Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Mariposa

B-Membros
  • Posts

    81
  • Joined

  • Last visited

Posts posted by Mariposa

  1. :lol::lol::lol::lol::lol::lol::lol::lol::lol::lol::lol::lol::lol:

    HAAAAA!!!! Eu sou descendente de Russos e ainda num consegui dar nem uma passadinha por lá!!!! :cry::cry::cry::cry: Não que eu me lembre! :roll:

    Eu não falo russo fluente mas já da para enganar...

    Da próxima vez diz "Isdravstvujtje" (cumprimento tipo:como vai?),ou "Privjet" (um "olá" informal). Ou se quiser ser específico "Dobri dien" (bom dia), "Dobroje utro" (boa tarde), "Dobrij vietcher" (Boa noite). Para adeus ou tchau "datsvidânya". Por favor "Podjaluista".

    Não é tão difícil falar, dificil é tentar escrever o som. :D

    Se eu conseguir ir para Rússia um dia e te encontrar lá te chamo para tomar um café lá em casa!!!! :P:P:P:P Só lembra de colocar uma roupinha antes se não a minha bisavó te põe para fora a vassourada!!!! :lol::lol::lol::lol:

  2. Dojo é um termo japones para o lugar onde se treina artes marciais. tipo uma academia.

    Pesquei da Wipédia:

    Dojo (道場 sítio do caminho?, Dōjō) é o local onde se treinam artes marciais japonesas. Muito mais do que uma simples área, o dojo deve ser respeitado como se fosse a casa dos praticantes. Por isso, é comum ver o praticante fazendo uma reverência antes de adentrar, tal como se faz nos lares japoneses.

    O termo foi emprestado do Zen Budismo, significando lugar de iluminação, onde os monges praticavam a meditação, a concentração, a respiração, os exercícios físicos e outros mais. Decompondo-se a nos kanjis, ver-se-á que «dō» quer dizer «caminho», «estrada» ou «trilha» (sentido espiritual), e «jō», «lugar», «espaço físico», «sítio».

    Costuma-se referir a um academia de judô, aiquidô, caratê etc. como um dojô, mas se trata de coisas distintas. A palavra «dojô» somente se refere ao espaço físico onde se desenvolve o treino de uma arte marcial japonesa, enquanto academia se refere ao sítio onde se pratica alguma modalidade esportiva, ou não. Logo, «dojô» é o lugar onde se pratica o «caminho de uma arte marcial»[1].

  3. Eu não saco de física quantica o suficiente , mas de acordo com vários materiais científicos e documentários, tudo que você disse faz sentido e certas coisas já estão sendo estudadas pela ciência hoje.

    1º - parece com a idéia de "dobra espacial" e "teoricamente" funciona como você disse. A nave na verdade não é totalmente empurrada por um motor, como nos foguetes, mas aproveita o "vácuo" que ajuda a puxar a nave para frente. Dentro deste contexto também esta a formação dos "buracos de minhoca", ou túneis dimensionais.

    Matéria científica sobre o assunto...

    http://hypescience.com/como-seria-uma-v ... -espacial/

    Neste link teve um cara que "viu" algo similar...

    http://projetoquartzoazul.blogspot.com/ ... encia.html

    2º - Eu entendi mais ou menos, porém essa parte precisa de alguém com mais espacialidade que eu para explicar sem falar muita besteira, caso eu veja por ai uma matéria com algo parecido eu posto.

    3º - Faz muito sentido! A matéria escura na verdade não é escura, ela é energia Universal, sendo na verdade luminosa, porém na dimensão onde estamos enchergamos ela como "escura". No futuro a humanidade poderá usar essa energia como combustível para naves espaciais assim como fazem os alienígenas. Outra coisa com a qual a matéria escura está relacionada é com a construção dos mundos paralelos, mas eu já não lembro onde vi essa informação.

    History Channel - O Universo - Matéria Escura - (Em português)

    History Channel - O Universo - Universos Paralelos - (Em português)

    OBS:Aliás no meu ponto de vista essa série "O Universo", deveria ser obrigatório nas escolas!

  4. Acho que você misturou um pouco de onirismo na viajem, mas na verdade tudo isso faz muito sentido!

    Antes de mais nada, eu não concordo com sua digirente. Aquilo foi um aprendizado!!! Você tava treinando, não estava matando ninguém. Agora o que você fará o que aprendeu depende de VOCÊ e não dos espíritos que ensinaram. Imagine que você ganhou um isqueiro. O que você fará com ele? Vai incendiar uma casa, ou vai acender uma fogueira para cozinhar? Entendeu!

    Aliás, quando a humanidade aprender a usar 100% do cérebro vai conseguir fazer isso que você "sonhou" e muito mais.

    Agora vamos ao que interessa....

