• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Henzel

B-Membros
  • Content Count

    176
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

2 Neutral

1 Follower

About Henzel

  • Rank
    Membro Iniciando (100+)

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Galera isso tudo e paranoia.ate que se prove o.contrario, podemos fazer projecao astral, agora de reato e pura especulacao, e se alguem e de fato capaz de ver isso, deveria fazer algo mais palpacrl com essa habilidade. Se e.capaz de conversar com esses seres ja deceriater.pedido SOS para a ONU esppiritual ( se e que.existr) para intervençao aqui, pq essas teoruas nos mostra que n conseguimos fazer nada spzinhos, coisa.que ja sabemos sem elas existirem, entap para que complicar? somos cegos, afinal
  2. Com base nessa citaçao vos digo que ela nao aponta necessariamente para a possibilidade da reencarnaçao ser verdadeira. Pois claramente pode também ser interpretada que viemos d Ele e voltaremos a ele, mas nao diz que isso ocorre mais de uma vez. Portanto mais uma vez a teoria da reencarnaçao não esta sendo.bem fundamentada. N acredito que a reencarnaça como e contada.popurlamente seja verdadeira, n.ha fundamento coerente nessa teoria a nao ser da possibilidade de ser um acidente pois n justifica o fato de perder a memoria ou seja algo ilegal de alguma.forma, O amadurecimento.do.ser humano se da com.o.tempo e.com.a memoria, cortar a memoria do.ser e a violencia seria, nem que seja por.1 segundo. N ha.coerencia alguma em dizer.que e parabapagar.traumas, pois se supera traumas lidando com.ele, e assim.que amadurece segundo o que aprendemos por.conhecimeento empiricoo do.ser humano Portanto a projecaovastral so nos mostra que estamos presos ao corpo por.alguma razão que descobhecemos empiricamente, justamente por.n.termos a memoria de antes de encarnarmos. A reencarnacao sem memoria sim parece ser algo ilegal Talvez a grande difixyldade que temos em nós projetar nos mostra que algo n esta como deveria ser, o mesmo com quem tem pernas e n consegue andar e a culpa n e necessariamente dele, dai vai vir dizendo que e carma, mas carma sem memoria = sem arrependimento n parece ser valido pelo que está escrito nas escrituras antidas sagradas E ficar.esperando para se arrepender dwpoisbde desencarnar, parece bem comodod nao? Delegar para o futuro e o.que o homem moderno sabe fazer muito bem O fato e que estamos cegos, cheio de. Ideias para explicar o que não vemos, pouco. Conhecimento empirico, resumindo, ainda.Estamos na caverna crendo em teorias pois não encontramos saida, afinal estamos cegos, com.isso concluise quuebo.ser.humano sfreu algo pois tem olhos mas n enxerga Como.um cego vai se. Ajudar a encontrar a. Saida? Pedindo ajuda, felizmeente ou infelizmebte estamos aqui para.sermos salvos seja pelas possiivilidades do tempo ou por alguma força q.N entendemmos pois ainda n enxergamos Por isso esse e um mundo de loucos por enquanto
  3. Quais chakras são responsáveis pela fala de vontade/preguiça ? Sério mesmo, preciso saber
  4. Olá pessoal, quando alguem está lendo um livro, de ficção cientifica por exemplo, e ela estiver imaginando os cenários e personagens enquanto lê, tem algum problema ela associar certos personagens com a aparência de certas pessoas que ela conhece Ou que nem necessariamente conheça, simplesmente associar a aparência com alguém que viu e que achou que os traços combinem com um personagem? Há algum problema em fazer isso?
  5. Se puder compartilhar suas experiências, seria bom.
  6. Citando possibilidades de uma resposta. O que é caridade? - Algo de certa forma egoico? Se entendida como "favor" ao próximo, ou esmola, bondade ao próximo. Nota-se aí um ponto de ego daquele que faz a caridade. A natureza humana vem sendo analisada já faz um tempo, e inclusive por aqueles do meio espiritual. O que entre pessoas "espiritualizadas" recomenda-se fazer caridade e deixar de se cultivar o ego; contrapõe uma reação gerada pela ação seguida de qualquer atitude tomada. Que no caso é a caridade. O que pode, talvez, ser válido a observar é o sentimento gerado quando você toma uma atitude do tema abordado. Há uma reciprocidade entre aquele que "doa" e aquele que "recebe"? Uma "sensação" extra entre um dos dois pode ser sinal de desequilíbrio, ou alguma manifestação do ego? Se levar em conta a lei de ação e reação examinada, a princípio haverá naturalmente um equilíbrio entre ambas as forças - mas por influencias externas e existentes o equilíbrio é desfeito. Vendo por este pondo de vista, e comparando com a sociedade atual - a geração atual -, as influências midiáticas, educacionais, cultuais que são lançadas diariamente sobre o humano... Fica visível que a palavra caridade já é algo que tende a desequilibrar. Uma caridade ideal, seria aquela que, talvez, nem deveria chamar-se caridade. E sim, chamar simplesmente de espontaneidade. Onde possa atuar a lei do equilíbrio. O que pode-se notar é que na atualidade há tanto desequilíbrio para se concertar, que fica toldado avaliar a caridade em si. Um exemplo, é você pegar uma criança muito pobre e sem muita instrução e outra rica e escolarizada para conversarem entre si. Mas, antes, oriente a criança rica a "ensinar" algumas coisas (qualquer coisa) para a criança pobre e oriente também ela dar um doce para a criança pobre. Ao final, que tipo de pensamento a criança pobre terá? Inveja? (desequilíbrio) Enquanto a criança rica se sente bem por ter feito algo bom. Ou,talvez, Gratidão? (equilíbrio) As duas criaça terão uma reação positiva. É possível ambos.