• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Sembrol

B-Membros
  • Content Count

    71
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    4

Sembrol last won the day on April 16

Sembrol had the most liked content!

Community Reputation

23 Excellent

About Sembrol

  • Rank
    Advanced Member

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Talvez esse seja o problema. No começo das minhas experiências eu tinha um certo receio de me movimentar igual no físico, tentava me mover com delicadeza para "não perder a experiência" e isso só me atrapalhou. Uma certa vez fiquei preso no corpo e sai fazendo força, como se eu estivesse tentando atravessar um plástico com o meu corpo, isso porque eu li o Sandro (um adm daqui) relatando que dava pra sair assim. E depois que conseguir romper aquele lastro energético, ao sair do quarto, eu percebi que eu poderia me mover livremente, fazendo o esforço que eu quiser, que meu corpo não iria acordar. Desse dia em diante eu saio do corpo físico, quando ele dorme e as energias da aura se expandem, do mesmo jeito que levando pela manhã da cama. Mas as vezes não quer sair e tem que ser técnica mesmo, como tentar sentir o corpo balançando. (Uma vez a energia da aura estava tão forte, talvez por indução psicológica, que não conseguia nem me mover, me levantei do corpo mas minhas pernas estavam incrivelmente pesadas, todo o meu corpo, mas me escorei na parede do quarto e sair rodando por ela até a porta e deu pra sair kkkk. Só uma dica, mas tenho quase certeza que aquele peso tenha se manifestado por indução...sla, talvez de obsessor, já me enganaram uma vez fora do corpo por indução psicológica, então não duvido.) Quando você perceber que está sentindo uma energia diferente, que o corpo dormiu, ao invés de tentar uma técnica de saída BASTA se levantar e PRONTO, você vai perceber que está com o corpo astral e que seu corpo físico realmente dormiu. Ao se levantar tente fazer testes de realidade para não se enganar achando que não deu certo e voltar a dormir kkkk você pode sair mas vai ter dúvida ainda, e seu não fazer o teste vai perder a experiência kkkk. Só de sair do quarto e ver que perdeu o sono já dá pra ter certeza, mas eu sempre vou pro quintal e pulo pro muro rsrs.
  2. Obrigado pelo aviso Sandro. Eu provavelmente iria passar por isso se você não tivesse alertado kkkk valeu, vou organizar melhor essa rotina.
  3. Mas claro que ainda não consigo fazer isso ainda, então quando realmente não dá mais eu vou caminhando e depois volto a correr
  4. Olá pessoal, eu venho tendo bons frutos dos meus esforços particulares e decidi compartilhar o que vem acontecendo comigo. Pra começar irei voltar um pouco no tempo. A um tempo atrás eu vinha tendo muitos problemas quando o assunto era outras pessoas, principalmente gente mau encarada ou com algum pensamento ruim sobre meu caráter, concebido de forma precipitada. Me sentia desconfortável na presença, mas isso não me atingia de modo psicológico, só fazia eu pensar "Qual o problema aqui?" E ficava na dúvida se era problema de obsessor ou meu próprio. Bom, a sensação energética era bastante densa e pesada...acho que isso é bastante normal para as pessoas espiritualistas em geral, mas a quase duas semanas, eu venho acordando bem cedinho pra ir correr, um pouco mais de 4 km pra ir e pra voltar, e isso vem me fortalecendo não só fisicamente mas na minha psiqui também, pois eu corro com o objetivo de FORTALECER minha força de vontade, ao correr do ponto A ao B sem parar, minha capacidade pulmonar é boa, não fico totalmente exausto, mas minhas pernas ainda atrapalham, então tento esquecer a dor e continuar correndo até o ponto de chegada, não importa muito a velocidade mas sim o objetivo de chegar até lá no pique. Isso na