Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Pedro Falcão

B-Membros
  • Posts

    374
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Pedro Falcão

  1. Olá Mr. Munhoz, Svedese01, a musica é SOON do YES, era criança quando ouvi a primeira vez, e foi apenas uma parte dela, mas ja me deu essa sensação, acredito que seja mesmo alguma conexão que tenho com esse tipo de som, não faço ideia do porque. Abraço...
  2. Ola pessoal, tudo começou com umas fotos tiradas aqui em casa, onde apareciam uns circulos esbranquiçados, a principio parecia ser reflexo de alguma luz, e não dei muita importancia, algum tempo depois, eu estava instalando em uma empresa, umas cameras de segurança com iluminador de infra vermelho, durante os ajustes eu vi varios desses circulos, que na verdade são esferas, pois com a imagem em movimento da pra ver sua forma, sem exagerar, pelo movimento que elas fazem, parece que tem consciencia propria, o tamanho varia, as maiores que ja vi são mais ou menos do tamanho de uma bola de tenis, umas são mais transparentes e outras esbranquiçadas, em todas elas da pra perceber um "desenho" dentro, algo meio circular no centro e uma especie de raios, ainda não deu pra perceber bem a forma, so da pra observar atraves dos monitores e com o infra vermelho ligado, elas estão sempre em movimento irregular, as vezes não se ve nem uma, as vezes parece que são milhares no ambiente, da pra ver elas entrando pelas paredes, pelo chão, ou saindo deles. Gostaria de saber de voces, se alguem ja viu essas esferas ou tem ideia do que possa ser, como ja disse acima, parece que elas tem inteligencia, fico imaginando se poderiam ser seres em outra dimensão, mas ao mesmo tempo parece estranho o fato de poderem ser vistos atravez de uma camera comum e um iluminador de infra vermelho. O que poderiam ser?, fica a questão. Abraço a todos...
  3. Ola pessoal, eu gosto de varios tipos de musica, mas tem uma que se eu ouvir concentrado nela, me arrepia até os cabelos do dedão do pé, rsrs..., é como ondas de arrepio pelo corpo todo, tanto o instrumental quanto o vocal, o que causa essas sensações, tanto as boas quanto as ruins? seria a frequencia do som?, o tom? Abraço...
  4. Ola pessoal, Olympio, interessante a explicação, mas por falar em desaparecer, me lembrei de uma coisa que vi desaparecer, resumindo, numa manhã estava no ponto de onibus na saida da cidade para ir pro trabalho, observava o ceu que estava totalmente azul, um dos pombos que voavam por ali, voou até mais longe e fez uma volta, indo em direção da cidade novamente, era branco, e achei bonito o contraste com o ceu azul, mais ou menos no meio do caminho, ele simplesmente desapareceu, eu não o perdi de vista e não havia nada entre mim e ele, e ao fundo só o ceu azul. ele voava pouco acima dos postes de iluminação e estava a uns 30 metros de distancia, mais ou menos, não tinha como perde-lo. Fiquei ainda observando um pouco naquela direção sem entender o que tinha acontecido. Abraço...
  5. Ola Svedese01, desatenção, eu acho meio dificil, quando estou fazendo esse trabalho em casa, é como se eu estivesse "projetado conscientemente" no equipamento, pra sentir o defeito, rs..., a atenção fica concentrada no material que estou usando ali no momento, na verdade, eu me desligo de tudo mais. Esse trabalho pra mim, serve tambem pra acalmar a mente, quando concentro a atenção so ali, o extress do dia a dia, as coisas negativas, etc., desaparecem, até mesmo algumas ferramentas, , brincadeira..., rsrs... Abraço...
