• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Pedro braga

B-Membros
  • Content Count

    53
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Pedro braga

  1. Desde quando nos manifestávamos em formas bem primitivas, fomos evoluindo e com isso agregando mais capacidade para compreender o universo ao nosso redor. Entao acho que cada vez mais que o ser vai evoluindo, vai ampliando sua capacidade de compreender a existência, a vida, ao seu redor, pois vai passando a se manifestar em corpos, organismos, que permitem perceber o mundo ao seu redor de forma cada vez mais ampla. Então acho que um entendimento que temos de Deus agora seria o máximo que conseguimos compreender, e é um entendimento real, é o que conseguimos compreender de Deus, seria a parte de Deus que conseguimos compreender no momento.. Enfim.. tentar compreender Deus na sua plenitude, seria como tentar compreender algo eterno: ninguém consegue entender como algo pode nunca ter tido um começo, não dá, escapa ao nosso entendimento..
  2. Penso que a forma como compreendemos Deus depende do nosso nível evolutivo, então acredito que à medida que o ser vai caminhando na jornada evolutiva, passando a viver em dimensões mais sutis, passa a ver Deus de forma mais ampla. Ou seja, se alguém parar para pensar em Deus no astral, terá uma visão mais ampla da que tem no físico. Quando for pensar sobre Deus no mental, vai ver de forma ainda mais ampla, pois já não terá as limitações do cérebro físico. Penso que nós ainda não temos capacidade em nosso atual estágio, e devido às limitações físicas, para compreender o que é Deus na sua essência.
  3. Pra relaxar gosto também de algo que não mecha com o emocional, bem leve, que fica só la no fundo tocando bem suave, algo assim:
  4. Tenho ouvido músicas no estilo "zen, oriental", gostei das músicas desse vídeo, de Dan Gibson:
  5. O mantra Om mani padme hum: Ah é que eu tinha clicado naquele ícone ali de cima para inserir link, não colei diretamente aqui, por isso não funcionou.
  6. Também gosto de Enya. Gosto também de algumas do Llewellyn, e do Llewellyn e Juliana: Também curto: Não consegui colocar os vídeos, coloquei os links mas não apareceu. Acho que nao é o lugar adequado para perguntar isso, mas se alguém puder me ensinar.
  7. Entao, já tive algumas projeções em que eu ia até a avenida que fica em frente aqui onde eu moro, e lá eu via uma escola (que tem no físico), só que lá ela ainda estava em processo de construção, ainda não estava pronta. Dependendo da faixa que vc está, pode encontrar objetos muito antigos, que não estão mais lá fisicamente, como moveis que já foram trocados de lugar, etc, mas ainda estão la. Assim como pode não encontrar ainda objetos que foram colocados muito recentemente. Pelo que eu sei as coisas do físico para existirem no astral são antes visualizadas e imaginadas por nós, então são criações mentais no astral, e a força delas depende de algumas coisas como quantas pessoas a visualizam, tempo em que ja está alí, etc..
  8. É, acho que eu estava em uma faixa mais densa mesmo nessa projeção.
  9. Ah que bacana sua experiência Cyber. Mas o interessante comigo é que quando projeto mais tarde, de manhã mais tarde, não acontece isso de ser tudo escuro, enxergo normal, é mais é de madrugada mesmo.
  10. Tive uma projeção esta noite e quero falar sobre pois o que vou relatar já aconteceu outras vezes. Levantei era umas 4 e meia e então voltei a dormir. De repente já me encontro fora do corpo e vejo tudo escuro! Nao é um escuro de falta de lucidez, é um escuro do ambiente mesmo. Eu ando pela casa e sei onde e o local da casa que estou. As vezes aparecia uma claridade mas bem sutil. Fui até la fora na frente da casa e era tudo escuro! Mas o que eu senti é que aquele escuro era real mesmo, do ambiente mesmo. Enquanto estava deitado na cama já com sintomas pré saída já sabendo que eu ia sair, eu estava meio tenso, assustado (mas era so hoje que eu estava sentindo isso), então como eu sabia que ia sair, eu toda hora tentava me mecher para não sair, mas como o sono era mais forte eu já voltava e logo sentia novamente os sintomas pré fase, então não consegui ficar acordado para não projetar. Eu estava sentindo que não seria uma boa projetar naquele momento, sei lá. Não é a primeira vez que acontece, já aconteceram outras vezes de eu projetar de madrugada e estar tudo escuro. Acontece com mais alguém aí, de projetar de madrugada e ser tudo escuro e tal?
