Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Sidinei

B-Membros
  • Posts

    238
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    3

Everything posted by Sidinei

  1. Eu levei uma mordida no pescoço depois de uma discussão tenebrosa com um espírito ou elementar (não sei,) sobre Deus. Acordei e.uma veia do pescoço estava tremendo alucinadamente. Nunca me aconteceu algo assim.
  2. Experiência como essa que vc leva a mão astral até a cabeça, eu nunca tive. Mas já puxei com a mão energia do frontal como vc fez. Dava pra sentir um fio esticando. Percebi, pela prática, que fazer isso alivia também dores localizadas.
  3. Sim, ficou meio vago... eles precisavam ter perguntado mais sobre esse negócio de correr com os olhos fechados pois faz toda diferença na experiência que ele narrou. Também não sei e nem imaginava que era possível sentir texturas com a aura. Eu já fiz algumas experiências com o Frontal, mas algo bem despretensioso, sem rigor científico hehehe.... e parecia que dava pra sentir a mão quando ela estava há uns 20 cm da fronte. Não sei se era o próprio calor da mão, ou se o cérebro me enganava... o ideal era fazer isso com uma outra pessoa auxiliando. Mas isso eu nunca fiz, pois também não queria provar nada pra ninguém, só pra mim mesmo. Por isso eu não duvido que isso possa acontecer...
  4. Eu separei aqui umas reportagens sobre o assunto: https://www.laviesports.com.br/m/blog/639a36bf616f8148681f22b2/runner-s-high-veja-o-que-a-ciencia-tem-a-dizer https://www.brainlatam.com/blog/runners-high-o-fenomeno-natural-capaz-de-produzir-endocanabinoides-1528 https://www.espn.com.br/blogs/espnw/763825_runner-s-high-a-ciencia-por-tras-desse-fenomeno https://www.worldathletics.org/personal-best/lifestyle/science-behind-runners-high
  5. Eu também assisto ele pois tem umas experiências bem legais e interessantes. Sobre ele ter explicado, sim eu vi, só que não me convenceu porque a dopamina é pra você se sentir bem. Certo, ele continuou correndo, mesmo cansado, por conta da dopamina. Mas a liberação de dopamina explica ele sentir tantas texturas à distância? Posso estar errado, mas acho que dopamina não tem o poder de fazer isso. Isso seria um delírio? Quem sabe... mas mesmo assim é bem curioso que ele sinta as texturas à distância. Ele sentir entrando algo que ele descreveu como areia pela cabeça e saindo pelos pés. Seria a circulação sanguínea? Seria uma movimentação energética entrando pelo Chakra Coronário e saindo pelos pés? Cara, eu não sei. Acho a descrição dele muito semelhante às movimentações energéticas que fazemos para procurar se projetar, só que pra ele aconteceu de forma involuntária. Pra mim pareceu uma expansão da aura a tal ponto que ele sentiu a textura das coisas ao redor. E um detalhe... ele disse que estava correndo com os olhos fechados... então, até poderia ser a imaginação dele misturada ao delírio se ele estivesse com os olhos abertos e soubesse exatamente as coisas que estavam ao redor dele na hora de correr. Eu teria feito mais perguntas pra ele sobre a experiência, sobre essa questão dos olhos fechados, dos objetos que ele diz ter sentido à distância a textura... Achei muito curioso.
  6. Muito interessante.... Assisti o primeiro vídeo e assim que der vou assistir o segundo. Aproveitando o tema, queria ver a sua opinião. E esse negócio do Responso (oração pra Santo Antônio pra encontrar coisas. Minha vó materna rezava o respondo e minha mãe pra encontrar coisas perdidas na casa. Eu me lembro que minha mãe dizia que o responso não funcionava com todo mundo, só com algumas pessoas. Ela dizia que não funcionava pois nem todo mundo tem fé... Esse era o entendimento dela, e que não podia ser utilizado de forma desnecessária, só em casos realmente urgentes. A minha vó mesmo era muito boa nisso. Teve uma vez que nem com o Responso dela conseguiram encontrar o objeto e ela disse: roubaram, não está na casa. Tempos de descobriram quem havia furtado. O meu questionamento é se isso era algum dom natural ou se era uma conexão com algum espírito que soprava a informação? Será que esses casos de clarividência são dons naturais ou informações prestadas por entidades auxiliadoras?
  7. Bob, se você ou outra pessoa quiser dar uma olhada nessa técnica do triângulo, estou postando o vídeo que eu vi. Boa sorte a todos.
  8. Li todo esse tópico que deveria ter como sub titulo: Uri Geller (hehehe). Pelos argumentos apresentados até aqui, me parece que não há comprovação que os fenômenos produzidos por Uri Geller sejam falsos. O fato de reproduzirem os fenômenos não provam que os fenômenos de Geller sejam falsos. Acho bem improvável que ele tenha ludibriado os cientistas que trabalharam para a Cia. Esses experimentos científicos tinham um protocolo e se houve algum engodo, é necessário que se aponte onde nesses protocolos está o erro. Pelo que li não há comprovação que os protocolos de pesquisa eram falhos ou que os pesquisadores estavam contaminados.
