Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Sembrol

B-Membros
  • Posts

    123
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    8

Sembrol last won the day on August 16

Sembrol had the most liked content!

2 Followers

About Sembrol

Recent Profile Visitors

1,528 profile views

Sembrol's Achievements

Explorer

Explorer (4/14)

  • First Post Rare
  • Collaborator Rare
  • Conversation Starter Rare
  • Dedicated Rare
  • Reacting Well Rare

Recent Badges

50

Reputation

  1. Essas teorias são difíceis de engolir kkkkk, acredito que o corpo que conhecemos evoluiu normalmente como os outros do nosso planeta, um grupo evoluiu se adaptando a pesca e cruzou com outro que praticava a caça e assim foi nascendo descendentes com cérebros mais eficientes, afinal, se para uma raça ficar inteligente precisasse de intervenção de uma já evoluída, como se deu a primeira raça inteligente no universo? Evoluindo normalmente. Parece desprezo pela capacidade do planeta/natureza de criar seres inteligentes. Acho que é justamente esse um dos propósitos de um planeta. Não sei se dar pra saber de fato que nossos ancestrais tenham obtido conhecimento agrícola por outros seres por não conseguirem descobrir isso por conta própria observando a natureza. Acho que o erro desse pensamento na crença que não fomos capazes de evoluir nosso intelecto e habilidades é que esquecemos que nada é da noite pro dia, são milhares de anos que vão se passando, esse é o princípio da natureza, tudo vai mudando. Uma hora aquele ser com um cérebro inteligente aprende que se traçar algumas fibras fará uma corda resistente. O que eu acho mais plausível é na crença que atribuíram ao acaso uma intervenção divina, e no que foi acaso falam que na verdade foi um ser divino que fez aquilo acorrer para trazer aquela sabedoria ao homem. O mesmo se repete no que é ruim, uma doença onde é atribuída a causa à um Deus maligno ou um demônio, os alienígenas parece que estão virando os novos deuses da modernidade kkkk, ou querem atribuir isso a eles. Eu penso que assim como a gente, que não somos terrestres, apenas nossos corpos são, os alienígenas já viveram vidas em planetas primitivos e que esses que viajam no espaço estão mais para pesquisadores, afinal somos imortais e o universo é diversificado e infinito. Com isso fica óbvio que eu deixo a entender que acredito em vida em outros planetas, seria completamente sem sentido um espiritualista que sabe da existência da espiritualidade ter uma visão materialista e cética da nossa existência como espíritos. Eu já vi um documentário mostrando esses ossos encontrados, não vou ditar o que é mas no que eu acho que são, no meu ver, assim como no documentário (acho que foi no Discovery) parece que são deformidades causadas por pressão, usando alguma coisa como um metal pressionando o crânio desde novo para ele ir crescendo naquele formato, já que o crânio na infância ainda é maleável (https://www.saberatualizado.com.br/2015/12/por-que-os-povos-antigos-deformavam.html?m=1) Acredito que possa sim ter algo de verdade, mas é suposição minha: Imagine você um espírito primitivo, sem conhecimentos sem muita vivência, então é trazido para um planeta e seres espirituais lhe informam que você vai começar a ter experiências na matéria para ajudar no seu crescimento, assim como eles também tiveram as suas, a experiência planetária lapida a consciência, e se for visto nessa ângulo, estamos aqui para ficarmos com a consciência semelhante daqueles seres tão inteligentes e sábios que um dia nos prepararão os corpos astrais para uma encarnação no plano físico. É como a teoria dos Lemurianos, que de acordo com a gnosis viviam em corpos sutis(astral) e só depois ficaram aptos a habitar corpos carnais. https://gnosisbrasil.com/artigos/sete-racas-planeta-terra/ Mas essas informações não devem ser levadas ao pé da letra, afinal nossa mente tende a se fascinar por essas coisas, não devemos esquecer que não somos de raça alguma, somos espíritos imortais em aprendizado, que nem formas temos, só tendemos a ficar com a mesma forma do nosso corpo humano no plano astral por puro condicionamento de uma vida física com ele.
