• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Rodrigo_psi

B-Membros
  • Content Count

    34
  • Joined

  • Last visited

Posts posted by Rodrigo_psi


  1. Eu ainda não tive nenhuma experiência lúcida. Já li bastante sobre o assunto, inclusive o tópico 'por onde começar'. O que é mais comum de acontecer comigo são as sensações de queda, porém eu não consigo passar daí. Quando começo a pegar no sono acabo tendo essas sensações. Elas acabam sendo desconfortáveis e às vezes me dão insônia. Não sei se tem a ver com falta de relaxamento, mas confesso que sou controlador e percebo que tenho dificuldade de me entregar às experiências. Alguém tem dicas para dar sobre o meu caso? Como fazer pro cérebro não interpretar que é queda?  


  2. Olá. Hoje tive uma experiência diferente. Bebi uma latinha de cerveja ontem à noite. Estava bastante calor. Fui dormir depois das 01:00. Coloquei o áudio da técnica 3 do Saulo e tentei seguir. Dei uns cochilos no meio da técnica, mas consegui ouvi-la até o final e chegar na parte da gangorra. Fiquei fazendo a gangorra por um tempo, mas depois resolvi desligar o áudio, virei de lado e fui dormir. Sonhei com algo. Senti que uma mulher estava com outro homem e ela estava tentando possuir o meu corpo. Eu não conseguia respirar. Nessa experiência, eu meio que estava lutando para manter o controle do meu corpo e impedindo essa mulher de dominá-lo. Tive a impressão que eu estava no estado de catalepsia. Bateu um medo, confesso. Até cheguei a rezar. Depois que acordei, me mexi, peguei o cel e eram umas 3:30 ou 4:00. Estava com as costas molhadas, provavelmente por causa do calor. Desliguei o despertador que eu tinha programado para às 5h e depois voltei a dormir. Cheguei a ouvir a voz de uma mulher. Não é a primeira vez que ouço algum murmúrio de voz feminina quando estou tentando fazer as técnicas e caindo no sono. Sobre não respirar, já havia acontecido uma vez. Acho que devo ter apnéia do sono, mas não sei se foi isso. Tentei racionalizar a experiência depois e imaginei que os sintomas projetivos acabaram influenciando no meu sonho. Gostaria de saber a opinião de quem tem mais experiência em projeção. Eu ainda não tive nenhuma consciente pelo o que eu me lembre. 


  3. Em 21/04/2018 at 19:34, Adriano disse:

    O Sandro comentou sobre isso de ser cansativo e eu concordo.

    Quanto à aceleração dos batimentos cardíacos, também não acho normal e não é algo que, a meu ver, deva acontecer. Tenho visto bastante gente relatar que sente isso quando, por exemplo, adentra estados de relaxamento profundo enquanto faz técnicas para se projetar, ou quando passa por uma catalepsia projetiva, mas eu tenho a impressão de que ou (a) é porque a pessoa ficou emocionalmente alterada, provavelmente ansiosa, talvez por estar experimentando estados alterados de consciência aos quais não está acostumada, ou (b) simplesmente ficou mais consciente de seus batimentos cardíacos. É normal percebê-los melhor quando se está com o corpo e a mente aquietados e num ambiente silencioso. Eu mesmo os uso como referência para alguns pranayamas ou mesmo para fazer samatha. Tente averiguar se não é simplesmente essa segunda hipótese. Se for a primeira, é questão de não se perturbar com as sensações e percepções novas, o que vem facilmente com a prática. Medo trava tudo.

    às vezes tenho a sensação que é a ativação do chacra cardíaco, porque na maioria das vezes q tive EV senti como se a energia irradiasse desse chacra. Mas pode ser ansiedade também


  4. 22 horas atrás, Guilherme A. M. Rodrigues disse:

    Eu sinto que essa luz branca sai do meu corpo e vai em direção ao que esta a minha frente. Nesse ponto o aparelho decodificador da NET apaga as horas, desliga, religa, zera as horas, e volta as horas.  Somente eu vejo essa luz. 

    Não entendi a parte do aparelho decodificador da NET. É só vc q vê essas alterações no visor ou qualquer um? Tem certeza q não é um defeito do aparelho?


  5. Em 30/03/2018 at 16:32, sandrofabres disse:

     foi o caso do Robson Pinheiro, na melhor das hipóteses:

    http://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17711-obsessão-de-encarnado-para-encarnado/&do=findComment&comment=83307

    http://pensando-alem-2014.blogspot.com.br/2016/07/e-se-o-partido-fosse-o-psdb.html

    O Roboson dá cursos de apometria, acho que tem grupo disso. Então por aí você imagina o que sai.

