• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Infinite

B-Membros
  • Content Count

    672
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    13

Infinite last won the day on August 8

Infinite had the most liked content!

Community Reputation

223 Excellent

5 Followers

About Infinite

  • Rank
    Em Corpo Astral (600+)

Recent Profile Visitors

1,371 profile views
  1. Boa noite. Vou postar uma live com uma das maiores especialistas em abdução do mundo. É uma brasileira. Aqui está um link sobre ela: https://brazilianspace.blogspot.com/2018/08/psicologa-gilda-moura-ministra-palestra.html A live (como muitos assunto interessantes): https://youtu.be/4LOLDGXmD0k
  2. Vou me referir aqui aos seres realmente negativos e não a assediadores e obsessores semi conscientes. É uma simples questão de livre-arbítrio. Uns amam a luz. Outros amam a escuridão. Porém, não importa que uma entidade permaneça no caminho negativo por éons, o caminho da luz é inevitável. Muito acima e muito além de todos os jogos da polaridade, o infinito repousa eternamente absoluto. Essa é a nossa origem e o nosso destino. Tudo está sempre bem irmão.
  3. Hehe. Aonde você viu sobre isso?
  4. Isso é normal, também aconteceu comigo. O que não faltam são "agentes Smith" para tentar nos tirar do caminho e nos manter na Matrix. Siga firme em frente.
  5. Já passei por falso despertar de 5 níveis. Na primeira vez que passa por isso você assusta e acha que morreu. Mas depois se acostuma, porque sabe que é só ir pensando em mexer a mão na cama que uma hora vai acordar.
  6. Eu não conseguiria trabalhar nisso. Sei lá, não acho correto cobrar por essas coisas.
  7. É, até as variadas escolas divergem sobre os detalhes do pós-morte. Sugiro a leitura desse tópico: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/18504-cadeia-dos-ordenados/
  8. Acho complicado tentar reduzir todos as entidades dos planos internos a um ou outro fenômeno. O que conheço parecido com isso que ele fala são os cascões astrais e as sombras que são corpos etéricos ou astrais abandonados e que por alguma razão podem ser animados temporariamente, seja involuntariamente ou voluntariamente (através de magia negra). Pelo o que já li, as assombrações geralmente são entidades que ainda estão usando o corpo etérico (porque estão muito presas à vida física ou estão absorvendo energia dos outros para se manterem integradas) e portanto se tornam susceptíveis a aparecerem temporariamente por estarem em uma baixa vibração. Creio que o obsessor seja uma entidade que ainda está habitando o corpo astral.
  9. Você chegou muitos anos atrasado. Assista esse vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=cubGrPT0q20 Sinopse do vídeo: Dr Karl Osis , diretor da ASPR (Sociedade Americana de Pesquisas Psiquicas) demonstra um teste laboratorial, no qual Alex Tanous, o famoso projetor astral, consegue ver um simbolo composto dentro de uma maquina, colocado em diversas posições , em seqüência aleatória, com algumas salas de distancia entre Tanous e a máquina . Note que você precisa espiar exatamente da posição correta para ver o símbolo dentro da máquina , não é possível vê-lo de outra posição. Isso mostra que não se trata de percepção mental, em que o observador é não-pontualmente localizado. Esta cena aparece a 1h 17min do clássico documentário de Rolf Olsen "Journey into to the Beyond". E leia esse tópico: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/16071-comprovação-da-projeção-astral/
  10. Você pode comprovar que o controle é absoluto? Não estou te julgando, mas me parece que seu intuito é convencer a todos que a sua visão de vida é correta. Isso em grande parte porque você ignora pontos importantes sobre a espiritualidade, como os destacados pelo Sandro. Assim como você questiona minha crença em algo que seria infundado, eu lhe questiono o seu ceticismo que aparentemente é baseado na falta de uma busca por explicações e uma postura conservadora que ignora tudo aquilo que já não faça parte de sua compreensão de mundo.
