Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Akhenaten Filipe

B-Membros
  • Posts

    131
  • Joined

  • Last visited

Posts posted by Akhenaten Filipe

  1. 42 minutos atrás, urufin disse:

    Porque vocês tem sempre que lembrar de Jesus para se referir ao mundo espiritual?  Porque não se referir a existência de alma, espirito, entidades ?

     

    Sabe porque eu acredito na existência do mundo espiritual? porque eu já obtive prova material da existência do plano espiritual ou plano invisível, já relatei no meu canal do youtube mas vou resumir aqui.

     Quando eu era solteiro em relacionamento, eu usava no dedo anelar da mão direita uma aliança de prata que achei na rua e certa noite antes de me deitar retirei a aliança e coloquei ela na comoda a uns 2 metros de distancia de mim, durante a madrugada despertei com minha mão esquerda esticada para fora da cama e a aliança apareceu semi colocada na mão esquerda no meu dedo anelar e antes da junta.

    Depois disso um outro dia a mesma aliança, coloquei sobre a mesa antes de dormir, ao amanhecer o dia a aliança não estava mais sobre a mesa, depois de desistir de achar a aliança sai para a academia, esqueci minha luvas em casa, eu morava sozinho na época, ao voltar antes de abrir a porta, pensei "só falta aquela aliança aparecer em cima da mesa" ao abrir a porta ela estava lá sobre a mesa, mesmo depois deu ter passado um pano sobre a mesa e revirado o quarto atras da aliança,  na época fiquei muito intrigado peguei a aliança e a coloquei no porta joia, para ter certeza da manifestação espiritual  que estava acontecendo escrevi em um papel aonde eu havia colocado a aliança e deixei o papel sobre a mesa, fui pra academia e 2 horas depois voltei, antes de entrar em casa, pensei " só falta esta aliança não estar no porta joia"  entrei e abri o porta joia a aliança não estava mais lá, olhei em todos os lugares e não achei a aliança, foi quando retirei o papel de sobre a mesa aonde eu havia escrito: " a aliança esta no porta joias" e milagrosamente a aliança estava debaixo do papel. 

    Depois destas coisas eu vi em uma projeção astral semi lucida  minha ex namorada andando no meu apartamento de um lado para o outro, toda nervosa por eu ter arrumado uma namorada nova.

    Por fim me livrei definitivamente desta aliança e me mudei de residencia.

    Urufin, me referi a Jesus porque acredito ser ele o maior expoente de toda a temática espiritual. 

  2. Muito interessante os pontos de vista. Obrigado pelas respostas, amigos.

    Acredito que hoje procuro uma visão mais científica da coisa, além do meu querer ou sentir. 

    14 horas atrás, lukynhas disse:

    É óbvia porque com o passar dos anos muitas evidências me foram dadas. Primeiro, ao se acreditar em um criador você precisa ver com outros olhos as pessoas que nascem com defeitos congênitos ou outras deficiências. Seria injusto que tudo se tratasse de acaso. Segundo, eu já complemento com as evidências do plano espiritual. Abaixo dois vídeos muito interessantes:

    Entrevista com Brian Weiss. Para quem não sabe ele é um psiquiatra que passou a usar hipnose regressiva nos pacientes. Certa vez, usando a hipnose em uma paciente ele acabou por descobrir que uma fobia que ela tinha vinha de um trauma ocorrido a 4000 anos atrás em um encarnação antiga. Desde esse episódio ele tratou milhares de pessoas com a técnicas de regressão de vidas passadas cujos resultados foram excelentes:

     

    Esse vídeo foi postado pelo nosso amigo forista sandrofabres:

    Dr Karl Osis , diretor da ASPR (Sociedade Americana de Pesquisas Psiquicas) demonstra um teste laboratorial, no qual Alex Tanous, o famoso projetor astral, consegue ver um simbolo composto dentro de uma maquina, colocado em diversas posições , em seqüência aleatória, com algumas salas de distancia entre Tanous e a máquina . Note que você precisa espiar exatamente da posição correta para ver o símbolo dentro da máquina , não é possível vê-lo de outra posição. Isso mostra que não se trata de percepção mental, em que o observador é não-pontualmente localizado. Esta cena aparece a 1h 17min do clássico documentário de Rolf Olsen "Journey into to the Beyond". 

