• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

shyrul

B-Membros
  • Content Count

    261
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

2 Followers

About shyrul

  • Rank
    Trabalhando as Energias (200+)
  • Birthday 10/26/1913
  1. Vira e mexe isso acontece comigo também... prestei bastante atenção. Parece que após um catalepsia, se eu não saio (consciente ou não) eu fico como se estivesse preso pela cabeça, e tudo começa a girar muito rápido. A pate ruim e que mesmo de volta no corpo e desperto, ainda continuo tonto por um bom tempo. A solução para o meu caso foi: viu que tudo vai começar a girar, sai de perto do corpo, nem que seja se arrastando.
  2. A projeção para mim é meia ingrata. O dia que eu quero, é muito raro de conseguir. Mas o dia que eu to cansado, chateado, querendo mesmo desligar e esquecer de tudo, parece até que que é brincadeira, meu corpo começa a escorregar para fora mesmo contra minha vontade. Eu nunca desisti de tentar, só de insistir.. Outra coisa, voce até já deve ter conseguido, mas pela ansiedade, esqueceu assim que acordou...
  3. Uma coisa bem simples para começar a usar a a imaginação com sensação: deite na sua cama e coloco um bando com um ventilador bem ao lado, numa posição que fique mais ou menos na metade do seu corpo. Ligue ele em uma velocidade mais baixa e coloque para girar. cada vez que o vento passar da sua cabeça aos pés, imagine que são suas energias. depois de um tempo, desligue-o e faça sozinho, mas ai voce pode aumentar a velocidade gradualmente até pegar a velocidade. caso queira prender uma lanterna bem pequena nele, para imaginar também a bola de energia, vai ajudar. Bem é só uma dica..
  4. Diz uma coisa... como voce sabe que está a baixo do chão? Cavernas? Está escuro? Ou só acha que está? é tudo muito relativo nessas horas. Fiquei muito tempo em cavernas e lugares escuros, para depois descobrir que eu estava com minha consciencia focada em escuridão.
  5. olha só, nunca vi o meu cordão de prata, ma sinto como se tivesse alguma coisa na minha nuca. acredito ser ele. quanto a minha alimentação, e totalmente saudavel, não gosto de chocolate. não curto refrigerante. talvez os 7 ou 9 sanbudas com ovo, bacon e maionese que eu gosto de comer a noite devem até fazer algum mal. mas em fim.. vou tentar prestar mais atenção no cordão de prata..
  6. se eu deito de barriga vazia, me projeto com o intuito de atacar a geladeira.. brincadeira gente. Mas sei lá, tanto faz se eu vou para um lugar legal ou estranho... quando eu voo muito da nisso. Mas se eu não voar, nada acontece.
  7. Bom dia gente! Vou fazer uma pergunta não muito conveniente, mas chagou a hora de fazer. Eu já tinha ouvido alguma coisa relativa a isso em um audio do Saulo, se não me engano ainda no curso básico. Mas como não teve uma explicação do porque, eu vim perguntar aqui. Bem! A grande pergunta é: Porque depois de uma projeção, principalmente se eu voo muito, me da uma diarréia danada quando eu acordo? Acontece isso com mais alguém? O assunto é estranho mas não é piada, pelo contrário, e bem sério!
  8. Um amigo meu ia dizer que voce não conseguiu porque é burro! Mas eu bati nele por causa disso e ele não é mais meu amigo não sei nem porque. Mas o negócio é o seguinte. Voar é uma delícia mesmo! Mas se voce realmente estiver em dimensões mais densas, complica. Mas quando estiver lá, não pense: Eu vou voar! Porque da tudo errado. Se conseguir lembrar disso quando estiver lá. Só voe. E mais nada!