- Alguns vão dizer que depende da índole da criança e tudo mais... Mas, como pode ver, é uma possibilidade. Então, quando está fazendo uma caridade, pense bem, se há de fato um equilíbrio nisso. Acho que ficar se contentando com a possibilidade de fazer caridade, é ingenuidade. Deve-se lutar por um equilíbrio geral em todos os sentidos. Confuso né?
  7. Gostaria de mais informações sobre Omar Khayyám, já assisti o vídeo da entrevista que o Jô fez. Quem puder passar ou fazer uma breve biografia de Omar Khayyám eu agradeço. O link que segue é de quem mencionei:
  8. Usando seus próprios termos Gabriel: "Você já fez as práticas que ele cita para poder julga-las?" E o Sandro mesmo falou, que adicionaram muitas coisas para distorcer as informações em seus livros. Uma prova, é que eu baixei um livro chamado: Livro Amarelo, e ao consultar com o Sandro o conteúdo do livro - o meu de edição mais nova -, tinha coisas extras lá. Da qual na original está diferente.
  9. Baseando-me no caso Karran; eles praticamente dominam a capacidade de "viagem da alma" ou "viagem fora da matéria", e fora da matéria, é onde pode talvez ter um contato mais direto com eles.
  10. Se for real, aparentemente é algo que realmente é ou beira a clarividência. Até mesmo porque ele alega que consegue "sentir" as energias/campos elétricos das coisas...
  11. Obrigado Toquinha e Sandro pelas respostas, foram esclarecedoras. O objetivo do tópico na realidade, é mais para acrescentar esta pergunta. Que para alguns pode ser útil, assim como foi para mim... É aí que temos que ficar vigilantes né? Grato.
  12. "medo e dúvida", dessa vez está enganado em respeito da minha questão. Ainda mais você Gabriel, se vais tocar um instrumento deves conhece-lo bem. Pode tocar, sem saber quem criou... Mas existem pessoas que gostam de entender as coisas. Ainda mais nessa área de espiritualidade - que para alguns se trata de buscas da "verdade" das coisas. Se ignorar as possibilidades, pode cair em ilusão. Por isso perguntei e pergunto de novo, como saber quando uma entidade mente.
  13. Alguns alegam que existam: Humanóides (uma bem reconhecida são os Nórdicos), e outros que provém de evoluções de outras espécies como répteis (repitilianos) os dos felinos (como exemplo, no relato do Mutwa - entrevista do David Icke -, ele teve relações sexuais com uma mulher com rabo de onça) e até mesmo Insetos (insetóides)... E quanto as lendas, alegar que são ets é muito vago, pois podem ser seres de outros planos/dimensões também; entidades. Por exemplo, na Islândia - país onde tem muitos descendentes dos povos Vikings - eles acreditam culturalmente e alguns fielmente na existência de elfos e alegam que eles fazem suas casas dentro de certas pedras e ficam invisíveis e visíveis para os humanos quando querem - pode ser que sejam entidades ou ets, só entrando em contacto com o ser mesmo -. Ou seja, "possivelmente" existe inúmeras raças além das sub dos Humanoides, répteis, insetos, alguns dize que tem outras como até mesmo gás, luz... Talvez, para confirmarmos realmente tais informações, tenhamos que despertar nossas habilidades paranormais - ou normais, mas que foram bloqueadas -. Assim a pessoa poderá realmente saber o que é verdade.
  14. Mas como tem sabe disso? Digo, quem ensinou a evocação? A técnica pode ter sido passada por um ser mentiroso?
  15. O título do tópico pode estar um pouco antiquado, mas quero sugerir essa pergunta entre os membros do forum. Este tópico foi inspirado no debate entre alguns membros do seguinte tópico: http://www.viagemastral.com/gva/viewtopic.php?f=2&t=20019 No qual foi compartilhada experiências e opiniões que me chamaram atenção e me informaram de certa forma. Agradeço por compartilha-las. E gostaria de fazer uma pergunta, direcionada aos seres de outros planos, que quando contactados informam e e instruem de alguma forma... A pergunta que deixo aqui é: Como estar certo que a entidade está falando a verdade? Um clarividente pode ser enganado? Edit: Independente do método usado para contacta-los, seja através de técnicas ou habilidades paranormais. Se puderem me responder baseando-se em suas experiências, pesquisas, eu agradeço.