• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

marcelo silva

B-Membros
  • Content Count

    357
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

4 Followers

About marcelo silva

  • Rank
    Membro em EV (300+)
  1. A vitória sempre é da vida Lua. Luz azul e verde pro Niels. Leve nosso amor pra ele e diga que o GVA está ao seu lado. Abraços
  2. "Não é fácil o caminho do estudante espiritual..." Não à toa escutamos isso em diversos momentos de nossa caminhada rumo ao conhecimento de Si Mesmo. O SELF não é fácil de se encontrar, ainda que caminhar seja preciso. Um exemplo dessa dificuldade encontramos, como sempre, em nós mesmos: na negação de que ainda estamos longe de uma vivência plena de Ser. Vejo muito isso na prática e começando a ler outros autores. Simplesmente acreditamos ter encontrado um fim, quando o fim é apenas um meio. Em Espiritismo, filosofia que atualmente estudo, redobram-se os coros da caridade, como se a caridade fosse um fim em si mesma, descambando na filantropia externa e no fechamento interno. "O fato não é nada. A intenção é tudo." Diz o Livro dos Espíritos, mas ô mania de nós nos escondermos em fatos... Assim negamos. Negamos que a nesga negra dentro de nós ainda supera nossa divindade. Escondemos a craca negra quando devíamos devassá-la, assumindo o compromisso de transforma-la ao invés de maquia-la. Entendo a caridade como a consequencia de um estado interno e não como uma receita de felicidade. Pelo contrário, acredito que quem se dispuser ao serviço caridoso vai encontrar dor, incompreesão e angustia, às vezes até a morte física. Afinal, estamos querendo espiritualidade ou reconhecimento? O lado negro da força aflora no ser sincero e buscador de forma a torná-lo especialista em transformação íntima. Outra coisa que encontramos nesse caminho de devassar a escuridão interna: a título de sinceridade aspergimos nossa franqueza com toda força em quem estiver perto. Essa sinceridade também não quero pois sei que esse assunto é meu. É o que vemos, inclusive aqui no GVA, quando somos extremamente "enfáticos" com nossas próprias tolices. Pregar uma lucidez tosca a título de verdade libertadora. A exposição de "discernimento" sem o cuidado necessário de não ferir. O lado negro da força me pertence! É assunto meu e ninguém precisa pagar por isso! Estamos no umbral, mas que cada um cuide do seu e ajude se puder trabalhando no esclarecimento caridoso mútuo. Aí quem sabe damos mais alguns passos...
  3. Sei não Alux, a estatistica responde. As vezs é dificil mesmo distinguir. Mais uma: Levantei pra ir ao banheiro e estalou: tô projetado ou não? Puxei o dedo. Não aconteceu nada e fui. Depois acordei com cara de zé. Tento ficar atento mais só praticando energia mesmo.
  4. Coitada da bichinha! Projeção faz mal pra empregada de patroa projetora. Engraçado que um dia minha mãe relatou levantar de madrugada pois estavam chamando ela fora de casa. Abriu a porta e não viu ninguém. Não precisa dizer que nunca mais abriu a porta pra ninguém de madrugada, mesmo que conhecesse a voz. Mas esses relatos são legais, menos pra empregada....
  5. Eu sei o que tem de bom: Tem sempre alguém qurendo rasgar o véu de maya... Tirando isso ...
  6. Ei Patricia, essa é boa! Imagino o que tu não observas estando projetada sem lucidez! Tem que dá uma esvaziada no genésico aí! Apesar de já ter me preocupado com isso, também desencanei. Eu pratico sexo sempre tentando manter um astral bacana, com a energia boa. Acredito com isso que o clima geral melhora e somos menos observados.
  7. Olá Adimins! Queria sugerir a manutenção de uma biblioteca de obras em PDF e/ou TXT para nossa consulta mais rápida. Fazendo isso podemos agilizar a tirada de dúvidas e embasar mais fielmente nossas pesquisas e conclusões. Até mais!
  8. VC é do bem cara! Bom experimenta fazer a técnica do frontal que o Saulo criou. Pô eu achei muito legal. Já percebi na prática o valor de se realizar as técnicas energéticas para a rememoração, lucidez, etc. Sua parte densa fica menos densa, consequentemente mais proxima da vibração astral, o que facilita as rememorações. Mas não acredito que seja só fazendo essas técnicas energéticas; acredito piamente que condicionamentos muito arraigados de rotina e preocupações travem de maneira muito forte suas rememorações no astral. Técnica: Rir sinceramente, sentir a felicidade de estar perto de quem vc ama, trabalhar em algo que goste, ajudar quem precisar e sentir a intima satisfação de ser útil. Acredito que essas pequenas atitudes desatem os líames densos. NO meu caso particular, pela vontade eu consigo lembrar. Quanto mais vontade, mais eu lembro e quanto mais trabalho energia, melhores e mais lúcidos são os meus sonhos. Doar energia também funciona muito! Abraços e boa sorte.
  9. Isso me faz lembrar de meus antigos sonhos em que eu controlava objetos, voava e muitas outras coisas, dá até saudade Me marcou também a sensação, é bom demais. Valeu!
