• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Mafarina

B-Membros
  • Content Count

    3
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

About Mafarina

  • Rank
    novo Membro (1+)
  1. Gostaria de tirar uma dúvida... já me tem acontecido muitas vezes estar a sonhar (tipo pesadelos ou com coisas estranhas) em que eu estou aflita, assustada em que não consigo entender o que se passa no sonho, embora seja tudo muito real, muito nítido e em que eu tenho consciência de que estou num sonho e quando o sentimento de insegurança e ansiedade aumenta eu digo para mim mesma durante o sono: isto é um sonho, não estou a gostar, não entendo e quero ir embora. Depois acordo transpirada e com o coração acelerado e muito confusa.... o sentimento que sentia a dormir continua depois de acordada...estarei mesmo a sonhar? Hoje, deu-se uma situação interessante! Eu lecciono numa escola católica que é dirigida por religiosas da congregação de S. José de Cluny. Acontece que durante as férias me foi comunicado que a nossa directora se tinha ido embora e que tinha vindo substitui-la uma outra religiosa que eu por acaso conheci há 12 anos atrás. Ela era ainda uma noviça bastante jovem, de estatura pequena e magra e davamo-nos bastante bem. Nesse mesmo dia em que me deram a notícia eu sonhei que tinha ido para o colégio trabalhar e ao entrar avistei-a ao longe e em vez de a cumprimentar, exclamei com grande admiração: _ Como a irmã está tão gorda! e achei que ela estava enorme...estava completamente diferente. Quando acordei achei o sonho estúpido e como eu podia ter falado daquele modo com ela. Bem, hoje voltei ao trabalho depois das férias... Assim que entrei deparei-me com a nova directora... e para meu espanto lá estava ela ...a do meu sonho! Havia acontecido uma confusão de nomes e claro esta não é a que eu conhecera há 12 anos... Como posso ter visto esta irmã no meu sonho se não a conhecia?
  2. Olá! Ciciloca...:0) pois... não me contaste que me andavas a espreitar durante a noite... não poderia desejar melhor protectora! Se eu soubesse como viajar era para perto de ti que quereria ir... não sei se te recordas mas uma das coisas que te atormentava desde muito pequenina era a eternidade... eu achava estranho porque bem pequenita acordavas a meio da noite a chorar e muito assustada porque dizias que tinhas medo da eternidade e não sabias o que isso era... Para mim era extremamente dificil explicar alguma coisa porque eras muito novinha (além de não ser normal uma criança daquela idade pensar em semelhante assunto e eu também não sabia bem o que dizer...) Não foi por acaso que a primeira palavra que disseste foi: LUA! Sempre foste muito sensível... e com uma curiosidade muito desperta. Também tu falavas muito a dormir, ficavas sentada na cama a falar como se tivesses alguém perto de ti... era estranho! Depois, não lembravas de nada... com os anos isso foi passando. Terá alguma coisa a ver com o assunto? beijocas com saudades
  3. Olá. Será possível que pessoas queridas nos contactem através de sonhos sobre coisas que ainda não aconteceram, ou somos nós que os procuramos? Isso será mesmo um sonho? Há uns anos atrás, sonhei que entrava no estúdio do meu marido de surpresa e lá estava a minha mãe. Ela estava de costas para mim e quando me viu parecia muito surpreendida e ela procurava esconder alguma coisa atrás das costas pois mantinha as mãos escondidas. eu queria ver o que era... e ela no ínio não queria e disse: isto vai te magoar e não mereces. Eu teimei e ela acabou por me estender um envelope grande, castanho um bocado já gasto e com o canto superior direito já rasgado. Tinha um remetente escrito mas tinha sido riscado. Ela pediu que eu não o abrisse dizendo outra vez que me ia magoar. Eu acordei bastante aflita, aliás meu marido é que me acordou porque eu chorava durante o sono. O que é certo é que passados alguns meses descobri que meu marido tinha uma amante, que por acaso trabalhava com ele naquele estúdio (claro que na altura do sonho ele já andava com ela...), no meio de uma zanga entre eles ele pediu-lhe de volta umas cartas que lhe escrevera. Quando ela as entregou...eu estava lá e fui eu que as recebi, trazia-as dentro de um envelope grande, castanho identico ao do meu sonho e que minha mãe não queria que eu visse! A situação foi de tal maneira estranha que meu marido olhou para o envelope e para mim e reconheceu-o de imediato ,pois eu tinha-lhe contado o meu sonho...Será desnecessário dizer que realmente me magoou imenso e abriu grandes feridas. Eu acabei por abri-lo...e foi um tormento!!! Não creio que isto tivesse sido um sonho! Durante este processo muitas vezes "sonhei" com ela, nas alturas que eu estava mais em baixo, ela vinha e me contava coisas que eu só entendia mais tarde quando essas situações surgiam. A primeira vez que tenho noção de um contacto com a minha mãe eu tinha nove anos, era noite, todos dormiam em casa e eu também quando acordei porque ouvi que ela me chamava noutro quarto. Levantei-me, mas recordo que não estava bem acordada nem a dormir... fui até esse quarto e continuava a ouvir chamar....eu conhecia bem a voz dela... quando cheguei lá então foi como se tivesse acordado, claro não havia nada...tudo estava escuro...então gritei com medo. Meu pai veio e minha madrasta (ele já casara de novo) claro nunca contei o motivo porque estava ali e eles diziam que eu era sonambula, que já me tinha levantado outras vezes e que falava muito de noite sozinha... será? ( foi a primeira vez...que me lembro... a morte da minha mãe deixou-me grandes marcas e recordo-a ainda hoje bem viva, bem cheia de energia...)