Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Leaderboard

Popular Content

Showing content with the highest reputation since 09/07/2022 in all areas

  1. Acho que o que você precisa entender é que não faz o menor sentido ocupar a mente com essas coisas. Você está vivendo AQUI, num plano físico, usando o corpo físico que está ligado a um cérebro físico, que capta as experiências pelos órgãos dos sentidos. Você está usando portanto ferramentas de percepção especializadas para compreender este plano. Qualquer compreensão que possa ter sempre ocorrerá ATRAVÉS desses filtros adquiridos na experiência física, o que se reflete na percepção extra física, motivo pelo qual um cego de nascença, ao se projetar, não exnerga como nós, mas usa uma percepção que amplifica, mas imita, a percepção que tem na vigília. Portanto, ficar querendo entender a vida do espírito livre da matéria é querer algo que está além da sua capacidade enquanto encarnado, porque estar encarnado MOLDOU sua percepção nesta vida, também exigiu aprendizado da sua mente quando bebê. Uma experiência de EQM tem características que são diferentes tanto do estado de vigília normal, quanto da projeção, mas ainda assim o molde principal de percepção é o do encarnado. São 3 situações diferentes, em que o papel do cérebro físico terá importância diferente. Mas não só isso, a mente do encarnado, treinada para funcionar no físico desde que nasceu, não vai perceber a realidade do espírito assim, do nada, só porque saiu do corpo, seja em EQM, seja em projeção, seja em desencarne recente. Ainda precisará passar por nova readaptação para perceber o mundo do espírito tal como ele lá. Um encarnado funcionando fora do corpo físico estará sempre observando as coisas da 5D como um ser da 3D, o que sempre provocará distorções. Estão traduzindo EM TERMOS DO MUNDO FÍSICO situações que não são físicas. O mesmo acontece durante a projeção e também acontece com desencarnados recentes, que ainda estão presos à necessidades ilusórias que imitam o físico, como comer ou fazer sexo. https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16071-comprovação-da-projeção-astral/&do=findComment&comment=74049 E se forem experiências místicas, que acontecem em estados alterados de consciência, há ainda menos chance de traduzir para a mente concreta o que foi experienciado, em geral apenas manchas amorfas e pensamentos vagos comunicando algo por telepatia. Então realmente não faz o menor sentido ficar inquieto por não conseguir entender essas coisas, porque a mente é, por natureza, incapaz de apreender a Verdade. Toda percepção será sempre distorcida pelos canais de percepção característicos do tipo de veículo usado, logo, quem está encarnado não tem como entender o que de fato constitui a vida do desencarnado exceto por traduções e analogias produzidas. E aí, dependendo de quem traduziu, vai te soar mais ou menos crível . Alguns mais ingênuos na situação acima não teriam questionado a situação, concluiriam que há jornais no astral, da mesma maneira como muitos concluem que há no astral objetos tecnológicos avançados que logo aparecerão aqui na terra também, eheheh. É um tipo de materialismo espiritual que toma como objetivas, concretas, percepções da mente que são meramente simbólicas.
    3 points
  2. Olha, não sei bem até que ponto se pode dizer que isso seja contrário à doutrina. Nunca estudei a doutrina espírita, mas como gnóstico a gente tinha boa parte dos mesmos argumentos que ele aponta ali no livro dos espiritos, em relação à questão sexual por exemplo. O que salva é que o fundador da gnose tinha escrito até uma "plataforma de partido socialista". Só que era um socialismo cristão, para se diferenciar da esquerda tradicional, cujos pilares acabaram contaminados pelo ateísmo, materialismo. Então eu diria que compreendo esse tipo de " raciocínio", porque já o usei também. O que acontece em geral é que quem acredita em vida espiritual em geral acredita em Deus. Nem sempre ,mas em geral. Daí se deduz que se o universo material foi criado por Deus, a partir do nada, foi ele quem botou ordem no caos amorfo. E fez isso em parceria com arcanjos, anjos, etc numa organização hierárquica. A obra de Deus portanto é caracterizada pela manifestação da ordem no universo material, e pela ação em hierarquia. Note que as forças de vida, atuando na matéria, organizam átomos, moleculas, geram padroes geométricos. As forças negativas, representadas simbolicamente pelo diabo, se caracterizam pela divisão, por semear a desconfiança, a tentação, o desafio à ordem. A morte , por exemplo é vista como negativa, porque ela gera desagregação da matéria, desordem nos planos da forma. Seguindo esse raciocínio, as herarquias sociais , as autoridades terrenas, sao vistas como a expressão/ reflexo da ordem divina se manifestando na sociedade. Daí que todos são educados para seguir as leis, obedecer as autoridades, e isso começa na família, quando os filhos são treinados a respeitar a autoridade dos pais, para que se torne um adulto responsável ( que obedece aos patrões, às leis, os juizes, etc) E vendo o mundo como criação de Deus, a natureza é a obra de deus que não foi corrompida pelo homem. Logo, quem pensa dessa forma procurará na observação da natureza as respostas divinas para certos dilemas, pois se cada pessoa tem uma opinião, se cada sociedade tem seus costumes, sua cultura, como saber quem está certo? Busquemos a resposta onde não há expressão do homem onde "o que é" sempre foi e sempre será, porque o homem não o distorceu com suas culturas, umas "corretas", outras "degeneradas". Dessa logica se pode deduzir com tranquilidade várias respostas sobre sexualidade como as que aparecem ali no livro dos espiritos. E não vamos esquecer que por muitos séculos os reis eram considerados divinos, logo, esses reis e todos os seus funcionários eram um espelhamento da herarquia divina, Deus e seus anjos, aqui na terra. Desobedecer essas autoridades era como ofender a Deus. E sendo o mundo obra de Deus, Ele deve ter um plano para a humanidade, que se realiza no tempo, nos processos da história, levando-nos quem sabe a uma segunda vinda de Cristo, juizo final, lei da evolucao, qualquer coisa dessas, dependendo da vertente. Então vejam, quem olha para o mundo e afirma que tem algo errado que precisa ser corrigido está achando defeitos na obra divina, não confia nos planos de Deus para a humanidade, semeia a dúvida, e a desobediência .Sabe aquele argumento que a direita usa " Ain! Eles querem nos dividir!" pois é, no fundo vem dessa mentalidade religiosa, ehehe. Logo, quem aponta os problemas, e arranca as máscaras deve ser agente diabólico, alguém que quer sabotar os planos divinos, um rebelde tal qual Lúcifer. Afinal, a serpente o que fez no paraíso? Convenceu Eva a infringir as regras após semear-lhe a dúvida, e a partir disso "toda a humanidade pagou". O que a esquerda (revolucionária) faz? Olha para o mundo e aponta falhas na estrutura social. Identifica os elementos da sociedade responsáveis por perpetuar essas falhas geração apos geração, e que fazem parte da tradição. Ela pretende que seja possivel corrigir essas falhas através de uma boa quantidade de mudanças no que sempre se fez, e através de um planejamento racional, visando uma sociedade do futuro em que esses problemas não mais existam. Isso tudo, na mente de uma pessoa que observa as coisas através de um viés religioso/ espiritual interferiria no "plano divino" e poderia condenar toda a humanidade ao sofrimento coletivo, uma punição ao estilo de sodoma e gomorra, o que só poderia ser uma versão 2.0 do plano da serpente do paraiso né? eheheh. Para complicar as coisas, a esquerda lá do seculo XIX entrou na modinha do ateísmo, até porque deve ser muito difícil para quem enxerga esse papel ativo que as religiões tem no amansamento dos explorados (o que facilita muito o trabalho dos exploradores) aceitar as religiões num " admirável mundo novo" que se possa alcançar após todas as reformas necessárias. Lembrem-se, vivemos desde a origem do mundo até lá pelos anos 1600 ( época das primeiras rebeliões de explorados) sob esse tipo de raciocínio. São muitas encarnações que os habitantes do "Presídio Terra" estão vivendo em sociedades regidas por esse tipo de pensamento. Isso se torna uma programação mental, uma hipnose que instala gatilhos na sua psique. Mais adiante quando se faz necessário, esses gatilhos sã acionados através de palavras-chave, como pátria, família, Deus, costumes. ------------------------ ( A palavra liberdade já é um gatilho muito mais recente, fruto do liberalismo, e que acabou justamente produzindo algumas revoluções no século 18. Daí que os conservadores se oponham também ao liberalismo, o que explica porque o nazismo além de ser anticomunista era antiliberal também, o que leva os de mente simplória a achar que por isso oo nazismo era esquerda, eheheh.) ------------------------ Portanto, eu diria que é muito natural e previsível que pessoas que tenham uma mentalidade religiosa/espiritualista e tenham uma compreensão muito superficial dessas coisas tenham alergia à tudo que "cheire" a ideias de esquerda, porque essas pessoas ainda tem uma mentalidade de Antigo Testamento. Não perceberam que Jesus violava o sábado porque " o sábado foi feito PARA o homem e não o homem para o sábado". Não enxergam que Jesus recomendava fazer o que os fariseus falavam, mas não SER como so fariseus, que não faziam o que falavam. Não percebem que os dez mandamentos é uma lista de coisas a NÃO FAZER, enquanto Jesus se propõe a substuir toda lista de "coisas a não fazer" por uma atitude mais ativa do sujeito, focads em FAZER . O papel passivo de criaturas obedientes às autoridades é substituido pelo cidadão ativo, responsável por gerar as mudanças que deseja no mundo: ----------------- João 13:14-17 Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também. Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou. Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes -------------- E ele não precisou apelar para o materialismo para apontar que o sujeito tem em suas mãos a capacidade de afetar a historia onde achar necessário, porque, obviamente, se estamos encarnados é para AFETAR o mundo que nos cerca. Se fosse para ficar parado esperando que Deus botasse tudo para funcionar não precisaríamos nem encarnar né? Nem precisaríamos livre arbítrio, poderíamos ser como os animais, incapazes de violar as regras da natureza e de modificar o ambiente. Então, na verdade a postura de tentar mudar o que se vê de errado no mundo não tem nada em si que possa ser condenado. Daí que completas revoluções também não, mas elas são vistas como uma espécie de manifestação do mal. Obviamente, como sempre pode dar " perda total", uma completa revolução gera medo, mas o mínimo que as pessoas deveriam entender é que tanto o bem social quanto o mal social são resultado das ações dos homens, não algo de Deus ou da natureza. São nossos erros e acertos administrativos nossos interesses como agentes no mundo que criam toda a riqueza e toda a miséria que vemos. Logo, é dever de qualquer espírito pensante estar sempre do lado das forças que querem corrigir costumes, tradições ,leis que já se mostrem ineficazes para cada nova época, substituindo-as por formas que MELHOREM e não piorem as condições de vida, porque está se buscando corrigir s obras DOS HOMENS, não da natureza e muito menos de Deus. Mas os conservadores, incapazes de enxergar a completa autoria humana nas sociedades ao seu redor, e portanto na pobreza, na desigualdade, nas divisões de tarefas entre os sexos, querem eternizar formas sociais que são meramente fruto da divisão do trabalho em cada época e lugar, como se fossem "plano divino". Daí surgem essas justificativas religiosas, espiritualistas, de que os brancos europeus tinham tarefa civilizadora em relação aos africanos ou índios, ou que os americanos tem algum papel, ou que o papel dos animais é servir ao homem, ou que a mulher tem esta ou aquela posição em relação ao homem, blábláblá, e uma lista enorme de tolices para defender o que é apenas interesse mundano de um grupo em dominar o outro sem que este se rebele. Daí claro que tratam as atitudes típica da esquerda, seja esquerda "revolucionária" ou "reformista", como essencialmente " herética". Eu diria que essa é a mentalidade geral de que quem toma como criterio o pensamento religioso/ espiritualista. E disso vem a postura diversionista de alegar que politica e religião/espiritualidade não se misturam, quando na verdade a religião é, digamos, a grande narrativa que busca legitimar as estruturas de dominação de massas no mundo, revestindo todo esse processo com uma aura sobrenatural, por apelar para essa conexão entre as ideias de ordem, obediência, autoridade, conservação das tradições. Há uma parcela gigantesca da população mundial ainda vulnerável a esses argumentos, porque fomos adestrados nelas por varias encarnações. Por isso os conservadores nem precisam entrar em detalhes profilundos sobre isso. Quando os grupos arcaicos de dominadores sentem que precisam voltar ao poder para garantir seus domínios basta acionar os gatilhos psicológicos tradicionais, basta tocarem as trombetas de "pátria", "Deus" , "família", "tradição", e os quadrúpedes vem correndo atender ao chamado. Princioalmente os que ficaram de fora do debate politico, os religiosos e espiritualistas, porque toda a preparação mental deles nessa área faz com que eles fluam numa determinada direção, muito previsível, resultado da forma de pensar que precisam utilizar para olhar o mundo pela ótica da espiritualidade. Apesar de todo nosso avanço tecnologico ainda somos muito pouco racionais, o que nos torna vítimas fáceis desses processos de manipulação de massas.
    2 points
  3. Não creio. Todas essas técnicas são "formas didáticas" de explicar como fazer. Na real na real, você move suas energias pela vontade. Ponto. Usar a bola de luz ou o scanner são formas de focar sua vontade em uma tarefa compreensível. Dizer que movemos as energia pela vontade não ajuda ninguém no início, então criam-se essas descrições didáticas porque se você segui-las, seja a da bola de luz, seja a do escaneamento, uma hora você pega o jeito e vai sentir as energias começando a se mover. Uma vez que você esteja já sentindo nitidamente, ( a sensação é de arrepios elétricos que se movem se acordo com sua atenção, ou como se fosse o vento frio de um secador de cabelo que se delosca pelo seu corpo) você deve tentar movê-las o mais rápido que puder sem perder o controle das energias, porque aí terá que começar devagar de novo e ir acelerando. Mas a questão é que uma vez que você já esteja sentindo, você notará que pode acelerá-las movendo as energias como quem move um braço, um ao de vontade, e não precisa mais do escaneamento nem da imaginação da bola de luz, porque quando você sente as energias, elas se tornam algo muito concreto, e aí você entende melhor o significado de "mover pela vontade". Aproveite para praticar isso quando estiver sentindo, nem que deixe para lá a projeção nesse dia e fique apenas movendo as energias, para entender como elas respondem a sua vontade. E aí, outro dia, quando estiver tentando movê-las, mesmo que no início não sinta nada, SABERÁ o que é "mover pela vontade", e aí pode abandonar esse modelos explicativos, da bola de luz, do scanner, e usar só a vontade, porque aí já saberá o que isso significa na prática
    2 points
  4. Desde que comecei a manipular energia (ou tentar), estou tendo saídas no meio da madrugada ou sonhos lúcidos sem fazer nenhuma outra técnica. O que acho interessante, é que antes sem manipular energia mas tentando me contactar com alguém da família já falecido, ou simplesmente estando triste por alguma coisa, sempre sinto uma energia elétrica que sai da espinha e vai até as pontas dos dedos dos pés, gela o corpo e depois o aquece. Agora manipulando a energia conscientemente meu corpo fica todo quente, pegando fogo, até suando às vezes. Hoje eu nem sei se projetei ou tive um sonho lúcido de tão real que foi. O fato que eu de repente me encontrei em quarto igual o meu, tão escuro quanto o meu na madrugada, na mesma cama, tudo igual com exceção da adição de um lençol sobre o corpo. Chamei pela minha gatinha falecida há 1 ano, e ela veio. Levantou minha mão, se enfiou debaixo do lençol, miou, passo por cima da minha cabeça se esfregou em mim com sensação de pressão e tudo. O apartamento estava escuro igual ao meu de madrugada, com exceção de alguns móveis aqui e ali. Além disso, ando acordando (ou sendo acordado) agora todo dia no meio da madrugada como se alguém estivesse me visitando no meio da noite. Nunca aconteceu isso comigo antes. Não ando tentando nenhuma técnica de saída do corpo, apenas ando me esforçando diariamente na prática do OLVE. Faço ele antes de dormir por uns 20 min ou mais deitado na cama.
    1 point
  5. acho que ja corrigi todos os erros de digitacao e frases que ficaram pela metade. Se alguem já tinha lido e achou alum paragrafo confuso, releia que talvez agora esteja mais claro.
    1 point
  6. Quando é video eu tenho que assistir antes de liberar a postagem, mas após ouvir as qualificacoes do enttrevistador e do entrevistado, vi que é papo sério, entao ja liberei e vou assistir aqui.
    1 point
  7. https://youtu.be/f3v-5F0PTUk Nesse vídeo explicam muito bem sobre "Por que tantos ESPÍRITAS estão se tornando BOLSONARISTAS?"
    1 point
  8. é que onde você coloca a atenção a energia é atraída para lá. Mesmo quando você imagina ima bola denluz, tem que BUSCAR SENTIR, ainda que em geral não vá sentir nada nos primeiros meses. Tentar esnquadrinhar sensaces do corpo, como um faixa de luz de scanner, da cabeça aos pés, é um ação mais direta, mas em geral torna o processo mais lento. A dificuldade é que é preciso VOLUME de energia e VELOCIDADE. Dependendo como cada pessoa pratica pode conseguir mais de um ou mais de outro com cada tecnica, mas precisa achar a quantidade certa de ambos. O bom é cada pessoa testar ambos.e descobrir qual técnica ela consegue melhor manipulacao de volume de energias e velocidade
    1 point
  9. Item 16 da lista: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/20061-sinto-coisas-estranhas-quando-estou-tentando-dormir-o-que-pode-ser/ Essa é uma das ilusões padrão. Até eu, que moro sozinho há mais de vinte anos passo por isso, ehehe. Mas no meu caso ajuda, porque ao ouvir alguém chamando meu nome eu s que significa "sai do corpo bocaberta! vai ficar aí sonhando a noite toda? já tá solto, é só levantar!". Mas claro que para quem mora com outras pessoas isso é perturbador, porque bate a dúvida se estão te chamando mesmo ou não. As vezes a voz ainda bate na porta "toc toc toc, fulano!!!", o que é absurdamente convincente. O que acontece é que na tentativa de abrir os olhos, algo que só faz sentido no físico, já que no astral você não pecsai de ohos, mas de visão, você abre os olhos do físico, que são a única parte que provavelmente nunca fica paralisa nas pessoas que sofrem de paralisia. Sempre recomendo dormir de venda, para quem tem esse reflexo. https://lista.mercadolivre.com.br/mascara-dormir-3d https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17090-enxergar-com-apenas-um-olho-autor-rodrigoyeowtch/ Depois que você estiver com seus olhos bem seguros, com uma máscara, nessa situaçao aí, se ter sentido que caiu da cama, tente sentir io toque no chão ,o cheiro de pó, usar o tato para sentir a textura, porque o objetivo é fixar sua sensação de "eu estou aqui, eu sou isto", nesse corpo que caiu da cama, desligando a conexão com o corpo que ficou na cama. E aí tente levantar devagar do chao e afastar-se da cama. E para ver, deseje "olhar atraves da escuridão", olhe para o centro da escuridão que enxerga de olhos fechados e queira/espere que surja uma luz ali e quando surgir preste mais atenção nela. Isso em geral faz abrir a visao, sem que você precise pensar em abrir os olhos. Talvez você precise praticar isso acrodado para pegar a idéia. Sentado, em vigília, de olhos fechados, tente ficar observando a escuridão ali e tente perceber que aparecem imagens aleatórias, que quando você pensa "opa, acho que passou a imagem de... um gato//" e você vai prestar atenção de novo, já foi já perdeu. Mas ficando ali observando ve´ra que surgem imagens dispersas. A questão é entender a idéia de que é possível observar de olhos fechados, observar através da escuridão", para que você desvincule o ato de olhar do ato de abrir os olhos. E oque terá que fazer nessa situação, após sair do corpo sem estar ainda vendo nada, é a mesma coisa, tentar ver através da escuridão. Agora, pode funcionar ou não, porque nessa situação você está muito perto do corpo, e fica uma espécie de dupla consciência atuando nessas condições, de mdoo que sau sensação de não estar vendo nada por estar de olhos fechados é apenas ilusão do corpo físico. Porque mesmo deitado de bruços no físico, ao estar desperto em astral sua visão abre e você enxerga como se estivesse deitado de barriga para cima. Então problemas de visão no contexto projetivo nada tem a ver com estar de olhos fechado nem com posição do corpo, são apenas ilusões gerada pelos condicionamento. O desafio é aprender a romper essa ilusão sem acordar o corpo. Tem que ir pegando o jeito.