  2. Parece que você já estava projetado, essa sensação da cama girando e essas sensações de pequenas deslocações (que é o que eu acho que você quer dizer em "outras sensações") já são bons indícios para você levantar da cama e fazer o teste de realidade, pra ver se realmente se projetou. Esse taquicardia eu geralmente sinto quando volto de uma projeção e quando sinto ele também perco o relaxamento e não consigo me projetar mais.
  3. Uma boa opção é fazer uma boa faxina no ambiente, ajuda muito também. Frequentemente, um aposento é mais eficientemente banido por uma boa limpeza e aspiração do pó do que pelo próprio ritual de banimento.
  4. Eu acredito que sim, se você for ver, existe ordem em tudo, toda a natureza nos mostra que existe uma organização, desde as estruturas dos corpos, das células, dos microorganismos, até nas colônias de bactérias e outras criaturas vivas mostram que seguem alguma organização, algum padrão de agir ou sobreviver, etc. Tem uma ordem, bem mecânica. E se é assim no mundo físico, também deve ter alguma ordem no mundo mental, ou seja, nos pensamentos, nas estruturas psíquicas de cada indivíduo, mas não temos tecnologia que mostre ondas ou algo do tipo ainda, para manifestar essa ordem visualmente, através de um aparelho, por exemplo. Mas sem dúvidas tudo tem ordem. Até, acrdito eu, que esses "elementos" que constituem toda nossa consciência, os aprendizados de vidas passadas, habilidades e dificuldades, capacidades ocultas outrora despertas e conhecidas, capacidades adormecidas, tudo. Agora, acredito que esses elementos se organizam seguindo elementos predeterminados, e não segundo nossa vontade(quer dizer, mais ou menos), explico: Como somos seres que habitam corpos primitivos, os corpos físicos, o corpo nos limita até um ponto, diferente do corpo astral, que perde um pouco da limitação mas continua tendo várias, são as chamadas Leis: Isso é mais ou menos o que se sabe, de acordo com os ocultistas. Mas claro que não é tudo... A medida que fomos evoluindo vamos adquirindo a capacidade de romper essas limitações, que foram auto-impostas e dificultam nossa evolução, são auto-impostas por não termos a maturidade espiritual necessária para compreender as "verdades do espíritos", e com isso criamos dificuldades artificiais, os condicionamentos e o ego criado por essa falta de compreensão, como o Sandro explicou. Mas temos toda a capacidade, interna, de adquirir essa maturidade espiritual, aprendendo a usar a nossas forças internas, para conseguir despertar a consciência. As que eu sei que existem é a kundalini, o sagrado guardião do umbral(que é ele com seu potencial desperto para você, uma vez que você dominou seus 4 elementos internos), os daemons(forças da nossa psique). Mas isso é uma questão de escolha, tem pessoas que preferem ser uma máquina social, como o sandro explicou. E essas escolhas são determinadas pelos seus valores consciênciais. Por exemplo, eu considero que a espiritualidade foi a MELHOR coisa que aconteceu na minha vida, e com o passar do tempo vou aprendendo mais coisas, mudando pensamentos, refletindo sobre coisas que nunca refleti antes (do tipo, ué, porque eu tenho que pedi benção pros meus tios e pros meus pais? Eles são os intermediários de Deus agora? esses condicionamentos ferrenhos que a gente faz no automático, chega ao ponto de ser tão grande que você pode sentir como se estivesse cometendo um crime, é realmente só mostra que somos escravos de muitas ideias artificiais....), e vou crescendo consciencialmente, e enquanto outra pessoa olha a espiritualidade com "olhos vazios", ou segue para só para se senti bem, nada aprofundado, as vezes por moldes social pops, para mim é o contrário, ela é um mundo misterioso e surpreendente que tenho que explorar e investigar, sem ela eu me sentiria vazio, uma máquina social realmente. Agora, para você entender mais sobre a ordem das coisas, eu recomendo esse vídeo, muito bom e cheio de referências ocultistas: Donald no País da Matemágica e O Número de Ouro
