• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Leadbeater

B-Membros
  • Content Count

    222
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    14

Leadbeater last won the day on May 14

Leadbeater had the most liked content!

Community Reputation

162 Excellent

2 Followers

About Leadbeater

  • Rank
    Trabalhando as Energias (200+)

Recent Profile Visitors

686 profile views
  1. Olá Viajantes, Tenho notado, após já alguns anos de busca de conhecimento e práticas, como é grave essa realidade do assédio espiritual. Já passei por algumas experiências complicadas e já consigo entender e perceber alguns detalhes mais aprofundados sobre o assunto. Sei que devemos amparar, ajudar e perdoar/pedir perdão a esse tipo de consciências pois não temos total noção do que já fizemos em vidas passas ou de tudo o que causamos até mesmo nessa atual. O que me intriga é que eu não consigo imaginar em uma pessoa sequer em todo o planeta que me possa causar motivo para que eu me aceite como espírito que vai parasitar um outro. Nem mesmo o pior ser do momento seria motivo para me interessar neste caminho. Já me chamam de bobo pois sinto pena até de quem me faz mal pois procuro sempre detectar a origem e quase sempre vem da indústria das dependências sociais e comportamentais. • Como pode um espírito se aceitar como assediador? • Como pode um ser se sentir tão inferiorizado perante outro para formar um quadro de assédio? • No caso da escravização intelectual, o espírito não tem cognição suficiente para perceber que está se prejudicando ainda mais e gerando bônus para quem imagina estar causando dano? • E o quadro mais assustador: como podem existir legiões de espíritos tão fracos e conformados a ponto de formarem grupos? Paz e luz a todos!
  2. Olá Viajantes! Acreditava já dominar razoavelmente bem algumas técnicas de defesa energética mas confesso que não consigo evitar o ataque ou repercussão após contato com 2 pessoas próximas. Não se tratam de pessoas ruins e, na verdade, ajudam muito os outros mas vivem em bolhas culturais que facilitam a formação de legiões de assediadores. Uma delas é uma senhora com mais de 80 anos, educação religiosa penitente, só assiste/ouve notícia negativa e vive em torno de opiniões midiáticas semanais repetindo como se fossem dela, acredita fazer parte de uma elite e apenas quem tem cargo e poder tem valor, embora na verdade faça parte do povo e sofra muito com seus benefícios ficando mais curtos. Apesar dessa visãozinha, ajuda e muito outras pessoas e cuida de sua irmã doente. Acredito que tenha alí uma alma sensacionalmente boa mas tomada por assediadores. Visito semanalmente mas saio destruído de lá. O ambiente é muito pesado. Já me falaram que a culpa é dos obsessores mas não consigo me proteger de forma alguma. Noto que plantas não vingam no local. Uma pena, pois preciso me aproximar regularmente. A outra é uma pessoa que veio de uma origem humilde e de uma doutrinação rígida que desacredita qualquer coisa que saia da caixinha programada. Repete apenas o que a massa fala semanalmente e não consegue se livrar do vício do álcool. De tempos em tempos adota uma pessoa como "guru" de opiniões e conselhos, até que a "graça" se esgote e escolha outro para ocupar o posto. É exemplar e sempre disposto a ajudar quem precisa, cozinha muito bem e não faz mal a ninguém. O problema é que vive numa bolha onde é tudo o que tem rótulo é respeitado, quem não bebe não é homem o suficiente, tende para se posicionar como coitadinho e cria um cenário religioso para ocultar uma vida complicada de solidão, casa completamente sem cuidados e dependência comportamental de cerveja e pinga. Essa pessoa não gera desconforto energético direto por ser de agradável contato mas deixa um resíduo pesadíssimo após sua visita. Mais de uma pessoa da minha família já relatou sentir uma espécie de ataque posterior. O que fazer para evitar isso? A proteção tem limites? Espero não estar falando besteira. =( Paz e luz a todos.
