Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Leaderboard

Popular Content

Showing content with the highest reputation since 02/06/2022 in all areas

  1. Curioso, acho que você não está percebendo um detalhe, o mesmo detalhe que os alemães não perceberam quando caíam na conversa fiada do Htiler nesse assunto: Quem lida com poder e muito dinheiro está exposto à corrupção e ao materialismo. Não existe corrupção onde não hß poder, porque essencialmente corrupção é colocar seu poder à venda, para quem puder ofertar mais. Logo, não faz sentido algum colocar um traço étnico nesse problema, nem partidário. Quem estiver no topo da pirâmide social estará mais propenso a ser corrupto e materialista, seja lá qual for o povo, partido, família. Se você falasse " os ricos em geral e os banqueiros" ok . Mas quando coloca uma marca étnica você estende esse julgamento aos judeus pobres também, o que não faria o menor sentido. Os europeus fabricaram esse tipo de mito contra judeus porque em funcao de não terem uma pátria entre 70 D.C e 1948 eles acumulavam riqueza transportável, ao invés de riqueza em imoveis. Entao sua forma de ganhar dinheiro era empréstimo a juros. Acabaram tornando-se "o povo que empresta". O que acontece quando muita gente na cidade está devendo para o mesmo agiota? Acabam denunciando o sujeito, para não precisarem pagar o que devem. Boa parte do antissemitismo tem sua origem nessa prática. Os lucros dos bancos eram um problema na alemanha nazista da mesma forma como "os agentes do mercado" são um problema hoje, quando o governo tem sua capacidade de investimento limitada pelo tetonde gastos, que só serve para garantir que ele pague os juros aos credores da dívida publica. Toda a economia do país fica estrangulada por um torniquete cuja única função é proteger os ganhos de quem emprestou para o governo a juros. É um problema real que precisa ser enfrentado,.mas não faz nenhum sentido adicionar um componente etnico a isso, exceto como artimanha para apontar um bode expiatório qualquer. Foi o que os nazistas fizeram, e antes deles os monarquistas russos, que apontaram uma conspiracao judaica por tras da revolucao russa só porque Lênin conseguiu uns financiamenttos com bnaqueiros alemães, com a promessa de retirar a russia da guerra se fosse bem sucedido. E antes deles os demais monarquistas da europa, que se viram ameaçados pela revolucao francesa e sacaram da manga uma conveniente conspiracao judaica, para motivar as masss em torno de um mesmo preconceito antigo que os uniam, tipo " deus, pátria , família, judeus gatos pretos , bruxaria." Essas idéias sobre judeus são apenas fake news de 250 anos. O mal apontado existe, mas é de "função", não de raça. Ou melhor, é de " classe": quem está no topo das classes sociais tende a ser materialista e corrupto, porque quanto mais alto você está, maiores as tentações, é só isso. Atribuir traços de carßter a uma etnia só porque ela pode ser predominante numa certa classe social é o que gerou também interpretações racistas contra os negros, só porque foram escravizados e depois jogados na miseria quando libertados. É um fato, como no caso dos "judeus & bancos", que os negros são maioria nos bairros miseráveis, e nas cadeias. Mas a explicação para isso está nos eventos históricos da relação dos judeus e negros com os europeus, não em algum traço inato desses povos.
    6 points
  2. Claro. Além disso, essa questão de energias é muito sensível. As pessoas que se acham sensíveis não parecem notar que não se trata de energias presentes no objeto, mas na mente delas que busca informação no objeto usando dados que não são, na verdade, energéticos, porque se fossem já teriam se dispersado há muito tempo, ou se contaminado com outras energias. Não é que objetos não tenham energias neles, tudo tem. Mas se pensar um pouco verá que não é como a gente imagina normalmente. Veja o exemplo de materiais mágicos: você faz uma limpeza das energias que possam estar presentar ali, uma zorra de resíduos do meio de onde foi tirado, do distribuidor, do fabricante, do vendedor ,do entregador... todo mundo que tocou no objeto e deixou ali sua energia? Sim. Virou uma salada de frutas. Então a pessoa que vai usar aquele objeto magicamente terá que primeiro "resetar" esses múltiplos rastros energéticos, para depois introduzir a energia que deseja, pura, unidirecional, com uma só "assinatura". O sujeito vai fazer lá um pantáculo planetário, ele pode comprar de loja, todo bonitinho, mas precisa então limpar as energias residuais, ligadas à fabricação e venda, e então introduzir nesse objeto as energias do planeta que ele invocou e direcionou para o objeto. E a partir disso esse objeto precisa ser preservado contra o contato com outras formas de energia, exatamente porque essas energias se dissipam, podendo durar mais ou menos dependendo da forma como for feita a preparação e dos materiais usados na confecção do pantáculo, pois alguns materiais, como os cristais e metais, preservam por mais tempo as energias nele depositadas. Mas ainda assim requer emcuidados de preservação dessas energias. Mas mesmo gente da área espiritualista, que deveria ter noção disso, vai sair por aí achando que os objetos aleatórios são capazes de captar e preservar por longo tempo as energias caóticas, das diversas fontes conflitantes (quem extraiu, quem moldou, quem vendeu...) ? Vai captar e preservar uma infinidade indescritível delas, e vai virar uma bagunça informacional, e uma quantidade grande também vai se dissipar logo após ter sido absrovida pelo objeto. Então não faz sentido esse tipo de crença usando a explicação de "energias". "Ah, mas então uma carta escrita a mão por uma pessoa não guarda a energia dela?" Devolvo a pergunta: Então um livro, que teve lá 5mil exemplares em cada edição, e já foi traduzido para dez línguas, cada uma com 5 edições.. se você pega aquele livro não conseguirá acessar algo psiquicamente sobre o autor só porque não tem nenhuma energia ali, já que ele nunca tocou aquelas cópias, já traduzidas? Consegue. Consegue porque o que faz o link não é a energia que estaria SUPOSTAMENTE no objeto, é a sua mente que está escolhendo o alvo para se sintonizar. E aí voltamos ao que falei antes: as pessoas que vivem sentindo energias pesadas em objetos ou locais aleatórios... O problema está nelas, que estão escolhendo se sintonizar com o pesado, por alguma razão... "Ah, mas então e casas mal-assombradas, onde teve assassinatos, suicídios, hospícios, gente usando drogas?" Há nessa questão a INTENSIDADE do fenômeno gerador, como o assassinato que deu origem aos problemas em Amityville. Há a DURAÇÃO do fenômeno gerador, como seria o caso de campos de concentração, presídios, locais de tortura, casas com usuários de drogas, hospícios, porque nesses casos aquele mesmo local estava recebendo a impressão energética intensa durante anos, décadas, então isso pode deixar um resíduo energético mais duradouro sim, mas a preservação dessas energias requer cuidados, entre eles evitar luz solar. Um coliseu romano provalmente não tem mais energia alguma lá, porque é antigo e aberto, exposto aos elementos, enquanto que Auschwitz pode ter, por ser muito mais recente e porque são prédios, onde o sol não entra diretamente. Mas isso não quer dizer que um clarividente não possa sentar lá no coliseu e enxergar cenas do passado, sentir o sofrimento dos cristãos sendo devorados pelos leões. Pode, mas ele não estará fazendo isso pela leitura de "energias", que certamente já se dissiparam há séculos. Faz porque a mente não tem esses limites, não precisa ler energias para obter informaçao, precisa apenas focar no alvo pretendido.
    5 points
  3. Exato. Na verdade a duvida sobre este famoso ou aquele , em algum grau, todo mundo tem. Só que os céticos usam esses casos isolados para desacreditar o parapsiquismo. Por isso também é importante perceber que discutir este ou aquele caso isolado costuma ter outro objetivo por trás. Não tanto aqui no gva, claro, porque se o cara está aqui de fato para aprender projeção ele não é um cético. Mas há tivemoa gente sem noção que se inscreveu aqui no fórum apenas para ensinar o padre a rezar a missa, para convencer as pessoas aqui de que projecao nao existe e tudo sonho lucoso ,kkkk. Esses são céticos de verdade, mas gostam da satisfação emocionaal de viajar nas suas proprias fantasias e acham que nós aqui queremos isso também, não entendem que quem busca projecao não está buscando fantasias. Vou deixar aqui registrado algumas coisas que podem ajudar as pessoas a entender o aparente problema que existe nessas coisas de habilidade psíquica, o porquê elas podem ser, AO MESMO TEMPO, reais e " sem comprovação". Em 2015 eu e um colega aqui do gva reaolvemos fazer uns testes desses, de visão remota. E ele resolveu comecar de um jeito que sinceramente, desafiou até as minhas crenças, porque achei que iamos combinar um horário em.que ambos estariamos concentrados,.um segura do o objeto escolhido e o outro tentando captar qual era. Mas ele me saiu com essa: --------------------------- Dia 2- 21:34 Seu alvo é uma foto que tirei durante uma caminhada hoje. ------------------------------ Aquilo me bugou, porque fiquei enredado em detalhes temporais: o cara deu uma caminhada em alguma hora qualquer do dia, tirou uma foto a esmo, me mandou o email a noite, eu só vi pela manhã, e ainda teria que rastrear isso??? Me pareceu algo bem fora do alcance, mas tentei. Aqui está o relato que enviei para ele, só no final do dia seguinte. ------------------------------ Dia 3-21:28 Não faço idéia do que seja. A tarde dei uma tentada, vi o que parecia ser um "canto de parede", como se fosse um vaso marrom no chão, perto de um canto de um predio. Achei que fosse algum resíduo de imagem na retina. Agora a noite tentei de novo, comecei vendo o mesmo canto outra vez ???????? Mas aí dei uma "forçada", enfatizei, repeti diversas vezes que queria ver o que foi que você fotografou. E comecei a ver pedaços, closes próximos de objetos. Um deles parecia um farolete?? farol??? Tentando dar um sentido ao pedaços, supus que fosse algum tipo de moto, bicicleta, sei lá. Só que aí o que vi no início que parecia um vaso de flores marrom fica sobrando... Mas falar em vaso é dedução, desenhei o que vi, uma aparente bolota , com nucleo preto, no chao perto de um canto de parede. Depois parece que vi peças de veículo em close, mas não sei do que seriam essas peças. ----------------------------------- E aqui voces podem ver o que vi, conforme enviei para ele na época. Aqui esta a foto que ele tirou: Por um lado: NADA A VER Por outro lado: um circulo ( G) perto de um canto ( esquadro e compasso). E veiculos passando. Fizemos mais uns 5 testes desses e era sempre o mesmo problema: ha sempre algum grau de acerto que, PARA QUEM CONHECE O ALVO, confirma que a mente é sim capaz de captar a informacao dessa maneira. Ao mesmo tempo é inútil porque se você não souber qual é o alvo, quando a mente capta a imagem ela vai distorcer aquilo até que se encaixe em algo que PARECE SER. Então se ninguém conhece o alvo, dá erro total. ( Nesse meu teste para mim seria um vaso de planta colocado num canto e visto de cima.) Exemplo: nesses testes de visao remota, que aparecem nos documentaeios, quando os caras escolhiam uma base militar como alvo, ao testae o paranormal se o desenho correspondia ao que eles sabiam, ok , foi um belo acerto. Mas imagi a pedir para um paranornal pesquisar onde está um refém sequestrado? Eel pode ver a sala onde o refém está, pode ver a casa por fora, pode ver a rua, mas ainda precisa saber bairro, cidade, regiao do pais, continente... se consegue várias informacoes assim, quem vai checar ainda tera dificuldade de achar. Mesmo hoje, se eu saie na rua e tirar uma foto de uma casa, e alguém precisar descobrir em que rua cidade e país fica a cas fotografada, seria bem difícil. Então esse tipo de habilidade poderia ser muito precisa ( mas não é) e ainda assim poderiamos alegar que os resultados obtidos não teriam exatidão suficiente para justificar o gasto de dinheiro público em pesquisas desse tipo. A meu ver foi isso que aconteceu com o projeto stargate, porque ainda que para provar que a mente seja caoaz disso ele sirva, para justificar o gasto precisaria algo mais exato. Então os céticos podem alegar que o Projeto foi extinto após 20 anos por não ter conseguido comprovar a paranormalidade, mas não se tratou disso mas de não comprovar aplicabilidade confiável. Um cético pode achar ue da no memso porque, como eu sempre digo eles tem dificuldade de raciocínio, mas são coisas bem diferentes. Uma coisa que todos nós esperamos de algo respaldado pela ciência é exatamente repetibilidade de resultados, exatidão, confiabilidade, algo que as habilidades psíquicas não parecem capazes de oferecer, porque são habilidades exercidas pelo instrumento humano, sujeito a todo tipo de variações psicológicas. O caso desta médium que cito aqui, por exemplo: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/18932-questionar-até-que-ponto/&do=findComment&comment=86984 Ela ajudava a solucionar crimes, acidentes, sequestros, etc. Mas ela mesmo descreve no livro que uma vez chamaram ela para saber o que tinha acontecido com um aviao. Ela conseguiu ver que o aviao estava caido na mata, quase todos morreram e tinha um ou dois sobreviventes mas e daí? Ela se via la no local, no meio da mata fechada, e tal coko aconteceria se fosse no fisico, ela nao tinha a menor idéia de onde aquilo ficava no mapa. Até que conseguiu se deslocar( astralmente clarividentemente) até uma estrada, e viu que no cruzamento tinha uma oficina mecamica com um cachorro amarrado na frente, que nao parava de latir. E os policiais tiveram quw trabalhar com isso, pegar a rota do aviao e ficar procurando de carro onde tinha um cruzamento na estrada com uma oficina mecanica e um cachorro chato amarrado na frente. Conseguiram achar e a partir dali se embrenharam nas matas proximas até achar o aviao caido lá. Aí fica aquela coisa: foi a médium que achou? Não, porque só com as informacões dela não tinha como, mas graças às PISTAS dela foi possivel achar. E é por isso que nunca se consegue provar que paranormais tenham solucionaso crimes, porque eles de fato nunca solucionam, quem faz isso é a policia. Mas os policiais usam tudo que estiver a disposição como pista. O preço a pagar por ser preconceituoso como os céticos é continuar sem saber a verdade. Felizmente, pelo que aquele autor do livro de capa amarela ( Psychic Criminology) que postei ali no link fala, virtualmemte TODA delegacia de policia dos EUA faz uso dos paranormais dos seus bairros para investigar os crimes, exatamente porque em cada cidade semore tem alguém com boas habilidades que pode ser útil . Eles só não colocam isso nos relatórios porque de fato o que importa no processo são as provas materiais, indícios, depoimentos de testemunhas, indícios, etc. E como céticos não ligam para os fatos, usariam isso para desmoralizar a investigação criminal, porque como pensam da mesma forma que os religiosos, esse detalhe seria visto como uma um "pecado" , uma "falha moral", independente das provas coletadas, que poderia anular o processo. Uma coisa que esse autor comenta é que em geral muitos policiais acabam desenvolvendo eles mesmos habilidades psiquicas, e usam isso rotineiramente para suas investigações, sem no entanto se exporem publicamente. Inclusive, se nao me engano o paranormal citado no documentario em portugues ali, Pat Price, era policial aposentado. Por isso, eu diria, as habilidades psiquicas dificilmente passariam por uma aprovação científica para ser usada como "método de investigacao" de qualquer coisa, mas seria um delirio completo alguém achar que por essas imprecisões inescapáveis alguém estaria autorizado a negar a realidade das habilidades psíquicas. Algo existir é uma coisa. Provar que existe é outra. Mas daí a esse algo que existe poder ser usado de forma útil e confiável é outro departamento bem diferente.
