• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

lemooca

B-Membros
  • Content Count

    14
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

About lemooca

  • Rank
    Member
  1. Com a internet? Estava filosofando outro dia e me veio este pensamento de que estamos tendo uma pré-experiência neste âmbito de comunicação consciencial via internet. Vou explicar de uma forma simples, antigamente só podiamos nos comunicar pessoalmente com as pessoas... E era muito dificil você imaginar a comunicação e troca de ideias simplesmente como corpo mental. Uma idéia quase inconcebível. Hoje em dia já fazemos isso na Terra mesmo, se usarmos a analogia da internet... Porque nós nos comunicamos com outros simplesmente sem nos apresentarmos de forma fisica, vindo apenas como consciência pura. Claro que utilizamos ferramentas externas como a propria internet e um computador, mas simplificando a ação, eu posso compreender a idéia da outra pessoa, sem realmente conhece-la, ou vê-la. Ou seja, seria este modo um começo bem comecinho mesmo de expansão da nossa comunicação pra algum dia usarmos de fato esta faculdade extrafisica? Um abraço a todos.
  2. O jeito é você superar seus medos, o próprio Waldo Vieira disse: 50% da projeção é superar seus medos. Abraços!
  3. cara, bem vindo a historia da minha vida haha comigo tambem foi, é, e tem sido exatamente assim... é estranho quando me olho a uns anos atrás, eu fazia as coisas sem saber das consequencias... hoje em dia que estudo e pratico a projeção astral, vejo como a erva pode atrapalhar. Porque querendo ou nao, ela, assim como o alcool, entorpece a lucidez, pela qual lutamos tanto para ter durante a projeção. Eu parei de fumar tambem, mas o problema é que todos meus amigos fumam, todos eles... Eu sou o único mais voltado ao espiritualismo, e o que tem um pouco mais de conhecimento, por isso sei dos maleficios. O problema é quando saio com eles, quase todo fds. Mas não sou aquele cara chato, só agora, falo "não, obrigado". Realmente entendo que é muito bom pra relaxar e tal, mas depois que você aprende a sentir suas energias, você percebe que elas enfraquecem durante o efeito da marvada como vc mesmo disse. Mas sem ridicularização de apontar como "DROGA ILEGAL" pois para mim, o alcool é muito pior, em muitos aspectos, e é legal. Mas sim pelo lado de "substancia entorpecente" que desvirtua tua lucidez. Muita paz.
  4. cara, bem vindo a historia da minha vida haha comigo tambem foi, é, e tem sido exatamente assim... é estranho quando me olho a uns anos atrás, eu fazia as coisas sem saber das consequencias... hoje em dia que estudo e pratico a projeção astral, vejo como a erva pode atrapalhar. Porque querendo ou nao, ela, assim como o alcool, entorpece a lucidez, pela qual lutamos tanto para ter durante a projeção. Eu parei de fumar tambem, mas o problema é que todos meus amigos fumam, todos eles... Eu sou o único mais voltado ao espiritualismo, e o que tem um pouco mais de conhecimento, por isso sei dos maleficios. O problema é quando saio com eles, quase todo fds. Mas não sou aquele cara chato, só agora, falo "não, obrigado". Realmente entendo que é muito bom pra relaxar e tal, mas depois que você aprende a sentir suas energias, você percebe que elas enfraquecem durante o efeito da marvada como vc mesmo disse. Mas sem ridicularização de apontar como "DROGA ILEGAL" pois para mim, o alcool é muito pior, em muitos aspectos, e é legal. Mas sim pelo lado de "substancia entorpecente" que desvirtua tua lucidez. Muita paz.
  5. relaxa que depois do curso, o diploma pra tu sair do corpo custa 2mil só
  6. a unica coisa que não entendi foi a porr@ da espada kkkkkk
  7. Boa tarde amigos de forum! Esta noite eu tive uma pequena, porém boa experiencia. Não fiz pratica energetica, nem nada, apenas adormeci, quando me vi em um estado de "paralisia corporal" eu então, comecei a tentar sair do corpo. Mas não consegui, sair completamente, apenas um pouco, estava com minha lucidez alterada já, um pouco debilitada, mas sabia o que estava fazendo. Acredito que sai com a parte de cima, apenas, pois ví minha mão direita no meu corpo astral. Mas o que me intrigou realmente foi que vi uma espada de ferro, bem ao lado da minha cama, entra a minha cama e a parede. Uma espada muito bonita, com uma caveira no punho. Não sei se foi realmente "visto" ou se "delirei" e imaginei ou mesmo plasmei sem querer... Depois que vi a espada consegui toca-la, senti uma energia muito forte e gelada na minha mão, como se fosse um choque, mas bem suportável. Depois disso eu desisti de sair do corpo, e apenas quis dormir. Tentei fortemente sair, fiz muita força mesmo, mas não consegui nada (ate mesmo pq o Saulo ja falou que nao adianta fazer força) Depois fiz força para acordar e poder me mexer, foi ai que despertei, apesar de bem pequena, foi muito significativa para mim. Obrigado por lerem Abraços