    1 point
  10. Alguns dias atrás eu estava muito doente e desmaiei no hospital. Fui transportado para um lugar ensolarado, que me lembrava a minha infância. Acordei com a enfermeira me chamando. Então, em outro dia eu estava muito cansado e adormeci logo. Acordei em um lugar muito ensolarado. Eu estava no alto de um monte e via uma cidade. No centro dessa cidade havia um prédio imenso de vidro. O topo do prédio se abria em uma estrela de 5 pontas. A energia do sol batia no prédio e uma linha que seguia as direções das pontas da estrela, levava energia a 5 direções diferentes. Era ensolarado e iluminado, mas não incomodava. Caminhando até o local, observei vários outros prédios. Um senhor veio ao meu encontro e disse que aqueles prédios eram onde os espíritos pesquisadores, estudavam a vida na terra e que um dia eu retornaria para ali (eu sou biólogo). Eu perguntei se ainda trabalharia no plano espiritual e ele disse que aquela colônia era exatamente para a pesquisa e cuidado ao meio ambiente terrestre. Haviam muralhas que eu via num plano mais distante. Fomos caminhando até lá. Parecia que estávamos flutuando sobre o oceano. No caminho, vi diversas crianças sentadas em mesas estudando sozinhas. Elas estavam concentradas. Ao chegar perto do portão, fui avisado que iria em uma colônia sobre o Camboja, para ver as plantas de lá. Fiz uma viagem (uma espécie de portal) e já no Camboja a colônia era diferente. Também era perto do mar e eu pude ver as plantas da região. Vi pessoas e conversamos mesmo sendo em outra língua, eu entendia tudo. Caminhei até o limite daquela colônia e cheguei numa nova área de transição e eu não era autorizado a passar dali. No retorno, cruzei uma espécie de praça cheia de pessoas com roupas típicas e havia portões que eram bem menores que meu corpo físico. Me abaxei para passar e acordei no meu corpo físico.
    1 point
  11. Hoje infelizmente tive que discutir com alguém sobre isso. Ontem mesmo prometi a mim mesmo não falar mais sobre isso. A pessoa é palestrante do maior centro espírita da capital, e o conheço pessoalmente, e era como um exemplo pra mim. Só entrei no assunto porque me senti ofendido, e por quem postou ser palestrante espírita. A pessoa postou um storie onde chamava de cúmplice de ladrão quem votou no candidato concorrente (pra mim parecia raiva pelo seu preferido ter sido rejeitado). No caso eu tive que me justificar, e ainda falar sobre a doutrina espírita, dizendo que quero retirar o atual e sua ideologia que é totalmente contrária ao que ensina a doutrina espírita. Imagine eu, um mero estudante ter que falar do livro dos espíritos pra um palestrante, lamentável. Costumo não postar criticas justamente pra não ofender quem está nesse pensamento. Mais tarde apareceu como sugestão na rede social com uma explicação que achei muito boa sobre o assunto política e espiritismo, que posto abaixo, se for permitido postar as imagens (a fonte está nas imagens). Nunca pensei que veria espiritismo de extrema direita, mas parece que está tendo bastante. Não tenho o direito de querer que alguém mude de opinião, mas acho que temos que refletir sobre o que foi feito e falado durante 4 anos, refletir sobre o que é negativo e o que realmente é positivo. Mas parece que as pessoas estão presas nessa energia, e se recusam a sair. Eu mesmo votei nesse atual naquela onda de 2018 e um pouco mais tarde ao ver e ouvir os absurdos me arrependi e mudei de opinião. Um livro recente que li dizia "amai o próximo como a ti mesmo, o resto é conversa fiada". imagens 3.pdf
    1 point
  12. Pois é, rotina preparatoria com inte cao projetiva, e teste ao acordar no meio da noite. Se nao tivesse testado, voltaria a apagar. Pode transformar seu banho numa rotina preoaratoria também dedicando os momentos finais dele a ficar parado, de olhos fechados, imaginanado que se trata de luz liquida caindo sobre seu corpo etérico e removendo energias densas Imaginando uss eneegias ficando mais brilhantes ,a aura clara luminosa, e as energias densas aderidas durante o dia escorrendo pelo ralo. Assim.voce vai " conectando os pontos" entre as rotinsmas de final de noite, para que todas reforcem que você vai DEITAR PARA SE PROJETAR, e não DEITAR PARA APAGAR.
    1 point
  13. Foi minha mãe, desculpe-me esquecer. Falando nisso, percebo pelo seu avatar que você se interessa por aliens, gostaria de saber a sua opinião.
    1 point
  14. Sobre dirigir, as vezes há algo que te faz agir diferente enquanto dirige e te livra de algum apuro, depois de muitos passei a dirigir devagar. Nessa antiga experiencia em que ouvi, que citei, eu estava de lado esperando pra dormir, ainda acordado, não estava nem sonolento, e então começou a voz falando perto do meu ouvido. Ficou repetindo durante 1 minuto a mesma coisa pra me assustar. Eu não quis virar pra olhar por receio de ver algo de aparência ruim. Fingi que não estava escutando até parar, não sei se ele sabia que eu estava conseguindo ouvir. O que o Sandro fala acima sobre ele usar algo do seu momento, no meu caso ele usou, eu estava doente na epoca e as frases eram sobre isso, se aproveitou disso.
    1 point
  15. Ele estava provavelmente focando no seu calcanhar de aquiles daquele momento , talvez alguns "questionamentos de fé", ceticismo quanto às "versões pasteurizadas de crenças religiosas" , e intensificando esse estado de dúvida, para você ficar na frequência dele e ele poder te tocar, no caso, te morder. Regra antiga, que constava até no antigo Ritual Romano: "não argumente com o demônio". Não se dá conversa para quem está tentando te derrubar, aqui no físico a gente faz isso porque pode ser construtivo para si ou para o outro, mas com inimigos invisíveis não convém argumentar nada, só silenciar "o bicho", porque alguns deles podem ser só psicopatas desencarnados, e não convém jogar os jogo deles, seguindo as regras deles. Isso é como EU VEJO, obviamente pessoas que passaram por certo treino em grupos espíritas podem achar importante entrar em debates com obsessores, mas aí é risco delas ehhe... A decisão foi intuitiva. É aquilo que eu falo às vezes, quando você sai do corpo você sabe outras coisas, que aqui em vigília nunca te ensinaram. Então na hora foi simples, eu vi que ele estava semi-invisível porque estava em outra faixa de frequência que eu, projetei energia nele COM INTENÇÃO de trazê-lo para a minha faixa, e ele foi adensando, se tornando cada vez mais visível para mim, ate ficar palpável para mim, quando eu poderia atacá-lo se quisesse. É a intenção que regula o efeito da energia projetada. Você pode projetar energia sobre um ser astral com intenção de dissipar qualquer disfarce que ele esteja usando. Ou com intenção de curá-lo ,caso você note que ele está em sofrimento, ou deformado e você queira deixar ele com aparência normal. Ou pode emitir energia com intenção de gerar dor, doenças, o que obviamente só faria sentido se estivesse sendo ameaçado. Ah, mas como eu regulo a intenção??? Bem, é como se você "fingisse" que possui esse poder. Porque aqui a gente pensa "mas como eu faço? de que jeito? penso algo? imagino algo?". Não, você parte do princípio de que já tem essa capacidade, que basta querer e plim, acontece, e que isso é trivial como estivar a mão e pegar um copo na sua frente. Você não se imagina pegando um copo antes de mover o braço né? Você não visualiza seu braço indo até o copo né? Você apenas estiva o braço, e caos ele não se mova, aí sim você ficaria surpreso não? Então é a mesma coisa, você emite energia em direção à outra pessoa, encarnada ou desencarnada, em vigília ou em astral, e parte do princípio de que a energia vai fluir do jeito que quer, com o resultado que deseja. Em vigília você não observará o resultado, embora se a pessoa for sensível as energias ela vai notar. Mas em astral o resultado se torna "materializado".