    4 points
  4. Olha, não sei bem até que ponto se pode dizer que isso seja contrário à doutrina. Nunca estudei a doutrina espírita, mas como gnóstico a gente tinha boa parte dos mesmos argumentos que ele aponta ali no livro dos espiritos, em relação à questão sexual por exemplo. O que salva é que o fundador da gnose tinha escrito até uma "plataforma de partido socialista". Só que era um socialismo cristão, para se diferenciar da esquerda tradicional, cujos pilares acabaram contaminados pelo ateísmo, materialismo. Então eu diria que compreendo esse tipo de " raciocínio", porque já o usei também. O que acontece em geral é que quem acredita em vida espiritual em geral acredita em Deus. Nem sempre ,mas em geral. Daí se deduz que se o universo material foi criado por Deus, a partir do nada, foi ele quem botou ordem no caos amorfo. E fez isso em parceria com arcanjos, anjos, etc numa organização hierárquica. A obra de Deus portanto é caracterizada pela manifestação da ordem no universo material, e pela ação em hierarquia. Note que as forças de vida, atuando na matéria, organizam átomos, moleculas, geram padroes geométricos. As forças negativas, representadas simbolicamente pelo diabo, se caracterizam pela divisão, por semear a desconfiança, a tentação, o desafio à ordem. A morte , por exemplo é vista como negativa, porque ela gera desagregação da matéria, desordem nos planos da forma. Seguindo esse raciocínio, as herarquias sociais , as autoridades terrenas, sao vistas como a expressão/ reflexo da ordem divina se manifestando na sociedade. Daí que todos são educados para seguir as leis, obedecer as autoridades, e isso começa na família, quando os filhos são treinados a respeitar a autoridade dos pais, para que se torne um adulto responsável ( que obedece aos patrões, às leis, os juizes, etc) E vendo o mundo como criação de Deus, a natureza é a obra de deus que não foi corrompida pelo homem. Logo, quem pensa dessa forma procurará na observação da natureza as respostas divinas para certos dilemas, pois se cada pessoa tem uma opinião, se cada sociedade tem seus costumes, sua cultura, como saber quem está certo? Busquemos a resposta onde não há expressão do homem onde "o que é" sempre foi e sempre será, porque o homem não o distorceu com suas culturas, umas "corretas", outras "degeneradas". Dessa logica se pode deduzir com tranquilidade várias respostas sobre sexualidade como as que aparecem ali no livro dos espiritos. E não vamos esquecer que por muitos séculos os reis eram considerados divinos, logo, esses reis e todos os seus funcionários eram um espelhamento da herarquia divina, Deus e seus anjos, aqui na terra. Desobedecer essas autoridades era como ofender a Deus. E sendo o mundo obra de Deus, Ele deve ter um plano para a humanidade, que se realiza no tempo, nos processos da história, levando-nos quem sabe a uma segunda vinda de Cristo, juizo final, lei da evolucao, qualquer coisa dessas, dependendo da vertente. Então vejam, quem olha para o mundo e afirma que tem algo errado que precisa ser corrigido está achando defeitos na obra divina, não confia nos planos de Deus para a humanidade, semeia a dúvida, e a desobediência .Sabe aquele argumento que a direita usa " Ain! Eles querem nos dividir!" pois é, no fundo vem dessa mentalidade religiosa, ehehe. Logo, quem aponta os problemas, e arranca as máscaras deve ser agente diabólico, alguém que quer sabotar os planos divinos, um rebelde tal qual Lúcifer. Afinal, a serpente o que fez no paraíso? Convenceu Eva a infringir as regras após semear-lhe a dúvida, e a partir disso "toda a humanidade pagou". O que a esquerda (revolucionária) faz? Olha para o mundo e aponta falhas na estrutura social. Identifica os elementos da sociedade responsáveis por perpetuar essas falhas geração apos geração, e que fazem parte da tradição. Ela pretende que seja possivel corrigir essas falhas através de uma boa quantidade de mudanças no que sempre se fez, e através de um planejamento racional, visando uma sociedade do futuro em que esses problemas não mais existam. Isso tudo, na mente de uma pessoa que observa as coisas através de um viés religioso/ espiritual interferiria no "plano divino" e poderia condenar toda a humanidade ao sofrimento coletivo, uma punição ao estilo de sodoma e gomorra, o que só poderia ser uma versão 2.0 do plano da serpente do paraiso né? eheheh. Para complicar as coisas, a esquerda lá do seculo XIX entrou na modinha do ateísmo, até porque deve ser muito difícil para quem enxerga esse papel ativo que as religiões tem no amansamento dos explorados (o que facilita muito o trabalho dos exploradores) aceitar as religiões num " admirável mundo novo" que se possa alcançar após todas as reformas necessárias. Lembrem-se, vivemos desde a origem do mundo até lá pelos anos 1600 ( época das primeiras rebeliões de explorados) sob esse tipo de raciocínio. São muitas encarnações que os habitantes do "Presídio Terra" estão vivendo em sociedades regidas por esse tipo de pensamento. Isso se torna uma programação mental, uma hipnose que instala gatilhos na sua psique. Mais adiante quando se faz necessário, esses gatilhos sã acionados através de palavras-chave, como pátria, família, Deus, costumes. ------------------------ ( A palavra liberdade já é um gatilho muito mais recente, fruto do liberalismo, e que acabou justamente produzindo algumas revoluções no século 18. Daí que os conservadores se oponham também ao liberalismo, o que explica porque o nazismo além de ser anticomunista era antiliberal também, o que leva os de mente simplória a achar que por isso oo nazismo era esquerda, eheheh.) ------------------------ Portanto, eu diria que é muito natural e previsível que pessoas que tenham uma mentalidade religiosa/espiritualista e tenham uma compreensão muito superficial dessas coisas tenham alergia à tudo que "cheire" a ideias de esquerda, porque essas pessoas ainda tem uma mentalidade de Antigo Testamento. Não perceberam que Jesus violava o sábado porque " o sábado foi feito PARA o homem e não o homem para o sábado". Não enxergam que Jesus recomendava fazer o que os fariseus falavam, mas não SER como so fariseus, que não faziam o que falavam. Não percebem que os dez mandamentos é uma lista de coisas a NÃO FAZER, enquanto Jesus se propõe a substuir toda lista de "coisas a não fazer" por uma atitude mais ativa do sujeito, focads em FAZER . O papel passivo de criaturas obedientes às autoridades é substituido pelo cidadão ativo, responsável por gerar as mudanças que deseja no mundo: ----------------- João 13:14-17 Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também. Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou. Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes -------------- E ele não precisou apelar para o materialismo para apontar que o sujeito tem em suas mãos a capacidade de afetar a historia onde achar necessário, porque, obviamente, se estamos encarnados é para AFETAR o mundo que nos cerca. Se fosse para ficar parado esperando que Deus botasse tudo para funcionar não precisaríamos nem encarnar né? Nem precisaríamos livre arbítrio, poderíamos ser como os animais, incapazes de violar as regras da natureza e de modificar o ambiente. Então, na verdade a postura de tentar mudar o que se vê de errado no mundo não tem nada em si que possa ser condenado. Daí que completas revoluções também não, mas elas são vistas como uma espécie de manifestação do mal. Obviamente, como sempre pode dar " perda total", uma completa revolução gera medo, mas o mínimo que as pessoas deveriam entender é que tanto o bem social quanto o mal social são resultado das ações dos homens, não algo de Deus ou da natureza. São nossos erros e acertos administrativos nossos interesses como agentes no mundo que criam toda a riqueza e toda a miséria que vemos. Logo, é dever de qualquer espírito pensante estar sempre do lado das forças que querem corrigir costumes, tradições ,leis que já se mostrem ineficazes para cada nova época, substituindo-as por formas que MELHOREM e não piorem as condições de vida, porque está se buscando corrigir s obras DOS HOMENS, não da natureza e muito menos de Deus. Mas os conservadores, incapazes de enxergar a completa autoria humana nas sociedades ao seu redor, e portanto na pobreza, na desigualdade, nas divisões de tarefas entre os sexos, querem eternizar formas sociais que são meramente fruto da divisão do trabalho em cada época e lugar, como se fossem "plano divino". Daí surgem essas justificativas religiosas, espiritualistas, de que os brancos europeus tinham tarefa civilizadora em relação aos africanos ou índios, ou que os americanos tem algum papel, ou que o papel dos animais é servir ao homem, ou que a mulher tem esta ou aquela posição em relação ao homem, blábláblá, e uma lista enorme de tolices para defender o que é apenas interesse mundano de um grupo em dominar o outro sem que este se rebele. Daí claro que tratam as atitudes típica da esquerda, seja esquerda "revolucionária" ou "reformista", como essencialmente " herética". Eu diria que essa é a mentalidade geral de que quem toma como criterio o pensamento religioso/ espiritualista. E disso vem a postura diversionista de alegar que politica e religião/espiritualidade não se misturam, quando na verdade a religião é, digamos, a grande narrativa que busca legitimar as estruturas de dominação de massas no mundo, revestindo todo esse processo com uma aura sobrenatural, por apelar para essa conexão entre as ideias de ordem, obediência, autoridade, conservação das tradições. Há uma parcela gigantesca da população mundial ainda vulnerável a esses argumentos, porque fomos adestrados nelas por varias encarnações. Por isso os conservadores nem precisam entrar em detalhes profilundos sobre isso. Quando os grupos arcaicos de dominadores sentem que precisam voltar ao poder para garantir seus domínios basta acionar os gatilhos psicológicos tradicionais, basta tocarem as trombetas de "pátria", "Deus" , "família", "tradição", e os quadrúpedes vem correndo atender ao chamado. Princioalmente os que ficaram de fora do debate politico, os religiosos e espiritualistas, porque toda a preparação mental deles nessa área faz com que eles fluam numa determinada direção, muito previsível, resultado da forma de pensar que precisam utilizar para olhar o mundo pela ótica da espiritualidade. Apesar de todo nosso avanço tecnologico ainda somos muito pouco racionais, o que nos torna vítimas fáceis desses processos de manipulação de massas.
    4 points
  5. É isso, tem algum problema na atualizacao as postagens, a gente posta algo e não aparece para quem postou, só para os outros. Fica parecendo que sua postagem ou MP sumiu, mas ela foi. É só alguma coisa relacionada a atualizacao da informacao PARAo usuário que fez a postagem, mas se voce acessae de outro navegador, verá que está tudo lá. O Saulo ja foi avisado e ja esta tentando acertar isso acho que desde quarta feira.
    3 points
  6. Cara, eu diria que tem as duas coisas. Em tese parapsiquismo é anímico, ou seja, é algo só seu, fruto de treino ou habilidade inata ( treino em vidas anteriores). Porém, espiritos podem intensificar isso muito. Por exemplo, no meu caso eu vejo essas imagens como flashes. É idêntico a te levarem de olhos fechadoa para uma sala desconhecida, no escuro, e voce ter que descrever o que tem lá, mas na mao só um isqueiro sem gás. Voce risca a pedra e sai a luz da faisca certo? Isso te permite perceber rapidamente o que tem na sala, mas aquilo logo se apaga, entao para entender o que vou voe depende da memoria, do eco que aquela imagem gerou na retina, que te permite examinar melhor por mais alguns segundos até que tudo se dissipa. Mas seguindo concentrado é como se riscassem a pedra do isqueiro de novo, mas agora de outra posicao na sala. As vezes perto demais de alg objero, outras vezes de cima. Entao voce vai montando o quebra cabecas. Ja quando tem mentor envolvido não é pelo "método do isqueiro", é uma imagem que fica lá ,constante. Ja me ocorreu de ve lá no grupo uma imagem fixa, quando queriam me mostrar um rosto. Eu achei estranho aquela imagem que eu via nä se dissolver, abri os olhos e comentie com o grupo o que eu estava vendo, e quando terminei de falar e fecheo os olhos, a imagem continuava lá! Também quando eu estava no viver de luz e ia acontecer um workshop com a criadora do negocio, que ia vir da australia para o Brasil, eu nao ia ir, porque t8nha naquele fim de semana um concurso que eu queria fazer. Mas apos saber so workshop fiquei com uma imagem fixa na minja tela mental, mesmo de okhos abertos, durante o dia, do rosto dela falando comigo todo o tempo. Por 3 dias. Só sumiu quando resolvi ir no workshop porque entendi que se algo assim estava acontecendo, entao era importante. Uma semana depois mudei de idéia, achei bobagem fazer isso, e a imagem voltou por mais um dia inteiro, ehehe.E a noite " sonhei" que acordei e ela estava sentada da camam, falando comigo. Então tá, aceitei que devia mesmo ir no tal workshop. Depois, a cada um ou dois anos, quando ela vinha ao Brasil, eu "era informado" antew de mesmo de publicarem no site as informacoes, porque ficou essa conexao. Entao voce imag9na se fosse um caso de obsessao por uma entidade negativa, o grau de interferência por idiea fixa, que isso geraria. Então para mim a diferença está aí, na QUALIDADE da percepção. Se é algo so seu é menos intenso, menos definido, menos exato. Quando tem espirito na jogada eles conseguem.deixar tudo maia claro, mais duradouro. Na projecao a mesma coisa. Se voce faz só pela sua cursiosidade voce fica ali entre 3 e 20 minutos projetado eu diria, tendo que ter muito cuidado para nao ser puxado de volta. Mas se sao eles que querem te mostrar algo, esquece, voce vai e.fica em astral, lucido, por horas a fio, sem fazer esforço algum, só volta quando eles te liberam, é "outro departamento". Por isso esses paranormais são tão inconstantes. Se emé um cara como chico xavier, que 100% do que fazia era para espiritos, a qualidade de tudo é muito alta. Se é um cara como Thomaz Green Morton, Uri Geller, que faziam coisas por grana, vai ter coisas de alta qualidade porque certas demonstracoes serao par a ciencia oara quebrae paradigma, e vai ter demonstraçoea que serao só meia boca, e outras sao falha total, porque naquele dia a habilidade nao esta funcionando e nao tem ajuda alguma, aí elea metem um truque qualquer para enrolar quem esriver ali. Ai você tem esse contraste entre coisas que não parece ter como fraudar, e coisas tolas, que qualquer magico de palco faz melhor. Mesmo aquele lidee la do meu grupo, quabdo eu estava lá, todas as nossas reunioes eram de trabalho, eu nao o visitava em outroa dias, entao os testes que eu fazia com ele eram em dia de reuniao, com mentores ali na sala, e o ambiente preparado em astral oara facilitar as percepcoes para quem, como eu, nao era médium, poder perceber as coisas mais fácil. E para ele ficava mais fácul ainda naquele ambiente. Mas depois que nosso grupo se dissolveu, outras vezes que pedi 0ara ele tentar investigar alguma coisa para mim, teve umas belas falhas. Entao a participacao de mentores nisso é determinante para a qualidade das percepções, mas nao para a existencai delas. Em algum grau todos podemos fazer uso disso e tentar aperfeiçoar, só que é como " quebrar pedra" né? Quanto a esse negocio ai que voce falou, eu acho que é coisa de elementais, nao de espiritos. Porque nao tem que ter fé nao, eu aqui ouvia falar de "São longuinho", " Sä longuinho são longuinho, me ajude a achar o (objeto perdido) , se eu achar dou 3 pulinhos". Coisa besta, infantil, que minha ex-esposa fazia e eu achava uma supersticao tola, sempre ria dela quando fazia para achar objetos perdidos, mas via que sempre funcionava, e ela ria por último, kkkkk. Aí mesmo sem engolir isso eu fiz algumas vezes, e tambem funcionou, kkk. Não acho que entre qualquer fé nisso não, eu nao tenho fé em nada, eu acredito só na exoeriência, naquilo que já vi funcionar. O que não sou é cético, ou seja, também não duvido de nada, eu testo para ver se funciona e aceito se mostrar resultado, enquanto o cético seguirá negando, APESAR do resultado.Agora, daí a aceitar que a explicação alegada seja a causa do fenômeno é outro papo. Fazer as coisas funcionarem é algo da vida real, explicar é tarefa da ciência, e é isso que o pessoal não entende, porque as vezes o pessoal QUE FAZ tem explicações esdruxulas para aquilo, e o cético, ao perceber que a explicação é ridicula, supõe que o fenômeno seja uma farsa, mas são coisas independentes. A propria ciência tem esse problema a maior parte das explicaceos é pura teoria, por isso elas mudam com o tempo. Você cruza a toda hora com repotagens sobre medicina, por exemplo que dizem assim " no inicio se pensava que.. mas recentes estudos mostraram que ...". Mas mesmo com hipótese exolicativa errada algum tratamento se fazia para aquela doença, com grau limitado de sucesso. Não dá para rejeitar os fatoa só porque a explicação para eles é bizarra, os fatos a gente utiliza para o que servir e deixa lá a ciencia se debatendo com suas teorias expkicarivas por 30, 50 anos, até que ela ache algo que preste. Enquanto isso a gente usa tudo que a prática coletiva mostra que funciona, chá, benzedura, simpatia, 3 pulinhos, eheh, porque a vida é curta se vai esperar a ciência dar respaldo para algo você morre e não dá tempo de acontecer.
    3 points
  7. Achei um documentário em portugues sobre isso: Mas creio que este seja mais completo, só que nã tem legendas em português, só inglês, o que pode não resolver para alguns:
    3 points
  8. Eu sempre me projetava, mas de uns anos pra cá, com tantas preocupações e perto dos 50, eu parei.. Mas, uns 4 anos atrás, meu cachorrinho faleceu e eu passei uma semana chorando, quando me acalmei eu fui puxada pra fora do corpo e tive um encontro emocionante com ele, a leveza e a sensação de bem estar que eu senti é indescritível! Quase entramos pra dentro do corpo um do outro, em meio a olhares de amor. Depois, ele apareceu mais algumas vezes.. Agora, a um mês atrás, meu marido fez a passagem, ele não era muito espiritualizado, mas eu sempre dizia pra ele, não ficar por aqui, quando desencarnar, tentar seguir um caminho em direção à luz.. mas eu sabia que em algum momento eu o encontraria em sonho.. Uns dias atrás, sonhei com ele, pela manhã e o sonho foi ficando cada vez mais nítido e real,... Ele parou ao lado da minha cama e eu me virei, deitada, pra olhar pra ele,..tudo era muito real, ele me disse que graças a Deus, estava vivo! O seu rosto, estava meio desfigurado e envelhecido, como se tivesse que ser reconstruída aquela imagem... eu permaneci olhando, sem entender direito,...ele foi desaparecendo e eu acordei... Isso não me sai da cabeça e eu precisava dividir com alguém, foi muito bom... Não sei se foi uma despedida, espero que eu possa encontra lo novamente, só sei que cada vez mais eu tenho certeza que a morte não existe e que continuamos vivos!
    3 points
  9. Para o caso de dúvida ao que me refiro quando uso o termo "cético", é a palavra que se usa para quem rejeita TODAS essas coisas que fogem do paradigma materialista. Aqui nesta outra postagem DESTE MESMO TOPICO tem a traducao de um texto do Rupert Sheldrake, drescrevendo a tipica atitude das pessoas que se apresentam como céticos. https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17450-fenômenos-parapsíquicos/&do=findComment&comment=87569 Obviamente não critico a atitude cética em geral, mas esses fanáticos do materialismo se apropriaram desse termo, da mesma forma como os evangélicos se apropriaram do termo cristão, ou a direita conservadora se apropriou da " defesa da família", da luta contra a corrupção, de modo que induzem os desavisados a concluir que quem não é do grupo não tem aquelas pautas. Isso gera confusão. Quando ouço alguém dizer " Vou seguir minha intuição" tenho vontade de perguntar se a pessoa já registrou todas as vezes que seguiu sua intuicao, se deu certo ou deu errado, para saber se pode confiar nela, mas fico calado, para que não me tomem por um desses céticos, só por causa do meu ceticismo, kkkk.
    3 points
  10. Culpa dos céticos. Comecaram a pesquisa isso lá atras, em 1882 acho. Depois surgiu a parapsicologia no final dos anos 20. Mas os céticos ficaram nessa guerra santa para desacreditar todas as comprovaçôes laboratoriais que pudessem, que hoje até a ciência criada para investigar isso as pessoas chamam de pseudo ciencia. Cientistas sérios se arriscam a arruinar suas reputações quando tentam provar algo fora do paradigma materialista. O caso da homeopatia é o mais conhecido: https://pt.wikipedia.org/wiki/Jacques_Benveniste Mas quando o assunto não trata de humanos , aqui tambem e aqui , os resultados parecem bem mais fáceis de detectar né? E na área da produção você quantifica isso em grana no final do ano, comparando os resultados de um ano com o outro. Não precisa depender de estatística para tentar detectar micro diferenças .
    3 points
  11. Como todo paranormal famoso. Quando entra fama e grana, os caras perdem o padrão moral. É uma história bem conhecida, cujo capitulo final saiu em 2017, quando os documentos da CIA foram revelados. https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/reportagem/colheres-dobradas-e-desconfianca-uri-geller-o-telepata-atestado-pela-cia.phtml https://spyscape.com/article/uri-geller-what-the-cia-studies-reveal-about-mossads-secret-weapon
    3 points
  12. Não. Eu mesmo sou bem cetico. A diferença é que eu duvido até da ciência ,que é uma "Historia de Erros". Os ceticos da paranormalidade são ceticos apenas com isso, porque para eles é uma guerra santa provar que nada existe alem do material.