  8. hehe sou da mooca (até pelo meu nickname da pra saber) vc é da mooca?
  9. Então amigo, pra começar eu não estou garantindo ser uma experiencia, tanto que no meu primeiro post, eu pergunto "como faço para identificar se foi ou não uma experiencia real?" E outra, onde eu estava num lugar incrivelmente feio, kkkkkkkkk, acho que eles não estavam muito preocupados em "plasmar um lugar lindo" pra roubar minhas energias kkkkkkk Infelizmente eu não tive lucidez para muitos questionamentos, apenas fui agindo de forma espontânea, obrigado pela resposta um abraço!!
  10. Pois é amigo, será a ignorancia uma benção? Eu quis ir atrás e ver como era, e vi, senti. Acabei indo pra um lugar que deveria ir, talvez pelo meu estado energético, mas eu ainda pretendo visitar lugares otimos, conhecer talvez espiritos otimos. Eu acho que quem esta na chuva, é pra se molhar, porque umbral também é espiritualismo kkkkkkkkk.
  11. Realmente eu não sabia disso, e você desenhou bem quando disse "também teria optado por me desconectar o quanto antes." Foi como se tivesse me desconectado enquanto orava, e logo depois que acordei eu fui relembrando partes que havia esquecido, anotei mentalmente para depois fazer o relato. Obrigado por ler, e pelo otimo post.
  12. Bom dia Este é meu primeiro post no forum do GVA, vou tentar lembrar da experiencia desta noite. Eu não fiz nenhuma tecnica, simplesmente peguei no sono. Apenas lembro de ter chego em um lugar, bem movimentado, um lugar tipo a praça da sé... Eu lembro que tinha um tipo de elevador panoramico onde as pessoas (espiritos) subiam, tipo um tubo do desenho futurama. (apenas como referencia para imaginar) A experiencia esta toda confusa, lembro apenas de flashs confusos, mas tem uma parte, que me lembro realmente bem, vou relata-la. Eu estava dentro de um lugar, com varias portas, varias salas, muito parecido com um metrô, mas sem o metrô em sí. Havia muitas pessoas, e muitas delas pareciam loucas, gritavam, gemiam, etc. Eu estava andando por ali, só vendo essas pessoas. Mas algo realmente me assustou, eram Duas mulheres andando juntas, com vestidos do seculo 20, antigos e grandes, todas sujas e com uma expressão horrivel perambulando por ali. Quando olhei para elas, a primeiro impressão que tive foi "Elas estão mortas, estão com as roupas que foram enterradas." Engraçado que me veio uma sensação na hora, de que ja conhecia elas, e que deveria evita-las. Elas andavam por ali, totalmente fixadas em outra coisa, andavam sem vontade, com um astral muito baixo. Quando eu olhei, elas começaram a me seguir, fiquei com muito medo, mesmo. Nisso, naquele antro de pessoas estranhas, eu dei de frente com um homem, que apenas lembro que tinha um cabelo black power. Ele ficou me atrapalhando pra fugir das garotas, nisso eu agarrei ele pelo pulso e disse: - QUE PLASMAGEM, QUE PLASMAGEM É ESSA? Não sei porque falei isso, acho que fiquei irritado de ver tantos espiritos em uma situação tão critica, porque na vida terrena, vemos mendigos em situação deploravel de vestimentas por causa do dinheiro, mas lá, eu sabia que era um ambiente astral, não entendera porque daquelas vestimentas. Continuei agarrando-o pelo pulso, e ele me provocara, não lembro ao certo o que dizia, mas sabia que estava com ar de gozação. Nisso, segurando ele pelos pulsos ainda, comecei a orar para meu mentor aparecer. Eu não sabia o que faria com o rapaz, não tinha nem pensado em ajudá-lo, muito menos em machuca-lo. Apenas tentava me comunicar com mentores, para que aparecessem lá. Foi que ali ví, dois homens, mais bem vestidos, exatamente do lado do portão, eles estavam falando com muitas pessoas, e estes o cercavam. Cheguei com o pulso do homem em minhas mãos e falei: Doutor, aqui doutor. Não faço a menor idéia de porque usei o termo "doutor", mas lembro-me que eu queria provar que era uma pessoa boa, e não um espirito atormentado. Nisto fiquei um pouco, enquanto este mesmo que chamara de Doutor, conversava coisas com este que segurei pelo pulso. Coisas que não me lembro, nem ouvi direito. Repentinamente acordei, mas me sentia com medo, ao lembrar daquelas figuras mortas andando, ainda me sentia conectado aquele lugar, tinha medo de olhar meu quarto. Resolvi então rezar, confesso que não sou muito de orar, e lembro que nem conseguia lembrar a oração que rezo quase diariamente. Estava com muito sono, mas resolvi ir até o final da oração. Quase no final da oração "Pai nosso" eu senti, literalmente, posso dizer que senti, algo se romper. Não sei explicar, mas parecia como uma linha de pipa quando estoura com a pipa no ar. Eu sentia uma conexão estranha, ouvia vozes na minha cabeça, e no final da oração, eu senti essa linha se romper, e uma paz intensa veio a seguir. Gostaria de dicas, sobre o que aconteceu, sou novo no assunto de viagem astral, não sei também se isso se trata de um sonho, ou realmente experiencia extracorpórea. Obrigado á quem leu.