  6. No Evangelho tem uma passagem que diz mais ou menos assim: "Os escandalos são necessários, mas ai daquele por quem vier o escândalo". Ola amigos, o que quer dizer isso exatamente? Se um espirito encarna ja com a previsão de morrer violentamente por algum motivo, nesse caso, alguem teria que mata-lo dessa forma, essa pessoa seria obrigada de alguma forma a mata-lo? Se for assim, porque ela fica com a culpa pela morte? Abraço...
  7. Ola amigos, eu trabalho com eletronica, e por varias vezes aconteceu de desaparecer ferramentas que tinha usado a poucos instantes sobre a bancada, alicate, chave de fendas, etc., procuro pela bancada e arredores e nada, ai pego outra pra fazer o serviço, dai a pouco vejo a ferramenta que tinha sumido sobre a bancada num lugar que não teria como eu não ter visto antes, isso ja aconteceu muitas vezes. Seria possivel um espirito "brincalhão", ou sei la, desmaterializar essa ferramenta, ou de alguma forma fazer com que eu não a veja? Abraços...
  8. Ola Albert, voce é bem vindo! Abraço e muita luz...
  9. Ola Albert, seja bem vindo! Não sei te responder, mas isso ja aconteceu comigo tambem, ja faz uns anos, numa epoca em que eu ainda não estudava nada sobre espiritualidade, em uma das vezes, vi claramente uma mulher de meia idade com um vestido estampado com flores, ela estava parada perto da escada do corredor de um predio em construção onde eu fazia instalações, da a impressão de ela ter aparecido e sumido em seguida, o corredor não estava muito claro, mas dava pra ver bem com a luz que vinha da janela de um apartamento. Ultimamente não tenho percebido. Abraço...
  10. Pois é, Jonas e Svedese01, a coisa é mesmo por ai, não adianta tentar ajudar essa pessoa, que hora quer ajuda, hora não, apesar da boa intenção, eu to é perdendo tempo, no minimo!. Fico grato a voces pelos comentarios, as vezes quando a gente se concentra muito em um problema, fica dificil de ver a solução, e um toque pode ser a luz que faltava. Brigadão!, abraço...
  11. Oi Jonas,tudo ok?, o que eu relatei acima, de uma forma ou de outra, tem me acontecido a vida inteira, vindo de pessoas não proximas, mas nos ultimos anos isso tem acontecido atraves de uma pessoa proxima, e tem afetado mais porque prejudica outras pessoas tambem; esses sentimentos negativos que disse acima, não me afetam mais, como eu disse, não são meus, ""depois de tantos ano de experiencia!"", rsrs..., aprendi a passar por cima de situações que me levariam a esses sentimentos, a deixar pra la, a fazer de conta que não entendi alguma provocação, sapos então..., ja foram tantos que eles ja nem tem gosto ruim mais... "Quem não me conhece deve pensar que sou meio alienado... " ou seja, no que depende de mim eu to tanquilo, na paz, mas o que parece é que sempre tem alguem provocando de alguma forma pra me tirar do caminho, com a ajuda de Mentores, ou quem possa ser, isso não aconteceu e nem vai!. Desculpem eu ter me alongado aqui, e sem entrar em detalhes, sei que fica dificil se ter uma ideia mais clara sobre isso, mas resumindo, eu vejo os poblemas e quanto mais tento ajudar, mais complicada fica a minha vida; as veses eu penso " sera que essas pessoas, por algum motivo, tem mesmo que passar por esses problemas, e eu tentando ajudar estaria na verdade atrapalhando, e com isso complicando a minha vida? Abraço...