    3 points
  13. Claro, mas é importante perceber as falhas nesse tipo de raciocinio, para evitar que ele te derrube em outros casos, porque é sempre a mesma estrutura falha que leva a conclusões erradas. Mas antes disso: o que você viu no video da Universidade que testou ele sao registros variados, alguns de sala experimental . Não são "pessoas olhando". Pessoas olhando era nos shows. Como você acha que um teste desse seria feito? Sem os cientistas estarem ali junto? Os testes sao demonstracao sob as condicoes estabelecidas, voce só pode ver mesmo -alguém fazendo algo - e os cientistas olhando, tentamdo identificar fallhas truques ,filmando para poderem rexaminar. É isso.que voce tem ali filmado. Afinal, o teste é demonstracao de habilidade! Se nao tivesse ninguem olhando um sujeito como o Randi alegaria que o cara fraudou enquanto ninguém olhava, que "muito provavelmente" se esgueirou até alguma fresta, porque tinha algum cantinho que naonestava bem vedado, etc para escutar alguma conversa dos cientistas e poder entao deduzir quais simbolos deveria adivinhar ( é sério! esses céticos já alegaram esse tipo de coisa em testes assim, quando o sujeito resrado estava isolado numa sala fechada! Eles vao alegar qualquer coisa que permita negar tudo sempre) Agora a questão do raciocinio falho: -A pessoa X -faz demonstracao A -para o grupo Z. Demonstracão bem sucedida Entao os céticos tentam uma demonstracao para eles, - A pessoa X -faz demonstracao B - para o grupo W, Demonstracao mal sucedida Ai o cético conclui que a demonstracao A era falsa porque a B nao deu certo?!?! Sendo que a demonstracao A na verdade foram dezenas de demonstracoes, as vezes centenas? A única coisa que eles podem afirmar é que a demonstracao B nao deu o resultado prometido, porque só testemunharam essa. Não há nada da demonstracao B que se aplique à demonstração A. Mesmo a ciência funciona assim: alguem chega num resultado positivo e publica, outro repete o procedimento e não tem o mesmo resultado. Isso nao anula o primeiro. Mais gente segue testando, uns com resultado positivos outros sem resultado. Se voce acompanhou o caso da cloroquina desde os primeiros resultados, inicialmente positivos, viu como isso funciona com o passar do tempo. Não existe isso de alguém fazer um teste, não obter o mesmo resultado de outros e sair achando que provou uma fraude no trabalho dos outros. Testes sao repetidos muitas e muitas vezes antes de as afirmacoes sobre algo serem aceitas ou rejeitadas. E para você que esta num forum de projecao deveria ser bem mais fácil de entender: Se voce conseguir se projetar ESTA NOITE nao significa que conseguirá amanhã, ou depois de amanhã. Na verdade seria muito espantoso se conseguisse! É de partir coracao do novato mas... se voce demorar 3 meses para conseguir a primeira, a perspectiva mais realista é que demore outros 3 meses para conseguir a segunda. E o que esses paranormais famosos tem de mais provável elemento denunciador de fraude é passarem a falsa impressão de quem sempre que tentarem vao conseguir. Não tem como! Para isso eles precisarão sempre apelar para fraudes, para manterem a crenca dos outros no sucesso REGULAR. Pelo que me lembro, no próprio video da Stanford eles falam que tinha dias que o Uri dizia que sentia que nao ia conseguir aquele dia. Aí eles nem tentavam. Por isso ele teve índice de acerto tao alto, pois só fazia o teste quando sentia que conseguiria. (Se fosse obrigado a fazer testar diarios por 100 dias consecutivos eu apostaria que nao teria mais de 25% de acerto, porque o fator repetibilidade entedia o sujeito testado e diminui bastante o desejo de acertar, algo fundamental para os resultados. Na projecao é similar, depois que deixa de ser novidade, se nao tiver um objetivo interessante, que te impulsione, a frequencia mensal de projecoes cai bastante.) Ou seja: cercado de cientistas amigáveis, crédulos nas habilidades dele, tranquilo na sala com gente que não estava duvidando dele mesmo assim tinha dias que ele nao conseguia nada. E ele já avisava antes, tal exatamente como fez naquela filmagem do show de TV. E aí num evento que os céticos queriam ver algo mas ele alegou o mesmo ue alegava nos testes as vezes, os céticos ja achavam que aquilo provava que era fraude ? Não faz nenhum sentido ! É como acontece agora, esses grandes lutadores de UFC aceitando desafios de influencers lutadores amadores. Quando algum deles perde para o influencer isso prova que as lutas deles no UFC quando mais jovens foram arranjadas? Foram fake? Óbvio que não. Mas é esse mesmo raciocínio que os céticos tentam fazer as pessoas aceitarem nesses casos. A questão é direta: - o cara alega que é paranormal? Prove. Provou para cientistas. - O cético acha que houve fraude ali? Prove que houve fraude naquela prova. Falhas em outros testes não são capazes de provar que os testes anteriores foram fraudados. São eventos separados. Quase tudo que os céticos alegam é sempre dependente desse tipo de raciocinio falho, por isso é bom ser capaz de enxergar essa falha. E o pior argumento é o da imitação. Na maioria dos casos os céticos apenas tentam imitar um fenômeno usando truques e acham que com isso provavam algo. A única coisa que eles conseguem provar é que se fossem eles no lugar do paranormal legítimo eles teriam também conseguido resultados similares, logo... O que eles de fato provam é que a idéia de que aquilo SOMENTE SERIA POSSÍVEL FAZER POR PARANORMALIDADE esta errada, ok. Mas isso nao prova que aquilo não foi feito por paranormalidade, percebe? Essa prova eles nunca são capazes de fornecer. Porque na verdade nem tem como fazerem isso. A única coisa que eles conseguem fazer é construir um raciocínio para que quem deseja duvidar tenha um escape qualquer, sem se sentir um negacionista tolo. É o mesmo caso do argumento terraplanista: um bando de tontos parecia muito interessado em duvidar disso, mas obviamenente seriam considerados pessoas com problemas mentais. Então varios sujeitos começaram a lancar argumentos um pouco mais elaborados para fazer parecer que havia alguma dúvida nesse consenso. E isso é tudo que se precisa para algumas pessoas. Uma vez que você consiga fazer parecer que "é uma questao polêmica, não há consenso", pronto, quem já tinha decidido de antemão, por mero preconceito ou incapacidade mental que a terra tinha que ser plana, já tem um argumento para usar como ESCUDO para se defender da acusação de ser um tolo. O mesmo acontece nas fake news: os eleitores de um candidato-lixo não tem coragem de assumir seu voto, porque não há como se justificar racionalmente para os demais, pois é uma escolha que muitos enxergam como absurda. As fake news entram no jogo apenas como um escudo para fingir alguma racionalidade na escolha. Cria-se uma mentira qualquer, absurda, sobre o adversário, e pronto, agora o eleitor do candidato-lixo usará essa informacao falsa como desculpa, e quando for esclarecido que aquilo era mentira a fábrica de mentiras apenas cria outra,porque os fatos não interesdam para eles, apenas o pre-conceito que já alimentavam. Usarão qualquer fake news absurda que encontrarem para justificar sua escolha irracional. E por que? Porque querem o direito de fechar os olhos para os fatos demonstrados. O cético faz esse mesmo serviço que as fábricas de fake news, ele não prova nada, apenas levanta duvidas sobre o que já foi provado, e assim fornece às pessoas que já decidiram de antemao que não querem aceitar a realidade, uma desculpa para dizer que aquela realidade não é tão real quanto alegam. Por sorte, assim como no caso das fake news, só convencem aqueles que de antemão ja tinha uma tendêcia pessoal de seguir naquela direção.
    3 points
  14. ( o fórum esta bugado. Teve outras respostas antes desta, que sumiram) Thomaz Green Morton é mais um caso que os céticos adoram alegar que é fraude, só porque não aceitou o falso desafio do mágico Randi:
    3 points
  15. Boa noite senhores, venho-lhes relatar algo que me aconteceu essa noite passada que foi deveras interessante, eu diria que ao mesmo tempo que foi lindo, ao mesmo tempo foi apavorante. Ontem eu fui dormir era 01:00, acordei as 03:00. Eu sempre acordo as 03:00 da manhã para levar minha mãe até o ponto de ônibus porque ela sai muito cedo e aqui é bem perigoso, digamos que eu dormir mais o menos 1 hora e 30 minutos. Cheguei em casa por volta das 04:25, fui direto deitar e dormir, eu tenho problemas pra pegar no sono, sou o famoso sono leve, qualquer coisa me desperta, até mesmo o piscar das luzes de uma lâmpada, acreditem é horrível, eu provavelmente devo ter pegado no sono por volta das 05:20 È aqui que as coisas ficam estranhamente estranhas, eu me lembro de absolutamente detalhadamente de tudo que aconteceu(cheguei a pesquisar um pouco sobre o assunto e vi que todo mundo faz isso mas só não se lembra) Ja eu me lembro de tudo e detalhadamente Eu me sentia flutuando, parecia que eu não tinha peso, ou que minhas pernas não tocavam o chão, mas eu não cheguei a olhar pras minhas pernas porque nem me veio isso no momento, teve alguns outros momentos que eu me lembro, parecia que eu tava tendo epilepsia, sentia que eu estava sendo jogado de um lado pro outro numa força brutal, mas ai acabou e de repente eu estava num lugar... Eu estava, aqui, no bairro que eu moro, aqui é uma favela, digamos que parece uma bacia, tem formato de bacia hidrográfica, eu meio que estava no centro de bacia, a minha volta havia total e completa escuridão, como se tivesse dado um apagão IMENSO na cidade, e eu estava em um campo aberto, no centro disso tudo, eu não conseguia ver pessoas, sinceramente... parecia que so havia eu ali, eu até tentei prestar atenção um pouco na audição nesse momento pra tentar ouvir algo, mas ... não havia nada, sem som, talvez houvesse som mas, era pouco. e então, eu notei que ERA LINDO, as coisas parecia que estavam com um brilho, é difícil explicar, é como imaginar se a lua estivesse muito próxima da terra e não houvesse uma fonte de luz emitindo, porem as coisas emitiam por si só, e isso não foi tudo, eu olhei pra cima e o céu ERA DIVINO as estrelas eu conseguia ve-las com uma definição incrível ( eu sou miope mal enxergo então, acreditem elas estavam perfeitas ) e elas parecia muito mais perto, muito, foi tão perfeito e tão lindo Bom agora entra a parte que eu comecei a entrar em pânico, Bom primeiro eu achei que estivesse num sonho e falei, vou convocar um NPC( fazer aparecer uma pessoa, tipo como oque geralmente da pra fazer em sonho quando vc sabe que esta sonhando, sonhos lucidos ) ai eu tentei meio que controlar as coisas do lugar, mas nada mudou, não mudou absolutamente nada. ai eu comecei a me questionar se eu estava sonhando ou não, comecei a olhar a minha volta era lindo e apavorante por conta da escuridão, o apagão. foi ai que eu pensei, EU QUERO ACORDAR, eu pensei forte em abrir os olhos e acordar e NÃO ACONTECEU. Foi ai então que o desespero bateu forte eu comecei a rezar( podem rir ou me zoar mas deu medo demais ) foi ai que eu senti algo estranho, parecia que tava tremendo, tremendo só tremendo, e ai depois ficou tudo escuro e eu so me sentia flutuando denovo dessa vez sem conseguir ver. AQUI FICA MAIS INTERESSANTE AINDA, EU OUVI UM SOM, ESSE SOM ACONTECIA A CADA 2 SEGUNDOS , ELE VINHA COMO FORÇA E DEPOIS SE DESFAZIA A CADA 2 SEGUNDOS, ERA COMO SE FOSSE UM SOM DE FREQUENCIA MAS UM SOM DE FREQUENCIA BEM PECULIAR, NÃO ERA UM SOM ALTO, PARECIA UM SOM QUE ESTAVA DENTRO DE MIM A cada 2 segundos o som fazia, Ziooommmm..... Ziiooooooomm..... Zioooooooom... Eu me lembro claramente desse som Eu não tinha conhecimento sobre projeção astral ou "desdobramento" até o dia de hoje, pra ser sincero isso que aconteceu comigo eu achei tão lindo mas tão lindo, cara as estrelas tava tão definida, se fosse assim na vida real seria perfeito demais, então resolvi pesquisar sobre coisas relacionadas ao sono e achei isso, então, talvez o meu relato, seja ou não uma projeção, mas que foi apavorante e belo eu sei bem que foi è isso senhores, so criei minha conta aqui pra compartilhar com vocês, se caso acontecer algo parecido denovo comigo, voltarei aqui com mais relatos, fiquem todos na paz, grande abraço
    3 points
  16. Retornei das Plêiades só pra responder esse post e ver a bibliografia do Sandro sempre tem material bom. Dica de Veterano: Siga as dicas do Sandro sempre é um caminho ponderado... Se eu tivesse ouvido melhor no passado teria evitado muitos problemas kkkk Eu era jovem e estúpido, agora adulto mais vivido e responsável.
    3 points
  17. É , pergunta braba mesmo. Eu nao achei uma resposta concreta. Já tentei baixar mas aí... o ambienfe iluminado que eu via virou trevoso. Ainda era o mesmo cenário, mas agora sinistrao. Nao era essa baixada que eu que ia , era ir para proximo do fisico, não proximo de zonas perigosas, eheeh E essa baixada gera um medo instintivo, como se voce estivesse na sala com um tigre adormecido que já esta acordando. Creio que seja uma reacao institntiva à redução da frequencia. Nenhuma dasinhas tentativas me levou ao fisico.
    3 points
  18. Também vejo meio por aí: 'algo" (Ser ou povo) superior parece ter dado origem à nossa espécie, o que sugere planejamento, ordem, projeto. Na própria descrição religiosa há Ordens de seres que ajudam o "criador" nesse processo. Então vejo conflito algum entre uma narrativa religiosa para expressar isso e uma narrativa biológica (Extraterrestes como "outra espécie" mais evoluída). O que eu de fato "duvido e faço pouco" são essas idéias que atribuem caráter negativo a quem teve essa capacidade, como o caso de atribuir a criação a seres que queriam ambos escravizar. O mal, por definição, é "obtuso", no sentido que ele é, por definição, uma percepção limitada. Basta olhar as diversas derivações disso: ego=individualismo=separação=egoísmo, ganância, desejo de poder.. são sempre ideias e poderes restritivos, e isso termina por restringir as capacidades evolutivas de alguém ou de um povo. A falta de "luz interior" limita a compreensão, por isso os atributos de Deus, na linguagem religiosa são o oposto, ONIpresença, ONIconsciência. Daí que as maiores realizações sempre só conseguem ser feitas por quem está alinhando com essa fonte ONI; Então um Deus maligno, uma raça com poder de criação mas que o fazem para o mal me soa como invencionice de crianças com medo da sombra, que entendem muito mal as subdivisões necessárias nesses desdobramentos da fonte para a concretização material do processo criador das dimensões mais sutis às mais densas. Ou seja, quanto mais afastado da matriz, mais sujeito a erros está o "funcionário divino", e alguns erros se introduzem no processo das dimensões inferiores, por mera distância da Fonte, distância do Ordenamento máximo. Em cima disso, de algumas falhas de processo e necessidades corretivas criam-se outras fábulas religiosas que por usa vez dão margem às teorias conspiratórias.
    3 points
  19. Essas teorias são difíceis de engolir kkkkk, acredito que o corpo que conhecemos evoluiu normalmente como os outros do nosso planeta, um grupo evoluiu se adaptando a pesca e cruzou com outro que praticava a caça e assim foi nascendo descendentes com cérebros mais eficientes, afinal, se para uma raça ficar inteligente precisasse de intervenção de uma já evoluída, como se deu a primeira raça inteligente no universo? Evoluindo normalmente. Parece desprezo pela capacidade do planeta/natureza de criar seres inteligentes. Acho que é justamente esse um dos propósitos de um planeta. Não sei se dar pra saber de fato que nossos ancestrais tenham obtido conhecimento agrícola por outros seres por não conseguirem descobrir isso por conta própria observando a natureza. Acho que o erro desse pensamento na crença que não fomos capazes de evoluir nosso intelecto e habilidades é que esquecemos que nada é da noite pro dia, são milhares de anos que vão se passando, esse é o princípio da natureza, tudo vai mudando. Uma hora aquele ser com um cérebro inteligente aprende que se traçar algumas fibras fará uma corda resistente. O que eu acho mais plausível é na crença que atribuíram ao acaso uma intervenção divina, e no que foi acaso falam que na verdade foi um ser divino que fez aquilo acorrer para trazer aquela sabedoria ao homem. O mesmo se repete no que é ruim, uma doença onde é atribuída a causa à um Deus maligno ou um demônio, os alienígenas parece que estão virando os novos deuses da modernidade kkkk, ou querem atribuir isso a eles. Eu penso que assim como a gente, que não somos terrestres, apenas nossos corpos são, os alienígenas já viveram vidas em planetas primitivos e que esses que viajam no espaço estão mais para pesquisadores, afinal somos imortais e o universo é diversificado e infinito. Com isso fica óbvio que eu deixo a entender que acredito em vida em outros planetas, seria completamente sem sentido um espiritualista que sabe da existência da espiritualidade ter uma visão materialista e cética da nossa existência como espíritos. Eu já vi um documentário mostrando esses ossos encontrados, não vou ditar o que é mas no que eu acho que são, no meu ver, assim como no documentário (acho que foi no Discovery) parece que são deformidades causadas por pressão, usando alguma coisa como um metal pressionando o crânio desde novo para ele ir crescendo naquele formato, já que o crânio na infância ainda é maleável (https://www.saberatualizado.com.br/2015/12/por-que-os-povos-antigos-deformavam.html?m=1) Acredito que possa sim ter algo de verdade, mas é suposição minha: Imagine você um espírito primitivo, sem conhecimentos sem muita vivência, então é trazido para um planeta e seres espirituais lhe informam que você vai começar a ter experiências na matéria para ajudar no seu crescimento, assim como eles também tiveram as suas, a experiência planetária lapida a consciência, e se for visto nessa ângulo, estamos aqui para ficarmos com a consciência semelhante daqueles seres tão inteligentes e sábios que um dia nos prepararão os corpos astrais para uma encarnação no plano físico. É como a teoria dos Lemurianos, que de acordo com a gnosis viviam em corpos sutis(astral) e só depois ficaram aptos a habitar corpos carnais. https://gnosisbrasil.com/artigos/sete-racas-planeta-terra/ Mas essas informações não devem ser levadas ao pé da letra, afinal nossa mente tende a se fascinar por essas coisas, não devemos esquecer que não somos de raça alguma, somos espíritos imortais em aprendizado, que nem formas temos, só tendemos a ficar com a mesma forma do nosso corpo humano no plano astral por puro condicionamento de uma vida física com ele.