  5. Eu já tive uma experiência onde encontrei um trem e entrei nele. Esse é o relato: Andando de Trem no Astral
  6. Não é outro ser. É uma parte de você mesmo, uma parte que está incrustada dos seus piores defeitos. Por isso quando você o ver, ele é não é somente feio, é assustador, colossal. Seria você olhar para o seu pior e enfrentar a si mesmo, sabendo que quem tem as rédeas não é aquele ser irracional, mas o racional. Você ver sua parte inconsciente, que na psicologia se chama de Id: https://pt.wikipedia.org/wiki/Id Na gnosis também se fala do guardião do umbral: Acredito que uma parte muito importante na caminhada espiritual. Eu também já o vi o meu uma vez, era colossal e eu estava no que parecia ser o meu subconsciente, tinha muitas criaturas estranhas e coisas meio bizarras, mas não assustadoras. Mas quando aquela criatura colossal apareceu no horizonte e eu vi aquele olho gigante me olhando, eu fechei os olhos, peguei algo com as mãos, com textura de folha e puxei, então fui vendo outros níveis no meu subconsciente, cada vez mais sutil e quando mais eu subia mais alegre eu ficava, vi monges cobertos de aura dourada na última camada, e uma alegria e paz imensa. Depois dessa eu "rompi" uma bolha, e só me encontrava flutuando em um lugar vazio, meio azulado com umas bolhas azul claro, imóveis, pra todo lado, e não sentia mais nenhuma emoção. Tentei subir mais mas parou ali. Quando eu estava na camada mais profunda eu vi, além do guardião do umbral, mais 2 figuras, que eu não sei bem o que representavam. Um soldado, todo branco, semelhante a um manequim, que andava numa rua de terra, patrulhando de forma robótica, e que parecia ser invencível, e uma criatura grande, semelhante a uma tartaruga com espinhos nas costas, que estava toda acorrentada dentro de uma fonte de água suja, ela falava e estava muito assustada, era uma prisioneira do guardião. Eu não tinha ideia que se tratava do guardião do umbral, somente depois de refletir foi que cheguei a essa conclusão. Agora, na gnosis fala-se de algo mais, dos 3 guardiões: tem o Guardião do Umbral do mundo astral, o Guardião do mundo mental e o Guardião do Umbral do mundo Causal. Acredito que esse é o vencer a si mesmo. É difícil, mas é absolutamente necessário vencer essa parte asquerosa de si mesmo.
  7. Nunca vi nenhum dessa forma, mas já vi um bem interessante, o vampiro mais bem vestido que eu vi. Esse é o relato: No primeiro momento me vi semi-lúcido em um sonho, onde eu estava em uma mansão cheia de monstros e eu andava furtivamente por ela, como um ninja, passando pelos telhados, invadindo a casa e destruindo os monstros com energia, energia invisível, acho que é porque não tenho clarividência nem no plano físico nem no astral. Depois de um tempo fui ficando mais lúcido e percebi que estava na casa da minha família. Mas continuava caçando os "monstros", num dado momento percebi que estava no astral e que aquilo eram formas-pensamentos, plasmagens. Eu estava na sala quando percebi isso, e então fui andando para a porta com intenção de aproveitar a projeção, foi quando a casa inteira foi infestada por morcegos, eu estava claro e com consciência que era tudo plansmagens, só não sabia se foi eu ou outro ser quem criou elas. Eu peguei um morcego com as mãos e o joguei no chão, pisei nele e ele gritava igual um morcego de verdade e sangrava, muito realista. Eu achei bem realista e interessante aquela forma-pensamento, mas não dei bola e sai da casa. Pulei para cima do muro e então