• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Karolyn

B-Membros
  • Content Count

    52
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

2 Neutral

7 Followers

About Karolyn

  • Rank
    Advanced Member
  • Birthday 01/14/1991

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Bem eu não sinto a catalepsia projetiva , porém sinto o EV , o Estado Vibracional que entro é tão intenso que sinto meu corpo gerando uma energia infinita , peço logo pra sair pq eu normalmente não gosto de sentir essa sensação.Saio com extrema lucidez sempre. normalmente as técnicas energéticas não funcionam muito comigo. Mas tente algo como exteriorizar energias dos chacras , eu exteriorizo no banho , embaixo das arvores ou antes de dormir. Quando estou no astral para ganhar mais lucidez exteriorizo pro ambiente ou em cima de alguma planta isso ajuda muito! : )
  2. Já me machuquei algumas vezes no astral , ja fui afogada tbm, apesar do afogamento eu sentir todas as sensações eu não senti dor. Acredito que estamos tão mecanizados no físico que levamos para o astral. Nossa mente manipula muita coisa no astral hehe!
  3. Tenta Exteriorizar as energias pra alguma planta , ou simplesmente exteriorizar pro ambiente , antes de dormir tbm e interessante , assim você tira um pouco da densidade. Quase não tenho problemas com lucidez ou cegueiras , não preciso de praticas energéticas tbm . Procura dar ênfase as praticas que logo você já notará a diferença : )
  4. Ola Kenny , Tive algo parecido na família.. Minha tia incorporou um Exu mas não com contrato selado. Foi ate engraçado sabe. venho de uma família espirita , meus pais conseguiram afastar a entidade com Pretos velhos. Olha os velhinhos são fortes e muito respeitados por outras entidades. Consulte um preto velho ele saberá exatamente como ajudar você. Espero que isso facilite tudo pra você. Mta paz , amor e luz ..
  5. Bom dia galera. Bem hoje de manhã vi uma reportagem que me deixou muito chocada foi de uma moça que foi violentada na Índia por 6 homens. O estupro na índia e muito comum , ela pegou um ônibus errado e os monstros simplesmente atacaram a moça , violentaram ela um por um e ainda rasgaram ela com uma barra de ferro, depois jogaram ela nua com o ônibus em movimento . Isso foi horrível! Eu queria saber como o corpo etérico de uma pessoa fica após uma morte tão violenta dessa? Acredito que ela levará feridas por um longo tempo né! Poxa o ser humano pode ser o melhor mas também pode ser o pior entre as especies . #TristeRealidade
  6. hahaha! Credo , sonhar com o demo não e muito bom kkk! Estranho ein!
  7. Parabéns , logo a sua lucidez vai melhorar e logo poderá compartilhar seus voos longos
  8. Realmente para quem quer crescer ,não podemos desistir ... Tudo vale a pena quando a alma não e pequena.
  9. Ola Lucita , concordo com tudo o que você disse , sendo porque a parte esotérica da coisa sempre muda, a ideia do post e para que todos nos reunisse maiores ideias e a debatesse. Essa transição foi estudada pelos Maias que por sua vez tinham um conhecimento amplo e exato.. Pena que maior parte de Seus estudos foram perdidos pelo poder de território, se não teríamos muito mais informações a respeito disso! Obrigada por esclarecer duvidas restantes : )
  10. Ei Flavio eu te adicionei kkkk
  11. Os que não e adaptarem não elevarão a consciência e consequentemente não irão aguentar a nova vibração que o planeta esta entrando. Ficaremos no cinturão de Fótons por 2 mil anos , Acredito que até la , a humanidade terá ascensionado !
  12. Quer dizer que quem não se adaptar vai morrer? =p Outra, se ja estamos na metade desse cinturão de fótons, não deveríamos ja estar sofrendo radiação? E essa radiação não deveria estar causando sintomas, como por exemplo sintomas maus? AGora sim achei interessante. Todo o universo? Todos os encarnados ou também os não-encarnados? Pois me parece que esse trexo só fala de encarnados se beneficiando, mas e quanto ao resto? E é em todo o universmo mesmo? Me parece algo meio grande pra afirmar rsrs Enfim espero que mude algo mesmo, porque da maneira que tá, a consciência na Terra está piorando na maioria dos aspectos. Se houver mesmo essa mudança melhor, será um planeta mais calmo! Ola Toquinha , bem essa mudanças ocorrerão nas pessoas que mantém seu nível vibracional alto , nosso DNA vai começar a mudar mas para isso teremos que nos sutilizar , mudar o estilo de vida como por exemplo viver do prana .. vamos meditar , vamos começar a nos iluminar , viver do prana e total e completa transição para o Eu superior e viva os dias de luz que estão pra chegar! o/
