• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Simone

B-Membros
  • Content Count

    50
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

1 Follower

About Simone

  • Rank
    Advanced Member
  1. Pessoal, obrigada pelas respostas, agora já estou entendendo melhor o processo da psicografia, e obrigada pelas dicas para mudar a minha visão da situção. No começo havia ficado triste, mas agora já estou mais serena. Obrigada!
  2. Olá a todos, gostaria de saber a opnião de vocês sobre isso: Eu pedi duas cartas psicografadas da minha mãe em dois centros espíritas diferentes ( e muito respeitados, considerados confiáveis pelos espíritas, inclusive um é de um médium famoso que escreve livros). No primeiro lugar, fomos eu e minha irmã, e na carta só citou nós duas, sem citar meu pai, e com aquela linguagem "espírita" rebuscada de falar as coisas. Na segundo lugar, dei apenas meu nome, e só o meu nome foi citado, novamente com aquela linguagem espírita de dizer as coisas. Ambas não falaram nenhum detalhe pessoal, ambas usaram termos carinhosos, mas o que foi dito sendo quase totalmente genéricas. Só para esclarecer, nenhum dos lugares cobrou nada para fazer isso e os dois oferecem todos os seus serviços gratuitamente para qualquer pessoa. Gostaria de saber o que vocês acham disso, obrigada!
  3. Bom dia a todos! Primeiro vou direto ao ponto:A idéia é levar fé para as pessoas da existência de algo maior. Primeiro, mostrando a elas algo que elas não tem como explicar cientificamente e então as incentivando a buscar as suas próprias de experiências Também faz parte dessa idéia compartilharmos nossas experiências, de forma natural, como quem conta o que comeu no café da manhã, com naturalidade. Até chegar ao ponto que isso vai se tornar algo tão comum, que as pessoas vão pensar "Se todos conseguem, talvez isso seja verdade, e se eles podem, eu também posso!" Como assim levar fé? Bem, eu tenho percebido que a maioria das pessoas, mesmo as que estão dentro de uma religião, estão sem fé! No seu ínitimo, as pessoas que não são sensitivas ( e até mesmo as que são um pouquinho ) e que não tiveram suas experiências não se sentem seguras sobre nada. Se você é cético, o que acha que o faria parar para pensar? Acha que essa idéia faz sentido? Eu venho observando que as pessoas que tem dons, que tem experiências vêm se escondendo como se fossem criminosos! Não comentam com as pessoas que conhecem e nem mesmo com os amigos E se você tem um dom, imagine se uma pessoa cética mais ou menos próxima a você soubesse disso, ou ainda melhor, se tivesse como ela ter uma amostra disso. Por mais que ela não acredite totalmente, mesmo vendo. Talvez ela começasse a se questionar sobre a vida. Talvez começasse a procurar entender melhor as coisas, talvez tentasse ser uma pessoa melhor e talvez tentar conseguir as próprias experiências! ( como por exemplo, comoçar a treinar para ter uma viagem astral e realizar seus próprios testes )! Vocês podem pensar "Ah, mas iam achar que é bogabem que não é verdade..." Como sabemos se não tentarmos? Por mais que elas achem que não é verdade, e se nelas for plantada a sementinha da dúvida? A semente da dúvida para alguém que não tinha fé nenhuma! Acho que uma coisa que atrapalha muito é que as experiências espirituais vêm se tornando cada vez mais comuns e cada vez mais escondidas! Quem tem experiências, só conta para quem também tem experiências! Se nós não tratarmos com naturalidade, como esperamos que isso seja visto como algo natural? Se todos os que tem dons, parassem de se esconder, se as pessoas céticas começassem a perceber que isso é muito mais comum do que parece, será que elas não iriam se questionar? Uma amiga minha um dia me disse "Ah, se fosse verdade mesmo, nos dias de hoje, todos já estariam comentando por aí...". Entendem do que estou falando? Acho que as pessoas estão precisando de um empurrãozinho, entendem? E esse empurrãozinho tem que vir de pessoas próximas, que não tinham porque querer enganar Eu percebi que as pessoas estão com tanto medo de ser enganadas que não teriam coragem de buscar as próprias experiências por medo de serem feitas de bobas. Mas se elas vissem que