    ***************************

    Sem querer desvirtuar, eu vou resumir como eu procuro buscar e determinar a verdade. Exemplo: Extraterrestres existem? 

    Quais são as possíveis evidências ? 

    - Avistamentos de luzes e algumas vezes até de naves que vem ocorrendo nas últimas décadas massivamente. Existem muitos vídeos que podem ser comprovados autênticos.

    - Relatos de abduções e desenhos das vítimas.

    - Implantes físicos que são evidências irrefutáveis.

    - Crop Circles geometricamente perfeitos aonde a plantação não foi quebrada e existem resíduos eletromagnéticos e radioativos.

    - Civilizações e culturas bem antigas que possuem/possuíam conhecimento avançado para a época e que falam que o mesmo veio dos "homens das estrelas". 

    - Evidências anedóticas de contatos com seres extraterrestres no plano físico e em outras dimensões. 

    Ou seja, pode-se até duvidar de um ou outro conjunto de evidências isolados, porém quando se analisa todo o quadro você começa a perceber que ao formar esse "quebra-cabeça" a explicação mais óbvia é que extraterrestres têm vistado o planeta desde tempos imemoriais.  

    Lukynhas, muito interessante os dois vídeos. Já tinha ouvido falar do Dr. Brian Weiss mas nunca tinha assistido uma palestra sequer. Muio bom. 

    Quanto ao vídeo do Tanous, tentei encontrar uma tradução em legendas mas não encontrei. Você teria algum vídeo por aí traduzido?

  3. 3 minutos atrás, sandrofabres disse:

    Isso só mostrou para você que esse conhecimento nunca foi compreendido. Mas é assim mesmo, até com assuntos comuns, do mundo terreno. Não aprendemos algo só porque estudamos isso a vida toda (por isso não tem problema algum ficar desmemoriado com a reencarnação, porque apagamso o lixo mental mesmo, que é boa parte dos nosso estudos), só pomdeos dizer que aprendemos quando aquilo foi tão internalizado em nós que SOMOS AQUILO QUE FALAMOS.

    Isso é desafio para Budha colega, não esquente com isso. estamos todos nesse desafio, cada um no seu ponto. É por isso que reencarnamos, proque apesar de tudo que "aprendemos", só uma pequena parte realmente passa a fazer parte da nossa natureza,  o resto fica no aprendizado superficial da personaldide encarnada, e evapora quando ela desencarna.   Até Jesus lá, no monte das oliveiras "suou sangue" só de pensar no que viria, eheheh. Ou na cruz "Pai, pai, porque me abandonaste?"

    É verdade, Sandro. Matou a pau! 

    Talvez isso seja só um desabafo, mas hoje, com gratidão, percebo que minha fé foi construída em terreno frágil, mesmo uma fé espiritualista e racional, e isso muda toda a conclusão de um argumento ou pensamento. 

  4. 17 minutos atrás, sandrofabres disse:

    O corpo físico é o carro, o espírito é o motorista. Se você danifica o carro o motorista não pode mais dirigir bem, mas ainda são seres diferentes. O carro exectua suas operações químicas necessárias para o motor funcionar, no caso, a combustão, mas o motorista precisa virar a chave. Se o combustível é ruim, o desempenho do motorista será afetado, motivo pelo qual váriso fatores "externos", como droga,s bebidas, remédios, porblemas hormonias podem afetar a EXPRESSÃO do espírito ENQUANTO encarnado. 

    Toda parte psiquica pertence ao espírito, e isso inclui o medo. Não é nem poderia ser instinto, porque pela forma como vemos o instinto, ele está ligado à preservação da vida corporal, mas podemos sentir medo estando em espírito também, ainda que saibamos ser imortais.

    Quanto ao matar ou morrer em nome de Alá o que isso tem a ver com sua pergunta? Você está perguntando sobre a existência ou não do fundador de uma religião. Não sobre o que as pessoas fazem depois com ela. A explicação que eu dei vale para Maomé também: poderia maomé sendo um personagem, e não um ser que exsitiu ter gerado o Islamismo? Creio que não. Para que essas coisas surjam assim, me parece que a existência de um homem muito influente é obrigatório, ou essas seitas morrem na casca, menos de 100 anos.

