• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

alepbar

B-Membros
  • Content Count

    25
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

1 Follower

About alepbar

  • Rank
    Member
  1. Olá PrincesaLea! A resposta que você tanto procura está aqui no link abaixo do Professor Waldo Vieira: http://www.espiritualismo.hostmach.com. ... ibracional item: 04.3.03 - Causas:O estado vibracional parece ser promovido, antes de tudo, pela condição de libertação ou soltura parafisiológica maior e benigna do duplo etérico. Atuam ainda como causas físicas para desencadear o estado vibracional: as vibrações físicas de todo o corpo humano; ventos frios;a queda da temperatura ambiental;condição de exaltação emocional; etc. Espero ter ajudado. Um grande abraço. Alex
  2. Muitos pensam que a reencarnação é uma coisa criada pelo Espiritismo. Nada mais falso! A reencarnação é uma lei natural, como viver ou morrer, não foi criada pelo homem, ela sempre existiu e o Espiritismo apenas aceita esta verdade. Mas antes de Kardec nos falar sobre ela, outras religiões já a haviam adotado, como o Hinduísmo, há quase oito mil anos. Também pode-se citar o Budismo, uma ala do Judaísmo, o Jainismo, o Taoísmo,Sufismo (corrente esotérica do Islamismo) entre outras. Houve tempos em que o Cristianismo também aceitava esta verdade, até o dia em Que a Rainha Eudoxia resolveu bani-la da Bíblia, com medo de nascer escrava. E isto foi feito no II Concílio de Constantinopla, no ano de 553. Jesus e seus apóstolos falavam claramente sobre o assunto, mas após tal Concílio, apenas algumas poucas passagens restaram na Bíblia, mas elas são super claras, não exigindo nenhuma capacidade intelectual maior do leitor para compreender a que estão se referindo. Quem não compreende é apenas por falta de vontade ou por cegueira dogmática. Mas quem foi a Rainha Eudoxia? Foi uma Imperatriz da Roma Oriental, que viveu de 395 404 d.c. Aelia Eudoxia era a bela filha do general de origem franca, Bauto,. Se casou com o Imperador Flávio Arcádio, exercendo completo domínio sobre o marido, homem bastante apático. Era uma católica devota e incentivou a destruição do paganismo em Gaza. Foi denunciada por São João Drisóstomo de luxúria." E quais as passagens bíblicas se reportam à rencarnação? Começando pelo Antigo Testamento, Malaquias, 4-5: "Eis que vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o terrível Dia do Senhor. Ele converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais., para que eu não venha e fira a terra com maldição." A partir desta profecia, Elias passou a ser esperado pelos judeus como o precursor do Messias. Alguns contemporâneos de Cristo julgaram que ele seria João Batista. Em Mateus, 17-10: Mas os discípulos o interrogaram: porque dizem os escribas ser necessário que Elias venha primeiro?Então, Jesus respondeu:De fato, Elias virá e restaurará todas as coisas. Eu, porém, vos declaro que Elias já veio, mas não o reconheceram; antes, fizeram com ele tudo quanto quiseram. Assim, também, o filho do homem há de padecer nas mãos deles. Então, os discípulos entenderam que lhes falara a respeito de João Batista." Uma outra passagem super clara está em João, 9-1 a 3:A Cura do Cego de Nascença. "Caminhando Jesus, viu um homem cego de nascença. E os seus discípulos perguntaram: Mestre, quem pecou, ele ou seus pais, para que ele nascesse cego?Respondeu Jesus: nem ele nem seus pais pecaram, mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus. Esta passagem é super clara. Como o cego poderia ter pecado antes de nascer, a não ser pela reencarnação? Me atenho por aqui, deixando um livro super interessante a este respeito indicado ao leitor. Trata-se de "Analisando as Traduções Bíblicas", de Severino Celestino da Silva. Um livro indispensável para quem quiser se afastar da obscuridade do dogma e da cegueira provocada por manipulações constantes da Bíblia, este livro analisa as traduções da Bíblia, desde o Antigo Testamento, que nada mais é do que a Toráh(a Bíblia Hebraica, alguns textos gregos e outros em latim, mostrando ao leitor onde estão as divergências de tradução e faz uma análise do significado à luz do Espiritismo. A Bíblia que, para mim, sempre foi algo meio sem lógica, passou a ter muito mais sentido. O livro é realmente fantástico e tenho certeza que agradará a todos que se interessam pelo tema. Muita Paz e Muita Luz para todos!
  3. Olá Bianca e amigos da GVA! Desculpe-me se não fui tão claro com a seguinte frase: "Acredito que este relato sirva para alguns tipos de pais que as vezes NÃO dão o devido valor para o seu filho que nasceu com algum tipo de DEFICIÊNCIA. Lembre-se, o seu filho EXCEPCIONAL, pode ser um grande ANJO DA GUARDA." Acredito que seja APENAS o seu ponto de vista amiga Bianca. Os pais que estão realmente passando por esta situação, verá esta mensagem com outros olhos, com os olhos da COMPAIXÃO e não com os olhos da CRÍTICA. Um grande abraço. Muita Luz e muita Paz para você e para todos do GVA.
