• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Silvaninha

B-Membros
  • Content Count

    10
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

1 Neutral

About Silvaninha

  • Rank
    Member

Recent Profile Visitors

320 profile views
  1. Oi Luis Vi algo comigo quando desdobrei, certa vez. Estava deitada na rede e sai do corpo, quando olhei para a borda esquerda da rede, na altura da minha cabeça havia uma lama preta descendo lentamente em direcao ao meu rosto. Voltei assustada. Cetca de 2 semanas depois, precisei fazer um tratamento espiritual. Foram dias bem dificeis. Tive muito medo. Mas, tenho bons amparadores/benfeitores espirituais que sempre me ajudam. Abraço!
  2. Oi, Camy! Sim, eu já passei por essas situações. Adotei para mim mesma o hábito de fazer uma prece sincera. Nela eu agradeço a oportunidade de estar ali, projetada e totalmente consciente. Depois, peço que se me mostre no que posso ser útil. Isso sempre funcionou. Fazendo isso, demonstrando que que há interesse em APRENDER e AJUDAR de verdade, e não apenas curiosidade, as oportunidades de ser útil aparecem. Certa vez, após a prece, fui levada até um hospital infantil e uma menininha com câncer terminal, deitada no leito, me viu projetada e tbm se projetou. Eu dei um passe energético nela, para que ajudasse na reposição das energias e harmonização do seu estado vibracional. Em outra, após a prece, 4 amigos do extra-físico apareceram e me levaram para conhecer a pequena colônia espiritual que existe bem aqui, no minúsculo município do Amapá, no estado do Amapá (Amazônia). Lá, um homem me explicou o funcionamento da cadeia do extra-físico e a relação intrínseca com a do plano físico. Tente fazer isso, mentalize a gratidão pela oportunidade e diga, sinceramente, que gostaria de ser útil! Abraço!
  3. Fico mais aliviada em saber que não é apenas eu que fico confusa com tudo! É exatamente isso que você relatou! De cada 100 projeções, 5 - 6 parecem fazer sentido! Essa que você comentou sobre te reconhecerem e chamarem pelo teu nome, comigo também aconteceu. Mas, por outro nome, "Silvaninha". Esse é o nome pelo qual eles me chamam, então, acabei adotando. Foi numa ocasião em que saí do corpo e senti a visão completamente nublada e o corpo ligeiramente pesado. Passei a mão nos olhos físicos para testar, estava mesmo desdobrada, mas com a visão turva. Pensei: "quero ficar em pé", e fiquei uns 30cm do chão, na posição vertical. Mas, a visão continuava turva, apenas conseguia ver bem quando olhava para o piso imediatamente abaixo de mim. Pensei "Por que não consigo ver?", me sentia como um zumbi, e até o corpo projetado parecia disforme, esgazeado. Então uma voz de um homem, que eu não conseguia enxergar, me disse para ter calma e não me assustar. Ele tocou no meu braço, senti meu corpo astral tomando forma, e depois foi me conduzindo em direção a porta do meu quarto. Neste momento as dimensões começaram a se fundir e eu passei para uma outra, lentamente. A visão começou a melhorar e o corpo foi ficando mais leve, mas eu ainda me sentia um zumbi. Aos poucos uma grande sala foi surgindo, eu ia volitando suavemente dirigida por ele. Um grupo de mais ou menos 10 pessoas me aguardavam, e começaram a dizer "Ela está chegando!". Alguns batiam palmas, e eu os escutei. Quando cheguei cerca de 4 m deles, eu reconheci cada um daqueles rostos, e bateu uma saudade imensa que me fez correr e abraçar apertado todos eles. A maioria eram mulheres, uma criança, e o homem que me conduziu. Eles me abraçavam e me chamavam pelo nome de Silvaninha, que acabei adotando. Eu sabia que o tempo era muito curto, e que nem poderíamos conversar. Aquilo me pareceu mais um "prêmio por bom comportamento", sabe? Algo como "você se comportou bem, agora poderá rever algumas pessoas que deixou pra trás". Voltei ao corpo chorando e uma saudade sem fim no peito. Conhecia cada um deles, mas quando voltei, não sabia de onde, apenas sabia que os conhecia e queria vê-los novamente. Agora, sabe-se lá quando...
  4. Esse mundo astral é muito complexo.... Nos relatos dos livros tudo parece tão organizado e coerente, mas nos meus é tudo diferente. As pessoas que encontro, converso, o plano onde elas estão, ou para onde ou sou "puxada", é um quebra-cabeças gigantesco. Até tento ser disciplinada, anotando tudo, sempre que possível, mas quando releio coisas de décadas atrás, ainda faltam muitos elos e "porquês".... A grande dificuldade para quem se projeta é encontrar pessoas que possam dar um pouco de respostas, porque todo mundo está na mesma situação! kkkkkkk
  5. Estou procurando pessoas que já tiveram a experiência de projetar e ter a sensação de dor em um dos chakras. Até onde eu sei, isso é bastante raro. Eu já senti dores lancinantes no chakra Esplênico. Em algumas situações havia algum ser projetado próximo, em outras não. Não encontrei nenhuma literatura falando a respeito. Por isso, gostaria de trocar relatos com quem já passou por isso.
  6. Logo que comecei a projetar, quando ainda era criança, ficava apavorada porque não conseguia voltar. Já no início dos meus 20 e poucos, passei a ter mais tranquilidade, mas ainda muito medo. Numa ocasião, um amparador me levou até a presença de uma mulher que me mostrou um lugar que não conhecia mas que seria meu futuro lar, 14 anos depois. Naquela vez, eu fiquei tão impressionada em tentar lembrar que tive dificuldades em retornar ao corpo. Ela pôs a mão em minha testa e disse que eu não me preocupasse em lembrar, mas que apenas me concentrasse. Contudo, eu queria lembrar, queria muito. E aquela foi a vez que mais tive dificuldades para retornar. Agora, nos últimos anos, eu tive duas dessas situações de projetar, achar que voltei ao corpo, mas ainda continuar projetada. Então, adotei para mim, uma maneira de saber se estou "acordada" ou não. A primeira coisa que faço quando desconfio que estou projetada, porque é tão real que me deixa confusa, é passar a mão nos olhos. Se eu sentir os olhos físicos fechados e ainda assim continuar enxergando, eu sei que estou projetada.
  7. Eu tenho feito anotações de sonhos conscientes e de projeções desde 1995. Mas, realmente, fica muito difícil para mim, quando ocorrem duas seguidas, eu lembrar da primeira. Geralmente, a ultima recordação permanece, e a primeira fica em forma "suspensa". Ao longo do dia fico com a sensação de quase lembrar, até que alguma coisa - uma palavra, um objeto, uma cena - serve de gatilho para que eu relembre.
  8. Obrigada! Realmente, não consigo encontrar informações. E sobre o chakra, o meu também é o esplênico. SE você souber de mais relatos, por favor, tente nos colocar em contato para podermos trocar experiências. Novamente, obrigada!
  9. Estou entrando no site hoje e ainda conhecendo os tópicos e fóruns. Por isso, peço desculpas se estou postando minha dúvida no local errado. Assim, para que eu possa me localizar, gostaria muito que me informassem se já existe um tópico/relatos tratando sobre casos de Dor nos Chakras durante a Projeção Astral no corpo astral, não no corpo físico. Um abraço em todos!