• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Perinho_Sioux

B-Membros
  • Content Count

    15
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

1 Neutral

About Perinho_Sioux

  • Rank
    Member
  1. É interessante essa questão e ser acordado com barulhos. Comigo já aconteceram alguns eventos curiosos como tocarem meu ombro mais de uma vez em plena viagem que fazia de ônibus. Uma mais recente foi ontem à noite quando senti alguém balançando a minha perna e uma das mais curiosas foi quando ouvi um barulho bem característico do cavalo .Não era um relinchar mas outro barulho. Explico: juntem os lábios e soprem o ar para fora. Seus lábios irão bater rapidamente um no outro. FOi mais ou menos isso. . A maioria dos eventos espirituais parece q ficam inexplicáveis mesmo. Isto é: foi o meu mentor ou algum zombeteiro querendo brincar,etc?. hehhehehe. Abraço.
  2. Muito legais os comentários! Essa galera sabe muito. Amigos aproveito para questionar uma situação que acredito ser bastante comum na problemátia da Reencarnação. Vou tentar exemplificar: Fulano vai até uma instituição espiritualista X e conversando com uma entidade incorporada tem a informação de que foi o pai de Alexandre, O Grande Ocorre que em uma outra situação Sicrano já havia sido informado também que fora o pai de Alexandre, O grande. Isso acontece, ao que me parece, muitas e muitas vezes.Confesso que me deixa bastante confuso. Tudo bem que existe charlatanismo por aí mas e no caso de serem esses dois médiuns, que deram a mensagem, respaldados de confiança em suas atividads mediúnicas. Como que fica essa situação? Quem tiver alguma ideia de solução posta aí. Acredito que esse assunto tb é muito interessante porque tb há uma ligação com a temática reencarnatória. Abraço.
  3. Interessante essa colocação Reginaldo. É uma situação que eu preciso passar a entender melhor, como iniciante, para saber dividir projeção de sonho! Algo que para mim talvez ainda não esteja totalmente compreendido. Nunca tinha parado para pensar nisso. De repente é isso mesmo. Estou resolvendo pesadelos porque minha consciência está mais desperta na hora do sono. Obrigado pela ajuda na elucidação.
  4. A verdade DricaDocinho é que eu não tinha uma compeensão total dos acontecimentos. É como se eu não tivesse total consciência mas apenas parcialmente consciente de algumas coisas. Um dos momentos de maior consciênca foi quando fiz a prece junto com meu amigo. E são preces que gosto muito de fazer. Acho difícil acontecer algo no plano físico porque, normalmente comigo, quando tenho sonhos premonitórios, eles não podem ser interpretados literalmente, sabe como é? Pelo menos comigo é assim. A coincidência que ocorreu foi que esse amigo do sonho ligou p mim nesse mesmo dia. Graças a Deus nada de mais aconteceu. Se esse for um sonho premonitório, é bastante difícil a interpetação. Por exemplo: digamos que vá acontecer algum homicídio. Pode ser que ocorra, mas as circunstâncias irão mudar em muitos pontos. Pode ser que o homicídio seja de um homem matando uma mulher ou uma chacina, etc. Obrigado pela atenção amiga e qualquer coisa nova eu posto aqui, mas espero sinceramente que tenha sido qualquer outra coisa que não um sonho premonitório! Abraço
