Densidade, aqueles que alguns chamam de aliens do tipo "Grey". Achei engraçado, porque eu nunca parei pra pensar neles, e nunca dei a mínima pra isso. Eles adentraram no meu campo dentro do meu quarto. Foi como se tivessem aberto um portal, em que eles podiam me ver. Eu estava projetado no quarto, e senti na hora que alguém tinha entrado no meu campo. Foi interessante. Eu cheguei perto deles, e nós ficamos nos admirando uns aos outros, da mesma maneira que a gente faz enquanto acordado. Primeira coisa que pensei foi: "Fascinante, então o que os Complexos de Memória Social falam é verdade. Esse tipo de corpo existe! Como eu queria contar isso pro meu pai agora. Ele ficaria doido!" Novamente, fiz isso sem técnica nenhuma. 2 semanas atrás, sai sem querer de novo e fui parar naquelas zonas escuras que as pessoas chamam de Umbral. Senti que eu já estive lá antes, principalmente quando adolescente. Vi pessoas recolhidas em espécies de tendas. Dessa vez como adulto e mais preparado, fiquei com pena delas, tentei ajudar, mas elas se recusavam. Sorriam e pareciam se sentir bem naquele ambiente tão feio e escuro. Tentei mandar Luz, mas não consegui. Enfim, já escrevi demais. Tenho muito que aprender com o Sandro ainda, e com os demais projetores mais experientes aqui do fórum, se eu quiser algum dia ter estabilidade nas minhas saídas. Um boa noite a todos. 🧐
    1 point
  37. Creio que seja apenas percepção da movimentacao energética. Uma vez cochilei sentado praticando uma técnica de fazer o chackra frontal girar... acordei logo a seguir parecendo que tinha uma furadeira com serra-copo tentando furar minha testa. Eu chegava a sentir os pequenos fragmentos de osso saltando pela volta, enquanto aquele "furacaozinho", de uns 50cm de comprimento parecia tentar perfurar minha testa fisica. Mesmo sabendo que era uma ilusão bateu aquele medo.."vai que...??" Preferi fazê-lo parar de girar e se dissipar do que arriscar continuar naquilo. Até porque o Cabral relat tr usado uma técnica de visualizar um maçarico na testa, para abrir o chackra frontal, e ganhou um furo no osso da testa que apareceu até no raio-x, ehehe
    1 point
  38. 1- correto 2-deve. QUALQUER tecnica de separacao terá mais chance de dar certo quando executada IMEDIATAMENTE após acordar. Você apagou, começou a sonhar, o sonho foi interrompido e você agora sente o colchao e travesseiro abaixo do seu corpo? Sem se mover nem abrir os olhos começe imediatamente a praticar tecnicas de separacao, essa da gangorra ou qualquer outra escolhida. O ideal ainda seria alternar entre elas, tipo escolher umas 5 e praticar uns 10 segundos fazendo cada uma a cada vez que acordar. Se nada acontecer, escolha uma e fique fazendo até.... ....conseguir ou adormecer. Ao acordar de novo repete o ciclo. 3- eu tenho já explicado isso mas é difícil de entender o quanto realemente é literal : 1- voce está lá deitado praticando isso e pensando " isso é bobagem, não vai funcionar, estou só imaginando! Como vou saber quando vai acontecer?" 