  11. Agora há pouco tive uma projeção, em que eu saía do corpo e tinha alguem alí no meu quarto que estava tentando me levar pra cima, ele estava me puxando pra cima para o teto da casa, para saírmos por cima, não sei pq, só que ele não conseguiu pois eu não atravessava o teto, então eu fui andando pela casa tentando me afastar daquele cara chato, mas ele o tempo todo atrás de mim, e na hora, andando pela casa, correndo dele, eu tive a intenção de dizer pra ele que poderiamos sair pela porta, pra ver o que ele queria.. Bem, eu pensei que ele queria me mostrar algo, ou fazer algo ruim comigo, sei lá... Ele só tentava o tempo todo me levar pra cima.
  12. Olá blz, sou do Norte tbm, moro em Porto Velho - RO
  13. Relato de hoje: 27/12/15 Tive uma projeção interessante hoje. Levantei umas 05:00 fui ao banheiro, depois tomei um leite, voltei a dormir. Voltei a dormir, em decúbito dorsal e como sempre depois de um tempo já me encontrei fora do corpo, devo ter feito isso num despertar subsequente. No meu quarto tinham duas portas, e eu me confundi, não sabia qual era pra ir pra fora do quarto e ir ao corredor que vai pra sala. O ambiente estava claro no meu quarto, mas lá fora ao eu sair como já vou contar depois, estava escuro (era madrugada). Então no quarto parecia ser uma luz do ambiente mesmo, eu nao sei dizer isso. Bem, eu escolhi uma porta e entrei nela. Lembro que saí uma vez da casa pela porta da sala, da frente, e outra vez pela parte de trás, no quintal (porém, o ambiente era diferente, diferente da minha casa física, apenas fiz essas associações) mas agora vem a parte mais interessante: Quando saí uma vez para fora de casa, eu encontrei um local que para mim, no físico, deveria estar construído, ter uma rua, casas, etc, mas eu só vi um amontoado de terra, não sei dizer pra que, mas pensei que podia ser que estavam para construir algo, e no ambiente nada estava construído, ao redor não tinha nada, em algum momento, de cima, eu via embaixo uma área só com mato, era totalmente diferente do que vejo no físico. Então pensei: será que estou acessando esse local, quando ainda não tinha nada construído aqui? Será que estou bem distante no passado? Não tem como saber. eu estava volitando por cima desse lugar enquanto estava alí ouvia crianças gritando, fazendo barulho, como se estivessem indo pra escola. E a lucidez estava boa.
  14. Bem vindo Bastao de Combate. Penso de forma parecida, as religiões existem cumprindo alguma função na sociedade, na jornada evolutiva, e acho que a tendência é ir se desvinculando cada vez mais de dogmas e ganhando interpretações mais convenientes, ir se tornando uma coisa bem mais simplificada..
  15. 14.04.12 – Minha experiência de hoje. Logo agora de manhã, após aquelas várias horas de sono reparador, eu estava deitado de lado e de repente comecei sentir como se meu corpo fosse explodir, aquela energia fortíssima que invadia meu corpo todo, mas o interessante é que eu pensava que aquilo era no corpo físico, mas devia ser no energético. Eu senti um leve medo de aquela energia forte fazer algum dano ao meu corpo físico. Bom, mas como eu já tinha tido isso outras vezes, deixei rolar. Nesse momento que eu estava sentindo essa energia, eu estava quase descoincidindo os dois corpos, era como se eu tivesse em uma outra realidade, totalmente diferente da física, algo que não da para se explicar para quem está num corpo físico sabe? Então, a parte mais interessante, nessa hora que eu estava quase saindo, eu resolvi tentar sentir minhas mãos extrafísicas, e eu realmente senti! Foi maravilhoso, eu deslocava minhas mãos extrafísicas do corpo e passava nos meu braços extrafisicos e sentia uma energia daquele tipo que não sei dizer com palavras, e é como se fizesse uma limpeza, um desbloqueio, foi maravilhoso, algo que ninguém nunca poderá me dizer que não foi real. Eu fiquei fazendo essas experiências com minhas mãos extrafísicas nesse momento que eu estava sentindo essa energia fortíssima nesse momento pré-saída. Em outro momento eu tentei mover os pára-pés também e consegui! Bom, depois de algum tempo, ocorreu algo interessante, eu caí um pouco em onirismos e me vi fora do corpo olhando meu corpo na minha frente em pé como no espelho, parece que eu estava em sonho lúcido, e eu percebi q estava supostamente em sonho lúcido pois ao tentar pular era igual aqui, mesmas sensações do físico e nada de mais, daí eu resolvi voltar ao corpo para tentar uma projeção de verdade. Pois bem, eu, naquela posição (deitado de lado) saí do meu corpo com mais lucidez e dei um pulinho e flutuei bem alto, só que