  4. Um Relato de Caso de Atendimento com Apometria numa Choupana de Umbanda - Ocorrido em Agosto/08 Consulente: DMS, 50 anos, mulher, viúva, espírita. Sintomas: Faz 10 anos que a consulente tem aumento súbito do batimento cardíaco, acompanhado de dor no peito e sensação de fraqueza. Estes sintomas eram esporádicos até então. Assim como apareciam sumiam, de uma hora para outra. Ocorre que de um mês para cá se intensificaram, aumentando a freqüência do mal estar súbito. Quando chegou para o atendimento na Choupana, em dia de sessão de preto velho, tal mal estar havia se tornado diário, sempre de noite: disparo do batimento cardíaco, entorpecimento do lado esquerdo do corpo, dor no peito do lado do coração, sensação de peso e falta de ar. DMS se apresenta fraca, com olheiras, mas ainda consegue trabalhar. É assistente administrativa de um grande hospital público de Porto Alegre e fez todos os exames possíveis que a tecnologia moderna permite para auxiliar a medicina e nada de anormal foi diagnosticado. Os médicos não sabem o que fazer e a paciente se apresenta desanimada e fraca. Foi marcado atendimento com apometria em dia específico para este fim. A Dinâmica do Atendimento: Os atendimentos se dão na frente do congá, com os médiuns sentados em círculo. O consulente fica sentado no meio. São permitidas manifestações simultâneas e todas as formas espirituais são bem vindas. Regularmente utilizamos pontos cantados e todos os elementos peculiares à magia na umbanda. Encaminhamos espíritos doentes ao plano espiritual através de um breve diálogo fraterno. Nem todas as manifestações são mediúnicas e o animismo perde o estigma de mistificação, sendo comum as catarses referentes à traumas da vida passada do consulente. Atendimento: Entrevista com a consulente – verificou-se que a mesma tem um filho esquizofrênico de 30 anos, dependente dela e que reside junto. Aberta a freqüência da consulente e do seu filho doente, dado que ele não tem discernimento para entender a situação, pela aplicação de pausada contagem, estalar de dedos induzindo o desdobramento de ambos, se constatou vários espíritos sofredores no campo energético do filho. Todos foram tratados e encaminhados com a vibração dos exus e de Oxossi. Após este socorro, descobrimos um espírito de mulher “grudado” no filho, sendo que sempre que ele dorme, de noite, se desloca violentamente para atacar a mãe, ao qual nutre ódio mortal. Esta entidade está desgrenhada, com sérias deformações em seu corpo astral. Ataca DMS com uma tesoura na mão e tentar arrancar-lhe o coração, pois em sua perturbação se enxerga em situação de outra encarnação em que foi amante do filho e a atual mãe era a esposa. Tendo ficado grávida e sendo descoberta pela esposa de outrora, hoje a mãe atacada, que mandou capturarem-na e deixou-a morrer a míngua de fome e sede num calabouço, isto grávida avançada, com quase 9 meses. Com os pontos cantados de pomba gira das rosas, este espírito foi socorrido e se re-encontrou no astral com seu antigo filho – o bebê que ela perdeu nas entranhas – que veio socorrê-la. Ato contínuo, “refizemos” os chacras “danificados” da consulente com a vibração do oriente, oxum e Yemanjá. Conclusão: Não temos o direito de julgar ninguém. Mediunidade e apometria são ferramentas de auxílio incondicional ao próximo. Ao depararmo-nos com o presente quadro familiar, certamente uma encarnação de resgate por débitos do passado, nos defrontamos com um filho esquizofrênico, que vive mais o plano astral na mão dos inimigos desencarnados do que a vida da presente encarnação. Com o socorro feito, houve o alívio, se não duradouro ao menos temporário, dando um alento a todos os envolvidos: a atual mãe atacada diariamente, a mãe e amante do passado que se encontra novamente com seu filhinho, e o filho doente de agora – esquizofrênico –Ex marido traidor, que tem um alívio na repercussão vibratória enfermiça da entidade doente que estava fixa em seu campo vibratório, utilizando-se de sua mediunidade descontrolada para usá-lo como trampolim de sua vingança contra a atual mãe e antiga desafeta. O tempo – e xangô – regem os caminhos ascensionais de todos nós e sabem o que é de cada um para aprendizado e evolução. Não nos foi dado saber a anterioridade do enredo entre estes três espíritos. Com certeza são consciências muito ligadas em obsessão recíproca. A cada um segundo suas obras diante das soberanas leis cósmicas que imputam a reencarnação a todos nós. Resumo das leis da apometria Aplicação de pulsos magnéticos, impulsionados pela força mental individual e coletiva, através de contagem e estalar de dedos, para indução ao desdobramento / da mesma maneira, se acopla / contrário de desdobramento: Isto ocorre no atendimento em que o consulente está sentado no meio do grupo na frente do congá. Esta contagem é feita com estalar de dedos no alto da cabeça, expandindo e desdobrando os corpos espirituais. Facilita-se a sintonia dos médiuns