saltei para um voo. Nessa hora plasmei uma capa preta e um sobretudo preto, achava muito legal aquela capa toda aberta e balançando com um vento sutil. Foi então que tive um intuição fortíssima, de que alguém estava na casa vizinha e que eu deveria ir lá olhar. Eu então me aproximei da cerca de aremes e seguei nos arames, ainda voando, enquanto observava a casa. Vi um cara lá vestido com uma roupa branca e então, com um impulso puxando o arame, me joguei em voo até a varando onde estava o homem. Cheguei lá e aterrissei repleto de pompa, com a capa estremecendo com o vento (vento esse que não tinha, eu fiz isso com pensamento), e plasmei mais algumas camadas de roupas pretas, um gola alta e outra roupa com uma gola que cobria minha boca como uma máscara. Aquele cara manifestou uma personalidade que eu não tenho em mim. Era um homem branco, vestia uma roupa muito elegante, toda branca com detalhes azuis, um sobretudo com uma capa e um pano branco no rosto, ela era acompanhado por uma mulher, com uma roupa semelhante, que era claramente uma serviçal dele. Me aproximei e abaixei a gola que cobria minha boca, ele retirou o pano da boca também, um sinal de respeito mútuo. A mulher ficou com muito receio e aparentemente com medo de mim. O cara continuava sentada numa cadeira, e tinha um ar pomposo também. Destacava os olhos amarelos e brilhantes que ele tinha. Eu sabia claramente que ele era o vampiro que estava criando aquelas plasmagens na casa, tentando manifestar medo em mim, para ele se utilizar dessa energia densa. Eu perguntei o que ele estava fazendo por ali e o que ele queria, mas ambos de nós já sabia o que ele fazia ali. Ele perguntou alguma coisa para mim e eu falei que sabia que estava projetado e ele perguntou se eu tinha facilidade com isso. Eu respondi: "Facilidade? Não...(pensei na maioria das pessoas encarnadas que nem sabem do assunto) Pode-se dizer que tenho alguma facilidade." ele então falou algo e eu mandei ele responder minha pergunta. Ele começou a inventar uma história que ele caçava aqueles monstros pelo astral eu virei as costas, abaixei a cabeça em descrença, ele pensou que eu estava perdendo a lucidez e percebi uma empolgação nele, a companheira dele então me viu dando um sorriso e ela chamou a atenção dele. Eu olhei para ele e falei com sacarmos "Ah claro, sei." Ele se animou e disse numa empolgação "Mas é você quem está criando problemas!" Eu achei um absurdo o cara que estava tentando me vampirizar falar uma coisa daquelas e quando fui retrucar voltei pro corpo por conta da emoção forte. ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------ Eu conheci um cara que uma vez me disse ter se projetado e visto um vampiro estereotipado, tinha a capa clássica de vampiro, andava em alta velocidade ao redor dele e depois deu um bote no pescoço dele, ele também viu as presas dele. Mas foi só isso que ele me disse. ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Outra vez já fui atacado por uma vampira sexual que tinha dois escravos com ela, ela estava pelada e tinha seio bem grandes. O diferencial é que essa plasmava presas de vampiro. Foi bem no começo das minhas projeções. Eu tinha fugido deles e quando saltei para voar, elas voaram atrás de mim, plasmaram asas enormes de morcego no lugar do braço humano. Uma delas conseguiu me dar um golpe com algo pontiaguda nas costas e voltei pro corpo.