    1 point
  16. Muito interessante. Era som de rádio transmitindo frases de ordem, e com voz robotica, de gravação, e se ouvia na mente. Só pra comparar, muito tempo atrás em outra ocasião já ouvi um obsessor falando no meu ouvido, mas foi muito diferente, era como uma pessoa falando ao lado, colado fora no ouvido. Obrigado pelas respostas. Dá pra ter uma ideia e refletir.
    1 point
  17. Alguns meses atrás tive uma experiência que não sei dizer até hoje se foi real ou sonho. Estava (ainda estou) estudando sobre projeção e espiritualidade, então comecei a testar a movimentação de energia. Então toda noite eu tentava movimentar minhas energias mas acabava sempre dormindo e perdendo a consciência, logo não tive lembranças de algo que parecesse uma projeção. Nessa noite no entanto, não lembro se movimentei as energias mas consegui me lembrar perfeitamente do que aconteceu. Inclusive lembro até hoje. Acordei e estava escuro. Não pensei de imediato que fosse uma projeção. Mas o quarto parecia acinzentado, (com uma espécie de névoa?), então ainda conseguia enxergar tudo. Me sentei na cama mas não lembrei de olhar pra trás, pra tentar me enxergar. Ao meu lado, meu marido dormia de peito para cima e, quando olhei pro lado que ele estava, vi uma figura de características humanas sentada ao lado dele. Um detalhe importante é que no quarto não tem senhum assento ali (poltrona ou cadeira), na verdade tem uma mesa de cabeceira. Mas naquela hora era como se tivesse pois ele estava sentado e segurava a mão do meu marido. Apenas segurava ternamente. O ser não tinha rosto e ele todo estava preto ou marrom, uma cor escura. Não me pareceu algo ruim mas tive muito medo. Pelas características do corpo, me lembrava um homem alto. Por conta do medo que senti, conscientemente me deitei e pensei "vou voltar". Acordei assustada e com muito medo. Tinha medo de olhar ao redor da cama. Me pergunto se foi uma projeção e, se sim, quem seria aquele ser ali. Como ter certeza se é uma projeção no momento em que estou ali? Desde então, acredito que pelo medo, não tive mais nenhuma experiência.
    1 point
  18. Essa imagem representou exatamente o que vi. Uma figura humana, só que escuro. Não conseguir fazer testes por causa do medo que senti da figura.
    1 point
  19. Aparentemente foi projeção porque há elementos típicos presentes nela: Isso é algo bem curioso, porque no físico , com quarto escuro, não se enxerga quase nada exceto o suficiente para não colidir com os móveis. Mas na projeção, nessa fase inicial, caso você veja o quarto escuro (às vezes pode vê-lo como se fosse dia e a janela estivesse aberta), é uma escuridão que é apenas uma informação, ela te informa que é noite. Mas se você tentar enxergar detalhes de algo, como os detalhes do rosto num porta retratos distante, ou as letras na lombada de um livro da estante, verá que consegue. Ou seja, não é uma escuridão do mesmo tipo que no físico porque não limita , na verdade, sua visão. O fato de você ter percebido isso na prática parece mostrar que foi uma projeção mesmo. Em geral a primeira vez, ou duas ou três primeiras vezes que vemos um ser inesperado presenta na casa vemos assim mesmo. Não é que tenha forma indefinida, os contornos são definidos, mas não o interior da figura. Parece um tipo de bloqueio que não no permite identificar nada, nem rosto, bem detalhes das roupas. Só sabemso que é uma figura humana. Algo neste estilo, mas menos nebuloso ainda: Quanto a ter certeza, é possível diferenciar de estar acordado apenas fazendo testes de realidade: - Tentando esticar o dedo (é comum falhar. Não olhe para o dedo, mas para o ponto mais à frente até onde pretende alcançar esticando ele) , -tampando o nariz e tentando mesmo assim respirar através dele(nunca tentei, mas quem usa diz que nunca falhou), -dar um salto tentando realmente tocar o teto da sala, coisa que em geral só é possível se estiver em astral - atravessar paredes (incline-se e encoste o topo do cranio na parede, e então empurre-a para atravessar, como se você estivesse tentado afundar a cabeça num colchão. Se tentar enfiar a mão na parede dificilmente funcionará, porque está olhando para ela e para a parede, e a ilusão de solidez dificultará. Ao encostar o topo da cabea na parede você não estará olhando para o ponto de contato cabeça-parede, então a ilusão de solidez não joga um papel tão importante para fazer o teste falhar)
    1 point
  20. Já faz um ano que prometi a mim não discutir ou falar sobre isso com os participantes dessa ideologia de preconceito ("conservador"), fervor nacionalista, extremismo político, contrária à paz. Ideologia já vista e usada em momentos passados bem ruins da história, inclusive utilizam atualmente as mesmas frases lemas desses passado sombrio. Deixei de discutir, primeiro porque isso me estressava muito, e segundo porque não adianta, não vai mudar o que pensam. E da última vez que discuti esse assunto eu disse: "se são cristãos sigam o que Jesus ensinou: amar o próximo", e riram disto. Atualmente só converso com isso com quem enxerga o que há de mal, e vem falar algo sobre. Mas o mais preocupante mesmo é ver espiritualistas e espíritas comprarem essa idéia totalmente contraditória à evolução da consciência e ao que a doutrina espírita ensina. Em alguns que se dizem cristãos não é novidade porque os ensinamentos do Cristo foram deturpardos e são usados de forma indevida há milênios.
    1 point
  21. E tem outras coisas. Por exemplo, numa das minhas várias buscas por comprovação eu tinha como padrão sair de casa e tentar chegar na esquina e conferir o que tinha lá, algum número de casa, algum vaso de planta na frente, algum detalhe nas portas. Parece básico, se a esquina não fosse 97% das vezes diferente do físico. Então algumas vezes eu chegava lá sabendo que tinha uma igreja na esquina, no físico, mas enquan oeu estava olhando para ela, e caminhando na direção dela, o cenário mudava e virava uma casa comum com um carro na frente, ou virava um terreno baldio, ou uma praça e tudo ao redor era diferente. Mas eu olhava aquilo e pensava "como uma igreja desse tamanho sumiu do meu campo de visão de foi substituída por isso????" . Em astral eu sabia que no físico tinha uma igreja ali, do lado um colégio, em frente um prédio de apartamentos, mas tudo tinha mudado Numa dessas idas à esquina eu tentava chegar no prédio de apartamentos. Só que ao chegar ali eu olhei para ele e vi uma galeria de arte, com aparência muito diferente. Mesmo assim eu pensei na hora "tudo cerot, ighual ao físico, ali está a igreja, ali está a galeria de arte, tudo ok". Mas não tinha galeria de arte alguma no físico ali naquela posição. Tá certo que o prédio havia sido construído há poucos anos, talvez uns 4, e não sei o que havia ali antes talvez há 50 anso fosse uma galeria de arte??? Mas veja, ali projetado eu "sabia" que ali havia uma galeria de arte, porque ja tinha entrado nela outras vezes. "Saber disso" estava na minha memória, mas não os detalhes das visitas anteriores. E assim também aconteceu várias outras vezes, com vários outros prédios e VIZINHANÇA. Ou seja, eu sabai que "ali naquela casa mora a fulana". Mas isso só era verdade na minha memória, porque no físico era uma casa abandonada. Então ao que parece, para uma mesma área física nós podemos ter atividades e relacionamentos em diversas faixas do astral, o que complica bastante para entender as coisas. Por isso é raro você sair de casa projetado e reencontrar os mesmos lugares e pessoas que ja encontrou em outras projeções. Eu já consegui algumas vezes, mas veja, em mais de mil projeções lúcidas ( contando só as de consciência contínua, sem contar aquelas que você desperta depois, no meio da situação), eu só reencontrei os mesmo lugares umas 5 vezes. Mesmo saindo 6, 8 vezes na mesma noite, dificilmente você encontra a mesma rua EXATA do lado de fora da sua casa. Até porque o processo de atravessar um obstáculo físico já altera nossa faixa vibratória, e nos joga em algum outro ponto qualquer do "gps dimensional".
    1 point
  22. Simmm, acontece mesmo! Do nada alguma memória cai no consciente: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17801-rememoração-5h-após/&do=findComment&comment=78436 E mesmo durante uma projeção, você às vezes lembra que já esteve naquele lugar em outras projeções (mas não lembra delas especificamente), ou lembra que a pessoa que está diante de você nesta projeção combinou com você em outra projeção para fazerem juntos alguma tarefa hoje (mas não lembra dos detalhes da outra projeção em que esse acordo foi feito). Mas acho que isso é porque a memória funciona assim mesmo: se alguém do físico combinar de passar na sua casa para vocês irem juntos a tal local, quando ele tocar a campainha ou buzinar o carro, e você for ver quem é, vai olhar a pessoa, saber que ela veio para fazerem o combinado, mas não vai parar para rememorar como foi o encontro passado em que conversaram e combinaram o encontro atual né? flui tudo no rapidão e você já sai acompanhando a pessoa. Uma pena que quando se trata do astral bem que a gente gostaria de recuperar a memória das outras projeções em que tudo foi combinado e POR QUE.
