• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Jonsil

B-Membros
  • Content Count

    14
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

5 Neutral

About Jonsil

  • Rank
    Member

Recent Profile Visitors

106 profile views
  1. Olá, Durante um sonho, em dado momento dei um pulo para atravessar o teto e "escapar" do lugar onde estava. o pulo acabou sendo muito forte e rápido que acabei despertado logo em seguida. Acontece que, ao despertar, olhando para a parede do meu quarto tive a visão de uma mão apontando para uma lâmpada (uma lampada no canto do quarto que não existe fisicamente) e ao olhar para a porta vi uma especie de rosto grande, sem muitos detalhes (tipo desenho de criança). Ao ir me dando conta aos poucos que estava acordado as imagens iam sumindo, mas foi tudo muito rápido, poucos segundos. Ja li sobre "alucinações" durante o estado de paralisia do sono, mas como eu tinha recém acordado, sem dúvida nenhuma disso, apenas estando sonolento como de costume quando se acorda, fiquei intrigado. O que poderia ser isso? Uma mistura de sonho com despertar, pelo fato de ter despertado de sopetao? Não consigo imaginar que isso faça algum sentido em termos de ter algum significado direto.
  2. Essa definição serve muito bem pras minhas catalepsias. Cansaço físico e cérebro ativo. O que me irrita é quando tenho de madrugada, onde surge o medo e acabo por optar em despertar ao invés de me deixar levar. Quando acordo pela manhã, me arrependo de não ter tentado uma projeção e isso me irrita. Uma hora me acostumo. Abraço
  3. @Carlosmeneses6 Muito agradecido, meu amigo. Estes sonhos que ando tendo com mais frequência são claramente repercussões dos pensamentos que tenho durante o dia. Vou colocar em prática o que você me sugeriu e relatarei quando obtiver os resultados que procuro. Obrigado.
  4. outra experiência, ontem: no meio de um sonho acredito estar sonhando e resolvo observar o local. Desejo encontrar um ente querido (um dos meus objetivos de estudar projeção astral) mas nada aconteceu. decido então me colocar a disposição de mentores e nada acontece. resolvo então acordar. tudo isso foi muito rapido, sem muita insistência da minha parte em esperar. o Cenário onde estava era de um sonho mesmo, não consegui sair. Meu objetivo agora é tentar ficar lucido nos sonhos e me livrar desses cenários de sonho e provar pra mim mesmo que não estou só experiênciando ilusões aleatórias.Foi a experiência onde mais controlei o sonho, mas não me sinto completamente satisfeito em relação a comprovação de que realmente fiz isso. Fica aqui o registro e estou aberto à dicas.
  5. Tive outra experiência parecida esta manhã bem cedo. Estava em uma escadaria a céu aberto, a uma certa altura, e queria pular em um galho de uma árvore na minha frente mas me assustei pela possibilidade de cair no chão. Nesse momento, sonhando, pensei: "mas estou sonhando. Não vai acontecer nada",e tomei a decisão de me jogar daquela altura e cair no chão para ver o que aconteceria. Lembro de ter tocado o chão, mas ao tocar a superfície não aconteceu nada de mais. Não era uma superfície dura. Foi uma queda macia e acordei logo em seguida mas, não de sopetão - como em sonhos onde estamos caindo e despertamos quando estamos quase tocando o chão - foi tudo bem tranquilo, bem calmo. Não sei explicar muito bem a sensação quando acordei, mas me sentia como se o "mundo espiritual" e "mundo físico" ocupassem o mesmo espaço. Algo assim. Uma sensação de proximidade muito grande entre o "espaço" físico e o espiritual. ----- Nessa experiência tive muito onirismo que acabei não relatando, mas o que me marcou mais, foi novamente essa reflexão de que estava sonhando e o fato de que, dessa vez, consegui enfrentar o medo e pular daquela altura ao invés de só ficar com medo. Tenho tido ao longo desses dias várias reflexões sobre o que o @sandrofabrese a @Patríciaf sugeriram (inclusive assisti o vídeo da Nanci!) mas não tenho treinado nada antes de dormir. Reflexões sobre enfrentar o medo e sobre adquirir consciência durante os sonhos. Pode ser que tenha surtido algum efeito eu ter refletido muito sobre o assunto ou ter sido apenas uma coincidência. Vi um avanço no sentido de conseguir enfrentar o medo, mas ainda cercado de muito onirismo.
  6. Interessante. Me vejo muito em situações onde sinto que "falta coragem" para enfrentar ao invés de fugir. Acredito que seja reflexo do meu comportamento no físico mesmo. Vou trabalhar nisso e ver se consigo ficar mais lúcido e ter alguma reflexão sobre a situação nesses sonhos. Obrigado @sandrofabres. Muito obrigado, @Patríciaf. Vou pesquisar!
