Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Sol_

B-Membros
  • Posts

    5
  • Joined

  • Last visited

Sol_'s Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

0

Reputation

  1. Olá a todos! Recebi a informação de um grande pesquisador (ñ dá área da Viagem Astral) q se esfregarmos, a planta enteogena Trombeta dos Anjos (saia-branca, brugmansia) na pele (braços, pernas) durante a noite, passaremos a madrugada inteira pairando sobre nossos corpos. Esta mesma planta quando tomada em forma de chá como acontece com a Ayahuasca, torna as pessoas malucas. Vcs já fizerem ou conhece a experiencia de alguem q esfregou na pele durante a noite ? A pessoa q utiliza esse método fica limitada ao seu quarto, ou pode desbravar outros ambientes como no caso da Viagem Astral natural ?
  2. Obrigada pela resposta e atenção Carlos! Segue um relato singelo do q se passou comigo esta noite. Ontem a noite +-04:15. Não queria pegar no sono por vontade própria, como estou fazendo já há algumas noites. Porém por falta de costume a cabeça pesa, e a mente ñ da trégua. Ñ por relembrar problemas mais por "viajar". Mesmo estando com os olhos fechados, parecia q estavam abertos e com uma luz cansativa em sua direção, diminui um pouco a atividade cerebral e fiz algumas técnicas, sentindo o ambiente, e os chakaras, os limpando. Sentindo as energias q circula a tudo e a todos, enquanto repetia calmamente para mim mesma, q saia do corpo todas a noites, e dessa vez queria sair lucida se possível. Fora uma situação q me deixou triste e contra a qual estava lutando com desdem, estava calma, disse para mim q estava progredindo quanto a viagem astral e podia sentir a energia circula, sentia o meu corpo físico e astral descolados, já havia a sensação de algo diferente, embora ñ houvesse até o momento saído do corpo com lucidez me tranquilizei, e me equilibrei no pesamento da paciência, ñ forcei como antes. Quando me dei conta me vi presa ao meu quarto escuro, tive a sensação de q levantava, acho q levantei pelo menos no corpo físico meio sonambula, me via fluando para lá e para cá no quarto, pensava em voar pela janela, mais tive medo de estar sonambula no corpo físico, e cair na nossa dimensão, pensei em sair do quarto mais tbm tive medo, de encontrar algum espirito. Me lembro de ter me visto na cozinha, e encontrado o meu padrasto, eu senti uma vontade de me desculpar passando uma energia boa para ele, passei a mão no seu braço e ele me falou algo q eu ñ entendi. Ja no meu quarto novamente. Lembrava q se volta-se minha atenção para o chakra frontal aumentaria minha lucidez, mais ñ consegui aumenta-lá, apenas assistir ações praticamente programadas. Pensei em ir a lugar bem bonito, pensei nos Budas, e me vi em uma rua clara, uma mulher pediu q sua filha esperase-a no ponto de ônibus e enquanto ela caminhava seu ônibus passou, e a filha ñ sabia se entrava no ônibus, ou esperava outro ônibus para pegar junto com a mãe. Me vi no quarto, olhei pela janela e observei por alguns instantes um grupo de traficantes q ficam em frente ao meu prédio, e lembrei de me esconder "para ñ chamar a atenção de espíritos desequilibrados" eles me viram mais ñ ligaram, dai eu senti algum espirito aperta uma cordinha em minha cintura e me senti incomodada e com medo tentei jogar alguma energia, mais estava sem lucidez, dai mantive a calma e pensei nos amparadores, a sensação ruim sumiu, e eu vi a pessoa responsável por isso, era um "aparador" ele me olhava como se fosse um espirito plasmado de amparador, dai na hora pensei q talvez isso fosse verdade, enquanto sentada na cama beijava suas mãos e muito agradecida, fala: -Obrigado, obrigado, dai eu "voltei para o corpo" e mesmo lembrando "de tudo" as lembranças eram escorregadias e pareciam querer cair no esquecimento. Coisa ñ ocorre comigo pois geralmente tenho facilidade em lembrar claramente dos meu sonhos.Enumerei os fatos mais diferentes, e os relembrei novamente para ñ esquecer. Estava com a lucidez baixíssima, de modo q se houvesse uma escala de 1 a dez, a minha estaria em 0,5, por isso toda essa experiencia se misturou a um sonho, um sonho muito incomum. Abçs e obrigada pela atenção
  3. perai q eu vou fumar um baseado... Brincadeira
