Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

OViajante

B-Membros
  • Posts

    10
  • Joined

  • Last visited

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

OViajante's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

  • Week One Done Rare
  • One Month Later Rare
  • One Year In Rare

Recent Badges

3

Reputation

  1. De fato a respiração tem sido uma grande aliada no trabalho com as energias, ao menos comigo está sendo bem útil, seja em momentos de práticas energéticas, seja no dia a dia. Bom saber que não fui o único a passar por essa fase Nem me fale haha. Estou transmutando cada energia atrelada a memórias que nem lembrava mais que existiam que estou me sentindo um "mineiro" escavando em mim mesmo algumas pedras perdidas que estavam em meus campos sem eu notar hahaha. Realmente, tudo é um aprendizado, e quando conseguimos sintonizar com o fluxo da vida, jesus amado, definitivamente é como se estivéssemos num bote apreciando cada detalhe da vida e aprendendo a cada segundo nessa viagem hahaha
  2. Sim, é por conta da própria movimentação de energias normalmente. Geralmente quando elas surgem, ou eu ignoro ou intensifico, mas na sensação que eu estava sentindo, já fazia algumas semanas que ambas as opções tinham que ser feitas rotineiramente, como se não estivesse dando resultados (embora seguisse rigorosamente a técnica). É como se fosse um bloqueio do tamanho de um mundo (acaso fosse um bloqueio/energia estagnada). Após a sugestão do Sandro, busquei fazer um trabalho concentrado nos chakras, o que permitiu perceber uma circulação melhor de energias em geral no corpo, acredito que seja por conta de um ou outro chakra estivesse menos ativo que os demais. Quanto a sensação, ainda persista (mais leve agora), mas creio que encontrei boa parte da causa por intuição/sensação, era do plexo solar, que afetava aparentemente, os outros dois chakras (laríngeo e cardíaco). É aquela velha história, algumas vezes existem energias/bloqueios tão antigos que nem se damos conta ou sabemos a sua origem, mas ali estão os benditos (as) nos atrapalhando em nosso equilíbrio diário.
  3. Boa noite Sandro! Tu tocou justamente num ponto que desconfiava que poderia ser, em relação a um possível bloqueio que nunca notei a sua existência. Eu apenas não estava (e ainda não estou) com total certeza quanto a isso, pois nunca havia sentido as sensações que mencionei. Por outro lado, achei bem interessante a sua indicação, assim como, as leituras que indicou pelos links, de tal modo que hoje mesmo irei novamente praticar para trabalhar de um modo mais focado nos chakras para ver se resolve a situação e localizo a causa. Agradeço muito a ajuda!
  4. Galera, boa noite! Não consegui encontrar nada no fórum acerca disso, ao menos nada diretamente. Em resumo: Estou praticando a técnica da olve + meditação há algum tempo, mas com a técnica da olve estou há alguns dias tendo um sintoma físico um tanto quanto peculiar e estranho. Ao movimentar as energias, após alguns minutos, eu começo a sentir náuseas e uma aparente vontade de vomitar (digo a aparente pois parece algo criado pela mente). Algumas pistas adicionais que creio que pode estar relacionada, mas não tenho certeza, é uma aparente sensação de sentir a sensação quando a energia passa no chakra cardíaco e plexo solar, pouquíssimas vezes no laríngeo também. Ai que surgiu minha dúvida, se fosse algo que passasse após alguns dias, levaria como algo bem normal, uma vez que a olve vai colocando as energias no seu devido lugar e equilibrando os chakras, mas o que achei estranho é que já fazem quase duas semanas com a mesma sensação e a impressão de vinculação com os mesmos chakras supramencionados. Pelo que pesquisei até agora (no fórum, google e alguns vídeos), pode ser um vínculo direto com o plexo solar, um processo de quebra de bloqueios ou vínculos com obsessores, ou atração de entidades negativas (não entendo o motivo) e acabar sentindo justamente pelo aumento de sensibilidade derivado do trabalho de energias. Alguém já teve sensações similares ao trabalhar as energias e conseguiu encontrar alguma resposta para a origem delas?
  5. Huahuahauhauhua. Não dessa vez hahahahaha. Então, é justamente essa a mesma impressão que eu tenho, até mesmo por isso criei o tópico. Não estava conseguindo ter certeza da origem disso, até mesmo porque é muito raro eu ficar com qualquer dos sentimentos/sensações que você mencionou. O desalinhamento eu acabei excluindo pois a sensação é apenas no laríngeo e cardíaco, mas que é claro, acaba afetando o sistema inteiro, razão pela qual ando meditando muito ultimamente até descobrir a origem. É o que eu também estava desconfiando que fosse, por isso estava praticando muito a olve. Agora, esse tópico que tu mencionou ajudou muito. O mesmo caso exposto lá, em relação a sentir tudo que a outra pessoa sentia, é o que eu tinha, a única diferença é que eu me afastei aparentemente sem romper o elo energético e isso pode ser a causa de tantos problemas. Acredito que com essa indicação do tópico, minha dúvida foi sanada por completo e agora consegui a ferramenta que precisa para voltar a estado 100% hahaha. Obrigado Iogui e Minato pelos comentários!!!