2- "Ate agora nada! Será que estou imaginndo direito? acho que nao deve estar certo isso " 3- "Ué..... pqp! Por que minha cama está embalando??!? Ahhhhh é porque está funcionando! Nossa! Nao imaginei que seria assim tao real esse embalo!" Entao sem se preocupar em abrir os olhos voce apenas levanta da cama como quem vai no banheiro. E lembre-se, vc não vai acreditar que está projetado, porque é tudo igual a levantar no fisico. Já perdi a conta do número de vezes em que me levantei da cama me sentindo um babaca porque pensava " é óbvio que levantei no físico! Estou até super sonolento! Mas ok ok , vou testar, nao vai dar certo e poderei voltar para a caminha ! " E aí testei atravessar a parede e....ops.... funcionou! Anteontem mesmo foi mais um desses casos, eheh. É por ser idêntico que voce precisa testar fazendo algo impossivel em vigilia, como flutuar , esticar o dedo atravessar paredes. Caso contrario terá medo de... sei lá, descer pela janela, por exemplo, caso more em apartamento, porque é idêntico a fazer essas coisas com o corpo fisico, com a vantagem de poder voar. E SEMPRE FAÇA AS PRATICAS DE OLHOS FECHADOS. Eu ainda uso uma mascara de dormir ora garantir que meus olhos nao vao abrir na hora de tentar enxergar. Para começar a enxergar, enquanto ainda estamá deitado, continue de olhos fechados olhando para a escuridao que está vendo diante de si. QUEIRA que sua visao ATRAVESSE aquela escuridao. Não relacione enxergar com abrir os olhos, porque vai acabar abrindo os olhos físicos. Relacione enxergar com " visão de raio x", você foca no alvo ( a escuridao a sua frente, ou, se ja estiver projetado, a parede de uma casa, e QUEIRA que sua visao atravesse o obstaculo. A parede vai de abrir e desaprecer. No caso da escuridao de olhos fechados, voce vai enxergar -uma mancha menos escura no meio da escuridao total, -depois um ponto mais claro, vai parecer que esta enxergando atraves de um tubo e .. - logo a seguir, tudo clareia e estará vendo o quarto todo mesmo que voce durma de mascara, como eu. E aí voce pensa: " Deitei de luz acesa? Já e dia? Quem acendeu a luz?! Ué!? Mas estou de olhos fechados ou abertos? No meu caso, eu ainda toco na máscara com minha mao astral e sinto que ela está no rosto ainda, mas é como se fosse uma mascara transparente, porque consigo tocar nela mas enxergo através dela .Entao ja sei que basta levantar da cama ( levantar mesmo, como quem vai o banheiro), porque o corpo astral já está solto e funcionando com visao plena.
    1 point
  39. Gente, boa noite. resolvi postar aqui, algumas reflexoes , que nao chegam a ser "desabafo', digamos que eu tenha evoluido nos ultimos meses e estou menos resmungão e mais contemplativo. rs Apesar de nao postar muito ultimamente, sempre leio e tento absorver o maximo de coisas ( positivas) que cá encontro. o tempo passa e com ele chega a idade , 42 anos, pode nao parecer muito masss sei que ja passei bem mais da metade de meu plano encarnatório, e vejo alguns ciclos se fechando. Ha um certo tempo atras eu andava amargurado, seco e em partes frustrado por ter chegado nessa idade e nao ter constituido familia ( solteiro) e meu unico parente proximo , minha mae, ja esta bem idosa e sofrendo as consequencias disso. Sei que em breve ela partirá, completando assim seu fim de ciclo neste plano. Tento dar uma força pra ela se espiritualizar mais, mas sabe como é idoso, teimosa feita uma mula.....rs. Então, e os amigos? e o circulo social que vc fez neste plano ? como eles te afetam , o que vc deixa pra eles e o que eles te trazem ? Eu tenho estado só. Mas isto tem me trazido paz. Tenho aprendido que a evolucao é algo unico, e ninguem pode ser muleta para ninguem. Eu nao sou nem nunca serei um exemplo de perfeiçao, nao acho que tenho grandes defeitos, o principal é que definitivamente eu tenho um grande problema em "perdoar', mas na minha concepção perdão real poucos seres evoluidos conseguem colocar em