• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

kzuza

B-Membros
  • Content Count

    34
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

1 Follower

About kzuza

  • Rank
    Advanced Member
  1. Cai o número de católicos, cresce não só o número de evangélicos, mas de espíritas, dentre outros grupos... O que vocês acham disso ? Em 2000, os espíritas eram 2,3 milhões de pessoas; hoje, são 3,8 milhões... Mais sobre: http://www.temploiluminista.net/2012/06/censo-ibge-2010-diversidade-religiosa.html Abraços !
  2. Oi, Gostaria de fazer umas perguntas inusitadas, mas aqui todo mundo está para tentar ajudar uns aos outros... Um site com um conteúdo denso (ex: site pornô) pode nos gerar algum desequilíbrio ? Alguém aqui já teve a sensação de estar sendo "sugado", apenas por estar acessando um site "pesado" ? Existe vampirismo energético pela net ? Os obsessores podem usar esses meios para realizar seus intentos ? Não sou "crente", não estou defendendo puritanismos. Apenas, gostaria de ler o que os colegas pensam sobre isso.
  3. Olá pessoal, Estou pesquisando sobre o tema da projeção astral. Pelo You Tube, assisti um vídeo sobre os possíveis perigos da projeção. Este vídeo me deixou intrigado, pois o autor disse que ao sairmos do corpo ficamos visíveis às entidades malignas. Além disso, ele disse que as pessoas não saem do corpo ao dormir, e, no máximo, ficam flutuando sobre o próprio corpo. E, em razão disso, ficaríamos invisíveis a atuação dos "vampiros". A projeção, na visão do autor do vídeo, é apenas para pessoas preparadas. O vídeo é este: Gostaria que alguém comentasse...
  4. Interessante... Mas, não acredito que tais seres existam...
  5. Existem várias técnicas projetivas, geralmente, eu evito aquelas em que envolve algum tipo de invocação. Mas, acredito que você não deve temer, e sim ficar firme na prática do bem.
  6. Nos primeiros posts, eu procurei ser imparcial. Eu queria apenas saber o que o pessoal pensa dessa ideia. Não quis induzir, dizendo "tem que ser assim"... O amigo Toquinha disse sentir um pouco de IURD no ar (hehehe....), a partir daí o tópico foi para esse lado. Há alguns médiuns espiritualistas que dizem receber "conselhos" de entidades ou mentores no tocante aos seus afazeres materiais. E, esses indivíduos, parecem ser equilibrados, longe do estereótipo de "satanistas-que-fazem-pactos". Eu sei que tem gente que faz qualquer coisa por dinheiro. Há criaturas capazes de matar os próprios pais por R$ 5 mil reais. Não admira que haja os que se envolvem com qualquer entidade para adquirir a tal "fama" e "sucesso". Mas, será que os bons espíritos nunca falam nada sobre a nossa vida material ? Nenhuma ajudinha... (risos)
  7. Ora, nem todos podem mudar a sua história de vida. Quase tudo no mundo não é tão facil. Muitas pessoas tem que passar por tal situação de miséria, seja por vontade própria ou por espiação. Veja a África, quanta gente pobre lá. Se somente querer e ter fé fossem suficiente, o mundo não estaria do jeito que está. O problema são as pessoas, cada dia mais se importando com coisas fúteis. Se todos que tem milhões na conta ajudassem esses pobres nos países sub-desenvolvidos, imagina que maravilha! Mas infelizmente não é assim, sabe porque? POR QUE ALGUMAS PESSOAS AINDA SE PREUCUPAM COM DINHEIRO INVÉS DE AJUDAR O PRÓXIMO!!!! É triste ver um assunto tão absurdo e material-abstrato num fórum sério como o GVA. Você sabia que há milionários que ajudam pessoas menos favorecidas ? Bill Gates, recentemente, doou parte de sua fortuna a instituições sérias de caridade. Embora, ele continue rico e desfrutando do que ele conseguiu com o trabalho dele. Ganhar dinheiro não é uma futilidade, e sim uma necessidade. Se a pessoa acha que miséria é prova de santidade, saiba que para Deus ricos e pobres estão no mesmo nível. Agora, vivemos num mundo potencialmente abundante, em que para um ganhar não é necessário o outro perder. Os problemas do continente africano se devem a um somatório de fatores, que incluem a exploração dos europeus, mas perpassam isso. É uma questão bem complexa, mas de forma super resumida, digamos que a maioria dos governos africanos são autoritários, com instituições frágeis e pouca participação popular nas decisões de governo. Mas, o africano não é nenhum coitado... Eles também almejam o desenvolvimento socio-econômico, pois sabem que isso é importante para a própria afirmação das suas nações, além de uma melhor qualidade de vida. Álias, a miséria que existe no mundo, não só na África, envolve questões históricas, políticas, ideológicas e até religiosas, as quais não poderíamos descrever em tão poucas linhas. Agora, eu diria que absurdo é a alienação de alguns em face aos mecanismos de exploração e hierarquização da humanidade.
  8. Gostaria que assistissem a este vídeo: http://www.youtube.com/embed/ZQRTVNPMv4U O link não contém vírus, não se preocupem... Não consegui postá-lo usando as tags do editor do fórum... Grato.