  3. Olá, Lembrei de mais uma séria de pequenas projeções. Ando ganhando lucidez repetidas vezes num mesmo parque similar a um que existe aqui na minha cidade. A diferença é que na faixa que alcanço, não tem prédios nem muitas habitações. Vejo muita floresta e quase sempre estou num veículo sendo trazido de algum outro lugar que não consigo rememorar. Sempre me deixam numa espécie de pequeno terminal com algumas outras pessoas com diferentes níveis de lucidez. Ficamos alí por um tempo até que acordo. Sei que passo por algum tipo de tratamento/treinamento e que sempre me deparo com um espelho. Não consigo evitar e sempre me vejo mas o reflexo é de um senhor mais velho, mais magro e alto do que eu. Sempre a mesma pessoa. Consigo rememorar que os poucos diálogos são na língua inglesa (!?). Dia desses consegui contato com um Mentor e comentei sobre isso mas ele preferiu não me detalhar e, depois de questionar a razão pela baixa lucidez, recebo a resposta de que a ideia é não termos nenhuma rememoração de alguns eventos. Mesmo assim, consigo trazer algum resíduo. Paz e luz a todos!
  4. Acho que foi um recado que recebi dias mais tarde.
  5. Já vi alguns videos dele mas não concordo com tudo. Quanto a física quântica, sim, bem próximo do Laércio.
  6. Olá Viajantes, Minhas experiencias andam se escasseando devido a um período levemente conturbado. Mesmo assim, tento manter minhas energias no lugar e vigio meus pensamentos. Parece que passamos por uma fase de muito pensamento patrocinado sendo transmitido para o povo. Sei lá. Dia desses projetei com baixa lucidez e notei uma mulher de uns 30 anos tentando se fazer passar pela minha mãe mas meio que jogando uma sensualidade. Neste momento ganhei lucidez e disse que ela precisava treinar melhor para me enganar pois minha mãe tem 80 anos e sofre de várias enfermidades complicadas. A partir daí a mulher se descontrolou e começou a me ameaçar dizendo que algo iria acontecer as 11h e que eu não sei de nada e etc. Joguei uma energia nela e fiz uma espécie de sinal da cruz. Devo ter descido mais um plano e caído na real-time ainda acompanhado. Senti a textura da pele de um ser me apertando fortemente sem deixar me mover. Consegui soltar o braço direito e empurrei a testa dela/dele conseguindo fazer novamente a espécie de sinal da cruz. Acordei hiper cansado e fiquei febril por 2 dias. Devo andar muito denso. Paz e luz a todos!
  7. Sou grato a este forum por alguns importantes conhecimentos que foram compartilhados e, agora, sinto a necessidade de retribuir repassando algumas experiências e dicas que podem ajudar quem está em busca de conhecimento. Referências: • Astral Dynamics - Robert Bruce • Livro dos Espíritos - Allan Kardec • O Caibalion • Bhaktivedanta Swami Prabhupada • Zoroastro • Saint Martin • Aprenda outros idiomas • Viaje para fora do país e sinta outras culturas (Muitos vícios animalescos custam mais anualmente do que uma viagem para o exterior. Faça a conta.) • OLVE / Movimentação de bioenergias • Reiki • Sócrates/Pitágoras/Yeshua • Literatura gnóstica/rosacruz/maçom • Literatura védica • Técnicas de respiração • Básico de botânica • Pular fora de vícios que densifiquem seu espirito/mente/corpo • Sair da programação preestabelecida e ser mais matriz do que repetidor • História • Física/química • Busca do seu Higher Self • Caso consiga, seria bom: sânscrito Minhas descobertas "básicas": • Espirito existe. • Existem planos mais densos e mais sutis do que o nosso atual. • Nós não somos o nosso corpo. É apenas uma vestimenta. • Estamos numa espécie de teste e não nos será revelado nada que afete o seu resultado. • É possível acessar planos próximos de acordo com o nosso grau de evolução mental. Seres elevados não conseguem (mesmo que queiram) se conectar a um indivíduo demasiadamente animalesco e sem bases/verbetes disponíveis na consciência. Citei vários conhecimentos na lista anterior que podem ajudar a chegarmos no mesmo nível de linguagem de um ser mais elevado. • Você precisa estar com seus chakras bem equilibrados para poder se aproximar de um ser elevado. A energia deles é