Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

bandeirapvh

B-Membros
  • Posts

    262
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    8

Everything posted by bandeirapvh

  1. Entendi o porque da sua impressão com o De Rose @Iogui. E o Wagner entende muito mesmo de chakras, vi o vídeo. Bom saber. Obrigado.
  2. Eu tb tvi um q pela aparencia seria. O Sandro quando perguntei aqui me disse a mesma coisa, não tem como saber, e q tb os magos negros só agiriam com pessoas importantes, com influencia. Então pode ser o q o Sandro disse, uma entidade fantasiada. Na epoca eu acordei assustado com um sonho, tinha 14 anos, e corri pro quarto dos meus pais, me colocaram na rede e nesse momento vi, só eu via, tinha mais 5 pessoas em volta, eu perguntava se eles estavam vendo eles disseram q não, ele tinha uma roupa preta q lhe encobria todo e um capuz, e era alto, mesmo o capuz não estando abaixado não era possível ver seu rosto, era tudo escuro, e eu sentia ele mexer nas minhas pernas.
  3. Eu tb nao teria nenhum palpite no caso do cd. Mas hj em dia é um link web q vc clica e o audio toca. E ele orienta a colocar em volume zero, se vc aumenta escuta som de ondas do mar, e ele disse q usa como mascara. Vi uma moça no youtube dizer q leu um livro sobre fisica quantica, ela era professora de outra materia, e q entendeu q a onda de informações nao precisaria ter som. A questao é q quando a gente da o play as informações vem de algum lugar. O Helio diz q o homem nao esta preparado pra ter acesso a essa tecnologia. Ele ainda diz q pode dar o play e sair de perto. Como ele cita muito o exemplo do celular e do radio, é como se a pessoa fosse o celular ou o radio e alguem enviasse uma msg ou a sintonizasse. Se alguem souber de algum grupo telegram sobre ressonancia me diz por mensagem privada. Obrigado.
  4. Eu vi uma vez quando estava sonolento, e eu nem sabia o q era mandala. Depois vi alguem aqui falando e descobri o q era. Ja vi uns videos no youtube de gente pintando mandalas mas nao entendi o motivo ou o beneficio. Vi tb q o Jung fala sobre isso.
  5. Blz Sandro, obrigado. Pois é, depois q respondi q lembrei q esqueci de dar essa sua dica de ver o que a Barbara Ann diz. E tem o livro de chakras do Motoyama tb, mas nao lembro de ter lido ele falar de lados e mais de bija mantras nos chakras. E tb, eu nao me atento pra essa questao de lado q gira, quando trabalho os meus, me atento mais a questao da energia como o Iogui disse acima. Sobre essa questao do giro e da percepção, eu lembrei do q o Alberto Cabral diz no audio do seu curso de clarividência, pra girar o frontal pros dois lados, como dois discos sobrepostos no chakra frontal e a energia entrando e saindo ao mesmo tempo pra que se desenvolvesse a clarividência, pela tecnica dele. Mas ele tb dava a opção de imaginar um duto c a energia entrando e saindo ao mesmo tempo, pq alguns tinham dificuldade em imaginar girando pros dois lados. É importante essa discussão sobre energia e os chakras. Seria bom se mais pessoas soubessem ou dessem valor a essas praticas q trazem equilibrio e livram de varios distúrbios. Mas maioria nao sabe nem q possui, e se vc falar chakra fazem chacota. So aqui mesmo pra falar disso, ou com quem trabalha nessa area.