  12. Ola amigos, eu tenho passado por algo parecido com o que está sendo comentado nesse topico, uma pessoa proxima sendo usada pra me atingir, e não é por causa de atividades minhas no astral, pelomenos que eu tenha consciencia, ainda não me projetei conscientemente; ja fiz tudo para tentar ajudar, e sinceramente, ainda não desisti porque ha pessoas que amo envolvidas, e muita coisa ja foi perdida(me desculpem, eu não posso entrar em detalhes aqui, sei que fica dificil de ter noção das coisas dessa maneira), quando esse problema as veses me tira do normal, meu corpo vibra forte e sinto uma força e um odio que não são meus, como se "alguem" colocasse isso à minha disposição e dissesse: use!, ai começa a minha luta comigo mesmo pra sair disso, acho que nessa hora meu Mentor deve ter um trabalho danado pra me ajudar, rs..., leva muito tempo pra eu voltar a sintonia mais alta, aquela vibração demora a desaparecer, aquela força é ligada ao odio, não é como ficar com raiva de algo ou de alguem por um motivo qualquer, aquilo é muito profundo, sem contar que leva quase dois dias pra passar a dor no corpo... " e olha que eu só quero ajudar!". Minha pergunta : ha maneira de saber se isso é um caso obsessão de maneira indireta? O que posso fazer pra eliminar, ou pelomenos aliviar o que está acontecendo? Sei que se eu conseguir ajudar, todos esses problemas terminarão, e tambem outros que não estão diretamente ligados, mas algo impede, e não entendo o que, nem o porque. Pessoal, me desculpe, esse meu comentario ta mais com cara de desabafo, rsrs... Sem poder entrar em detalhes, sei que é meio complicado, mas preciso de ajuda no sentido de descobrir o que fazer nesse caso. Abraço a todos, muita paz e luz no coração...
  13. Ola pessoal, não entendo de plasmagens, ainda nem consegui sair consciente, mas gostei dos seus relatos Luan, sobre as experiencias, raxei o bico por aqui, KKKK..., fiquei imaginando a cena, hehe... Abraço a todos e muita paz...
  14. Obrigado Svedese01, Darcy, como disse acima, esse som não me incomoda em nada, apesar de não ser tão baixo, a parte mais aguda da pra ouvir mesmo durante uma conversa ou o trabalho, e quando o ambiente está silencioso da pra ouvir o som mais grave tambem, só não percebo quando tem ruido de transito ou outro do tipo. Darci, o que voce comentou me fez lembrar uma coisa, qundo tinha uns 5 anos mais ou menos, eu costumava prestar atenção nesse som, quando as vezes estava brincando sozinho no porão de casa, la o silencio era praticamente total, eu ficava um tempo parado, só ouvindo, e o som mudava, de vez em quando o som aumentava de volume e baixava, me lembro da sensação que dava, mas não me lembro de ter perguntado a alguem na epoca o que era aquilo, apesar de que não teria adiantado, rsrs... Mais uma vez, obrigado pelo esclarecimento...
  15. Obrigado Erivelto e Svedese01, eu tenho lido algumas coisas desse site , do Wagner Borges tambem, tenho encontrado muita coisa boa, e ja baixei os cursos da RVA, ouvi tudo em sequencia, desde o basico, intermediario e avançado, e tenho feito as prticas energeticas; no começo eu estava com pressa de me projetar conscientemente, mas a medida que fui estudando, vi que a projeção é muito mais do que pensava, e o melhor é mesmo estar consciente antes de me projetar pra quando eu chegar la, poder fazer mais. Abraço...
  16. Ola pessoal, desde criança eu "ouço" um som que parece ser uma mistura de muitas frequencias, desde um tom mais grave ao mais agudo, é como se tivesse muitos geradores de audio ligados cada um em uma frequencia, esses sons na minha cabeça, que percebo constantemente, não me incomodam em nada, minha audição é normal. Alguem saberia me dizer se isso tem algo a ver com mediunidade, espiritualidade em geral, ou se seria só algum tipo de problema fisico que causa esses sons na minha cabeça? Abraço, luz...