     

    4 minutos atrás, sandrofabres disse:

    Não sou eu quem digo, a menos que vocêe seja o tipo de pessoa que não lembra dos seus sonhos e não saiba do que estou falando, porque tem gente que não lembra mesmo. E tem gente que tem sonhos mal lembrados, então fica com a ilusão de que sonhos são algo fumacento, difuso, confuso, mas não são, são uma experiência idêntica à fisica. Você come e sente texturas e sabores, faz sexo e sente sensações e cheiros idênticos ao físico, pratica esporte e sente tudo igual.

    Portanto, não sou eu quem digo que esses sentidos são iguais, eles são, e por isso nos enganam. Se fossem diferentes não enganariam ninguém.

    Você pode na verdade COMPARAR estados. 

    Você talvez não lembre disso, porque acontece muito cedo na infância, mas se você convive com crianças pequenas nota que as vezes elas levantam e vem contando coisas que aconteceram nos sonhos, como se tivessem acontecido no físico. Os pais precisam explicar para ela:

    - não, isso não acontceu, isso é sonho, não é real

     

    Então uma crinaça aprende cedo, acho que lá pelos 3 anos, que aquele tipo de expienca com uma certa caracteristica é "!ilusão", mas que este outro tipo é "real".

    Ou seja, trata-se de uma DEFINIÇÃO estabelecida PELOS CRITÉRIOS DO ESTADO DE VIGÍLIA. 

    É similar a dizer "só minha religião está certa, a d outro está errada".

    É apenas uma ARBITRARIEDADE NECESSARIA para permitir o mínimo de organização para nossa experiência NESTE ESTADO. Mas ela perde o sentido quando voltamos para aquele outro estado, obviamente.

    Então quando você vem PARA CÁ, você, estando FUNCIONANDO NESSA MARCHA, ou seja, neste estado de ondas cerebrais, olha para os eventos acontecidos enquanto seu CÉREBRO FÍSICO estava em outro estado (o que não sgnifica que ele tenha GERADO a experiência), e define: AQUILO NÃO ERA REAL.

    Mas na verdade isso é um extrapolaçao de definições. Porque tudo que você sabe é que as experiências ocorridas quando você estava naquele estado NÃO TEM REPERCUSSÃO neste plano, mas isso não é o mesmo que dizer que não são reais.

    A percepçao dessa diferença é sempre da CONSCIENCIA, ou do ESPÍRITO, se quisermos chamar asism. O cérebro não tem capacidade de perceber nada, é só um pedaço de carne que o espírito usa para receber percepções do mundo, e é por isso que é possível a projeção e a vida após a morte, porque perder esse pedaço de canre nada afeta na sua percepção. O que o cérebro faz é traduzir para o espírito os sinais eletricos recebidos pelos sentidos. Mas le não pode refletir sobre isso, quem reflete é o espírito, tanto que isso continua na projeção ou após a morte. Mas o próprio espírito percebe que o cérebro estava em estado de funcionamento difernete nesses estados, assim como você percebe se estiver alcoolizado que sua mente est´funcionado difernete. O funcionar diferente é do cérebro, o perceber esse funcionamento, é do espírito, porque um pedaço de carne não pode se auto-analisar, mas o "observador" pode observar o "executante", exatamente porque são sujeitos diferentes. Quando vocêobserva sus pensamentos você também está observando "outra coisa", que é diferente do observador.

    Muito bom!

  5. Meus amigos, muito me interessa tais reflexões e pontos de vista diferentes, os quais estou os refletindo aqui. Entretanto, permitam-me contar meu caso.

    Espiritualista afinco, desde os 16 anos, hoje tenho 26, sempre me dediquei às atividades do centro espírita que frequentei, sempre com os pensamentos voltados as obras literárias espirituais, as quais recheavam meu criado mudo. Posteriormente, aos 21 mais ou menos, adepto e praticante das experiências fora do corpo, e de certa forma, com resultados rápidos, talvez pelo caminho que eu já vinha trilhando. 

    Em síntese.

    Ocorre que aos 23/24 anos, passei por um câncer e posteriormente uma metástase. Situação a qual me deparei com a possibilidade concreta de conhecer tudo aquilo que eu acreditava e, abre parênteses aqui, e acreditava muito facilmente, seja pela possibilidade de que colocar tudo aquilo, espiritualidade, em cheque me era muito remota, como de todos os jovens, naturalmente, ou seja pelo fato de simplesmente me contentar, me satisfazer com aquilo que lia e escolhia acreditar.

