Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

madtux

B-Membros
  • Posts

    40
  • Joined

  • Last visited

madtux's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

0

Reputation

  1. Puxa R. Mirko, acho que a dificuldade na comprovação tem muito a ver com as plasmagens. Difícil saber se o que está vendo enquanto projetado é do intrafísico ou do extrafísico. Parece que no seu caso, outra possível explicação, dada por alguns pesquisadores, seria a dificuldade de transferir do paracérebro para o cérebro as experiências vividas fora do corpo. Fica ai uma dúvida que merece muito estudo na minha opinião. Quanto às plasmagens, poderíamos tentar, sempre que possível, plasmar e desplasmar objetos enquanto projetados, e aos poucos ir ganhando capacidade de controlá-las, evitando confusões entre o que é real e o que não é. Abs e boas projeções.
  2. Olha ai pessoal, encontrei um tópico com uma comprovação. viewtopic.php?f=3&t=8339 Abs e boas projeções.
  3. Para TODOS, Ao meu ver a questão é bastante simples. O Daniel, assim como muitos, e como eu, em parte, tememos a capacidade de nosso próprio cérebro em nos enganar e fazer acreditar naquilo que não existe. Para mim a questão se torma simples a partir do momento em que encaramos a necessidade de comprovação no mundo intrafísico. Apesar das experiências serem vívidas e deslumbrantes, elas são subjetivas, se passam para o indivíduo. A questão da comprovação é que se torna um desafio. O Daniel já tentou, eu já tentei e tenho certeza que muitos já tentaram, mas todos sem sucesso. Confesso que não saberia o que pensar depois de 5 anos de prática sem uma comprovação bem sucessidida. Mas pelo que sei, o IIPC, que procura comprovações constantemente, com as mais variadas técnicas tem um sucesso baixíssimo. Aliás, há quem diga que muitos teóricos do IIPC são mesmo só teóricos, que não têm projeções lúcidas regulares. Olha que aí é que eu diria que as coisas ficariam mais difíceis ainda de sustentar, imagine anos de pesquisa sobre algo que vc não vivencia. Enfim, a mensagem é que para o cético o caminho é a comprovação, e diria que é saudável para qualquer um, mesmo para aquele que diz não precisar de comprovação. Sou novo no fórum e nesse mundo projetivo, mas eu sinto alguma dificuldade de buscar unir forças para pesquisa. Vejo muita gente relatar o que viveu, projetores experientes, relatos fantásticos, mas pouca pesquisa. Acho que deveríamos trabalhar com determinados objetivos para procurar ter resultados que permitam a comprovação e o domínio da projeção. No meu caso especificamente, tenho muito interesse em relação às plasmagens. Nas chances que tinha para comprovar fui "pego" pelas plasmagens. Não sabemos muito a respeito, seria excelente se soubéssemos se as plasmagens que encontramos são produto de nossa vontade, se da vontade de outras consciências, como lidar com as plasmagens, como saber se são plasmagens, como eliminá-las, etc. É um vasto estudo. Se cada um que se projetar tentar focar nas plasmagens, teríamos muitos relatos apontando para algumas direções. Numa projeção que tive, não tive capacidade para usar energias, ou não soube utilizar ou interpretei tudo errado. Como saber? Pesquisando. Só assim. Para aqueles que gostariam de ter mais indícios científicos, gostaria de indicar uma entrevista com um pesquisador do IIPC, Wagner Alegretti. Ele fala sobre o Estado Vibracional é visto numa máquina de ressonância nuclear e resultados preliminares que os médicos não explicam. Procurem o vídeo no youtube, procurem pelo vídeo "Vibrational State" - no canal TV Compléxis. Como não posso procurar o link por impossibilidade acesso onde estou, pediria a gentileza de quem puder que poste o endereço diretamente para o vídeo. Abs e boas projeções.