  8. Você já deve ter estudado as técnicas e tá bem antenado no assunto, então vou te dar umas dicas que facilitam a projeção. 1 - Acordar sem se mexer Tente criar o hábito de quando acordar continuar de olhos fechados, quando perceber que acordou, repita "viagem astral, viagem astral..." assim você vai conseguir se lembrar de fazer a técnica de separação que vou citar. Quando estiver treinando isso, mesmo se você acordar e abrir os olhos, se mexer...mesmo assim repita a frase "Viagem astral, viagem astral", fique repetindo para não se esquecer. Levantou? Então imediatamente faça teste de realidade, para ter certeza que levantou no físico e repita "Estou no astral ou no físico?". Faça essa atividade sempre que acordar, para treinar a mente. Após um tempo você vai conseguir acordar e permanecer de olhos fechados e imóvel, então repita "Viagem astral, viagem astral..." tem que deixar claro que a primeira coisa que você vai pensar ao acordar é na viagem astral. 2 - Técnica para sair em astral após acordar Você acordou, permaneceu imóvel e de olhos fechados e ainda lembrou da viagem astral. Ótimo, agora tire seus braços astrais para fora do corpo usando seu imaginação e tentando SENTIR as sensações de mover os braços, fique tentando até sentir de verdade seus braços astrais, eles são bem mais leves que os físicos, então dar para ter certeza que não são os braços físicos. Você vai sentir simultaneamente tanto seu corpo físico quanto seus braços do corpo astral enquanto estiver deitado. Ao sentir eles, da mesma forma que você fez para tirar os braços astrais faça com o corpo astral inteiro, tentando rolar para cair da cama, sem medo, tente um pouco e você pode perceber o corpo astral "desgrudando" ou com MUITA RESISTÊNCIA, não querendo sair, mas dar para saber que tem "algo preso", nessa hora sua consciência JÁ FOI TRANFERIDA PARA O CORPO ASTRAL, então pode rolar mesmo, igual no físico, vai parecer que é físico as vezes, porque ele vai está pesado, outras vezes você sentirá o corpo astral bem leve. Uma vez que você caiu fora, faça um teste de realidade. Então é bem simples: Se manter imóvel ao acordar, sentir o corpo astral e rolar, sendo que no primeiro momento você tenta rolar o corpo astral e depois já rola como se estivesse rolando o corpo físico, por último fazer o teste de realidade e sair para voar. 3 - Romper o sonho lúcido Outra técnica bem legal é se caso você fique lúcido em um sonho, você pode jogar o corpo para trás, para cair de costas no chão mesmo, e então você vai romper e se ver em corpo astral. Normalmente você aparece em pé no quarto onde estava dormindo, só que no astral. 4 - Acordar de madrugada ou voltar a dormir e fazer as dicas 1 e 2 Você pode treinar muito mais isso, se tiver tempo, então pode dedicar algumas noite para só tentar se projetar. Vai dormir mais cedo naquele dia sabendo que vai acordar de madrugada, ou durma mais que o normal, acordou, abriu os olhos ou se mexeu? Então faça a atividade mesmo assim e volte a dormir, tentando não se mexer mais, quando acordar novamente, provavelmente terá sucesso. Também depende do sono, se estiver muito sonolento vai ajudar, mesmo que você já acordou e se mexeu, mas continua muito sonolento, então volte a ficar imóvel e fique prestando atenção na respiração e tentando mover o os braços astrais. Uma hora seu corpo vai dormir e sua consciência permanecerá acordada, então poderá fazer a técnica. O gatilho para saber o hora de rolar é sentir os braços astrais. Sentiu os braços astrais e ficou com receio de rolar de verdade? Então tente outras técnicas de separação, como a da corda. 5 - Controle Emocional fora do corpo Uma vez fora do corpo, você precisa se manter o mais centrado possível e calmo. Tente sentir onde pisa, passar as mãos nas paredes, pegar alguma coisa, morder a língua ou os beiços, sem agressão (mas com força, pra sentir mesmo). Isso tudo vai te ajudar a se manter no astral por mais tempo. Se você voltar para o corpo, saia rolando novamente, pode fazer isso quantas vezes você conseguir. No meu caso, se eu perco o controle emocional e volto com algum abalo o meu coração no corpo dispara, bate forte, e então quando isso acontece eu já não consigo sair mais do corpo, ali o corpo astral já fica totalmente interiorizado.