pratica. E eu nao me acho assim taaao evoluido nao. Das pessoas mais proximas a mim, uma amiga de 50 anos e já calejada pelas porradas na vida, apesar de ter sua consciencia espiritual aflorada (ve, ouve e sente coisas) fica correndo atras de "marido" e so atraindo uma legiao de walking dead pra dentro da casa dela. Ate uma das filhas ja se afastou. Outro amigo meu, tambem com um razoavel conhecimento do campo espiritual, se casou " na marra" com uma moça mais jovem, pra nao ficar so, pq "ja tava com 40 anos", e trouxe um belo de um problema pra casa, a moça tem um certo grau de esquizofrenia ( so descobriu depois, e agora abracou um problema que nao era dele). Por fim, um terceiro amigo, ja tambem na faixa dos seus 45 anos, e membro ativo de uma religiao afro, um cara bacana honesto porem totalmente alienado com suas crenças e nao deixa uma brecha para reflexao e uma auto analise dos seus atos neste culto que frequenta. Nao vou entrar em detalhes pra nao ser invasivo, mas algumas coisas que fizera começaram a me deixar mal somente pelo relato que a mim foi passado. Eramos muito proximos e considerava- o amigo, mas achei melhor, pro meu bem e pro dele, me afastar e ha cerca de um ano e meio nao nos falamos. Resumo da ópera: hoje nao tenho UMA pessoa sequer que eu possa falar, trocar experiencias em relacao a espiritualidade / viagem astral. Estou só. 😮 Eu conversava bastante com dois membros deste forum, mas eles hoje nao participam mais e acabamos perdento contato. Não é que eu tenha dificuldade pra aceitar os DEFEITOS dos outros, mas a partir do momento que isso comeca a me afetar, eu me sinto no direito de saudavelmente me afastar. Pessoas vão e vem, amigos entram e saem da nossa vida, esse é o ciclo da vida, so nos resta aceitar. Acho que sim, eu evolui um pouco, por que eu aceito o que o meu karma tem feito comigo ate agora; estou SÓ, sem familia, sim, Porem tenho saude fisica, mental ( melhorando) pratico exercicios, contemplo a natureza, e consigo me sustentar sozinho, mesmo nao tendo um otimo emprego. Tenho evitado carne vermelha, contato com pessoas e situaçoes toxicas e ambientes pesados ( carnaval, shows e coisas do tipo). Estou terminando um tratamento para ansiedade, e sinto que ja posso caminhar sem drogas prescritas. Sexo ha algum tempo era sim um problema, mas ate mesmo pela questao da idade, minha libido tem caido e isso tem me ajudado. Fora que nao sou nenhum Brad Pitt pra ser muito cobiçado entao os foras e as rejeiçoes que eu sofria no passado, hoje eu mais ou menos tiro de letra, mesmo pq nao tenho ido atras de relacionamento: o nivel espiritual, psiquico e emocional da maioria esmagadora das pessoas é tao baixo, que eu simplesmente joguei a toalha, nao busco mais ninguem. Sei que isso vai ser muito dificil de ocorrer, e tenho aceitado com resignação minha solidão. Enfim, tenho me afastado de tudo que atrase minha evoluçao neste plano. Não é facil se sentir um ET, estar no meio de tanta gente e ao mesmo tempo absolutamente só. Nao estou reclamando, a conjuntura da minha vida me levou a isso. Vejo muitos topicos com as pessoas ( compreensivelmente) se queixando de suas realidades, mas o cerne da coisa é - ou aceitamos e convivemos com o que temos, eu entramos num looping de sofrimento - reclamaçao - estagnaçao que nos paralisa em todas as areas da vida. E eu vejo a maioria das pessoas presas nesse "combo" sem saber pra onde ir. Não é facil estar encarnado, mas se a gente se entregar.....já era.
