• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

gabrieleão

B-Membros
  • Content Count

    11
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

2 Neutral

About gabrieleão

  • Rank
    Member
  • Birthday 01/18/2003

Recent Profile Visitors

96 profile views
  1. Obrigado pela resposta, mas sabe, eu não estou num estado de insatisfação ou coisa parecida, é apenas uma coisa bem neutra, eu nunca aproveitei alguns dos supostos prazeres da vida, como os da adolescência, mesmo que com 17 anos, e na real eu nunca liguei pra isso, eu sinto mais um sentimento de indiferença em relação ao dia a dia, à vida, neutralidade.
  2. Obrigado pela resposta e pela sugestão de leitura... Quando você falou sobre pessoas que nunca chegaram a exercer uma profissão ou a que desejavam e "parasitavam" os pais, me fez lembrar meu pai... Sei que não tem a ver com o assunto desse tópico, mas ele é exatamente assim, durante uma época cheguei a achar que tinha problemas mentais, mas ele parece um adolescente, mesmo que com 60 anos, morou com a mãe até ela morrer, até uns 40 e poucos anos e desesperado precisava de alguém pra "cumprir esse papel" aí achou minha mãe, eu identifiquei demais ele nessa parte. Parece que cumprimos papeis invertidos porque ele que é o adolescente imaturo 😕
  3. Eu gosto muito da natureza sabe, me sinto conectado de verdade e é um dos poucos ambientes que eu diria que me sinto bem, eu mesmo, moro em um lugar com bastante mato, campo, outro dia mesmo quando tava indo para o mercado passei por um caminho que mais parecia uma trilha, muito bonito, escuro e dava pra ver diversas estrelas... É justamente isso que eu crítico, viver a vida mecanicamente, como um robô, eu tento viver um dia após o outro, mas quando paro pra refletir nisso percebo que não tem graça, estudar, trabalhar, namorar, parece que nada disso tem graça, mas não me incomoda no final das contas, pelo menos não significativamente, me incomoda as pessoas acharem que isso é tudo na vida e que eu devia seguir esse padrão.
  4. Olá Então, eu não tenho muito problema com isso não sabe, embora eu valorize minha própria companhia, eu não tenho dificuldade pra interagir, geralmente sou extrovertido mais em ambientes novos, o meu problema mesmo é como me sinto internamente, eu levo uma vida saudável e cumpro com as minhas obrigações mas tudo parece tão neutro, monótono. Eu também tenho ansiedade, mas sempre busquei superar isso, mesmo que com calmantes naturais, já tive que tomar medicamentos fortes como Rivotril algumas vezes e só isso me fez me sentir normal de fato, mas foram vezes contadas, desde então eu melhorei muito, só sinto dores de cabeça e leves apertos na garganta que consigo suportar. Infelizmente não consigo acompanhamento psicológico pq meus pais não tem como pagar, meu pai diz que já paga muitas coisas pra mim, mesmo que sejam coisas só relacionadas a saúde, mas eu tenho tentado melhorar sozinho.
  5. Obrigado por ter lido meu relato, mas acontece que eu já faço isso sabe, eu sou uma pessoa bem em paz e vivo um dia de casa vez, e faço minhas obrigações como estudo e tal, eu também não sou tímido mas não curto muito interação social, acontece é que simplesmente eu não vejo graça quase em nada, apenas faço as coisas por obrigação, mas isso não me deixa triste ou algo do tipo.
  6. Olá, então já me apresentei antes aqui, meu nome é Gabriel e tenho 17 anos. Acontece que, queria fazer um pequeno desabafo, eu me sinto um velho. Acho que desde pequeno sabe, não é aquela sensação de não pertencimento (talvez até seja) mas eu só me sinto um velho. Eu tenho um certo estado de apatia, tô acabando o ensino médio e vou tentar entrar em faculdade, mas é como se isso não fosse nada, não é o que eu quero, por muito tempo achei que fosse assexual porque não tenho vontade de namorar, e também não sou depressivo ou tenho desejos suicidas, sou bem feliz comigo mesmo. Mas sabe, é como se eu não visse graça nas coisas do cotidiano como os outros vêem ou valorizam, como trabalho, estudo, relacionamentos.. Eu também sou bastante frio, aí eu percebo que acabo me sentindo como se fosse um velho, como se eu já tivesse feito todas as coisas supostamente interessantes da vida e, atualmente, não tenho mais vontade de fazer nada. Será que isso é só minha personalidade ou pode tá relacionada a espiritualidade? Bem, não é nem pra ser uma pergunta, só um desabafo.
  7. Ah, ok, obrigado! De repente pode funcionar mesmo, eu preciso muito de algo que melhore minha situação de maneira mais rápida
  8. Eu dei uma pesquisada, mas parece que só vende com receita, não entendi agora
  9. Eu faço exercícios todo dia e de acordo com meus exames sou bem saudável, e não vejo pornografia.
  10. Olá, gostaria de tirar uma dúvida. Então, eu tenho TAG (transtorno de ansiedade generalizada) sempre estou com uma leve dor de cabeça e me preocupo demasiado com a impressão que demonstro à minha volta, porém, desde sempre, eu tentei ignorar isso e enfrentar, então meio que só me afeta fisicamente (dor de cabeça etc) Ultimamente tenho me interessado por assuntos relativos à espiritualidade e viagem astral, portanto gostaria de tirar uma dúvida. A minha ansiedade pode ter alguma relação com algum fator espiritual? Como obsessor etc... Eu sou uma pessoa bem positiva, alegre, tento manter um bom humor, não sei se isso se configura como uma "defesa" hahah
  11. Às vezes eu queria ter alguma sensibilidade desse tipo hahah tenho tentado projeção mas tá difícil viu