tão grande e pura que nos afeta fortemente. São muito mais evoluídos do que nós mas nos amam incondicionalmente. Esse amor é tão grande que uma pessoa ainda animalizada pode confundir todo o impacto energético como se estivesse se "apaixonando". É muito forte e é preciso ter o organismo limpo e leve o suficiente para poder suportar ou eles nem se aproximam. Conseguem fazer uma leitura rápida de nossa aura e sabem mais de você do que você mesmo. Sintonizam o espaço-tempo de duas semanas anteriores e duas posteriores e muitas vezes te respondem perguntas que você ainda vai fazer. Experiências: • Sobre planos/dimensões: Já consegui acessar a real-time (a dimensão de serviço dos bastidores do nosso teste terreno). Muito frequentemente acabava acessando umas zonas baixas do Umbral tendo diálogos com consciências de vários tipo sendo algumas muito boas e prestativas. Acho que esse acesso é mais fácil pois muitas consciências permanecem presas a seus hábitos terrenos e tendem a manter o ambiente muito similar. Infelizmente a grande maioria dos encarnados ficará nessa faixa pela contaminação de seus espíritos por substâncias viciantes tanto fisicamente quanto socialmente. Passarão um tempo passando necessidade próximo ao plano físico até perceberem que precisam reencarnar para limpar o espírito novamente. E assim vai. Tem legiões tentando manter seus rebanhos sempre no mesmo ciclo e tentar convencer uma pessoa encarnada a parar de beber álcool é perda de tempo pois a mesma usará todas as formas de defesa para manter-se presa ao rebanho. Tentativas mais fortes resultam em repercussão energética. Melhor deixar as consciências descobrirem sozinhas no golpe que caíram. Raras vezes consegui acessar planos obviamente mais elevados mas sempre acompanhado. Vi muita coisa nova e diferente mas não posso relatar. Acho que cada um de nós precisa descobrir sozinho como se alcança essas zonas sutis. No meu caso, não fumo nem bebo, me afastei desde 2014 de qualquer fonte de informação negativa, não entro em bares nem passo em regiões densas ou cheias de pessoas vestindo preto na minha cidade. Estudei bastante sobre respiração e movimentação energética. Existem consciências densas que conseguem certo avanço e possuem suas próprias zonas de conforto e tecnologia mas ainda muito focadas em poder, força e riqueza material. Esse tipo de consciência tenta pegar as mais sutis seduzindo com luxúria, pegadinhas energéticas com embalagem "mística" mas a sua ganância e sede de se sentirem superiores ao próximo já alertam quem está bem intencionado. Em síntese: tentam te tirar do caminho evolutivo mais curto e te manter numa zona de status e sensualidade exacerbada. Na zona real-time é possível volitar, atravessar a matéria, se locomover de forma mais semelhante a de uma consciência elevada, conhecer o mundo, testar a física e conversar com outras consciências desencarnadas. A grosso modo, chuto que meu espírito pese entre 15 e 20 gramas, dando a sensação de que o ar do plano físico é quase um líquido. Dá para "nadar" nesse ar quando ainda não sabemos volitar. • Seres / consciências: Já percebi que que eles não gostam muito que a gente os chame de "espíritos". Os habitantes das zonas mais próximas a nossa tem hábitos e maneirismos muito parecidos com os nossos e podem nos afetar positivamente ou negativamente de acordo com suas e nossas situações kármicas. Em 2016 e 2017 eu tentava manter bastante contato com esse pessoal, conversando e muitas vezes ajudando em alguma espécie de amparo. Fica mais fácil de rememorar quando a zona é mais próxima. Nossos Mentores não são exatamente como costumo ler ou ver pela web, sendo consciências muito mais firmes e determinadas a objetivos bem planejados. A rememoração não é planejada e acontece em circunstâncias que o homem recém começou a redescobrir. São detalhes de horários, jeito de respirar, deitar, etc. A hipnagogia é um efeito que circunda a rememoração e também pode ser usada como ferramenta de contato para mensagens rápidas. As mensagens não podem ser divulgadas