  10. Perdão da intromissão. Minha mãe também é católica e eu fui por muitos anos, apesar de sempre ler o Livro dos Espíritos sem o pessoal da igreja saber. Minha sorte que ela me escuta e não se fecha totalmente as informações e aos meus questinamentos. MAs Conhecer projeção NÃO É EVOLUÇÃO! Até acho que sua mãe Augustinnes é mais evoluída que nós! Só não está familiarizada comos termos. Quando a igreja liberar o que sabe sobre a transcedencia da individualidade na projeção astral ela também vai acreditar. A igreja (doutrina católica) é sua base e enquanto não for substituida por outra crença que lhe satisfaça, será assim. Por enquanto vc pode usar a Bíblia pois é cheia de relatos de projeção. Ex.: Eclesiastes, nos últimos capítulos (acho que é no último mesmo cap 12 vers 6), Coélet fala do cordão prateado, com todas as palavras. Na verdade o Wagner Borges é quem fala disso em um programa de rádio dele: http://multimidia.ippb.org/2008/10/ Vc vai nesse link e abre o programa do dia 23/10. Parabén pela sua mãe. Espero que vc escute ela.
  11. Com licença meu irmão... Também acredito em Deus e em Sua Justiça. Também acredito que fomos criados para fazer de nossa vida expressão dEle. Mas observe, mesmo imperfeitos (no sentido de que temos muito para aprender e coisas a reparar) Ele nos apreveita de acordo com o que podemos fazer, sempre respeitando nosso livre arbítrio. Vc e eu temos algo em comum: falhamos em algum momento e temos que reparar. Reconhecer isso meu irmão é passo dado! Por outra, não se ajuda só no astral não. Incremente a sua lealdade em todos os ambientes em que vc estiver. Reflita o bem, a fidelidade e a lealdade. Ajude com palavras e doações, mas principalmente, com amor. Abraços!
  12. Os audios do Saulo estão bastantes interessantes e ele tocou neste tema de forma bem esclarecedora. Existem vampiros e vampiros, vc, eu, o capeta, etc, etc. Conclusão, acredito que para cada pessoa um vampiro diferente, tipo "personal vamp", pois cada pessoa é diferente e sua sintonia, idem. A ideia é cuidar dos pensamentos pois os piores assedios são feitos por amanações mentais (telepatia, estimulos sutis) que vão desencadear em uma obsessão mais densa, mas só depois deles conseguirem te lavar onde eles querem que vc esteja (psiquicamente falando). Semelhante atrai semelhante. Lei dos afins. Se o vampiro não se sente atraido por vc é porque vc não lhe oferece campo (ou talvez vc seja mais feio que ele ), ai ele parte pro assedio mental. Mas quando o assunto é "outras pessoas", a ideia é a prece mesmo; chamar com fé o anjo da guarda, mas lembrando que nas situações onde o carma está em jogo (quando fala em carma quero me referir a resgates de outras vidas), o máximo que se pode fazer é aliviar e conseguir forças para superar. Mas a prece sempre ajuda. Boa sorte!
  13. Olha, a não ser que vc tenha um trio eletrico e uma banda dentro da sua casa brigando, também não acho uma boa ideia! O que quero dizer é o seguinte: a situação do Saulo era uma. Ele fala de uma situação particular. Abrir os chacras numa briga realmente é querer desmaiar depois pois o fluxo energetico e muito grande, mas não existe nada como exteriorizar as energias com amor. Uma vez minha esposa me chamou no canto me esculhambou (brigou feio comigo) não sei por que motivo. escutei e me coordenei os pensamentos para não entrar no clima pesado que ela iniciou, mas que eu pude ter provocado. A olhei com sinceridade e respeito e disse que ela que em certos pontos ela estava certa, em outros não, mas enquanto olhava eu meditava e tentava de alguma forma amenizar com os pensamentos. Alguns minutos depois ela pediu desculpas e eu agradeci por ela ter desabafado pois se ela não fizesse isso logo, aquilo ia ficar acumulado e eu mais preocupado. No abraçamos e ficamos bem. Na hora é concentrar, deixar o orgulho e amar. Sem querer vc exteriorizou e ajudou. Mas não faz isso no bloco não falow!
  14. Como disse o Saulo em um audio que não lembro (Ah! fica a sugestão: tendo tempo, escuta o curso básico e o intermediário pois muitas perguntas são respondidas lá!)... : "vc pode ter um ou varios (mentores) a depender do trabalho que faça ou do trabalho que dê!" Vc tem seu anjo guardião, seu mentor amigo que te inspira e guia, mas ele tem amigos que também, a depender situação pela qual vc esteja passando, podem te ajudar também. As equpes de trabalho são muitas e para diversas situações e eles sempre vem em nosso auxilio quando pedimos com amor e confiança.
  15. É sempre legal emanar energias para o ambiente meu irmão, mas o que vai acontecer é que se as outras pessoas que frequentam esse ambiente não terem o mesmo cuidado, não vai adiantar muita coisa. A sugestão é emanar energias antes de dormir no seu quarto mesmo, para o mundo, para as pessoas que precisam, zelando pelo ambiente do "seu canto". Com o tempo este ambiente ficará saturado de energias boas, oriundas de sua exteriorização. Quando acontecerem os desentendimentos e seu coração doer, entre em um estado mais ou menos de pré-meditação, imaginando que as energias não chegam em vc, como se vc fosse apenas espectador. Na prática significa "não deixar a vibração cair". Evite brigas desnecessárias e converse sempre de forma fraternal, pois devemos superar o ímpeto de manter a honra (orgulho!). Por experiencia própria, vale a pena! Abraços meu irmão!