Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Sidinei Reinert

B-Membros
  • Posts

    49
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Sidinei Reinert

  1. Imagino, que sim. Mas tenho curiosidade para saber se existem mais pessoas que não voam da forma convencional
  2. Lembrei de mais um detalhe. Antes de eu voar, girei algumas vezes pois vi pessoas dizendo que girar melhora a lucidez. Para mim não fez nenhuma diferença.
  3. Duas noites atrás despertei a lucidez no meio do sonho/viagem astral. Eu tinha chegado na casa da minha mãe e ela abriu a porta para perceber. Foi então que despertei a minha lucidez. Como achei que estava em um sonho, optei por voar um pouco. Depois fiquei pensando que talvez eu estava em outra dimensão. Pode ser que era mesmo minha mãe e eu perdi a oportunidade de conversar com ela. Mas enfim, não adianta chorar pelo leite derramado. Continuando... eu fui para o meio do quintal da minha mãe e levitei de pé. Dobrei um pouco as pernas e comecei a voar a uns 50 metros de altura. As casas da vizinhança eram melhores do que no físico.... deu para perceber que havia famílias.... acho que era uma dimensão superior... Infelizmente fui pousar no meio de uns árabes (nada contra eles) que fizeram com que eu perdesse a lucidez e então acordei. Sobre a forma de voar, gostaria de saber se tem alguém que forma de forma diferente. Eu primeiramente levito e depois decolo, sempre mantendo a posição do desenho. Um abraço a todo
  4. Caro colega Curioso. Não sou nenhum expert no assunto, mas o OLVE é uma técnica para se alcançar o EV (Estado Vibracional). No OLVE as energias ficam circulando no seu corpo, de cima para baixo e de baixo para cima (Sandro e demais colegas, me corrijam se eu estiver errado), como se fosse uma corrente em um circuito..... sempre circulando, sempre circurlando, até alcançar o EV que vai afrouxar as amarras do seu corpo espiritual ao corpo físico, resultando em uma possível projeção ou início dela. Se você não está conseguindo fazer o OLVE, é preciso continuar praticando. Na maioria das vezes nós temos partes do nosso corpo, conhecidas como chackas, bloqueadas. Isso atrapalha que a energia circule no corpo. Por isso é importante fazer as limpezas energéticas e o OLVE com frequência. Dê uma olhada nos vídeos desse outro tópico. Vão ajudar muito você a entender melhor o assunto. Um abraço.
  5. Eu estava comentando com uma das minhas filhas gêmeas sobre a minha experiência de caminhar pela nossa casa estando fora do corpo. Então ela me me contou algo que nunca tinha me dito. Segundo relato dela, há alguns anos atrás, ela levantou sonolenta da cama, e quando estava nJa cozinha ela sentiu como se estivesse sendo puxada do corpo para cima, tanto que chegou a ver o corpo ainda de pé e assustada, voltou ao corpo. Já ouviram falar de algo semelhante?
  6. Lucas, eu entrei no site para procurar os trabalhos científicos mas não os encontrei. Você sabe dizer se ele estão disponíveis para consulta?
  7. Cara, nos primeiros 5 dias que eu comecei a mexer energia senti fortes dores na frontal e na nuca. Não tenho ideia o que foi isso. Mas depois passou.
  8. Olá colegas, No amanhecer de segunda-feira tive um sonho lúcido ou viagem astral, não sei, muito doido. Eu fiquei lúcido quando estava em um terminal de ônibus da minha cidade, acompanhado da minha esposa, tentando voltar para casa. Os ônibus estavam extremamente lotados, as pessoas até se penduravam pelas portas, algo que não se vê na minha cidade. Então percebi e falei para mim mesmo: "Espera aí, eu estou sonhando"... Falei para minha esposa que isso era um sonho e ela ficou meio na dúvida... (depois que acordei lembrei do relato do Sembrol sobre o trem, sobre ele ter conversado com o irmão dele). Nesse instante eu falei para ela que não precisávamos pegar um carro e que eu iria plasmar um carro como nós temos fora do sonho. Ela ficou me olhando como quem queria dizer ... "está maluco".... Então o carro surgiu na nossa frente mas estava todo murcho.... Minha esposa falou: "ele está todo murcho.... como vamos usar esse carro?" Disse a ela que entrasse e que o carro iria melhorar.... e realmente ele melhorou , mas não foi o bastante. Andamos um pouco com ele mas tivemos que abandonar. Minha esposa falou: "e agora, como vamos chegar em casa?" Eu disse para ela: "Fique tranquila, eu posso criar um atalho...." E foi o que eu fiz, criei um atalho que me deixou na rua principal, próximo da minha casa. Quando cheguei na rua principal com a minha esposa fui abordado por um rapaz que eu nunca vi, mas ele me tratava como se fossemos velhos amigos... e me fez intender que ele era um projetor, muito embora não tivesse falado diretamente isso. Ele quis combinar comigo um encontro no astral e eu falei que por mim estava tudo bem. Queria combinar em um certo lugar daquela rua e eu falei: "Cara, eu não vou lembrar desse lugar quando eu acordar..." Sugeri em frente de uma grande igreja evangélica que tem naquela rua e ele me disse que não dava, que o pessoal (???) iria ver e que não pegaria bem pra ele. Então propus em frente a outro terminal de ônibus que tem naquela rua e ele me disse: "perfeito, está combinado".... Tentei ir até o terminal mas acordei. Acordado eu fiquei pensando.... por que não fiz um atalho direto para minha casa?....hahaha Já acordado, perguntei para minha esposa se lembra de ter sonhado algo parecido e ela me disse que não.