com os bloqueios energéticos existentes, como por exemplo alguns “nódulos”, magismo e aparelhos colocados no duplo etéreo do atendido. Com os médiuns desdobrados, os benfeitores espirituais conduzem os trabalhos onde se fizer necessário: casa do consulente, umbral inferior, alas hospitalares: No mesmo tempo que se desdobra o consulente, o grupo mediúnico também está desdobrado. A partir desta “nova” realidade, o deslocamento no plano espiritual fica facilitado, pelo fato de sermos doadores de ectoplasma ao mundo espiritual, que assim poderá interceder a favor da caridade assistencial onde se fizer necessário. Formação de campos de forças de natureza magnética: proteção, higienização, contenção e defesa: Utilizamos formas geométricas: pirâmide, triângulo, cones, outras. São plasmados no astral, pela força mental do dirigente invocador, estes campos de forças durante os atendimentos sempre que se fizer necessário. Age nas lembranças oriundas da memória perene contida no inconsciente, no sentido de desfazer os estímulos “recordativos” estímulos de memória – despolarização – que estão originando as ressonâncias de vidas passadas: Quando o médium sintoniza uma situação traumática de vida passada do consulente, que está vibrando e o desarmonizando no presente, é possível amenizarmos esta ressonância através da catarse que o médium sofre durante o atendimento apométrico. Exemplificando: o atendido tem sofrido de convulsões súbitas, sem causa aparente. No atendimento se verifica que ele desencarnou preso num poço após uma queda e que hoje sempre ao chegar perto de rios e lagos fica convulsionado. O médium vivenciando a catarse como se fosse ele caído no poço de outrora, alivia o consulente do mal estar que o está afligindo no momento presente. Interferência e alteração da coesão molecular do duplo etéreo, propiciando a modificação do seu padrão vibratório, facilitando as incisões cirúrgicas realizada pelos benfeitores espirituais: O desdobramento induzido desloca e expande o duplo etéreo do corpo físico, deixando-o menos denso e mais propício à intercessão dos espíritos guias que realizam as cirurgias astrais. Isto é feito muito rápido e o consulente nada sente. Pode somente ficar com sonolência após o atendimento e no dia seguinte sentir-se um pouco cansado. Recomendamos repouso, alimentação e ingestão de líquidos no dia seguinte a este tipo de atendimento. Doação de energia e aplicação da força mental, recompondo membros e refazendo formas astrais: Exatamente pela atuação no duplo etéreo. Doamos ectoplasma e intencionalmente, com auxílio dos guias espirituais, procedemos a recomposição de membros danificados de espíritos sofredores e refazemos formas astrais nos casos em que haja deformação do corpo astral onde espíritos estão com aspectos animalescos, com garras, peludo, etc. A invocação dos Orixás no Atendimento Invocamos os orixás, seja por contagens numéricas e pontos cantados, ou ambos ao mesmo tempo, durante os atendimentos apométricos: Invocação Oxalá e linha do oriente: faz a distribuição ou "descida" vibratória das outras linhas e entidades. Adequado se cantar no inicio dos trabalhos e nas situações que requerem atuação do chamado agrupamento do oriente e dos médicos do astral: Ex. fixar agrupamento do oriente, plasmar ala médica e instrumentação cirúrgica no astral. Invocação Yemanjá: limpeza magnética do ambiente do trabalho, médiuns e consulentes pelo povo d'agua: Ex: após desmanchos, desobsessões, demandas, manifestação de espíritos sofredores mais cansativas, e sempre que se precisar fazer uma harmonização do grupo. Yemanjá pode ser invocada também nos casos que se requer fixar no campo vibratório de uma consulente o sentimento de maternidade – conflito entre mãe e filho. Invocação Oxum: harmonização exaltando o sentimento de amor incondicional que acompanha a vibração deste orixá: Ex: casal em desavença por gravidez recente ou por tentativas de engravidar frustradas. Invocação Oxossi: curas e cirurgias astrais: Ex: consulente com câncer. Pode ocorrer a atuação desta vibração em trabalhos desobsessivos através dos chamados caboclos flecheiros – jurema, cobra coral. Invocação Xangô: verificação de causas pretéritas, traumas do passado que estão necessitando de equilíbrio e é justo conforme a lei do carma e ocorrências que estão desrespeitando o livre arbítrio do consulente: Ex: pânico de elevador porque numa vida passada caiu de um telhado. Espíritos obsessores se aproveitam disto e aumentam o mal estar - essas informações geralmente são fornecidas pelos guias através de um médium ou diretamente pelo dirigente, quando ele não recebe direto do astral pela clarividência ou incorporação. Invocação Ogum: as entidades desta linha irão realizar o trabalho de demanda, lutar contra as falanges das "sombras", se antepor frontalmente aos feiticeiros do umbral inferior, criando uma barreira vibratória magnética do astral: Ex: consulente magiado. “Confronto” com