  7. Olá, pessoal. É muito frequente, em sonhos onde me encontro em alguma situação indesejada, em dado momento eu pensar em acordar para escapar da situação. Por exemplo: Esta noite sonhei que escapava de um urso e em dado momento pensei "Se ele chegar muito perto eu acordo". Também em sonhos onde estou caindo, chega um momento que "faço força" para acordar. O que acho interessante é o fato de estar consciente de que é possível despertar e despertar de fato. Alguém saberia me informar se há algo de lucidez nesse ato de "pensar em acordar", se há alguma relação que se possa fazer a projeção em sí? Um abraço
  8. Perfeito @sandrofabres! Concordo muito com você. Nossa sociedade tem muito essa característica de se basear em produtividade em grande escala, deixando muito a desejar na qualidade. Produzir por produzir. Isso gera uma quantidade muito grande de "lixo", e esse "lixo" divide o mesmo espaço das novas produções. Ou seja, pra acessarmos algo de qualidade temos que pegar junto, no mesmo bolo, coisas ruins, chacoalhar bastante e tentar tirar proveito do que nos parece livre de qualquer "sujeira". Me veio à cabeça agora algo muito atual pra ilustrar essa produção de informação em excesso/inútil: essa onda atual de pessoas que se intitulam "Coach". Falam, falam, falam e não dizem nada. O que poderia ser resumido em alguns parágrafos rendem inúmeros livros e palestras. Horas e horas incontáveis de perda de tempo. Muito obrigado pela reflexão.
  9. Bom dia, pessoal. Gostaria de saber o seguinte: como vocês fazem para filtrar as informações sobre espiritualidade? Gostaria de alguns conselhos sobre isso, se possível. Há uns 15 anos mais ou menos leio sobre assuntos relacionados à espiritualidade. Comecei com assuntos espiritualistas, budismo, espiritismo, passei por uma fase ateísta e agora me considero um "espiritualista que segue o método científico", vamos dizer assim. Vejo muita bobagem na internet (pra variar!), em livros, contradições, e temas que parecem que nunca iremos conseguir testar a veracidade e que só o fulano de tal, palestrante youtuber, tem acesso a determinada revelação. É muito complicado encontrar informações espiritualistas confiáveis. Cheguei numa fase onde só acredito 100% no que eu puder testar e comprovar por mim mesmo, o que é frustrante na maior parte do tempo. Vejo que perco muito tempo com informações aleatórias. Por exemplo: cada pessoa que ouço falar sobre Jesus ou leio sobre, passa uma versão diferente. Como pessoas que dizem ter acesso no plano astral sobre essas informações podem divergir tanto? Sobre extraterrestres então, nem se fala. Ou então, como vi ontem numa palestra no youtube - do Laércio Fonseca - falando sobre o fato de os reptilianos serem responsáveis pela tectônica de placas. Porque só ele sabe disso? Ou quando o Marco petit, numa entrevista no Programa do Jô, falando como se fosse certo que, um objeto visto na superfície de marte só por ter a forma de disco seria equivalente à um CD ou algo do tipo, criado por tecnologia extraterrestre. Não desmerecendo ninguém, até por que não tenho como testar a veracidade disso fora do plano físico, mas a questão que quero levantar é essa nossa busca desgastante pela verdade num mar de lixo. Na ciência, podemos abrir um livro que um cientista escreveu e a veracidade do conteúdo é muito mais fácil de ser comprovada ou refutada. Na ciência, há inúmeros caminhos que apontam o mesmo resultado. No espiritualismo, há inúmeros caminhos que apontam inúmeros resultados. Fica aqui meu questionamento e "desabafo". De forma alguma pretendo generalizar ou desmerecer ninguém, ok? Tenho ciência de que podemos tirar aprendizado de qualquer pessoa ou situação e que de forma geral, o que vale é pegarmos só o que nos interessa de cada literatura, palestra, etc. e construirmos nossa própria bagagem. Sei também que as pessoas que citei acima, possuem um conhecimento muito grande em diversas áreas e são grandes pensadores, isso há que ser dito. Quero apenas lançar este questionamento pois sei que muitos se identificam com a situação e de vez em quando surgem estes sentimentos de frustração ao longo da caminhada. Um grande abraço a todos.
  10. Obrigado pela resposta! Na hora, não tive muito tempo de raciocinar e tentar alguma coisa diferente. Era uma mistura de sonolência com o fato de eu acreditar que estava realmente acordando no físico, não me dei conta que estava projetado. Foi tão real quanto estar acordado. Foi incrível mesmo tendo durado poucos segundos. O engraçado é que, quando comecei a retomar os estudos sobre projeção, pouco antes de ter essa experiência, passei a ter paralisias do sono com muita frequência. Após a experiência que tive, escolhi "dar um tempo" com as tentativas de projeção (devido a umas angustias pessoais, profissionais, etc), e automaticamente parei de ter paralisias do sono com tanta frequência (tive uma só, nesse período). Percebi também, como faz diferença (pra melhor!) mudarmos nossos hábitos, como por exemplo: parar de falar tanto palavrão, de nutrir sentimentos de raiva, fofocas, falar mal dos outros, ver notícias negativas, etc.). Um abraço
  11. Jonsil