minha vida prática aumentou drasticamente minha defesa psíquica, "nervos de aço" talvez seja o termo correto kkk, é MUITO parecido com você praticar pranayama, quando termina e sente aquela sensação Zen, cheio de energia, mas a sensação da corrida é a longo prazo e essa sensação é interna, você realmente exercita o cérebro físico. Por isso eu estou achando que ao correr também estou absorvendo muito prana, de forma mais "severa" do que o pranayama...mas talvez esse prana seja utilizada de forma mais eficaz no corpo físico, no cérebro, e não muito no campo energético, mas é só um talvez. Na pratica, os resultados são ótimos, seja lá onde essa energia é depositada. Então o hábito de correr é tão eficaz na sua parte biológica dos músculos e tal, quanto do processo QUÍMICO DO CÉREBRO, isso é tão eficaz quanto ficar com a cara enfiada em um livro de psicologia...Pois o hábito de ler te fortalece de forma intelectual mas não te protege do baque psicológico...você pode viver enfiado nos livros mas se não se fortalecer com alguma atividade física você vai ter mais chances de ser um "bunda mole" nas atividades de maior estresse psíquico, como no caso de você ser vítima de uma discursão mais agressiva. O que eu estou falando é que dependendo da pessoa você vai perceber que aquele que CULTIVA hábitos saudáveis vai ser o menos prejudicado nesse evento. Então eu pude perceber que você não deve ficar no cultivo de práticas espirituais somente, meditando para estabelecer uma força interna maior e tal, não! isso não é o bastante, isso vai aumentar muito uma parte sua mais espiritual mas sua parte BIOLÓGICA não depende disso, você viver em UMA MÁQUINA BIOLÓGICA GENIALMENTE CONSTRUÍDA com o passar dos milhões de anos, esse corpo, o desse planeta, corre no DNA um grande ramo de uma arvore de várias espécies pre-históricas (Linha Evolutiva, claro que os genes que ele não precisa estão desativados, mas estão lá), Então temos de ter noção que estamos em um corpo "animal", um corpo incrível mas que temos que CUIDAR dele também. E se damos o valor que ele merece ele nos recompensa também. Mas isso não é uma tarefa a ser feita sozinha, como eu disse tem que cuidar de todas as áreas de você, o auto-conhecimento é o ideal pra você se sentir bem consigo mesmo. Somente a corrida não vai fazer milagres, tem que ter uma "auto-terapia", identificar as tuas falhas morais e saber se perdoar, andar firme e ter conhecimento do mundo que você habita no momento. É um cultivo sábio e calmo. Mas sem dúvidas esse conjunto de correr, respiração e determinação, criam frutos no em você muito preciosos. Façam o experimento se quiserem e vejam. O corpo físico tem sua auto-proteção psíquica, é uma grande máquina, mas você tem que ativar essas coisas na sua máquina orgânica também né.
  5. Isso é chamado de clariaudiência, é uma telepatia entre dimensões. As vezes eu também tenho isso, é como um pensamento intrusivo, que na maioria das vezes é bem alto, como um grito do obsessor no pé do ouvido kkkk. Até li outras pessoas falando dessa experiência. Mas as vezes fico confuso se não seria eu, iconsciente pensando. É um pensamento a parte, as vezes por cima de outro. Acho que é isso que você tá tentando falar kkk Também li não muito tempo atrás uma pessoa que teve uma experiência de telepatia com a irmã dela, ela estava tendo esses pensamentos intrusivos, que no caso era a irmã dela com problemas pessoais e no final ela foi conversar com a irmã e contou pra ela sobre os pensamentos e a irmã confirmou que ela estava pensando exatamente aquilo. Essa história foi contada por uma pessoa de um grupo do whats, eu não pedi pra ela se eu poderia comentar, mas se tiver lendo e quiser confirmar e contar direito pode kkk.