  4. Obrigado pela resposta Carlos. Mais eu preciso me manter no ritmo, preciso evoluir e criar coragem. Lido com vizinhos q na doutrina espirita poderiam ser classificados como seres do mais baixo nível do Umbral. E esse tipo de pratica me da força e coragem para defender a minha família. Não faço isso só para mim, faço tbm para as pessoas q amo. Nesta madrugada, logo ao deitar, me dei comandos para o dia seguinte (como acordar cedo) sem perder tempo para ñ cair no sono. Fiz a pratica de abertura dos chakras. Ñ lembro por quanto tempo, e muito menos o q fiz depois, mais pela sensação ao acordar entrei em um estado diferente, pois quando pego no sono sem fazer o q tenho de fazer acordo mal, com a sensação de tempo perdido e falta de capacidade. Novamente tive sonhos com uma essência diferente (perto dos sonhos lúcidos) e sonhos com conteúdos diferentes do q estou acostumada, o q demostra uma quebra/mudança de comportamento, da minha personalidade e/ou viagem astral inconsciente. Um dos sonhos foi q eu estava no meu patio meio sonambula meio voando. Engraçado pq a primeira vez q me interessei por viagem astral (depois de ter um evento de catalepsia espontânea apos acordar) um dos sonhos q tive foi de praticar o voo da viagem astral no patio do meu então antigo prédio. Mais um ponto q o Saulo diz ser indicio de uma viagem. Tive até a sensação ao acordar de ter tido outro evento de sonambulismo, mais ñ posso confirmar pq dessa vez minha irmã ñ estava no quarto e mesmo q se estivesse nem sempre ela ira acordar na mesma hora em q estou sonambula, até o fato de eu ter acordado ela da outra vez é curioso. Eu poderia estar até agora achando q ñ progredi muito. O q vou contar agora ñ tem haver com relato astral, é só um evento corriqueiro. Fui hoje a um centro espirita ao qual sempre passo pela frente a caminho do trabalho e de casa. Ñ tinha formulado em minha mente o pq de eu ir. Sou simplesmente uma pessoa q gosta de experimentar coisas diferentes, dentro do meu limite claro. Mais eu fiquei me perguntando até conseguir uma resposta logica do pq de estar ali, já q ñ concordo com a doutrina. Então descobri q era apenas pelo ambiente, pela energia espiritual. Tinha muitas senhoras (havia esquecido q ia tantas senhoras) uma delas disse para ñ ficar cruzando os membros, eu então os descruzei. Mais apos um tempo mudei minhas mãos para a posição do mudra Dhyani, ao passo q ela pegou minhas mãos com indelicadeza e os desfez. Q deselegante! kkk.Eu ñ queria desrespeitar ninguém, pensei q ninguém ia ficar reparando, só queria uma posição reconfortante naquele ambiente diferente. Eu falei q aquilo era um mudra, e ela pediu desculpas. Havia avistado uma senhora q era do tipo de pessoa, q deixa uma sensação boa por onde passa, como eu imaginei, ela era uma das mediuns e a palestrante do momento. Repetia para mim mesma q todos eramos igualmente divinos, para anular o ego, e a intolerância, e presenciar a meditação de forma disciplinada e coletiva.
  5. Oi pessoal! Q felicidade poder participar desse fórum e desabafar minhas experiencias, pois como muitas pessoas ñ encontro quem as entendam no meu meio social. Bom comecei a retomar meu interesse por viagem astral a mais ou menos uma semana. Consegui sentir o EV facilmente, principalmente quando limpo os chackaras como ensina o Saulo, mais ñ consigo ainda controlo-la e intensifica-la. Ante ontem aconteceu algo q me deu provas de q estou me aperfeiçoando. Acordei com a lembrança de um sonho muito forte, e mais tarde minha irmã me informou q eu durante a madrugada a acordei e falei para ela q tinha um bicho querendo subir na minha cama, e minha irmã maravilhosa como é respondeu, q qualquer coisa Pink (minha cadela) pegaria a tal criatura caso ele tentasse algo kkkkkkkk. Só minha irmã maravilhosa mesmo pra me dar uma resposta dessas! E disse q deveria ter aproveitado para pedir a senha do meu cartão KKKKKKKK Contei o fato para minha mãe e ela me olhou de uma forma q eu detesto, e me arrependi amargamente de ter contado para ela. Dai vim correndo fazer a minha conta nesse fórum para desabar aqui. Mais só fui conseguir agora graças ao Saulo. Tenho sentido maior clareza mental, paz e conexão com as pessoas desde q comecei as técnicas energéticas. Vou tentar agora fazer VA, ouvindo mantras budistas q me trazem paz e coragem, pois a doutrina espirita ñ serve pra mim, pois me enche de medos. Muita Paz a todos!
×
×
  • Create New...