a organização contratada no submundo astral que fez o trabalho. Invocamos o Orixá Ogum. Os Caboclos da vibratória se manifestam. Se necessário,são utilizados os elementos materiais: fogo, pólvora, água... Invocação Omulu: todo trabalho de alta magia, liberação dos guardiões –Exus- é feito por esta vibratória: Ex: consulente está perturbado em conseqüência de um trabalho de magia negativa realizada com sacrifício animal em porta de cemitério, fazendo com que ele não durma e sinta dores generalizadas pelo corpo. Invocação Iansã: deslocamento e mudança: Ex: remoção de grupo de espíritos sofredores ou mudança de padrão mental do consulente – rigidez de opinião. Invocação Nanã: após trabalhos “pesados” de contra-magia, desmanchos, que foram liberados de escravidão muitos espíritos: Ex: espíritos escravos de uma organização trevosa foral soltos e não sabem que estão desencarnados. A vibração de Nana os acolhe no mundo espiritual como uma grande mãe acolhe seus filhos no seu colo. Encerramos este tópico dizendo que todas as entidades ligadas a cada Orixá trabalham em conjunto e ao mesmo tempo no atendimento com apometria e a movimentação destas falanges se dá sempre que necessário baseado no merecimento do consulente. Assim, este tipo de trabalho mediúnico inevitavelmente é de uma universalidade convergente atemporal. Ou seja, quando entramos no campo energético de um consulente, estamos interagindo com seu espírito que já teve milhares de encarnações em várias épocas e condições diferentes na Terra. Nós temos que ter o coração aberto para todo o tipo de manifestação e de forma alguma devemos tecer julgamentos sobre a dor de quem quer que seja, pois do nosso passado não sabemos. Cremos que a Umbanda é a mais rica e propiciatória religião mediúnica à pesquisa do espírito eterno com a técnica chamada apometria exatamente pela sua essência: o amor universal que se perpetua pelos tempos imemoriais. Muita Paz e muita Luz a todos.
  5. Olá Amigos do GVA!!! Na palestra do dia 27/05/2011 do professor Wagner Borges foi explicado algo que muitas pessoas ainda desconhecem chamado ARRASTÃO EXTRAFÍSICO. Como funciona o ARRASTÃO EXTRAFÍSICO: Imaginem uma boate, um boteco, uma balada, um meretrício ou uma rodinha de viciados em droga onde a energia começa a ficar muito DENSA. Quando a energia PESA, as pessoas acabam dando passagem a GANGUES de espíritos que só entram nos lugares, roubam as energias e saem imediatamente. Este processo é muito rápido, tanto que algumas pessoas mais SENSITIVAS que estão nestes lugares descritos acima, acabam ficando até zonzas. Este tipo de GANGUE do astral, praticamente, não para nos lugares para ficar obsediando as pessoas, simplesmente absorvem energias em questão de segundos e se retiram em uma velocidade impressionante. Obrigado pela oportunidade por estar relatando estas realidades aqui no GVA. Muita Paz e muita Luz para todos.
  6. Olá amigos do GVA! Queridos irmãos, vou dividir mais um relato muito interessante com vocês! Quase sempre, o mundo espiritual nos relata que algumas crianças que encarnam com defeitos físicos ou doenças mentais, é devido a atos desregrados de vidas pretéritas, que posteriormente é cobrada através das Leis de “Causa e Efeito”. Por isso, várias “instituições filantrópicas sem fins lucrativos”, acolhem estas crianças com muito AMOR e CARINHO, possibilitando, tratamentos diferenciados e uma melhora na qualidade de vida. Mesmo assim, o fato dos pais e dos profissionais destas instituições filantrópicas, passarem muito AMOR e CARINHO para estas maravilhosas crianças, o processo “carmico” é muito forte. Então, se, em uma instituição filantrópica existem 100 crianças EXCEPCIONAIS, pode ter a maior certeza deste mundo que, sempre existirá um SER ILUMINADO dentro de um “corpinho excepcional”. Este SER, desce do mais alto das dimensões astrais e se sacrifica como um deficiente físico ou mental, simplesmente para ajudar os outros que estão nas mesmas condições. Todas as noites, quando todas as crianças estão dormindo, a criança excepcional “ILUMINADA” se desdobra “CONSCIENTE”, na forma adulta, e começa a dar “PASSES” em todas as outras crianças excepcionais, afastando alguns obsessores e alguns vampiros astrais, eliminando todo e qualquer tipo de parasita astral entre outros tipos de formas densas. Desta forma, alivia o processo carmico de muitas crianças. Este SER ILUMINADO, é como se fosse uma espécie de anjo da guarda destas crianças e da instituição filantrópica. Caros irmãos de jornada, este relato não é um mero produto de minha imaginação. Ouvi esta “maravilha” de relato na palestra do professor Wagner Borges nesta sexta-feira dia 27/05/2011 no instituto IPPB. Acredito que este relato sirva para alguns tipos de pais que as vezes NÃO dão o devido valor para o seu filho que nasceu com algum tipo de DEFICIÊNCIA. Lembre-se, o seu filho EXCEPCIONAL, pode ser um grande ANJO DA GUARDA. Muita Paz e Luz a todos!!!