  9. Boa companheiros de jornada. Essa noite, antes de dormir, fiz um pout pourri, uma mistura de várias técnicas e gostaria de compartilhar a experiência. Vi uma técnica na internet, que eu nunca tinha visto (talvez os colegas já conheçam), que a pessoa que passou chamou de técnica do triângulo. A técnica basicamente consistia em pulsar energia em três pontos do corpo, um de cada vez: os dedos mindinhos dos pés, e um ponto entre o nariz e a boca. Essa foi a segunda vez que apliquei essa técnica. O rapaz que vi explicando dizia que era para imaginar uma luz pulsando primeiro em um dedinho, depois em outro e ao final no ponto entre o nariz e a boca. Eu não sou muito bom em imaginar luzes..hehehe... então procurei sentir o pulsar de energia.... E não é que a sensação foi muito forte! Eu sentia quase que um latejar dos dedos mindinhos nos pés. Não era uma sensação ruim, eu gostei, mas foi algo curioso. O rapaz diz que você pode começar em qualquer um dos mindinhos do pés, direito ou esquerdo, eu comecei pelo direito. Fiz as minhas adaptações (não deveria hehehe, mas fiz)... ele dizia que tinha que fazer 5 minutos em cada um desses pontos. Eu comecei pelo mindinho direito dos pés e contei 120 pulsações.... depois no mindinho esquerdo e mais 120 pulsações... Então fui para o ponto entre o nariz e a boca.... nesse caso foi um pouco mais difícil sentir as pulsações, mas depois de um tempo comecei a sentir. Ali eu contei 60 pulsações. Depois repeti tudo de novo... Ao final dessa técnica eu sentia meu corpo energizado, senti também o meu braço esquerdo levantar e cair (falsa queda). Resolvi continuar com outras técnicas que eu conhecia. Tentei fazer a técnica do OLVE, mas não entrei no estado vibracional. Agora comecei a trabalhar o Frontal. Então, apesar da minha dificuldade de imaginar coisas, tentei imaginar uma bolinha de gude (técnica fosfenica: https://www.fosfenicas.com/): 1º Indo do frontal para o outro extremo da cabeça por 12 vezes; 2º Indo de lado na cabeça, um pouco acima da orelha por mais 12 vezes, de um lado para outro; 3º Indo do Chakra Coronário até próximo ao Laríngeo (indo e voltando) por 12 vezes; 4º Repeti tudo novamente. Depois fechei os olhos e com eles fechados olhei para o meio da minha fronte, acima dos olhos. Imaginei a energia saindo e entrando por um tubo (dava pra realmente sentir a energia nessa altura). Por último (o Karran que me perdoe) apliquei uma das técnicas do TFCA (compartilhada pelo Joe - essas técnicas do TFCA devem ser aplicadas em conjunto, não de forma isolada, mas quebrei a regra e apliquei só parte dela), aquela dos números. Então me deitei de lado e adormeci. Isso tudo demorou quase uma hora.... eu acho, porque não fiquei contando e nem olhei o celular. Tive a sensação de ter feito algo a noite, mas pode ter sido só uma sensação. No final do meu sono, já amanhecendo, eu estava voando em minha cidade e tentando voltar pra casa... a minha lucidez não abriu pois me parecia a coisa mais normal do mundo voar (tenho que tomar vergonha na cara e treinar mais assiduamente isso). Também me parece que conversei com alguém do Fórum, mas pode ter sido só devaneio... então, se alguém teve a mesma sensação ou lembra de ter conversado com alguém do Fórum nesta noite, peço que compartilhe ou me mande uma mensagem, só pra eu tirar a prova real. Esse foi o meu Pout Pourri de técnicas.... Senti durante e ao final uma ondulação de energia muito forte no meu corpo. Pretendo fazer o mesmo na próxima noite.
  10. É um relato emocionante, Desi. A impressão que me é que pode ter sido uma Projeção. Se acontecer novamente, procure averiguar se é realmente seu marido ou um outro espírito tentando se passar por ele.
  11. Eu estava vendo o depoimento desse Youtuber sobre uma experiência que ele teve quando ultrapassou os seus próprios limites físicos em uma corrida. Ele fala que parecia que a aura tinha expandido... Ele conseguia sentir a textura das coisas ao redor dele sem ter contato com o corpo.... Sentia algo que parecia uma energia que entrava no alto da cabeça e ia até a ponta dos pés... Será que isso seria uma espécie de movimentação energética disparada pelo excesso de exercícios físicos? Ou só dopamina como diz a ciência. Eu
  12. Joe, vou testar hoje a técnica. Espero que eu consiga controlar a respiração... Parece a parte mais complicada da técnica.