minha visão não estava 100%, daí eu lembrei de ir para um local mais claro para não confundir a mente, daí eu fui, e fiquei lá tentando ganhar um pouco mais de lucidez para não perder a experiência. Nesse momento que eu estava fora do corpo aquela realidade era natural para mim, como se eu sempre estivesse ali, como se eu sempre estivesse ali todas as noites ao dormir... Parecia que eu estava em minha verdadeira realidade. Andei pelo local que acredito ser minha casa mas estava tudo diferente, bem mais amplo, alguns compartimentos a mais, uma mistura de onirismos. A minha visão estava querendo escurecer o tempo inteiro, fui tentando manter a lucidez, daí fui olhar pela janela do meu quarto, e depois eu fui lá fora olhar pela janela da sala e vi a janela fechada com a cortina e com o vidro, e lá fora estava claro. “que realmente está fechada com a cortina, e com o vidro, e realmente está dia (foi uma projeção agora de manhã), daí eu vi meu irmão lá de camisa verde e pensei que ele estava me vendo em espírito lá (eita onirismo), e nisso perdi a consciência toda e já não senti mais forças para tentar sair denovo. Abraços
  16. 11.04.12 – Acabo de ter uma Projeção Astral bastante lúcida agora a tarde, depois de dormir um pouco como de costume. Primeiro, lembro-me CLA-RA-MEN-TE de fazer aquele esforço final para sair do corpo, e eu vi o processo de desencaixe do meu corpo astral, eu me levantando do corpo fisico, foi uma sensação maravilhosa, eu subindo do meu corpo. Só me lembro de já me encontrar consciente nesse estagio pré-saida. Inicialmente, ao levantar e andar ate a porta, tinha alguma parte do meu corpo que estava meio “entortada”, bloqueada, meio que o ombro direito e o braço, essa parte desse lado direito do corpo, mas só de eu ter adquirido consciência e ter me apercebido disso, em instantes eu fiquei totalmente desbloqueado e leve! Eu passei pela porta do meu quarto e tudo era tão mais amplo e nítido que no corpo físico, ao meu redor, eu não precisava de óculos nenhum para enchergar tudo perfeitamente, só que tudo era totalmente amplo e leve! Tinha um pouco de onirismo, pois eu estava com um fone de ouvido ouvindo uma radio daí eu me lembrei: melhor abaixar isso para não me desconcentrar, mas daí eu nem fiz isso, queria aproveitar o máximo daquela experiência maravilhosa, então deixei o som la, “eu tinha medo de apagar logo”. Eu voltava ao meu quarto, dps passava pela porta denovo e via aquele corredor amplo, tudo diferente, o espaço entre as paredes do corredor era maior, tudo era maior e mais amplo. Daí eu lembro de ter ido ao quarto do meu irmão para ver se ele estava lá parece, só que vi ele passando e dando um olhar para mim e passando por mim, não percebendo, isso já denota que não foi uma experiência 100% consciente, pois o meu irmão estava fora de casa, mas veja que pode ser que eu estava num tempo “futuro”, que estarei falando mais a frente o por que. Depois disso fui ler algo, um texto de uma embalagem de sabonete para ver se eu confirmava se era o mesmo texto no físico, mas não me lembro mais do texto. Depois disso, a melhor parte. Fui lá fora e olhei para o céu que estava lindo, eu me sentia leve, tudo ao meu redor era amplo, daí ao olhar para o céu, eu vi algumas estrelas e a lua, o interessante é que eu via a lua e as estrelas perfeitamente, “aqui no físico eu vejo embaçado, por causa da miopia”, dei um pulinho e já estava lá em cima do telhado, parecia que eu estava em um outro mundo, totalmente diferente do físico no aspecto de densidade. Eu lembro que sentia os telhados da casa no meu pé, e eu mechia e eles balançavam (onirismo aí, ou telhado extrafisico, hehe), eu estava maravilhado com tudo aquilo. Depois, eu comecei a olhar para minha mão e chegou um questionamento em mim: será que essa mão é real? Ou é algo criado na minha mente? Eu percebi a textura da mão, que parecia meio lisa, elástica, maior (mais gorda) e meio que 3D, “mão feita em programa de computador”, e foi nesse duvidar que eu perdi de repente a consciência e voltei ao corpo físico e estou aqui terminando esse relato. Essa experiência teve alguns elementos oníricos, mas nos meus momentos lúcidos, intimamente sei que não foi algo do subconsciente, pois o subconsciente armazena sensações, conhecimentos, informações, de tudo o que vivemos aqui no físico, e as sensações que eu tive lá, eu as desconhecia, algo totalmente diferente do que vivo aqui. Abraços e até mais, espero que comentem.
  17. A Ísis postou um relato onde ela estava numa palestra, dá uma conferida: http://www.viagemastral.com/gva/viewtopic.php?f=3&t=13186