    Despertador

    Boa tarde, amigo. Obrigado pela resposta. O que eu senti quando acordei foi a sensação de ter sido acordado exatamente ao terminar a contagem regressiva. Fiquei com vontade até de acordar minha esposa na hora pra contar! Já tive experiências que acredito serem bem comuns, de acordar segundos antes do despertador tocar, mas essa experiência que tive foi totalmente diferente disso. Realmente senti que, acabando a contagem regressiva, o despertador me acordou. Se foi um sonho de horas antes e ao despertar pareceu ter coincidido com o despertar, aconteceu uma confusão muito louca na minha cabeça e fez parecer diferente. Como saber, né? Como você disse, nunca sabemos ao certo. Não sei também que interpretação poderia dar a isso, só sei que foi interessante e esquisito ao mesmo tempo. @Rafael Lucena Obrigado pela dica. Já estou dando uma fuçada aqui no fórum! Grande abraço.
  12. Olá pessoal, Vou relatar uma experiência que tive: Fui tirar um cochilo, e em um dado momento do sono percebi que estava tendo uma paralisia do sono (já tive inúmeras e não tenho dúvida que era uma). Consciente disso, resolvi criar coragem e me deixar levar, ao invés de tentar acordar, para tentar uma projeção. Imaginei um ente querido que eu gostaria de encontrar mas o que que aconteceu foi que, de repente, me sinto como se estivesse acordando e fiquei tentando levantar da cama, mas só consegui da cintura pra cima, e ao meu lado estava uma mulher, parada, me olhando. Não senti medo. Como a sensação que eu tive era exatamente como se eu estivesse acordando, no meu quarto, com bastante sonolência, na hora, acreditei ser minha esposa, mas fui aos poucos percebendo que a mulher era diferente (era careca). Ouvi um barulho na sala e despertei. Em suma, a sensação que eu tive com essa curta experiência - deve ter durado uns 2 minutos no máximo - foi exatamente a seguinte: Sentia certa sonolência, mas era como se eu estivesse acordado no físico. A sensação era a mesma. Quando eu acordei no físico mesmo, a sensação foi de ter acordado de novo, o que fez com que eu me sentisse desnorteado. Foi como acordar e em seguida acordar de novo. Muito diferente de qualquer sonho que já tive. Na minha visão, parece ter sido uma projeção. Gostaria muito da opinião de vocês. Obs: até então, nunca havia tido uma experiência assim. Um abraço.
  13. Olá pessoal. Tive a seguinte experiência no verão passado: Eu estava dormindo e me veio a imagem de uma "tela" com uma contagem regressiva, como se estivesse sonhando. Ao chegar no zero, tocou o despertador do meu celular e eu acordei (o despertador eu havia programado para despertar, só pra deixar claro! hehehehe). Fiquei abismado, mas não consegui interpretar o que pode ter ocorrido. Alguém teria alguma ideia do que pode ter ocorrido e se tiver, me sugerir alguma literatura sobre o assunto? Agradeço desde já. Paz à todos
  14. Bom dia, pessoal. Meu nome é Jonathan e leio sobre projeção astral faz alguns anos. Vejo o fórum como uma grande ferramenta para o desenvolvimento interior. Grande abraço.