• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

max81.costa

B-Membros
  • Content Count

    19
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

3 Neutral

About max81.costa

  • Rank
    Member

Recent Profile Visitors

153 profile views
  1. Obrigado Sandro! Você está sendo importante para muitos... Parabéns meu amigo!
  2. Pessoal, como consequência de *coisas estranhos que vinham acontecendo comigo e *experiências não muito legais no plano astral resolvi fazer um “atendimento de Apometria” a distância. *Algumas das experiências e acontecimentos foram relatados no fórum. Olha, pelo fato de ser a distância e de graça eu não acreditava muito, mas os resultados foram muito bom muito bom! Eles escreveram o resultado e me encaminharam matérias para leitura. Fiz uma pergunta a eles, mas acredito que não irão responder pelo fato da enorme quantidade de atendimento. Gostaria de saber se alguém poderia me ajudar... Em um parágrafo do resultado eles falaram: “Foram neutralizadas as fontes de ligação com o passado, e situações adversas encontradas nessas frequências, desligando-se inúmeros vínculos com entidades nefastas, ancestrais, desafetos familiares, assédios próximos, companhias negativas de encarnados e desencarnados.” Eu teria todos esses problemas acima ou isso é uma rotina realizada com todos os “pacientes” ? O único problema que restou foi o cheiro de “pano sujo” semelhante ao cheiro de “cachorro molhado” que sinto. Ele aparece mais vezes no escritório e poucas vezes dentro do carro e quando estou caminhando. Sempre senti cheiros de cigarro, flores, uns que eu não sei identificar... mas esses cheiros não persistem como esse cheiro de “pano sujo”. A dúvida seria o seguinte: Caso seja algum espirito, esse espirito com esse cheiro seria um espirito bom ou ruim? Para tirar a dúvida de algum tipo de problema de saúde, na próxima sexta marquei um oftalmologista. O resultado da consulta postarei aqui. Abraços!
  3. Após muito procurar achei um significado: O Sermão da montanha - parte 3 " ... Em alemo, beil quer dizer total, integral, completo, e a palavra beilig, derivada de beil, significa santo. Em ingls, wbole (antigamente bale, derivado do verbo to beal) quer dizer total, inteiro; e BOLY significa santo. Santo , pois, o homem que total, integral, universal, o homem que 70 71. estabelece e mantm harmonia entre a parte e o Todo, entre o individuo humano e o Universo csmico. ..." Na próxima projeção, irei tentar voltar a esse lugar e ver se consigo ler a frase inteira. Estou curioso ! Rsss...
  4. Olá Edninha, tudo bem ? sou novo nas projeções e também tenho bastante duvidas e medo. Até iria parar de praticar, mas o Sandro Fabres me convenceu a voltar atrás e continuar praticando. Também já ocorreu comigo algumas vezes de deitar e logo em seguida já está projetado. A minha ultima vez de deitar e se projetar logo em seguida foi nessa ultima segunda feira e a experiência também não foi legal. Acordei ainda em minha cama e quase não conseguia me mover. Com muito esforço, muito mesmo, consegui chegar a porta do quarto onde vi coisas não muito agradáveis. No meu caso dizem em relatos parecidos que quando estamos muito próximo ao corpo físico ficamos muito "pesados" e na maioria das vezes escutamos e observarmos coisas não reais. Com isso queria dizer que não é só vc que está insegura e com medo, eu e acho que muitos tb estão. E a medida que vamos avançando esse medo vai diminuindo, pelo menos comigo está acontecendo isso. Observo que os projetores são pessoas mais serenas e observam as coisas diferente ou com maior foco. Acho que devemos continuar persistindo, e o medo, ele está do nosso lado... ele irá deixar a gente avançar de vagar e com segurança.