  5. Bom dia amigos, Acabo de acordar e vim logo postar esta experiência que tive. Foi um sonho extremamente lúcido e com emoções muito fortes.Gostaria muito da opinião de todos a respeito do que pode ser isso. Pois bem pessoal, ontem tive mais um sonho muito lúcido envolvendo armar de fogo. No de ontem o espírito atirava em mim dizendo que estava fazendo isso porque eu era "egóico"! Depois disso acordei. No de hoje eu não fui o alvo. Nesse sonho lúcido de hoje eu estava numa rua aqui perto de casa. Ao passar de carro por ela junto com um amigo meu, paramos em frente a um prédio dessa rua. Logo depois que descemos do carro percebemos uma confusão, num prédio ali perto, muito parecido com um que um parente meu havia morado. Eu ouvia um rapaz muito ensandecido gritar com outro rapaz.O rapaz com raiva sai do prédio gritando com o outro e aponta a arma para ele. Eu e meu amigo nos abaixamos desnorteados e com medo de levar chumbo. Começamos a rezar a prece do pai nosso e a prece luz tentando evitar o ocorrido. Pouco tempo depois o rapaz com raiva não se contém e atira várias vezes contra o outro. O homicida estava visivelmente aturdido. O rosto muito avermelhado e os olhos também, demonstrando o seu choro misturado com raiva e indignação contra a sua vítima. O homicida era um rapaz de boa aparência, muito alvo( isso contrastava bastante com a vermelhidão do seu rosto em virtude do choro). Ele estava irredutível em relação à própria conduta de modo que sua raiva parecia exalar dos seus poros. Infelizmente, a prece aparentemente não havia surtido o efeito desejado. O rapaz atingido estava no chão inerte. Curioso é que logo depois disso alguém me explicou com detalhes a razão dessa ação insana do homicida. Fui informado que a vítima teria estuprado a filha do homicida. Mais curioso ainda é que, algum tempo depois, a vítima abria os olhos como que checando a situação em volta dela, tentando ser discreto, o que não adiantou. Levou mais uma saraivada de tiros na boca mas, mesmo assim, falou ao seu algoz mais ou menos isso: - Rapaz, já foram nove tiros você não percebe que não dianta. * a vítima não sangrava. * a vítima apesar de ter levado os tiros apresentava boa disposição e, aparentemente, era como se tivesse ficado apenas momentaneamente desnorteado com os tiros. Pergunto: galera, o que pode tá havendo comigo? Na opinião de vocês existe alguma possibilidade dessa experiência ser uma projeção sem total lucidez? Não entendo os motivos de estar sonhando tanto com armas de fogo e situações bastante violentas. Abraço!
  6. Pessoal, achei esse trecho do livro do Robert Bruce - Experiencias fora do corpo - onde ele fala do chakra cardíaco e dessa sensação de batimento cardíaco acelerado. Espero que ajude: "Chakra cardíaco: O chakra cardíaco merece uma menção especial devido a sensação forte, e as vezes assustadora, que ele pode causar. Quando fortemente ativado pode parecer como se 29 seu coração estivesse batendo a uma velocidade impossível. É uma sensação muito poderosa. Tente e ignore isso quando acontecer, não irá feri-lo. Não é o seu coração batendo mas o chakra funcionando. Eu sei que isso é mais fácil de ser dito do que feito, ignorando, mas com prática e familiaridade você consegue. Esse batimento é mais aparente nos primeiros estágios do desenvolvimento. Eu acho que isso é causado pela falta de energia fluindo dos centros inferiores. O chakra cardíaco, quando totalmente operacional, faz sentir como: Coloque uma mão sobre o peito, com os dedos descansando no meio dela sobre seu coração. Bata com os dedos no peito, no mesmo ritmo de seu coração. Aumente esse ritmo até que esteja batendo tão rápido e forte como seus dedos podem se mover. Nota: O ritmo de seu coração não aumenta com essa sensação de aumento. Se você ligar-se a um monitor cardíaco, você verá que seu ritmo cardíaco dificilmente se altera."
  7. Gangrelrj , também sou iniciante nas práticas e não posso te afirmar com certeza mas vi em algum lugar que o EV é mais fácil de ser sentido quando o corpo espiritual já está mais desligado do corpo físico. Só senti o EV mais intenso uma única vez. No restante das minhas poucas experiências tive a mesma sensação que vc.