    Também o Gerson Celistri, do site apometriauniversalista  a meu ver dá umas boas viajadas, como já comentei aqui. Mas pessoas como o Robson e o Gerson se expõem ao postarem sues relatos, quantos outros podem ter a´te maiores problemas e nunca saberemos. Ou talvez trabalhar no anonimato, sem buscar nenhum tipo de retorno, os proteja das armadilhas o ego viajão que busca impressionar, sei lá. Não tem como saber, tem que arriscar, pois tem pilantras para todos os gostos, não dá para confiar em um critério especifico.

    Obrigado, Sandro! Não sei quem são esses que vc mencionou. Tô por fora. 


  6. 14 horas atrás, sandrofabres disse:

    Isso nunca me aconteceu então só posso especular. Mas subir subir subir.... é uma técnica para subir de faixa no astral, você não está indo para Plutão quando faz isso (embora se a meta for visitar outro planeta TALVEZ seja possível)

    Em geral ao subir muito você vai atingir um limite. Sabe aquel papinho bíblico de que Miguel guarda a entrada do céu com usa espada? É que nós não podemos entrar no plano astral superior, onde vivem os Mestres. Nós só nos projetamos pelo astral inferior, que tem várias faixas. Mesmo o Nosso Lar fica no astral inferior.

    Então acredito que por algum motivo seu subconsciente tenta te levar para uma zona mais elevada (ou você está sendo atraída para lá), mas não consegue chegar. Ter vislumbrado um ser lá no limite também me confirma isso, porque no grupo de apometria em que trabalhei, após tratar as entidades de determinada maneira, o líder do nosso grupo precisava subir a´te o limite, para entregar aos mentores  as entidades para tratamento posterior, e ele comentava isso, que era como tentar fazer uma enterrada e basquete, ele voava "para cima" (em astral) ate onde dava e quando conseguia ver os rostos doe mentores de relance, entregava os obsessores e caía de volta para nosso nivel.

    Poooooode ser algo assim o seu caso, mas não dá para ter certeza.

    Sandro, falando em apometria, como faço pra saber se o grupo que recebo atendimento é bom? Tem algum lugar com informação da localização de grupos sérios no Brasil?


  7. Costumo ter esse sintoma direto que também sinto como se fosse um solavanco no corpo todo quando estou deitado de costas. Porém, acho q eu me assusto quando tenho e fico mais desperto, o que parece voltar a estaca zero caso estivesse saindo do corpo.  Tenho tentado ficar acordado na hipnagogia mas até agora não consegui me projetar. Já tentei algumas técnicas mas não obtive sucesso. Esse sintoma significa o que exatamente? Descoincidência entre os corpos? Da pra aproveitar esse sintoma para me projetar? Se sim, como fazê-lo? 


  8. 1 hora atrás, sandrofabres disse:

    É, mas o detalhe que pode fazer funcionar é este:

    Pode ser que traga ele de volta do estágio de sono profundo, para um estado mais leve. E se despertar no físico, aproveita e fique tentado sem parar técnicas de separaçaõ ate adormecer de novo, porque ao acordar você estará no estado adequado, para fazer tentativas.

    Vou tentar! Obrigado aos dois!


  9. Olá pessoal. Tenho uma daquelas pulseiras inteligentes que monitoram o sono (pelo menos é o que dizem) chamada mi band 2. Ela tem uma função de vibrar também num horário programado, como se fosse um despertador. Como tenho um sono relativamente pesado, pensei em programar esse despertador pra ocorrer na fase REM e me ajudar a ficar lúcido durante o sonho. Será que funciona?


  10. 3 horas atrás, Iogui disse:

    Na verdade essa técnica é chamada de técnica completa pelo Saulo porque ela possui técnica de relaxamento, energética e projetiva tudo junto, então não é só uma técnica energética mas uma sequência de técnicas onde a última é a técnica projetiva da gangorra. Embora a ênfase seja bastante no trabalho energético, não é apenas uma técnica energética.

    qual a diferença entre a técnica 3 e a 4?


  11. 31 minutos atrás, sandrofabres disse:

    Na verdade o calafrio de febre é também sintoma de EV, mas gerado pela necessidade de crua física. Muitas outras coisas podem gerar EV, como uma música, ou emoção esportiva. en mpor isos as pessoas desacoplam, precisa ainda atingir o RELAXAMENTO CORPORAL ADEQUADO.

    Desculpe o amadorismo....Então quando a gente sente arrepio com alguma música tem relação com estado vibracional? Quando isso acontece comigo, sinto arrepio mais no centro do peito. Lembro q uma vez fui num evento q tocaram uma espécie de gongo indiano. Lembro de ter vibrado o corpo inteiro.


  12.  

    16 horas atrás, sandrofabres disse:

    OK, é um ods sinais mesmo.

    Então com toda certeza você está um tanto longe de um relaxamento adequado. Nesses momentos intensificar o EV gera um efeito de formigamento intenso que é anestesiante, quanto mais forte formiga, menos você sente algo do corpo

     Sandro, é possível confundir o EV com outra sensação? Tipo arrepio de medo ou calafrios?...rs