  6. Tranquilo Iogui. Eu so o conheço pelo livro mesmo. Mas logo no começo do livro ele diz: "O PRATICANTE DEVE TER OPINIÃO PRÓPRIA Quem pratica Yôga ou filosofias correlatas, tem que ter opinião própria e não deixar-se influenciar por especulações sem fundamento." Achei interessante esse exemplo do mesmo livro, sobre percepção: "Imagine que você tem um amigo espiritualista, cujos chakras manifes- tem movimento anti-horário. Vocês dois vão a uma casa noturna, um bar ou uma danceteria, para buscar alguém. Ao sair, aquele seu amigo declara: “Não posso ir a lugares com esse tipo de vibração... Estou passando mal. Não sentiu?” Você, que pratica Yôga, não sentiu nada, pois tem os chakras girando para a direita e, portanto, está protegido. Coisa ruim você não capta. Aí, pode achar que o outro é o mais evoluído, contudo ocorre justa- mente o contrário. Vejamos mais um exemplo. Você e seu amigo vão visitar alguém em cuja residência há uma senhora idosa e enferma. Quando vocês saem, ele comenta: “Não gosto de ir a lugares que têm pessoas doentes. Eu sou muito sensível e pego a vibração de sofrimento do local. Preciso ir para casa tomar um banho de descarga, com sal grosso e arruda. Você não está sentindo nada?” Se já leu este livro ou fez o curso em vídeo5 , você não se deixará in- fluenciar pela sugestão nas entrelinhas de que seja menos evoluído que o seu amigo. Você lhe dirá, com a maior naturalidade: “Qual na- da. Eu pratico SwáSthya6 Yôga, tenho muita energia, saúde para dar e vender. Fiquei lá conversando com a velhinha e ela me contou casos maravilhosos da juventude. Diverti-me muito com ela e ela comigo.” Porém, enquanto vocês dois se retiram, os parentes da senhora enfer- ma comentam: “Já perceberam que quando vem aqui aquele moço que faz SwáSthya Yôga a vovó até melhora?”. Sandro, fiquei na duvida se podia colar trechos de livros. Se não puder, me desculpe e deleta.
  7. Texto do livro sobre chakras do De Rose, fala mais sobre o sentido (sentido horário seria de quem o vê pela frente): "Os chakras podem girar para a direita (movimento dextrógiro ou horá- rio), denominado dakshinavártena; ou para a esquerda (movimento si- nistrógiro ou anti-horário), denominado vamavártena. Seja para a direita ou para a esquerda, todos os chakras devem girar num mesmo sentido, caso contrário o sistema entra em desequilíbrio neurológico, endócrino e psíquico, abrindo as portas a enfermidades dificilmente diagnosticáveis pela medicina. Há pessoas mal informa- das divulgando que cada chakra deve girar num sentido. Não lhes dê ouvidos. São leigos. Um bom exemplo são as rodas de um automóvel. Se cada roda girar numa direção, você não vai a parte alguma, mas, seguramente, vai danificar o veículo – no caso, seu veículo corporal. No entanto, há bastante gente com essa síndrome, causada pela mescla de diferentes filosofias, religiões, sistemas, linhas, Mestres etc. Por es- se motivo surgiu uma nova profissão: o alinhador de chakras! Quando o movimento dos chakras é intensificado produz fenômenos, já que há mais energia envolvida. Tanto faz se o sentido é dakshina- vártena ou vamavártena O movimento natural é o dextrógiro, com o qual todos nascemos, ex- ceto nos casos em que, por questões genéticas, alguns indivíduos po- dem ter de nascença os chakras girando para a esquerda. As pessoas que nascem com o movimento dos chakras para a direita, ao longo da vida podem inverter o sentido dos lótus, fazendo-os girar para a esquerda ao dedicar-se a determinadas práticas espirituais, tais como as de mediunidade; ou, também, podem corrigir o sentido, fa- zendo-o voltar ao dextrógiro com a prática de um Yôga legítimo."
  8. O Helio Couto fala sobre o vacuo quantico, o todo, não sei dizer se seria a mesma coisa q vc pergunta no topico, eu tb queria saber, e q a única maneira de entrar em contato seria pela meditação e pela frequencia do amor q é a única coisa q aumenta nossa vibração. Quando se usa a ressonancia harmonica ele diz que uma luz divina entra pelo chakra coronario e faz a limpeza. Algumas meditações tethahealing falam de uma camada no universo, de cor branco perolado que seria a energia da criação. Se puder diz sua experiencia sobre isso e o que vc acha q seria, amor, o todo, luz, energia. Na minha opinião seria energia da mais alta vibração positiva. Se alguem tiver uma explicação tb do que seria e de como entrar em contato.
  9. O Wagner Borges fala bastante sobre a luz. No site dele ippb.org.br na maioria dos textos, e tem um livro sobre tb. E acho q no livro teoria dos chakras o Motoyama relata uma experiência tb. Eu tive duas experiências mas não sei se foi o contato c a luz. Na primeira eu fazia um mantra exteriorizando luz no chakra frontal e senti algo tipo uma descarga de luz e vi o clarão nesse chakra. Na segunda eu tb fazia o mesmo mantra e no mesmo chakra imaginando luz entrando nele e acho q entrei em êxtase pq senti uma felicidade absurda do nada q durou alguns minutos. Nas duas praticas eu fiz por um bom tempo e com bastante foco. Tentei depois repetir as experiências mas nao consegui.
