Jump to content
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

sandrofabres

Administrators
  • Posts

    7,884
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1,210

sandrofabres last won the day on December 1

sandrofabres had the most liked content!

About sandrofabres

Recent Profile Visitors

27,326 profile views

sandrofabres's Achievements

Grand Master

Grand Master (14/14)

  • Reacting Well Rare
  • Conversation Starter Rare
  • Dedicated Rare
  • Very Popular Rare
  • First Post Rare

Recent Badges

4.6k

Reputation

  1. Ah sim, quando eles querem nos levam do ceu ao inferno sem dificuldades. Quando voce lê relatos de amparo nas regioes mais pesadas, é porque: - eles nos levam - zelam por nossa seguranca Mas a gente continua sempre sem saber COMO se faz. Acho que é esse nosso estagio evolutivo mesmo. Essa mente primitiva de corpo de primata não ajuda eheh
  2. Sobre a dificuldade de postar, leia este tópico: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/21647-apagar-depois-eu-nao-to-conseguindo-criar-topico-com-conteudo-aqui-pra-mim-so-ta-aparecendo-pra-editar-o-titulo-e-e-sou-obrigado-a-anexar-um-arquivo-tem-algo-errado-tentei-no-modo-anonimo-do-navegador-e-mesmo-jeito/&do=findComment&comment=102095
  3. Pois é, acho até que pode ser algo tão simples quanto "elevar os pensamentos em direção e algo superior e abstrato". Afinal estamos falando do corpo astral/emocional. Faz sentido que seja por aí. O problema prático que surge é: - é difícil fazer isso quando se está testando investigando friamente técnicas, vendo o que funciona ou não - não ser ser uma boa idéia rebaixar pensamentos e emoções para baixar a frequência, porque isso pode criar vulnerabilidade a ataques. A gente quer descer para investigar, não para trocar socos com as entidades das zonas pesadas
  4. É que também é dificil de explicar, porque depende do uso da intencao e de " algo a mais". No meu caso, quanto quero elevar penso mais ou menos como se tentasse elevar meu peso apenas inspirando mais ar. Pense que você é um balão, que puxa mais ar para dentro e isso te faz subir. Só que a intencao é subir na frequencia nao na altura, ou voê vai é levitar, ehehe. E para baixar eu penso como se desejasse ficar mais e mais pesado. Se fosse no fisico a gente faz algo interno e expira ar né? O Ar nao tem nada a ver com isso mas oarece ajidar na intencao. Fazendo isso, COM A INTENCAO FOCADA que queremos subir ou baoxar a frequencia, nao o peso, o ambiente astral muda para mais iluminado ( como um dia nublado que vira um dia ensolarado) ou mais escuro ( do tipo " noite em que vem tempestade"). Mas nao muda o cenário. Creio que nao devo estar mudando o suficiente a frequencia para ver outros cenárioa ali. Ou manter observando o cenário enquanto faço isso talvez me mantenha ancorado no mesmo local. É algo para o qual nao achei uma técnica, talvez porque seja algo muito subjetivo, que seja dificil descrever, como virar a esquerda ou a direita de acordo com sua intencao quando esra caminhando Como.explicar isso para que nao caminha?
  5. É , pergunta braba mesmo. Eu nao achei uma resposta concreta. Já tentei baixar mas aí... o ambienfe iluminado que eu via virou trevoso. Ainda era o mesmo cenário, mas agora sinistrao. Nao era essa baixada que eu que ia , era ir para proximo do fisico, não proximo de zonas perigosas, eheeh E essa baixada gera um medo instintivo, como se voce estivesse na sala com um tigre adormecido que já esta acordando. Creio que seja uma reacao institntiva à redução da frequencia. Nenhuma dasinhas tentativas me levou ao fisico.