  7. Ola amiga Bianca!!! Tudo bem com você? Então, eu conheço Pai Joaquim de Aruanda só em Terreiros mesmo. Mas eu nunca cheguei a ler algo a respeito dele. Caso você tenha algo sobre ele para me passar, fico muito grato desde já! Um grande abraço. Muita Paz e Luz.
  8. Olá amigos do GVA! Espero que apreciem uma explicação sobre "O QUE É TELA BÚDICA". Leiam sempre de "MENTE ABERTA". ********************************************* INICIO ***************************************************** Texto retirado do blog do nosso amigo, ouvinte e colaborador Denis Sant'Ana http://espiritualizandocomaumbanda.blogspot.com e do site http://www.mundoaruanda.com/index.php?o ... &Itemid=11 (Trecho do livro ESTUDOS ESPIRITUALISTAS de Ramatís) A Tela Búdica é uma válvula-filtro bioenergético-consciencial que controla o fluxo de influência e comunicação entre os chacras e seus respectivos parachacras. Também chamado de Tela Atômica, Tela Etérica, porém o nome Tela Búdica não é propício, pois se refere a Buda ou algo búdico (iluminado). Então aconselhamos utilizar o termo TELA ETÉRICA. Por meio de excesso de esforço do praticante, uma forma de viver desequilibrada através de vícios, promiscuidades, viciação mental, essa tela pode ser avariada, trazendo conseqüências negativas aos parachacras, a ricochetearem aos chacras. Ela regula qualidade e quantidade das energias em diversos níveis de sutileza e densidade. Quando pensamos em um filtro, logo imaginamos algo simples, como uma peneira, um filtro para café, mas quanto à Tela Etérica, não é tão simples assim. Como filtro regulador interdimensional, ela deixa passar bioenergias em um nível de sutileza e bloqueia outros níveis. A Tela Etérica está relacionada com o nível de consciência do indivíduo, da paranormalidade e de sua inter-relação kármica (seu karma pessoal ou egokarma). Quais são os mantras dos parachacras? De forma mais comum, iogues e parapsíquicos trabalham com o lado bioenergético dos chacras. Este potencial é chamado no ocidente de PSI, parapsíquico ou paranormal. É importante, mas não é o fim, apenas o meio (ferramenta) para um desenvolvimento espiritual mais sutil. Desenvolvimento parapsíquico não é o mesmo que desenvolvimento espiritual. Como já dissemos o meio não é o fim. Muitos paranormais que desenvolveram estes dons efetuam coisas impressionantes, mas vazios de espiritualidade[1] (sem qualquer serviço útil a outrem), sem competência de levar informação, esclarecimento e discernimento consciencial às pessoas. É o lado yang, relativo ao poder, ao paranormal, siddhis, físico-etérico ou o antigo e atraente fenômeno. Nos diagramas de chacras hindus (geralmente muito ornamentados) veremos que há bijamantras escritos em sânscrito e também divindades protetoras desenhadas, com seus nomes. Muito além de mero misticismo e religiosidade, estas divindades são mantras de ativação e desenvolvimento do lado espiritual dos chacras e se referem à manifestação yin, doce e sutil da divindade (feminino). No caso, chacras do corpo astral (psicossoma), ou seja, dos parachacras. Estes parachacras não são ativáveis pelos bijamantras, que são mais conhecidos e de vibração mais densa. A vibração dos parachacras é muito mais sutil (elevada, alta) e só respondem a uma ressonância mais sensível a atmosfera espiritual (sintonia fina), uma vez que estão um nível de densidade acima. Discípulos de Ramakrishna, yogue do final do século XIX, chamavam estas "divindades mântricas" ativadoras dos parachacras de "mãezinhas espirituais" dos chacras. Para cada chacra e seu respectivo parachacra, há um bijamantra e um paramantra[2] (mantra sutil destinado ao parachacra) com exceção apenas do coronário, que por sua natureza altamente elevada e transcendental, não é mais sensível aos bijamantras[3] e paramantras. Ele é a união do "céu" com a "terra", o "eu" com o "todo" e não comporta mais dualidade ou divisão. [1] No livro Autobiografia de um Iogue, Ed. Lótus do Saber, o autor Yogananda conhece na Índia e relata vários casos de siddhis sem amor. [2] Paramantra é um termo cuja invenção é nossa, pois na falta de um termo melhor ele representa uma síntese semântica de "mantra de um chacra principal do corpo astral", economizando tempo, papel, saliva e energia. [3] Apesar de que colocamos um bijamantra no chacra coronário na descrição dos chacras no item 19-d, mas é apenas uma questão de costume, algo irrelevante. A Mediunidade e A Tela Búdica Mediunidade não é um dom e sim uma provação Cármica! Tela búdica: Tela búdica é uma capa de átomos sub atômicos entre o duplo etérico e o corpo astral que serve como uma proteção, impedindo a livre comunicação consciente entre o plano físico e o astral. Isto é, impede a comunicação direta com o plano espiritual. Essa tela pode se romper em situações extremas (ira, intoxicação alcoólica, uso de drogas, chás alucinógenos, etc). Na época da 4a. raça raiz, na Atlântida, todos os homens eram médiuns porque tinham suas telas búdicas muito abertas e permeáveis, o que significa, em palavras simples, que se comunicavam com o plano espiritual de forma permanente. E faziam mal uso disso. Portanto, o médium é todo aquele que possui rombos na tela búdica, por efeito de carma acumulado em vidas passadas. Todo médium de umbanda mexeu com magia no passado. Paz e Luz para todos!!!