    Eu também já passei por aulas parecidas, assim como algumas pessoas do fórum. No meu caso eu apenas fazia bolas de energia e derrubava as coisas, nunca cheguei a "fazer" fogo.

    É claro que o que fazemos no mundo "real" influência nos nossos sonhos e o que vemos nas viajens astrais, mas também não devemos descartar que...

    O que você aprendeu está muito próximo com a realidade. Na verdade não podemos esquecer que em muitas vezes não é o "sonho" que é parecido com video game, mas sim os jogos e desenhos que são parecidos com a "realidade". O que as pessoas esquecem é que os autores da maioria dos jogos, filmes e historias, procuram inspiração nos mitos, lendas, folclore e nas religiões espalhadas no mundo! O que vem do japão por exemplo é baseado principalmente no budismo! Fazer bola de energia é uma tradição das religiões orientais!

    Pegue agora os conhecimentos sobre chackras, kundaline, Estado Vibratório, VIajem Astral, etc... e você terá desenhos como, dragon ball, cavaleiros do zodiaco, naruto, bleach, Avatar (o último mestre do ar) etc... É só pesquisar!

    O principio básico da ativação dos chackras por exemplo, materialmente e biologicamente falando, tem haver com a elevação da agitação da eletricidade do corpo humano. Uma bola de energia é também uma grande consentração de eletricidade em um ponto específico. Partindo dessa idéia produzir uma chama não é tão estranho assim. Nem é fora das leis da natureza.

    Neste link tem uma matéria sobre um velho que põe fogo num Jornal usando apenas a força da mente. Se é verdade eu não sei, mas fica aí uma referência.

    http://seteantigoshepta.blogspot.com/20 ... reais.html

    Também recomendo este vídeo:

    http://www.youtube.com/watch?playnext=1 ... 4A0369DF42

  5. Não estou dizendo que é... Mas tá parecendo Marte, ele também em dois satélites que parecem meteoros, Fobos e Deimos.

    Eu já tive um sonho com alinhamento... Vi no horizonte um alinhamento de planetas todos vermelhos como marte, Lembro que ventava muito. algumas pessoas corriam de um lado para o outro, outras andavam calmamente em direção ao horizonte onde tinha uma luz branca forte. Engraçado que eu me senti calma, eu tirava fotos apressada pois sabia que tinha que ir para o horizonte também. Um Homem africano com roupas longas e coloridas, turbante e cajado me olhou, sorriu para mim e com a mão me chamava para acompanhar as outras pessoas indo para o horizonte. Eu falei para ele que já estava indo. Acordei do sonho enquanto eu desligava a máquina fotográfica.

    Eu não sei se vai rolar essa história de Ascensão Planetária, muito menos se é para esses anos, mas tenho a impressão que o sonho tem algo haver, seja lá como acontecer e seja lá para que época for isso.

  6. "Projeção Astral pra eles era algo tão simples e natural como respirar. Os planos são simplesmente parte da natureza pra eles."

    Será que eu já vivi num planeta destes? (he he he)

    Desde que era criança sempre interpretei assuntos espirituais , paranormalidade e afins dessa maneira, nunca entendi porque as pessoas fazem tempestade por causa destes assuntos. Eu também não tenho minhas "habilidades" desbloqueadas, mas nunca entendi porque dizer que pessoas que tem são anormais se a ciência mesmo diz que o cérebro pode fazer coisas que nós ainda não entendemos. Anormal para mim é quem não busca isso, é como um pássaro que tem asas mas viaja caminhando pois acha estranho a ideia de poder voar, ainda por cima chama de maluco que diz que consegue...

    A humanidade realmente é muito estranha!!!kkkkkkk

  7. Oi gente! :D

    Mesmo que tenha sido um sonho achei bem interessante o conteúdo que incontrei nele.

    Hoje 18/09/2011, sonhei com um lugar que não conheço, mas sabia que era uma faculdade (ou algo de gênero). Para chegar logo na parte interessante do relato vou encurtar a história até o momento abaixo...