alguém próximo a elas consegue fazer algo que ela não acreditava ser possível, ela pode tomar coragem e buscar por conta própria! Vocês estão entendendo? Eu sei que essa é uma questão complicada, ajudar as pessoas dessa forma realmente não é algo simples. Sei também que as pessoas não estão se "escondendo" atoa, mas gostaria de discutir sobre esse assunto com vocês para chegarmos a um meio termo, entendem? Enfim, acho que levar essa pequena fé as pessoas pode mudar a vida delas! Há tantas pessoas às vezes em depressão, tristes, ou sentindo um vazio que talvez seria preenchido se elas pudessem ter fé em algo maior, se entendessem um pouco mais sobre a vida! Acham que faz sentido essa idéia?
  4. Que lindo esse texto Bianca, adorei! Vou refletir sobre isso, abraços e que Deus a ilumine com tudo de bom!
  5. Olá Nilson e Edununes, achei muito interessante esse tópico! Quando obterem algum resultado postem aqui para aprendermos com vocês Vocês já tentaram a técnica do rolamento? Quando estiver em catalepisa tentar sair rolando (mas não com o corpo físico), ouvi dizer que funciona! Muita paz para vocês!
  6. Olá André! Eu sei que o iipc tem cursos em belo horizonte, as palestras e as aulas experimentais são gratuitas mas os cursos não, o site com a agenda com as datas e tal é esse http://www.iipc.org/agenda/AgendaBR.PHP Ainda não fui lá, mas se você for depois posta o que achou Muita paz para você!
  7. Bom dia a todos! Procurei sobre esse evento e em nenhum lugar explicou muita coisa. Pelo que pesquisei aqui, tem que pagar R$ 60,00 para entrar, é isso mesmo pessoal? Não sei porque cobraram esse preço, mas achei caro. ^^ Vocês entendem o porquê desse valor? O que achei na internet: Entremédiuns 2010 - XII Encontro de Trabalhadores e Médiuns Espíritas em Minas Gerais Data: 23/04/2010 a 25/04/2010 Local: Círculo Militar de Belo Horizonte Av. Raja Gabáglia, 350 - Gutierrez Promoção: Universidade do Espírito de Minas Gerais, Casa dos Espíritos Editora e Sociedade Espírita Everilda Batista Tel. 31- 3357-2970 E-mail: entremediuns@everildabatista.org.br Site: http://www.robsonpinheiro.com.br Encontro que ano a ano faz da espiritualidade o centro das atenções em MG. Discutir temas atuais sob a ótica espírita é o objetivo do evento, que reúne expositores de destaque no cenário nacional e um público interessado em abordagens pouco convencionais das ideias lançadas por Allan Kardec.
  8. Marcos de luz, sempre tive essa dúvida mas por algum motivo desconhecido nunca postei aqui no fórum . Obrigada por postar a dúvida e boa sorte nas suas práticas! Pessoal, adorei as técnicas, isso de "aumentar e diminuir" achei ótimo para visualizar, fiz uma adaptação para comprimir e expandir..rss. No caso do frontal, tive facilidade de imaginar como se a parte central da minha testa estivesse comprimindo e expandindo. Na verdade eu não "imagino" exatamente, eu meio que concentro nessa parte e fico tentando sentir ela fazendo isso, e aí seu sinto! hehe. Será que assim também funciona?
  9. Oi pessoal! Não sei se olhei direito, mas o moço do tópico previu que cairia um avião dia 22 e não falou que seria no Líbano, informou apenas o número de um vôo. O avião caiu no dia 25 e o número do vôo, pelo que entendi, estava errado. Então ele não acertou nada com exatidão. Talvez ele estivesse apenas brincando ou então acordou sem lembrar direito do que havia previsto né?
  10. Oi Erivelto, obrigada pela dica de leitura! Nessa busca pela reforma íntima ( e também na enrolação para começar a reforma..rss ) esse livro pode ajudar muito!.
  11. Oi Illuminys! Eu não conheço mas pelo pouco que pesquisei pareceu bem interessante. Achei uma matéria do ippb que explicou muito bem sobre a rosa cruz, com várias perguntas e respostas que esclarecem bastante. http://www.ippb.org.br/modules.php?op=m ... e&sid=2679 Se você entrar mesmo, depois posta no forum o que achou? Vai sar bom para os interessados de plantão
  12. Oi Breno, legal o seu relato! Eu não sei praticamente nada sobre a umbanda, mas acho tudo que envolve olado espiritual muito interessante. Aproveitando essa oportuindade, eu tenho uma dúvida. Comecei a ler sobre umbanda esses dias e li que durante esses momentos de incorporação as entidades pedem bebidas alcoolicas, isso é verdade? Ah, e lá você conversa com seu guia espiritual? ( não sei qual seria o termo na umbanda ) Muita paz e tudo de bom para você!