    Passada toda a situação, hoje estou com saúde boa e estável, mesmo sem minha tireoide, mas meu medo é maior que tudo aquilo que, durante 6 - 8 anos, confiei, acreditei e experimentei. 

    Quero dizer que, toda a minha realidade e aquilo que eu acreditava real, simplesmente sumiu perante uma situação que me deixou "cara a cara" com a possibilidade concreta do desencarne.

    Poxa, que cognição e certeza é essa que se esvai "tão" facilmente? Que medo é esse que é capaz de ignorar tudo aquilo que se construiu? 

    Nos dias de hoje, eu não quero acreditar, quero saber, como disse Carl Sagan.

    Toda minha convicção, e será que a sua também, colocada à prova se esvaiu. Será que isso é fé?  

     

     

  6. 3 minutos atrás, sandrofabres disse:

    Mas esse critério é o mesmo que te faz acreditar que você está no mundo físico, concreto, quando de fato você está apenas "sonhando" na sua cama.

    Só quando você volta para cá, ao acordar, você pode perceber que aquela solidez que você experimentou nos sonhos era ilusão. E Isso nos leva à próxima questão :

    Se você só percebe que a solidez do sonho era ilusão, quando consegue sai dele, a solidez do estado físico em que você se encontra agora está sob suspeita, até que você mude de estado e possa também avaliá-la de fora dela, assim como avaliou o sonho.

    Entendo. Você diz que tais sentidos também são reais mesmo nos sonhos, mas, entretanto, posso discerni-los ao acordar. Esse discernimento vem de onde? Do espírito ou do meu cérebro?  

  7. 2 horas atrás, sandrofabres disse:

    Bom, hoje em dia não dá mais...

     

    .................

    Ahhhh. mas vocês nem sabem se espíritos existem né? Nem quais propriedades deles, para conseguirem bolar uma caixa que os impeçam de entrar????? Ah pois é, então ainda falta muito a aprender, voltem daqui a uns milhares de anos, mostrando resultados melhores, que a gente conversa sobre abandonar o modelo da espiritualidade e adotar o modelo materialista, porque só aí ele terá provado o que alega.

     

     

    Sandro, entendi o que disse! No entanto, esse algo que dá a vida, que interage entre as reações químicas ou talvez que até as realize, seria espírito? Medo é sentimento ou instinto?

    Quanto ao grupo que disseminou a ideia cristã, hoje em dia não vemos pessoas matando e morrendo em nome de Alá?

     

  8. 2 horas atrás, lukynhas disse:

    A primeira questão: eu acredito no mundo espiritual porque é uma coisa até óbvia. Não falo isso por já ter tido experiências fora do corpo mas porque existem muitas evidências (algumas até mesmo científicas) que mostram que a alma sobrevive à morte e que a reencarnação é uma realidade. Isso me basta. Porque essa informação preenche diversas lacunas que só poderiam ser preenchidas com o "modelo multidimensional". 

    Sobre jesus, existem aqueles que não acreditam que ela tenha existido ou que acreditam na versão "oficial". Em minha opinião ele realmente existiu porém era um pouco diferente do que as pessoa imaginam. A mensagem dele acabou sendo distorcida de "sois deuses" para "me adorem". Isso deve ter acontecido para aumentar o poder da Igreja nos tempos antigos que controlava as massas través do medo. É claro que eu jamais negaria as implicações positivas que as religiões tiveram no passado. Por mais limitado que fosse o conhecimento delas, a ideia geral era a verdade. Fazer o bem ao próximo (apesar disso ter sido motivado em boa parte pelo medo de ir ao inferno). 

    Lukynhas, por que até óbvia? 

    Quais as evidências que estão postas? 

  9. Gangrel, interessante seu ponto de vista em relação ao assunto, parabéns.

    Mas acho que, em se falando do ponto de vista espiritual, não terá ele uma certa carga de culpa por sofrer bullying? O que será que esse sujeito cometeu, em vidas passadas, para sofrer desde criança?

    Em se tratando do ponto de vista espiritual, vamos recorrer a outras vidas também, pensemos nisso e não nos limitemos somente nessa vida e somente nesse ato dele sofrer bullying.