  6. Galerinha, estou com uma dúvida que ainda não consegui sanar completamente e isso vem me incomodando há alguns meses. Vou tentar ser bem detalhista para ver se alguém consegue me auxiliar nesse pepino que acho que me meti/criei. Caso introdutório e problema: Faz algum tempo que eu sinto uma energia muito forte no meu chakra cardíaco e laríngeo e até o momento não consegui resolver completamente. A sua origem está vinculado a uma pessoa que eu tive uma conexão muito forte, aquelas do gênero de cada um adiantar a fala um do outro, leitura de pensamentos, um sentir o que o outro sente mesmo distantes, além das semelhanças absurdas em aspectos históricos (acontecimentos passados em cada uma de nossas vidas) e presentes (hábitos comuns). Em síntese, é quase como se fossemos a mesma pessoa em corpos distintos. Dito isso, agora vamos ao caso. Com o tempo (após 1 mês depois que se conhecemos), eu sentia que eu deveria me afastar (intuição), mas não entendia muito bem porque e até tentei resistir um pouco, pois sentia umas energias estranhas ao tentar me desaproximar. Aos poucos tentava, mas por parte dessa pessoa, não havia vontade de se afastar, ao passo que apenas eu parecia sentir isso (a pessoa também é sensitiva). Por fim, acabei indo na contramão da minha intuição e acabei mantendo o vínculo, pois senti um pouco de pena, não queria causar nenhum mal emocional a pessoa ou talvez gerar uma obsessão. Contudo com o tempo, tudo começou a desandar em relação a esse vínculo, ao passo que novamente retornou a vontade de cortar o vínculo novamente. Na época, eu comecei a realizar a oração "ho'oponopono", já que apenas o reequilíbrio das minhas energias e a meditação não estavam dando conta. Toda santa vez que eu tentava me afastar, vinha uma onda muito forte de energia que atingia meu chakra cardíaco e o laríngeo, eu chegava a ficar sem ar e com uma pressão absurda nos dois chakras, ao ponto que isso chegou a me prejudicar até ao dormir (não conseguia). No fim das contas, após um bom período tentando aos poucos, por parte da pessoa aparentemente, houve a quebra do vínculo e enfim consegui seguir a minha intuição inicial, no entanto, as pressões ainda existem e isso está sendo um saco. Atualmente nem conversamos mais, o que auxilia o afastamento e o esquecimento do vínculo, mas basta uma memória surgir na mente em relação a essa pessoa, que a pressão nos dois chakras retornam como se houvesse se formado um "trauma" e isso está me atrapalhando muito, até mesmo porque eu estudo constantemente para concursos e se surgir uma memória até eu reequilibrar para retornar ao foco é um parto. Outro detalhe, aparentemente não conseguia sentir direito meu chakra cardíaco após o afastamento, com o tempo estou retornando a sentir ele como antigamente, mas foi quase como se tivesse sido sugada toda a energia dele durante o período. Alguém sabe o que pode ser essa pressão forte nos dois chakras supramencionados? Obs 1: Não estou buscando conselho quanto a retornar ou não, na realidade estou tentando entender a explicação dessas energias para enfim conseguir tomar o rumo certo quanto a isso, afinal se for algo passageiro, assim ficará, se for algo que talvez esteja cometendo um equívoco, precisarei retornar para evitar eventuais problemas futuros. Obs 2: Pratico toda vez que uma memória surge e vem as pressões, a oração ho'oponopono e amplifiquei o ciclo de meditações para evitar que uma memória surja enquanto eu estudo, assim como, também venho aplicando a OLVE para tentar limpar algum possível bloqueio que foi criado em algum dos chakras.
  7. O ambiente em que presenciamos de fato afeta nossos campos energéticos e consequentemente as sensações no plano físico (ex: emoções). Pelo que tu mencionou, basicamente você começou a alterarseu campo vibracional e a se tornar mais sensitiva energeticamente as pessoas e ambientes, o que é algo bem comum para quem começa a trabalhar suas próprias energias. Dito isso, não tenho como afirmar ao certo se o ambiente de trabalho é o único local que está a lhe influenciar, mas se efetivamente começou a se tornar mais sensitiva as energias, ele é uma das causas. Você poderia trabalhar com a vigília como uma forma de se manter equilibrada nesses ambientes, ao perceber que algo começou a afetar seu equilíbrio energético, você pode fazer a mentalização que mencionou (pensar em coisas boas) acoplada a própria respiração que ajudará a aliviar essas variações energéticas. Sobre um meio de proteção, deixo isso para os outros usuários, pois ainda não consigo encontrar um meio de proteção perfeitamente eficaz, afinal estamos imersos num plano mais denso e suscetível as suas energias e cedo ou tarde o meio externo acaba afetando nossos campos energéticos, e ai, lá vamos nós novamente fazer a limpeza daquela energia que se conectou. Quanto a viagem astral, isso é prática, com o tempo conseguirá, tente imergir nos estudos acerca do tema e dormir com essa intenção (além da limpeza energética que mencionou), há diversos materiais no fórum que podem ser úteis, inclusive com técnicas. Aaah! Quase esqueci, também sou constantemente afetado pelo ambiente de trabalho, eu até brinco que as vezes preciso de dois de mim, um para trabalhar e um para fazer a limpeza energética constantemente. Qualquer alteração de humor, energética no ambiente, já estou eu lá sentindo isso e afastando a energia dos meus campos.
  8. A ligação da imagem acima postada pelo Iogui possui algumas modificações, não? Me corrijam se eu estiver errado (please), mas embora os 7 chakras principais façam parte de um sistema onde uma modificação em um afeta a cadeia toda, a conexão intima entre alguns chakras decorre entre o raiz - coronário, sexual - terceiro olho, plexo solar - laríngeo. Doutro lado, o cardíaco funcionaria com um centro de expansão aos demais, equilibrando-os e refletindo nos demais de acordo com a energia liberada por intermédio deste. Me recordo que certa vez li isso, em que era uma técnica que basicamente consistia em transformar o chakra cardíaco em um chakra central cuja função era irradiar energia e manter os demais chakras equilibrados, ao contrário das técnicas de equilíbrio individual de cada um dos chakras.
×
×
  • Create New...