a todos e devem ser repassadas apenas para o alvo certo. Os Mentores respeitam quem mantem um canal confiável e desenvolvem procedimentos éticos e firmes. Nem tente sintonizar seres iluminados/elevados com interesses baixos e animalescos. Eles são pessoas muito elevadas e chegam até você com a intenção de te elevar, ampliar a sua consciência e a entender a grandeza da existência. Eles não vão te responder coisas mundanas nem vão passar a mão na sua cabeça. Nos dizem o que deve ser dito e não ultrapassam limites que possam interferir no nosso teste kármico. Quando conseguimos o contato, é de extrema felicidade e a repercussão dura dias. Muitas vezes nos tocam durante o sono, fazem processos avançadíssimos de Reiki, transmitem carinho e amor intenso. Até músicas são nos transmitidas e percebemos que tem mensagens para nós. Difícil é não chorar de emoção quando sentimos a presença deles. É um relacionamento com seres que te conhecem plenamente e tem todo o seu registro existencial. Quando te tocam, acertam diretamente na emoção que precisam te despertar. Desejo a todos que conseguiram esse tipo de situação. É lindo. • Psicofonia: O fenômeno é razoavelmente raro mas de extrema praticidade. Quando um sensitivo está com essa capacidade de canalização, é muito mais fácil manter contato com consciências. A transmissão de conhecimento é muito mais rápida e é possível manter um diálogo. Confesso que é meio chocante no início mas depois que criamos fortes laços e amizades com as consciências, tudo começa a fazer mais sentido. É preciso parcimônia para perceber se está em contato com um ser elevado ou um habitante de zona próxima. Dá para perceber pelo nível intelectual das conversas e o intenso estudo dos itens da minha lista lá em cima ajudam nesse momento. • Energia / estado vibracional: Quando comecei a brincar com respirações profundas, OLVE e proteções, achava que estava perdendo tempo pois não sentia praticamente nada. Só com a prática diária é que conseguimos ir mudando o estado vibracional do nosso espírito. Claro que não é rápido nem fácil, chegando ao ponto de passarmos por estado febril, sensação de fraqueza, hipersensibilidade a campos energéticos, empatia exacerbada, sensação de sermos esponjas emocionais, etc. Passei por situações dificílimas até mesmo para cruzar certas ruas e bairros. Ficava mal mesmo. Depois fui aprendendo a me proteger e fazer a limpeza. Hoje procuro me aprofundar no Reiki para ajudar as pessoas do meu jardim. • Conhecimento: Devido ao nosso estado kármico, não temos acesso nem capacidade intelectual para entender tudo e receber todo o conhecimento. O que podemos fazer é estarmos o mais puros possível para que tenhamos o merecimento para receber amparo elevado. Acho que não tem uma fórmula e não devemos compartilhar no caso de a descobrirmos. Não é fácil mas precisamos amar até mesmo os nossos inimigos e podemos emitir energias boas e construtivas para que os nossos próximos evoluam. Tudo isso sem querer reconhecimento, aplausos ou que nos achem superiores. É preciso ser humilde mas com foco. Desejo muita luz e paz a todos vocês. Muita energia boa vinda de onde nascem as estrelas. /\
  8. Olá, Na verdade, a ideia era relatar a estranheza do evento pois já tenho alguma prática projetiva. Acho que vou parar de tentar amparar certas pessoas próximas e focarei mais no "meu jardim". O que me marcou nesse evento foi a "singularidade" com algumas precognições e retrocognições formando um ciclo // x \\. Se você pensar em termos de física quântica, parece que o tecido 3D foi pressionado formando pré e retrocognições ao redor do ponto em que houve um contato. Paz e luz a todos!