  5. Então, tive 03 projeções na mesma noite. A 1º: Sonhava que estava a noite em um quarto com 6 pessoas. E nesse sonho eu e mais duas pessoas combinamos em nos projetar e se encontrar no astral. No astral se encontramos e de imediato contei os dedos para ver se era diferente de 10 e tinham 8 dedos. Não sei porq nos se separamos e eu fui voando para a cidade vizinha para ver uma casa de show e como ela funcionava no astral. No caminho vi uma moto andando na estrada, fui até ela e acabei acordando no sonho. No sonho todas as 6 pessoas estavam lá... E falei a todos “viu como o astral é real!” e acordei. Pergunta: Isso é possível?? Sonhar e de um sonho se projetar... depois retornar para o sonho e acordar?? As vezes acho que estou ficando doido !!! A 2º: Acordei no passado, em uma época e local parecido com os filmes de “Robin Hood”. Estava dentro de um estabelecimento onde estava trabalhando um ferreiro. Quando estou no astral fico fascinado por espadas e sem perder tempo pedi para o ferreiro fazer uma pra mim. Ele riu e não fez. Quando olhei para o lado tinha duas pessoas vestidas conforme aquela época e estavam me encarando. Lembrei do que o Sandro falou e tentei soltar energia neles com a mão e depois com e testa e não consegui, então eles riram e foram vindo em minha direção até encostar em mim com as mãos. Quando eles encostaram ficaram com um ar de satisfação e então eu saí correndo e eles foram atrás de mim rindo. Quando me aproximei de uma porta para abrir e passar vi alguma coisa escrito nela, uma frase. A frase não estava em português e eu só conseguir ver a última palavra pois o restante estava borrado. A palavra era “BOYLE” ou “BOLY”. (Quando eu tentava ler ela mudava). Eu acordei com uma frase na cabeça: “eu sou “Boyle”” ou “eu sou “Boly””. O restante da projeção foi os dois me perseguindo e rindo de mim e eu fugindo. Até eles me encurralarem e eu acordar. Perguntas: O ataque com energia nos conseguimos fazer com um tempo ou tem referência com a nossa vibração? Alguém sabe se existia algum “Boyle” ou “Boly” naquela época que tinha relação com o espiritismo? E percebi na pratica o que o Sandro falou: que eles querem brincar com a gente. A 3º projeção eu não lembro mais como foi. Mas, não foi muito boa não. abrs.
  6. Boa noite! Exatamente, “suor com sujo”! A parte das duas mulheres na jaula... poderia ser duas pessoas “perigosas” (atormentadas) e as outras duas pessoas “conversando” com elas poderiam ser espíritos bons tentando ajudar? Ou estou fantasiando muito as coisas? Eu venho acompanhando vários relatos no fórum e com algumas exceções noto que as minhas experiências estão sendo mais duradouras, mais intensas e com muita ação. Geralmente o pessoal encontra com alguém especial, ou sai voando, ou viaja, ou conhece seus mentores, ou encontra seu animal de estimação, ou é atacado por um gato, ou vai a lugares perigosos mas sempre bem acompanhado, etc... e eu estou sempre sozinho, vendo pessoas próxima a mim sendo “atormentadas”, sendo enganado e vendo entidades negativas. É assim mesmo que acontece no plano astral, ou eu estou criando essas coisas, ou tenho que melhorar mais minhas vibrações, ou tenho que passar por essas experiências para evoluir? Sobre as entidades li vários conselhos: Atacar elas; forma um escudo em volta de si; tentar conversar com elas; agir com indiferença; tentar melhorar a vibração para sair dali; falar “palavras mágicas” de ataque, etc. Se observarmos a maioria dos conselhos se contradizem. Queria aprender a agir com essas entidades, assim já daria um grande passo, pois estou empacado nisso. abrs.