  9. Certo, agora que você exemplificou ficou mais claro. O mais sensato a se fazer é deixar a pessoa seguindo o que ela quer seguir. Mas fica a dúvida, essa pessoa te incomoda tentando empurrar uma doutrina ou modo de pensar ou você que está incomodado por ela ser fanática e quer mudar ela? Eu não entendi qual a sua situação. Caso você esteja preocupado ela estar fanática por uma doutrina e quer mudar ela, é melhor não tentar, deixa a pessoa seguir o que ela gosta. Do mesmo modo você deveria seguir o que te deixa feliz. Mas eu não entendi o que está incomodando, porque caso seja amizade, vai ser meio difícil de querer estudar uma coisa que o outro abomina e quer distância, é diferente caso seja o tipo de amizade que se não tocar no assunto ficam de boa. Pelo visto é o primeiro tipo, nesse caso teria que se fazer uma escolha, porque não vai dar pra mudar a pessoa. Ou a amizade que te restringe ao bel-prazer daquela pessoa ou sua liberdade individual.
  10. Essa pessoa mora com você certo? Quando falamos de fanatismo é bem complicado, porque não se tem argumentos com uma pessoa fanática. Mas depende do tipo do fanático, se é uma pessoa que quer te empurrar uma doutrina, ou se ela não tem interesse em doutrinar mas mesmo assim não tolera nada que seja fora da bolha da doutrina no lar. Se essa pessoa é a "autoridade" da casa então não tem muito o que se fazer a não ser sair do lugar, porque caso você se torne submisso demais a vontade da pessoa, esse lugar pode se tornar muito tóxico para você, pois se torna um lugar limitador. Você precisa primeiro entender uma coisa muito importante: Quem você realmente é. Nós somos espíritos manifestados na matéria, isso todo mundo que estuda espiritualidade sabe. Uma vez manifestado em um corpo de carne osso o espírito vai deixar de legado por onde andou aquilo que ele é, de preferência coisas legais, são suas atitudes, sua emoções e seus pensamentos, isso vai definir suas ações na matéria ou no mundo espiritual. É bom está ciente disso, agora, além da consciência o que é dado para a gente? Se podemos dizer que temos alguma propriedade com certeza eu falaria que é o corpo, ele é de total responsabilidade nossa, mesmo que seja emprestado pela natureza. Isso também quer dizer que ninguém tem o direito de falar que é a autoridade sobre outro, menos ainda impor o que um espírito deve estudar ou não. Você tem o direito de limitar sua consciência porque tem medo de outro espírito que está manifestado, mas esses títulos de autoridades não são importantes na realidade. Talvez falte amadurecimento para conseguir reger a própria consciência, que por si só já se governa, mas pode acabar caindo nessas armadilhas do ego. Você precisa ser corajoso se quiser estudar espiritualidade, porque não é uma luta somente com questões culturais da sociedade, mas muito maior que isso, é uma luta com você mesmo, um amadurecimento. Como por exemplo, esse seu medo. Na minha visão visão é fruto desse condicionamento sobre nós, governante e governado. Se você tem independência financeira mas continua dando bola para o que os outros dizem, então você ainda não deve ter independência emocional. Agora se ainda não tem um meio de se sustentar financeiramente, então o governante, que só é governante na cabeça dele, ainda vai impor como deve seguir seu estilo de vida, e você vai ter que criar estratégias e se esforçar para conseguir estudar sobre espiritualidade enquanto tenta encontrar uma maneira de se sustentar e ser independente, para não acabar se submetendo as vontades dessa consciência. O que eu posso falar é isso, você precisa entender que não existe isso de autoridade. Mesmo sabendo que existem pessoas sem caráter e criminosos, eu não estou falando disso, é importante não distorcer o que eu falei, estou falando de consciência e espiritualidade, que em si, vai fazer você agir de maneira gentil com o próximo. O papel da família é ajudar aquele novo espírito que se manifestou a viver, demostrar e ensinar afeto, essas coisas, e por fim, garantir que ele já tem os meios necessários para a própria sobrevivência no mundo material. Não é sobre reinar sobre eles, é sobre ensinar e deixá-lo livre. Tudo aqui é experiência, e no planeta, mesmo com uma sociedade tão deturpada, ainda tem coisas a aprender, sem dúvidas essa liberdade individual e consciencial é uma delas. Tem um filme muito bom que fala muito sobre isso, se chama "Um estranho no ninho"