    3 points
  20. Olha, se você precisa tomar remedios contra depressão, algo ha no seu funcionamento psicologico que te faz vibrar numa baixa sintonia. Pode ser algo da bioquímica corporal, que vai afetar as emoções e mente, não importa. A questão é que se você precisa anti-depressivos você está funcionando numa vibe baixa. Sendo assim, é previsível que seus sonhos e projeções sejam de um tipo mais pesadelar, porque ao sair do corpo, mesmo sem lucidez, no caso dos "sonhos", você irá frequentar zonas mais densas. A questão do amparo entra como auxiliar nisso, porque claro que não tem essa de perder a habilidade, já que a projeção é algo natural. A questão é que se você, por uma conformação fisiológica, psicologica, ou do corpo astral mesmo, tiver uma caracteristica que te leva para zonas mais densas, nessas zonas é sempre muito mais dificil manter a lucidez. Então a ajuda de um amparador se torna importante. E claro que ele vai te ajudar se percebe que você também tem disposição para ajudar né? Uma mão lava a outra. Caso contrário você se vira como conseguir. Projecões de amparo sempre tem mais estabilidade, duracao, coerência e maior qualidade geral. Não fazê-las reduz a qualidade das projeções, mas não que se possa perder essa que é uma faculdade natural e uma necessidade do encarnado. Quanto a remédios, o que afeta a qualidade do sono deve afeta a lucidez e/ou memória dos eventos extracorporeos. Até o waldo comentou numa tertulia que eu vi ha alguns anos, que ele mesmo, pela idade e consequente necessidade de muitos remédios, ja tinha a lucidez projetiva dele afetada. O que eu sugiro é o seguinte: 1- continue com os remédios 2- tente forçar a alteracao do seu padrao vibratorio/astral na direcao da elevacao, a partir do fisico: ----- vegetarianismo ----- eliminar açucar adicionado aos alimentos, alcool, fumo ------ aprender alguma rotina de manipulacao energética, como Tai Chi ou QiGong ( além de manter a pratica da OLVE) ------- informe-se sobre meditação Vipassana. Essa técnica é focada em "limpeza energética", embora talvez eles vejam a coisa de forma diferente. Há retiros para aprender a técnica na prática: https://www.dhamma.org/pt-BR/schedules/schbr ------ praticar algum esporte regularmente ------ fazer contato com a natureza diariamente ( por exemplo, frequentar a praça da sua cidade e ficar ali um tempo , recebendo sol, observando arvores, pequenos pássaros, algo assim. ------ evitar estímulos psicológicos densos, como estadios de futebol, shows, baladas, Provavelmente você já evita algumas dessas coisas, mas como não te conheço preferi listar o que lembrei. Mas alteracão de padrao geral energetico/ astral pode levar uns 10 anos ou mais. Por isso continue com seus remédios até que te pareça que elea se tornaram desnecessários, e só entao arrisque parar, para ver se agora, apos alguns anos empurrando sua vibe para cima a partir de mudanças no fisico, se isso também conseguiu alterar as zonas para onde você se projeta quando dorme. Ate lá não abandone as tentativas projetivas, é provável que seu corpo se adapte e a insistencia em buscar por isso gere um novo "estado de equilibrio" entre "remedios e projecao" que te permita usufruir um pouco e detectar melhoras, a medida que adota, se quiser, as sugestões que fiz.
    3 points
  21. Eu acho que não dá para fazer nada, da mesma forma como ninguém consegue obrigar espiritos atrasados a enxergar seu erro, por isso terminam tendo que ser removidos do convivio com os demais, seja pelos presídios no plano fisico, seja pelos degredos planetarios, no caso dos espiritos. A maior prisão é sempre a própria mente do sujeito, e isso não muda no curso de uma única existência. Vi um vídeo esta semana que descreve bem o que eu penso https://m.facebook.com/watch/?v=778529729912523 E isso não tem nada a ver com meras escolhas politicas. Conheço gente que antes sempre votava na esquerda mas que eu já via na cara que tinham esse perfil aí descrito no video. O que parece reuni-los em torno de sua escolha politica atual é porque o líder tem a coragem de assumir o que é, o que pensa, enquanto seus eleitores passaram a vida toda enrustidos para que seus cascos e chifres não se tornassem visiveis. Agora eles acham que não precisam mais ter vergonha de ser como são. Esquecem que o líder desaparecerá logo ali, mas agora todos saberemos quem eles são, e "tiraremos as crianças da sala" quando eles tocarem a campainha. Acho que assim como aconteceu con fascistas na itália e nazistas da alemanha, só mesmo a reprovação social coletiva pode devolvê-los ao "anonimato". Se as pessoas "passarem a mão por cima" fingindo que nada aconteceu eles continuarão ativos, o que, diferente de outros grupos, que ocupam espaços para poderem defender o respeito ao próprio espaço, esse grupo aí quer ocupar espaços para retirar direitos e espaços de outros. Basta ver o sujeito lá da fundação palmares, ou os que tratam da questão dos índios. Então não dá para ter tolerância com esse grupo não, tem que botá-los no "cantinho do castigo" por alguns anos, para eles entenderem que não são bemvindos. Aí quem sabe conseguem se reeducar minimamente para conseguirem conviver em sociedade. Na época eu ainda falei lá no coxinhódromo do Saulo, o facebook dele, sobre esse perigo. Os seguidores rebatiam dizendo que o atual presidente não era fascista. A questão nunca foi essa, mas sim enxergar quem eram os grupos que o apoiavam, muitos assumidamente neonazistas. Esses grupos estavam já em festa sentindo a vitória se aproximar mas o pessoal achava que era só uma questão de voto, de escolhar A ou B. Com esse baixo nível de consciência não tem como uma democracia funcionar, pois o povo não presta atenção nas movimentações sociais, não olha quem são os grupos de apoio por trás de cada " papa votos". É esse conjunto de forças sociais que se agrupam em torno de cada candidato que mostram o que pode vir dali, o candidato em si não interessa, porque eleição é só uma competicão entre hipnotizadores de massas.
    3 points
  22. Não creio. Todas essas técnicas são "formas didáticas" de explicar como fazer. Na real na real, você move suas energias pela vontade. Ponto. Usar a bola de luz ou o scanner são formas de focar sua vontade em uma tarefa compreensível. Dizer que movemos as energia pela vontade não ajuda ninguém no início, então criam-se essas descrições didáticas porque se você segui-las, seja a da bola de luz, seja a do escaneamento, uma hora você pega o jeito e vai sentir as energias começando a se mover. Uma vez que você esteja já sentindo nitidamente, ( a sensação é de arrepios elétricos que se movem se acordo com sua atenção, ou como se fosse o vento frio de um secador de cabelo que se delosca pelo seu corpo) você deve tentar movê-las o mais rápido que puder sem perder o controle das energias, porque aí terá que começar devagar de novo e ir acelerando. Mas a questão é que uma vez que você já esteja sentindo, você notará que pode acelerá-las movendo as energias como quem move um braço, um ao de vontade, e não precisa mais do escaneamento nem da imaginação da bola de luz, porque quando você sente as energias, elas se tornam algo muito concreto, e aí você entende melhor o significado de "mover pela vontade". Aproveite para praticar isso quando estiver sentindo, nem que deixe para lá a projeção nesse dia e fique apenas movendo as energias, para entender como elas respondem a sua vontade. E aí, outro dia, quando estiver tentando movê-las, mesmo que no início não sinta nada, SABERÁ o que é "mover pela vontade", e aí pode abandonar esse modelos explicativos, da bola de luz, do scanner, e usar só a vontade, porque aí já saberá o que isso significa na prática
    3 points
  23. Acho que o que você precisa entender é que não faz o menor sentido ocupar a mente com essas coisas. Você está vivendo AQUI, num plano físico, usando o corpo físico que está ligado a um cérebro físico, que capta as experiências pelos órgãos dos sentidos. Você está usando portanto ferramentas de percepção especializadas para compreender este plano. Qualquer compreensão que possa ter sempre ocorrerá ATRAVÉS desses filtros adquiridos na experiência física, o que se reflete na percepção extra física, motivo pelo qual um cego de nascença, ao se projetar, não exnerga como nós, mas usa uma percepção que amplifica, mas imita, a percepção que tem na vigília. Portanto, ficar querendo entender a vida do espírito livre da matéria é querer algo que está além da sua capacidade enquanto encarnado, porque estar encarnado MOLDOU sua percepção nesta vida, também exigiu aprendizado da sua mente quando bebê. Uma experiência de EQM tem características que são diferentes tanto do estado de vigília normal, quanto da projeção, mas ainda assim o molde principal de percepção é o do encarnado. São 3 situações diferentes, em que o papel do cérebro físico terá importância diferente. Mas não só isso, a mente do encarnado, treinada para funcionar no físico desde que nasceu, não vai perceber a realidade do espírito assim, do nada, só porque saiu do corpo, seja em EQM, seja em projeção, seja em desencarne recente. Ainda precisará passar por nova readaptação para perceber o mundo do espírito tal como ele lá. Um encarnado funcionando fora do corpo físico estará sempre observando as coisas da 5D como um ser da 3D, o que sempre provocará distorções. Estão traduzindo EM TERMOS DO MUNDO FÍSICO situações que não são físicas. O mesmo acontece durante a projeção e também acontece com desencarnados recentes, que ainda estão presos à necessidades ilusórias que imitam o físico, como comer ou fazer sexo. https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16071-comprovação-da-projeção-astral/&do=findComment&comment=74049 E se forem experiências místicas, que acontecem em estados alterados de consciência, há ainda menos chance de traduzir para a mente concreta o que foi experienciado, em geral apenas manchas amorfas e pensamentos vagos comunicando algo por telepatia. Então realmente não faz o menor sentido ficar inquieto por não conseguir entender essas coisas, porque a mente é, por natureza, incapaz de apreender a Verdade. Toda percepção será sempre distorcida pelos canais de percepção característicos do tipo de veículo usado, logo, quem está encarnado não tem como entender o que de fato constitui a vida do desencarnado exceto por traduções e analogias produzidas. E aí, dependendo de quem traduziu, vai te soar mais ou menos crível . Alguns mais ingênuos na situação acima não teriam questionado a situação, concluiriam que há jornais no astral, da mesma maneira como muitos concluem que há no astral objetos tecnológicos avançados que logo aparecerão aqui na terra também, eheheh. É um tipo de materialismo espiritual que toma como objetivas, concretas, percepções da mente que são meramente simbólicas.
    3 points
  24. Olá amigos, tive essa projeção há muitos anos atrás mas até hoje reflito no que aconteceu e como isso pode nos ajudar a entender mais sobre a oração; Eu tinha 17 anos, naquele dia eu estava sozinho em casa esperando minha mãe chegar. Estava deitado na cama mexendo no celular e comecei a sentir sono, deixei o celular de lado, fiz minha oração e cochilei na mesma hora, com a luz acesa ainda. Pensei estar acordado ainda e tentei me mover e não conseguia, assim eu percebi que se tratava de viagem astral, mas nunca forçava a saída do corpo, acabava sempre pairando acima do corpo até dormir ou acordar novamente.. Quando me senti flutuando escutei passos vindo da porta de casa, não tinha dúvidas que minha mãe tinha chegado, achei interessante estar ouvindo sons físicos mesmo estando projetado no astral, mas deixei rolar de curiosidade. Escutei os passos subindo a escada e entrando no meu quarto, e eu achando graça daquilo tudo, porque eu ia contar pra ela, quando eu acordasse, que eu estava projetado quando ela chegou, porque minha mãe não acreditava muito em mim rs Então escuto os passos parando na porta do meu quarto, imaginei que ela viu que eu estava dormindo, e os passos vieram rodando a cama até chegar do meu lado, ai eu estava atento aos detalhes e pensei: Vamos ver se vou sentir a coberta me cobrindo ou algo do tipo... Nisso minha visão abriu, comecei a ver o lado da cama, e vi um homem com uma roupa de couro antiga, chegando do meu lado, só via até os ombros: Uma jaqueta preta bem velha de couro, um cinto marrom, parecia que ele tinha saído do ano de 1800, roupas muito antigas.. Eu engoli seco com um pouco de receio porque esperava ser minha mãe, Ele ficou parado do meu lado uns 8 segundos, parecia que ele estava concentrado tentando me assediar por pensamentos, logo vi ele se mexendo novamente, indo embora por onde ele veio e saindo reclamando e murmurando, como se ele não tivesse êxito na investida que tentava aplicar contra mim; Ele saiu do quarto e eu voltei da projeção em instantes, percebi que foi o mentor que me fez projetar para ver isso, porque o sono que eu estava antes de dormir tinha passado, e a projeção durou cerca de 3 minutos. Na mesma hora agradeci porque ficou claro que a oração me guardou de algo, provavelmente pensamentos ruins que aquele homem iria colocar na minha mente quando eu acordasse. Foi uma projeção curta mas conseguimos tirar bom proveito ao refletir essa situação! Um abraço a todos!
    3 points
  25. Nunca tinha ouvido falar de Viagem Astral.. Tinha 14 anos e certo dia cheguei em casa, estava muito bem e em questão de segundos me senti MUITO cansado, um sono tão forte que eu não tive tempo de chegar no meu quarto, deitei no sofá da sala de barriga para cima e instantaneamente comecei a ouvir uma voz calma de um homem dentro da sala, parecia estar conversando com outro, que eu não escutava.. Eu abri os olhos e percebi que eu estava apenas relaxado e não dormindo, uma sensação muito boa. Comecei a entender que se tratava de algo espiritual, e como a voz me trazia segurança, não tive medo e fechei os olhos. Apesar de não ver o homem, eu ouvia a sua voz e também quando ele falava comigo mentalmente. Então o mesmo homem me disse mentalmente: Viemos aqui, vemos que você cultiva bons pensamentos diariamente e vamos conseguir te proporcionar 3 passeios espirituais, para onde você escolher. Eu fiquei muito feliz ao saber disso, abri os olhos novamente porque tinha receio de ter morrido rsrs Eu não entendia muito bem o que estava acontecendo.. Eu fiquei 1 minuto pensando algum lugar e decidi que queria ver as pirâmides do Egito, eu pensei nas pirâmides e logo senti o "Mentor" me puxando numa alta velocidade, cheguei a fechar os olhos de tão rápido que senti a velocidade que fomos. Quando abri os olhos, eu estava voando por cima de uma das pirâmides e eu me assustei como era tão real, a ponto de ver o brilho do Sol e até as pedrinhas dos tijolos das pirâmides, eu voei ao redor delas como se fosse algo comum para mim, parecia que eu já sabia voar mesmo sendo a primeira vez. Abri os olhos espantado ao perceber como era mais real do que sonho. O Mentor me disse para escolher outro lugar e eu estava atônito com a primeira experiência e não sabia o que escolher.. Então pensei: Eu gosto de praia, queria ver o mar de perto. Então eu fechei os olhos e senti uma pressão na cabeça e 5 segundos depois eu abri os olhos espirituais e me vi de frente para um mar, na beira da praia. Eu fiquei um tempo olhando o mar e curtindo a visão cheia de detalhes da areia.. O mentor ficou um pouco atrás, mesmo eu não o vendo, sabia onde ele estava, e percebia que ele estava feliz. Logo ele me disse para me divertir, para eu voar em volta e ver o lugar, e ir debaixo da água; Logo fiz e fiquei encantado ao ver que não precisava respirar debaixo d'agua, fiquei mais ou menos 2 minutos voando e mergulhando, não sei qual praia era, mas sei que tinha uma montanha bem verde atrás e a areia bem branca. Quando voltei, senti uma incrível paz e relaxamento, eu estava encantado mas não sabia onde pedir para ir, tive também receio de continuar.. Acho que o mentor percebeu e me disse mentalmente: Você não acha que devia aproveitar que está em espirito e pedir para conhecer algum lugar espiritual? Era tão obvio mas não tinha passado pela minha cabeça rsrs Eu sempre fui cristão, então eu pensei: Ok, quero ver o Céu então! Mas na minha cabeça, mesmo eu pedindo eu não ria vê-lo, a esperança que eu tinha era de pelo menos ver o portão do Céu, ou chegar próximo dele e ver o que estaria reservado para nós. Eu já estava sentindo o mentor como um grande amigo, e Nesse momento foi o mais surpreendente.. Eu não entendi nada que estava acontecendo, porque pensei em ver o céu, e quando abri os olhos: Eu me vi em pé num quarto de hospital. Eu estava esperando ver algo totalmente diferente, pensei que ele tinha me levado para o lugar errado.. Ai falei com o mentor por pensamento: Ué eu queria ver o céu.. então por intuição, olhei para as paredes do quarto e vi como era do outro lado, era uma cidade, hoje entendo como uma colônia espiritual, muito parecida com a que aparece no filme "Nosso Lar". Antes eu não sabia que isso existia, então fiquei surpreso de ver uma cidade espiritual, sem montanhas, uma cidade branca com uma praça e um chafariz no centro da praça, e eu fiquei surpreso de terem deixado eu entrar para ver. O quarto era todo branco, a parede era incrivelmente lisa, não tinha defeitos, parecia um material polido, e tinha uma cama grande, quase como se fosse de casal, uma janela com vidro fosco, não tinha maçaneta para abri-la e nem bordas, era apenas o vidro fosco na parede. Do lado da cama tinha uma mesinha com uma flor branca, branca igual neve e ela tinha 5 pontas, parecia a flor que tem na bandeira do Canadá, ela ficava em pé daquela forma, porém branca e 5 pontas. Não era uma flor macia, era uma flor bem firme e possuía uns furinhos na textura dela. Senti que ela trazia uma energia boa para quem tivesse enfermo naquele quarto. De frente para mim tinha uma porta de 2, que abre no meio, típica de hospital. E quando olhei para porta, vi uma mulher dentro do quarto dobrando algumas roupas, eu não tinha notado ela ali até então.. Eu abri os olhos com medo de ter morrido de verdade, mas vi que estava tudo sobre controle.. Fechei os olhos e instantaneamente estava no quarto daquele hospital, parecia muito que eu estava em 2 lugares ao mesmo tempo, em casa no mundo físico e naquele hospital espiritual, porque eu não sentia mais aquela velocidade ao ir de um lugar para o outro, apenas fechava os olhos e já estava lá. Então fui em direção aquela mulher, de cabelo preto com rabo de cavalo, ao olhar pra ela, ela me passou um amor que me remeteu à uma professora de crianças, parecia uma pessoa muito gentil e bondosa. Parecia que ela estava dobrando as roupas me esperando, Foi isso que me fez ir falar com ela, porque eu estava recioso.. Então cheguei e disse: Oi Moça tudo bem? ela respondeu com um sorriso no rosto e eu disse: "Então, eu não sei oq está acontecendo, eu to aqui e sei que aqui é um lugar espiritual mas eu não morri, então porque eu to aqui?" Quando eu disse isso, caiu a ficha na minha cabeça do que estava acontecendo, e eu comecei a ficar muito confuso e senti que eu ia perder a consciência, eu parei de enxergar perfeitamente o quarto como eu estava vendo, e ela percebeu e logo colocou meu braço no ombro dela e foi me levando para a porta, nessa hora eu já não estava enxergando quase nada.. E ela me disse, fica tranquilo que vou te explicar, eu sou sua mentora e.... Nesse momento apagou tudo, como se viesse um sono pra mim ali, perdi a consciência, logo na hora que ela estava prestes a abrir a porta do quarto e eu queria mt ver oq tinha do outro lado mas não pude.. Creio que aconteceu mais coisas, porém eu não consigo lembrar.. Eu abri os olhos e estava na minha sala e ouvi o "mentor" dizer: Ele não vai conseguir voltar. Eu pensei que não fosse comigo, então novamente fechei os olhos, tentei voltar e tive um sentimento que me senti extremamente sozinho, eu vi que a presença dos mentores que fazia eu viajar tinha desconectado de mim.. Ai eu entendi que não tinha como voltar. Na mesma hora orei e agradeci pela experiência, já se passaram 10 anos e até hoje foi a experiência mais marcante que tive, e lembro de cada detalhe como se fosse ontem!! A partir daí comecei a estudar projeção astral, Chico Xavier e o Espiritismo!! Um abraço meus amigos! Espero que tenham gostado!!