  10. É verdade Sandro, são só com alguns. Bom saber que é preciso levar a sério. Eu não tinha pensado nessa questão da manipulação.
  11. O que indicaram aqui no forum, e vi que indicam pra outras pessoas: acho que fazendo o cantico do belilin vc afasta esse ser. Ele é bem poderoso. Eu sentia uma presença as vezes. Uma vez senti tão forte que parecia uma mao na minha nuca por tras, nessa hora fiz o teste só entoando mentalmente as frases do belilin que eu ja havia decorado e depois disso senti poucos episodios muito fracos. Aqui no forum, no campo de pesquisa, pesquisa por "belilin". É pequeno e facil de decorar e é so lembrar de entoar na hora. Mas vc teria que estar lucida na hora, em sonho vc nao ira lembrar de fazer isso.
  12. Isso mesmo que o Sandro disse. Trabalho meus chakras principais todo dia, com a intenção de me manter equilibrado energeticamente, e isso me ajuda a não ter ansiedade. E quando uma pessoa chega perto já pra discutir, sinto primeiro no estomago, no plexo, e a lateral do corpo arrepiar pelo lado que a pessoa começa a falar. Eu não sou de ficar me arrepiando de medo. É diferente como se algo tocasse energeticamente seu corpo em uma area bem grande. Tambem tem uma coisa muito estranha, se alguem souber. Quase toda vez que topo com pessoas em situação de rua, sinto o mesmo arrepio na lateral do corpo do lado em qua a pessoa se aproxima. As vezes sinto ate dentro do carro quando paro no sinal e eles vem pedir ajuda. Eu fiquei na duvida se seria algum tipo de energia interagindo ou a presença de algum obsessor da pessoa.
  13. É bom saber mesmo. Acho que pra mim e muitos uma coisa não tem anda a ver com a outra. Ninguem ouve por aí que autistas cometem crimes por conta do autismo. Eu tb acho que o rapaz do post não tinha essa sua informação, de que posteriormente o autista percebe, e só levou em consideração o modo de ver em tempo real pra exemplificar o que ele queria dizer, e que ele sabe perfeitamente que são diferentes. Tem um bom tempo que não vejo o rapaz desse post aqui no forum. Talvez ele nem chegue a ler a sua postagem. Obs. uns dias atrás enviei pro seu perfil uma msg privada com uma sugestão, só informando mesmo, pq como vc é usuário novo talvez não tenha percebido.
  14. Não rs, ele não alegou que o modo dele era melhor rs. Na verdade ele já foi direto a técnica e quando vi era desse modo diferente, num video curto de 8 minutos. E estranhei pq eu senti bem mais fácil, na hora, e até mesmo depois fazendo sem o som. Por isso que perguntei se daria o mesmo resultado. Pra eu não fazer algo em vão. Mas eu não tinha pensado nessa questão que vc falou de passar em todos os chakras ao mesmo tempo. O modo tradicional eu costumo sentir quando faço mais devagar (dica do Saulo num video). Sobre essas movimentações eu lembro que na epoca que fiz as projeções, eu acho que foi pelo livro do Robert Bruce ou foi por uma apostila no site do Wagner Borges, pq na época eu estava me baseando no livro dele e nessa apostila, ele dizia pra imaginar uma bola de energia de luz branca passando em decubito na nossa frente dos pés a cabeça e iluminando onde passasse. Na epoca nao lembro muito de se falar em OLVE e estado vibracional. Talvez o Waldo Vieira já falasse, não sei, mas nessa epoca eu não sabia sobre ele. Estou falando sobre isso pq essa técnica com a bola de energia me lembra hj a OLVE, mas é diferente pq ela passa por fora iluminando a frente do corpo. E tb, vi num audio do Alberto Cabral, um modo diferente de movimentar as energias, ele diz pra imaginar a aura rodando como um pião, não importa o lado. Mas antes ele pede pra energizar os 7 chakras. Estou falando isso, mas eu sei, o topico é sobre OLVE, a oscilação longitudinal das energias.