  9. De longe a experiência mais estranha que já passei. Depois de uma semana conturbada pensei em tentar fazer um sábado mais relax mas mesmo assim não deu. Acabou sendo mais um dia conturbado. Meu instinto me diz que tudo isso é repercussão por tentar recuperar algumas pessoas próximas de vícios e de um futuro previsivelmente distante do que poderiam alcançar. Quando faço qualquer ação tentando dar um leve toque ou comentar sobre o problema, a repercussão vem automaticamente na forma de pequenos acontecimentos não-positivos durante a semana. Copos que quebram, aparelhos que estragam, coisas que caem, pessoas tristes e tudo sem motivo aparente. Não é o acaso pois parece ter uma intenção de informar para que "nem tente". Ontem passei o dia febril e meio grogue, tudo estava estranho e culminou com as minhas duas dogs brigando até que uma se machucou. Minha esposa tratou do ferimento e, apesar de tudo terminar bem, ficamos com uma sensação estranha. Tudo aconteceu logo que uma das pessoas pelas quais tento algum tipo de "recuperação" veio nos visitar. Dormi cansado e sem nem pensar em projetar. Fiz minhas práticas e tentei proteger a casa e meus familiares. Acho que não fiz certo ou o que ocorreu foi mais forte do que minhas capacidades de proteção. Me dei conta de estar num lugar estranho e de ver uma mulher me dando uns chutes. Eu não estava com lucidez e alguma coisa me tirou dali na forma de um resgate urgente. Perda na rememoração. Estou no que acredito ser meu quarto só que paralisado. Minha esposa está ao meu lado e percebo que estou terminando de pronunciar uma frase desconhecida e que culminou como a confirmação de algo grande. Ela me olhou e foi até a porta abrindo para a entrada de duas "enfermeiras" que foram fazendo vários procedimentos nas minhas mãos e antebraços. Eu estava paralisado mas essas pessoas pareciam ser do bem (acredito eu) pois faziam com cuidado e como se já estivesse tudo combinado e acertado previamente. Perda na rememoração. Estou numa sala onde percebo que estou sentado numa cadeira e que minhas mãos tem símbolos tatuados. Não vou nem posso revelar o conteúdo mas parece ser do bem, algo como uma proteção e mais uns desenhos como se fossem circuitos de computador que vem dos dedos e continuam nos braços. Não sei explicar. Tem mais pessoas no recinto e parecem me congratular como se tivesse alcançado algo bom. Perda na rememoração. Estou de terno e gravata num apartamento super moderno e noto que pareço um alto executivo além de estar mais jovem e com o corpo perfeito. Parece que saí de uma computação gráfica de tão alinhado em vários aspectos. Vou até a janela e percebo que estou em outro país pois vejo uma grande cidade moderna toda iluminada. Começo a perder a sintonia e a lucidez pois parece ser informação demais para a minha mente processar. Imagino que estou projetado pois não lembro de ter viajado nem pego avião. Tenho a sensação de que se trata de Barcelona no futuro mas sei lá... Tento acordar no físico mas dois caras vestidos iguais a mim me dizem que não vai funcionar pois isso é diferente das minhas "tais viagens" e que é algo mais ligado a prótons. Eles me colocam em um tipo de veículo que me traz de volta só que ao "acordar" e logo depois de me sentir em casa e que tudo aquilo passou noto que estou em outro nível de astral como se estivesse fazendo OLVE e projeção. Vejo minha esposa dormindo ao lado e daí sim consigo acordar oficialmente no físico. Para ficar mais esquisito ainda, não sou de acordar tarde mas acordei precisamente as 11:11 hoje. Sei que essa semana foi de elevação da vibração do planeta e que coisas estranhas poderiam acontecer mas não pensei que seria comigo. Estou febril, com uma ligeira dor no osso do pescoço abaixo da nuca, uma sensação de que mexeram numa parte da minha lombar na qual já tive uma experiência e meio grogue ainda a ponto de puxar meus dedos para saber se estava aqui mesmo. Vou pesquisar sobre os símbolos que vi. Paz e luz a todos. /\
  10. Olá, Meio relato e meio pergunta: ontem a noite, eu e minha esposa estávamos começando a assistir ao filme "Possuídos" (Denzel Washington) e um comentário psicofonado (via esposa) surgiu na cena em que o condenado pronunciava uma língua antiga. A consciência disse: "Nossa! Isso é verdade. Embora não digam, essa história é baseada em fatos reais. Por favor, faça agora o sinal da cruz.". Nem comentei direito com ela e apenas perguntei se já tinha assistido a este filme e a reposta foi não. Fizemos o sinal... Paz e luz a todos! /\
