• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Infinite

B-Membros
  • Content Count

    694
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    16

Infinite last won the day on November 12 2019

Infinite had the most liked content!

Community Reputation

226 Excellent

5 Followers

About Infinite

  • Rank
    Em Corpo Astral (600+)

Recent Profile Visitors

1,590 profile views
  1. Se o universo for infinito, devem existir infinitos. De qualquer forma, deve ser um número incomensurável.
  2. É minha suposição que o objetivo de tudo é autoexploração, pois eu vejo que é evidente que esse Criador Infinito está experimentando a si. Através da finitude, aquilo que já é perfeito e infinito pode explorar a si mesmo.
  3. Vou deixar para o Sandro as perguntas específicas sobre os conceitos gnósticos que ele apresentou. Na verdade não. É meio complexo. Vou apresentar a minha visão. O Criador, Deus, Absoluto, etc. por alguma razão deseja experimentar a si mesmo. Para isso, cria o universo com suas infinitas dimensões. Porém, esse universo não é criado diretamente por Ele, mas através de porções individualizadas de si. Essas porções são núcleos de consciência que irão gerir toda a sua criação. São arquitetos para que as centelhas do Criador possam experimentar a si mesmas. Um Logos maior, que chamo de Logos Galático, cria bilhões de sub-Logoi ou Logoi Solares. Cada Logos solar irá gerir os planetas sob seu domínio.. As estrelas são manifestações físicas desses Logoi e Sub-Logoi. Um "Eu-Superior" é o tipo de entidade que experimenta encarnação e evolui através de incontáveis existências em diversos níveis até que se refina de volta a Deus. Um Logos é uma consciência completa que não experimenta encarnação, mas que arquiteta e gerencia as leis e os caminhos de todos aqueles sobre seu reinado que irão encarnar e evoluir. São como deuses por assim dizer. Existem algumas visões sobre o conceito de Eu Superior. Vou explicar aquela com a qual ressoo mais. O Eu Superior seria o eu futuro de toda entidade em um ponto próximo da volta à Fonte. Isso é porque o tempo é uma ilusão, não vivemos em uma linha temporal, mas em um círculo de tempo, um eterno presente. Esse Eu futuro, que sabe e conhece todos os caminhos, auxilia nas lições para que a centelha que experimenta as encarnações o alcance até que ambos se tornem um. É uma espécie de existência simultânea.
  4. É, são números assustadores. Só no resta aguardar. Eu sou bem resistente a afirmar que o fim do mundo está acontecendo, o passado nos mostra que previsões apocalípticas estão fadadas ao fracasso. Nesse aspecto, eu concordo. Embora eu prefira esperar a pós-pandemia para analisar o cenário, de fato, o modo no qual nossas relações politicas e econômicas estão fundamentadas hoje, é bem mais complexo que à época das pandemias que eu citei. Eu acredito que está próximo. Acredito também que antes da regeneração, haverá uma limpeza. Isto é, desencarnes em massa são processos naturais, pois o nível vibratório do planeta será outro. A raça na terceira dimensão deverá morrer, e a raça da quarta dimensão irá nascer. As catástrofes provavelmente serão potencializadas pelo karma acumulado. Minha única dúvida é se serão catástrofes sucessivas ou um grande evento único. Acredito mais na primeira possibilidade. De qualquer forma, não devemos nos apegar àquilo que é físico, impermanente e transitório. Concordo com essa visão. A volta dele é simbólica, não literal. Poucos entenderam isso. Essa pandemia está escancarando as falhas de nossa humanidade. É uma aberração existirem bilionários enquanto outras pessoas morrem de fome. Um sistema que estimula a concentração de riqueza, o egoísmo e a competição, se mostra falho quando há a necessidade dos serviços essenciais da sociedade. Ao invés de financiar uma boa vida na qual as necessidades básicas de todos estão garantidas, e por isso a espiritualidade poderia ser buscada sem muitas preocupações materiais, a riqueza acaba indo para as mãos de poucos, criando um cenário no qual vivemos pela lei do mais forte, e bilhões precisam lutar para sobreviver. É preciso abandonar a ideia de luxo, não há nada mais ilusório do que isso.
  5. Bem, esse é assunto a ser analisado por muitos ângulos. Um religioso ou mesmo espiritualista poderiam pensar que essa pandemia é um dos sinais dos fins dos tempos (que eu chamo de fim do ciclo de terceira dimensão da Terra). Eu não estou certo disso, mas acho melhor esperar o período pós-pandemia para analisarmos as possíveis mudanças que essa situação irá trazer. A peste negra e a gripe espanhola foram exemplos de pandemias bem mais agressivas e que estavam mais próximas de um possível apocalipse. Mas a humanidade continuou. Não acabou. Não quero ser pessimista ou alarmista, mas o apocalipse em si provavelmente será algo sem precedentes na história contemporânea. Provavelmente será comparável ao suposto afundamento da Atlântida (embora isso não seja história oficial). Na história oficial, um apocalipse faria a segunda guerra parecer um passeio no parque. Sobre o vírus em si. Eu aconselho o mesmo o que já fizeram no tópico. Eu venho sendo afetado por ficar lendo demais sobre e estou procurando focar pouco tempo na questão. De todo modo, recomendo: 1 - Evitar se focar demais ou ficar muito tempo lendo/assistindo as notícias. Acompanhar apenas o essencial. Não só por causa do estado mental negativo que pode nos provocar ansiedade, estresse, pânico, etc., mas como o Sandro disse, para não ressoarmos com entidades negativas. Pessoas mais sensíveis devem estar passando mal (como já relato no tópico). É hora de redobrar a atenção e transferir o foco para leituras e práticas que nos levam a uma consciência mais elevada e uma possível conexão com nosso interior. 