    1 point
  40. Olha, acho que esse tipo de pergunta só poderia ser respondida caso a caso, ninca de forma geral assim, poruqe a tendência de quem responde é oferecer resposta que se encaixa na sua compreensão pessoal sobre esses processos, a partir de outras fontes também... Por isso não leve minhas respostas abaixo muito a sério, elas tratam apenas de algumas das possibilidades. Não dá para ser taxativo 1- Costuma haver uma programação, mas não creio que se possoa falar em DATAS. Basta ver como todas as profecias que envolviam datas sempre falharam , para perceber que o tempo não faz muito sentido para quem não está encarnado. O mais provavel é que se saiba que a pesso vai morrer de tal doença e que essa doença surfirá lá por meados da decada tal, podemdo ser acelerada em alguns anoa.ou retardada em funcão de cuidados, mas nao muito alem disso porque nosso corpo eterico tem também seu " prazo de validade", entao quando esgotar a funcionalidade de um órgao, acabou. Mas é aquilo , seu karma era morrer de cáncer no pulmão ( em funcão de padrões psicologicos doentios que desequilibram os chackras pulmonares e acabam afetando o órgão) mas você ainda escolhe fumar desde cedo, o câncer chegará antes do programado. Assim como tem gente que nunca fumou e tem cãncer de pulmão, tem gente que fumou desde criança praticamente e morre de outras causas perto dos 100. Psique, carma, agentes externos, podem se unir para acelerar ou desacelerar as coisas. Não convém atribuir desencarne a uma causa única. Em geral todo mundo ja escapou por pouco, algumaa vezes , de situaçõea fatais, o que gera o raciocínio " não era a minha hora". Então me parece que desencarne dificilmente acontece por acidente. Alguns ossos quebrados sim, mas desencarne crrio que não, porque há muitos fatores envolvidos. Quanto a assassinato, em geral une-se alguém que precisa desencarnar naquele momento com alguém que tem motivos ou missão de fazer isso. Há pessoas que são como " agentes", que sao pacatos a vida toda até que um dia saem de casa e vao lá matar alguém que nem conhecem. Qual o carma desse sujeito? Bom, na verdade o carma ja pegou ele antes disso, por isso ele é um mero "agente" do karma, perdeu seu livre-arbitrio e é um mero executor. NA GNOSE chamamos de " casa vazia". É o que a sociedade chama de psicopatas, que hoje se sabe que sao irrecuperaveis. Acontece que eles não tem mais nada espiritual dentro de si, por isso noa tem arrependimentos ou crises de consciencia. E por isso sao presos exemplares quando estao na cadeia. Nao podendo sair para executar as missões que lhe sao destinadas, eles são bem comportados. Mas em geral logo que são libertados já executam uma nova missão de eliminação, porque a tarefa de vida deles é essa mesmo. E o karma deles? Já foi, eles não tem escolhas, são só um tipo de robô biologico. A parte espirtiual deles já mora lá nas profundezas do umbral. É o destino programado das vitimas que os escala. Aliás, você nota bem isso neste episodio do Linha Direta sobre o Chico Picadinho: https://youtu.be/_o2PKkFnii8 Agora, quando é morte por atritos, desafetos, em geral é atrito entre pessoas que se conehciam de vidas passadas e ambas contribuem para o desfecho. Quanto ao karma de quem executa, fica enredado nessas relacoes vida apos vida. Se ela tivesse dominado suas tendências mais desequilibradas a ponto de evitar o desfecho, eka sairia desse ciclo cármicos de matqr e ser morto, mas caberia a outra pessoa com problemas carmicos parecidos executar aquela funcão. Pode parecee estranho, mas note que pessoas que são injustamente perseguidas no trabalho pelo seu chefe, ao mudarem de emprego o mesmo acontecerá no novo emprego. Mulheres que apanham de um companheiro, ao largarem ele, em geral também apanharão do proximo, ou pula um e no terceiro a situaçao se repete. A pessoa precisando passar por aquilo, nao falta quem seja o ator que a faça passar. Mas o carma do ator vem quando ele se deixa levar por essas forças, porque se ele as evitasse, não agiria como se espera dele e outro seria escalado e enredado no carma. Note que no nosso dia a dia somos " tentados" por diversos estímulos, podendo ceder a eles ou não. Uma pessoa que sempre cede acaba se tornando um robô dessas forças e paga o preço cármico de não saber evitar esses enredos. 