    1 point
  23. Boa tarde amigos, nesse relato vou falar da minha primeira projeção lúcida e comentar sobre as técnicas que mais funcionaram para mim e sobre as que menos funcionaram. Venho com muita alegria contar o relato da minha primeira projeção lúcida, fazendo a "decolagem clássica", finalmente após 2 meses de estudos e um pouco de esforço eu tive minha primeira projeção, ela aconteceu anteontem mas somente hoje tive uma clareza maior sobre as memórias dela, mais ou menos as 22:30 de domingo eu estava indo fazer as técnicas mas, eu estava com uma crise alérgica bem forte, o que me atrapalhou bastante durante as práticas energéticas, de umas 23:10 mais ou menos eu terminei as técnicas e como ainda estava espirrando muito, resolvi ficar mexendo no celular até parar de espirrar, somente as 23:40 eu parei de espirrar e resolvi largar o celular e ir dormir, fiquei movimentando as energias no intuito de chegar ao EV mas, no meio do processo tive uns lapsos de consciência e acabei sonhando de olhos abertos (não me pergunte como kkk) no meio do sonho eu achei estranho que ficava um coisa que ia e vinha tapando minha visão até que eu percebi que estava sonhando de olhos abertos (alucinando eu diria) fechei os olhos e fiz a técnica de alvo mental, primeiro imaginei a rua na frente da minha casa, quando senti meu corpo astral se mover, só que no meio do caminho eu resolvi pensar na janela do meu quarto porque eu queria ver meu corpo dormindo, só que aí eu mudei de ideia de novo e resolvi pensar na sala da minha casa (porque meu quarto não é muito grande, e eu não queria ficar na faixa de atividade do cordão de prata e ser tracionado de volta), kkkkkk resumindo: meu corpo astral ficou girando no meio do meu quarto, sei disso porque eu estava vendo (com a visão de fundo de garrafa) o teto do meu quarto, fiquei girando por uns 30 segundos até que pedi a ajuda de algum mentor, já sem esperança alguma de ficar fora do corpo, na minha cabeça depois de uns 10 segundos eu já iria voltar pro corpo, quando eu me vejo olhando para o teto do meu quarto ainda com a visão um pouco embaçada, o teto do meu quarto estava um pouco diferente, o teto era feito somente por madeiras (esqueci o nome certo) e no meio dele tinha uma espécie de túnel escuro, na mesma hora eu senti uma intuição forte que eu deveria voltar para o corpo(nem olhei ao redor do quarto, fiquei uns 15 segundos olhando para esse "túnel" no teto quando recebi essa intuição pra voltar pro corpo), aí pensei nele e instantâneamente voltei, na hora as memórias dessa experiência estavam meio confusas e por estar com muito sono achei que não tinha dado certo essa tentativa, somente hoje que eu me lembrei com mais clareza dessa experiência, aqui vai um agradecimento ao ser/mentor que ajudou o doido girando no astral kkk. Sobre as técnicas eu testei várias, tanto em catalepsia quanto fora delas, e nenhuma funcionou tão bem como a técnica de alvo mental, a técnica da gangorra já tentei algumas vezes e em nenhuma deu certo, no máximo eu sentia um movimento na cama e só, a da corda também nunca funcionou, a de se imaginar flutuando enquanto estiver no meio de uma catalepsia também nunca deu certo comigo, (e olha que essa técnica eu já testei umas 30 vezes durante várias catalepsias) eu sempre ficava preso no corpo, para mim o método que mais funcionou foi: faz as técnicas sentado pra não dormir, depois disso vai deitar e fica movimentando energias, só pra entrar em um estado de transe, quando acordar no meio da noite (comigo não deu certo o lance de colocar o despertador, eu até consigo chegar no EV mais facilmente mas, pra mim o que mais funcionou é acordar sozinho no meio da noite) faça a técnica de alvo mental, comigo não demora uns 2/3 minutos, que eu já sinto meu corpo astral se mover, minha única dificuldade a respeito dessa técnica foi que, sempre meu corpo estava acordado no momento de execução dela, aí acabava que eu saia do corpo sentia o ambiente mas não conseguia ver nada, ou até via mas com a visão de fundo de garrafa, (diferente da catalepsia que dificilmente vai te dar esse problema, porque o seu corpo já vai estar dormindo) aí eu sempre voltava pro corpo em questão de segundos, lógico que pra cada pessoa uma técnica vai funcionar diferente, o meu maior problema durante toda essa jornada foi achar as técnicas que mais funcionassem pra mim, além de ter que lidar com aquele medinho de ver o Tonhão na porta do quarto kkkk, meu jeito pra lidar com esse medo foi: estudar bastante a respeito do plano astral e sobre o espiritismo no geral, literalmente depois que você normaliza tudo isso o medo quase some, o segredo é não se entupir com filme de terror e estudar bastante a respeito disso, realmente não temos medo do Tonhão ou algo do gênero, temos somente o medo do desconhecido, se soubéssemos até o nome da firma onde o Tonhão trabalha, dificilmente alguém teria medo dele kkk, brincadeiras a parte, venho agradecer ao Sandro que sempre esclareceu todas as minha dúvidas e ao Saulo por ter disponibilizado cursos e livros totalmente gratuitos, agora só falta buscar a regularização das projeções kk.
    1 point
  24. Cara, são fatores que devem ser levados em conta mas compreendo que a diferença energética e biológica tende a trazer muitas causas distintas para essas reações.
    1 point
  25. Esses seres se fixam no nosso campo através de PONTOS de fixação. Esse é o detalhe que diferencia o tipo de formivamento. Entao formigamentos pelo corpo como sintoma de movimentacao energetica são difusos, uma vibração homogênea numa àrea do corpo, que não é tão pontual. Já.o tipo de vibração pontual que esses seres causam é numa área bem mais reduzida. Para ter uma idéia do que ele está tentando dizer imagine que você tem uma mosca grande ou abelha colada na sua pele e que ela está tentando se soltar batendo as asas fortemente. Se você sente isso quando faz a OLVE naquela regiao do corpo sabe que tem ali fixada alguma NEG.
    1 point
  26. Ah, é porque seu corpo ainda está semi-acordado. Já me aconteceu de ser puxado de volta seis vezes seguidas antes de conseguir sair pela porta do quarto. Não tem muito o que fazer exceto sair de novo imediatamemte tao logo voce se veja de volta no corpo. De tanto insistir o corpo desiste de te puxar de volta. Talvez porque ele finalmente adormeça e essa instabilidade suma. Mas é bom também dormir de venda. Eu perdi umas projeceos por causa disso porque com a visao meio embaçada, ao tentar enxergar melhor os olhos do fisico abriam e aí interrompia a projecao. https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17090-enxergar-com-apenas-um-olho-autor-rodrigoyeowtch/&do=findComment&comment=74363 Dormindo com venda nos olhos é um problema a menos.
    1 point
  27. Vou deixar aqui o link de uma postagem da pagina de humor Espiritismo de direita é assédio porque o que ele escreve lá é compatível com o que já escrevi aqui nos posts iniciais deste tópico. Só que ele usa referências espíritas, porque esse é o foco da página dele. Pode ser útil para aqueles que são espíritas mas ainda estejam confusos com algo tão simples: https://www.facebook.com/252852458710275/posts/pfbid02LL4Eoareg4YmJ8uKZhesu8tzKVt9pNa1JCx9KVKrtFXGw72715J7B3Y7Qyv7MM4zl/?sfnsn=wiwspmo
    1 point
  28. Faz isso do calendário ao lado da cama, quem sabe te ajuda, pprque voce foca nele antes de deitar. https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17716-o-problema-do-treino-da-projeção/&do=findComment&comment=77767
    1 point
  29. Eu diria que é bem difícil por questões de foco. Quando eu comecei a focar nisso o foco era diário. Procurava não deixar outros assuntos me chamaram mais atenção que isso durante o dia. Era como manter um problema em mente o dia todo, para não esquecer de resolvê-lo ao voltar para casa sabe? Aí voce tem a primeira, mas para para ter a segunda pode demorar um mês. Para ter a terceira umas duas semanas.....e demorei uns 9 meses acho para atingir uma frequencia de 2-3 projeções lúcidas por semana. Em mais dois meses conseguir atingir 5 por semana, que foi meu pico. Mas isso trabalhando com um calendário do lado da cama, marcando em vemelho os dias semanas em que tive projeção, para não me deixar vagabundear muito. Ao deitar eu olhava ali e pensava "minha ultima projeção foi há dois dias, hoje tenho que ter mais uma, ou a média desta semana pode cair em comparação com a da semana passada". Sem um foco assim, quantitativo, a gente se distrai e passa uma semana, duas, e quando você percebe não se projetou com lucidez aquele mês todo. Como não estou mais tendo isso como meta, para mim já escaceou. A menos que eu cisme de investigar algo e a projeção me pareça a ferramenta que pode me trazer respostas. Nesse caso eu foco de novo e me geral dentro de uma semana já consigo ter mais algumas. Mas sem uma motivação principal te impulsionando fica difícil. Para o iniciante a motivação é a novidade mas quando deixa de ser novidade tem que encontrar metas que gerem forte interesse.