  17. Mais um novato, pelomenos aqui no forum, rsrs... Meu nome é Pedro, sou de Carmo de Minas M.G., faz só uns dias que estou por aqui, mas ja me sinto a vontade graças a maneira de cada um dos amigos que tenho percebido em seus comentarios e respostas nos topicos. Comecei a ler sobre VA em maio passado, em junho "descobri" a RVA, esse mes entrei nesse forum, so falta conseguir decolar no mes que vem, rsrs..., brincadeira..., ja fico feliz por estar encontrando respostas para algumas das minhas duvidas e sensações que tenho desde criança, obrigado!. Muita luz a todos...
  18. Ola ramon.vitto, eu ainda não tive uma projeção consciente, mas ja voei muitas veses no sonho, acho que é um sonho meio consciente, sei lá, acontece quando estou caminhando e penso em voar, ai vou sentindo o corpo ficando cada ves mais leve, até decolar, a principio, os voos eram sem controle, apenas subia no maximo um metro, voava por uns 30 a 50 metros e decia, durante esses sonhos eu experimentava o voo, e aprendi acontrolar a altura, a direção e não muito bem o tempo de voo, apenas pensando, a velocidade não muda, é a mesma da caminhada que eu vinha fazendo; em alguns desses sonhos, da pra perceber quando vou acordar, e tento me segurar la, mas acabo voltando; da ultima ves que tive esses sonhos, eu ainda não estava estudando sobre viagem astral e não tinha conhecimento nenhum sobre isso, espero que da proxima ves eu possa tomar consciencia de estar fora do corpo e aproveitar a viagem, rs... Abraço, muita paz...
  19. Jonas, comigo acontece dessa maneira tambem, eu não ouço quando quero, ja tentei e não aconteceu nada, rs..., mas elas param dessa maneira como voce disse, da pra sentir quando vou acordar, ou a consciencia voltar ao corpo, sei la, e assim que isso acontece elas param; ja faz um tempo que não as ouço, acho que é por causa das "turbulencias da vida", rsrs... Abraço...
  20. Me ococrreu uma outra questão com relação a suicidio, nos ataques terroristas de 11 de setembro, morreu muita gente assassinada nos aviões, e varios terroristas, assassinos e suicidas, instantaneamente, e seus corpos, literalmente desapareceram com a explosão e o incendio, o que teria acontecido com esses espiritos?. Abraço...
  21. Ola Jonas, tudo ok? Pois é meu amigo, tudo tem seu tempo, dizem que quando o dissipulo está pronto o mestre aparece, mas vamos aqui no ritmo baiano, como diz o Saulo, devagar tambem é pressa, rs... Essas vozes são muito interessantes, aqui na minha região, sul de Minas, as pessoas mais antigas, da epoca do meu avô, principalmente as que moravam na roça, sempre contavam sobre lugares "assombrados", onde se ouvia vozes, ruidos, e viam vultos tambem, geralmente em area de matas, e naquela epoca ninguem ia por la, ja tentei descobrir alguma dessas areas, mas ainda não encontrei ninguem que conheça. Quanto aos sustos dormindo, eu tambem não gosto, ja chegam as "quedas", rsrs... Os audios, fui ouvindo em sequencia, basico, intermediario, e até o 6 do avançado, e ouvi a tecnica projetiva completa uma ves, durante essa tecnica, senti o corpo balançando um pouco pro lado em um momento, mas tenho praticado mais as tecnicas energeticas e abertura dos chakras, e tenho lido algumas coisas tambem. Abração, tudo de bom e muita luz na sua caminhada.
  22. Interessante essas vozes, eu ainda não tive projeção consciente, deve fazer um mes que comecei a estudar e ler sobre isso, acho melhor não por o carro na frente dos bois, rsrs..., mas faz muitos anos que em algumas ocasiões, quando estou entre acordado e dormindo, ouço vozes, as vezes, é como se eu estivesse andando em um salão com muitas pessoas conversando separadamente, e vou ouvindo o que dizem quando passo perto de um ou outro grupo; uma ves ouvi uma voz de homem, em um idioma estranho, so ele falava e parecia estar perto de mim, ouvi algumas frases e acordei, então escrevi a ultima frase, da maneira que foi pronunciada, era mais ou menos assim "PERTO CISCO DE AMPATSO", essa foi a ultima frase e a unica que me lembrei quando acordei; quando o que ouço é em portugues, as frases que me lembro fazem sentido, não faço ideia do que foi dito nesse idioma estranho, mas a pronuncia, acredito que seja mesmo essa, se fosse escrito em portugues. Abraço a todos e muita paz...