2 - Seguir as recomendações médicas das autoridades RESPONSÁVEIS. Higienização correta e só sair de casa se for realmente necessário. 3 - Ter empatia. Só porque a doença afeta mais as pessoas idosas e com problemas de saúde preexistentes, não podemos ser displicentes e corrermos o risco de transmitir o vírus para elas. Mesmo assintomáticos, somos possíveis vetores do vírus e podemos infectar essas pessoas mais vulneráveis. É hora de total responsabilidade social. 4 - Praticar algo que possa fortalecer nosso sistema imunológico. Exemplos já foram dados no tópico, como o qigong ou a respiração Wim Hof. Meditação, yoga, etc. também podem nos ajudar a relaxar e aliviar a tensão de toda essa energia negativa. 5 - Buscar equilíbrio na postura. Nem negacionismo nem alarmismo exagerado. É preciso tentar ver as coisas tais como elas são. 6 - Sob um ponto de vista superior, está tudo bem. É como deve ser. Tudo isso, toda essa vida, é uma grande ilusão construída para aprendizados espirituais. Como não vemos isso encarnados, nosso drama nesse teatro é maior. Talvez seja hora de aprendermos algo com tudo isso. Talvez devamos começar a viver como se hoje fosse o último dia. Desencarnar sem arrependimentos. Me parece uma maneira de viver com o mínimo possível de liberdade.
  6. Sobre esse tema, eu penso que ela pode ser automática ou planejada. Automática para aqueles espíritos ainda infantes nessa dimensão. Planejada para aqueles que já despertaram o suficiente para perceber o mecanismo de evolução e então, programar as lições a serem aprendidas.
  7. Com esse termo "etéreo" estão se referindo a algum dos planos superiores. Já cruzei com essa nomenclatura para se referir ao que tradicionalmente se chama de plano causal. Pode ter alguma relação. É um problema mais semântico do que conceitual.
  8. Livre-arbítrio é um conceito muitas vezes mal interpretado. Eu diria que é a capacidade de viver segundo as próprias escolhas, não a liberdade de fazer o que quiser. Em minha visão, isso é derivado de um princípio universal no qual é definido que o Criador conhecerá a si mesmo. Isso ocorre através de porções desse Criador experimentando a si mesmas em condições que começam simples e rudimentares, até que uma espécie de evolução ocorre para que essa experimentação ocorra em condições cada vez mais complexas. Como o Sandro disse, a natureza da realidade limita bastante o que podemos fazer. Livre-arbítrio então, diz respeito a livres escolhas dentro de condições pré-definidas que podemos chamar de leis da natureza. Há outras questões sutis além disso que não precisam ser comentadas. Acho que esse "parou" diz respeito a quando os mundos foram criados e a consciência começa o processo de volta de se tornar o Criador a partir de uma consciência básica na primeira dimensão, ou reino mineral. Deus cria o universo e então nós usamos esse universo em nossa escalada de volta à origem de tudo.
  9. Planos interiores ou planos internos é uma maneira de se referir a todas as dimensões invisíveis (plano astral, plano mental, etc.) como um todo. É uma nomenclatura que geralmente ocorre em fontes ocultistas.
  10. Eu já fui jogado para fora do corpo e fui parar na parede hehe
  11. Você faz limpeza e selamento energético do seu quarto? O que eu já fiz em situações nas quais suspeitei que alguma entidade estivesse tentando me influenciar, foi usar a conjuração de Belilin. Passa na hora. Aqui o Sandro explica as técnicas de limpeza e selamento: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17091-monstros-autor-matheus/&do=findComment&comment=74367
  12. Aqui um trecho desse livro que fala das chamadas "Sementes Estelares" (extraterrestres de dimensões superiores) caso alguém tenha interesse no tema: O Povo das Estrelas e os Walk-ins.pdf ********************** E uma notícia de 2019 que claro, passou despercebida pela mídia (não vou postar o texto aqui porque o fórum não permite colar fotos e acho melhor que acessem o site para assistir os vídeos e ver as fotos para que tirem suas próprias conclusões): Primeiro relato oficial de UFOs em aeroporto do Peru
  13. Isso é a mesma coisa que eu disse. O nível básico busca o melhor para a perpetuação da espécie. Mesmo se houver algo por trás disso além de mera aleatoriedade (e eu acredito que há), isso só mostra o quão a humanidade ainda é primitiva. Porque deveríamos seguir o comportamento padrão de manada da matrix de julgar as pessoas pela aparência?
  14. Normalmente eu diria que são características aleatórias do corpo físico abrigando o espírito da entidade que encarna, SE não fosse pela importância que nossa sociedade dá às aparências. Aí sou obrigado a tentar ver além dessa trivialidade randômica. Creio que assim como existem lições para aqueles que encarnam com traços faciais deveras desarmônicos, também existem lições para os que possuem traços mais harmônicos. Talvez seja uma questão de aprender a lidar com o ego sendo massageado constantemente e de aprender a valorizar as pessoas que gostam de você pelo o que você é, e não pela sua aparência. Isso fica mais na área da suposição mesmo. Acima de tudo isso, a forma é uma ilusão e o apego à beleza física é resultado de bloqueios nos chakras inferiores. Os padrões energéticos básicos são aqueles primitivos que nos remetem aos instintos animalescos e nesses padrões a única visão sobre as outras pessoas é de selecionar aquilo que produz excitação sexual propícia ao acasalamento, o que naturalmente é necessário para a perpetuação da espécie.