  4. Caro amigo Ismael e FilhoHorus, Otima intervenção de vcs! É esse o espírito! Vcs estão cobertos de razão quanto ao risco de acabar buscando uma informação que está em meu inconsciente. No meu caso, a idéia é ir ao piso inferior ao que o meu carro está, ou seja, local onde nunca estive, portanto, acredito que minimizo o risco. Bom, gostaria de comentar um experimento de comprovação realizado no IIPC, que podemos tentar também. Aqui vc precisará de outra pessoa que se disponha a procurar uma imagem aleatória na internet e deixar na tela do computador em um local distante de onde vc está dormindo. A idéia é ir até o local onde o computador estiver e tentar ver a imagem. E depois confirmar com a pessoa. Não é muito diferente de outras propostas, mas o que me chama atenção é que é um experimento utilizado pelo IIPC, e segundo eles, com algum sucesso. O fato de alegarem algum sucesso demonstra, provavelmente, o grau de dificuldade na comprovação. Poisé, parece que o caminho é longo, pois além de conseguir a projeção consciente, temos que ter o alvo em mente e considerar os vários fatores que condicionam o sucesso ou não desta experiência. No meu caso tive que lidar com prováveis plasmagens, o que constitui um ponto chave de pesquisa. Bom, é isso aí. Peço que busquem trazer novas propostas de comprovação, e sugiro que tentemos utilizá-las de forma ordenada, por um determinado tempo, anotando e divulgando os resultados. Ao nos depararmos com uma experiência positiva de algum projetor, penso que poderemos utilizar como modelo, experimentando também. Abs e boas projeções.
  5. Então pessoal, Eu gostaria de propor uma forma de comprovação que estou tentando realizar. Vamos lá: Eu moro num prédio, então a minha estratégia é sair do corpo e tentat chegar a garagem e observar a placa do carro de meu vizinho. Até o momento não consegui nada, mas nas últimas duas projeções eu consegui sair lúcido e ir até o local onde havia algo deixado por outra pessoa para que eu visse enquanto projetado. Portanto, vou tentar o mesmo, só que agora com o alvo diferente. Seria legal alguem que estiver tentando postar a técnica que tem em mente. Abs e boas projeções.
  6. Poisé Kasama!!! Essa questão é um grande nó. Mesmo com aparente lucidez, há muita dificuldade em estabelecer o que é "realidade", ainda mais se considerarmos que podemos criar a "nossa realidade", de acordo com nossas energias, sentimentos e pensamentos. Bom, penso que qdo vc estiver projetado, se quiser, pode usar a energia para tentar criar e desfazer plasmagens. É uma forma de entender mais a respeito das plasmagens e de nossas energias. Vou tentar tb e acho que quanto mais projetores, mais informações e conhecimento teremos. Abs e boas projeções.
  7. Olá Esmeralda! Faço minhas as palavras de FilhoHorus! A idéia do post é comprovar a projeção para vc mesma! Sair da posição de uma certeza subjetiva e procurar algo que objetivamente prove a projeção. Além disso, penso que seja um passo importante para caminhar no conhecimento e saber o que diz respeito a vc, suas energias, sintonia, capacidades, etc, e o que é parte do extrafisico. A idéia não é simplesmente aceitar , mas buscar viver e comprovar o que é dito, senão estaremos na vala comum dos dogmas. Mas é claro que a comprovação será mais ou menos importante dependendo do perfil de cada projetor. No seu caso, vc tem, de acordo com o que disse, longa experiência e por isso, talves a comprovação não tenha lugar. Mas muitos projetores iniciantes, e mesmo aqueles que estão em busca de sua primeira projeção têm muitas dúvidas, e dificuldades de separar a projeção de onirismo ou mesmo sugestão. Portanto
  8. Ok André! A experiência de cada um pode ser um excelente começo para os demais! E trabalhar essas experiências, buscando organizar o conhecimento parece ser um ótimo caminho. Abs e boas projeções!