  9. Olá amigos do GVA! Gostaria de dividir com todos uma mensagem deixada por um espírito muito evoluído da linha de preto(a) velho(a) da Umbanda conhecida como "Vovó Catarina das Santas Almas do Cruzeiro Divino". Por favor tenham a MENTE aberta para entender as explicações deste grande espírito iluminado sobre "A NOVA RAÇA". ********************************************** INICIO ************************************************ " A NOVA RAÇA " Obs: Esta mensagem foi uma das centenas das conversas da Vovó Catarina com seus pacientes, consulentes, membros de nossos vários grupos, pessoas de nossa família,de amigos, etc... Mas nesta mensagem, em especial, ela pediu para meus "cambonos" ( auxiliares dos guias de Umbanda) pegarem " aquela maquininha de gravá, pur favô, fio..."...."vamos registrá, né, môs fios, porque vai ficá escrito, um dia..." Vovó Catarina chama uma pessoa de nosso grupo, Sílvia, que tem um filho e uma filha, os quais, naquela época eram ainda crianças ( 1999 )...e começa a falar com ela: -"Salve a sua força, fia!! Essa velha foi incumbida de fazer um esclarecimento sobre as "funções espirituais" dessa nossa companheira de trabalho. E, sempre, aparentemente, você não fala muito das suas coisas, né, minha fia ? Tu se sente deixada de lado? Silvia: Não Ainda bem, né, minha filha? Porque tudo tem sua hora certa. Então, filha, seus guias e tu fazem parte do trabalho com essa equipe desde muitos milhares de anos, desde "antes da formação da Terra" e vem caminhando por várias encarnações como todos, tropeçando aqui, se erguendo dali, né? Mas tem uma característica a sua vivência na Terra. Tem uma característica muito interessante. É que em uma determinada fase em que tu estava no plano da “erraticidade”, isto é, tu desencarnou e ficou no plano astral, sem nem ter ido "pra cima nem pra baixo", e ficou assim... estudando, em alguns lugares, nas colônias sobre esclarecimento, educação da alma, preparo para a reencarnação. Então teve uma determinada fase na “Erraticidade”, que tu foi "pesquisar num centro de aglomeração molecular dos novos biótipos da raça humana", entende fia? Uma "área científica de um “ministério” existente no espaço", que programa os seres que vão reencarnar com uma "modificação celular", que vai agindo da seguinte forma:- Vão passando pro seu corpo, a cada encarnação tua, uma nova mudança genética bem potencializada, como se o seu corpo espiritual, fia, fosse uma matriz... ela vai passando para os seus descendentes, e eles vão passando pra frente, sabe? Para que, daqui há algum tempo, alguns milênios, essa "nova raça de seres que vai habitar a Terra", mais evoluídos, já estejam com o preparo genético todo realizado. E isso, então, é como uma "implantação de certas mônadas"...mônadas de nova estrutura, nova vitalidade, nova estrutura do corpo etérico, mais preparada para os seres que vão habitar estes novos corpos. Isto é, os novos corpos que estarão sendo gerados aqui, de milênio em milênios têm que estar mais fortes, mais aperfeiçoados. Tem que ter mais defesas para poderem receber essas almas, que não vão poder ficar passando por "intempéries carnais, como tem sido todos os milênios, milhares de anos de gerações e gerações aqui na Terra". Note bem que, a despeito de ser uma missão importante, tu não podes te envaidecer como se fosse assim... um ser especial (hehehe), como se fosse a pessoa mais perfeita, mais forte, mais evoluída para receber não, viu, fia? "Tem centenas de seres aqui na Terra com essa missão de serem geradoras de uma nova raça", não é interessante isso? Por isso que minha fia cá ( refere-se à sua canlizadora ), quando olhava, assim, tu chamando os seus fios, os dois pirralhinhos e tu chamava eles assim: -"Seus pestinhas"!!!!!!...e a minha fia falava assim: - Mas esses meninos são muito importantes, minha amiga...!!! Lembra disso, filha? Tu lembra que sua filha uma vez foi escolhida pelos mestres, para ficar deitada lá naquele lugar, no chão, para poder fazer um trabalho de preparo nela?... no dia de criança? Tu sabe por quê que ela foi escolhida naquele "Dia da Criança", dia de Nossa Senhora Aparecida? É porque a sua filha pode gerar, do mesmo jeito que tu, essa nova raça, que a esta velha tá falando. Então ela foi escolhida naquele dia, para receber um reforço energético, como um batizado espiritual...mas o seu outro filho também vai receber essa bênção um dia, só que muito mais tarde que vão abordá-lo, quando ele estiver aberto para receber essa abordagem. Naquele dia, justamente porque "sua filha já tem os componentes celulares que recebeu de tu, ela vai continuar sendo também uma gerenciadora dessa nova genética, dessa nova estrutura molecular". E assim, sucessivamente, "a nova raça vai se implantando"...Tem tu fazendo isso, outras pessoas também fazendo isso e vão gerando a raça imperceptivelmente. É por isso, minha filha, que tu se sente assim, mais forte, sem grandes danos na saúde, sem grandes sintomas, sem interferências muito grandes, entende, fia? Porque, por exemplo, "não é a missão dessa moça cá" ( a canalizadora ) "ter essa estrutura nova". Pode ser até que cada um daqui que está tendo tarefas muito importantes e luta muito...então, para isso acaba ficando doente, às vezes. Não é interessante? Não é que precise estar sempre doente, mas é que, naturalmente, "pesa demais a missão dessas pessoas na estrutura