  13. Oi Raposo Eu acho que um pouco de ceticismo é sempre bom pra discernir o que é falso do que é verdadeiro. Mas acho que não é desse ceticismo que o Sandro estava falando. As vezes a verdade está diluída em um pouco de mentira, ou a mentira pode estar diluída em um pouco de verdade. Nesses casos é bem complicado discernir o que é verdadeiro do que é falso. Em geral temos duas atitudes antagônicas: Aceitamos tudo ou negamos tudo. Nesses casos é muito complicado conseguir separar o joio do trigo. Às vezes da mesma pessoa podem vir poucas verdades e muitas mentiras, ou poucas mentiras com muitas verdades. Eu não estudei esse cara que vocês estão falando, e conheço superficialmente a história dele. Pode ser que ele tenha sido charlatão em alguns momentos e que alguns momentos os fenômenos sejam verdadeiros.
  14. Cara, eu sempre fico me perguntando o que realmente é intuição, se é algo nosso ou se é um sopro de informação dado por outra consciência. Em momentos extremos, quando perdemos alguma coisa aqui em casa, eu faço uma oração e acabo encontrando 90% das vezes. Minha vó fazia isso, minha mãe também, e eu também faço o mesmo. Hoje aconteceu novamente... Sumiu um documento importante. Minha esposa tinha guardado e não encontrava mais. Não sabíamos onde procurar. Eu já estava estressado mas fui para o quarto, fiz minha oração, e sentei na sala. De repente tive a intuição de procurar em um certo lugar e bingo, estava lá. Eu costumo tentar ficar sempre aberto a intuição. Não sei o que ocorre, mas pelo menos comigo dá certo. A minha mãe e minha vó se utilizavam de um amuleto que foi passado de mãe pra filha. Era uma relíquia de Santo Antônio, se eu não me engano. Eu não tenho essa relíquia, mas dá certo da mesma forma.
  15. Joe, eu li o que vc postou em 2016 sobre a existência de uma apostila sobre a técnica. Vc por acaso a encontrou e se sim, teria como compartilhar conosco? Pode também compartilhar mais da sua experiência com essa técnica e como vc a aplica? Obrigado
  16. Tem mais umas coisas que gostaria de falar sobre o assunto. Copiar melodias ouvidas no Astral não é compor, é só copiar ou no máximo fazer uma releitura do que já existe no Astral. Não dá para o cara que psicografa, por exemplo, se dizer autor de uma obra que recebeu, assim creio que seja o mesmo com a música. Sobre a autoria dessas músicas, nunca teremos certeza de quem as compôs, contudo acho provável que seja uma composição feita em grupo, por muitas mãos em harmonia.
  17. Eu vou desenterrar esse tópico dos primórdios do Fórum... hehehe Eu também sou metido a compositor e já acordei cantando músicas totalmente desconhecidas.... como também tive experiências de ouvir músicas lindas, mas igualmente desconhecidas para mim. (quando acordava eu tentava reproduzi-las mas parece que a essência delas, o que as deixava belas, se perdia) Mas não posso dizer se foram projeções ou sonhos. Se foram sonhos, o meu inconsciente é melhor compositor do que o meu consciente...hehehe Enfim, nessas duas últimas noites tive duas experiências com música, mas como não abri totalmente a minha lucidez, não posso afirmar se foi uma projeção ou um sonho. Duas noites atrás encontrei dois amigos (que eu nunca vi na vida..hehehe) em um grande salão de jogos.... Tinham vários violões e eu peguei um para tocar.... eu até toquei, mas as cordas eram de péssima qualidade, pareciam arames farpados... Os dois ficaram me olhando, parece que estavam curtindo... Ontem novamente tive uma experiência com música. Eu estava em uma espécie de sala de aula.... parece que sabiam que eu tocava, pois um deles me deu um violão... Graças a Deus as cordas eram boas...hehehe.... e toquei uma música do Legião Urbana: Tempo Perdido. Tinham uns 10 aos meu redor e todo mundo começou a cantar junto... menos um cara. Ele tinha uma camisa preta do Iron Maiden... tinha cara que tinha uns 45 ou 50 anos... Ele estava muito concentrado olhando para as minhas mãos tocando e nem percebeu que eu o vi olhando... Depois despertei... foi uma experiência muito boa. Acordei feliz.
  18. Olá Leonardo, Acredito que o Saulo só tenha disponibilizado ainda no youtube. Segue o link: https://www.youtube.com/watch?v=dOJ0H67n870
  19. Certamente foi uma projeção astral. Procure nas próximas vezes ficar tranquilo e aproveitar a experiência. Muito legal.
  20. Cara, vc se levantou e tentou fazer algum teste? Vai que estava tudo certo como aconteceu comigo esses dias.
  21. Raposo, que interessante. Não dá pra saber ao certo o que aconteceu, mas eu colocaria duas hipóteses: 1- aquela que vc escreveu, de que alguém estava protegendo a gata; 2 - que foi a gata que te protegeu. Embora nunca tenha testado, já ouvi muita gente dizendo que os gatos teriam um poder de limpeza espiritual. Jogo a hipótese mas deixo para os experts em espiritualidade aprofundarem o assunto...hehe.
  22. Sandro, é possível vc compartilhar mais desse curso? Achei interessante o que ele estava falando. Obrigado.
  23. Essa noite voei novamente e foi top.... Na orla da praia.
  24. Obrigado, Sandro. Vou tentar fazer isso. Fiquei bem curioso sobre o assunto.
×
×
  • Create New...