  13. Ameiii . Seus versos me sutilizarão ! Obrigada
  14. Ola Pessoal , eu estava aqui pesquisando mais sobre a nova Era que entra hoje e encontrei um poste muito legal pra quem quiser entender mais o que vai rolar de hoje em diante. espero que gostem . Amor e Luz Já estamos no Cinturão de Fótons Muito se fala de 2012, mas pouco efetivamente se conhece. Segue um texto rápido e esclarecedor, para desmistificar um pouco a profecia e trazer uma linguagem simples, ofertando ânimo extra para nossas ações como sincronizadores biosféricos. O sistema solar gira em torno de Alcione, estrela central da Constelação de Plêiades. Esta foi a conclusão dos astrônomos Freidrich Wilhelm Bessel, Paul Otto Hesse, José Comas Solá e Edmund Halley, depois de estudos e cálculos minuciosos. Nosso Sol é, portanto, a oitava estrela da constelação – localizada a aproximadamente 28 graus de Touro – e leva 26 mil anos para completar uma órbita ao redor de Alcione, movimento terrestre também conhecido como Precessão dos Equinócios. A divisão desta órbita por doze resulta em 2.160, tempo de duração de cada era “astrológica” (Era de Peixes, Aquário, etc). Descobriu-se também que Alcione tem à sua volta um gigantesco anel, ou disco de radiação, em posição transversal ao plano das órbitas de seus sistemas (incluindo o nosso), que foi chamado de Cinturão de Fótons. Um fóton consiste na decomposição ou divisão do elétron, sendo a mais ínfima partícula de energia eletromagnética, algo que ainda se desconhece na Terra. Detectado pela primeira vez em 1961, através de satélites, a descoberta do cinturão de fótons marca o início de uma expansão de consciência além da terceira dimensão. A ida do homem à Lua nos anos 60 simbolizou esta expansão, já que antes das viagens interplanetárias era impossível perceber o cinturão. A cada dez mil anos o Sistema Solar penetra por dois mil anos no anel de fótons, ficando mais próximo de Alcione. A última vez que a Terra passou por ele foi durante a “Era de Leão”, há cerca de doze mil anos.Na Era de Aquário, que está se iniciando, ficaremos outros dois mil anos dentro deste disco de radiação. Todas as moléculas e átomos de nosso planeta passam por uma transformação sob a influência dos fótons, precisando se readaptar a novos parâmetros. A excitação molecular cria um tipo de luz constante, permanente, que não é quente, uma luz sem temperatura, que não produz sombra ou escuridão. Talvez por isso os hinduístas chamem de “Era da Luz” os tempos que estão por vir. Desde 1972, o Sistema Solar vem entrando no cinturão de fótons e em 1998 a sua metade já estará dentro dele. A Terra começou a penetrá-lo em 1987 e está gradativamente avançando, até 2.012, quando estará totalmente imersa em sua luz. De acordo com as cosmologias maia e asteca, 2.012 é o final de um ciclo de 104 mil anos, composto de quatro grandes ciclos maias e de quatro grandes eras astecas. Humbatz Men, autor de origem maia, fala em “Los Calendários” sobre a vindoura “Idade Luz”. Bárbara Marciniak, autora de “Mensageiros do Amanhecer”, da Ground e “Earth”, da The Bear and Company e a astróloga Bárbara Hand Clow, que escreveu “A Agenda Pleiadiana”, da editora Madras, receberam várias canalizações de seres pleiadianos. Essas revelações falam sobre as transformações que estão ocorrendo em nosso planeta e nas preparações tanto físicas quanto psíquicas a que precisamos nos submeter para realizarmos uma mudança dimensional. Segundo as canalizações, as respostas sobre a vida e a morte não estão mais sendo encontradas na terceira dimensão. Um novo campo de percepção está disponível para aqueles que aprenderem a ver as coisas de uma outra forma. Desde a década de oitenta, quando a Terra começou a entrar no Cinturão de Fótons, estamos nos sintonizando com a quarta dimensão e nos preparando para receber a radiação de Alcione, estrela de quinta dimensão. Zona arquetípica de sentimentos e sonhos, onde é possível o contato com planos mais elevados, a quarta dimensão