não preparada para isso aqui na Terra". A coerência humana é essa né? Porque essa filha ( canal) não pode ter a mesma estrutura tua? É porque ela vai realizar "um trabalho de portal, de abertura disso e daquilo, abrir as portas das trevas, pra ajudar o seu Ashtar"... Nessa terra onde vocês estão, ela foi "antena" nossa para abrir muitas portas das trevas para a libertação dos seres para uma "evacuação"...ela tem feito a parte dela que muitos não entenderam, de lidar com esses seres das trevas... já milhares deles já foram...e ela teve que percorrer, com a sua "estrutura espiritual", todos os abismos e umbrais da Terra para poder acontecer isso. Embora existam milhares e milhares de seres ainda nas trevas, minha filha mexeu algumas peças importantes na Terra, como muitos e muitos que fazem isso e ninguém fica sabendo... Nesta cidade capital, Brasília, e em outros pontos foram portas sábias que se abriram em certos pontos na Terra, que propiciaram que esse seres já tenham sidos levados para habitar outro planeta. Então essa é uma missão difícil da minha filha, porque a força dela ainda está "no espírito"... então ela percorre estas regiões com muita força e poder e autoridade moral para trabalhar com isso... só que o corpo dela "não veio com essa estrutura de mudança de raça", ...veio com a estrutura normal, embora para realizar este trabalho espiritual ela também tem muita força física porque senão também não teria suportado isso. Então, "não é a força física" que representa "um pólo de uma nova raça". A sua força física é outra. A força física "dela" é de agüentar tudo isso e a tua é de "ser uma espécie de matriz". É por isso que a minha filha naquele dia, naquela capela falou assim: "- Tem "um ser" atrás da Silvia que parece ser representante de uma nova raça!!" "Ele era o que vai ser um habitante da Terá daqui a alguns milênios" e ele, naquele momento, se mostrou, para dizer que ele está "atuando nas suas células também". Isso responde a sua pergunta né? Está tudo sempre bom, embora tu também passe adversidades, mas são sempre coisas comuns, não são esses baques energéticos. Porque o corpo do ser humano tem também "uma teia, uma tela búdica que envolve o corpo etéreo". A tela búdica é uma espécie de uma malha toda trançadinha, que reveste o corpo etéreo...é um protetor do corpo e que está como que grudado com o corpo físico. Ela existe para que os seres humanos não recebam todos os raios, os dardos venenosos que vêm do mundo espiritual e também do mundo material, porque "quando há o rompimento desta teia", eles (os espíritos sombrios) podem "colocar muitas coisas dentro de vocês". Isso acontece muito... o rompimento dessa teia búdica. É quando encontram, por exemplo, galinha dentro da pessoa, unhas pretas, bonecas de pano amarradas...e muitas coisas que as pessoas vêem por aí... Quando houver o rompimento dessa tela búdica, por algum motivo, são colocados até "aparelhos" lá dentro, "coisas de todo o tipo" no corpo etérico da pessoa. E, quando instalam no corpo etérico, "automaticamente vem a conseqüência no corpo físico". Então, filha, no seu caso, a sua tela búdica, pelo fato de ser "preservadora de uma mônada", de uma nova raça, ela é muito "reforçada", sabe? Ela é muito reforçada, para que tu possa "cumprir essa tarefa especial de transportar para a Terra essas mônadas de uma transformação molecular nos novos seres". Então é muito importante a sua presença, a sua atuação, embora tu se sinta deslocada, né minha filha, assim, muitas vezes, com relação às coisas espirituais. sem saber muito ao que tudo isso que fazemos nos nossos trabalhos está levando. Silvia: Eu sinto mais é aquela coisa de: será que esse é o caminho certo mesmo? Se você for colocar na razão você pensa, meu Deus do céu será que eu estou enlouquecendo? Pois muitas coisas a gente faz que ninguém entende... "Por isso que eu disse que tu, sendo "uma âncora", precisa estar sempre presente. Não é que tu está sustentando um trabalho...tu está sendo uma âncora "porque está ancorando essa mônada divina na Terra" também, como as outras centenas de seres que estão passando por isso, "também são âncoras da NOVA RAÇA". Elas se ancoram mesmo na Terra, para essa nova raça vir descendo através dos seres e então vão se multiplicando aos poucos, "de geração em geração". Daqui a alguns milênios nós teremos seres mais fortalecidos, sem doenças, com uma estrutura muito forte e com a abertura de “chakras” maior, para poderem se comunicar telepaticamente, ter mais acesso às informações, às correntes mentais, espirituais, sem necessidades de mediunidade. "Não vai haver mais incorporação, tudo vai ser conversado telepaticamente pelos seres." Quando a minha filha canta aquela música, com certeza muita gente nem sama vez, porque além das coisas que vocês conhecem que representa o “dinheiro” do mundo na parte da terrade território, uma grande população, muitas riquezas, quer dizer o celeiro, muita fartura. Obs.: Obedecemos à forma informal e sem regras, como esta entidade de luz se manifesta, para que, segundo ela, ficar mais próxima dos seres humanos, dando o "aconchego" de falar como uma vovó africana. Mas, em verdade, diz ela que pode falar de forma clara e gramaticamente correta, mas não teria o resultado de "conforto" e "alento" que esta modalidade de atuação mediúnica proporciona às pessoas. Muita Paz e Luz a todos!!!!