  7. Boa noite! Irei seguir o conselho do Sandro e continuarei praticando. Sobre meu relato mais acima: O ambiente em casa está leve, os calafrios e o cheiro foram embora. Então, acredito que realmente aconteceu o conflito e a conversa. Na verdade, o cheiro voltei a sentir mais uma vez dirigindo, entretanto após uns 30 minutos sumiu e não voltou mais. Tenho algumas dúvidas simples: Posso está no astral tomando decisões como no físico e não percebendo está no astral? Ou isso seria sonho? Existem pessoas enjauladas no astral? Consigo sentir gosto (sabor) no astral? ----- Essas dúvidas surgiram dos dois relatos abaixo. Tentarei resumir o máximo. 1 – Acordei em uma escola onde percebi um corredor com apenas duas salas de aula. Em uma das salas de aula estava uma mulher conhecida, mas não lembro quem era. No corredor estava a mesma bruxa do relato a cima. Falei para a bruxa não mexer com aquela mulher e a bruxa concordou e entrou na sala de aula onde estava a mulher. Após algum tempo, passei pela porta da sala onde elas estavam e percebi a mulher deitada e flutuando em frente a essa bruxa e a bruxa falava algumas palavras estranhas. Entrei na sala, pedi para a bruxa parar, ajoelhei e beijei a barriga da bruxa. Senti um gosto horrível e acordei. Obs.: Ela tinha tatuagem na barriga. A sensação era bem real, sabia o que estava fazendo, mas não percebi que poderia ser um sonho ou projeção. Em momento nenhum senti medo e ou raiva da bruxa. E o beijo, não entendi bem porq fiz aquilo. 2- Acordei em uma esquina de uma cidade e sentia que já havia estado lá. Uma pessoa me abordou e perguntou se um prédio verde a frente, poderia desmoronar, pois tinha uma rachadura enorme e estava meio de lado. (Olhei para o prédio e vi uma pessoa subindo pela fachada externa como uma aranha e entrando em uma rachadura do próprio prédio. "Achei normal e nem me importei"). Falei a pessoa que sim e que todos deveriam sair de lá. Segui meu caminho e fui andando pela cidade percebendo que a maioria dos prédios estavam em situações precárias. Voltando, avistei aquele prédio verde e de imediato ele desmoronou, passando de 8 andares para 3. Fui correndo para o prédio para tentar retirar as pessoas que estavam lá dentro e percebi que o pessoal em volta nem se importou com o que aconteceu. Apenas umas 7 pessoas pararam e ficaram olhando, mas sem se importar. Entrei e fui descendo para baixo do prédio e encontrei 3 pessoas caídas. Peguei a primeira pessoa e retirei do prédio. Quando voltei tinham 3 pessoas normais e as duas outras caídas. Perguntei se elas iriam ficar ali olhando ou iriam ajudar. Então começaram a ajudar. Nisso uma pessoa que estava toda torta no chão levantou do nada e saiu como se nada tivesse acontecido. Então deixei os 3 ali e desci mais para o fundo. Lá encontrei uma senhora caída, duas mulheres dentro de uma jaula soterrada, um homem e uma outra senhora conversando com essas duas enjauladas. Peguei a senhora caída no colo e levei para fora do prédio, quando volte os dois ainda estavam conversando com as mulheres enjauladas. Fiquei indignado porq eu queria tirar todos dali e eles ainda estavam conversando com as mulheres enjauladas. Fui bem perto e tentei tirar as mulheres das jaulas. As mulheres eram estranhas e passavam uma sensação bem ruim. Mesmo assim, tentei retirar elas e foi quando a senhora me puxou e pediu para eu ficar em silêncio e observar eles. Eles tiraram da jaula duas criaturas pequenas parecendo recém-nascidos, mas menores e com pernas e braços mais compridos. A senhora se aproximou de mim ainda em silencio e me mostrou uma das criaturas mais de perto e foi quando eu acordei. A sensação era bem real, sabia o que estava fazendo, mas não percebi que poderia ser um sonho ou projeção.
  8. Estou tentando estudar com o pouco tempo que tenho. Mas, é muita informação, muitas duvidas e muito complexo o assunto. E quanto mais eu estudo, mais percebo que a coisa é bem seria. Já não pratico mais para sair consciente, pois acredito que até então não tenho conhecimento suficiente para me manter seguro lá. Acredito que inconsciente lá é menos arriscado do que consciente, pois consciente ficamos se relacionando e dependendo acho que pode haver algum tipo de consequência. Ainda vem e acontece essas coisas que não entendemos e não sabemos lidar para desanimar mais a pratica. Mas, não vou desistir e vou continuar estudando. Obrigado Sandro!
