• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Eve

B-Membros
  • Content Count

    41
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

1 Neutral

1 Follower

About Eve

  • Rank
    Advanced Member
  • Birthday 07/15/1995

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Fico com os itens 1,3 e 5. Tenho umas experiências involuntárias às vezes, mas ultimamente tenho dormido mal e a sintonia não anda muito boa.
  2. Clube da Luta Clube da Luta é sim um filme perigoso. Mas somente para pessoas que não estão dispostas a pensar, a sair da superficialidade e explorar a avalanche de idéias que o filme proprociona. Se analisarmos este filme de maneira superficial, veremos que violência e terrorismo são maneiras corretas de se mudar algo, como a sociedade atual. Mas, se formos mais a fundo (e é isso que o filme propõe) veremos que toda a violência mostrada em Clube da Luta é resultado da demência de um único homem (assistam que vocês vão entender o que eu acabei de escrever) e que é perfeitamente justificável. Jack (Edward Norton - brilhante !) não agüenta mais sua vidinha fútil, sem significado ou grandes emoções. Tyler (Bradd Pitt, insano), um maluco anti-capitalista que gosta de resolver tudo na base da porrada, fica amigo dele. Juntos, fundam o tal Clube da Luta, um local onde homens brigam entre si para extravasar toda a fúria que suas vidas rotineiras lhes causam. Mas a coisa começa a sair fora do controle, e o que era pra ser apenas uma seção de "psicanálise dolorida" passa a se transformar numa organização terrorista, que insiste em acabar (no sentido mais geral dessa palavra) com tudo o que é relacionado ao capitalismo e ao consumismo. E é aí que Clube da Luta se mostra um filme até pacifista (sim, pacifista) pois propõe que mudanças definitivamente não são feitas com violência. TODAS as lutas que aparecem no filme têm sentido metafórico. Não estão ali pra comporem somente cenas extremamente violentas. Essas lutas existem para demonstrar o desespero em que uma pessoa pode se encontrar quando descobre que sua vida é um grande NADA, e que o sonho de ser rico, famoso e bonito não passa de um sonho mesmo. Por isso é injusto chamar esse filme de "fascista". O que o filme mostra é a necessidade de viver, de sentir algo (como dor), de perceber que a vida não é somente carros e apartamento "da hora". As mensagens anti-consumismo são mais do que claras ("Você NÃO é o seu carro...") e também são otro ponto forte do filme. Mas, a genialidade de Clube da Luta está na sua ousadia. Ousadia de ter um roteiro tão imprevisível (com um final idem), ousadia de mexer ainda mais na ferida da sociedade moderna, ousadia de ir fundo na mente humana e utilizar elementos nunca antes vistos, ousadia de ser violento (apesar de justificável) e correr o risco de ser chamado de facista... isso é Clube da Luta. Sem dúvida, um filme mais do que brilhante. Um dos melhores da década. Download (legendado)
  3. Olá Luan! Bem vindo de volta! (estou voltando também, assim espero)
  4. Visito o GVA todos os dias (apesar de não postar muito). Acertou. Eu prevejo que a próxima pessoa gosta/gostaria de sair do corpo. Quero ver errar essa!²
  5. Ótimo texto. Li há alguns minutos, nem é tão grande assim ^^ de qualquer forma vale a pena ler, esclarece muita coisa aos "esquisotericos".
  6. Beber fora do corpo então... Nem pensar! Saulo pode esquecer aquela 51 astral...
  7. Oi ^^ Tudo ótimo, e você? Relaxa depois você acha (olha rimou) Imagino que não seja permitido usar o forum como chat, se quiser me add no msn é artemis_de_gaard@hotmail.com... Abraço
  8. Olá Pedro! Tem até música sobre os Dois Irmaos ^^ Obrigada por compartilhar Abraços
  9. Ótima pergunta, também não li o tópico inteiro