    3 points
  26. Sei lá... eu não tava mais querendo escrever nesse fórum por causa de ansiedade social, e porque eu escrevia meus posts antigos por ego(reclamar da vida, e me vangloriar de maneira sutil), mas eu acredito que eu devo falar agora... É o seguinte, o segredo é fazer como o Samael Aun Weor dizia: colocar nós mesmos no banco de culpados. Eu tive que crescer de forma brutal também. Bullying na escola, brigas incessantes em casa. Mãe brigando com pai, meu pai me surrando, pai indo pra cadeia, mãe brigando com padrasto, eu brigando com padrasto, meu irmão brigando com minha mãe, etc. Ditadura, caos e dor dentro de casa. Eu era um "bom garoto", mas mesmo assim não recebi auxílio nenhum e fui bastante desprezado. Eu ficava revoltado vendo os crápulas da vida recebendo todo tipo de benefício... Onde estava a justiça? Depois que meu pai teve um derrame cerebral, comecei a me revoltar mais ainda. Eu já tava planejando virar criminoso, incendiário. Eu queria incendiar os locais do meu antigo trabalho que eu trabalhei lá em 2016-2017, queria incendiar minha antiga escola, quis ir pra brasília matar o Bolsonaro e virar mártir, etc. Tudo pra me vingar, ser justiceiro, "trazer a ordem para um mundo sem lei". Depois, já mais esperto, eu percebi que a justiça está sendo feita neste mundo no exato momento. Pra gente que só tem noção de uma vida, parece bastante cruel mesmo "uma criança morrendo de fome embaixo do Sol na África". É algo tão injusto que revira o estômago. Mas digamos que, você fosse capaz de acompanhar o processo reencarnatório de um canalha qualquer, alguém que oprimiu uma população, roubou, matou e se enriqueceu com o mal. Ai você assiste esse cara desencarnar lá no séc 20 com 76 anos de idade de forma pacífica. Mas com o auxílio de um mentor você observa este ser na sua próxima vida: dessa vez ele morre com 12 anos de idade por fome e desinteria sobre o chão rachado embaixo do Sol escaldante. Tu acharia isso injusto? Tecnicamente é algo "justo", foi a lei da causa e efeito se cumprindo. Mas a emocionalidade cega do ser humano diz que é outra coisa. Agora, isso não quer dizer que não se deve ajudar quem necessita, e que gente rica é melhor que gente pobre, e vice versa. O cara nascendo no bairro de classe média-alta no Brasil hoje pode ter sido um humilde fazendeiro de arroz na China que morreu sob o regime de Mao aos 30 anos de idade. E antes disso foi um nobre da realeza, etc etc. Você mesmo muito provavelmente foi alguém extremamente rico e poderoso em passadas vidas, mas agora pra você isso é uma situação bastante inimaginável. É tipo chegar num monge celibatário da igreja com 40 anos de idade e dizer pra ele "você foi Elvis Presley". Ele vai dizer "quem eu? Impossível". Mas coisas assim acontecem... Tenho 24 anos de idade agora, nunca beijei, ou namorei com uma garota. Eu também nunca fui em prostituta, pois eu achava algo de extremo mal-gosto e extremamente nojento. Mesmo assim, eu nasci na casa de uma mãe promíscua, que em certos momentos fez rodízio de homens dentro de casa e arruinou toda a harmonia do lar. Claro que o que ela fez foi algo muito ignorante, mas por que eu tive de nascer com ela? Qual sintonia eu tinha com ela? Eu me achava tão "puro", mas teve uma época da minha vida que eu era viciado naquele bagulho horrendo... "porno hardcore". Esse hábito meu deve ter em grande parte contribuído com as ações da minha mãe. Mas por muito tempo eu só enxerguei meu lado, eu só enxergava minha "inocência" e esquecia de me colocar na situação de réu também. Claro que, tecnicamente falando, o que ela fez foi pior, se for pra avaliar somente o grau de morbosidade do ato luxurioso... mas esse é apenas um fator. Tinha vários outros, dessa e de outras vidas, dessa e de outras dimensões, influenciando tudo isso. O que eu ganhei compreendendo tudo isso? Liberdade! Agora eu não preciso mais ficar sofrendo e me remoendo das coisas. E depois disso eu me senti ainda mais livre depois de perceber que os eventos dolorosos dessa vida eram insignificantes. Eu percebi os eventos como breve cenas em meio uma infinidade de vidas. Mas pra chegar nesse ponto foi necessário bastante prática. As pessoas da atualidade, em geral, já estão cascudas demais com o ego para perceberem(de forma experiencial, não como conceito) essas verdades mais simples. Minha recomendação é: queime todos livros espirituais, faça uma grande fogueira com eles(metaforicamente ou literalmente), pare de seguir homens, siga o seu Ser. Pratique espiritualidade ao invés de apenas ler teorias. Se encontrar algum fanático corra a qualquer custo. Faça sábio uso da sua energia sexual, evite a masturbação e ao invés disso transmute. Use essa energia para destruir os condicionamentos. O sexo não está ai para satisfazer a luxúria. Infelizmente o humano já está pior que o bicho. Todo mundo transa de forma desenfreada com qualquer um atualmente. Nem o bicho é tão escravo da luxúria quanto o ser humano por exemplo. O leão, o cavalo, o boi, o elefante, copulam algumas vezes por ano no máximo e estão de boa com isso. Mas o ser humano abusou dessa energia. O sexo é ruim? Não. Mas o ego do ser humano tornou tudo muito ruim. O dinheiro não foi feito pra ostentar, pra ter inúmeras posses enquanto você assiste os outros morrerem de fome na rua. Mas o ego do ser humano adulterou algo que era pra ser útil em algo maléfico, uma ferramenta pra criar desigualdade e dor na Terra. Ai não da pra culpar Deus por criar as coisas, se o ser humano usa tudo pro mal. Casa, comida, roupas, são o essencial. Essas eram coisas que deveríamos receber de graça, ou com pouco estresse, mas como vivemos numa sociedade em estado de decadência e gerenciada por psicopatas, até mesmo essas coisas são difíceis de conseguir hoje em dia. Mas vale a pena lutar pra conseguir essas coisas e viver de forma digna, sem se deixar dominar por delírios do consumismo. Pra que ir atrás de riquezas? Vai usar dinheiro para auxiliar a sociedade e melhorar o sistema? Se você ganhar 1 milhão por mês tu vai usar 99% do seu salário para causas boas e ficar só com 1% pra você? Nesse caso vale a pena ir atrás, e boa sorte na sua missão. Agora, se você ficasse com tudo, e usasse essa grana ai pra se vangloriar, demonstrar poder, dominar pessoas, então você está perdendo seu tempo, porque ninguém lá no "céu" liga se você foi ultra milionário aqui embaixo, eles não ligam mesmo. Mas suas habilidades de magia negra seriam bem vindas lá no abismo... Por que ir atrás de sexo? Quer usar ele pra criar algo, para se regenerar, para largar a luxúria em troca de algo melhor, etc? Então boa sorte na sua nobre missão. Mas sexo só pela carnalidade não vale a pena, porque depois de um tempo você fica prisioneiro, e não consegue imaginar o mundo além de um mero orgasmo animal num momento de fantasia. Eu não to falando isso por moralismo. Antes eu era moralista, mas agora acho moralismo coisa de boboca, coisa de fracote. Só quero alertar que o que as pessoas hoje em dia chamam de "liberdade" na verdade é "prisão".
    3 points
  27. esse YT eu assisto mt, ele faz experimentos, inclusive já fez de projeção astral, e conseguiu, bem, na verdade o Runner's High ele explicou no próprio vídeo dele, é quando você ultrapassa os limites do seu corpo e meio que tu ta morrendo, e seu corpo começa a liberar muita dopamina pra vc n morrer, ent n tem haver com as energias, é basicamente você a beira da morte. (isso que eu falei já foi comprovado)
    2 points
  28. De qualquer forma .o trabalho foi aceito para publicação na maior revista cientifica do mundo, ainda que o editor arranjasse lá suas desculpas. E depois houve uma sequencia de outras publicacoes questionando o autor, e que ele precisou rebater,o que é normal no meio cientifico. Mesmo alunos de doutorado, que tem suas pesquisas supervisionadas pelo seu professor, pesquisador ja experiente, muitas vezes não conseguem que seu trabalho seja aceito para publicação nessas revistas de renome, porque os revisores acham que alguma coisa no experimento não estava bem formulada. Ou ficam mandando emails e perguntando um monte de coisas, porque no texto enviado 0ara publicação não ficaram claros alguns detalhes que os revisores precisam conhecer para ter certeza de que não houve uma falha experimental. ( sei disso porque as vezes me chamam para eu responder a essas dúvidas que os revisores de revistas cientificas levantam sobre os trabalhos que os pesquisadores do meu trabalho enviam para lá.) Então só o fato de ter sido aceito para publicacao já é atestado de qualidade. Quanto as polemicas que vieram depois, teria muita coisa para ler. O link da publicação: https://www.nature.com/articles/251602a0.pdf Em anexo o artigo completo Information Transfer under Conditions of Sensory Shielding.pdf Aqui um resumo em um jornal para as massas, e que quem não lê inglês pode pelo menos usar o tradutor do navegador para ler, porque no caso do pdf creio que seja mais dificil o processo.
    2 points
  29. Oi Raposo Eu acho que um pouco de ceticismo é sempre bom pra discernir o que é falso do que é verdadeiro. Mas acho que não é desse ceticismo que o Sandro estava falando. As vezes a verdade está diluída em um pouco de mentira, ou a mentira pode estar diluída em um pouco de verdade. Nesses casos é bem complicado discernir o que é verdadeiro do que é falso. Em geral temos duas atitudes antagônicas: Aceitamos tudo ou negamos tudo. Nesses casos é muito complicado conseguir separar o joio do trigo. Às vezes da mesma pessoa podem vir poucas verdades e muitas mentiras, ou poucas mentiras com muitas verdades. Eu não estudei esse cara que vocês estão falando, e conheço superficialmente a história dele. Pode ser que ele tenha sido charlatão em alguns momentos e que alguns momentos os fenômenos sejam verdadeiros.
    2 points
  30. Eu também acho que evolução real, profunda, só a individual. Mas creio haver algum nivel mais superficial de evolucao coletiva, similar à evolução das espécies. Porque a gente não pode ignorar que há pelo menos duas etapas bem distintas para a humanidade: Na primeira etapa,.que durou milhões de anos, o indivíduo era uma parte de um grupo. Sua sobrevivência dependia do grupo, o que exigia aprender as tradições de seu clã e perpetuá-las, como necessidade de sobrevivência e de identidade. Outroa grupos eram inimigos em potencial, pois poderiam disputar os recursos disponiveis numa região e escravizar seu clã. Entao preservar língua, costumes sociais, alimentares, religiosos era fundamental. E assim passamos várias encarnações. No que eu vejo como segunda etaoa, a invenção da imprensa, as idéias puderam ser mais disseminadas, valores questionados, e tradições desconhecidas puderam ser descritas, nos relatos dos viajantes. A partir do momento que as comunicações se aceleraram, e as distâncias entre os povos foram reduzindo, as pessoas puderam conhecer outros costumes, outras religiões, outras práticas sociais, o que tem um efeito profundo, porque pela primeira vez as pessoas podem pensar: "Opa, então as coisas não precisam ser como sempre foram aqui na minha região, desde o tempo.dos meus taravós! Há outras formas testadas, que funcionaram para outros grupos, há outras religioes que também dizem ser a palavra de Deus, há outros costumes sociais, monogamia, poligamia, idade para casamento, muitos filhos, poucos filhos!" Pela primeira vez a humanidade percebe que pode questionar suas tradições e tentar "consertá-las", formulando "utopias" e tentando colocá-las em prática, porque quem entendeu as implicações percebeu que "o mundo" já não era "como Deus fez", mas como os grupos humanos de cada regiao acharam melhor fazer. E com essa percepção surgelii a necessidade de um maior discernimento para escolher o que nos serve, pois agoea apegar-se a tradicões já não soaria mais tão convincente. Entao se a gente parar para analisar, eu acho que quando pensamos sobre passado x presente, temos que levar em conta que por milhares de anos a humanidade viveu um eterno presente, em que nada podia mudar porque não conheciam outra coisa. Já neste segundo momento, após a globalizacão das grandes navegações e a invenção da imprensa, entramos huma nova fase de competicão entre idéias e culturas, e ai temos uma possibilidade de mudança coletiva muito mais rápida do que antes. É uma fase inédita no planeta. As pessoas percebem isso com a internet, mas o germen da coisa toda é a invenção da imprensa, no século XV. Foi a partir disso que surgiram as grandes reformas e revoluções, porque as idéias puderam ser impressas, distribuidas, refletidas, debatidas.... Os direitos humanos são justamente fruto desse processo de debate.. Bem ou mal ja podemos viver numa sociedade distante daquelas ue usavam a tortura como método de interrogatório. No mimimo o carma coletivo vai aliviando a medida que práticas antes socialmemte aceitaveis vão sendo descartadas, o que abre espaço para novos avanços, já que aquele karma lá travando o avanço daquele povo também vai reduzindo e abrindo portas.Então eu acho que o "nível base" daquela sociedade melhorando, o trabalho de evolucao individual vai ficando menos árduo. Por exemplo, que abismo consciencial uma pessoa que viva em comunidades assim precisa atravessar só para virar vegetariano? https://fb.watch/i6MwGOZcai/ https://esporte.ig.com.br/lutador-do-ufc-vai-ao-congo-combater-canibalismo-em-tribo-pigmeia/n1597106019133.html É muito mais fáci para nós, que vivemos em um tipo de sociedade que nos oferece muitas outras alternativas fáceis, e assim podemos dar esse passo com mais facilidade. No caso de ser o passo1 obrigatório para um determinado caminho espiritual, a evolucão pessoal fica menos dificultada porque o nivel coletivo dessa comunidade é menos atrasado que outras. --------------------------------------------- Obs: um colega aqui me chamou atenção para a questão dos abatedouros, que matam animais emnescala industrial. Mas a questão é que os consumidores não tem acesso ao que acontece na geração da sua comida, então não estão num nivel consciencial que tenha normalizado o assassinato de animais. Muitos talvez não comessem carne se tivessem eles mesmo que matá-los para comer. É por isso que consomem tranquilamente certos produtos sem terem muita noção de como são produzidos -------------------------------------------------- Com os séculos que virão e a possibilidade de questionamento acelerado de velhas práticas teremos uma chance de melhorar o nível base coletivo que nunca antes tivemos neste planeta. Em parte é exatamente por isso que certas práticas antigamente reservada a escolas iniciáticas, como na projecao astral, agora podem estar acessíveis a qualquer interessado. Creio que isso terá impacto no coletivo porque mais e mais pessoas terão acesso a métodos de aperfeicoamento interior que antes nem sonhariam. Claro que o percentual de pessoas que fará proveito disso em cada geracao sempre será pequeno, mas será bem maior do que nos séculos anteriores. Entao daqui a uns mil anos, se não tivermos nos destruído numa guerra nuclear e voltado à barbárie, creio que o nível geral coletivo estará bem mais distante do atual do que hoje estamos do nosso 1000 D.C. Ah, mas e estamos muito distantes do nivel da idade media? Bem... eu diria que quando a gente visita a uma exposicao de instrumentos de tortura da idade média a gente se convence que sim. Já dá um alivio saber que essas coisas não são mais práticas institucionalizadas. Mas claro, esse tipo de evolução é superficial, em comparacão ao que se busca atingir individualmente.
    2 points
  31. Kkkk, é fogo. Tem muitas pegadinhas assim. Quando eu estava na gnose, eu conheci essema técnica bem direta e pensava: "Que coisa ingênua! É mais complicado que isso!" Mas nao é mesmo, eheh. Mas claro, como a gente não quer perder o estado de relaxamento ja atingido, acabamos usando outras técnicas, como a do alvo mental, como a da corda, como a do movimento imaginário... que por sua vez exigem alguma habilidade em visualização, e tem gente que tem mais dificuldade com isso. Foi só depois de obter sucesso com tecnicas mais complexas que acabei percebendo que essa aí ,da gnose, se fato é a mais objetiva.
    2 points
  32. Ahhhh, é algo bem especifico entao, somente para os autores indexados ali. Muito útil para nós aqui, porque achar qualquer coisa noa vídeos do Saulo é um problema por serem muitos vídeos, cada um com assuntos misturados. Baita mão na roda!
    2 points
  33. Ja tive várias pessoas me auxiliando nas projecoes. Mas só em duas situacoes eu só de olhar para a pessoa sabia que era uma mentora minha. Uma delas ligada es0ecificamente ao Reiko. A outra nao, e essa outra eu encontrei umas 3 vezes. Então na verdade nunca perguntei se eram quem eu julgava ser, porque houve reconhecimento imediato. Eu mais ou menos considero.que nada do que um ser astral te afirme deve ser acreditado. Você pega a informação w julga. Quando se trara de afirmacoes sobre si mesmo, pior ainda. Acho mais seguro ignorar qualquer auto-declaração de identidade.