    Será que o único modo dele melhorar, evoluir moralmente, espíritualmente, não seria inserido em uma sociedade como a nossa onde no qual ele, as vezes até por opção própria, decidiu sofrer essa humilhação, colocando à prova seu caráter?

    Até porque eu acho que o grande mérito nosso é desabrochar em meio ao barro, assim como a flor de lótus.

    Acredito que jogando a carga da responsabilidade dos atos cometidos por Wellington na sociedade, seria o mesmo que ignorar a capacidade do ser humano de si transmutar, de evoluir, portadores das faculdades divinas que somos.

    A sociedade tem culpa nisso também, sem sombras de dúvidas, mas como se diz: "A dor é inevitável. O sofrimento é opcional."

    Ótimo tópico, abrangente :)

    Abraços Fraternos.

  10. Interessante a idéia do jejum, mas acredito que ainda não seja a melhor opção.

    O Jejum é uma grande arma que prepara o seu corpo físico para entrar em contato com o mundo espíritual. Através da desintoxicação celular causada pelo jejum vc obtém uma grande melhora na meditação e na concentração, concequentemente tbm nas projeções astrais...

    A abstinência de CARNE durante um período tbm ajuda nas projeções, devido a carne que comemos ter miasmas...

    Os jejuns tbm me ajudaram muito no meu treinamento magiko...

    A maioria dos povos antigos fazia o jejum para entrar em contato com o Sagrado Anjo Guardião, ou SAG(tendo para eles esse nome ou não :shock: ).

    Na bíblia ele era muito usado, junto com a oração( ou meditação), e obtinham grandes resultados...

    Jesus foi um exemplo disso, usava os jejuns como um modo para "negar a própria carne".

    Em fim, utilizar o jejum como ajuda na projeção é uma ótima idéia, pois diferente do que muitos pensam, ele não é uma técnica "massacrante", muito pelo contrário, no terceiro dia vc se sente MUITO bem, pois nesse dia a desintoxicação celular começa, trazendo grandes benefícios para o corpo e para a saúde.

    Para se treinar a mente, deve-se treinar o corpo tbm, pois a mente é o reflexo do corpo físico, ambos, o físico e o mental devem estar em equilibro pra que tudo ocorra bem...e uma boa forma de adestrar o corpo físico é o jejum...

    Carpe Noctem

    Fala Vitor, blz?

    Acredito que quando Jesus se referiu ao jejum, ele falava do jejum da alma, do espírito, parar de alimentar pensamentos egóicos, sentimentos ruins....essas coisas :)

    Não que o jejum do corpo seja ruim, pelo contrário, mas seria muito difícil viver uma vida inteira jejuando.

    Abraços Fraternos.

  11. Nossa, ótimo esse tópico, que felicidade ao ver essa expansão da consciência em relação aos nossos irmãos menores, ou melhor dizendo, A VIDA?

    Já disse isso em um tópico mas vou dizer de novo. José Hermógenes nos convida a reflexão quando nos diz que subtraimos uma vida para satisfazermos ao nosso desejo do paladar.

    Tudo depende do nosso pensamento, é demais saber que somos autores da nossa história, saber que temos todo o potencial dentro de nós e que podemos mudar tudo sem sair do lugar.

    Existe uma fórmula no livro Os segredos da mente milionária que diz o seguinte: P-S-A=R

    Pensamentos conduzem a sentimentos

    Sentimentos conduzem a ações

    Ações geram resultados.

    É isso galera, fiquei muito feliz com esse tópico e está ai minha manifestação =)

    Só mais uma frase pra refletirmos: "Ninguém pode tirar o que não deu"

    Abraços fraternos!

  12. Salve salve galera do gva, tudo na santa paz??

    espero que sim :lol:

    Pessoal é o seguinte: Toda vez que faço as técnicas durante um tempo, por exemplo 20 dias de técnicas diárias, duas técnicas por dia, pensamento voltado à projeção, etc, não consigo me projetar. Passa-se uma ou duas semanas, sem técnicas, sem aquele empenho que estava há 20 dias atrás, eu me projeto(tudo bem que fico uns 2 min projetados e acabo voltando) ou tenho um sonho lúcido?

    Tipo, normalmente era pra acontecer durante o período de técnicas e tals não é?

    Com mais alguém acontece isso? :lol:

    É isso ai galera, grato desde já :)

    Abraços!

×
×
  • Create New...