  11. Posso dar um palpite de quem já tropeçou muito no assunto? Siga o seu instinto e reconhecerá quais são as consciências que são construtivas e isolará (no bom sentido) a que precisa de amparo. É grande a chance de uma consciência dos níveis mais densos tentar ficar próximo a encarnados com fartura e participar da alimentação e etc. Não que seja uma pessoa ruim mas sim apenas uma pessoa desencarnada que precisa ser conduzida de volta a evolução. Eu pediria uma Tenepes.
  12. Olá Viajantes, Quando me dei conta estava andando numa casa desconhecida e tentando achar a porta para sair. Consegui sair e não sei como fui parar no telhado juntamente com outras consciências que associei a minha esposa, sogra e sogro, além de um menininho loirinho que ficava me abraçando. Do alto desse telhado dava para ver que estávamos numa região rural mas eu conseguia ver uns edifícios altos e modernos lá longe. Todos estávamos com a lucidez muito baixa e falávamos coisas sem nexo tentando nos localizar e pensar em como fomos parar ali. Não sei como mas tinha a sensação de estar próximo a Campinas. Consegui ter alguma noção de que deveria ser astral (por estudar o assunto, talvez) mas fiquei na minha observando. Em dado momento vi novamente aquele aparato tecnológico do meu relato anterior mas agora ligado a um tubo que vinha de um objeto voador similar a um OVNI mas totalmente translúcido e com várias pessoas dentro. Aquele treco nos puxou e perdi a rememoração do que aconteceu a seguir. Fiquei um pouco lúcido novamente agora dentro de um veiculo já na minha cidade, ainda com a minha esposa e sogros, além daquele mesmo menininho que não desgrudava de mim! Perguntei para minha esposa quem ele era e ela tentava me responder mas sua lucidez falhava e não conseguia. Chegamos a um terminal onde dois seres nos aguardavam sendo que um deles deu uma capsula para minha esposa ingerir e depois disso fiz uns comentários desconexos que ninguém levou em consideração como se esse estado "grogue" já fosse esperado. Acordei na minha cama super bem. Relato anterior: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/20903-zona-real-time-e-objeto/
  13. Só como complemento: Passei por algumas situações que me levaram a uma Síndrome do Pânico que apesar de já em tratamento “físico” também requer alguns toques de sabedoria esotérica antiga. Antes de sair de casa, respire bem, medite e imagine uma esfera de proteção ao seu redor. Quando algo conseguir furar este bloqueio, respire repetidas vezes apenas pelo nariz e imagine a esfera novamente. Saia de perto de telas com transmissão de informação negativa. Fones de ouvido também ajudam. Quando chegar em casa, tome banho e faça como se a água limpasse além da sua matéria. Se persistir, mentalize (sem verbalizar) um pedido de auxílio do seu guia. A razão disso tudo é boa: você expandiu sua consciência e sintoniza o ambiente. Comigo funciona na cidade com a pior energia do país. Sei que não é fácil. Paz e luz.
  14. Realmente parece ser o mesmo aparato e deve estar relacionado a projeções “emergenciais” para talvez facilitar o processo. Numa outra projeção eu vi uma espécie de armário totalmente vermelho com alguns cones apontando para a minha casa.
  15. Eu acredito plenamente numa forte intenção de manter a humanidade como um rebanho com o uso de músicas, filmes, efeitos visuais, sinais arquitetônicos, implantes conceituais de modismos e a propagação de substâncias viciantes. Assim como essa letra, já reparei em várias outras com mensagens super pesadas e contaminantes mas com uma melodia alegre e descontraída. Como a maior parte do povo não tem a menor ideia do que está cantando/repetindo, acaba por se tornar parte do rebanho e começa a repetir o mesmo 'kit semanal' de piadas, opiniõezinhas, modinhas e assuntinhos esperáveis. É triste mas podemos ir dando pequenos toques nas pessoas do nosso jardim e ir libertando. Gota por gota nesse oceano de intenção de poder e dinheiro.