  9. Opa.. eu fiz uma pergunta dessa um dia desse também! Meu coronário tava doido! Ficava tão grande que parecia que ele e o frontal eram um só. Só achei isso sobre o assunto: Nesta análise dos chacras que estamos fazendo desde a apostila 21, já abordamos vários tópicos que vieram de esclarecer muitas das dúvidas e curiosidades sobre o lado psíquico das criaturas. Continuando, nesta apostila abordaremos em especial a temática sobre a Tela Etérica. Para melhor gravar as informações, re-petimos nesta a figura ao lado, apresentada na apostila 21, que mostra o conjunto Chacra/Plexo. Nesse conjunto, a Tela Etérica está representada na cor azul. Ao final da apostila 23 dissemos que a Tela Etérica pode ser dilatada por açãoconscientemente controlada, como resultado de atitudes disciplinadas por parte daquela pessoa que assim o desejar. Como exemplos para chegar a esse resultado citamos a disciplina psíquica, a disciplina pessoal, o estudo e a meditação. Entretanto, pode acontecer da Tela Etérica vir a se dilatar independentemente da vontade da pessoa, desde que forças externas, superiores à sua resistência, atuem sobre seu psiquismo, ou diretamente sobre a tela. Citando situações que podem levar a esse desfecho podemos lembrar que em determinados grupos espiritualistas, e mesmo em atendimentos terapêuticos da linha reikiana, são empregados métodos de magnetismo para provocar o que se pode chamar de abertura de canais. Esses métodos, como a figura Fig-24A demonstra, consistem, comumente, na aplicação de "passes", ou transfusão de energia, carregados com alta dosagem de energia vital do operador que, por sua vez, impregna-a com intenções de transformar aquela pessoa em médium, ou em operador terapêutico. Vejamos porque essa atitude é desaconselhável. Muitas pessoas não sabem que pelo próprio princípio das leis da energia, que é exatamente nas extremidades do corpo, as mãos e os pés, onde se concentram as saídas de maior fluxo vital. Também não sabem que as energias são moldáveis pela força do pensamento e pela qualidade das intenções de quem as emite. Desconhecendo essa plasticidade das energias, e por isso mesmo não levando em conta possíveis conseqüências negativas de seu ato, o operador posiciona suas mãos sobre a cabeça do candidato, exatamente sobre o chacra Coronário, transferindo àquela pessoa energia com alta dosagem de que ela se torne médium ou terapeuta. (Figura 24B) Ora, no corpo humano, as mãos são os melhores agentes emissores de energia, enquanto que os chacras os melhores receptores. Desta forma, diante do que exemplificamos na figura Fig-24B e no parágrafo anterior, obviamente que o chacra que, nessas condições, receber maior dose de energia ficará comprometido. O motivo é que ao fazer incidir sobre o Coronário a energia exteriorizada pelas mãos, tendo na mesma intenções não apropriadas, e concentrando-a num só chacra, o operador forçará a dilatação, ou até o rompimento, da tela Etérica. Diante disso, quase sempre, e iNesta análise dos chacras que estamos fazendo desde a apostila 21, já abordamos vários tópicos que vieram de esclarecer muitas das dúvidas e curiosidades sobre o lado psíquico das criaturas. Continuando, nesta apostila abordaremos em especial a temática sobre a Tela Etérica. Para melhor gravar as informações, re-petimos nesta a figura ao lado, apresentada na apostila 21, que mostra o conjunto Chacra/Plexo. Nesse conjunto, a Tela Etérica está representada na cor azul. Ao final da apostila 23 dissemos que a Tela Etérica pode ser dilatada por açãoconscientemente controlada, como resultado de atitudes disciplinadas por parte daquela pessoa que assim o desejar. Como exemplos para chegar a esse resultado citamos a disciplina psíquica, a disciplina pessoal, o estudo e a meditação. Entretanto, pode acontecer da Tela Etérica vir a se dilatar independentemente da vontade da pessoa, desde que forças externas, superiores à sua resistência, atuem sobre seu psiquismo, ou diretamente sobre a tela. Citando situações que podem levar a esse desfecho podemos lembrar que em determinados grupos espiritualistas, e mesmo em atendimentos terapêuticos da linha reikiana, são empregados métodos de magnetismo para provocar o que se pode chamar de abertura de canais. Esses métodos, como a figura Fig-24A demonstra, consistem, comumente, na aplicação