2- Esse papo de " ser considerado suicida" é coisa de espirita. Se eles acreditam nesse conceito eles podek aparecer aqui para te explicar melhor. Como eu nunca fui espirita, não vejo sentido nisso. Pelo que entendo o suicida é quem se suicida, ponto. Ou quem sabe que o risco de morte é grande se fizer algo e ainda assim se arrisca ( fazer "gato" em poste, ficar se equilibrando em topo de prédio para postar video na internet, brincar de roleta russa...) . Esse papo de suicida no espiritismo vem lá do André Luiz, que como fumava e morreu, foi parar no vale dso suicidas porque cigarro mata, eheehe. Só que só no final dos anos 90 é que se acumularam provas de que fumar de fato era prejudicial à saude. Antes disso era como o papo sobre açucar, vacinas, gordura saturada, conservantes, transgênicos, flúor... ou seja, ninguém sabia quem quem estava certo. Então alguém achar que o um cara que morreu na década de 30 só por ser médico saberia que cigarro podia matar chega a ser cômico. E se não sabia, não faz sentido algum rotular de suicídio. Seria como rotular de suicidio as mortes de pessoas que acreditando na " hipotese do colesterol" tomem estatinas para baixá-lo e daqui a 20 anos descobrirem que as estatonas geraram mortes por tais e tais doenças, que noa teriam ocorrido se mantivessem seu colesterol alto... Em relação ao exemplo que você cita: usar tratamentos modernos para resolver problemas fatais que surgem no corpo por programacao talvez não seja tão simples. Ou seja: seu corpo esta programado para te cancer num orgao na idade x, mas o avanço tecnologico até você chegar naquela idade já alterou as possibilidades de tratamento, e você agora podera se esquivar do desfecho com quimioterapia ou , po exemplo, transplante. Como fica seu desencarne programado carmicamente? Será que não complica mais voce tentar escapar dele por meios " antinaturais" ??? Acho que cada pessoa tem que pensar nisso. Entãonse a pessoa teve um problema por agente externo, por exemplo exposicao a agentes cancerigenos no trabalho, parece que fazer todo o possivel para anular isso faz sentido, porque é " correção de desvio de rumo". Mas se voce não fez nada para gerar aquela doença e mesmo assim ela apareceu, talvez seja carmicamente melhor permitir o desfecho natural, poruqe provavelmente ele foi programado e tentar escapar dele pode piorar as condições na proxima encarnação ( passsar novamente pelo problema, mas agora em condição econômica bem pior, para não poder escapar, ou nascendo num país que não tem tecnologia para contornar outra vez o desfecho) Então acho que essas questões são muito particulares, não vejo como rotular algo assim genericamente e há muitas teses opostas para você pensar, que podem anular a logica de qualquer " fórmula de resposta espiritualista". Me parece que a única saída em casos assim é a pessoa tentar achar a resposta dentro de si, porque em tese seu subconsciente sabera se aquele é um problema desnecessário e qeu deveria ser curado por todos os meios disponiveis ou se é algo ja programado, e portanto seria melhor aceitar um desfecho mais rápido.
    1 point
  41. Que bom! Particularmente sou um tanto cético quando a argumentos pela saúde em favor do vegetarianismo. Não consigo acreditar que alimentos que consumimos há milhões de anos, carne, leite, ovos, queijos, manteigas, vegetais, grãos, frutas tenham algum problema , e por isso sou bem cético a argumento contra cada um desses itens (trigo/glúten, ovos/colesterol, carne/gordura saturada, graõs/toxinas). Acho que realmente o argumento mais importante é a CONSCIÊNCIA do que é a relação mais correta com outros seres vivos deste planeta, consciência que ns faz querer pelo menso não tomar parte no mal, ainda que não possamos mudar o mundo. Mas 1+1+1+1..... cada um tomando consciência, uma hora seremos bilhões, ehehe
    1 point
  42. Percebi que essa parte do fórum estava muito parada, então resolvi tentar dar uma animada aqui, espero que gostem😅
    1 point
  43. Exato. Não sei como eram os sonhos de outras crianças, e quando eu falo com adultos sobre isso, a maioria deles não lembra nem do que fazia ante dos 7 anos, imagine então lembrar dos sonhos, ehhe. Mas assim, eu não tinha adultos nos meus sonhos, se eu fosse julgar pela altura deles em relação a mim ,ou minha altura em relação a portas . Mas eram adultos, a julgar pelas roupas. Embora eu me visse como "o mesmo encarnado", não pensasse em mim mesmo como alguém mais velho que minha idade física, isto jamais aconteceu em meus sonhos de criança: Quando uma mãe sabe que seu filho anda encontrando figurar suspeitas nos sonho,s magos, vampiros, monstros, já pensa algo assim: Mas na prática, o que acontece é isto: Então não é tão ameaçador quanto se imagina. E quando a criança tem controle dos sonhos lúcidos.... Mas claro talvez isso varie de uma pessoa para outra.