  6. Semana passada eu vi um ser parecido. Já estava de manhã, bem cedinho, perto da hora de acordar e eu no astral andando pela casa, aí chegou um ser plasmado da minha mãe, mas minha mãe não mora comigo, ele pediu pra eu voltar pra cama aí eu fui, ao deitar na cama voltei pro corpo e de olhos fechados e já consciente percebi o que tinha sido enganado, nesse momento ainda sentia o balonamento da aura e me levantei novamente em astral...bem como eu esperava esse ser veio plasmado e eu agarrei o pescoço dele por trás e segurei e estirei os braços dele para trás, porque eu estava irritado, provavelmente por causa dele, aí eu comecei a falar com ele e dar bronca, ele tinha uma voz tipo a do smigol do senhor dos aneis sabe, aí falei que "olha isso! tá vendo? sabe nem falar direito, isso é de viver pelo umbral, tá se acabando todo com essa vida" e fiquei numa conversa dessas com ele pedindo pra ele desfazer a plasmagem pra eu ver como ele era. Levei ele pra fora de casa e desvirei ele olhando nos olhos e a plasmagem se foi, nisso apareceu um ser parecido com esse que você viu, era um "zumbi" de cor azul, magro, com algumas feridas/cortes abertas, pelado e então mais uma vez dei uma bronca falando da aparencia dele, todo acabado. nisso mandei ele cair fora e voltei pro corpo pra tomar um banho. Provavelmente você não viu a aparencia real deles, teve algum onirismo, mas geralmente a textura do corpo é "densa". Nesse espírito que vi a textura parecia um pouco artificial, talvez meu cérebro não percebeu todos os detalhes.
  7. @sandrofabres agora tive uma dúvida, se por acaso eu tenha algum implante como um "capacete astral" ou alguma coisa grudada no meu corpo astral, ao sair do corpo eu posso simplesmente fazer um checklist passando a mão pelo corpo e tentando sentir que tem algo ali pra arrancar do corpo astral? Ou requer uma pessoa que tenha uma equipe astral mesmo? Eu sei que ainda tem a possibilidade de acabar plasmando. Mas o que eu falo é a pessoa fazer isso com foco, sem imaginar nada. Seria possível também?
  8. Que bom que você melhorou sua visão sobre como a vida funciona. Eu estou assistindo um vídeo do Wagner Borges e ele acabou tocando nesse assunto, sobre o envolvimento das pessoas com essas energias e seres. Recomendo assistir. https://www.youtube.com/embed/50aISIuecKk?start=2105
  9. Olha você está bem certa quando diz que várias pessoas parecem não ligar pro espiritual, nesse período do tempo que estamos, são poucos que se ligam com o espiritual tentando melhorar a si próprios e largar o egoísmo, eu concordo nisso. Mas é uma questão de escolha, uns amam tanto o "mundinho" deles que acabariam em tristeza vendo a verdade, e preferem abraçar a ignorância mesmo, já outros querem vantagem em cima dos que ignoram a verdade espiritual, não deixando de serem materialistas, por isso amam essa Selva em que vivemos, porque esse é o "mundo do sofrimento", onde seres cheios de ego vivem. Mas enquanto tem uns que despertam pro lado positivo a maioria segue indo pro lado negativo, porém o destino de ambos é diferente, em quanto alguns querem liberdade, outros seguem se enrolando em correntes pesando que conseguiram, no fim, a mesma coisa. Muitas pessoas sábias já alertaram, mas alguns não querem nem saber, acabamos invertendo a moeda considerando que o lado que seguem é o positivo, e pior, criam no lado positivo uma figura de inimigo, o mentiroso da conversa, a verdade é que amam o poder, no fundo todo mundo ama o poder, mas é preciso seguir as leis e compreender totalmente e nisso esses caras não querem, pois...o lado positivo é o vilão e falso da história né?...mas a grande maioria seguem por afinidade, sem interesse no espiritual. Tem que ficar muito ligado, quando você quer seguir caminhos esotéricos, por exemplo, pra não cair no papo de muitos seres também, somos