de "passes", ou transfusão de energia, carregados com alta dosagem de energia vital do operador que, por sua vez, impregna-a com intenções de transformar aquela pessoa em médium, ou em operador terapêutico. Vejamos porque essa atitude é desaconselhável. Muitas pessoas não sabem que pelo próprio princípio das leis da energia, que é exatamente nas extremidades do corpo, as mãos e os pés, onde se concentram as saídas de maior fluxo vital. Também não sabem que as energias são moldáveis pela força do pensamento e pela qualidade das intenções de quem as emite. Desconhecendo essa plasticidade das energias, e por isso mesmo não levando em conta possíveis conseqüências negativas de seu ato, o operador posiciona suas mãos sobre a cabeça do candidato, exatamente sobre o chacra Coronário, transferindo àquela pessoa energia com alta dosagem de que ela se torne médium ou terapeuta. (Figura 24B) Ora, no corpo humano, as mãos são os melhores agentes emissores de energia, enquanto que os chacras os melhores receptores. Desta forma, diante do que exemplificamos na figura Fig-24B e no parágrafo anterior, obviamente que o chacra que, nessas condições, receber maior dose de energia ficará comprometido. O motivo é que ao fazer incidir sobre o Coronário a energia exteriorizada pelas mãos, tendo na mesma intenções não apropriadas, e concentrando-a num só chacra, o operador forçará a dilatação, ou até o rompimento, da tela Etérica. Diante disso, quase sempre, e imediatamente, a pessoa assistida entrará em transe. Esse resultado vem do fato de a tela Etérica controlar o fluxo no sentido Astral-Físico, e a pressão que naquele momento recebe é em sentido inverso, isto é, Físico-Astral. (Lembrar o comportamento de válvula, figura Fig-21C, apostila 21). A pressão, portanto, distende a tela daquele chacra, expondo a pessoa, desse momento em diante, a toda sorte de invasões psíquicas, pois se rompeu sua Defesa Natural, antes que ela pudesse construir suas defesas artificiais. A situação descrita acima é desaconselhável pois o desenvolvimento das faculdades psíquicas deve acontecer de maneira equilibrada, mediante aceitação consciente do candidato e de uma prévia preparação deste, conforme as recomendações contidas nas seguintes obras: O Livro dos Médiuns, (Allan Kardec) capítulo 17, com ressalvas; O Consolador, (Emmanuel/Francisco Cândido Xavier) pergunta 384; Segurança Mediúnica, (Miramez/João Nunes Maia) capítulos das páginas 10 e 25; Mediunidade, (Edgard Armond), capítulo 22. Projeciologia, (Waldo Vieira), página 461 e capítulo 466; Psicossíntese, (Roberto Assagioli) todo o livro; Mecanismos da Mediunidade, (André Luiz/Francisco Cândido Xavier) todo o livro. mediatamente, a pessoa assistida entrará em transe. Esse resultado vem do fato de a tela Etérica controlar o fluxo no sentido Astral-Físico, e a pressão que naquele momento recebe é em sentido inverso, isto é, Físico-Astral. (Lembrar o comportamento de válvula, figura Fig-21C, apostila 21). A pressão, portanto, distende a tela daquele chacra, expondo a pessoa, desse momento em diante, a toda sorte de invasões psíquicas, pois se rompeu sua Defesa Natural, antes que ela pudesse construir suas defesas artificiais. A situação descrita acima é desaconselhável pois o desenvolvimento das faculdades psíquicas deve acontecer de maneira equilibrada, mediante aceitação consciente do candidato e de uma prévia preparação deste, conforme as recomendações contidas nas seguintes obras: O Livro dos Médiuns, (Allan Kardec) capítulo 17, com ressalvas; O Consolador, (Emmanuel/Francisco Cândido Xavier) pergunta 384; Segurança Mediúnica, (Miramez/João Nunes Maia) capítulos das páginas 10 e 25; Mediunidade, (Edgard Armond), capítulo 22. Projeciologia, (Waldo Vieira), página 461 e capítulo 466; Psicossíntese, (Roberto Assagioli) todo o livro; Mecanismos da Mediunidade, (André Luiz/Francisco Cândido Xavier) todo o livro.
  10. shyrul