    Lembro-me que estava fazendo uma pesquisa sobre assuntos ligados a espiritualidade como faço rotineiramente, (coisas como energia, neurociencia, fisica quantica, paranormalidade, influencias cósmicas, contatos com entidades, ou seja pesquisando espiritualidade, mas sem ligação muito estreita com nenhum dogma religioso). Eu estava aproveitando o computador do lugar, já que minha internet (no mundo físico) é uma porcaria. Junto a mim estavam pessoas que eu não conheço na vida real, mas que eram meus colegas de estudos neste lugar. Estava lendo um texto no computador (ao qual não me recordo mais), até que um destes colegas olhou para este texto e disse que também estava pesquisando assuntos parecidos. Ele disse que também começou lendo na internet, mas que achava o conteúdo da rede muito incompleto e resolveu procurar por livros que tem um material mais extenso. Eu concordei com ele mas argumentei que na internet dava para achar coisas que talves nunca chegaria a conhecer pois não depende do mercado editorial e nem da disponibilidade nas lojas. Ele concordou e disse que também usa a rede para isso e depois vai atrás de textos impressos. Logo depois as pessoas que estavam a minha volta começaram a recolher suas coisas para irem para casa. Este colega então me perguntou se eu iria passar na biblioteca para pegar livros emprestados. Eu disse que sim, que iria lá para ver se a faculdade tinha algo ligado aos textos que eu estava lendo no computador. Ele então pediu-me para devolver por ele alguns livros que pegou na bibioteca pois já havia lido. Ele também falou que talves eu gostasse de alguns já que eram parecidos com os assuntos aos quais eu estava pesquisando. Voltei a mecher no computador e disse a ele que colocasse os livros na minha mochila. Chegando na biblioteca abri a mochila e retirei os livros colocando-os encima de um sofá. Os livros então me chamaram a atenção pois eram muito bonitos e diferentes. Pareciam ser uma coleção de uns 5 ou 6 livros (não lembro bem a quantidade). Cada livro tinha a capa decorada, todos tinham margens douradas bem grossas e enfeitadas, os titulos eram curtos, em uma palavra, e em letras grandes também douradas, encima de cada título havia um símbolo. Me lembro apenas de dois, um era uma taça e o outro era os símbolos de masculino e feminino interligados. Cada livro também tinha uma cor muito chamativa, lembro que vi, azul, roxo, rosa pink, branco... Tentei ler os títulos mas só consegui ler dois, no livro que tinha o símbolo de masculino e feminino estava escrito "RELACIONAMENTOS", e em outro estava escrito "MOKRHA". Os outros títulos porém eu não consegui ler pois estavam escritos com uma letra (alfabeto) que eu não consegui reconhecer. Olhando aquela coleção eu resolvi devolver o livro "relacionamentos", já que supus na hora que talvez falasse sobre namoro, casos, casamento, essas coisas. Como eu não tenho nenhum companheiro atualmente, resolvi que devolveria este livro e pegaria depois se os outros fossem interessantes. Coloquei todos os livros de volta na mochila e resolvi que iria para casa lê-los. Fiquei curiosa para saber o conteúdo.

    Depois disso aconteceram algumas coisas no sonho sem muita relevância, aos poucos então eu acordei. Lembrei da palavra "MOKRHA" que eu não fazia a menor idéia do que significava. Procurei no google e para minha surpresa apareceu várias coisas "estrangeiras" com essa palavra. No começo achei algumas empresas de viajem e restaurantes. Fuçando mais achei o seguinte:

    MOKRHA é uma palavras em sânscrito, suas variantes são MOkSHA, ou MOKHA.

    Arquivo em PDF

    http://anahata.imelaps.ee/_archive/sang ... beti_5.pdf

    Resumindo da Wikipédia:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Moksha

    Moksha - (sânscrito: मोक्ष, liberação) ou Mukti (sânscrito: मुक्ति, soltura) refere-se, em termos gerais, à libertação do ciclo do renascimento e da morte. Na mais alta filosofia Hindu, é visto como a transcendência do fenômeno de existir, de qualquer senso de consciência do tempo, espaço e causa (karma).No Hinduísmo, é visto como uma analogia ao nirvana, embora o Budismo tenda a diferir uniformemente da leitura da libertação do Vedantismo Advaita. O Jainismo também tem como meta o Moksha. Os principais sistemas filosóficos do hinduísmo consideram que uma entidade viva, especialmente aquela que estiver utilizando um corpo humano, deve ter por objetivo alcançar três metas na vida: kama ou desfrute material dos sentidos; artha ou desenvolvimento econômico e dharma ou religiosidade mundana; ou tri-varga: धर्म = dharma, अर्थ = artha, कर्म = kama. Moksha' é considerada como a meta que está além do tri-varga, para aqueles que já estão liberados destas atividades mundanas que prendem as demais entidades vivas, e o paramapurusha-artha, ou o objetivo primordial que uma entidade desfrutando existência mundana deve se empenhar em alcançar.

    Ou seja, no meu entender acho que o livro falava dos processos de evolução total dos espíritos.

    Achei bem exótico aparecer isso no meu sonho pois embora eu tenha contato com os conhecimentos sobre chackras e kundaline por causa dos meus estudos sobre Viajem astral, eu nunca tinha topado com essa palavra, de Hinduísmo acho que só conheço mesmo alguns deuses que vejo de vista nas imagens de alguns sites como o vishnu, ganesha, Kali etc.. No máximo o que já ouvi falar algumas vezes foi "Nirvana". Lendo o texto da wikpédia e alguns outros, achei interessante também o detalhe sobre trindade na cultura oriental que lembra um pouco o catolicismo.