    1 point
  30. Depende do seu bloqueio mental com isso. A gente tem que criar algo realista para funcionar. Quando me projeto de bruços, faco a OLVE sentindo as energias se moverem pela parte de tras do corpo ( assim como deitado de barriga para cima voce sente as energias na parte do corpo que nao está sendo pressionada no colchão né? Por isso o pessoal cria essa ilusao de achar que se virar de bruços não vai sentir as energias, eheheh). E aí me levanto como quem se levanta do chao apos fazer flexoes, já que nosso habito mental não deve deixar a gente se torcer todo para tras né? eheeh Uma coisa que tambem funciona é voce imaginar que seu peso está aumentando e você está afundando no colchão. Mas quando afunda pode dar no apartamento de baixo ( já me aconteceu, eheh), se existe algo abaixo. Não que PRECISE ser assim, tanto que se você subir e atravessar o telhado nem semore dá no telhado, a vezes da no nivel da rua, numa rua que não é onde você mora. Qualquer coisa pode acontecer quando você atravessa um obstaculo ( porta fechada, parede, telhado)
    1 point
  31. Sim, por isso crianças não estão ainda mentalmente capazes de viver neste mundo concreto, elas usam isso como fuga. À medida que você vai crescendo vai aprendendo a conviver melhor com a realidade concreta porque é nela que precisa elaborar suas metas. A "viajem na maionese" é convertida em estratégias e planos de ação de longo prazo. Até artistas, que precisam reter capacidade de viajar na maionese, precisam traduzir isso depois em método de realização, o que exige muita racionalidade. Para adulto voltar a viajar na maionese acho que só com treino especifico. Por exemplo, a meditacao que usa como foco atenção a idéias, imagens, simbolos, tem como meta permitir que a mente viaje NA DIRECAO EM QUE ESTÁ FOCADA, gerando outras imagens, símbolos, intuicoes, relacionados ao ponto focal escolhido. Mas exige treino, a execução correta não permite que o foco: - seja excessivo, bloqueando o surgimento de novas associacões - nem seja frouxo demais, gerando respostas que se desviem demais do foco. É um uso controlado da "viajem na maionese" para que gere resultados, ao contrário do mero escapismo da criança.
    1 point
  32. O medo é um obstáculo por si só. Tentar saber o que fazer caso veja algum espírito meio feio é dourar a pílula, é como aquelas pessoas que acham que tem que andar armadas para se defender.... tornam-se prisioneiras do seu medo mas não percebem, acham que estão enfrentando, afinal, estão armadas... e se tornam perigo para os outros, não para o criminoso. Há formas de defesa, porém, sempre que você constrói proteções não está vencendo seu medo. Então tem que achar um equilíbrio aí, entre saber se proteger aso necessário, mas sem medo. O Saulo recomenda jogar energia na entidade, para se defender. Obviamente para isso você precisa aprender mover as energias, embora isso seja na verdade algo naural instintivo, mas atrapalhamos tudo com a racionalidade que diz, na hora H "mas como é mesmo que se faz isso?". Há fórmulas, cúpulas de proteção, conjurações, etc. Mas como eu disse, isso pode te fazer não superar seus medos. Então no início acho que seria melhor você tentar resolver com energias mesmo, para ficar mais confiante. Resumindo: 1- projete energia no sujeito COM INTENÇÃO (se pretende curar, queira que o que você emite para ele, o cure, o acalme, etc. Se pretende atacar, pode apenas empurrar, ou pode queimar, ou pode afetar a forma astral que ele usa até que ele desista do ataque. 2-E se ele te agarrar, pior para ele, porque aí você fluir para dentro dele, através dos pontos de contato, essa energia COM INTENÇÃO, podendo criar bastante desconforto, para dizer o mínimo. É tipo "vasos comunicantes" entre duas caixas d´gua. Também pode sugar o atacante, se ele te agarrou, o que em gera fará ele te soltar na hora, porque ele não vai querer perder o pouco que possui. Se não te largar ele vai desmaiar. A grande questão é "como se projeta ou se suga energia?". Por isso é bom você treinar sentir um pouco as energias. Mas é algo como a respiração, você inspira ou expira sem pensar né? Mas se quiser inspirar mais forte, ou mais lento? Há uma atitude mental nisso, no "controle de fluxo" né? Se espirar também. Com as energias é a mesma coisa, mas seu canal de "inspiração expiração" será a área desejada. Se usar as mãos, é como se seus braços fossem seus pulmões, você expira ou inspira energia por eles. Mas se alguém te agarra, se bota a mão no seu ombro, o ombro se torna seu "pulmão" e você expira ou inspira energia por ele. E quando desencanar de ficar tentando criar problemas com isso tipo "e seu eu.... funciona??", poderá perceber que não precisa nada disso, você irradiar sua energia COM INTENÇÃO como uma lâmpada irradia luz (ou no contexto que estamos considerando aqui, como se fosse material radioativo, o que vai fazer quem estiver por perto fugir). https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17087-exteriorizar-energias-é-perigoso-autor-lu-mello/&do=findComment&comment=74345 Claro que precisa pegar o jeito disso, então algumas vezes falha, ehehe. Outras vezes sai fraco demais, outras forte demais. Tem que ir aprendendo. Mas a questão é que o medo sempre prejudica. Vá treinando e adquirindo confiança no que for fazendo, porque assim não se preocupará caso alguém tente se aproximar de você.
    1 point
  33. Ninguém SABE. O Waldo usa o termo RECESSO PROJETIVO para justificar esses intervalos ocasionais que acontecem de temos em tempos. Eu não acredito nisso, acredito mais em alterações de padrão do sono que afetam a memória. Sem falar que rememorar claramente dá um certo trabalho, e esses dias mesmo me peguei voltando de uma projecao, analisando o conteúdo e concluindo que não valia a pena guardar a memória do evento, virei para o lado e ia seguir dormindo, e o fato de ter me pronetado já estava sumindo da mente, mas enquanto a memória estava se apagando, mudei de idéia e percebi que essa atitude é rotineira já. Ou seja, " recesso projetivo" pode ser só falta de interesse em manter a memoria de algo que já ficou comum. O jeito, eu creio, é tentar romper esse provável descaso.
    1 point
  34. Tópico maravilhoso. Vou contar uma comprovação que aconteceu com alguém que não acredita em nada disso. Tenho três irmãs e uma vez por ano nos encontramos na casa da nossa mãe que é um pequeno sitio em paulista. Vamos todos com seus conjunges e ficamos colocando o papo em dia por até altas horas da madrugada. Certa noite estávamos conversando na frente da casa do lado de fora do portão já na rua, devia ser por volta das 00:00 horas quando minha mãe acorda e vem ao nosso encontro, ela nos diz que estava sonhando, que se levantava da cama e vinha para frente da casa onde estávamos e via uns homens armados vindo em nossa direção, ela disse que se levantou angustiada com o sonho e veio pedir para entrarmos. Falamos que já iriamos entrar, ficaríamos ali só mais 10 minutos e ela disse que iria entrar para orar. Em menos de 10 minutos quando estávamos distraídos conversando aparece na esquina uns 12 homens armados, mas era tão próximo que não tivemos nenhuma reação, eles com truculência nos mandou entrar e seguiram caminhando mata adentro. Minha mãe é evangélica, mas o que ela descreveu como uma "revelação de Deus" é na verdade uma projeção.
    1 point
  35. Você lembra de ter tido uma experiência durante a noite. Foi sonho ou projeção? REGRAS BÁSICAS PARA FACILITAR A COMUNICAÇÃO: 1-Se DURANTE a experiência aconteceu você SABIA estar fora do corpo, chame de projeção. Se NÃO SABIA, chame de sonho. 2-Se uma coisa ou outra indicava que você parecia saber, mas isso não gerou um despertar maior, chame de EXPERIÊNCIA SEMI-LÚCIDA. --------Exemplo: você estava conversando na sala com uns amigos, então toca o telefone e você atende. Ao atender a cena muda e a pessoa com quem você falaria aparece na sua frente e você acha normal e a convida para sentar ali com você e seus amigos. Achar normal alguém se materializar na sua frente mostra que você sabia, de uma maneira vaga, que estava numa experiência NÃO FÍSICA (caso contrario talvez acordasse, pelo susto) mas essa percepção não foi suficiente para ativar a lucidez completamente. Mas não temos como saber se foi projeção ou sonho, já que isso pode acontecer em ambas as experiências, só dá para saber que foi ou “projeção semi-lúcida”, ou “sonho semi-lúcido”. 3- Se havia problemas energéticos (dificuldade de visão, dificuldades para ver letras e números, pernas pesadas, dificuldade de movimento, ter fraqueza repentina) foi projeção, mesmo que não tenha havido lucidez. Sonhos não costumam apresentar esses problemas, porque são imitação das experiências do físico, onde nunca acontecem problemas energéticos de nenhum tipo. 4- Se você voou, atravessou paredes, tinha outra aparência.... Caso você seja adulto e não fique enchendo a cabeça de lixo mental, como games, desenhos, similares ao que aconteceu, é bem provável que tenha sido projeção, pois usou as habilidades astrais normais. Nesses casos a gente não pensa , durante a experiência, “ah, meu corpo físico está lá deitado e quando acordar vou lá relatar no gva”. Você fica totalmente imerso no que está fazendo em astral, há apenas uma percepção vaga de que você está encarnado, assim como quando você está no trabalho não está com a mente no que estaria acontecendo na sua casa. Você apenas sabe que tem uma casa para onde voltar, no final do expediente. Você sabe mas não pensa nisso, não fica lembrando. Mas por usar as muitas habilidades astrais disponíveis, isso mostra que você estava lúcido, pois estava tomando decisões em perfeita sintonia com as possibilidades do plano em que estava e do corpo que estava usando. Porém, essas habilidades astrais também estão acessíveis se você conseguir gerar um sonho lúcido, porque nesse caso você tem controle do ambiente que te cerca, já que é tudo plasmado. Mas aí a dúvida seria outra: “foi sonho lúcido ou projeção lúcida”? ALGUMAS DEFINIÇÕES: SONHO= criação mental que acontece enquanto seu corpo astral: -----(1) está deitado na cama, perto do corpo físico, ou ----(2) PODE ACONTECER ENQUANTO VOCÊ VAGA SONÂMBULO PELO ASTRAL. Mas nesse caso você pode estar em astral andando pela rua, mas estar sonhando que está digitando no PC do seu quarto. O SONHO, a criação mental propriamente dita, seria o "digitar no PC do seu quarto", enquanto que vagar sonâmbulo pela rua astral, sem percebê-la, seria uma projeção INCONSCIENTE, acontecendo ao mesmo tempo que o sonho.(vejam exemplo no relato do Muldoon, aqui: http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/18568-sono-leve-é-sinal-de-estar-dormindo-perto-do-corpo/&do=findComment&comment=84281) SONHO LÚCIDO= quando você desperta a lucidez dentro das ilusões citadas acima. A fantasia mental pode continuar, ou se dissipar. Se ela continuar, você segue fazendo o que fazia antes, ou opta por tentar outras coisas, esse sim é o sonho lúcido propriamente dito. Mas se ela se romper, acabou o sonho lúcido e assim , no caso 1, você acordará na cama ou flutuando pouco acima do corpo, mas no caso 2 você acordará na rua, em seu corpo astral, e a partir disso estamos falando em projeção PROJEÇÃO ASTRAL= estar fora do seu corpo físico, em corpo astral, podendo: (1)estar lúcido (projeção lúcida) ou (2) sem lucidez ("sonho"), ou (3) com alguma vaga sensação de lucidez (projeção semi-lúcida, "sonho lúcido"). A confusão com sonho surge porque se você está sem lucidez, não pode saber se está preso na ilusão, ou vivendo um evento astral. Já a confusão com sonho lúcido surge porque não estando totalmente lúcido a mente pode seguir plasmando muitas fantasias mesmo que seu ambiente astral seja real, um ambiente não plasmado. Essas fantasias farão com que toda a projeção ser contaminada com muitas distorções e assim vai parecer sonho.