    2 points
  34. Tem um teste que um colega aqui do gva usa e sempre funciona .Eu mesmo nunca testei esse: é pinçar o nariz para impedir de respirar e testar para ver se continua respirando. Quando continua entao percebe que está projetado. É um teste discreto, bom para quem mora com mais gente em casa porque voce os verá em astral tambem e.pode ficar inibido de testar algo mais drastico, eheh
    2 points
  35. :)) Boa sorte!! Só um adendo: Me referi a usar ondas mais altas quando você for fazer exercício físico, andar de carro etc. E a Margarete Aquila faz vídeos em conjunto com a Mônica de Medeiros, uma médium bem famosa, então a maioria do material dela está espalhado pelos vídeos no canal da Mônica, mas é bem legal os conteúdos que ela passa, me ajudou muito a "endireitar"
    2 points
  36. É bem lógico e natural pensar assim, ainda mais quando você teve provas sobre a existência da vida extraterrestre. No meu caso minha mãe já viu uma nave de dia, que ela descreveu como sendo um cilindro que soltava fumaça na parte de baixo, apareceu na velocidade da luz e sumiu na velocidade da luz. Não teria porque ela mentir pra mim, sendo que ela nem estudou sobre esse assunto, e depois eu fui atrás de estudar sobre ufologia casuística e é bem comum avistamentos de naves em formato de "charuto" cilíndrico hehehe... Quando você tem uma prova dessa, não tem como um cético materialista te abalar, com alguma teoria tosca de balão, ou drones (aliás os céticos extrapolaram tanto a teoria de todos os avistamentos gravados pelo governo serem drones, que o tal "drone" que já podemos construir quebra as leis da física que conhecemos, voa pelo mar, pelo ar, com a mesma intensidade, sem meios de propulsão... Vale tudo pra se segurar numa teoria né, típico de "céticos" que só querem provar suas crenças). Então, já está ficando bem estranho pros céticos de hoje em dia sustentar qualquer teoria, até porque o próprio governo americano está em processo de descobertamento do fenômeno UFO, então partindo do pressuposto de que existe mesmo extraterrestres e eles nos visitam desde épocas antigas da nossa civilização, e talvez até antes dela, podemos concluir que fomos influenciados de algum jeito ou de outro por eles, sendo por engenharia genética (visto nos relatos de abdução contemporâneos) ou interferência mais direta, aparecendo fisicamente nas tribos e manipulando eles, provavelmente daí nasceram tantos rituais que envolvem sacrifício nessas civilizações mais antigas. Mas também tem a influência dos espíritos, tanto das trevas quando da luz no processo de formação dessas religiões, então deve ser uma mistureba de fenômenos, se vissem algum alien, nem teriam ideia de que seria um ser de outro planeta, seriam considerados deuses mesmo, assim como qualquer outro espírito que aparecesse, provavelmente.
    2 points
  37. Bom dia colegas, hoje tive uma quase saída clássica. Vou contar primeiro os antecedentes da experiência. Fui dar uma volta de bike durante a noite por umas duas horas... Nesse período fiquei escutando músicas (hemi-sync) da playlist do Instituto Monroe que estão no Spotify. Cheguei em casa e tomei whey, assisti um vídeo de Tai Chi, tomei banho e fui para cama. Só fiz um pouco de exteriorização de energia e só... nem tentei fazer nenhuma movimentação. Despertei no meio da noite de barriga para baixo e percebi que não estava acordado de verdade, mas em catalepsia projetiva... Conseguia ver uma espécie de energia me cobrindo e um zumbido constante em meu ouvido. Sabendo que o corpo astral estava prestes a descolar, fiz força para cima, tentando sair da cama. Acho que foi um erro. Talvez se eu tivesse tentado rolar teria tido mais êxito. Cheguei a abrir os meus olhos, mas não eram os físicos. Estava bem difícil desgrudar do corpo e acabei acordando de verdade. Durante a experiência eu estava extremamente lúcido. Vou tentar ouvir outras vezes o hemi-sync para ver se realmente teve alguma relação com a experiência que tive. Estou postando abaixo as músicas hemi-sync na ordem que escutei do spotify. Bom dia a todos.
    2 points
  38. Tem que ver se essas tendências já não estavam presentes em você. Por exemplo, pessoas com tendência a depressão costumam passar mais tempo dormindo do que as pessoas que não tem esse problema. E aí também já cria um condicionamento, tipo, se o cara vai deitar, há uma emoção depressiva já interligada. Se agora vai deitar só para e projetar ou meditar, o condicionamento pode não ver diferença. Mas se você não é do tipo que tem pensamentos depressivos nem fica dormindo de dia para escapar da auto tortura mental de quem passa por isso, entao talvez seja assédio mesmo. Pode ser alguma antiga inimizade que queira te desestimular de continuar com essas práticas. Fazer você associar emoções negativas com essas práticas seria um jeito muito eficiente de desestimular. É exatamente por isso que existem tecnicas chamadas de "banimento". A pessoa primeiro aplica uma tecnica de expulsar do ambiente tudo que não tem autorização para estar ali. A seguir constroi uma barreira de protecso, para que as visitas indesejadas não retornem, e ele possa fazer as práticas em paz. O pessoal do IIPC usaria para expulsar a exteriorizacao de energias ( irradiar as suas bioenergias COM INTENCAO de expulsar da sala qualquer entidade ou energia negativa). Em ordens esotericas se usa algum mantram e então círculo magico: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/20443-obsessão-e-perturbações-espirituais/&do=findComment&comment=95954
    2 points
  39. Alguns reflexos condicionados vão aparecendo con a prática. Quando eu estava praticando todas as noites logo ao deitar, e tenho um horario bem regular para deitar, um vez me atrasei em 1hora porque estava aqui respondendo uma postagem, e qua do deitei senti as pernas do meu corpo astral se jogarem para.fora do corpo físico e ficarem se debatendo tenta do sair à força, ehehe. Eu mal tinha jogado meu corpo na cama, e ja percebia essa metade inferior tentando descolar. Mas como não tinha relaxado ainda, nao tinha como. No Reiki também, depois de um tempo você as vezes você só pensa em enviar Reiki para alguém e os antebraços e mãos já vibram com a energia. Mas nao é sempre que a gente vai perceber isso. No meu caso, como não "treino para sentir", percebi poucas vezes essas coisas. Creio que com o tempo você aprenderá a ignorar essas sensações.
    2 points
  40. Boa noite. Sou iniciante no assunto viagem astral comecei a estudar sobre o assunto a mais ou menos 1 ano. No início de tudo não tratei o assunto como se fosse algo serio assim como a maioria das pessoas eu não acreditava nessas coisas que eram faladas sobre esse assunto. Mais pele minha curiosidade cemecei a pesquisar e assistir diversos vídeos sobre esse tema e logo conheci o canal do Saulo calderom e wagner Borges. Depois de ver alguns vídeos Logo decidi começar a tentar fazer uma prática energetica para ver se acontecia alguma então para minha surpresa na primeira tentativa entrei nesse estado vibracional. Minha reação foi meio de pânico, espanto sem acreditar nisso que tava acontecendo e logo quando terminou esse estado fiquei muito feliz por isso ter acontecido isso abriu minha mente grandemente. Ao longo de 1 ano mais ou menos tive algumas experiências 2 delas foi muito significativa para mim uma delas foi logo de manhã assim que acordei e decidi ficar na cama mais um tempo e logo fiquei relachado e quase dormindo denovo e aconteceu que meus dois braços da parte do cotovelo até as mãos se soltaram do corpo físico e ficaram flutuando por dentro do meu corpo físico foi maravilhosa a sensação e me deu mais ânimo para continuar a segunda experiência foi uma serta noite que acordei de madrugada para fazer técnica e peguei no sono e logo acordei fora do corpo flutuando mais não vi nada na frente porque não sabia se eu deveria abrir os olhos então fiquei com medo e fui encaixando no corpo lentamente. Depois desse ocorrido passei a acreditar mais que nossa consciência realmente vive fora do corpo Esse foi meu pequeno relato logo farei perguntas para que alguém de vcs possa me ajudar nesse assunto e pesso desculpas pela forma de escrever não sei escrever corretamente tenho dificuldade de aprendizagem mais espero que de para entender as palavras que escrevi obrigado a todos e espero que esse relato seja útil para alguém
    2 points
  41. Pode ser. É aquele problema de sempre: - muitos sonhos são projeções - outros são só sonhos mesmo Não é porque você está num sonho lúcido que você está projetado. Ou seja, você pode estar tendo fantasias num cenário plasmado, estando inconsciente ( acreditando estar em corpo fisico) ou lúcido( sabendo que não está em corpo fisico). Mas ainda assim um ambiente e personagens plasmados. E onde está seu corpo astral nesse caso? Pode estar ainda embutido no corpo, levemente desencaixado. Ou pode estar flutuando um meio metro acima da cama, ou no meio do quarto. Ou pode estar vagando pela casa ou ruas da cidade como se fosse um zumbi. Ou seja, o corpo astral está " dormindo"( porque não percebe o ambiente astral ao seu redor, apenas o conteúdo mental interno. ) mas sua mente está sonhando, como você vê NESTE RELATO Quando você encontra em astral uma pessoa assim oode pega-la pelos ombros, sacudie para tentar acordá-la, ela parece acordar por uns 2 segundos, te olha mas apaga em seguida. É dificil se comunicar com quem está dormindo em astral. Então algumas entidades ( não só mentores, também os obsessores) conseguem se comunicar telepaticamente com você na forma de um personagem desse seu sonho, porque aí você os enxerga e escuta. Pode ser um animal que fala, uma arvore, ou uma pessoa. E assim eles te passam o recado. Porém, na verdade eles estao em astral perto de você, nao lá no seu sonho, e podem querer que você desperte do sonho para ter uma projecao lucida. Daí eles tendem a usar algum recurso que direcione sua atenção para fora daquela plasmagem, uma pergunta difícil que te faça prestar atenção ek algo lembrar algo, sentir algo, e isso rompe a plasmagem. Parece ser exatamente o que te aconteceu. Nesses casos logo apos perceber-se no quarto ou cama, tem que tentar sair dali em astral, para nao correr o risco de apagar de novo. Em geral quem te chama esta alu no quarto mesmo, mas nem sempre visivel ao projetor. Mas está ali do lado. Então a meta desse acordar é levantar da cama, do corpo, e sair para a projecao. Se ficar ali deitado vai so delirar sem parar.
    2 points
  42. Cara, essa visão de imoralidade da riqueza é uma visão criada pela igreja. Ninguém precisa ser pobre pra ser digno, afinal como eu estaria falando aqui se eu estivesse mais preocupado em matar minha fome? A questão é o equilíbrio, ninguém merece ter falta de recurso, mas ser um ganancioso que só quer saber de gerar riqueza também é um desequilíbrio, é um escravo do dinheiro. Então não tem nada de mais usar a energia que tem para ter qualidade de vida e nem precisa abdicar do que tem para "ganhar do reino do céu" como a Igreja fala. É uma falácia. É só usar com sabedoria, como qualquer outra energia.
    2 points
  43. Hummmm... cheirinho de gente conhecida aqui no fórum, ehehehe Bolsominion entra no mesmo saco é? Jura? E isto aqui entra onde? : Enéas é o ídolo do integralismo, nossa extrema direita, nosso fascismo brasileiro que ja criavam confusão desde a época do Getúlio Vargas. Logo, os seus colegas de crença são os bolsominions, embora claro que há uma gradação nisso, mas a matriz intelectual do bolsonarismo é o integralismo. O Bolsonaro pode ser esquecido, mas outros desse ninho participam há décadas dos outros vários partidos de direita, são uma força trevosa sempre presente na sociedade, como todos os tipos de fascismo. Bem, parece que você quis sair do tema e ME transformar no tema. Sua postagem e para que eu? me torne o tópico? Suas dúvidas sou eu?? Pois bem... Primeiro que não há como você estabelecer um eixo de comparação entre “de esquerda” e “bolsominion”, pelo simples fato que bolsominions são extrema-direita. Se eu fosse simpatizante do PCO talvez sua observação fosse pertinente, porque nesse caso você teria um eixo comparativo: extrema esquerda x extrema direita. E essa comparação teria base na realidade porque muitas posições do PCO são as mesmas do Bolsonaro. Então essa sua primeira entrada já começa mal, você não estabeleceu qual a base em que estaria enxergando alguma similaridade entre ser de esquerda e ser bolsominion. Se a base for fanatismo, novamente, tem que comparar extremos com extremos. Mas se a base for ideológica, isso faria concluir que você supõe que sua posição, que tenta se passar por “nem esquerda, nem bolsominion” não seria ideológica, e isso só revelaria que você não tem lucidez suficiente sobre a ideologia que governa suas próprias escolhas. Não é possível viver numa sociedade letrada sem viver de acordo com uma ideologia. Não existe posição livre de ideologias. Quando você defende liberdade individual isso é ideologia, quando defende o valor do trabalho, isso é ideologia, quando defende de ter filhos é "uma benção", isso é ideologia. Tudo é. Mas deixando para lá esses detalhes, sim, sou assumidamente de esquerda, já falei em outros tópicos aqui, quando o assunto surgiu, conectado ao tema do tópico. E nem poderia ser diferente. Espiritualista de direita está em processo de contradição interna e não percebe, é como os padres jesuítas que alega querer libertar o ser humano do pecado através do cristianismo mas ajudavam os espanhóis e portugueses a escravizar os índios tornando-os mansinhos pela doutrinação religiosa. Para quem não enxerga isso convém aprender um pouco sobre o que move as pessoas de direita e de esquerda. Já vai abrir no ponto e termina quando a entrevistadora faz outra pergunta https://youtu.be/zpOki7j7aq4?t=821 Quanto à faculdade, só posso supor que você não cursou faculdade, porque nas que cursei, uma da área de exatas e uma da área de linguagem, não encontrei essa doutrinação marxista que as pessoas sem curso superior alegam que existe. Bem que eu gostaria que existisse uma faculdade de Marxismo, que eu faria só por curiosidade, porque o tema é tão amplo e as variantes são tantas, a partir das teorias da “Escola de Frankfurt” que por mais que eu tente ler sobre isso não consigo ter uma visão nem ao menos superficial que englobe todo o panorama intelectual produzido pelo pensamento de esquerda. Aliás, a vantagem de fazer uma faculdade ao invés de ficar andando em círculo no autodidatismo é que assim como eu posso tirar as dúvidas do pessoal aqui sobre projeção e alguns pontos do espiritualismo, indicando leituras e tal, numa faculdade você tem chance de ter um estudo organizado, gradativo, compreender o A antes do B, para não meter os pés pelas mãos como fazia o autodidata mais atrapalhado do Brasil, o guru da extrema direita que faleceu recentemente. Mas não existe uma universidade marxista que eu saiba, o que deve ter no máximo é uma disciplina que entre outros filósofos, também trate de Marx. Sendo assim, é bom lembrar que uma universidade tem várias ÁREAS, e em cada área, diversos CURSOS: https://www.napratica.org.br/conheca-areas-do-conhecimento/ Das 8 áreas citadas, se TODA a área 5 fosse dominada pelo pensamento de esquerda, isso seria 1/8 de tudo, ou seja, 12,5%, portanto, uma ínfima minoria. Mas a área 5 não é toda dominada pela esquerda, creio que apenas história e geografia sofrem mais essa influência e lá na área 7 talvez só serviço social. A área 8 é bem dividida, porque há um embate entre estética pura x função social da arte. Os defensores da arte puramente estética tem seus teóricos de direita, e os defensores da arte como instrumento de ação na sociedade tem seus teóricos de esquerda. Portanto, a dominação do pensamento de esquerda na faculdade não passa de “conto da carochinha” para enganar quem não entrou na universidade e para mantê-los fora, onde será mais fácil educá-los com vídeos deturpados do youtube. Mas claro, se a pessoa escolher um dos cursos em que essa dominação é mais forte caberia, já que entrou como aluno, APRENDER, ao invés de chegar sem saber nada e achar que seus professores é que estão todos errados. Quem chega como aluno em qualquer curso não sabe de quase nada daqueles temas, pela idade em geral não tem capacidade intelectual desenvolvida ainda, ou se tem idade suficiente para possuir maturidade intelectual não tem a mente treinada para aquela área, e exatamente por isso está ali sentado como aluno, ouvindo e estudando, e não em pé, ensinando como professor né? É importante ter essa noção sobre si mesmo antes de sair por aí falando mal do que ainda não tem capacidade para compreender por simples falta de anos de estudo daquela área. Em uma das graduações que cursei, engenharia química, me espantei com o quanto os professores eram isolados da realidade do país, só se preocupando com física e cálculo. Quando percebi que o pessoal das exatas era todo assim, muito limitados como seres humanos, incapazes e sem interesse algum em entender o mundo, focados só na profissão, no ganho pessoal, comecei a me desinteressar em me formar naquela área, já que não queria me tornar uma pessoa assim, apenas uma máquina de ganhar dinheiro mas incapaz de pensar. Talvez eles até fossem melhores que isso, mas como nunca falavam sobre nada mais além do conteúdo das aulas, cálculo, física, química, não pareciam seres que olham para o mundo e refletem. Então mesmo que eles fossem melhores do que isso, o que acontece é que esse tipo de curso, como todo curso de área técnica, faz uma doutrinação ideológica silenciosa: silencia, ensina a não pensar, não questionar, apenas ganhar seu dinheiro sem atrapalhar quem te paga. É a atitude de “quem cala consente”, a atitude que respalda o sistema e ensina a colaboração com ele pelo silêncio. E isso é profundamente ideológico, ainda que o pessoal de direita não perceba. Exatamente por isso o Temer, logo que assumiu, se paresosu e mfazer uma reforma do ensino médio, para devolver a educação dos jovens a um estado parecido com a educação que aqueles meus professores da engenharia tiveram quando jovens, e que formou gente técnica sem capacidade de questionamento. Quem defende idéias bizarras como “escola sem partido” defende essa dominação ideológica silenciosa, porque é assim que os defensores do sistema agem, no silêncio e impondo silêncio. Para manter e reforçar um sistema, basta que cada um cuide da sua vida e ninguém se ocupe em analisar, criticar, apontar falhas, e passarão mil anos sem que nada mude. Quando você pensa criticamente e ensina os cidadãos a ver as falhas isso é visto como ideologia, mas acontece que ambas as posturas são ideologia, porque tudo em que se acredita numa sociedade, todos os nossos valores, conceitos, o que achamos justo e certo injusto e errado, é derivado de ideologias. E já que é impossível livrar-se delas a forma mais saudável é anunciá-las abertamente, para que possam ser rebatidas, criticadas, aperfeiçoadas, ao invés de deixá-las trabalhar em silêncio, como se os valores que regem as relações na sociedade fosse um tipo de “lei da natureza”, contra a qual não adianta se rebelar, e não mera criação das pessoas, criação que pode ser alterada se a maioria conseguir enxergar onde estão as falhas que prejudicam a maioria em benefício de uns poucos. Já na área de humanas as teorias dominantes no mundo todo costumam vir da esquerda mesmo, pelo simples fato que são as teorias mais aperfeiçoadas e mais recentes. Por "recentes" entenda-se dos anos 60 em diante né? E aqui cabe uma explicação para quem não entende a razão disso: 1- o mundo vive dentro do capitalismo desde.... 