    Outra curiosidade sobre essa palavra eu achei também:

    - Ain-Mokra - Mina fundada de 1865 à 1904, nas montanhas de Edough. De lá se extraiu minérios de qualidades ferrosas como magnetita e pirita.

    - Moksha - Uma empresa especializada em construir jardins verticais

    - Moksha - Instituto de Metapsicanálise

    - Moksha - Um exercício de yoga.

    - Al MoKha (ou Mocha) - é uma cidade porto, localizada no Yemen (Arabia Saudita) as margens do mar vermelho. Mokha é um lugar famoso por ser um dos primeiros grandes mercados especializados em café onde se achavam os melhores grãos. É deste lugar que também surgiu o "café moca".

    Mapa do local

    yemen.gif

    É claro que depois disso tudo eu vou procurar mais sobre os ensinamentos destas culturas, deve haver coisas as quais são interessantes para mim aprender. Vou fazer isso com uma pirita ao lado e tomando uma boa xícara de café se possível! he he he!!!

  8. Essa historia de energia negativa é estranha sim... Mas seria mais fácil dizer se você descrevesse a "técnica" que ele te passou.

    OBS: Só porque foi perto do cemitério não quer dizer que seja algo "mal". Cemitério tem gente "morta" e outras entidades (como na verdade em qualquer outro lugar), mas não dá para julgar só por esse motivo.

  9. Esse dias mesmo estava gripada mas ao invés de cancelar as praticas energética eu tentava fazer quando possivel.

    Agora vou dizer porque...

    A um tempo atrás vi no documentário do history channel (Os superhumanos de stan lee), um sujeito que desenvolveu um método de meditação para vencer o frio. O cara conseguia aumentar quando queria a temperatura do corpo e assim corria na neve só de cueca! :shock: Acho que foi neste mesmo documentário em que o um médico ao testar o sujeito em laboratório viu que junto da temperatura o cara também aumentava a atividade do sistema imunológico!!! Ou seja, as práticas energéticas de meditação ativam o organismo de forma com que o mesmo combata melhor infecções e possíveis doenças.

    Eu particularmente pude comprovar que isso tem lá sua verdade, antes de praticar meditação para projeção, eu tinha muitos resfriados durante o ano. Hoje eles já diminuíram drasticamente de número. A intensidade dos sintomas também se abrandaram bastante nas gripes que tenho tido. O tempo de duração das mesmas também diminuiu. Antes uma gripe minha podia durar de 20 dias a um mês. Hoje elas só durão de 10 dias a uma semana. As vezes eu sinto ela chegando e aumento as praticas energéticas e percebi que fazendo isso ela "passa raspando", mas não fica.

    Esse último resfriado que tive por exemplo, veio quando eu deixei de praticar aliado ao frio extremo do lugar onde eu moro. Porém quando estava doente dobrei os exercícios de meditação energética. O resultado foi que mesmo doente, eu não fiquei com a garganta muito inflamada e não tive nenhuma febre. Isso para mim é um avanço pois quando ficava resfriada eu caía mesmo! Para mim os sintomas sempre foram muito fortes. Nesta experiência eu decidi não tomar remédios ( a não ser se ficasse muito mal mesmo), no processo tomei só vitamina C efervescente e vitamina B em comprimidos. ( o que eu já fazia antes, mas junto de um coquetel de remédios.).

    Além de não ter tantos sintomas, os que tive não foram tão devastadores. Eu peguei gripe, mas ela não me impediu por exemplo de continuar frequentando o curso que faço a tarde. Eu fiquei preguiçosa, e gastei muito lenço de papel, mas não tava quase morrendo como antes :lol: . Hoje já estou melhor, posso dizer que fiquei bem mesmo hoje, não sei se foi pelas praticas energéticas, mas desde que acordei meu humor ainda está muito bom e eu não sinto nada. :D Só o nariz que ainda tá meio entupido. :roll:

    Neste processo cheguei a me projetar uma vez por pouco tempo, mas foi muito difícil manter consciência (ia e voltava) e sei que não lembro bem de alguns detalhes. Tive também vários sonhos oníricos estranhos seguidamente.

    Outra coisa que também tenho erradicado da minha vida são dores de cabeça e cólica menstrual. Nunca mais tive.

    No seu caso eu não arriscaria parar de tomar antibióticos, mas com certeza faria praticas energéticas quando pudesse com o intuito de melhorar. Hoje acredito que isso ajuda muito o corpo a se recuperar. Os médicos geralmente dizem que o fator psicológico ajuda na recuperação quando estamos doentes, no meu ver isso tem muito haver com as energias que fazem o organismo funcionar, mais do que um simples efeito placebo. Na verdade não é tão absurdo quando você realiza de que o mundo físico são apenas aglomerados de átomos e elétrons.

    Não acho que um dia eu não fique doente nunca, mas acho que com um tempo já vou poder driblar um bocado a duração e o desconforto que elas nos fazem passar.