  9. Me desculpe, mas cada besteira que tenho que ler. Ele não mudaria a vida tendo somente fé, isso é fato. Oque vale mais? A crença ou a ação? Não adianta ter fé, é preciso fazer acontecer. E NÃO, o fato dele ter fé não mudaria o fato dele ter escolhido estar nessa situação, na miséria. Ele poderia sim, dar tudo de si, esforço, o grão de arroz no prato para repartir com a família, mas o fato dele ter fé não mudaria a posição social. Se fosse assim, a fé sozihna realmente moveria montanhas, o que sabidamente não acontece, (todos estariam ricos se fosse assim). Eu levo a fé no seguinte sentido: acredite, mas faça acontecer. Se você rezar ou orar para Deus te dar uma casa nova, nada irá acontecer. Sabe porque? Simples, trabalhe, junte dinheiro e compre se você quiser, agora, caso peça mais paz, calma, amor com o próximo, aí sim, pode ter certeza que alguém numa posição espiritual está te dando as dicas e assopros nescessários para se ter uma evolução mais maravilhosa. Nada cai do céu. Seria muito fácil, quase como uma trapaça, dando de mãos abertas coisas para uns, e deixando outros passando fome. Sem falar, que Deus não se importa se você tem um carro importado, ou uma conta bancária cheia, ele se importa com o seu interior. Tanta gente com dinheiro, mas são gananciosas, não o usam para o bem. Poderiam doar em forma de comida, poderiam fazer realmente a diferença, mas infelizmente só pensam no dinheiro, em si, e em nada mais. Às pessoas que pensam assim, revejam seus conceitos. Nascemos sem nada material, e assim morreremos. Vejo que você não entende ou não entendeu o conceito de fé que me referi. Talvez, esta "fé" que está se referindo seja a ensinada por alguma religião. A fé é ação, necessariamente. Quem diz ter fé, mas não tem obras, logo não tem fé - é simples. A fé, na perspectiva em que digo, não é uma mera especulação intelectual. É vislumbrar uma luz no fim do túnel, e fazer um movimento no sentido de atingir aquele objetivo. Você sabia que a maioria dos empresários brasileiros não tem nível universitário ?? Ora, apenas cerca de 10% da população total o tem. E sabemos que muitos doutores ganham uma ninharia... Não tenha pena de si mesmo, nem de ninguém. Ajude, se puder, mas sem pena. Todo ser humano pode mudar a sua história de vida e, se o indivíduo almeja alguma mudança, ele já tem condições de promover o que ele deseja. Todos os recursos estão dentro dele.
  10. Esse pai de família pode mudar de vida por meio da fé. Ele não é obrigado a isso, pode, simplesmente, aceitar a situação. Mas, qualquer um pode mudar de vida, embora muitos não o consigam. Há dois tipos de fé: a "redentora" e a "abençoadora". A primeira direcionada ao mundo invisível, a segunda ao mundo visível. Alguém disse que se tivéssemos a fé do tamanho de um grão mostarda, e disséssemos aos montes: "Levantem-se e lancem-se ao mar" - tal coisa aconteceria. Sei que é uma frase feita, mas digo mesmo assim: Tudo é possível aquele que crê ! É claro que esse "tudo" não é só prosperidade financeira, quero deixar claro.
  11. Eu sei que as religiões pentecostais (como IURD e algumas outras) apelam muito e usam a ganância desmedida dos fiéis. Se bem que eles (os fiéis) estão lá porque querem... Eu mesmo conheço gente que já deu todo o salário mensal para eles - e por duas vezes - e nada aconteceu. Fatos como esse fazem as pessoas perderem a fé em dias melhores e, às vezes, na própria vida. O resultado pode ser trágico... Mas, não é essa mensagem que considero mais adequada sobre o tema "prosperidade". Grato.
  12. a Não se for de origem material. Entenda que estamos aqui, no mundo material, de passagem. Nenhum espírito de grau evoluído irá te satisfazer da maneira que desejas, pois sabe-se muito bem que evolução espiritual = desconexão com a matéria. Além que ele tem mais coisas a fazer do que satisfazer seu egoísmo. Eu por exemplo, não ligaria se eu vivesse debaixo de uma ponte, não me acharia menos digno pois, o que vale é o interior, é sua espiritualidade. Me satisfaço muito mais ajudando o próximo do que me preucupando com minha conta bancária. Assim pensam os espíritos mais evoluídos. Prosperidade material de nada vale para quem não saberá usar para o bem, nesse caso, o dinheiro. Não sei poque, mas sinto um ar de IURD aqui nesse tópico! Opinião pessoal, deve ser respeitado. Agora, como você vai ser espiritual vivendo num inferno de dívidas ? Escravidão é sinônimo de evolução ? Não quero aqui discutir doutrinas religiosas, pois religiosidade e espiritualidade não são sinônimos. Mas, pobreza não é sinônimo de humildade, nem de nada de bom. É apenas uma condição social desprestigiada, só isso ! Enquanto nós, brasileiros, aceitamos os restos que caem das mesas das elites; em outros países, as pessoas são mais ambiciosas (não confunda com ganância). Por conseguinte, os indicadores socio-econômicos dos países são diferentes. Eu entendo que pregações de religiões como a IURD são equivocadas, mas aquilo é uma visão do seria a prosperidade, e não uma verdade absoluta sobre a mesma. Temos que saber relativizar as crenças... Agora, não considero como antagônicos os conceitos de prosperidade e espiritualidade só porque algumas religiões protestantes os usam de forma equivocada. Cordialmente.
  13. Por quê não ? Qualquer entidade que se proponha a oferecer ajuda na vida material é um obsessor ? A prosperidade, fruto de um trabalho decente, não pode ser indicador de espiritualidade ? Não quero induzir a sua resposta, mas faço aqui a "provocação" supracitada. Grato.
  14. Olá, amigo Vamos usar este espaço para troca de ideias produtivas. É isso que quis dizer...