1600 digamos: https://www.historiadomundo.com.br/idade-moderna/transicao-feudalismo-para-capitalismo.htm 2- Portanto, o “sistema” dominante na sociedade, seus valores, ética, moral, normais do direito, instituições do Estado, toda a máquina que administra as relações na sociedade, é capitalista e trabalha para reforçar esse sistema 3- A função de uma universidade é estimular o pensamento CRÍTICO. Logo, por definição, a função dos intelectuais das áreas que pensam o mundo, a área de humanas ( a turma das exatas, biológicas, sistemas de informação, etc enfim, as áreas técnicas não tem essa função nem capacidade, já que são apenas pessoas formadas para trabalhar e aumentar lucros, eficiência, reduzir custos, etc) é “procurar pelo em ovo”, que é o que faz o pensamento crítico. Portanto, necessariamente o produto do trabalho intelectual será uma crítica aos diversos elementos que compõem e alimentam o sistema, crítica às artes, aos costumes, aos padrões já consagrados, às religiões, às versões da história, às relações de poder, etc. A função dessa attiude crítica, como na ciência, é manter as contínuas revisões acontecendo, para permitir algum aperfeiçoamento no tempo. Como a esquerda é, por definição, crítica ao sistema dominante, é o pensamento de esquerda que melhor se afiniza com o próprio trabalho dos intelectuais e que produz teorias mais profundas, mais críticas mais complexas. A direita, como tem um caráter mais conservador, ainda que possa exercer pensamento crítico em algumas áreas, nunca irá muito fundo, porque ela quer sempre preservar a beleza da ordem aparente do sistema. Portanto, numa área do conhecimento que depende do pensamento crítico a esquerda sempre produzirá as teorias mais ricas e importantes para entender as áreas da sociedade sobre as quais se debruça. Teoria que respalda sistema é como imprensa governista, não serve para quase nada. Ser convincente tem a ver com possuir o conhecimento necessário e capacidade mental necessária para articular suas idéias de forma que outros seres racionais consigam também perceber a verdade que está sendo passada. Mas uma coisa é “como as coisas são”, outra é achismo. Quando eu aviso que é só opinião, só achismo, não é “falsa humildade”, já que não sofro desse mal. Se eu acho que branco é branco, preto é preto, eu afirmo, não sou usuário daquela postura que “cada um tem sua verdade” nem defendo muitos graus de cinza. Mas tem coisas que eu “sei que não sei”, e exatamente por saber que o pessoal aqui pode criar fantasias sobre o que falo, prefiro avisar. No caso do assunto deste tópico mesmo, é comum a atitude dos espiritualistas em condenar armas, artes marciais etc seguindo uma determinada lógica. Para mim há um exagero nisso, acho que não funciona dessa maneira, mas... eu não sei. Por exemplo, se eu fosse clarividente e tivesse visto uma pessoa ter a casa invadida por obsessores logo que a pessoa chega da loja de arma com sua primeira arma comprada para... tiro esportivo, para competir nas olimpíadas u para caçar no ambiente rural (aqui no RS tinha temporada de caça, não sei se ainda existe ou se proibiram), aí eu poderia dizer que não importa a atitude, o objeto em si está ligado ao pensene da violência e portanto sempre atrairá essas companhias astrais negativas. Mas eu não SEI, então só posso confiar no que compreendo desses temas para emitir uma OPINIÃO. O problema é que nessa área muita gente repete afirmações sem saber de fato e gera uma fila indiana de repetidores. Aqui na área da projeção uma tolice antiga é criticarem deitar de bruços para se projetar, algo que eu vejo repetirem há décadas mas que não tem nenhum fundamento na prática, oque qualquer um que praticar projeção SABERÁ também. Mas se apensar acreditar no que dizem e nunca praticar fazer projeção de bruços, nunca saberá, vai só "achar" que esse alerta está correto e vai ensinar outros assim, que sairão repetindo essa tolice por aí. Então tem que ver cada caso, cada afirmação pode ser apresentada com pesos diferentes e se as pessoas preferem acreditar no que digo ou duvidar, é com elas. Todos são livres para morar nas cavernas, nos campos, distantes da sociedade. Ninguém nos impede de viver distante de tudo e de todos. Embora eu desconfie que se o proprietário do latifúndio improdutivo adquirido por grilagem ou presente de autoridades políticas descobrir você lá vai chamar uns jagunços para eliminar o problema, pois vai achar que você é sem-terra querendo fazer o que ninguém faz na terra dele: trabalhar na terra para dela tirar seus sustento. Agora, se a pessoa quer viver no seio da sociedade, com direito a todas as facilidades da vida em grupo, vivendo aglomerada com outros como se fossem animais de criação, é claro que haverá questões sanitárias que precisam ser decididas administrativamente, em prol do coletivo, e cabe ao indivíduo se adequar a elas, já que ele usa o espaço coletivo, as ruas, as praças, as escolas, os shoppings, e se ele adoecer vai ser risco para os demais. No espaço coletivo as regras coletivas tem primazia sobre as regras individuais. É por isso que existem regras de trânsito, regras sobre poluição sonora, etc. Tudo na sociedade é regido dessa maneira porque escolhemos viver em grupo, logo, as regras que protegem o grupo contra irresponsabilidade individual são sempre mais importantes. O mínimo que se espera de alguém civilizado é que não tenha dificuldades em entender isso. Mas quem é a pessoa, que não seja um total analfabeto, que não sabe que todo produto estranho introduzido no corpo PODE gerar problemas? Até chás !! Quem já não viu milhares de vezes todos os tipo de anúncio contra auto-medicação? Quem nunca leu as bulas de remédios? Em que mundo de fantasia uma pessoa estaria vivendo para achar que há zero chances de algum remédio enfiado no seu corpo te matar, só porque dizem que é seguro? É por isso que não adianta ter educação formal se a pessoa não presta atenção no que aprende. Todo medicamento seguro irá produz problemas num percentual variado. Você pega uma bula e lá diz : x % relatam coceiras, y% relatam náuseas e cefaléia, z% trombose e AVC, w% embolia pulmonar. É apenas uma questão de números, de risco/benefício. Não existe medicamento 100% seguro. Então se é esperado que 0,01% das pessoas que tomem aspirina tenham um efeito adverso grave que leve à morte, em 100milhões de pessoas, 10.000 irão morrer. https://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL33304-5603,00-TOMAR+ASPIRINA+E+TAO+PERIGOSO+QUANTO+SER+BOMBEIRO.html#:~:text=Tomar uma aspirina por dia,terça-feira (8). E aí o conspiracionista junta todos esses 10.000 no seu blog e publica “vejam aqui a lista de todas as pessoas que morreram devido a esse remédio!!! Não é seguro!! Estão te enganando!!! Você tem aí 10mil nomes, com foto e CPF, para provar que esse remédio não é seguro.” Isso é apenas delírio de quem não quer entender como funcionam os remédios em geral, mas é a triste realidade da nossa ciência primitiva. No caso da vacina, ela gera as mesmas reações da infecção por covid, mas em menor grau. No caso da Astrazeneca o que se viu foi 5 casos de trombose por milhão de vacinados. No caso da covid, ela gera 39 casos de trombose por milhão de contaminados. Isso é 8x mais, o que significa, na prática, que se aquela pessoa que morreu por trombose não se vacinasse e pegasse covid, também morreria. Ou grosseiramente, que se ninguém se vacinasse você teria 8x mais mortos por trombose do que o número de vacinados que teve trombose. Mas como os mortos por trombose da covid são registrados como morte por complicações da covid, as pessoas não enxergam a trombose ali, só enxergam na vacina, o que gera um raciocínio errado ao analisar essa questão. A pessoa que teve trombose e morreu pela vacina só estaria viva caso não pegasse covid, daí a pessoa pensa "ai, meu parente não teria morrido se não tivesse se vacinado". Ok, mas isso num quadro de pandemia é uma loteria. E você precisa somar a isso a responsabilidade coletiva que viver em sociedade acarreta, porque se as vacinas não reduzissem a taxa de transmissão o numero de casos não teria caído tanto. Quantas vidas foram salvas pelas pessoas que superaram seus medos e foram lá se vacinar? A meta da vacinação rápida era paralisar o avanço do vírus o quanto antes, porque quanto mais demora, mais mutações ele gera e podemos ter que conviver com ele para sempre, como convivemos com a gripe, e aí o número de mortes será anual, por séculos. Você quer tomar vacina todos os anos (e correr esse 0,01 de risco todo ano???)?? Eu não. E nunca tomei nem vacina da gripe porque minha última gripe foi em 1984, mas tomei essa da covid, porque é OUTRO GRAU de problema, e porque TEMOS A CHANCE, se o mundo todo for vacinado rápido, de eliminar esse vírus de uma vez por todas e assim também eliminarmos a necessidade de tomar essa vacina todos os anos, assim com outros doenças já foram erradicadas graças à vacinação massiva. Não tivemos essa chance com a gripe porque ela é muito antiga, mas com outras tivemos. E aí um sujeito quer colocar seu direito individual acima do coletivo nessas horas? Que morram milhões de pessoas só porque ele tem medo de morrer por um raro efeito colateral da vacina?! É matemática pura, você salva mais vidas vacinando todos do que não vacinando, quem não está vivendo apenas para seu umbigo entende isso com facilidade. Aqui suas afirmações são vazias. A ciência sempre tem as publicações divergentes mas se esses cientistas minoritários não conseguem convencer com seus resultados nem a outros cientistas, de modo que se torne a conclusão majoritária, o que pode tornar um leigo capaz de tirar suas próprias conclusões? Novamente você parece não entender como se constrói o conhecimento numa sociedade. Não é porque você caminha sobre duas pernas tem dois olhos, duas orelhas e um cérebro que você conseguirá tirar suas próprias conclusões divergentes do consenso numa área técnica que não é a sua. Uma galinha também tem duas pernas tem dois olhos, duas orelhas e um cérebro e não consegue entender o que você fala. Veja a polêmica do aquecimento global ANTROPOGÊNICO. Há uma concordância entre 97% dos cientistas que estudam climatologia que o homem é o responsável pela situação atual do clima. Você pode escolher dar atenção aos outros 3% que discordam, eles são “o outro lado”, estudaram as mesmas áreas que os outros 97%, tem a devida formação técnica, mas... , pasmem, tem opinião diferente! Acontece que se você ler uma publicação cientifica de um desses 3% ele te empacota e te "leva para comer na viagem” porque você não sendo da área dele você não encontra os furos na argumentação dele. Conhecimento técnico não é como filosofia, não é como retórica, que qualquer um com calma, acha o erro. Portanto não se iluda, “eles que são brancos que se entendam” nesses assuntos técnicos. As publicações científicas existem para isso, para publicar “o outro lado” com provas dos experimentos, de modo que os cientistas da área possam analisar, achar os furos e apontá-los, ou tirar “suas próprias conclusões” após análise técnica dos dados, porque eles tem formação para isso, coisa que o leigo naquela área não possui. Então não adianta espernear, pagamos os cientistas para que eles se preparem e façam seu trabalho seus testes, e discutam entre si, publicando algo que seja da concordância da maioria. E isso é o que constitui a conclusão cientifica válida, gostemos ou não. E eu mesmo ajo como “véio ranzinza” aqui no gva as vezes reclamando da ciência em relação à pesquisa paranormal, que já tem cerca de 140 anos e até hoje não parece ter conseguido obter essa concordância da maioria científica. Mas nos assuntos da matéria física eles sabem fazer o trabalho deles. Não faz nenhum sentido um “Zé Mané” qualquer achar que vai ler uma publicação do Luis Carlos Molion, vai concordar com ele que o aquecimento global não é causado pelo homem, e que portanto agora o Zé Mané acha que entende o problema melhor que 97% dos climatologistas do mundo que não concrodam com o Molion?? Ahhh, mas o importante é que o Zé Mané formou sua própria opinião... Aprendam uma coisa para seu crescimento intelectual: Nunca leia os “Top” de cada área diretamente, isso é coisa de quem não sabe estudar. Siga a piada da formiga: -Como uma formiga come um elefante? -Um pedacinho de cada vez. Não saia do nada lendo Nietzche ou Kant, leia obras para leigos sobre filosofia, e leia o capítulo sobre Kant. Depois algum livro fino só sobre ele, como “10 lições sobre Kant”. Depois algumas obras de autores diferentes que pretendem explicar o conjunto da obra de Kant. Depois a obra do maior estudioso sobre Kant. E só depois disso leia Kant. E depois você relê as obras "sobre Kant" e aí sim você pode formar sua própria opinião e talvez discordar de uns e concordar com outros que escreveram as obras “sobre..” Isso vale para a obra de qualquer pensador. Em qualquer área em que estejamos começando a nos interessar é melhor reconhecer nosso lugar na fila do pão e começar de baixo. Ué, agora você me confundiu com alguém que só existe na sua cabeça. Penso exatamente o oposto de cada uma das coisas citadas aí nessa lista. Fica a questão das limitações humanas. Eu, como adm, de acordo com minha capacidade de compreensão, percebo que x coisas são negativas e não convém dar espaço a elas. Se as pessoas quiserem saber delas é só procurar em outros locais, não estão impedidas de achar em outros cantos o que lhes interessa. E percebo que alertar contra elas é positivo. Não há neutralidade em lugar algum da sociedade, e fingi-la seria tão tolo quanto dar o mesmo espaço na sua casa ao seu cãozinho de estimação e à cobra que entra quando percebe a porta aberta. Essa dúvida sempre teremos. Mas isso novamente é um problema de discernimento de quem vive desconectado da realidade, como todo conspiracionista. Afinal de um lado temos uma certeza atual, concreta, da morte de 4% dos contaminados (julho de 2020, antes das vacinas reduzirem esses números). Isso daria 8 milhões de pessoas só no Brasil quando 100% da população tivesse sido contaminada. E de outro lado temos um bicho papão atrás da porta, um medo sobre o futuro criando incertezas, baseado em nada, porque é...futurologia e só é possível ter certezas sobre o passado, nunca sobre o futuro. Cada um tem que escolher se vai levar sua vida pelos dados concretos do presente ou pelo seu medo do futuro, mas como quem adminitsra as populações precsia ver o todo, os números totais em termos de perda de vidas, os critérios usados para limitar a liberdade de escolha individual são diferentes. Certamente não temos como saber o que essa vacinação em massa vai gerar no futuro pois o que não falta na história da ciência são casos tenebrosos de remédios considerados seguros e que com os anos se revelaram nocivos. Mas parece que a maioria do brasileiros reconhece que a oportunidade de continuar vivo no presente, porque a ciência fez o que estava a seu alcance diante do tempo disponível, parece o mais importante. Esse é um campo em que o Brasil está bem a frente dos países desenvolvidos, já que temos tradição em vacinação, com adesão em massa da população porque há décadas sabemos na prática que os resultados para a coletividade são positivos. Os outros países nunca tiveram campanhas de vacinação massivas como as nossas então suas populações ainda não desenvolveram essa confiança nos resultados.
    2 points
  44. Mas o Laércio você vê pelo jeitão que vive noutra vibe, eheehe. Acho que ninguém tem como determinar o GRAU com que você ficaria imantado nisso. Acho que é muito pessoal. Creio que seria bem diferente você aprender essas coisas numa atitude desencanada, ou aprendê-las como expressão do medo. Mudando de área: -Uma coisa é você se tornar médico porque quer ajudar as pessoas, AINDA QUE ganhe bem por isso -Ou se tornar médico APENAS PELOS GANHOS. Olhando de fora o trabalho é o mesmo, a diferença é interior apenas. O Royce Gracie conta que nunca brigou na vida: https://youtu.be/GAoKdQMf2VA Já o Rickson estava sempre nos rolos: https://youtu.be/5uREqLZwgEM Mesma família, mesmas atividades, mas aparentemente psiques diferentes, atraindo situações diferentes. Então a questão toda, me parece, é a atitude interior com que você aborda qualquer atividade, não a atividade em si. Nos EUA, um país em que o povo parece muito manipulado por todo tipo de paranóias e teorias conspiratórias ( porque semear medo vende produtos né?) logo que surgiu o assunto da pandemia os malucos que estão sempre se preparando para uma hecatombe nuclear estavam comprando estoques de galões de água, eheh. Pense quantas pessoas já morreram de velhice passando a vida toda se preparando para um medo imaginário desses? Isso vem desde a guerra fria! Quem tinha 25 anos em 1960 seria um velhinho de 77 anos agora, morando num bunker cheio de galoes de agua e enlatados, eheheh. Sem falar que essa deve ser a mesma mentalidade dos cristãos que estão esperando o apocalipse desde o século I da era cristã. O medo é da insegurança futura é uma constante nos seres vivos, pela necessidade insrtintiva de preservar nosso veículo de carne. O cachorro de rua que encontra mais comida do que consegue comer enterra as sobras "porque não se sabe o dia de amanhã". O pessoal que se projeta está sempre vendo tsunamis, furacões, vulcões em erupção... e se tem uma psique impressionável pelo medo vai ficar dando alertas no youtube a cada vez que ver isso, sem perceber que nunca aconteceu nada no fisico que se relacionasse com seus alertas. Mas quem liga? Dá views né? Sempre vai parecer uma preocupação razoável, afinal quem está vivo sabe que não precisa muito para desencarnae, então todos temos esse instinto de preservação facilmente provocado por quem vive com medo e quer companhia. O Brasil tem sido invadido culturalmente por todo tipo de influência negativa americana: disseminação do pentecostalismo desde os anos 2000, importação de teorias conspiratorias new age, anti vacinas, anticomunismo, campanhas pro-armamentistas, uso politico do discurso contra a pedofilia, e até uso prático na Lava Jato da figura juridica inexistente do "Juiz de instrução" que existe nos EUA mas aqui não, e por isso as relações de colaboração entre Moro e Dallagnol eram ilegais. Aparentemente estamos sendo submetidos a uma estratégia de exposição a estímulos que são característicos da mentalidade de outro povo. O sobrevivencialismo parece só mais um elemento do "combo-usado-para-enlouquecer-americanos" que estão trazendo para cá e que é tão alheio à nossa mentalidade nacional. Creio que se você conseguir enxergar esse processo acontecendo pode talvez ver a questão de outra forma, e mesmo que adote alguma prática dessas, por reconhecer nelas algum valor aproveitável, já não seria o mesmo que entrar nessa como vítima desse marketing psicológico. Quanto à artes marciais, creio que se você alterar o foco, procurando nelas a parte da manutencao da saude e funcionalidade eficiente do corpo até a velhice, ao invés de focar em estar sempre paranóico se preparando para possíveis perigos imaginários, pode conseguir muito mais beneficio geral para sua vida, e DE BÔNUS, capacidade de se defender se um dia, por muito azar, algum problema desses cruzar seu caminho. Recentemente vimos o caso do instrutor de kung fu perder a vida porque o outro cara sacou a arma da cintura após ter QUASE tomado um soco. https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=5651707438178798&id=292563717426557 Eu ja testemunhei pessoalmente uma situação em que um policial militar foi espancado por um um homem com um pedaço de pau. Só depois que o PM conseguiu se afastar com calma da situação é que ele levou a mao ao coldre , sacou a arma e atirou na perna do sujeito, para então algemá-lo e chamar a viatura. Nesses dois comportamentos você nota a diferença entre alguém usar uma arma para extravasar sua violência ou usar a arma como ferramenta útil para resolver uma situação. Para modificar uma atitude interior a pessoa precisaria primeiro estar consciente de que ela não faz sentido, o que pode não ser muito fácil. Tem que tentar aprender olhar a vida de outros ângulos. Por exemplo,quem passa a vida toda acumulando dinheiro para um imprevisto no futuro pode não lembrar que muitos morrem antes que aconteça um imprevisto como esses que ele teme. Quem acha que arma é necessário e fica vendo video que mostram como alguém escapou de ser assaltado exatamente porque estava armado parece desconhecer que MUITA GENTE passa pela vida toda sem jamais ter sido assaltado. Numa cidade como São Paulo metade da população já passou por isso, mas esse é mais um caso de importar problemas de uma região especifica e enxergá-los como um problema universal. Ainda assim, quando se olha as estatisticas, ter uma arma só aumenta as chances de ter problemas: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-46191879 Então o primeiro passo é compreender o quanto um determinado temor tem base na realidade ou é marketing ou maquinação mental do nosso ego, porque assim como tem gente viciada em prazeres tem gente viciada em sofrimentos, que passam dias ruminando seus pensamentos depressivos, suas ansiedades, suas fantasias mentais em que visualisa alguém que lhe faz algo e ele imagina o que faria para dar o troco. Se a pessoa ja chegou no estágio de compreender que é a sua atitude que é errada e não um problema real que necessita planejamento estratégico concreto para ser prevenido ou solucionado, então sim caberia tentar corrigir essa atitude. Fala-se muito de reforma íntima e tal, mas como exatamente fazer isso? Eu ate hoje so conheci um MÉTODO que pode ser praticado e que vai gerando resultados, mas creio que se a pessoa souber de outros MÉTODOS, devem funcionar em algum grau. Falo dele AQUI O que não funciona é alguém te dizer que você TEM QUE mudar mas não te ensinar MÉTODO. Sem método uma pessoa não tem como praticar a mudança e vai apenas desenvolver sentimento de culpa por não conseguir ser diferente do que é. Como se bastasse querer...