  10. Oi gente !!! Vou direto ao assunto!!

    Ando meio em recesso... Mas rolou uma coisa essa semana que acho que vale o relato...

    Dia - 27 de maio de 2011

    Hora - 5:30 da manhã mais ou menos

    Fui deitar na sexta feira com o dia já amanhecendo por estar fazendo um trabalho de faculdade, mas mesmo assim resolvi fazer o exercício dos chakras já que me ajudam a relaxar e dormir melhor.

    Parte 1 - Sonho/Projeção

    Comecei a sonhar e me vi numa rua perto da minha casa, eu andava como se tivesse voltando de algum lugar. O tempo estava nublado e o chão molhado como se tivesse acabado de chover. Nesta caminhada eu olhei para o céu e vi um jato do exército bem ao longe perseguindo uma nave espacial, ela era como um ponto de luz no céu e se movimentava bem rápido. Ela atirou no jato que soltou fumaça e começou a cair, vi o piloto ejetando e abrindo o para-quedas, pensei - "hiiii, capaz disso aparecer no jornal, será que alguém mais viu?" :o . Olhei envolta e vi a rua vazia, foi então que eu num "estalo" percebi que tava sonhando ;) Resolvi então tentar me projetar dali para outro lugar. Fechei os olhos me concentrei, me senti flutuando. Quando abri os olhos estava acima do chão, e o lugar tava levemente diferente, era a mesma rua, mas estava totalmente vazia e completamente silenciosa, havia uma névoa grossa cobrindo tudo, não dava para ver o horizonte, só dava para distinguir as árvores e casas pelas silhuetas escuras. :S Pensei - "Será que consegui projetar em algum lugar parecido com o que estava antes ou será que eu tô sonhando isso?". :STABRE Como não havia ninguém nem nada por perto fiquei meio sem reação do que fazer :SMOR . Tentei me consentrar de novo, mas eu só flutuei mais alto ainda. Olhei envolta outra vez e aquele lugar nebuloso e solitário começou a me dar medo :( . Resolvi então voltar pro corpo antes que um bicho sinistro saísse daquela névoa. :o Fechei os olhos e me concentrei na vontade de voltar e acordar na minha cama. Quando fiz isso me senti sendo puxada com muita força para trás, até que tudo parou, abri os olhos e nada tinha acontecido, eu continuava lá. Fiquei frustrada e repeti por umas 3 vezes sem sucesso, na quarta vez abri os olhos e tinha voltado para o primeiro lugar onde não tinha névoa, dali então decidi que queria acordar. Tentei por duas vezes e não consegui. Resolvi me concentrar mais para voltar, senti o uma pressão enorme no chakra frontal, um puxão para trás no corpo, abri os olhos e vi que tinha me deslocado naquele lugar, mas não havia saído dele. Me concentrei de novo, dessa vez me foquei em voltar e na área da nuca, no cordão de prata. Senti o "puxão", e abri os olhos e me senti deitada em minha cama.

    Parte 2 - Combate com entidade desconhecida!

    Deitada de "conchinha" na cama não conseguia mexer um músculo, pensei - " Deve ser a catalepsia, daqui a pouco passa..." :SMOR. Porém do nada senti uma entidade atrás de mim. :geek: . Pensei - " Putz! Logo agora que eu não consigo me mexer tem uma "coisa" atrás de mim :R ". Derrepente senti um vento enorme sendo soprado nas minhas costas. Pensei - "Que Merd%$ e essa?!!" :o . A impressão que eu tive é que parecia que a "coisa" se jogava passando pelo meu corpo. Eu sentia como se um lençol passasse por cima de mim! Só que era feito de energia, eu podia sentir a pressão e uma certa eletricidade também. Parecia ser feito de "ventania", não tinha forma definida. Ele se jogava, ou jogava energia(eu acho) mas não ficava na minha frente. Eu não fiquei com medo, ao contrário comecei a ficar com raiva da situação. A "coisa" tava aproveitando que eu tava paralisada para me atacar!!! Pelo menos era o que parecia! Resolvi dominar a situação e tentar sair da catalepsia mas não tava conseguindo. Pensei "- Pô mentor! Se não tá vendo isso? Me dá uma ajuda aqui !!" :R . Tentei juntar energia para tentar espantar o "ser" começando pelas mãos, quando olhei para elas não pareciam mãos, eu vi como se meus dedos fossem apenas coisas de pele compridas pensei -" Acho que to projetada, esse não é o mundo físico". Me concentrei em combater o "treco" tentando sair da catalepsia e reparei que meus dedos foram se alongando mais, pareiam com garras, pensei " - acho que acabei me exedendo na idéia de combate" :twisted: . O "bicho" num parava de "ventar" em mim então ao invés de tentar "cair de pau"nele :ugeek: , resolvi só tentar despertar de vez. Me concentrei muito para tentar me mecher :( . quando derrepente consegui "me soltar" da catalepsia, acordei "oficialmente". Quando abri os olhos vi uma coisa muito curiosa, todo o ambiente do meu quarto parecia feito de pixels, como uma rede de pontinhos coloridos levemente luminosos, muito curioso. Depois :lol: Senti que o bicho tava lá mas não conseguia me "pegar" mais :twisted: . Falei alto - "seja lá o que você for, não tem permissão de ficar no meu quarto! Nem na minha casa! Sai! Você vai sair agora!". Me concentrei "inflando" os chakras de novo e depois de uns segundo na "defensiva". Levantei da cama de vez e fui tomar café da manhã. Olhei o relógio e vi que eram umas 7:30 horas da manhã. Apesar de só ter dormido duas horas eu não sentia sono nem cansaço, só fiquei meio tensa com a situação. Só fui sentir sono denovo lá pelas 14:00 da tarde.