facilmente manipulados, até em sonhos podemos ser manipulados...Franz Bardon alerta no seu livro 'a pratica de magia evocatória' versão traduzida e incompleta na pag 48: "Ligar-se aos seres espirituais e suas esferas significa perder a liberdade de seus atos e pensamentos." Então podemos ver muitas pessoas na internet falando que Sacerdote desse ou aquele ser, e falam que é algo natural, que não podemos ser presos por nada, mantidos em lugar nenhum...a verdade, como é alertado por muitos Mestres ou Sábios, é que você vai está se prendendo cada vez mais na Roda de Samsara, ou se prendendo em alguma esfera como um "demônio". Mas não se deve julga, mas sim alertar, uma vez que a pessoa queira ouvir Essa é uma carta do Tarot, mostra o ser indeciso sobre qual caminho seguir, pessoas que buscam melhorar tentam largar seus vícios, atos imorais em geral. Mas as vezes é difícil, você busca mudar mas sua natureza é teimosa...Eu penso que NÃO IMPORTA no que você pensa, se não faz AÇÕES para mudar. Uma vez que uma pessoa muda, justamente por ação, uma pessoa boa pode se corromper por causa de más influencias que cultivaram nela ações ruins, nesse mundo se muda pela ação, não importa se você pensa em flores, quando uma vez que pensa em vermes acaba cedendo ao desejo, tem que ser pela ação. Criei um lema pessoal pra me manter na linha, agora penso muito nele durante situações difíceis: O CAMINHO SE FAZ PELA AÇÃO! Falo isso porque nessa Selva é muita cheia de exemplos ruins, tem que ralar pra achar coisa boa, nossas ações tem que serem orbitando a mudança de si, pelo aperfeiçoamento, é como penso, mas não podemos agir em solidão, nada ando se você quer seguir só, tem que buscar levantar o máximo que der, é como uma fuga da prisão kkkk uma prisão psicológica. Precisamos nos habituar no cultivo de práticas espirituais, uma vez que até somos incentivados recebendo uma mãozinha dos mentores, pra ver como esse é o caminho.
  10. Oi pessoal, estou atualizando esse tópico com base nas minhas experiências com a técnica. Pois bem, descobri que essa técnica fica muito mais eficiente quando você acaba de acordar, pelas minhas tentativas, tentar se manter acordado enquanto tenta entrar em sonho lúcido, é muito complicado, mas quando você acaba de acordar, entrar em um sonho novamente e usar a técnica é super eficaz e fácil, hoje mesmo tive 5 saídas, 3 cegas, 1 deu quase certo e na última fiquei um bom tempo fora. Enquanto tenta sair pelo rompimento do sonho, você também deve tentar sair se tiver algum sintoma de desprendimento, usando uma técnica de saída. 3 dessas saídas de hoje foram usando uma técnica de saída, ao senti o sintoma de desprendimento e as outras duas pelo rompimento do sonho. Mas veja que só foi possível as técnicas de saída porque eu estava tentando voltar a sonhar, com intuito de deixar o "corpo" cair pra trás.
  11. Sim, mais parece isso mesmo.
  12. Bem, na questão do namoro, o que eu acho que lhe incômoda é visão de namorados que as pessoas têm. Ter que achar uma pessoa para fazer sexo e não se sentir sozinho, basicamente. Agora se você encontrar uma pessoa que tenha pelo menos os mesmos ideais que você, você sentirá uma atração emocional e deve ser isso que você procura, eu acho. O desenvolvimento da sexualidade começa muito cedo, antes da adolescência você já pode ir se interessando por garotas mais velhas ou suas colegas na escola, e quem nunca teve aquela professora linda né? Me parece estranho você não ter nenhum interesse desse tipo, pode ser o que eu disse acima, procura emocional para se abrir com a pessoa, mas também pode ser essa falta de gatilho para descobrir a sexualidade. Pode ter casos mas acho provável para pessoas que viveram isoladas ou tiveram maus tratos na infância e essas coisas.