    1 point
  36. Que interessante! Já aconteceu algo semelhante comigo. Eu estava deitada em concentração, tentando alcançar o estado de hipnagogia, e senti como se alguém deslizasse o dedo por cima da metade superior do meu dedo médio. Na hora achei que fosse impressão minha, e continuei mantendo a concentração. Em poucos instantes, o gesto se repetiu, e acabei recolhendo minha mão para dentro do lençol, para não continuar sentindo aquilo que eu estava tentando considerar apenas como impressão. Na verdade, eu sabia que era real demais para ser só impressão minha, mas preferi achar que era para não sentir medo. Só que depois daquela hora eu parei com tudo, porque já não conseguia mais me concentrar.
    1 point
  37. A todos os leitores desse tópico, incluindo a mim mesmo (ja estou fazendo), recomendo a todos assistirem esse novo video do moisés esagui, pois informações relacionadas ao que estamos conversando aqui, @albaman , @Kaly
    1 point
  38. Cara, isso é comum comigo pelo menos. Só para te dar uma amostra grátis: No nosso grupo o Ashtar Sheran era um dos mentores. Uma vez após darem um comunicado, disseram para mim que eu devia ficar mais no quarto (eu as vezes dormia na sala), porque lá era mais fácil de se comunicarem comigo. Eu "ok" , mas pensando "ah tá, até parece que agora vou passaer de disco voador, kkk". Isso foi num sábadono início da tarde. No domingo acordei, sem lembrar do que tinha sonhado. Vi TV a manha toda, me exercitei, almocei.... Lá pelas 14 h fui fazer a barba. Então molhei o pincel na espuma, esfreguei na cara, aquele ritualzinho todo. Ao passar o aparelho de barbear no rosto,em frente ao espelho, a lembrança do sonho voltou, ehehehh. Porque ao ver meu próprio rosto perto de mim, no espelho, lembrei que vi o rosto do Ashtar bem perto do meu, como se ele estivesse pegando meu rosto com as mãos e olhando bem incisivamente para mim, como se quisesse que eu lembrasse, e dizia: - Sandro, estivemos aqui, e fizemos isto e isto e isto. Lembro do rosto, cabelos, camisa, e o cenário ao fundo, que parecia um salão vazio, talvez com 6m de raio, com uma luz azulada permeando tudo. Mas não sei o que continha no "fizemos isto e isto e isto".
    1 point
  39. Cyber, um mês para esse tipo de coisa ( relaxamento, concentraçao, viualizaçao) é pouco para vee resultado. Só o treino de relaxamento leva uns 6 meses para atingir um nível satisfatório. Acho que um mês é suficiente para detectar ALGUM efeito do treino de enegias, porque um dia mias pesado ou mias leve. Ja te gera efeito. Portanto 30 dias treinando tecnicas energeticas ACHO que serao suficiente para testar se exista algum benefício nelas, mas para DETECTAR um nível mínimo apenas. Jå nas coisas de mente e corpo fisico o tempo é bem maior. E outro detalhe, aquele amigo meu que se projeta à vontade, usa uma tecnica como essa do Draja, que e mental. A DIFERENÇA é que enquanto a gente faz isso e ACHA que esta só imaginando, ele consegue ver coisas reais no local que ele visita usando essa tecnica, e ate gerou efeito fisico, num caso que eu soube por fonte independente. Já eu mesmo, quando fiz isso, com clarividente presente na sala, quando me imaginei levantando da cadeira e executando um ato, dois clarividentes me viram levantado em astral e descreveram corretamente o ato que eu executei, mas para mim eu apenas " me imaginei" levantando e fazendo aquilo. Por isso esse treino é muito mais um treino para a gente se habituar a PERCEBER do que a sair, porque pelo jeito a saida acontece de qualquer jeito, mas por falta de percepçao, acreditamos estar só imaginando. Eu tive sucesso na primeira noite ao tentar essa tecnica, mas foi tao abrupto que o espanto me fez retornar . Apenas fiquei sentando na cama imaginariamente e deitando de novo. Acho que na quinta sentada me vejo de fato, sentado na cama, olhando minhas pernas e pés. Entao bateu um:" que p... é essa?!?!" e me vi deitado de novo. Mas nao repeti o sucesso nas poucas vezes que a tentei de novo. Me foquei mais nas recomendações do que fazer após sair do corpo. Mas eu acredito que esse treino, para quem tiver paciencia, é um dos mais promissores em termos de método sistemático, porque voce pode ficar batendo na mesma tecla ( sentar na cama e observar o quarto) até que ela funcione bem, para só então passar a etapa seguinte. Mas como eu ja estava me projetado com regularidade usando outros metodos, nao tive empolgação para recomeçar com esse.