    Eu não acho que a primeira parte tenha sido 100% projeção mas foi um dos sonhos mais vividos que eu já tive. Acredito que a parte real foi mesmo a segunda, pois eu confundi totalmente com o mundo físico, o "ataque" me pareceu bem concreto. Bom, mesmo assim vou vendo o que acontece para ter certeza total disso tudo. Até agora ainda não passei por coisa parecida de novo....

    Beijos gente!!! :KISS Até a próxima!!!

  11. Difícil para o povo aki do fórum é saber por onde começar....kkkkk

    Acho que ver, sentir, cheirar e ouvir entidades é praticamente comum a todos os membros ....kkkk... Eu por exemplo vivi praticamente a vida inteira em casas assombradas... Mesmo assim ainda é muito difícil se acostumar com a idéia....

    Comigo na verdade as coisas vem em ondas, tem épocas que estou mais "conectada" e consigo, ver (por alguns segundos), sentir (o velho arrepio, ou ondas de energia, as vezes uma leve eletricidade), cheirar (muito raro comigo), ouvir (sendo este o mais comum). E tem épocas que simplesmente estou cega, surda e muda. :?

    Quem tem mesmo a "antena espiritual" ligada constantemente aki em casa é minha mãe, ela leva o assunto numa boa, mas não procura treinar suas habilidades (uma pena, pois ela tem muitas habilidades interessantes que permanecem meio "atrofiadas").

    Mesmo assim dá pra render algumas histórias de vez enquando. Já contei algumas em outros tópicos, mas na medida em que eu lembrar de mais eu vou pondo por aki.

    Essas coisas que contarei aqui Não acontecem com grande frequencia, mas mesmo assim acontecem.

    Elementais - Eu, minha mãe e irmã, já vimos elementais. Uma vez eu vi um duende. Eu estava escrevendo no computador e ouvi um barulho na janela do quarto que tava atrás de mim. Olhei para ver o que era e então vi um duende se esconder atrás da cortina. Fiquei olhando a silhueta do bicho encolhido, cheguei bem perto dele, tinha uns 30 cm e usava roupas normais e um chapéu como das pessoas que vivem no campo. Eu fiquei com medo de tirar a cortina da frente :( . Resolvi sentar de volta na cadeira em frente do computador no quarto. Atrás da cortina mesmo ele pulou da janela e caiu por trás da cama. Fiquei com mais medo e depois de uns minutos me abaixei para olhar debaixo da cama mas não vi nada. Sei lá o que ele fez, mas conseguiu fugir da minha vista. Minha mãe vê uns 3 tipos diferentes andando no jardim e dentro de casa. Minha irmã só viu uma vez e era um bicho de uns 30 cm só seu corpo parecia ser feito de madeira com dedos parecendo galhos, não tinha roupa e a cabeça tinha formato de cavalo com olhos bem pequenos.

    Quebrando copos - Uma vez quebrei um copo só de encostar... Foi uma sensação esquisita, eu peguei no copo e por um segundo senti que ele ficou maleável como se fosse feito de massinha derrepente "TRIN", ele se espatifou na minha mão.

    Minha mãe faz isso de vez enquando, normalmente quando ela está com picos de humor, seja felicidade ou raiva. Ela diz que o copo explode na mão dela

    Entortando talheres - Isso acontece com minha mãe....Visualmente parece aquele truque de ilusionismo. Ela pega em um talher de mesa e o treco vai entortando. Com facas de cozinha o efeito é diferente, a lâmina costuma pular do cabo de madeira. É isso ou as lâminas da faca quebram ao meio.

    Queimando lâmpadas - Acontece com minha mãe e meu irmão. Quando eles estão embaixo de uma lâmpada acesa ela queima ou fica piscando. O efeito depende da intensidade do humor deles.

    Bússola seguindo a mão - Minha mãe consegue fazer a ponta da agulha de uma bússola seguir sua mão.