  10. Olá amigos do GVA!!! Gostaria de falar algo muito interessante que ouvi em uma das palestras do grande pesquisador e professor de Ufologia e Espiritismo, Alberto Cabral ou "Cabral" como é conhecido por muitos aqui em São Paulo. Cabral nos relatou que em uma de suas andanças fora do corpo físico, pesquisara formas de vidas extraterrestres, quando se depara com um SER muito estranho que estava também pesquisando formas de vidas diferentes no universo. Não houve nenhum tipo de diálogo e sim apenas troca de SENTIMENTOS. Cabral descreve também que o corpo físico deste SER, não era ANTROPOMORFICO, e sim "sem forma", uma espécie de GÁS. O "espírito de luz" que patrocinou este encontro do Cabral com este SER GASOSO, explicou que o planeta deste SER, é maior que Jupiter e que os seres que o habitam também estão passando pelo processo de reencarnação assim como nos aqui do planeta Terra. Que na minha opinião seria processo de "REENGASIFICAÇÃO". (risos) E o "espirito de luz" continuou a explicar para o Cabral que estes seres de gás possuem também a ferramenta de desdobramento. Mas o interessante é que, ao se desdobrarem, entram em um estado de BILOCAÇÃO CONCIENCIAL. O corpo astral destes seres possuem a aparência de uma "NUVEM DE FRAGMENTOS". Pois NÃO lembra nada, as nuvens de gás que temos aqui em nosso planeta Terra e sim parece uma espécie de fragmentos que vão se alternando, ora lembra o fogo, ora lembra uma folha de árvore, ora lembra uma gota dágua, ora lembra pele de animal, etc... A forma como se comunicam e trocam informações entre si é através de moléculas. Outra pesquisa de Cabral: Esta pesquisa que irei relatar que o Cabral nos contou quase "chorei meu irmão!!!" Cabral nos conta que um "espírito de luz" o levou a um lugar do universo onde, suas lágrimas caiam quando visualizou uma CONSCIÊNCIA preparando para se transformar em uma grande estrela. Cabral nos disse que está CONSCIÊNCIA girava absorvendo muita energia onde futuramente conseguiria se transformar em um GRANDE BERÇÁRIO DE CONSCIÊNCIAS. Meus irmãos, quanto mais eu estudo, mais maravilhado e pequeno eu fico. Digo pequeno, porque as obras de Deus são infinitas e de uma inteligência que não iremos compreender tão cedo. Por isso, sejamos mais humildes e simples internamente, pois diante destes relatos e diante das infinitas obras de Deus, Vejo que "EU", não sou nada ainda! Muita Luz e muita Paz para todos neste maravilhoso planeta AZUL.
  11. Marco Aurélio. Eu que agradeço por você desabafar dentro deste tema que foi publicado. O que você nós relatou serve muito como ensinamento e troca de experiência, pois existem muitas pessoas pelo mundo que se encontram na mesma situação que foi relatada por você caro amigo Marco Aurélio. Tenho certeza que o seu relato irá ajudar muitos que possuem patologias inexplicadas pela ciência dos homens. Um grande abraço. Paz e Luz!
  12. Existem certos projetores da consciência que afirmam que o "parasexo", ou sexo extrafísico como eles denominam, é salutar e recompõe as energias como se fosse uma ducha áurica. Gostaria de saber se devemos realmente provocar estas experiências psíquicas? Aguardo respostas... Paz e Luz!
  13. Obrigado pelas respostas irmãos! Mas, fico á pensar!!! E se a pessoa espiritualista, por estar encarnado, possuir desequilíbrios que ainda não afloraram? E se estes desequilíbrios adormecidos são frutos de total conhecimento de espiritos trevosos que tiveram alguma afinidade com o "atual" espiritualista em vidas pretéritas?