  9. Continuarei aqui, pois tem relação com a postagem mais acima. Então, a três dias atrás minha esposa falou que um brinquedo do meu filho que se encontrava no banheiro estava tocando musica sozinho e isso já vinha acontecendo a dois dias. Achei graça e ignorei. Esse brinquedo é um pinico musical que tem um botão ao lado que quando apertado a uma profundidade de + - 0,5 cm ele toca uma música por cerca de 15 segundos. Então fomos dormir e no outro dia, as 6h da manhã, fomos acordados e surpreendidos com esse bendito pinico tocando. Dessa vez, ele não tocou apenas uma vez, ficou tocando e não parava mais. E o engraçado, que ele tocava os 15 segundos e quando a música acabava ele voltava a tocar de novo do início. Acredito que se o brinquedo estivesse com problema a música ficaria embaralhada e reiniciando esporadicamente. Ficou assim durante uns 5 min até minha esposa levantar, ir até o banheiro e arrebentar esse botão do brinquedo, parando a música. A duas semanas vinha sentido cheiro de pano sujo, tipo cachorro molhado, quando sentava na cadeira da minha mesa do escritório. Já tinha procurado por tudo, limpado tudo e esse cheiro não saia. Por toda a vida sentir cheiro de flores, cigarro e um outro que não sei identificar, mas esse de pano sujo foi a primeira vez. E nesse mesmo período, estava sentido o ambiente em casa muito pesado, vários calafrios, a noite no escuro havia locais que era mais escuro (não sei explicar bem isso) e as vezes percebia esse escuro sobre mim. E nessa próxima noite as coisas pioraram e o meu bebe que dormia no meu quarto não parava de acordar chorando. A partir desse momento as coisas ficaram muito confusas. Lembro de ter rezado e pedido a Deus para proteger a casa e enviar anjos... e se houvesse alguma coisa fazendo mal a minha família que ele amparasse essa coisa e encaminhasse ela pra luz. Em seguida, lembro que estava em pé próximo ao berço e gritei que “Ninguém tinha permissão para mexer com meu filho!” . E logo exatamente quando terminei a frase acordei com meu filho gritando muito alto. Após, uns 20 minutos conseguimos acalmar ele e voltamos a dormir. Me peguei novamente acordado no meu quarto de frente com aquele “obsessor” que relatei uma vez aqui no fórum e surgiu de uma fumaça preta (não era bem fumaça mais parecia) uma bruxa. Lembro só de trechos isolados e bem curtos de conflitos com os dois e no final lembro que conversei com a bruxa e ela saiu pela janela e o “obsessor” não lembro o que aconteceu, mas ele não estava mais lá. Nessa ação de conflito e conversa era eu mas não era eu que estava executando, era tudo automático. Lembro que depois disso estou com uma sensação muito tranquila, leve e aquele cheiro de pano sujo sumiu. As dúvidas são: Até a questão da música é fato e minha esposa estava junto e confirma. Agora, o resto será que eu sonhei ou fantasiei essas coisas? Isso de fazer as coisas no automático no astral, coisas que a gente não sabe fazer e não tem conhecimento acontece? Existe bruxa no plano astral? Eu li em algum local que esses espíritos não conseguem influenciar na matéria do mundo físico. Será que era defeito mesmo do brinquedo? Quando criança, eu via pessoas mas não conseguia ver os rostos; as coisas caiam próximo de mim; sentia alguém bater em baixo da cama e não ter ninguém lá; bater na porta e não ter ninguém do outro lado; entre outras coisas. Eu fui o primeiro a saber que meu avo tinha morrido porq ele veio ao meu quarto e me avisou e toda minha família sabe disso. Essas coisas tinham parado, mais ou menos quando eu tinha uns 15 anos de idade. Será que a projeção astral pode ter influenciado para voltar essas coisas? Obrigado a todos pela tempo e atenção!
  10. Eu misturei técnicas que li aqui no fórum, inclusive de uma parecida com essa e esta funcionamento muito bem comigo. Esporadicamente durante o dia conto os dedos e os puxo para ver se estão normais. Estudo sobre projeção 3h antes de deitar. Deito, relaxo a respiração e inicio a contar de 100 - 0. Quando chego por volta de 20 na contagem já começo a sentir os formigamentos e o "zunido". Paro de contar e inicio a técnica do movimento de energia por uns 5 min. Volto a contar e logo começa as sensações de esta caindo, balançando. etc. Quando eu menos espero já estou fora. As vezes repito o processo duas ou três vezes. Irei acrescentar essa parte de dormir 5 horas e tentar. Depois escrevo os resultados.