    1 point
  40. Não, isso não é verdade. Isso são as típicas suposições dos céticos, que nunca tem base alguma na realidade. Um eterno "poderia isto ,poderia aquilo", para soar plausível, mas que são apenas ilusões . Basta você perguntar para quem nunca ouviu falar disso, quantas vezes essa pessoa lembra de ter ficado "sabendo que estava sonhando". Se encontrar alguém com menos de 40 anos, que nunca estudou esse tema mas teve "3 sonhos lúcidos", considerando a vida toda, terá encontrado uma aberração da natureza, porque isso é bem raro. Se não acredita em mim faça o teste, pergunte isso para seus parentes, amigos, vai ver que é raro, tão raro a ponto de muitos nem entenderem a pergunta ou mesmo teorizarem que é impossível permanecer "sonhando" se você sabe que está sonhando. Primeiro, quando você se refere a "sonho lúcido", está se referindo, para começo de conversa, àquela experiência em que você desperta já no meio do sonho. 1) estava "sonhando" 2) de repente percebeu que estava num "sonho" Tem alguma lógica sim chamar isso de "sonho lúcido", pela forma como o fenômeno acontece. Mas não tem lógica alguma chamar "projeção astral" de "sonho lúcido, é mero desejo de forçar uma interpretação que não tem nenhum suporte na realidade da experiência. O pessoal que pesquisa esse tema dentro da crença científica costuma fazer isso porque não sabem o que acontece, já que desejam rejeitar a priori qualquer explicação que não seja materialista. Então só lhes resta a ignorância sobre o processo, algo que eles tentam encobrir forçando qualquer explicação sem base nenhuma. Querem questionar baseando-se em atitude cética, mas extremamente crédulos na hora de criar explicações. Quando voce desperta a consciência deitado na cama (ou induz a separação), levanta em corpo astral sentindo todo processo de separação do corpo físico, sabendo que está usando um corpo não físico, e tem lucidez suficiente para olhar para tras, para procurar seu corpo, mesmo que não o ache, além de ter todos os problemas energéticos associados a proximidade do corpo, etc....chamar isso de "sonho" seria puro dogma, é uma ESCOLHA que se faz em REJEITAR a experiência em primeira mão e apegar-se a algum outro discurso QUALQUER , que permita NEGAR a experiência vivenciada. Tanto faz se alegam que é: -sonho lúcido, - influência de raios cósmicos vindo do planeta X devido a uma guerra entre os ETs Zeta e Beta - alguma erupção vulcânica em alguma ilha das filipinas - coágulo cerebral de rápida dissolução posterior São todas afirmações com a mesma seriedade, movidas apenas pelo sério apego emocional ao conceito "se não foi material, não pode ter sido real, logo, só pode ter sido ilusão causada por algo". De fato não há nenhuma forma de controlar "sonhos lúcidos", você nunca sabe se a técnica usada para isso vai e fato despertar sua consciência depois que o sonho já começou. Mas projeção é diferente, está mais sob controle porque você se aproxima da projeção de uma forma metódica, gradual. Uma vez que você tenha dominado os aspectos básicos , o que se demonstra por você já ter construído uma frequencia projetiva, aí entao voce consegue perceber que: - quanto maior seu foco no assunto, maior sua taxa de sucesso - quanto maior sua distração do assunto com outros problemas ou temas, menor sua taxa de sucesso ......... As técnicas entram como uma forma de apoio para treinar seu foco no assunto, mas é o foco que regula a taxa de sucesso, mais do que a escolha da técnica. Por exemplo, se você arranjar uma forma de praticar a cada 2h do dia, algo que te ajude na projeção, isso vai aumentar sua taxa de sucesso, talvez não porque a técnica em si seja eficaz, mas porque a cada duas horas você precisou ACORDAR de suas divagações de vigília e se dedicar à projeção. Porém, com o "excesso" de treino vem a rotina, isso é algo da vida. Na gnose chamávamos isso de MECANICIDADE. Ou seja, com a pratica, vem o automatismo, e quando o automatismo se introduz, a consciência DORME. É o treino que permite a um digitador escrever rapidamente enquanto conversa, por exemplo. Sua consciência está no que conversa, enquanto que a digitação está regida pelo automatismo. Pois é o automatismo é o que destrói as chances de projeção, porque desliga a consciência tanto na vigília quanto projetados. Quanto mais automatismo voce pratica no seu dia a dia, menos chance terá de projeção lúcida, porque está praticando viver SEM LUCIDEZ. Portanto isso gera um problema complexo: - voce precisa praticar bastante, para manter seu foco alto e assim garantir uma taxa de sucesso satisfatória - mas praticar repetidamente introduz o automatismo da prática, o que gera perda de lucidez durante a execução, e anula o efeito que o treino repetido poderia ter na taxa de sucesso. Tudo relacionado à consciência é assim. O exemplo mais clássico é o caso da oração. Oração é uma forma de mantram meditativo, que se feito de forma correta, como uma meditação com atenção máxima em cada palavra e seus significados externos e internos, deveria conduzir o sujeito a estados místicos. Mas aí o cara faz 20 pai nosso e 30 ave maria todos os dias, como quem recita uma lista de supermercado e não chega lugar algum, porque a repetição mecânica desativa a consciência e anula os efeitos que poderiam ter. Exceto, claro, quando isso é elevado aos milhares, como se faz na mantram yoga, porque aí já é o efeito hipnótico que está atuando, e isso vai gerar um estado alterado. Mas aí TALVEZ pudesse ser qualquer frase ao invés de um mantram especial
    1 point
  41. E tem mais um detalhe que o pessoal não percebe: NÃO ESTAMOS LÚCIDOS EM VIGÍLIA! Vivemos atolados em pensamentos e emoções sobre o passado, futuro, medos, desejos, conversas imaginárias, projetos, fascinações momentâneas sobre o carro que passa, a mulher bonita que passa, o cachorro que late perto... O estado de inconsciência projetado é fruto do estado d inconsciencia da vigília. Nõa existe fórmula para quebrar esse estado hipnótico de vigília, exceto esforçar-se por estar consciente e presente de momento a momento. Isso é muito difícil, mas quando voce começa a praticar, começa também a despertar a lucidez quando já está projetado, no meio de um "sonho". Então, quando você fala de um ser humanos que não é mais sonâmbulo em vigília, o nome disso é um ILUMINADO. E QUALQUER UM SABE QUE ISSO NÃO É FÁCIL. O problema da projeção ´não é de técnica, mas de CONSCIENCIA, porque todos nós saímos, mas saímos sonâmbulos. Resolver o problema da "projeção à vontade", é resolver o problema do sonambulismo a humanidade, o que é, por sua vez, resolver o problema da "iluminação".
    1 point
  42. pois é, muito louco, já vi muita coisa apesar de minhas pouquíssimas experiências, ainda estou engatinhando na viagem astral. . teve outra vez a coisa de dois meses atrás eu estava dormindo no nosso quarto sozinho, parecia que estavam dando uma festa na minha cama, era uma pulação danada e uma barulheira e nada de eu acordar. dai vi uma mulher com cabelos curtos saindo do quarto e´percebi que estava desdobrado, mas ainda grogue, de repente vi veio outra mulher com cabelos compridos vindo por cima de mim (eu estava de lado de novo) para ver se eu estava acordado. na hora tentei falar algo, perguntar quem era mas acordei. uns segundos depois ouvi minha esposa falando no outro quarto (ela estava no quarto da minha filha) , e ouvi minha filha também. eram umas 03 da manha, e depois ficou tudo quieto. de manha perguntei para ela, ela disse que tinha visto uma mulher com aspecto de bruxa ir no quarto, dai ela "jogou" um gato na cama, e minha reclamou para ela deixar ela em paz, e minha filha falou que tinha sonhado também. essa experiência foi louca, mas foi uma confirmação tripla valeu.
    1 point
  43. Cara, acontece de tudo. Só te dei uma das direções possíveis, a mais provável, eu deduzo, pelo seu caso. Mas já me: - cutucaram no ombro - já levantaram a pontinha da minhas coberta, perto do pescoço, quando eu estava deitado de bruços na hora que os amparadores chegam. - já passaram a mão no meu cabelo tres vezes, para eu acordar, até que terceira roçaram mais forte, com as "unhas". Até então eu estava só achando "que diabos de fantasma folgado esse? acha que vai me assustar? vai procurar tua turma e me deixa dormir" eheeheh. Só na terceira vez que passaram a mão , foi que resolvi levantar do corpo já querendo "caçar o fdp folgado! " E foi aí que bateu a lucidez "aff.... estavam só tentando me despertar da minha preguiça! que mico!" - e uma vez deitou alguém na cama, comigo, se fundiu comigo, alinhando braços, pernas cabeça, procurando encaixar tudo certinho, (e eu ali gateando o sujeito, para ver o que ele pretendia fazer, eu hein??..) e saímos dali levitando, ele no controle do vôo, até que chegou no local planejado e ele me "expeliu", como uma pipoca que vira do avesso, ehheeh . Foi como vestir uma "roupa com inteligencia artifical", apenas meus olhos e nariz não parecem ser envolvidos por aquilo.
    1 point
  44. xero já me joguei algumas vezes a partir de um sonho lúcido, nas primeiras vezes aconteceu exatamente o que você relata, tinha dificuldade de ver mas olhando pelos cantos dos olhos via um pouco, como se tivesse olhando por uma brecha, aí aconteceu um dia de me jogar e neste sonho lúcido estava em ótima forma, em vez de fechar os olhos ao me jogar tentei ficar o mais atento possível à queda, porque notara que sempre acontecia uma certa perda de consciência depois de me jogar a partir de um sonho lúcido. rodrigoyeowtch sim , acho que pode ser a falta de lucidez , mas acho que não é só no caso da queda , pois hoje , apesar de estar com pouca lucidez , não lembro de ter me jogado , pode ser também que eu não lembre justamente por essa possível perda de consciência . bom , pelo menos oque fazer nesse caso agora eu sei , isso não é tão terrível quanto o falso desperta .. obrigado sandrofabres Eu só li sobre algo similar no livro do Preston Dennet. http://www.amazon.com/Out---Body-Exploring-Beginners-Approach/dp/1571744096/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1440806600&sr=1-1&keywords=preston+dennett+out-of-body Ele relata, depois de ter votlado para o corpo, ou estando deitado, não lembro agora, estar vendo com um olho o ambiente projetado, e com o outro, o ambiente físico. Acho que deve ser coisa mal encaixada, ehehe. O que já me ocorreu foi isto: Estando já projetado e andando na rua onde moro, minha visão estava meio borrada, e ao tentar enxergar melhor, vi que uma linha do horizonte surgia embaixo e subia, e na parte de baixo dessa linha do horizonte móvel, eu via meu quarto. Então percebi que estava abrindo os olhos do corpo físico, e fechei, continuando projetado.Foi a terceria vez naquela tarde que meu olhos abriram e me fizeram perder uma projeção, mas nessa vez, na terceira, eu percebi antes e fechei as pálpebras, evitando ter que voltar para o corpo. Por isso durmo de mascara desde então. Criei uma imagem para ilustrar isso, com imagens que peguei da internet. A barra cinza curva indica minha pálpebra abrindo e eu vendo quarto na parte de baixo
    1 point
  45. Olá, Patrícia, tudo bem? A sensação de ter alguem ao seu lado pode ser também, sua clarevidência, o que é normal. Além é claro, do que o Xamuca respondeu também, formigamentos, aquecimento do corpo, ferroadas, são sintomas comuns de movimentações energéticas. Tocar em seu corpo? só se for no corpo astral Não se preocupe, na pior das hipóteses, você voltará voando para o seu corpo, simplesmente acordará, lógico que com as energias abaladas, sensação de corpo "arrebentado". Tudo que acontece são experiências que vão se acumulando. Eu tenho muito medo, mas, ja estou superando-o, aos poucos, irá superar o medo, o receio e tudo passará para uma normalidade corriqueira . Forte abraço, Patrícia, PAZ e LUZ.
    1 point
×
×
  • Create New...