  11. Você anota seus sonhos? Tente criar uma rotina quando acordar, a primeira coisa que irá fazer é anotar tudo que você lembrar que sonhou. Eu mesmo, se fico um tempo sem anotar meus sonhos, fica difícil lembrar dos sonhos após um tempo, inclusive das projeções, quando desperto já fora do corpo. Você precisa "ensinar" o cérebro que aquelas informações são importantes para ele.
  12. Acontece algo semelhante comigo, nesse mesmo estado meio dormindo, mas sempre depois da noite de sono, antes de acordar. Eu desperto nesse estado escutando alguma música normalmente emocionante ou bem bonita e calma. As vezes após a primeira música eu faço isso e mais uma vez escuto uma música, diferente da outra. Outras vezes eu mesmo canto a música (porém, com mais frequência eu escuto uma canção que é claramente outra pessoa, sempre uma mulher), sempre com uma melodia instrumental. Mas como não sei nada de música, nunca estudei isso, eu não consigo aprender para reproduzir as melodias, mas consigo lembrar de algumas letras, com dificuldade. Outras vezes eu escuto estando projetado, nessas ocasiões eu nunca "canto" nada, sempre ouço essa mulher cantando, umas vezes em inglês(não sei inglês) outras em português.
  13. Faz o seguinte na próxima oportunidade que tu tiver: Se o alguém quiser te dar uns socos, ou jogar alguma coisa em você, como as facas, em vez de tentar parar simplesmente não der NENHUMA importância para aquilo. Tipo: Veja isso como algo totalmente irrelevante e sem importância. Nem sequer olhe para os objetos ou der atenção ao sujeito, vai ver que eles não conseguiram te tocar e esses objetos não farão nada em você, são apenas formas mentais. Mas se quiser ser deixado em paz, empurre o sujeito com energia, mas com respeito e sem nenhuma intenção de ferir, continua com o sentimento que aquilo é irrelevante, fale que você estar saindo e demostre com atitude que você não quer nada com aquela pessoa. No pior dos casos, onde você precisa demonstrar um pouco de controle energético, então der um soco concentrado de energia de algum chakra no espírito, com clara intenção de repelir ele e com o mesmo sentimento que aquilo é irrelevante, que normalmente ele sai voando. Essa dica vai te ajudar nas próximas encrencas no astral.
  14. Uma coisa que funciona comigo é fazer a técnica do movimento fantasma logo após acordar, e se der certo, eu faço a técnica de rolamento e desacoplo. Mas pelo o que você relatou percebi que você não está fazendo a técnica de rolamento de maneira correta, tem que rolar MESMO, como no físico mas prestando atenção no "corpo fantasma" que você movimentou. Se rolar no físico tudo bem, mas é quase certeza que irá rolar em corpo astral. Logo após ter saído da cama rolando você pode ficar na dúvida se saiu do corpo em astral, mas essa técnica te dar uma certeza logo que sai, mas caso fique dúvida, faça um teste de realidade. Pule alto, estique o dedo, etc. E se afaste logo do quarto.
  15. Não é "meu modelo" cara, eu respondi seu questionamento do porque pessoas ruins conseguem seus objetivos mesmo não tendo sintonia para "ter sucesso", e eu disse que ter sucesso em algo não depende da pessoa está em sintonia exclusivamente boa, como você pensou que eu disse, ou seja, você que está deixando a entender que eu disse que a vida é previsível. Quando na verdade eu tinha dito, anteriormente, que sintonia vai de encontro com objetivos maiores do que namorar, comer e trabalhar, vai de encontro com sua realidade fora da matéria.
×
×
  • Create New...