  11. Boa noite! Estou postando porque foi a projeção do comentário acima. Tentei resumir o máximo, mas mesmo assim ficou longo o texto. Então, sábado fui jogar futebol, depois teve aquele churrasco e com ele algumas cervejas. As 21h chego em casa, mais ou menos as 23h deito na cama e em seguida rezo peço para não me projetar consciente, pois aprendi com vcs que projeção e álcool não combinam. Fechei os olhos e veio aquele apito forte na cabeça, em seguida os balanços no corpo e uma sensação de que alguém estava mexendo nos meus cabelos. Levantei, dei uma volta pela casa e voltei a deitar... e de novo... apito, balanço no corpo e cabelo mexendo. Com medo de dormir e sair do corpo, fui para sala e fiquei vendo tv até as 4:30h da manhã. Nesse meio tempo cochilei umas 3 vezes e tive as mesmas sensações. Nesse mesmo horário, exausto de sono, fui ao quarto dormir. “Batata”! Já logo em seguida estava saindo do elevador do prédio da minha mãe e indo em direção a porta do apartamento dela. Ambiente escuro, semelhante a um local sem energia iluminado por uma vela. Mas muito nítido as coisas... tão nítido que eu ainda não tinha percebido que não estava no físico. Abri a porta para entrar no apartamento e dava para ver que lá dentro estava mais escuro e o ambiente estava bem pesado... Depois da porta havia degraus que não existiam no apartamento da minha mãe. Nesse momento pensei “poxa, abrir a porta do apartamento de outra pessoa de madrugada! ”... Então senti alguém vindo de dentro do apartamento (sentimento muito pesado)... Fechei a porta, corri para escada e desci correndo até o térreo... no térreo, entrei no elevador e apertei o último andar. No elevador, pensei e achei estranho os degraus depois da porta de um apartamento... e foi quando desconfiei, olhei para minha mão e vi nove dedos... O elevador parou e eu sai do elevador. Já era outro prédio, diferente daquele outro. O ambiente mudou também... Bem mais leve e uma noite bem mais clara. Então pensei, “to bem consciente vamos aproveitar e treinar!” ... Li em algum lugar que espada é uma arma muito forte no astral, então comecei a tentar “criar” uma. Tentando criar a espada... aparecia de tudo na minha mão... menos a espada... rs... era muito engraçado... teve uma hora que apareceu uma espada branca de plástico com bolinhas vermelhas... rsss ... outra, a espada ia se criando e chegando na ponta ela dobrava... aparecia de tudo, rs... Nesse meio tempo... vinha em direção oposta uma moça bem produzida, de vestido branco, mas com a cara “fechada”. Cumprimentei ela de longe e ela nem olhou... Fiquei chateado com aquilo... Continuei treinando... quando ela passou por mim, eu tentando criar a espada, surgiu na minha mão uma corda de 1,5 m e por extinto joguei essa corda nas pernas dela... Ela deu um pulo, virou e olhou brava para mim. Pensei... vou criar uma bola de fogo azul e jogar no peito dela... Foi uma vergonha!! Criei uma bola do tamanho de uma bola de tênis e quando impulsionei ela para atingir a moça... a bola chegou na metade do caminho e caiu no chão... como se fosse uma bola de papel... A moça de brava passou a ficar assustada. Pedi desculpas e ela foi embora. Desci até o térreo, e logo na saída do prédio veio uma moça pálida falar comigo: “Moço, me da um pouco de energia?”. Falei que sim. Quase matei a moça... minha mão era muito forte e ela muito fraca, cheguei a derrubar ela. Quando levantei ela, apareceram mais 3 mulheres... E uma delas, se agachou, levantou o vestido e me chamou para fazer sexo com ela. Eu empurrei ela com a perna e ela caiu com tudo no chão. Levantei ela, pedi desculpa e fui em frente. Ao sair do prédio, me deparei com um estacionamento descoberto muito grande e quase sem carros. Olhei para cima e vi as estrelas, muitas estrelas e elas vibravam. A esquerda e distante tinha um treiler de cachorro quente com 3 pessoas conversando e lá na frente tinha um prédio em construção. Pensei... “Vou voltar a treinar! ”. Fui ao prédio em construção e fiz de tudo: Atravessei parede, pulei do chão até o sétimo andar, pulei do sétimo andar até ao