é emocional e não física. As idéias nela geradas influenciam e detonam os acontecimentos na terceira dimensão, plano da materialização. Segundo as canalizações, a esfera quadri-dimensional é regida pelas energias planetárias de nosso sistema solar, daí um trânsito de Marte, por exemplo, causar sentimentos de poder e ira. Para realizar esta expansão de consciência é preciso fazer uma limpeza, tanto no corpo físico como no emocional, e transmutar os elementais da segunda dimensão a nós agregados, chamados de miasmas. Responsáveis pelas doenças em nosso organismo, os miasmas são compostos de massas etéricas que carregam memórias genéticas ou de vidas passadas, memórias de doenças que ficaram encruadas e impregnadas devido a antibióticos, poluição, química ou radioatividade. Segundo as canalizações, esses miasmas estão sendo intensamente ativados pelo Cinturão de Fótons. Os pensamentos negativos e os estados de turbulência, como o da raiva, também geram miasmas, que provocam bloqueios energéticos em nosso organismo. Trabalhar o corpo emocional através de diversos métodos terapêuticos – psicológicos, astrológicos ou corporais – ajuda a liberar as energias bloqueadas. A massagem, acupuntura, homeopatia, florais, meditação, yoga, o tai-chi, algumas danças, etc., são também técnicas de grande efetividade, pois mexem com o corpo sutil e abrem os canais de comunicação com outros planos universais. As conexões interdimensionais são feitas através de ressonância e para sobrevivermos na radiação fotônica temos que nos afinar a um novo campo vibratório. Ter uma alimentação natural isenta de elementos químicos,viver junto à natureza, longe da poluição e da radiatividade, liberar as emoções bloqueadas e reprimidas, contribuem para a transição. Ter boas intenções é essencial, assim como estar em estado de alerta, para perceber as sincronicidades e captar os sinais vindos de outras esferas. Segundo a Agenda Pleiadiana, de Bárbara Hand Clow, o Cinturão de Fótons emana do Centro Galáctico. Alcione, o Sol Central das Plêiades, localiza-se eternamente dentro do Cinturão de Fótons, ativando sua luz espiralada por todo o Universo. Mas afinal… e nós nisso tudo? Nós somos os mais beneficiados com tudo isso. Todos nós, os seres encarnados na Terra, estamos passando por um processo de iniciação coletiva e escolhemos estar aqui nesta difícil época de transição de nosso planeta, que atingirá todo o Universo. Os fótons funcionam como purificadores da raça humana e através de suas partículas de luz, às quais estamos expostos nos raios solares, dentro em breve estaremos imersos nesta “Era de Luz”, depois de 11 mil anos dentro da Noite Galáctica ou Idade das Trevas, como os hindus se referiam a Kali Yuga. Como um sistema de reciclagem do Universo, o Cinturão de Fótons inicia a Era da Luz. Existem diversas formas da humanidade intensificar sua evolução, desenvolvendo um trabalho de limpeza dos corpos emocionais, com o uso de terapias alternativas, como florais, Yoga, Sahaja Maithuna, musicoterapia, cromoterapia entre muitos outros. São terapias e práticas que trabalham com a cura dos corpos sutis, além de curar outras já instaladas, evitando que muitas doenças sejam desenvolvidas, antes mesmo de alcançar o corpo físico. Cada partícula vai se alojando em todos os cantinhos de nosso planeta trazendo a consciência (Luz), a Verdade, a Integridade e o Amor Mútuo. Cada um de nós tem um trabalho individual para desenvolver aliado ao trabalho de conscientizaçã o da humanidade. Os corpos que não refinarem suas energias não conseguirão ficar encarnados dentro da terceira dimensão, pois a quarta dimensão estará instalada. E todos nós redescobriremos a nossa multidimensionalidade e ativaremos nossas capacidades adormecidas dentro da Noite Galáctica. A inteligência da Terra será catalizada para toda a Via Láctea. Todos estes acontecimentos foram registrados no Grande Calendário Maia, que tem 26 mil anos de duração e termina no solstício de inverno, no dia 21 de dezembro de 2012 dC, que marca a entrada definitiva da Terra dentro do Cinturão de Fótons por 2000 anos ininterruptos. Consciência é Luz. Luz é Informação. Informação é Amor. Amor é Criatividade.
  15. Belo Relato.. Contagem regressiva para a entrada no Cinturão de fótons , Energia consciencial ai vamos nós.