    Descarregando baterias - Hoje em dia isso é menos freqüente, antigamente não existia bateria que durasse na mão da minha mãe. Acho que deve ter algo de diferente na eletricidade do corpo dela, sei lá, mas as baterias sempre descarregavam perto dela, por esse motivo ela nunca usou relógio.

    Mexendo coisas com a mente - Quando ficamos com raiva ou muito alegres as coisas tendem a cair das prateleiras, ou a voar delas, portas leves de armários batem. Meu irmão já conseguiu fazer isso consciente umas raras vezes, ele fez um fio mexer antes de encostar nele (ele fez isso 3 vezes para ter certeza de que foi ele mesmo), também já fez um papel mexer só de olhar pra ele.

    Premunição - Como muitos aki do grupo, nos aki de casa também temos sonhos premunitórios e intuições que acabam acontecendo. (sendo isso o mais frequente)

    Saber só tocando - minha mãe ao pegar nas mãos de uma pessoa geralmente consegue sentir e as vezes visualizar certas coisas que aconteceram em seu passado e ou que estão acontecendo com ela no presente.

    Saber que está ligando, ou quem esta querendo falar com a gente - Quando o telefone toca vem uma sensação que pode ser um nome ou uma visualização da pessoa. As vezes dá pra saber até com quem a pessoa quer falar. Quando é alguém da familia as vezes dá para saber até um dia antes que esta pessoa vai ligar ou se comunicar de alguma maneira.

    Eletricidade - Eu não tenho problema com eletricidade, mas a eletricidade tem um problema com a minha mãe...kkkk... Não sei qual... mas minha mãe é muito propensa a fenômenos elétricos. Ela toma choque atoa, os aparelhos costumam entrar em curto, ter mal funcionamento ou "piscar" perto da minha mãe. Quando chove ela fica em cima da cama para não colocar os pés no chão pois ela sente os pelos do corpo arrepiarem quando cai raio. Nestes dias as tomadas faíscam perto dela. Trocar lâmpada nem pensar, saem um fiozinhos elétricos do bocal que "correm" atrás da mão dela.

    Sei que ela não é a única, existem outras pessoas que tem essa "relação" com eletricidade, mas dificilmente elas falam no assunto.

    Telepatia - Na verdade acho que todo mundo é telepata só não percebe, porém acho que já consegui fazer isso algumas de forma mais substâncial, o que posso dizer quando acontece é que aparece na mente as vezes uma imagem da informação que estão te passando, as vezes é uma frase, ou palavra ou uma intuição certa sobre determinada informação que a outra pessoa está te passando ou ao contrário, a pessoa "recebe" a informação de você mesmo sem você dizer ou insinuar nada. O problema da telepatia é que quando você lida com sua família e amigos próximos é difícil dizer se funcionou realmente pois você conhece muito a respeito destas pessoas, mesmo assim é muito legal tentar, vira uma brincadeira divertida.

    Conclusão

    De forma nenhuma quero que interpretem isso como uma coisa tirada de Ex-man, ou video game, com certeza tem muita gente aki e no mundo com "habilidades" iguais as da minha família, e outras famílias com habilidades muito mais intensas, significativas e úteis para a humanidade que são taxadas como sobrenaturais, mas na verdade são apenas "habilidades" que todo ser humano tem com mais ou menos intensidade.

    Coloquei algumas destas coisas que rolam aki em casa, (entre outras coisas que não são tão importantes), NÃO para parecer especial, ou mais que ninguém... Mas apenas para que outras pessoas que possivelmente queiram compartilhar mas estão um pouco tímidas, possam também colocar as coisas mais exóticas que acontecem com elas para assim entendermos mais do fascinante mundo espiritual ao qual sabemos muito pouco....

    ....... Então galera !!!! Coloquem aí suas histórias e as coisas incríveis que acontecem com vocês !!!!!!!!!!!!!!!!!!! Abraço !!!!!!!!!!!

  12. Essa história de gritos de vez enquando me da cada susto!

    Uns tempos atrás eles eram mais freqüentes quando eu tava naquele estado, quase dormindo... Quando eu tava quase apagando vinha alguém e berrava na minha orelha, geralmente chamava eu nome, um saco... Eu perguntava o que o sujeito queria, mas ninguém respondia.... acho que era só pra eu tomar um susto mesmo.....

    Vai entender....

  13. Oi Gente !!!!

    Essa palestra é de um cientista médico brasileiro que comprova os fenômenos de Viajem Astral, mediunidade e suas influencias no corpo humano através de seus estudos baseados no cérebro, mas especificamente da glândula Pineal.

    http://www.youtube.com/watch?v=IcJw4-Ccbss&feature=player_embedded#at=3172

    Assuntos abordados:

    *O que é espiritualidade segundo a ciência

    *O que é a materialidade segundo a ciência

    *O que é a glandula Pineal e para que serve

    *Existem cristais no cérebro humano !!!!!!!!!