  6. Sonho pode ser muita coisa, mas interessante esse detalhe de depois ver as pessoas ao redor. Se eu fosse CHUTAR uma diferenciação, arriscaria dizer que se fosse sonho de cunho emocional sua lembrança seria só da queda, do medo, e então acordaria no susto. Porque nesse caso o sonho poderia estar dramatizando esse medo/ansiedade ´por alguma instabilidade na vida, através do sonho de queda. Já se... Esses sonhos aconteceram em períodos que você estava sentindo alguma depressão ou tédio e desinteresse pela vida, podem ter te liberado essas memórias para você lembrar e não repetir o ato. Porque me geral repetimos as mesmas coisas vida após vida, e no caso de suicídios ou assassinatos isso realmente cria um ciclo que dificulta o processo encarnatório, diferente, de sempre casar com a mesma pessoa, vida após vida, ou ter sempre os mesmos amigos e desafetos.
  7. Pois é, eu postei porque foi legal ver alguém devidamente informado sobre os processos de reencarne opinando sobre isso usando o que sabe. Acho muito estranho quando vejo gente que conhece esses mecanismos insistir em repetir dogmas de religiões, que são meras regras coletivas genéricas para um bem viver. Leis genéricas são para guiar quem não conseque compreender esses processos, fazia sentido na época em que essas religiões foram criadas, mas não faz mais sentido quando já se tem mais gente capaz de investigar e detalhnado os processos. Chega a ser contraditório como alguns espiritualistas acreditam que "tudo está planejado".... mas isso não inclui a livre decisão da mãe num caso desses, eheheh. Quer dizer... está tudo planejado, mas ninguém avisou para aquele espírito que ele está ingressando num projeto com alto risco de interrupção? E os técnicos do astral que conectam e desconectam cordões de prata são "os últimos a saber" que aquela mãe não vai querer a criança, por N motivos? Planejam tudo sem consultar quem tem, de fato, o poder de abortar a operação??? Sério mesmo?? Nessa hora todos os espírito, mentores, anjos, deus, todo mundo emburrece e é pego de surpresa pela decisão da mãe em abortar? E não tem ali também um karma do espírito em ser abortado? Um karma que só permite a ele situações de risco e não pais que o esperam com o devido planejamento? Ops... Se alguém de cabeça quente toma a decisão de matar outrem em vingança, não exerceu o livre-arbítrio e cometeu um ato condenável, gerando um karma? Ou estava tudo calculado e aquela vítima na verdade escolheu/precisava passar por isso? Mas um estuprador que comete esse ato condenável e engravida uma mulher terá que ter os frutos do seu crime protegidos pela "lei divina", e a criminosa passa a ser a mãe que quer desfazer o m al que o estuprador fez? A "lei divina" que protege a vida e está expressa no mandamento "não matarás" é a mesma lei que mandava matar mulheres adúlteras e gays, além de VÁRIOS outros casos citados na bíblia? Essas questões todas são muito complexas, e cada caso individual tem sua história, sua parte "toda calculada" e sua parte "imprevista", então nenhum caso desses pode ser analisado por regras gerais. Até porque em todos os casos da vida há um fator frequentemente ignorado pelas regras "a confirmação interior", uqe muitas vezes pode a´te fazer, como citado no vídeo, alguém que foi estuprada decidir sim, por amor, não por culpa, ter o filho. Qual a lógica disso? Zero. São questões internas, de cunho espiritual, de mensagens interiores que ficam fora do radar da razão, da lógica. Assim como a sensação de culpa de quem teve aborto espontâneo. É por isso que da minha parte sou favorável à descriminalização do aborto, de modo que as famílias tenham acesso a isso pelo SUS. Assim, dentro de cada grupo de crenças as pessoas serão orientadas em função daquilo que acreditam, do seus valores, do que sentem ser melhor para si em cada contexto. Por exemplo, em algumas "bolhas de crenças" os enxertos, transfusão de sangue, vacinas, transplante de órgãos, reprodução forçada de animais, são vistos como "crimes contra a natureza", então a pessoa é instada a evitá-los, pela questão cármica. Agora, isso é crença de um "bolha", as pessoas ali ensinadas segundo certos critérios tem liberdade de achar que é melhor desencarnar com uma doença do que tentar evitá-la violando leis da natureza e terminar ganhando carma para adiar o inevitável. Se os argumentos fazem sentido para a pessoa, creio