  9. Não sei qual a sua idade, mas quando eu era adolescente eu tinha também um padrão de sonho que terminou por volta dos 22 ou 23 anos. Eu sonhei muitas vezes que eu pulava em um enorme buraco e depois me via olhando e voando sobre meu corpo, quando pudia ver várias pessoas ao repor dele (do corpo no sonho) dizendo: "coitado, foi tão cedo." Mas passando a adolescência esse tipo de sonho acabou. Nunca mais sonhei com isso.
  10. Que interessante. O início é idêntico com a técnica 4 do site. O que é o tal KC?
  11. Que interessante. Essa noite eu fiz intuitivamente, deitado na cama, um movimento acima da testa com as mãos. Eu fiquei circulando no sentido anti-horário a minha mão sobre a testa, deixando uns 10 cm da testa. Engraçado que eu percebi um calor na testa que parecia emanar da ponta dos dedos. Era muito perceptível. Então abri os olhos, continuando no mesmo movimento, e a sensação era a mesma. Encostei a ponta dos dedos diretamente na pele, em outras partes do corpo, para ver se os dedos estavam mais quentes que o restante do corpo, mas parecia tudo normal. Só que quando eu fazia o movimento descrito, conseguia sentir aquele calor na testa que acompanhava o movimento dos dedos. Nunca tinha percebido isso.
  12. Um pouco de cultura inútil. Além do italiano, o latim também é língua oficial do Vaticano. Por isso documentos oficiais, como bulas papais, são escritas originalmente em latim.
  13. Muito interessante. Você conversou com o seu irmão depois, pra ver se ele lembrava do que tinha acontecido?
  14. Tenho quase certeza que minha saída consciente foi patrocinada. Não consegui fazer uma nova saída consciente até hoje. O corpo pinica e consigo sentir a energia no frontal, mas não sai disso. Estou mexendo as energias mas sair sozinho, sem um patrocínio, está bem difícil.
  15. Eu lendo o livro do Saulo. No livro ele fala da experiência dele com magos negros e que teria encontrado um grupo fazendo uma oração que se assemelha ao latim. Alguém sabe me dizer se é normal espíritos, além dos magos negros, recitarem orações em línguas incompreensíveis? Já tiveram alguma experiência, viram algum espírito recitando orações?
  16. ah... blz... entendi errado. Essa questão de luz azul, será que está relacionada com a aura?
  17. Pelo que entendi, pra ti foi como se você tivesse uma lanterna na cabeça. Pra mim o que ocorreu foi diferente. Imagine você levando a sua mão em frente da sua testa, de tal forma que a mão estivesse próxima da testa mas não encostando nela (uns 10cm de distância da testa). Essa foi a visão que tive do retângulo de luz.
  18. Como já relatei em um tópico específico, projetei de forma consciente nesta semana pela primeira vez e dei uma volta dentro da minha casa. Em decorrência de umas experiências não muito agradáveis no passado, sempre peço a Deus para cercar a minha casa com seus anjos. Tenho interesse em sair fora da minha casa nas próximas projeções, mas uma coisa tem me dado um certo temor. Moro muito perto de um cemitério de minha cidade, a cerca de 500 metros da minha casa. Dá pra ver os túmulos da varanda da minha casa.... Sair na rua assim, sem um Mentor, não é algo meio perigoso? Me falem vocês que têm mais experiência em projeções astrais.
  19. Não vou chamar, não.... deixa o cara quieto....hahahaha
  20. Mas se você acabou de sair, o normal não é ver o corpo se você se virar em direção a ele? Aproveitando, eu estava lembrando de outro detalhe do que me aconteceu ontem. Quando olhei vi o meu corpo, deitado de lado (como eu estava), com bermuda preta e camisa branca (como eu estava), só que sem cobertor.... e eu estava coberto. Pelo que você disse, isso seria algo normal de acontecer... uma cópia imperfeita na 3ª dimensão. É isso?
  21. Oi Bandeira, sim foi a primeira vez saindo consciente. Já me percebia em sonhos ou VA, muitas vezes, consciente. Mas me ver saindo, isso nunca me aconteceu. Sobre a questão espiritual, pra mim não alterou. Mas sim, foi uma experiência muito diferente. Não dá pra comparar com um sonho, pois o grau de realismo é muito grande.
  22. Sim, sim... se fosse uma fórmula que fizesse as pessoas projetarem, as velhinhas que rezam o terço seriam as maiores projetoras...hehehe.
  23. Na minha experiência eu não vi o cordão de prata. É normal isso?
  24. é que as músicas do Elvis são quase divinas...hahaha.... Sobre esse papo de padrinho, não tenho essa pretensão. Mas pra mim foi muito impactante a forma como aconteceu. Eu gostei muito. Achei engraçado que, embora hoje estivesse um pouco nublado o dia, quando saí do corpo a luminosidade daquele ambiente não correspondia ao plano físico. Era mais uma penumbra.
×
×
  • Create New...