    1 point
  44. Quando o Waldo começou a falar de projeção no Brasil, o assunto era velho no exterior, por diversos livros, os primeiros acho que do Leadbeater. Depois vieram outros autores, como Oliver Fox e Sylvan Muldoon. Mas eram apenas "autores de livros". Nos anos 70 foi o Robert Monroe quem foi além de apenas escrever livros e parece que fundou um instituto para pesquisar um pouco sobre isso, meio ao estilo do que o Waldo criou.Tem até filial aqui: http://www.portalmonroebrasil.com/ Também o Scott Rogo, que era parapsicólogo, escreveu uma obra sobre o tema, sendo ele mesmo projetor, mas também pesquisador. Mas morreu cedo, acho que não rendeu. Autores de obras sobre projeção tem inúmeros, o Waldo não foi nenhum pioneiro, mas no sentido de ter criado uma estrutura, como o IIPC e o IAC, aí sim é algo mais engajado, não sei de outro além do Monroe que tenha feito algo parecido. O Raduga parece estar tentando criar algo mais chamativo também, só que ele adota a visão de que é tudo sonho lúcido, seguindo o trabalho do Stephen Laberge http://obe4u.com/pt/michael-raduga/ Tem um livro muito interessante de um cara que tenta fazer uma abordagem mais científiica, que é Aardema: https://www.amazon.com/Explorations-Consciousness-Out-Body-Experiences/dp/0987911902/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1487266456&sr=1-1&keywords=aardema E claro o mais conhecido atualmente é o Robert Bruce, da Austrália: https://www.astraldynamics.com/
    1 point
  45. Gostei dessa tática de jogar energia quando eu estiver sob ameaça. Quero aprender! Como que devo fazer? No plano físico, quando algum encarnado me apresenta algum tipo de ameaça, eu imagino uma luz lilás em volta dele, e normalmente funciona, a ameaça é mitigada na mesma hora. Foi uma pessoa que faz reiki que me ensinou essa tática. Será que isso funcionaria no astral também?
    1 point
  46. Pois é, tem um vídeo aqui ensinando defumação geral: Mas com enxofre, compra enxofre em pó, em loja de produtos agrícolas: Bota um pouco dentro de uma colher de sopa ( ficará inutlizada) e bota ela na chama do fogão, Espera o enxofre acender uma chama azulaa, como a de álcool, e então pode desligar o fogão, que a chama do enxofe permanecerá acesa. NÃO RESPIRE ESSE FUMAÇA, ELA É MUITO IRRITANTE PARA AS MUCOSAS, MAS NÃO PARA A PELE.. vai até o quarto e contorna as paredes, depois cruza pelas daigonais, e tal a idéia e que a fumaça toque quase tudo ali. Mas não precisa muita fumaça. Se puder deixar ele fechado um pouco, ok, se não logo em seguida já abre as janelas. Faz isso diariamente por 7 dias,, depois segue fazendo uma vez por semana. Mas se não pode fazer isso por algum motivo, devido a sua familia,, espalhe um pouco desse pó pelo chão discretamente. Ponha em torno da cama. Sem queimar ele não tem cheiro que a gente detecte, mas ainda assim tem ação corrosiva contra certas energias densas. Se não resolver, tem que procurar um centro espírita ou de umbanda ( do tipo que não aceita matar galinhas, porque se mata, não é umbanda, é magia negra vai piorar seu caso) . Mas com um sujeito encarnaod a fim de manter seu vício, há muito pouco que e possa fazer, porque voce tira o obsessor e vem outros, porque o encarnado puxa mais.