que cabe à sociedade laica respeitar a vontade da pessoa, por mais maluco que pareça, afinal a sociedade baseada na ciência é materialista, portanto faz uma avaliação diferente na tomada de decisões, que um espiritualista ou religioso faria. https://ibdfam.org.br/noticias/7385 Outra coisa muito diferente é uma bolha de crenças dessas querer tornar sua crença em lei para reger a vida de quem não partilha dessas crenças, ou impedir que a lei para todos mude na direção oposta da sua crença, que é o que os grupos anti-aborto fazem achando que suas crenças refletem "a lei para humanidade", erro comum a toda bolha. O mais sensato, me parece, é descriminalizar para todos os casos, e cada grupo de crenças tentar educar os seus de acordo com o que acha certo, e assim as pessoas seguem seu caminho de acordo com suas crenças e também necessidades.
  8. O video prometido sobre gestação, já no ponto de inicio:
  9. Além disso, zonas " brabas" sao sempre meio escuras, enquanto zonas mais elevadas sao sempre lumimosas.
  10. Eu percebi um fuso horario de cerca de 3h. Ou seja, se você sair quando esta quase amanhecendo, umas 5 da manha no fisico, vai parecer umas 7:30 ou 8h da manha, pela posicao e intensidade do sol . Mas claro que se sair a noite mesmo, nao se nota isso. Mas não podemos esquercer que nem sempre voce sai na cidade em ue mora. Lembro de uma vez em que perguntei as horas para quem estava comigo no astral, porque achei que parecia meio dia, e achei estranho ja que eu sabia que eram cerca de 5:30. Entao a pessoa me.respondeu que era 13:30. Ate comentei com eles que no fisico não tinha amanhecido ainda (era inverno). Mas estavamos todos falando ingles, algo que para mim é raro em sonhos ou projeções porque mei inglês falado é trôpego, ehehej. Eu sabia que estava em outra parte do globo, mas nao sabia onde. Então você tem que levar eses fatores em conta: - zonas do astral proximas do fisico terão fuso horario similar, jázonas mais distantes talbez não - se estiver perambulando em outros paises o fuso vai corresponder ao de lá né?
  11. Muito confuso realmente. E uma das coisas que confunde é que você pode estar projetado vivendo ali uma exoeriencia lucida, enquanto sua mente fisica comeca a sonha. E aí as cenas dos sonhos se misturam às da projecao criando uma maçaroca dificil de separar. Parece ter sido o caso aqui: O Robert Bruce aconselha a voltat para o corpo toda vez que o sonho começar a interferir ma projecao, para acordar o cérebro fisico e logo sair de novo em astral. Mas quem vai querer arriscar voltar para o corpo e depois não conseguir sair de novo?
  12. Sim, continua por um bom tempo depois que você já encerrou a prática.
  13. Ótima entrevista recente dele:
  14. Sim, eu quis dizer que quando você lê relatos sobre "encostos", " almas penadas", "casas assombradas".. está lendo sobre isso, sobre espiritos nessa zona. A primeira temporada da série Ghost Whisperer também mostra muita coisa interessante, já que os episodios foram baseados nos relatos de uma médium que só enxerga os espiritos que não efetuaram essa transicao ainda. Em livros espiritas também tem alguma coisa, mas näo se encontra uma fonte só sobre isso, creio que porque se trata de um periodo transitório mesmo. Voce encontra um relato no pdf anexado neste meu post: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/17098-visões-sobre-a-morte-e-o-post-mortem/&do=findComment&comment=74395
  15. "Área de estudo"? Não sei bem o que quer dizer com isso. Os espiritos que ficam nessa condicao são justamente os que precisam ser " encaminhados" para tratamento, etc. Então acho que podemoa dizer que a "área de estudo" que trata desses casos deve ser a área de desobsessao. Não que todo desencarnado que não fez a passagem seja um obsessor, mas é que não tendo para onde ir, porque não completaram a passagem a tendencia é ficat gravitando em torno da moradia, amigos, parentes, e acabar interferindo com os vivos mesmo sem intencao.
×
×
  • Create New...