  8. Sinto isso também. Também tenho curiosidade p entender melhor essas sensações. Parabéns pela definição amigo.
  9. Essa questão da respiração e da falta de ar são bastante interessantes e também tenho muitas dúvidas a esse respeito. Se alguém souber de indicação de trechos de livros ou mesmo de algum áudio que fale sobre isso seria interessante postar aqui. No meu caso essa sensação de falta de ar ocorre também e no início quando começava a senti-la tinha mais dificuldades e ficava mais tenso. Hoje já lido melhor com ela. Um detalhe interessante que não sei se acontece com vcs é que quando começo a ter essa sensação logo em seguida sinto como se estivesse roncando. Isto é, minha respiração começa a ficar mais difícil e é como se a passagem de ar estivesse obstruída ao ponto de causar uma sensação de como eu estivesse roncando. Sinto também a necessidade de engolir saliva quando isso ocorre. O meu coração também acelera ou pelo menos eu tenho essa impressão. Parece até que é involuntário. Isto é, n posso ter certeza se é porque estou nervoso ou se é uma simples repercussão desse estado da projeção.
  10. Muito legal o seu relato Andy. O amigo Sandro também esclareceu bastante. Apesar de não me projetar conscientemente ainda, certa vez tive uma experiêcia com um sonho lúcido e bastante parecida com essa questão dos "mendigos do astral" falado por Sandro. Tenho quase certeza que foi uma projeção porque foi muito real. Nesse sonho lúcido eu estava no meu quarto, em pé, ao lado da minha cama. Percebi na janela do meu quarto dois indivíduos querendo me alcançar( o rosto dos dois tinha algo como uma máscara preta). Eles esticavam o braço tentando chegar perto de mim e algo os impedia de me alcançar. Lembro que eu fazia um gesto com a cabeça, balaçando-a negativamente como que dizendo que eles não poderiam se aproximar de mim. Quem sabe foram os amparadores que fizeram isso, impedindo-os de me atacar ou sugar minhas energias. Quando perceberam que não podiam me alcançar, tentaram me dizer algo. Não entendi o que queriam e então me aproximei para escutar e eles diziam. Foi quando ouvi o pedido deles( ou teria sido o amaparador me dizendo): faça uma prece! Após isso acordei no meu quarto e fiz uma prece para eles. Estava arrepiado. Depois voltei a dormir. um abraço amigos!!
  11. Muito bacana o relato! Obrigado por compartilhar amigo. Abraço.
  12. Obrigado Andy! É verdade. Continuarei a praticar sim. Vejo que o medo é a maior barreira a ser superada mas aos poucos vamos conquistando. Aproveito também para colocar aqui o link que havia dito. É um canal muito bacana do you tube que aborda temas da espiritualidade chamado TV Compléxis e a palestra é justamente sobre o EV. O palestrante é Wagner Alegretti.Está dividida em 6 partes mas vou colocar somente a primeira porque o restante dá p encontrar tranquilo. http://www.youtube.com/watch?v=o6UVekGpBC0 Queria paroveitar também pra falar aos Administradores que se eles acharem melhor retirar este tópico daqui e colocar em um outro lugar do fórum fiquem à vontade. Abraço.
  13. Massa Reginaldo! O importante é continuar mesmo. Vou ver se hoje consigo fazer alguma técnica com mais rigor e ver n que dá. Tem um vídeo muito massa que encontrei no you tube e tem mais de 1 hora que fala so de EV. Depois vou ver se encontro e posto aqui o link. Abraço parceiro.