    *Fenômenos espirituais X Doenças neurológicas

    *O que acontece no cérebro quando se dá a Viajem Astral

    *O corpo humano em relação aos ciclos naturais sol/Lua

    * E muitos outros detalhes interessantes !

    Vale muito a pena ver isso!

  14. Pois é ... Nem todos os espíritos evoluem da mesma maneira, nem na mesma velocidade, aí alguns deles que conhecemos em vida (como a nossa família por exemplo) não vão para os mesmo lugares que nós. Parece cruel mas pense assim. Se um peixe não aprendeu como virar anfíbio e sobreviver na terra seca, como ele vai viver fora da água... (Mas sei que você já sabe disso...)

    Triste, mas é verdade....

    Tente levar conhecimento a sua família, lembre-se o futuro sempre muda, pois está sempre se formando, sempre em movimento !!!!

    **Li um tempo atrás que as vezes espíritos de outros lugares encarnam na Terra para experiênciar a vida humana , ou seja apesar de ter parentes aqui neste planeta, este grupo de pessoas não faz parte do mesmo "grupo de almas", então quando morrem voltam ao seu lugar de origem o que obviamente causa uma separação.

    Não estou dizendo que este seja o seu caso, mas é uma teoria interessante...

  15. Esta história de onirísmo misturado eu tenho muito!!! Ainda não sei bem como distinguir ! Meus sonhos são lotados de simbolismo, mas sou ruim de mais para interpretar. Geralmente depois que acontece certa situação é que eu entendo a mensagem. :?:? Acho também muito interessante a comunicação do lado de lá, é muito mais completa 8-) , com só uma palavra a gente entende o contexto todo.

    Um tempo atrás andava meio frustrada por não conseguir certas respostas dos meus guias espirituais, neste humor fiquei meio brava achando que havia algo de "insuficiente" no povo que me acompanha. Tenho uma noção de que tenho um guia espiritual fixo, mas que dependendo do que ocorre na minha vida eu recebo certa "ajudinha" externa.

    Certo dia eu sonhei estava em parque grande, bonito, com grama verde e brinquedos infantis. Para encurtar a história, aconteceram algumas coisas sem importância, até que eu andando, dei a volta num brinquedo em forma de "casinha" e encontrei um rapaz de olhos claros e cabelo castanho liso comprido até os ombros. Quando nós nos olhamos eu soube na hora que ele não era meu guia espiritual "oficial" (ao qual eu nunca vi), mas estava me auxiliando no "mundo físico". Ele aparentava uns 15 anos, e (não sei porque) julguei ele pela aparência e achei ele "muito novo" logo poderia também não ter experiência. (até hoje não sei porque pensei isso na hora, pois eu não costumo associar idade a experiência. Acho que foi um resquício de preconceito que estava escondido em alguma parte de mim.)

    (minha falta de educação neste dia estava alta)

    Olhei para ele e disse de forma cínica: :STABRE:SMOR

    - Ah! Tá vendo é por isso que não está dando certo! :evil:

    (Traduzindo seria - É por isso que não consigo respostas, você é muito novo, não deve ser experiente para saber o que eu quero saber. Não deve conseguir fazer nada deireito. Etc...)

    Ele arregalou os olhos e disse: :o

    - Fala sério! :x

    (Traduzindo seria - Desde de quando aparência tem importância aqui, já parou para olhar para você você mesma, desde quando saber tem haver com idade, Etc...)

    Depois do enorme sermão de apenas duas palavras, eu fiquei morrendo de vergonha da minha arrogância e preconceito. E disse com o sorriso amarelo: :?

    - Ah! Eu sei, eu sei :P:geek:

    (traduzindo seria - mil desculpas pela minha postura vergonhosa, afinal de contas você esta aqui só para me ajudar. Eu sei que aqui todos aparecem do jeito que lhe convém, nada é o que parece, etc...etc... Sabe, no final das contas Eu é que devo não estar "ouvindo bem" para não conseguir as respostas que quero etc...etc... Sei lá o que deu em mim agora para te dizer uma bobagem dessas... Por favor, se não for pedir de mais, finge que eu tava brincando, etc...etc...)

    Ele não falou nada mas fez uma expressão de "tudo bem.. deixa pra lá!". :SMOR

    Depois desta minha estupidez, eu achei que já tinha feito muito estrago para um dia só e resolvi me retirar de "orelhas abaixadas". Fui me afastando e logo depois acordei.

    Durante os dias que se passaram uma série de acontecimentos e pequenas "coincidências" me levaram as respostas que eu procurava, sendo esta geralmente a forma com a qual "eles" procedem comigo....

    Esta lição eu não esqueço mais!

×
×
  • Create New...