chão... Fiz muita loucura... Teve um momento que o pessoal que estava no treiler falou “olha lá o que o maluco está fazendo! ”. Percebi que estava chamando atenção e parei. Voltei a entrada do prédio e encontrei um casal e uma mulher. O rapaz parecia ter uns 2,60 m de altura e era forte e as mulheres eram bonitas e bem saldáveis (coradas). Chamei a mulher que estava solteira para dar uma volta, mas ela não quis. Virei para a mulher do rapaz e chamei para dar uma volta (não sei porque fiz isso). O rapaz ficou muito bravo, falou que era a namorada dele, me pegou pelo pulso e me levantou. Quando ele me levantou, imaginei que estava de luvas, escorreguei da mão dele e na cara de pau pedi a minha luva de volta. Novamente pedi desculpas e eles se acalmaram. Uma das garotas perguntou as horas. A outra respondeu: “Onde eu estou são nove horas!”. Eu respondi também: “Onde meu corpo esta é 9 horas da noite!”. E acordei nesse momento. Perguntas: Normal sentir aquelas sensações logo após fechar os olhos? (apito, balanço no corpo e cabelo mexendo) O cabelo mexendo, o que seria isso? O apartamento do início do texto era realmente o da minha mãe? Se sim, será que tinha ou tem algum coisa ruim morando com eles (pai e mãe)? Nota: Toda a vida meu pai sempre brigou muito com a gente sem motivo. Saia de casa bem e voltava muito bravo por nada. Porque não consegui criar a espada? Acordei porque pensei no meu corpo? Na postagem mais acima, comentei que vi a minha irmã com alguma coisa nos olhos. Pois é, hoje fiquei sabendo que ela está com um tampão em um dos olhos mais que não é grave e que logo ficará boa. Será que foi coincidência ? Falei que “Onde meu corpo esta é 9 horas da noite!”. Será que na primeira cochilada eu já sai do corpo e tudo aquilo de não tentar dormir eu já estava projetado ? Os erros de concordância não é desleixo, é porque sou fraco em português mesmo. Mais uma vez obrigado! Abrs.
  12. Irei estudar mais... e sabado tentarei de novo... se eu conseguir a projeção e ele estiver lá avisarei a vcs para me ajudarem a achar um centro espírita sério. Irei agora verificar a resposta do item 8... mto obrigado!!!
  13. Irei aproveitar esse topico para não abrir outro. Tomei conhecimento de projecao astral a uns 3 meses e des de então tenho praticado e ja tive umas 6 situacoes entre projeções e sonhos lúcidos. A 5 dias atrás tive uma projeção muito lúcida onde realizando as tecnicas me imaginei no corredor da minha casa e aconteceu. Segui caminhando até a sala e encontrei minha mae que me chamou e me levou ate minha irma que estava na varanda de casa. Minha irma estava com o olho esquerdo deformado e minha mae virou para mim e pediu para eu curar ela. Passei a mao pelo rosto dela e ele voltou a ficar normal. Entao decidi voltar ao meu quarto... e entao caminhei ate la e quando cheguei havia uma criatura horrivel segurando uma pessoa adormecida pelo pescoço no pe da minha cama proximo ao berço do meu filho. Fiquei uns 5 s olhando para ela e deitei sobre meu corpo sem falar nada e acordei. Nesses ultimos dias estou acordando extremamente cansado... será que essa coisa que vi tem alguma relacao com esse cansaço? O que significa ele segurar uma outra pessoa adormecida pelo pescoço? Será que essas minhas projeções atraiu ele? Passei a vigiar mais as ideias que vem em minha cabeça... e realmente algumas são para me prejudicar... Sera se eu fizer projecao novamente irei encontrar ele? Se encontrar como devo agir? Ou n devo mais tentar a projeção? Estou meio perdido ? Obrigado a todos que perdem um pouco de tempo me orientando... esta fazendo mta diferença para mim.
  14. Olá Renata! Sei que já se passaram alguns anos, mas irei responder, pois pode ser que ajude outra pessoa. Li aqui no fórum o comentário de uma pessoa, estou utilizando e está funcionando muito bem. Quando estiver com duvidas procure contar os dedos das mãos. Caso o resultado seja diferente de 10... batata! Ah, se tiver outra pessoa com vc... conte os dedos dela tb, pois uma vez eu tinha 10 dedos e a outra pessoa que estava ao meu lado tinha 13 dedos. abrs.