  14. Horário: deitei às 22:10 mais ou menos. O suposto E.V aconteceu lá pelas 23:40 até as 24:00 horas. Data: 22/08/2012 Poxa vida! Estou muito feliz de poder relatar aqui esse acontecimento de ontem à noite. Vou tentar pormenorizar tudo que puder me lembrar bem. Pois bem. Ontem à noite tive a oportunidade de ir deitar sem estar ao lado de minha noiva. Essa possibilidade deu um estalo em mim. Pensei, lembrando do que Saulo recomenda, que seria uma grande oportunidade para trabalhar as energias já que, sem o acoplamento áurico que ocorre quando estamos muito perto de outra pessoa, eu não incomodaria minha noiva no trabalho energético, sem contar que seria mais fácil a ocorrência de uma projeção ! Mesmo assim, se acontecesse a projeção ela com certeza seria patrocinada( com ajuda dos mentores) porque ultimamente eu não tenho realizado as práticas energéticas. Estou, na verdade, voltando a escutar com muita fé e entusiasmo os áudios dos cursos de projeção feios por Saulo. Em virtude de alguns problemas da vida cotidiana eu havia parado com tudo. Enfim chegou o momento de voltar! Não vou mentir - quando percebi que poderia ter essa possibilidade de ficar sozinho para trabalhar as energias ou mesmo acontecer algum fenômeno mediúnico ou espiritual eu meio que fiquei com um certo medo. Porém, fiz um esforço pra poder superar essa barreira desgraçada! hehehheh. É difícil demais, mas não é impossível. Uma coisa que me ajudou muito a superar mais o medo é que eu agora estou indo deitar escutando os áudios do curso. Dessa forma, a pessoa já vai se acostumando psicologicamente a lidar com essa realidade no escuro e ,como nosso amigo Saulo fala de todos os assuntos com descontração, isso ajuda bastante a encarar tudo com normalidade. É aquela coisa: - estou no escuro! Beleza mas ao menos to escutando umas coisas legais aqui sobre espiritualidade. Com isso, tudo passa a ser mais natural, mais conhecido, menos místico, menos desconhecido. Não sei se foi intuição ou mesmo uma vontade ferrenha que impus à minha mente mas o fato é que escutar áudios sobre espiritualidade no escuro do quarto ajuda e muito! Ajuda, como já disse, porque passa a ser natural com o tempo, dentro da normalidade. Mesmo assim, vez por outra, chegavam algumas sensações de medo. Mas aí, mais uma vez, vale a descontração. Teve um momento que eu estava tão confiante e envolvido naquelas sensações energéticas, com tanta alegria por estar vivendo aquilo que quando vinha uma situação em que eu normalmente teria medo eu dizia em pensamento: - Pode vir monstro ou qualquer coisa, não tenho medo! E sorria internamente, não por arrogância nem por me sentir o tampa. De jeito nenhum! Mas a verdade é que estava muito feliz com tudo que estava sentindo e acredito que, por isso, não permiti me envolver com sentimentos de medo! Cheguei a pensar se essa alegria poderia ter sido a energia dos mentores próximos ou se apenas teria sido a euforia de sentir tudo aquilo acontecendo. Eu finalmente estou vibrando de entusiasmo somente nas possibilidades de trabalhar as energias. É muito importante mesmo! Estou muito empolgado. Vou tentar descrever as sensações que tive. Como falei, fiquei escutando os áudios do curso. Estava sozinho na cama e a temperatura do quarto estava em 22 graus. Estava coberto com um edredom e apenas relaxando e ouvindo atentamente aos ensinamentos de nosso amigo Saulo. A minha vontade em sentir as energias e principalmente o E.V. era muito grande! Mas não era uma vontade ansiosa. Pelo menos eu acho que não. Era uma vontade tranquila, compassiva e quem sabe não foi isso que me ajudou também? "Devagar é pressa" não é verdade? Eu tinha em mente que o que acontecesse seria lucro. Com a temperatura bastante amena nos 22 graus, eu sabia, conforme escutado no áudio, que seria mais fácil a percepção do E.V. caso ele ocorresse. No entanto, se eu não estiver enganado, a temperatura ideal para ter as sensações do E.V. seria de 20 graus. Não quis colocar em 20 graus porque estava com muito frio então