  9. Legal BrNobre, acho que caminho é esse: comprovar. Vou dar uma olhada no tópico que indicou. E novamente reforço, qq pessoa que já conseguiu alguma comprovação, se se sentir a vontade, contribua relatando sua experiência. Ela pode ser uma excelente referencia para muitos projetores que ainda buscam suas comprovações. Abs e boas projeções.
  10. Então Kazama, no meu caso, penso que a plasmagem foi de um gato, exatamente onde eu queria comprovar a projeção, o que provavelmente causou o retorno ao corpo. A dúvida é como trabalhar com a plasmagem? Ela existe mesmo sem minha vontade? Como identificá-las? E como desfazê-las? Do mesmo modo, como separar e desfazer o onirismo? Vc obteve sucesso em alguma tentativa nesse sentido? Poderia relatar? Penso que é mesmo uma das questões centrais para quem consegue uma projeção lúcida, portanto, acho que merece discussão mais aprofundada. Nos relatos que já li, no caso de objetos extrafísicos (não saberia dizer se poderiam ser classificados como plasmagens), há basicamente um trabalho de exteriorização energética. No meu caso, ao tentar utilizar energias, não obtive resultado aparente. Em sua opinião poderia ser um problema de técnica, sintonia ou alguma outra coisa? Abs e boas projeções.
  11. Valeu Buzzo! Eu tb acredito que foi mesmo uma projeção. Mas, quero comprovar através de algum teste. Daí não haverá dúvida para mim. Concordo com vc que temos que dizer tudo e analizar de forma crítica! Por isso mesmo que eu relato minhas projeções. A idéia e aprender o máximo com os relatos e com as opiniões de todos. Abs e boas projeções.
  12. Isso aí Ismael, pense numa forma de comprovação e ponha em prática o quanto antes, assim, logo que tiver uma projeção poderá comprovar. Se conseguir relate para tentarmos seguir a mesma técnica. A idéia é exatamente essa, encontrar meios. Por isso perguintei se alguém já comprovou, pois seria um bom início. Abs e boas projeções.
  13. Se entendi bem é isso mesmo André Luís. O tópico é para explorar possibilidades de comprovação para o próprio projetor, mas parece que não consegui explicar de forma clara, conforme o post do colega Miguel. A postura é de descrença, e sabendo da possibilidade de comprovação, não há outra alternativa: comprovar. Mas não para todos, para vc, projetor e talvez mais algúem, como coloquei no post anterior. Eu acho que esse é o caminho. Abs e boas projeções.
  14. Olá Miguel! Poisé, a comprovação é pra vc mesmo! Não pretendo convencer ninguem de nada, só me interesso em saber se o que eu vivi é real. Para mim, saber algo através da projeção que desconheço enquanto no intrafisico parece ser o suficiente par ter certeza que se trata de um fenômeno projetivo. Ainda que não possa ter a mesma certeza para as demais experiências que não consigo comprovar, aquela que comprovo confirma a existência real da projeção. É o que busco, e o tópico é para explorar possibilidades de fazer isso. A comprovação, ao meu ver, é a única forma de ter certeza da projeção para você mesmo. Vc só saberá se o que dizem é verdade se vc experimentar. Penso mesmo que vc tem que sair dessa posição cética e buscar possibilidades com criticidade, caso contrário vai continuar sem respostas. É justamente pela minha criticidade que procuro estabelecer esse mecanismo de comprovação. Até agora tenho o que chamo de possíveis projeções, por que se adequam ao que é conceituado como projeção. Não estou satisfeito, confortável. Mas não vejo qualquer benefício em me manter cético e negar tudo, se posso tentar caminhos para comprovar, ainda que só para mim. Aliás, se vc pedir a alguém que esconda algo para vc procurar enquanto projetado, se conseguir, provará para essa pessoa também a projeção. Seria um ótimo começo para explorar mais possibilidades. Abs e boas projeções.
  15. Legal André! Volte mesmo! Abs e boas projeções.
×
×
  • Create New...