    Olá!

    Seja bem vindo! Também odeio a catalepsia! Mas veja o lado positivo! Hoje, catalepsia é sinal de projeção consciente certa!
  11. Mas é isso mesmo! Eu fui criado sendo Testemunha de Jeová. Imagina só? A vida toda, isso para mim era coisa do diabo. Eu me cagava de medo de ouvir falar nisso! Mas curioso né? Foi lá que eu me senti a vontade, fui muito mais bem tratado que mereço. Todas as perguntas foram respondidas e o melhor, ninguém me chamou de maluco pelo fato de eu fazer projeção astral. Ainda por cima já me chamaram para ajudar. Sei lá. Como eu disse, não estou em busca de religião, mas sim,de usar o que eu posso fazer para ajudar! Lá querem me ajudar a ajudar. Muito estranho que eu já encontrei com a vovó em projeções, e depois de ir lá, minhas projeções mudaram de rumo. Antes eu só ia parar em umbral. Estranhamente, hoje em dia, estou sempre em lugares extremamente iluminados e sempre com uma sensação de segurança ótima.
  12. P.E.R.F.E.I.T.O! Caracas adorei! Na boa, se tivesse um premio de melhor video postado, seria o seu!
  13. Sempre com palavras doces e textos reconfortantes... Valeu Sahaja! Me diz uma coisa... E voce que ta ta virada de ponta cabeça nessa foto?
  14. Oi amigo boa noite! Eu tenho passado pelos mesmos problemas que voce. Eu estava chegando ao ponto de fechar os olhos por alguns segundos e já sentir que ia me projetar. Com isso foi, fui sentindo uma vontade cada vez mais forte de ajudar. Também comecei a frenquentar o centro espírita. Lá eu conseguia sentir tudo que sensação energética que voce pode imaginar, principalmente na hora do passe. Mas da mesma maneira que voce, senti um pouco de... como posso dizer, talvez pouco caso, com o que eles chamam de médiun de desdobramento (o bom e velho projetor astral). Acabou que eu parei de ir. Um belo dia uma amiga minha me convidou para ir em um centro de umbanda, para conhecer a vovó Catarina ( de projetor a macumbeiro.. que bonito!), e eu fui. Por mais incrível que pareça, lá eu fui muito bem acolhido, me senti super a vontade, e tive a oportunidade de ver coisas que eu jamais pensei em ver. Foi ótimo! Conversei com a vovó Catarina. Foi a primeira vez que tive contado com um espírito encorporado. Achei que fosse ver uma seção de charlatanismo, mas não vi. Vi um espírito maravilhoso, pronto para ajudar. Não me falou nenhuma palavra a mais que o necessário. A intenção de caridade no local era clara e as energias quase davam para cortar com uma faca. Conversei com os filhos de santo e todos respoderam minhas perguntas. Ainda tive a oportunidade de conversar com a mão de santo que incopora a vovó. Ela não soube explicar muita coisa sobre projeção astral, mas me deu a maior atenção. Muito curioso, é que eu fico falando sozinho com a vovó Catarina, sinto o cheiro dela (o cheiro que estava no quarto onde ela estava atendendo.. e olha que é um cheiro que a gente não sente em qualquer lugar) e a presença dela. Tudo que ela disse para eu fazer eu fiz. E nada tem dado errado. Bem, mas nós não estamos em busca de uma religião, mas sim de informações certo? O que eu quero dizer, e que o importante é voce se sentir a vontade no lugar. Se voce quer ajudar, sente essa necessidade, então ache um lugar que voce se sinta totalmente a vontade. Mas lembre de duas coisas: se voce não conseguir se ajudar, muito menos vai conseguir ajudar o próximo, então, comece cuidado de voce, da sua paz interior. A segunda, a caridade começa em casa. Seja bom pai, bom filho, bom marido, bom namorado. Porque também não adianta a gente sair por ai no astral fazendo o bem, e falhar com os nossos dentro de casa.