  23. Ola pessoal, vou tentar relatar resumidamente algo que me aconteceu no inicio dos anos noventa, quando eu estava passando uns dias em São Paulo na casa de uns amigos, era uma casa grande e eu dormia sozinho em um quarto, certo dia, me deitei por volta das dez horas, e logo dormi, foi como um sonho, só que nesse "sonho" eu não estava no meu corpo atual, mas no corpo de um velho, conversando com dois amigos de infancia, pela aparencia deles nós deviamos ter por volta de uns oitenta anos, nós estavamos sentados à mesa em uma cozinha pequena, com uma janela à minha direita com uma cortina fina, nas paredes tinha azulejos com desenhos verdes, sobre a mesa de madeira um tabuleiro de damas, eu estava com os braços sobre mesa e me lembro da aparencia da pele enrrugada das mãos; nós ficamos ali muito tempo falando do passado, coisas da infancia, nosso trabalho, etc., durante a conversa, me lembrei de uma mulher de cabelos castanhos, mas não vi seu rosto, pelo carinho da lembrança, imagino que possa ter sido minha esposa, mas ela ja não estava mais ali, e não comentei sobre ela com meus amigos. Depois disso, me lembro de nós tres estarmos caminhando por uma rua proxima a um parque infantil, ainda falando sobre nossas vidas na epoca da mocidade, quando nos aproximamos mais do parque, um dos amigos subiu um pequeno gramado e foi até a cerca do parque observar as crianças brincando ali, e eu ainda conversando com o outro amigo, ao lado de uma goiabeira, entre a calçada e o gramado, lhe disse: voce se lembra de quando eramos criança e fizemos um balanço com uma corda no galho que havia desse lado e esta cortado?, ele confirmou e começou a subir o gramado em direção à cerca, me olhou e disse: não se emocione demais; foi a ultima coisa que ouvi, nesse momento me senti mal e tentei me segurar na arvore, mas antes de minha mão chegar nela, ficou tudo escuro e não percebi mais nada do ambiente, é dificil encontrar palavras para explicar o que aconteceu daqui pra frente, mas foi como se eu tivesse sido "dobrado" sobre mim mesmo inumeras veses até desaparecer, a sensação era mais parecida com uma angustia, mas era muito mais forte do que qualquer coisa que eu ja tenha sentido, eu não conheço palavras que possam explicar o que estava sentindo naquele momento, aquilo me pareceu uma eternidade, durante aquela experiencia, não tinha luz, nem som, nem noção de nada, a certa altua, parece que tudo se inverteu, e eu comecei a me "desdobrar", ai aquela sensação que ja era muito forte, ficou ainda pior, e comecei a me sentir sufocado, parecido com quando se prende a respiração por muito tempo, e comecei a perceber alguma luz, aquela sensação foi aumentando, até que aparentemente eu nasci, ai alem do que eu ja estava sentindo, veio uma especie de desespero, eu chorava e queria me segurar em alguma coisa; nesse momento eu acordei com essa mesma sensação, e demorou pra eu perceber onde estava e o que estava acontecendo; apesar da sensação muito forte que não da pra colocar em palavras, não foi algo aterrorizante como um pesadelo, eu não sentia medo, dor ou qualquer outra coisa, aquilo superou tudo. Se alguem puder me dar uma ideia do que possa ter sido, fico muito grato. Abraço a todos, muita paz e luz... Do amigo Pedro.
×
×
  • Create New...