    1 point
  47. Pessoal, traduzi metade do livro do Bruce sobre técnicas energéticas. Traduzi somente a parte das técnicas mesmo. Na segunda parte tem aplicações que são fruto da criatividade dele, e acho que iso vai desviar o foco do leitor, ou seja, a gente lê todo livro e pensa "que legal, olha o que dá para fazer!", mas bota na estante e não pratica os exercícios da primeira parte, logo, a segunda parte se torna inútil. Então pensando nisso, traduzi apenas a primeira parte. https://drive.google.com/file/d/0ByXGi2vq5-wsdWJJaHNjQXVxMTA/view?usp=drivesdk&resourcekey=0-41X5LGJWMEYdCXO6Vs_efw
    1 point
  48. (continuação) O “ACIDENTE” Aqui está um relato de uma das primeiras vezes que eu experimentei o efeito de divisão da consciência e do feedback mental/ visual : ............................................. Eu estava meditando em minha cadeira perto da lareira e retornei à consciência normal quando a chuva começou a bater no telhado. O clima era bastante selvagem e o vento estava começando a sacudir as janelas e portas. Olhei para o relógio, eram quase 3 da manhã. Isso não era incomum para mim, já que às vezes eu medito durante toda a noite. Eu me senti bem descansado e cheio de energia e pensei: "Eu nunca me projetei em uma tempestade antes, como seria?" Fechando os olhos mais uma vez, eu relaxei de novo, me projetando para fora do meu corpo, utilizando o método de "mudança de foco", tal como consta do Vol. 1 deste Tratado. Esse método é muito semelhante ao método dado por T.Lobsang Rampa em seu livro "Você e a Eternidade". Embora esse método seja mais difícil do que o método da corda, dado no Vol. 2, é muito eficaz e é o método original pelo qual eu aprendi sozinho a projeção consciente. Eu tenho me projetando desde a idade de 4 ou 5 anos, mas isso sempre foi espontâneo e eu tinha pouco controle de quando eu ia me projetar. Eu aprendi a me projetar deliberadamente com a idade de 21 anos, e encontrei nos livros de Lobsang Rampa uma grande ajuda. ................ Depois de sair do meu corpo eu atravessei a parede e flutuei para fora na noite chuvosa. Que sentimento gloriosamente molhado foi aquele. Eu podia sentir e saborear a chuva fria e vento impetuoso passando por mim. O cheiro da chuva e umidade estava em todo lugar, parecendo encher-me com uma energia brilhante e feliz. Eu flutuei até o teto e sentei-me na chaminé, olhando por sobre a cidade. Enquanto estava sentado no telhado, eu senti meu corpo mexendo na cadeira da sala abaixo de mim. Este efeito muitas vezes me intrigou e eu decidi deslizar de volta através do telhado e estudá-lo mais de perto. Ao passar pelo telhado eu vi meu corpo sentado na cadeira, exatamente onde eu tinha deixado, mas de repente me dei conta de também assistir minha dupla projeção (de minha perspectiva na cadeira) deslizando pelo teto -, tudo ao mesmo tempo! Era eu, sentado na cadeira assistindo outro eu flutuando para baixo através do teto, mas também era eu flutuando na frente da minha cadeira há cerca de dez metros de distância - me assistindo sentado na cadeira. Isso não foi apenas confuso, começou a me fazer sentir muito mal. Eu tinha dois conjuntos de visão e dois conjuntos de pensamentos, tudo ao mesmo tempo e todos juntos, era fascinante. E também fazia todo sentido. Só porque o meu eu foi projetado para fora do próprio corpo físico, por que o meu eu físico teria que parar de pensar? Por que ele teria de ser deixado (como se pensa normalmente ) como uma mera casca vazia durante uma projeção? Isso levanta a questão de 'o que' realmente deixa o corpo físico durante uma projeção? O eu projectado ( o astral ) moveu-se pelo quarto, observando meu corpo físico na cadeira -. enquanto ele me olhava de volta ao mesmo tempo Eu ainda podia ver o meu eu projetado mesmo quando ele estava atrás do eu físico. Eu podia me sentir sentado na cadeira perfeitamente, enquanto eu tentava acompanhar os movimentos do meu duplo projetados sobre o ambiente. Isso exigiu um esforço muito real, e também eu precisava de muita energia para mover o meu eu projetado . Parecia que eu estava me movendo através de lama grossa e senti uma enorme pressão se acumulando dentro de mim. Eu estava existindo no corpo meu físico, bem como no meu eu projetado – ambos ao mesmo tempo. Eu estava totalmente desperto (mentalmente) e consciente de ambos os processos de pensamento dentro de cada aspectos de mim mesmo. Dentro do meu corpo físico, a minha consciência parece estar localizada ativamente no meu corpo etérico, e essa parecia ser a forma como o meu eu físico foi capaz de ver o eu projetado . Cheguei a essa conclusão por causa da maneira que eu poderia mover-se "dentro" o meu corpo físico, e podia até mesmo ver atrás de mim sem mover fisicamente. Meu corpo etérico parecia ser, literalmente, capaz de se virar dentro do meu corpo físico. Esta habilidade do corpo físico para ver através das pálpebras fechadas e de diferente perspectiva é frequentemente descrita por projetores e meditadores em transe. Nota: O corpo etérico parece ser o primeiro nível do corpo de sutil, uma “fase” acima do corpo físico. Elea parece ser tão intimamente entranhado dentro do corpo físico que normalmente não pode deixar seus limites enquanto ele ainda vive. Durante o estado de transe total, bem como durante o processo de projeção, no entanto, ele parece ter alguma liberdade de movimento limitada. E também muitas vezes ganha a capacidade de ver para a zona de astral da parte física ( zona “real-time” ), e às vezes até dentro da dimensão astral, em torno dele. O corpo etérico parece ser responsável pela capacidade de ver através das pálpebras fechadas e das cobertas, como é muitas vezes relatado por projetores perto da etapa de saída em uma projeção. Minhas observações: o centro da consciência de vigília parece mudar 'para' o corpo etérico quando o corpo físico entra em estado de transe e adormece. Isto é muito parecido com uma projeção interna, levando a expressão "reflexo da consciência" um passo a adiante do corpo físico e da mente, mas ainda mantendo seu lugar original dentro dos limites do corpo físico. Esta fase, creio eu, é o primeiro nível do processo de projeção multi-dimensional, e é caracterizado pelo "peso" sentido quando se chega ao estado de transe completo, que é também o sinal de que o corpo físico adormeceu. Este processo faz muito sentido e esclarece muitos pontos obscuros que surgem quando se lê os relatos de projeção, e sobre a 'mecânica' e 'dinâmica' da projeção. Ele indica que a projeção é um processo escalonado onde a consciência é refletida em etapas sucessivas distanciando-se cada vez mais do corpo físico e da mente. Cada etapa se torna progressivamente mais sutil e refinada, mantendo laços telepáticos e energéticos firmes entre cada etapa. Basicamente, isto permite a projeção de todos os corpos sutis mais elevados, ao mesmo tempo, mantendo uma ligação segura e inquebrável entre eles e o corpo físico (a cópia original ancorada no físico). (continua...)
    1 point
  49. É, não fica sendo muito tarado astral não, que uma hora dessas você cai consciente num daqueles vales de sexo, e só vai dar os "kid tora" correndo atrás de você rsrsrs.
    1 point
×
×
  • Create New...