    2 points
  45. 1- correto 2-deve. QUALQUER tecnica de separacao terá mais chance de dar certo quando executada IMEDIATAMENTE após acordar. Você apagou, começou a sonhar, o sonho foi interrompido e você agora sente o colchao e travesseiro abaixo do seu corpo? Sem se mover nem abrir os olhos começe imediatamente a praticar tecnicas de separacao, essa da gangorra ou qualquer outra escolhida. O ideal ainda seria alternar entre elas, tipo escolher umas 5 e praticar uns 10 segundos fazendo cada uma a cada vez que acordar. Se nada acontecer, escolha uma e fique fazendo até.... ....conseguir ou adormecer. Ao acordar de novo repete o ciclo. 3- eu tenho já explicado isso mas é difícil de entender o quanto realemente é literal : 1- voce está lá deitado praticando isso e pensando " isso é bobagem, não vai funcionar, estou só imaginando! Como vou saber quando vai acontecer?" 2- "Ate agora nada! Será que estou imaginndo direito? acho que nao deve estar certo isso " 3- "Ué..... pqp! Por que minha cama está embalando??!? Ahhhhh é porque está funcionando! Nossa! Nao imaginei que seria assim tao real esse embalo!" Entao sem se preocupar em abrir os olhos voce apenas levanta da cama como quem vai no banheiro. E lembre-se, vc não vai acreditar que está projetado, porque é tudo igual a levantar no fisico. Já perdi a conta do número de vezes em que me levantei da cama me sentindo um babaca porque pensava " é óbvio que levantei no físico! Estou até super sonolento! Mas ok ok , vou testar, nao vai dar certo e poderei voltar para a caminha ! " E aí testei atravessar a parede e....ops.... funcionou! Anteontem mesmo foi mais um desses casos, eheh. É por ser idêntico que voce precisa testar fazendo algo impossivel em vigilia, como flutuar , esticar o dedo atravessar paredes. Caso contrario terá medo de... sei lá, descer pela janela, por exemplo, caso more em apartamento, porque é idêntico a fazer essas coisas com o corpo fisico, com a vantagem de poder voar. E SEMPRE FAÇA AS PRATICAS DE OLHOS FECHADOS. Eu ainda uso uma mascara de dormir ora garantir que meus olhos nao vao abrir na hora de tentar enxergar. Para começar a enxergar, enquanto ainda estamá deitado, continue de olhos fechados olhando para a escuridao que está vendo diante de si. QUEIRA que sua visao ATRAVESSE aquela escuridao. Não relacione enxergar com abrir os olhos, porque vai acabar abrindo os olhos físicos. Relacione enxergar com " visão de raio x", você foca no alvo ( a escuridao a sua frente, ou, se ja estiver projetado, a parede de uma casa, e QUEIRA que sua visao atravesse o obstaculo. A parede vai de abrir e desaprecer. No caso da escuridao de olhos fechados, voce vai enxergar -uma mancha menos escura no meio da escuridao total, -depois um ponto mais claro, vai parecer que esta enxergando atraves de um tubo e .. - logo a seguir, tudo clareia e estará vendo o quarto todo mesmo que voce durma de mascara, como eu. E aí voce pensa: " Deitei de luz acesa? Já e dia? Quem acendeu a luz?! Ué!? Mas estou de olhos fechados ou abertos? No meu caso, eu ainda toco na máscara com minha mao astral e sinto que ela está no rosto ainda, mas é como se fosse uma mascara transparente, porque consigo tocar nela mas enxergo através dela .Entao ja sei que basta levantar da cama ( levantar mesmo, como quem vai o banheiro), porque o corpo astral já está solto e funcionando com visao plena.
    2 points
  46. Essa pergunta é muito comum nos novatos. Tão comum que fica cansativo ficar sempre explicando a mesma coisa de novo e de novo. Então reuni aqui alguns dos sintomas que consegui lembrar, que acontecem quando a pessoa está na fase de transição para o sono. A respostas para todos esses casos é a mesma: .............................. Nada, apenas você está consciente quando o momento de sair do corpo está se aproximando, e isso se manifesta por uma enorme variedade de sintomas energéticos que muitas vezes geram ALUCINAÇÕES. Lista de “coisas estranhas”: 1- sentir-se afundar na cama 2- sentir calafrios, formigamentos leves ou intensos, parecendo choque elétrico 3- parecer que está tendo um terremoto, com a cama tremendo 4- parecer que parte do corpo ou todo o corpo incham de repente 5- sentir-se paralisado 6- sentir-se girando em alta velocidade 7- ouvir ruídos estranhos, dentro da cabeça, como mortorzinho, grilo, um “piiiiiiii” constante, estampidos como de tiros, trovões, gongos, sirenes, ou barulho de algo que arrebenta, como um estalo alto 8- ouvir ruídos estranhos pela casa, como portas batendo, objetos caindo 9- sentir braços e/ ou pernas flutuarem 10- sentir peso no peito 11- sentir presenças no quarto 12- sentir animais ou crianças caminhando sobre a cama 13- ouvir TV ou rádio ligado em outro ponto da casa 14- ouvir a casa cheia de gente 15- ouvir baterem na porta do quarto 16- ouvir gritarem seu nome 17- sentir uma “força” te puxando para fora da cama (irei acrescentado mais, a medida que lembrar) A regra para todos esses casos é: PRESTE ATENÇÃO nesses sinais, para que fiquem mais fortes: Quando algum desses sinais surgirem ou qualquer outra coisa "impossível" ( como sua bisavó falecida sentar na sua cama para te dar boa noite, ou você achar que desenvolveu psicocinese que só se manifestada quando está deitado) apenas preste mais atenção nisso. Se parece estar ouvindo um ruído, tente ouvir melhor inda. Se parece que ouviu passos na casa, preste atenção e tente ouvir mais. Se tem uma força te puxando para um lado, vá com ela. Se sente arrepios pelo corpo, queira que eles fique mais fortes. Se essas coisas surgem quando você pensa em algo, como lembrar de um sonho, ou lembrar da casa da namorada, então pense com mais e mais concentração, e esses sinais ficarão mais fortes ainda. Quando ficarem tão nítidos que pareçam 100 sólidos e reais, basta levantar da cama devagarinho, como quem vai no banheiro. Não é para IMAGINAR que levanta, é para levantar mesmo! Mas bem devagar como quem não quer acordar um tigre que está deitado na cama com você. Mas se não ficarem tão fortes, aplique alguma TÉCNICA DE SEPARAÇÃO E caso esteja vendo um monstrengo no quarto, não pense "ah não, mas eu não vou me separar do corpo se tem o demo ali me olhando" bem no meio do quarto. Levante em astral da cama e vá olhar ele de perto, com aquela atitude de "quero ver se tu é macho mesmo!" . Em 99% dos casos isso não passa e alucinação e desaparece tão logo você tenha retirado o tronco do corpo astral de dentro do tronco do corpo físico. Mas se não desaparecer, sempre poderá pular de volta para o corpo mesmo, kkkkk.
    2 points
  47. Terminei de ver os dois vídeos. Em primeiro lugar, o documentário é MUITO BOM mesmo, muito informativo, gostoso de assistir, e da forma como esse grupo apresenta a si mesmo, passa uma boa impressão. É como um grupo de amigos do Chico Xavier fazendo um documentário sobre o Chico. Isso é uma faca de dois gumes, obviamente, mas o que quero dizer é que é um documentário focado no positivo, não no negativo, já que é um grupo enaltecendo suaa próprias posturas, convicções e seu líder. Tudo é apresentado em tom afável, todos como se fossem movidos pelos mais nobres ideais, mesmo quando no final vem a tona umas mentirinhas branvas que envolvem o drama.pessoal do Randi. Já outras produções dos céticos, do próprio Randi ou do Dawkins, costumam destilar ódio e arrogância o tempo todo, porque sua meta é destruir, difamar os repsententaes da visão oposta,csejam cientistas, sejam paranormais, o que torna esses vídeos insuportáveis. Mas como esse era sobre auto-enaltecimento, chega a ser "inspirador". Mas, como eu esperava, é o de sempre: “se eu consigo fazer uma fruta de plástico, frutas reais não existem” O que tem de positivo nessa abordagem é apenas o alerta “não ache que aquilo ali que você viu não tem como ser feito por fraude, tem, olha só vou fazer igual” Ok, essa parte é ótima, e com demonstrações. A parte que não presta é mais "subliminar", a generalização de que não existem paranormais legítimos, e isso ele não tem coragem de admitir publicamente talvez para evitar processos judiciais, mas é parte do cinismo dos céticos, ao extrapolarem as conclusões. Ele finge evitar essa extrapolação, mas deixa escapar no vídeo alguns indícios que mostram que essa é a agenda principal. Depois aponto onde está isso. Alguns comentários: Vídeo 1: 18:56- Ele diz que Russel Targ, justo um dos cientistas que testou o Uri Geller, é “oficialmente cego” mas é um dos observadores, e ironiza, Dãããã Mas era UM DOS, não ÚNICO. Ora, esse comentário deve ser pelo grau de miopia, que a julgar pelos óculos fundo de garrafa, devia ser alto. Obviamente não afetava em nada, já que ele era um pesquisador já ativo e reconhecido nessa época, na parte de física de foguetes, se não em falha a memória. Portanto, besteirol humorístico do Randi só para não perdes a chance de desfazer do pesquisador. As vezes é devido a um perfil invejoso né? O Randi abandonou a escola bem cedo, e as vezes fica um ossinho entalado na garganta com gente mais preparada, passam a vida toda querendo provar que são melhores do que aqueles que seguiram a formação adequada para intelectual, similar ao comportamento do Olavo de Carvalho com os filósofos de verdade. Talvez isso explique também a generalização em relação aos paranormais, que ele parece assumir que todos são apenas mágicos. O quanto de competição tem nisso, além, é claro de um ideal de fato aproveitável, como ajudar a desmascarar farsantes? Pena que o único caso de desmascaramento em todo o vídeo foi do Popoff. Mas mostra bem a diferença entre provar uma fraude e alegar que foi fraude porque pode se imitado com truques. Os demais casos mostrados não se enquadram nisso. Desmascaramentos são úteis à sociedade, dúvida razoável não, pode ser usada errado, como os céticos usam, e gerar mais mal do que bem. 20:45 O Randi está alegando em relação ao teste das latinhas, feito pela Stanford, seria explicado pelo movimento diferente das latinhas que não continham a esfera quando o Geller "fizesse aquilo de mexer na bandeja". Ora, o Geller não toca na bandeja no teste da Stanford ( veja em 18:40). No vídeo original (aqui https://youtu.be/p3MsqnWtMWY?t=453 aqui aos 7:37) o narrador ali explica que o Geller não podia sequer tocar na mesa! Obviamente no documentário do Randi essa parte é omitida. 21:05 O Randi acha que foi sua solução baseada numa premissa errada que impediu o sucesso do Geller no programa de TV, eheh. Ele explica ali que o truque que o Geller usaria seria mover a bandeja (bandeja inexistente) e observar o movimento diferente das latinhas com conteúdos diferentes. Mero chute. E baseado nesse chute, ele sugeriu passar uma camada emborrachada no fundo das latinhas, para que quando Geller movesse a bandeja (que não existe) as altinhas não deslizassem, mostrando diferenças nos padrões de movimento. Ele criou uma hipótese de método para o truque , que não correspondia ao modo que o Uri Geller fazia aquilo. Portanto baseado nessa hipótese falsa, ele adotou a estratégia da camada emborrachada, que foi inútil. Como o Geller não mexia em bandeja alguma contendo as latinhas, e nem havia bandeja no teste, tanta faz se o fundo estava emborrachado ou não. A falha dele portanto só pode ter sido atribuída a outras causas. No próprio instituto Stanford ele já fazia isso durante os testes, ele só arriscava o palpite se se sentisse convicto. Em caso de dúvida nem tentava. Fez o mesmo no programa que fez na Stanford portanto. Mas o Randi diz nessa parte que ele não teve tempo de fazer uma preparação adequada. Acho que só isso para explicar uma hipótese tão furada para descrever o método que o Geller usaria. Pelos outros exemplos do documentário ele parece ser bem mais cuidadoso, talvez essa falha grosseira fosse por ter tido pouco tempo mesmo. Mas claro, com o todo cético, não dispensa uma conclusão apressada e irracional: "foi sua hipótese furada que fez o Geller falhar." Parece que o próprio Randi nunca entendeu como é que o o Geller poderia fazer aquilo e aplicou um "migué", se colar colou e como céticos não são críticos, só fingem ser, ninguém parece ter notado, ehehe 28:58 O caso do Poppof recomendar aos crentes jogar os remédios fora não é um sinal de quão maligno era o Poppof, pastores fazem isso. Tenho dois amigos que já foram pastores, um ainda é. Eles me falavam que outros pastores faziam isso embora eles não fizessem. Em geral eles faziam a tal cura, e pediam que a pessoa fizesse exames e voltasse na igreja com o resultado dos exames mostrando a cura, e aí sim, parassem com os remédios. Portanto, embora chocante o exemplo do Popoff, é apenas exagero dos documentaristas, ou do próprio Randi, que talvez não soubesse que está cheio de igrejas pregando o mesmo por aí. E aliás, isso tem um sentido; na magia mesmo você executa algo deu deve gerar um resultado no tempo, e procura esquecer aquilo. Se ficar com aquilo na mente, vai gerar dúvida, e pode neutralizar as forças que foram colocadas em ação. É o mesmo princípio: tem fé que foi curada? Aja como se fosse fato. É para quem gosta, eu não curto esses caminhos da fé, não, eheheh, mas entendo a lógica do método. Vídeo 2: Aqui o que eu falei no início, a atitude cínica dele se revelando: Quando questionado (21:26) ele nega ter acusado o Uri Geller de fraude assim como parece não assumir que nega a possibilidade dessas habilidades paranormais. Devia estar tentando fugir para a desculpa de que só dizia que se era possível imitar, então não dava para confiar. Mas é só covardia isso, veja que no vídeo 1, em 19:13, ele afirma que o Geller enganou os cientistas. E no vídeo 2, em 5:00 o Ray Himan diz que o Randi estava furioso com o Geller estar usando mágica para enganar os cientistas. Ou seja: ele finge que reconhece a diferença entre provar uma fraude e provar que um fenômenos pode ser imitado com fraude, mas na prática para ele tudo é a mesma coisa, só não assume porque é passar recibo de irracional, ou por risco de processo. E quanto ao que comentamos antes, eu e o Lukynhas e que você perguntou: - De fato não foi a mesma equipe e nem a mesma universidade que testou os farsantes do Randi. Do Uri Geller foi Stanford, a dos farsantes do Randi, a universidade de Washington. Os pesquisadores do Uri eram Russel Targ e Harold Puthof, e, novamente seguiram num projeto de pesquisa usando paranormais para espionagem bélica por 20 anos, no Projeto Stargate. Não estavam brincando indo atrás de descobrir talentos juvenis, como os da universidade de washington ( video 2, 9:31) . Isso pode ter feito toda a diferença nos controles. - Nem os testes foram os mesmos. Pelo menos os que são mostrados no documentário não eram. Você parece não ter visto o documentário com os testes, ou teria percebido. Note por exemplo que na filmagem da Stanford eles dizem ali que os testes de entortar colheres nem forma levados em consideração, porque como ele precisava tocar na colher, não tinha como determinar se não houve truque. Atitude bem diferente da universidade em que os farsantes do Randi foram testados né? Eu realmente gostaria de ver farsantes reproduzindo o teste da balança analítica, aos 16min do vídeo completo aqui: https://youtu.be/lERbTkN82go?t=970, em que diferentes graus de trepidações foram registrados para comparar o quanto isso influiria no registro do peso de 1g. A influência Uri é muitíssimo maior (redução e 20%, aumento de 50%) que um maluco pulando ao lado da balança, ou estapeando a mesa (para quem gosta de fantasias que uma batidinha despercebida aos pesquisadores poderia ter gerado o efeito) Note os gráfico mostrando a alteração de peso, que pode passar despercebido a quem vê o vídeo: Claro que era uma grupo de pesquisadores também, em uma universidade também, , e de fato eles parecem ter pedido o mesmo tipo de coisa feita pela Stanford. Mas, não foi o que mostraram no documentário, portanto não se pode dizer que ambos os testes fossem análogos. Mesmo assim o resultado foi muito bom, é legal saber que os caras conseguiam ainda assim gerar truques mesmo em ambiente que deveria ser bem controlado. Mas.... como eu já esperava, porque já sei como os céticos NÃO RACIOCINAM, é muito confete para pouco resultado, sempre o mesmo amontoado de raciocínios falhos, coroada pela extrapolação das conclusões, que tenta trocar a fé em milagres pela fé nas generalizações irracionais ( “se eu consigo te imitar fraudando, você e todos do seu tipo são uma fraude” ). Mas como documentário é muito bom, vale a pena ver mesmo. Vou deixar anexadas aqui as legendas dos dois vídeos, porque só achei inteira, além disso os tempos estavam errados, fui assistindo e corrigindo. Se alguém não conseguiu de outra fonte, já facilita Um Mentiroso Honesto - Parte 1 - Vídeo Dailymotion.srt Um Mentiroso Honesto - Parte 2 - Vídeo Dailymotion.srt
    2 points
  48. Cuidado pra outro tarado não te pegar no astral, existe a lei do retorno!
    2 points
×
×
  • Create New...