  13. Olá pessoal, não vi o filme pois não gosto de filmes de terror, fico impressionada Minha irmã disse que leu sobre esse filme e que isso de ser baseado em fatos reais é apenas algo que colocaram para o filme dar mais medo, que a filmagem foi feita de forma mais amadora em algumas cenas justamente para causar esse efeito, ou seja, tudo inventado. Depois vou ver com ela se ela lembra onde leu isso e posto aqui Bem, já que são coisas ruins, tomara que não sejam reais mesmo né? hehehe
  14. Pessoal, obrigada pelas respostas! Oi lipe_frozen, pois é, fico meio confusa com isso... A princípio acho que não seria legal fazer o mesmo que Jesus fez com vendedores de animais silvestres por exemplo, ou praticamente em qualquer caso ( a não ser um caso que você com certeza sabe que isso vai ajudar os vendedores a se concientizar e que não há outra forma )... Na verdade, antes de meu pai me contar essa história, eu imaginava que existia uma solução pacífica para tudo, nem que seja apenas falar alguma coisa e deixar que a vida ensine... sei lá ^^ Mas depois dessa história fiquei em dúvida... Talvez eu tenha entendido muito ao pé da letra isso de sempre ser pacífico né? Alux, acho que entendi o que você quis dizer, mas assim, eu fiz essa pergunta sem ter uma opnião sobre o assunto... Caso por exemplo, chegássemos a conclusão que Jesus não era perfeito, isso não mudaria em nada a minha admiração por ele, e nem a grandeza dos seus atos, parece que tem até uma passagem da Bíblia em que Jesus ele fala "Sede perfeitos como meu pai", que algumas pessoas entendem que ele dise isso por não se considerar perfeito. Caso a história seja uma lição de vida, irei procurar aprender com ela, talvez a lição seja algo do tipo, "há situações em que precisamos ser firmes"... Entende? Não vim "desmascarar Jesus" ou algo do tipo, só estou tentando entender pois sempre que meu pai conta essa história me sinto mal, pois não sei o que pensar sobre o assunto, e como geralmente ele conta essa história durante o culto no lar, fico imaginando que outros espíritos podem ouvir a história e interpretar tudo errado ^^ Eu não entendi o que você achou da história, você acha que essa história da bíblia é apenas uma versão alterada dos acontecimentos? Ou que na verdade nós é que ainda não podemos compreender a profundidade da história..? O que você acha? *Ah, uma coisa que ameniza um pouco a história é que alguns interpretam que Jesus teria usado o chicote apenas para expulsar os animais, mas não teria batido em ninguém. * Pessoal, qualquer opnião será muito bem vinda!
  15. Olá pessoal! Não sei se vocês conhecem a história de Jesus e os Vendilhões do tempo, contada na bíblia. Pelo o que entendi, parece que haviam muitos mercadores em frente ao templo, vendendo animais, cambistas e tal... Aí Jesus ao ver isso jogou tudo no chão, fez um chicote de cordas e expulsou de lá os homens e os animais, pelo que sei foi a maior bagunça... Jesus não achava certo que as pessoas se aproveitassem do tempo para ganhar dinheiro. Sei que a Bíblia foi muito modificada, mas como não sei o que foi alterado e o que não foi, estou partindo do pressuposto que isso aconteceu de fato. Bem, o que eu fico confusa é em relação ao comportamento de Jesus. Leio em várias literaturas, principalmente espíritas ( por exmplo, o livro "Jesus no lar" ), falam para sermos mansos, sermos compreensivos, respeitosos, pacientes... Mas Jesus não foi essas coisas nesse caso, certo? O que isso quer dizer? Essa história é um exemplo, a ser seguido, uma lição a ser aprendida? Ou essa história não é um exemplo a ser seguido, é apenas uma amostra que Jesus não era perfeito e também ficava nervoso às vezes? Meu pai sempre gosta de comentar essa história comigo para mostrar que nem sempre devemos ser mansos, respeitosos, paciêntes, que às vezes é necessário agir de outra forma, aí fico confusa! rsss O que vocês acham? Gostaria muito de saber a opnião de vocês! Abraços e muita luz para todos!