• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Camy1

B-Membros
  • Content Count

    108
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3

Camy1 last won the day on October 13 2017

Camy1 had the most liked content!

Community Reputation

46 Excellent

1 Follower

About Camy1

  • Rank
    Membro Iniciando (100+)
  • Birthday 06/30/1986

Recent Profile Visitors

478 profile views
  1. Que medo... espero nunca mais ver isso.
  2. Eu não me lembro do dia exatamente. Acordei desencaixada e vendo o astral, deitada na cama, paralisada. Ocorre que comecei a ouvir alguém como que fazendo oração em uma língua estranha. Olhei para o lado direito e vi um ser diferente, sentado na cama de Costa pra mim, e era bem alto, porque sentado, tinha a altura de alguém em pé. Ele usava uma túnica branca. Curiosa, eu, com dificuldade, me inclinei Para o lado dele. Ele parece ter se surpreendido, virou-se e eu vi seu rosto meio humano, só que não, com pele bem pálida. Rapidamente ele sumiu, subindo como fumaça. Pesquisando na net vi uma pessoa com um relato parecido, dizendo que era um et, do tipo Anunnakis. A pessoa até desenhou o que vou e me pareceu que vi o mesmo que ele viu. Alguém sabe algo disso?
  3. Não todo dia, mas tento escrever sempre que acontece alguma experiência.
  4. 25/02/2018: fui tirar uma soneca. Acordei me separando do corpo. Saí pela sala. Passei pelo portão de casa e cheguei a uma sala de aula, que preparava pessoas para um concurso ou desafio nesta vida, não compreendi bem (a prof. disse que o estudo lá coloca ideias inatas nesses escolhidos que facilitariam nos estudos aqui da terra). Em determinado momento, fiquei lastreada de energias e fiquei cega. Alguém disse para eu fazer a manobra de rodopio no astral, de sorte a me libertar do energossoma. Eu rodopiei e saltei para fora daquela "casca" e comecei a ver novamente.
  5. Eu tbem já tive esse medo. Cresci com católicos ultraconservadora e controladores. Têm muita fé, mas tem medo de qualquer vulto, porque seria o demônio. Faço práticas energéticas e projeção há alguns anos e nunca estive em perigo. Já me assustei hehehehehe, mas por ver espíritos, apenas por isso.
  6. Eu 90% só vou em local barra pesada ?
  7. Está viva ou já faleceu? Se já faleceu e foi viagem atral, é possível que a pessoa passar certo período nessa prisão. Se for viva pode ter sido só um sonho em que seu subconsciente revelou o que vc pode pensar de tal pessoa, sendo tudo alegorias para representar o que vc acha/pensa. Isso é de difícil interpretação.
  8. 21/01/2018 Fiquei consciente flutuando acima do corpo. Fiz meu corpo subir intencionalmente, passei pelo teto e fui parar em outro local. Permanecia deitada na mesma posição e próxima ao chão. Decidi afundar na terra, feito isso após alguns centímetros eu passei para outro local, estava no céu, era de dia. Após isso acordei.
  9. O ideal para saber como é essa sensação da OLVE, com base em minhas experiências, é fazer a OLVE em catalepsia (dica especial para quem sobre dessa paralisia); nesse momento a OLVE é sentida facilmente, a energia se movimenta em grande quantidade (parece uma balde água sogado pra cima e pra baixo de tão forte que fica), facilmente eu entro em EV. É uma dica baseada no meu empirismo, talvez outros tenham resultados parecidos, espero que sim...
  10. Eu tive algumas experiências em que acordo em casa na penumbra e quando abro o portão vejo a rua, ponho o pé pra fora vira um breu. Isso poderia ser alguma marcação/assinatura energética? Eu fiquei esperançosa de que pudesse ser, tento de forma meio às cegas proteger o ambiente doméstico...
  11. Eu sigo alguns passos: 1. Sempre me pergunto com sinceridade se aquela confusão não poderia ser minha: será que é realmente de terceiros? Eu nunca pensei nada disso? Haveria alguma razão para eu estar . assim? 2. Sempre peço a Deus Pai para matar aquele "defeito", na hora que sinto ou visualizo o momento em que senti de forma precisa e tento chegar à mesma emoção (uma morte do ego capenga... rs, mas eu confio muito nisso, meio no vai que cola). 3. Quando com sinceridade vejo que foi alheio, eu tento ser forte, sair do canto, correr, sorrir, conversar com pessoas boas, rezo/oro/mentalizo/faço OLVE/ e EV sempre que acordo em catalepsia. 4. Ultimamente descobri o belilim que me ajudou, eu estava em uns dias bem assediada ou auto-assediada (via saber),, acabei fazendo o belilim e o circulo algumas vezes e gostei do resultado no ambiente. 5. Por fim, o mais importante: nas ações diárias eu tento me auto-observar, tem hora que vejo a maldade em mim e dá vergonha rs. Se eu fosse você... Eu partiria para um bom período de auto-observação, mudança de hábitos, melhora da qualidade dos pensamentos/sentimentos/emoções; sem mexer com técnicas e tal... depois de um tempo consolidando isso, tentaria sim abrir a sensibilidade, se isso fosse algum chamado no meu coração e não mera curiosidade sem nenhum motivo mais elevado.
  12. Olá, conforme prometi, prestei atenção neste mês e fiquei até empolgada com essa possibilidade. Entretanto, fiquei decepcionada rsrs pois observei que tive zero projeções nos dois primeiros dias rsrs... Mas penso que nada impede que realmente algum amparador se utilize dessa técnica com algumas mulheres, quando há alguma condição pessoal que favoreça isso. Observarei nos meses que virão...
  13. Comigo é similar principalmente em relação aos pesadelos, mas é normal porque vibração baixa atrai companhias piores né. Faço-me essa mesma pergunta, se hoje é difícil e cometo erros, imagine antes... vida louca rs... Acho que somos chamados a isso sim, as circunstâncias contribuem para essa busca; é no fundo do poço que damo-nos conta de que algo está errado, é lá que a luz vai acabando e nossa vontade de voltar a ela cresce...