  11. Bem, essa é a sua visão. O sistema é cruel. Entretanto, o sistema não nos impede de amar. O controle não é absoluto. Isso é com você. Você está confundindo as bolas. Há uma diferença entre a dualidade e o amor. A dualidade é a natureza do universo. O amor é um estado de contemplação pelos outros, é algo mais profundo do que o que comumente é chamado de amor. A natureza dual não impede as pessoas de amarem. O que as impede é o egoísmo. O dinheiro e todo o mal do mundo NÃO SÃO RESPONSÁVEIS PELA MANEIRA QUE VOCÊ REAGE A TUDO ISSO. Essa responsabilidade é sua. Você pode estar feliz no inferno a sua volta ou infeliz em um ambiente paradisíaco. O seu estado interno é o que realmente determina a sua vida. Não é porque a matrix existe e é cruel que devemos desistir de tudo e cair em depressão. A ilusão é difícil, mas quando nos conectamos com nosso interior tudo se torna mais fácil. Ou talvez você ainda não o tenha contemplado. Como eu disse acima, o segredo está em como você reage ao seu exterior. Mas isso exige uma sintonia com o interior. Sobre o barulho, já usastes protetores auditivos? Eles reduzem bastante os sons. Porque as odeia? As crianças são a fonte do seu ódio ou apenas um alvo para canalizar a sua insatisfação com a própria vida? E quem garante que não são? E se formos meras crianças no que tende ao espiritual? E se não tivermos como julgar essas questões até que tentemos de verdade? Não há nada a perder tentando. Se você não estivesse nesse nível mais, não sentiria inveja não é mesmo? Talvez você esteja apenas buscando uma desculpa para tentar ignorar aquilo que ainda te afeta. A meditação contante nos auxilia a transcender aquilo que o corpo pede. Por isso te recomendei. Você não é o seu corpo, nem seu instintos, nem seus pensamentos e nem a suas emoções. Porém, a maioria das pessoas se identifica com esses aspectos de si mesmos como se elas fossem esses aspectos.
  12. Primeira imagem de um buraco negro registrada: https://static01.nyt.com/images/2019/04/10/science/10BLACKHOLEPHOTO/10BLACKHOLEPHOTO-superJumbo-v2.jpg?quality=90&auto=webp
  13. É, não é fácil. A Matrix possui muitas facetas. O capitalismo sendo a pior delas. Ele estimula a competição, a alienação, o consumismo como alternativa a uma busca pelo nosso interior, a prostituição (não apenas física), etc. Mas você possui o poder de escolher entre se render ao sistema e afundar na Matrix, se marginalizar da sociedade; ou de alguma maneira utilizar a Matrix contra a Matrix. Eu sigo as regras que acho que não vão contra quem eu sou. Então, usar a experiência mostrando aos outros como o sistema realmente é, é de certa forma libertador. Podemos até não libertar pelo menos 100 pessoas, mas uma que deixou de pensar dentro da caixa de areia já é uma vitória que faz valer a pena todo o processo. Você questiona para que serve a vida. Essa resposta depende muito do nível de percepção e das experiências de cada um. Eu vejo a vida como uma grande escola na qual a lição é o amor. Não o amor passional, mas um amor que transcende o nosso senso do eu e passa a ver tudo e todos a nossa volta como parte de nós mesmos. Entretanto, antes de chegarmos a esse nível de entendimento, muitas lições são necessárias. E o fato dessas lições se passarem em total desconhecimento do processo evolutivo, de seu propósito e da própria realidade espiritual, é algo que torna essas lições mais difíceis. Somos crianças andando no escuro e em busca de alguma luz. Alguns nem começaram a buscar essa luz. São aqueles no fundo da Matrix. Vivendo como se o papel que representam seja quem eles são. Reféns de tudo que essa realidade física os oferece. Em uma espécie de transe dos cinco sentidos. Nesse ponto de vista, você já é privilegiado por conseguir ver além disso. Claro que saber dessas coisas não as torna mais fáceis. Não quero parecer um biscoito da sorte chinês oferecendo clichês como reposta a complexos problemas. Mas tudo que você deseja já está dentro de você. Parece uma frase batida que certamente já foi usada a exaustão em muitos tipos de mídias de entretenimento. Porém, é a verdade. É o que as escolas antigas e contemporâneas dizem. Não sei se você medita, mas sugiro tentar buscar em estado meditativo aquilo que você deseja. Eu sei que não é fácil tentar buscar por lucidez em uma sociedade que tenta e nos entreter e fazer dormir a cada momento. No meu caso, até pouco tempo atrás, eu tinha 2 horas livres do meu dia porque eu trabalhava e estudava. Sei o que é ter que seguir o roteiro que a Matrix nos impõe. Entretanto, nunca perdi a fé em algo maior. E o amor àqueles próximos de mim, é o que me dá sentido em continuar tentando.
  14. É, esse livro é um dos melhores sobre o tema. Inclusive, eu dei uma olhada nessa parte ai que você falou hoje.
  15. Eu ando estudando muitos livros sobre o tema, inclusive de autores indianos e a informação é sempre semelhante. Então, é normal que você encontre as mesmas observações, embora os detalhes possam variar de uma fonte para outra.