deixei em 22 mesmo. Quando acabou o áudio do curso eu pensei em tirar o edredom porque ele já havia esquentado bastante o corpo. Queria, com isso, poder sentir o EV se ele viesse. Durante o áudio( áudio 9 do curso intermediário) eu aproveitei a carona no assunto. Saulo fala nesse áudio de mantras, de como eles podem ajudar na projeção e noutras coisas mas. Então por diversas vezes pronunciei mentalmente OM, DWIDJA, etc... Então, já posicionado, comecei a imaginar a bola energética subindo e descendo. Porém, fiz isso com os olhos abertos. Depois de algum tempo comecei a sentir minhas coxas como se estivessem borbulhando ou formigando. Era impossível aquilo ser uma coisa normal ou coisa da minha cabeça. Era uma sensação peculiar, diferente de qualquer coisa que possamos normalmente sentir e muito forte! Nesse ponto a minha alegria e entusiasmo eram muito grandes. Estava feliz e pensava: Nossa! finalmente o EV e como é forte! Repetia isso várias e várias vezes dentro de mim e cheguei a me emocionar com tudo o que senti. Isso me dava mais certeza de tudo o que aprendi até hoje sobre espiritualidade. Que realmente existiam energias sutis e coisas imponderáveis que nem sequer imaginamos mas que podemos desbravar se tivermos vontade, fé, entusiasmo, esforço constante, etc. Chegou um momento em que eu sentia uns arrepios muito fortes pelo corpo inteiro e para minha surpresa até um mantra muito bonito veio na minha cabeça( será que por intuição?). Infelizmente eu não lembro dele! Mas tinha nome de Jesus. Era uma frase curta de umas 5 palavras eu acho. E toda vez que eu a pronunciava, sentia arrepios muito fortes percorrendo todo o meu corpo, da cabeça em direção aos pés e o EV se intensificava! Tive vários espasmos( seria isso mesmo?) O meu corpo praticamente todo tremia. Chegou ao ponto de meu tronco levemente bater na cama, tão forte foram as tremedeiras. As pernas também tremiam muito. E toda vez que eu entoava esse mantra ou mentalizava as energias subindo e descendo isso acontecia e vinha mais forte. Eu pude ainda comprovar que era isso que aumentava as sensações porque tinha momentos que essas sensações praticamente cessavam e eu para ter certeza de que tudo aquilo não era uma mera coincidencia ou coisa da minha cabeça, começava a entoar o mantra (mentalmente), a mentalizar o mentores e a imaginar a bola energetica subindo e descendo e de novo tudo aquilo vinha com uma força indescritivel!!!! Aquilo era tão forte que parecia que eu ia ser arremessado da cama para a parede em frente a mim. Eu tremia todo como se estivesse convulcionando. Mas não doía nem dava medo. Outro detalhe que não pude ter certeza é que tem um móvel em frente a minha cama e ele vibrou por diversas vezes com muita força. Parecia que tinha um veiculo pesado passando perto de minha casa. Infelizmente não posso saber se foram as energias que ocasionaram isso porque fiquei pensando que poderia ser o ar condicionado causando essas vibrações no móvel. Em breve acho que poderei confirmar isso. Pra falar a verdade eu fiquei muito, mas muito feliz e agradeci demais aos mentores todos esses acontecimentos, porque tenho certeza que eles ajudaram. Minha intuição me dizia que eu não estava sozinho. Teve um momento que tive a impressão de ver alguém no quarto mas foi muito rápido e não posso ter certeza(vulto de branco). Mas graças a Deus o medo não impediu de ter essa experiência formidável!!! Superem seus medos meus amigos pois ele é ilusório! Não há o que temer! Foi o segundo EV( se realmente foi) que tive e só não foi completo porque o primeiro que tive foi bem mais forte que esse. Nesse segundo EV eu não escutei barulhos fortíssimos intracranianos nem estalos. A varredura energética como a que tive no primeiro também não foi tão intensa, mas isso é mais um motivo para continuar exercitando e verificando, na prática, essas maravilhosas possibilidades! Bem, é isso. Espero ter contribuído com alguma coisa. Nem que seja pra incentivar alguém que desanimou ou que tenha medo. Grande abraço a todos!