  13. Normalmente a pessoa que pensa mais sobre a vida e questiona as coisas a sua volta, porque temos que ser assim, fazer aquilo e isso, que em muitas vezes é de forma mecânica e sem sentimento, algo simples da vida, transformam em um senso para satisfazer seus desejos de vaidade e até se colocar acima do outro, sempre competitivos, sempre "infelizes alegres" acreditando que seguir a vida como ela é, vai ser sua única escolha para ser feliz e de bem com a vida. Percebem então que essas pessoas decidiram viver como o homem acha que nasceu pra viver, acordando, fazer suas tarefas de casa, ir ao trabalho, sair do trabalho, se divertir bebendo uma cervejinha, voltar pra casa, fazer o que quiser e ir dormir para depois acordar e fazer a mesma mecânica. Também tem as pessoas que preferem sair da sociedade e viver em comunidades isoladas, e da mesma forma vivem para acordar, viver e se satisfazer para depois dormir e ir até a velhice, se não se cansam e vão procurar sua felicidade em outro lugar, seja viajando com sua namorada e morando em um trailer ou coisa do tipo. As pessoas não querem ver que existe um propósito além de viver pro mundo, além de ter sensações de adrenalina, serotonina etc, por viver de forma cômoda, sem preocupações Mas quem pensa sobre a vida e normalmente acaba vendo, tirando o véu, que a vida é mais que satisfazer o corpo, isso é importante mas não é TUDO. Basicamente, não vamos nos tornar pessoas melhores por fujir da turbulência da cidade, e a vida mecânica de trabalho, casa, dormir e acordar, não vai te realizar nessa vida, nem que você tenha uma pessoa ótima ao seu lado por toda a vida, você só vai está depositando sua ilusão de felicidade nessa pessoa, é ilusão pq se essa pessoa "sair de baixo de você, vai ser obrigado a enfrentar a corda que estava pendurada na árvore e está enrolado em seu pescoço" e você percebe ela tarde se mais quando a pessoa sai da sua vida. O que nos sobra é vivenciar a espiritualidade, vivenciar seus fenômenos que nos ajuda a entender o mundo e as consciências nele, que desse modo acaba nos ajudando a compreender nós mesmos, quando compreendemos o mundo e as pessoas acabamos despertando um senso de sensibilidade com as coisas a nossa volta, ao nos tornar pessoas morais acabamos a dá mais valor para vida, não de forma mecânica para satisfazer a vaidade das outras pessoas, mas porque vemos o valor espiritual da coisa A felicidade alegria pela vida não vai está na vaidade de demostrar quem você é pras outras pessoas, ou seu estilo de vida, sua filosofia etc, vai está na simplicidade de ver o valor de cada coisa, o valor espiritual, ou pelo menos o começo da felicidade está aí... Então, as coisas oferecidas na vida que proporcionam bem-estar, mais interessam aquelas pessoas que estão entregues para a vida materialista, afinal, para céticos com orgulho e vaidade a zelar o que conta é isso, mostrar pro mundo que eles não tem problemas e são felizes...Mas para aqueles que estão cientes que na vida isso não é o que conta, buscam criar mais suas virtudes do que suas desvirtudes, seus defeitos. Pois no mundo material aqueles imperfeitos são infelizes exemplos, mas saindo do material são somente infelizes mesmo. Então, tenha paciência e dê um passo de cada vez na vida, foque no que está ao seu alcance, degrau por degrau, busque fazer algumas caminhadas em locais de natureza e tente perceber e ouvir o ambiente, os pássaros os animais, não precisa tentar ser aceito pelo mundo material, basta seguir nele sem cair nas suas ilusões, tente ter experiências extrafiscas, e admire mais a natureza, isso vai te conectar mais ao lado bom da vida, as virtudes. (Bem, no momento atual do país e do mundo, levaram a dificultar essas coisas, mas quando tudo passar, é só lembrar disso que falei.)