  15. Vi um video no youtube onde se ensinava a fazer a técnica de OLVE, movendo as energias não de cima para baixo e baixo para cima, mas de uma lateral para outra do corpo e voltando dessa lateral para a outra. Achei interessante. O vídeo usava o audio como auxiliar variando o som entre cada ouvido. Vcs já fizeram a OLVE dessa maneira? Surte o mesmo efeito que o modo mais conhecido?
  16. Ah sim, era um centro não federado. O medium estava incorporado com uma entidade da Umbanda.
  17. Eu tinha pensado nisso, como guia sendo o termo mais utilizado para a entidade que trabalha com o medium que trabalha com a sua mediunidade. Inclusive também ouvi esse termo de um medium incorporado.
  18. Percebi que nessas situações de adversidades, vc que se achava bom, depois percebe que se tornou melhor do que achava ser após aprender e mudar com a questão negativa vivida, seja vinda de vc ou do outro. E mesmo que venha de outro, a reação é nossa, daí vem o aprendizado. Falar que esse mundo é bom, não, não é bom, tem coisas boas mas não é evoluído: é um mundo involuído, de regeneração, a própria matéria demonstra isso (doenças, fome etc). Eu, vcs e a maioria nascemos aqui pra aprender algo. Senão teríamos nascido Budas pra ensinar, pq esse aqui não é um mundo de Budas, mas de aprendizes. Mas dá pra ser grato por reencarnar, por ter a oportunidade de aprender e evoluir, o que se faz melhor estando reencarnado. E dizem que a fila de reencarnação está em 30 bilhões aguardando essa oportunidade.
  19. Naquele momento que estamos quase pegando no sono as vezes vemos cenas, como uma cena de um filme. É possível que uma dessas cenas seja uma lembrança de uma reencarnação passada? Ou é somente onirismo? Tipo, na cena vc ve uma moça falando com um rapaz vestido de soldado, e ela diz o nome dele, e então vc vai no google e pesquisa pelo nome e acha alguem com o nome quase identico, diferença de uma letra, e que era um soldado e que lutou numa guerra passada, e com a roupa identica a da cena.
  20. Sem perder o foco da duvida acima. Já pedi varias vezes algo ao meu mentor mas não obtive nada do que pedi. Me passa a impressão de que eles não podem alterar o que foi combinado na pre encarnação. É isso mesmo?
  21. Nós temos um guia e um protetor espiritual ou guia e protetor são um só? É que ouvi falarem em dois, o guia e o protetor. Mas a maioria fala somente em guia.
  22. Peço descupas ao @mvnobrega por atravessar o tópico dele, mas aproveitei pq achei q uma coisa tinha a ver c a outra, proteção energética, e é algo q eu preciso aprender a lidar. Obrigado pela resposta @Iogui. Sobre isso q vc disse, um tempo atrás li um pequeno livro do Dalai Lama, "palavras de sabedoria", e lá havia uma página q nos faz refletir e dizia exatamente isso, e com aquele toque de bom humor dele: "Olhe para a pessoa que lhe causa aborrecimento e tire proveito da oportunidade para controlar a própria ira e desenvolver a compaixão. Entretanto, se o aborrecimento for muito grande ou se você achar a pessoa tão desagradável que seja impossível agüentá-la, talvez seja melhor sair correndo!"
  23. Gostei da ideia de dispersão. Comprei um fone de ouvido bluetooth para essas ocasiões. Pra por ouvir um mantra sem que percebessem. Obrigado.
  24. @sandrofabres @Iogui E quem souber 1. E quando temos que frequentar um ambiente onde as pessoas apoiam ou só conversam assuntos negativos? Como não deixar isso afetar nossa energia? Fico calado e não entro no assunto, mas to ali naquele meio. 2. Outra situação frequente tb que preciso saber é quando alguém que tem o costume de puxar discussões vem discutir com vc. Fico calado ouvindo mas as vezes entro na discussão. No meu caso percebo que afeta meu trabalho diario das energias dos meus chakras, o que me mantem em equilibrio. Ontem vi um video onde dava a dica de não descer na mesma frequência do negativo e o olhar com compaixão sem julgar, imaginar como seria ruim o mundo consciencial em que o outro vive. Em outro video davam a dica de imaginar uma luz azul de proteção. A Olve ajudaria? Ou um hoponopono mentalmente (costumava fazer isso)? Ou indicariam outras técnicas.
×
×
  • Create New...